Top PDF A contribuição da ciência da história na compreensão de políticas públicas educacionais: uma análise do Programa de Apoio a Planos de Reestruturação e Expansão das Universidades Federais (REUNI) - 2008-2012

A contribuição da ciência da história na compreensão de políticas públicas educacionais: uma análise do Programa de Apoio a Planos de Reestruturação e Expansão das Universidades Federais (REUNI) - 2008-2012

A contribuição da ciência da história na compreensão de políticas públicas educacionais: uma análise do Programa de Apoio a Planos de Reestruturação e Expansão das Universidades Federais (REUNI) - 2008-2012

Por outro lado, Sguissardi (2009:196) destaca que a “própria legislação anterior, incluída a aprovada durante o governo Lula, entre elas as Leis de Parceria Público-Privada (PPP), da Inovação Tecnológica e do Programa Educação para Todos (ProUni)” 5 , somada às visões/à concepção do Ministério da Fazenda em relação às despesas do fundo público com ensino superior – próximas das disseminadas por organismos internacionais – e as forças representadas pelos interesses do setor privado mercantil no Congresso Nacional, seriam obstáculos para o sucesso da proposta, levando o autor a constatar um processo mais de continuidade do que de ruptura ao longo do governo FHC e primeiro mandato do governo Lula. Nesse sentido, como destacado por Rossato (2011:192), se o projeto de reforma proposto pelo Projeto de Lei 7.200/2006 não teve êxito, o mesmo não pode ser dito do REUNI, que “gerou uma significativa mudança para as universidades federais. Embora de adesão voluntária, na prática implantava uma ‘reforma’ nas instituições públicas”.
Mostrar mais

16 Ler mais

A contribuição da ciência da história na compreensão de políticas públicas educacionais: uma análise do Programa de Apoio a Planos de Reestruturação e Expansão das Universidades Federais (REUNI) - 2008 a 2012

A contribuição da ciência da história na compreensão de políticas públicas educacionais: uma análise do Programa de Apoio a Planos de Reestruturação e Expansão das Universidades Federais (REUNI) - 2008 a 2012

A presente pesquisa tem por objetivo apresentar os resultados de uma análise histórica do Programa de Apoio a Planos de Reestruturação e Expansão das Universidades Federais (REUNI). O REUNI foi uma política pública educacional, implementada durante o governo Lula (2003-2010), que objetivou um processo de reestruturação para as universidades públicas federais entre os anos de 2008 a 2012. O governo Lula, com a proposta do REUNI, condicionou o repasse de verbas para as universidades públicas federais à apresentação de uma proposta de reestruturação capaz de atender as demandas da sociedade do século XXI. A proposta de reestruturação era firmada a partir de um Acordo de Metas entre a universidade federal e o MEC. A análise da documentação demonstra que o objetivo do REUNI era induzir uma inovação nos currículos dos cursos de graduação oferecidos pelas universidades públicas federais. Como exemplo, a proposta de implantação dos Bacharelados Interdisciplinares. A importância da análise do REUNI se justifica segundo três aspectos: primeiro, o REUNI é uma etapa no contexto de reforma nas universidades federais brasileiras pensada desde meados dos anos 1980; segundo, todas as universidades federais aderiram ao programa e apresentaram propostas de reestruturação; terceiro, o fato de o REUNI pretender uma indução da inovação curricular para as universidades, objetivando romper com a tradição brasileira de ensino superior associado com formação profissional. O objetivo da nossa pesquisa é demonstrar como a Ciência da História pode contribuir com o processo de análise de políticas públicas educacionais. Metodologicamente, a pesquisa está sendo conduzida pela análise das narrativas de sentido em torno da reforma e presentes em documentos produzidos nacional e internacionalmente. A análise histórica do REUNI
Mostrar mais

228 Ler mais

A contribuição da ciência da história na compreensão de políticas públicas educacionais: uma análise do Programa de Apoio a Planos de Reestruturação e Expansão das Universidades Federais (REUNI) - 2008-2012

