Top PDF Contribuição ao conhecimento da flora medicinal de Roraima.

Contribuição ao conhecimento da flora medicinal de Roraima.

Contribuição ao conhecimento da flora medicinal de Roraima.

folk medicine of Roraima ϊιάνυχϋ  TesvUtoiy u> p-te- imted hunt. Botanical identification, accosidin to Csionquiòt' 6 òiòtematic cloJs &ifica- tion of plant famA.lA.ni,, tn.adiXA[r]

13 Ler mais

Contribuição ao conhecimento dos Odonatos da Estação Ecológica de Maracá - Roraima.

Contribuição ao conhecimento dos Odonatos da Estação Ecológica de Maracá - Roraima.

ficou-se que as espécies de grande distribuição geográfica, geralmente mais comuns, pre- dominam nas áreas de savana, enquanto nas matas predominam as de distribuição geográfi- ca mats r[r]

17 Ler mais

Open Contribuição ao conhecimento fitoquímico e biológico de duas espécies de rutaceae da flora paraibana

Open Contribuição ao conhecimento fitoquímico e biológico de duas espécies de rutaceae da flora paraibana

Rutaceae is a family, mostly tropical and subtropical, comprising about 160 genera, including Metrodorea and Pilocarpus, having important medicinal and ecological properties. This family also requires attention for presenting a wide variety of secondary metabolites. This study aimed to expand the chemical and biological knowledge of the Rutaceae family by studying the species Metrodorea mollis Taub. and Pilocarpus spicatus subsp. aracatensis Kaastra. The aerial parts of the species were submitted to extraction processes, partitioning and isolation of their chemical constituents, which were then characterized by spectroscopic techniques of IR, MS and one- and two- dimensional 1 H and 13 C NMR, and compared to literature data. From the hexane extract of M. mollis were isolated the substances: xanthotoxin, isopimpinellin, hinokinin, savinin, lupeol and β-sitosterol. From the hexane phase of P. spicatus were identified: xanthotoxin, bergapten, imperatorin, asarinin, taraxerol acetate and brazoxido A, this last compound has been reported by the first time in the literature. The xanthotoxin and imperatorin coumarins were selected as chemical markers of P. spicatus and an analytical methodology was developed and validated to quantify by High Performance Liquid Chromatography (HPLC) the content of them in the Crude Ethanolic Extract (CEE) of P. spicatus. The proposed methodology showed to be selective, linear, accurate, precise and robust. Furthermore, it was investigated the evaluation of the antibacterial activity by the Minimum Inhibitory Concentration (MIC) and the drug resistance modulator in Staphylococcus aureus of P. spicatus CEE and isolated coumarins (bergapten, xanthotoxin, isopimpinellin, imperatorin). The CEE and coumarins presented no significant antibacterial activity. However, in the drug resistance modulation assay, the isopimpinellin reduced up to 4 times the MIC of erythromycin, and imperatorin showed the best results, with a MIC reduction of the antibiotics tetracycline (up to 2-fold), erythromycin (up to 4-fold) and norfloxacin (up to 4 times). By reducing the MIC of ethidium bromide, imperatorin is considered in fact as a putative inhibitor of the efflux system in bacteria. The results obtained in this study were promising and may encourage further research on the use of natural products.
Mostrar mais

188 Ler mais

André Luiz da Costa Moreira

André Luiz da Costa Moreira

O presente estudo objetivou levantamento das espécies de Jacquemontia Choisy (Convolvulaceae) ocorrentes no estado de Goiás e Tocantins e a ampliação do conhecimento sobre os limites morfológicos das espécies e sua distribuição geográfica. Os estados de Goiás e Tocantins estão localizados nas regiões Centro-Oeste e Norte do Brasil, respectivamente. O estudo foi baseado na análise de espécimes depositados em herbários da região Centro-Oeste, sendo estes UB, CEN, HEPH e IBGE, além de herbários com acervos representativos de diversas regiões como ESA, MBM, R, RB, SP, SPF e UEC, além das observações de algumas espécies no campo e materiais-tipo. Foram registradas 17 espécies, sendo 16 ocorrendo para o estado de Goiás e sies para Tocantins: Jacquemontia blanchetii Moric., J. choisyana Meisn., J. densiflora (Meisn.) Hallier f., J. evolvuloides (Moric.) Meisn., J. fusca (Meisn.) Hallier f., J. gracilis Choisy, J. gracillima (Choisy) Hallier f., J. heterotricha O'Donell, J. nodiflora (Desr.) G.Don, J. sphaerocephala Meisn., J. sphaerostigma (Cav.) Rusby, J. spiciflora (Choisy) Hallier f., J. tamnifolia (L.) Griseb., J. velutina Choisy, J. villosissima Ooststr., J. warmingii O´Donell, Jacquemontia sp. nov. Quatro espécies constituem-se em registro de nova ocorrência para Tocantins, e uma nova espécie de Jacquemontia é registrada para Goiás. Foram elaboradas descrições, ilustrações, chave de identificação e comentários taxonômicos e ecológicos sobre as espécies estudadas.
Mostrar mais

109 Ler mais

A IMPLEMENTAÇÃO DA REFORMA CURRICULAR DO ENSINO MÉDIO NO BRASIL, DA LDB AO ENEM – O CASO DE UMA ESCOLA ESTADUAL EM JUIZ DE FORA MG

A IMPLEMENTAÇÃO DA REFORMA CURRICULAR DO ENSINO MÉDIO NO BRASIL, DA LDB AO ENEM – O CASO DE UMA ESCOLA ESTADUAL EM JUIZ DE FORA MG

Ainda sobre a questão da formação é possível dizer que tanto professores quanto diretores possuem formação deficiente para implementar as teses fundamentais da reforma curricular estudada. Apesar desta pesquisa não ter focalizado seus esforços nesse tema, é evidente que os professores não são formados para atenderem a atual demanda apresentada pelas escolas. No caso da escola onde esta pesquisa foi realizada, isso ficou claro quando uma pequena parcela dos professores, ao responder o questionário, indicou que teve conhecimento dos PCNEM nos seus respectivos cursos de licenciatura. O caso aqui é o mesmo da questão relacionada aos gestores: não é objetivo deste trabalho oferecer estratégias para o assunto, porém esta pesquisa diagnosticou a existência do problema. Nesse sentido, esses dois fatores são elencados aqui pois podem dificultar ainda mais a implementação das políticas de reforma curricular analisadas neste texto.
Mostrar mais

182 Ler mais

Avaliação de usos e da composição química dos óleos essenciais de algumas plantas aromáticas e medicinais utilizadas em Lisboa e Bragança

Avaliação de usos e da composição química dos óleos essenciais de algumas plantas aromáticas e medicinais utilizadas em Lisboa e Bragança

Estes conhecimentos globais e completos são essenciais porque por vezes os efeitos medicinais das plantas não corresponderem apenas a um composto, mas sim ao conjunto mais amplo que envolve toda a planta ou conjunto de plantas, uso sequencial de certas plantas ou outros factores (Brito, 1996). Outras informações que também devem ser registadas com cuidado são o modo de preparação, partes da planta usada, técnicas de secagem e conservação ou possíveis efeitos secundários (Heinrich et al., 2009). É comum as plantas terem um uso medicinal e “mágico”, não devendo ser excluída nenhuma informação, já que muitas vezes para compreender o seu uso medicinal e cultural são necessários vários tipos de informação (Heinrich et al., 2009). Os estudos etnobotânicos incluem também a recolha de exemplares para estudos botânicos e laboratoriais (Cunha, 2009), quer para posterior análise química, quer como forma de identificar correctamente a espécie em causa.
Mostrar mais

61 Ler mais

Brecht e o realismo da resistência ao fascismo — Outubro Revista

Brecht e o realismo da resistência ao fascismo — Outubro Revista

Dito de outra maneira, diferentemente do caráter fortemente ilusionista do drama burguês cujo objetivo central é mostrar ações como se elas fossem a realidade e sempre tendo [r]

30 Ler mais

Contribuição para o estudo da flora e vegetação da ilha do Pico (Açores)

Contribuição para o estudo da flora e vegetação da ilha do Pico (Açores)

canariensis Holcus rigidus Hypericum foliosum Lactuca watsoniana Laurus azorica Prunus lusitanica Rubus hochssetterorum Sanicula azorica Vaccinium cylindraceum Arceuthob[r]

14 Ler mais

Contribuição ao conhecimento das Qspidosperma

Contribuição ao conhecimento das Qspidosperma

Seção transversal em forma de um contínuo na região proximal até aproximadamente à altura do nível médio do comprimento do pecíolo, lundindo-se com o floema externo; seção cilíndric[r]

12 Ler mais

MANUAL DE ACOLHIMENTO NO ACESSO AO SISTEMA DE SAÚDE DE CIDADÃOS ESTRANGEIROS – Normas de Orientação Clínica

MANUAL DE ACOLHIMENTO NO ACESSO AO SISTEMA DE SAÚDE DE CIDADÃOS ESTRANGEIROS – Normas de Orientação Clínica

a) Cuidados de saúde urgentes e vitais e de protecção da saúde pública Estrangeiro menor residente em Portugal em situação irregular Cidadão Europeu sem inscrição em qualquer[r]

48 Ler mais

Criptógamos do Parque Estadual das Fontes do Ipiranga, São Paulo, SP. Algas, 38: Chlorophyceae (Tetrasporales e Siphonocladales).