A contribuição da ciência da história na compreensão de políticas públicas educacionais: uma análise do Programa de Apoio a Planos de Reestruturação e Expansão das Universidades Federais (REUNI) - 2008-2012

Também em 2006 o Governo apresentou a Lei de Reforma Universitária 80 , Projeto de Lei que ainda tramita no Congresso Nacional. O PL 7200/2006 81 aguarda aprovação no Congresso, e poderia ser uma ruptura no processo de reformas que vem sendo conduzido desde meados nos anos 1980, principalmente por prever um marco regulatório para o ensino privado no Brasil. Mas, em reportagem publicada em 1º de setembro de 2009, no portal do MEC, o então ministro da Educação, Fernando Haddad, disse que a proposta de reforma universitária que tramita na Câmara dos Deputados está “acanhada”. De acordo com Haddad, o texto do Projeto de Lei ficou obsoleto em face das iniciativas tomadas nos últimos quatro anos – desde a criação do projeto –, as quais, segundo ele, mudaram o quadro da educação superior brasileira. Haddad ainda reforçou que o projeto é avançado em relação à Lei de Diretrizes e Bases da Educação 82 , de 1996, mas ultrapassado diante das mudanças ocorridas na educação superior desde 2005. Entre as iniciativas citadas pelo então ministro estavam: a adoção do novo Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) como forma de ingresso nas universidades; a responsabilização da União pela formação de professores da educação básica; a interiorização das instituições públicas de ensino superior e a criação do Programa de Apoio a Planos de Reestruturação e Expansão das Universidades Federais (REUNI). Quanto ao REUNI, que especialmente interessa para essa pesquisa, é preciso ponderar a fala do então Ministro da Educação.
Mostrar mais

25 Ler mais

A reforma nas universidades federais brasileiras e a representação cultural do tempo histórico: uma análise do Programa de Apoio a Planos de Reestruturação e Expansão das Universidades Federais (REUNI) - 2008-2012

A reforma nas universidades federais brasileiras e a representação cultural do tempo histórico: uma análise do Programa de Apoio a Planos de Reestruturação e Expansão das Universidades Federais (REUNI) - 2008-2012

Compreender o REUNI como uma reforma dentro do campo das universidades públicas federais direciona o processo de problematização da presente pesquisa. Nesse sentido, Bourdieu (1989a) alerta que a problematização de uma pesquisa precisa partir de um problema legítimo, ou seja, construído dentro da pesquisa e não socialmente construído. Outro elemento a ser considerado na problematização dos objetos de pesquisa é que, ao trabalharmos qualquer temática de pesquisa, precisamos levar em conta a relação entre história reificada presente nos campos, ou seja, exteriores às consciências particulares, e a história incorporada presente no habitus dos agentes ou habitus de classe, relativa à questão da subjetividade dos sujeitos que predispõe os agentes ou classes para ação (BOURDIEU, 1989a). A relação entre campo e habitus, entre objetividade e subjetividade, é fundamental na sociologia de Pierre Bourdieu. Qualquer ação que vise ao porvir objetivamente “tem de contar com o peso da história reificada e
Mostrar mais

12 Ler mais

A influência da nova gestão pública sobre o programa de apoio a planos de reestruturação e expansão das Universidades Federais (REUNI) no nordeste brasileiro

A influência da nova gestão pública sobre o programa de apoio a planos de reestruturação e expansão das Universidades Federais (REUNI) no nordeste brasileiro