Criptógamos do Parque Estadual das Fontes do Ipiranga, São Paulo, SP. Algas, 38: Chlorophyceae (Tetrasporales e Siphonocladales).

Os objetivos da presente contribuição foram os mesmos que nortearam a flora ficológica do PEFI e são: 1) realizar o levantamento taxonômico dos gêneros e espécies clas[r]

8 Ler mais

I N T R O D U Ç Ã O JESUS CARLOS C O U T I N H O B A R C I A

I N T R O D U Ç Ã O JESUS CARLOS C O U T I N H O B A R C I A

CONTRIBUIÇÃO AO ESTUDO DA FLORA DA SERRA DOS ÓRGÃOS ESTADO DO RIO DE JANEIRO, BRASIL.. I - BIBLIOGRAFIA BOTÂNICA REFERENTE Â REGIÃO.[r]

25 Ler mais

Índice do Boletim Cultural da Guiné Portuguesa

Índice do Boletim Cultural da Guiné Portuguesa

- «Subsídio para o conhecimento da flora económica da Guiné Portuguesa, algumas plantas tinturiais». Por: J[r]

80 Ler mais

Subsídios para o conhecimento da flora do Porto Santo

Subsídios para o conhecimento da flora do Porto Santo

O estudo da flora do Porto Santo evidenciou que as populações do endemismo madeirense Helichrysum melaleucum Rchb., existentes nesta ilha, apresentam brácteas involucrais dos capítulos rosadas a branco-rosadas, principalmente na base, e as cimeiras mais compactas (Figura 1), enquanto a maioria das populações da ilha da Madeira e das Desertas apresentam as brácteas brancas e cimeiras menos compactas.

6 Ler mais

Flora da Serra de Itabirito, Minas Gerais: primeira contribuição.

Flora da Serra de Itabirito, Minas Gerais: primeira contribuição.

(1987), a saber: Anemia elegans, Gleichenia bifida, Ly- copodiwn cernuwn, Ruellia macrantha, Alternanthera brasiliana, Pfaffia juba- ta, Anacardiwn humile, Lobelia camporwn, Dugu[r]

15 Ler mais

ESTUDO DE CASO DE UMA ESCOLA DA RME-BH COM ÍNDICE SOCIOECONÔMICO BAIXO EM COMPARAÇÃO AO SEU GRUPO DE REFERÊNCIA – Mestrado em Gestão e Avaliação da Educação Pública

ESTUDO DE CASO DE UMA ESCOLA DA RME-BH COM ÍNDICE SOCIOECONÔMICO BAIXO EM COMPARAÇÃO AO SEU GRUPO DE REFERÊNCIA – Mestrado em Gestão e Avaliação da Educação Pública

A Escola Municipal Guimarães Rosa, em comparação ao seu grupo de referência do ISE, se destacou na implementação de projetos pedagógicos de sucesso, tais como : “Mama África”; “Aulas Passeios”; “Drummond: Poemas e Poesias de Carlos Drummond de Andrade”; “Sólidos Geométricos”; “Jornalismo”; “Falando a mesma língua”. Esses projetos contemplam várias dimensões: global, interdisciplinar, por área de conhecimento e todos os ciclos de aprendizagem da escola - mais especificamente o terceiro ciclo do ensino fundamental, em atenção a problemática que esse ciclo representa para RME-BH com baixa proficiência nas avaliações sistêmicas em língua portuguesa e matemática (Avalia BH, Prova Brasil). Nesse sentido, a pedagogia de projetos desenvolvidos pela EMGR desde 2007 tem refletido na melhoria do desempenho de seus alunos do 9º ano do ensino fundamental, tanto em língua portuguesa quanto em matemática, o que equivale a dizer que os aspectos intraescolares estão fazendo diferença na aprendizagem, compensando os efeitos causados pelos aspectos extraescolares como, por exemplo, as precárias condições socioeconômicas das famílias, mostra que a efetivação e implantação, dos projetos pedagógicos, é um diferencial quando comparado às escolas de seu grupo de referência.
Mostrar mais

126 Ler mais

DA PARTICIPAÇÃO AO ENVOLVIMENTO PARENTAL: UMA ESTRATÉGIA DE AÇÃO PARA A GESTÃO ESCOLAR NA BUSCA DE MELHORIAS NO PROCESSO DE ENSINO E APRENDIZAGEM – Mestrado em Gestão e Avaliação da Educação Pública

DA PARTICIPAÇÃO AO ENVOLVIMENTO PARENTAL: UMA ESTRATÉGIA DE AÇÃO PARA A GESTÃO ESCOLAR NA BUSCA DE MELHORIAS NO PROCESSO DE ENSINO E APRENDIZAGEM – Mestrado em Gestão e Avaliação da Educação Pública

Ao ampliarmos um pouco mais a reflexão, poderemos retomar novamen- te a importância do professor no desenvolvimento de relações mais próximas com as famílias, fato que nos remete a uma [r]

115 Ler mais

GESTÃO DA INFORMAÇÃO E GESTÃO DO CONHECIMENTO: O CASO DO CAMPUS DA UFJF EM GOVERNADOR VALADARES

GESTÃO DA INFORMAÇÃO E GESTÃO DO CONHECIMENTO: O CASO DO CAMPUS DA UFJF EM GOVERNADOR VALADARES

O estudo realizado por Souza (2009) buscou identificar como a abordagem da GC pode contribuir efetivamente para a gestão das universidades federais. Em sua pesquisa realizada nas 53 universidades federais consolidadas no Brasil até o ano de 2008, o pesquisador constatou que as práticas de GC ainda são pouco utilizadas pelas universidades federais brasileiras. Esses resultados vão ao encontro do que Batista (2006) constatou em relação às áreas de administração e planejamento das IFES. Souza observa que, ainda que de forma parcial, algumas práticas estão presentes nas universidades pesquisadas, tais como a utilização de sistemas de informação, abertura para novas formas organizacionais, definição de estratégia organizacional, avaliação institucional, comunicação institucional, avaliação de competências individuais, utilização de planos de recompensa, estímulo à criatividade e inovação, preocupação com relacionamento da instituição com a sociedade e outras instituições e responsabilidade social. Por outro lado, práticas importantes de gestão ainda são pouco utilizadas nas universidades, tais como gestão por competências, educação corporativa, memória organizacional, aprendizagem e compartilhamento de conhecimento, entre outras.
Mostrar mais

138 Ler mais

Educando homens para educar plantas: orquidofilia e ciência no Brasil (1937-1949)

Educando homens para educar plantas: orquidofilia e ciência no Brasil (1937-1949)

Acreditamos que todos os orquidófilos conhecem e estão bem familiarizados com a “Martius, Flora Brasiliensis”, essa obra monumental de 40 tomos que pode ser considerada a mais preciosa dádiva pelo Brasil recebida de botânicos europeus. Não iremos, portanto, descrevê-la, mas, tão somente, alguma coisa de sua interessante história que, provavelmente, apenas alguns orquidófilos conhecem enquanto outros ignoram. A guisa de informações adiantaremos que nesses 40 tomos da “Martius, Flora Brasiliensis”, estão 20.733 páginas impressas com a descrição de 2.263 gêneros e 22.767 espécies, das quais ilustradas 6.246 em 3.811 pranchas. Para a “Flora Brasílica”, cuja publicação foi iniciada em 1940, está previsto, entretanto, o dobro e pelo que já foi exposto, ela já apresenta muitas pranchas em cores naturais e deverá ter, no que falta redigir e ilustrar, muitas outras. No que concerne ao formato, a obra de Martius tem exatamente o dobro do tamanho da última, mas o tipo menor desta resulta na vantagem do conteúdo ser mais ou menos igual. 150
Mostrar mais

217 Ler mais

Contribuição de estirpes de rizóbio para o desenvolvimento e produtividade de grãos de feijão-caupi em Roraima.

Contribuição de estirpes de rizóbio para o desenvolvimento e produtividade de grãos de feijão-caupi em Roraima.

As áreas onde os experimentos foram implantados estavam sendo utilizadas anualmente com culturas anuais, exceto a área de cerrado em 2005, que estava em pousio há cerca de três anos. Na Tabela 1, estão apresentados os resultados da análise química e granulométrica do solo antes da implantação dos experimentos, a qual foi realizada no laboratório de Solos e Plantas da Embrapa Roraima seguindo os métodos descritos em Embrapa (1997), e a precipitação pluviométrica ocorrida durante o período da condução dos experimentos, a qual foi medida com o auxílio de pluviômetros instalados nas sedes dos campos experimentais a uma distância de aproximadamente 300 m dos experimentos.
Mostrar mais

10 Ler mais

Show all 10000 documents...