O Reuni reproduziu nas Universidades Federais o sistema de gestão por resultados e contratualização, estando conectado a práticas consolidadas no arcabouço da Nova Gestão Pública. Nesse sentido, delineou-se como objetivo geral desta tese compreender a influência da Nova Gestão Pública sobre a execução (formulação, implantação e resultados) do Reuni em Universidades Federais do Nordeste brasileiro. Adotou-se uma perspectiva epistemológica vinculada à Teoria Crítica no sentido frankfurteano, fundamentada em três pares categóricos dialéticos “história versus naturalização”; “práxis social versus sistema”; e ”alienação versus emancipação”. Metodologicamente, realizou-se um estudo de múltiplos casos, em três universidades federais, sediadas em diferentes estados do nordeste brasileiro. Quanto à forma de abordagem, a pesquisa classifica-se como qualitativa. A coleta de dados se deu a partir dos documentos vinculados ao Reuni, e da realização de vinte e duas entrevistas narrativas, com uso das técnicas história de vida tópica e elemento-estímulo. Para a compreensão das narrativas, foi utilizada a técnica de análise hermenêutica-dialética, com análise de metáforas emergentes. Os resultados apontam que: (i) as ações propostas pelo Reuni para as universidades, produziram alterações incrementais na atuação dessas instituições, amalgamando-se, por vezes, às práticas da “velha gestão pública” pré-existentes (ii) no exercício do controle por resultados, a ênfase na conformidade com a meta pode gerar ineficiência e ineficácia, lançando luz para a reflexão sobre sua real superioridade em relação ao controle burocrático. (iii) ainda que na presença no ideário do Reuni haja conceitos substantivos, incorporados pelo modelo gerencial, ações associadas a esses preceitos e desempenhadas durante o Programa privilegiaram a busca pela eficiência, vinculando-se a uma lógica
Mostrar mais

307 Ler mais

Repositório Institucional da UFPA: Políticas públicas de carreira docente nas universidades federais

Repositório Institucional da UFPA: Políticas públicas de carreira docente nas universidades federais

This study deals with Unified Teaching Career Policy in Federal Universities from Unified Plan of Offices and Employments Classification and Retribution created in 1987. Its central issue is to analyze how Teaching Career developed in Federal Universities when historical changes occurred on Brazilian nation political-juridical structure in the end of 20th century, also new ways of job world organization. Thus, this study aims to analyze Teaching Career in Federal Universities, from 1987 to 2012, on established relations level among productive re- structuration determinants and changes on Brazilian Nation management sphere. Also its relation to social policies and what derives from it to government employees, from federal government educational policy mediation to Teaching Career on this teaching institutions. This research matches to Historical-Dialectic Materialistic knowledge theory, and it is considered a documentary research. Therefore it favors information present on laws related to Teaching Career, on teaching manifestation documents and on federal government official data related to higher education policy and its financing. It was found that Teaching Career development in Federal Universities occurred from Academic Reform in 1968 and it was unified from 1987, with a career model in which the way of access was set out exclusively through civil service exam, isonomy in salary according to titles, working requirements and working time, as well as it made possible conditions to actualize a continuing education the career. Changes that happened after Brazilian Nation Reform and after the new social metabolic dynamic that organize material life production fell upon Teaching Career in its strengthening period. Legal system managed in 90’s consolidated through 2000s aiming to extend relation between university/teaching staff and market, mainly through research and technological innovation aiming to increase fee profits (which usually decreases) through new productive processes (relative surplus value increase) and new e de goods and services. Policy to Federal Higher Teaching slowly modified conquered Career foundation in 1987 and inserted unpredicted determinants in its beginning. Teaching productivity made conditions to remuneration in the end of 90’s and then eliminated the structure of initially established salary isonomy in career. During 2000s it suffered changes that can be summarized in high productivity, competition, external fund raising to research, high teaching staff qualification, precarious work conditions, a highlight on salary losses, working schedules intensification and a conversion of unproductive immaterial work in productive material/immaterial work.
Mostrar mais

282 Ler mais

Avaliação de políticas públicas: eficiência das universidades federais e identificação de benchmarks por meio de análise envoltória de dados

Avaliação de políticas públicas: eficiência das universidades federais e identificação de benchmarks por meio de análise envoltória de dados

Outros estudos aplicaram a DEA para a avaliação da eficiência de instituições de ensino superior. Porém, esta pesquisa é inovadora na medida em que agrega variáveis de qualidade dos insumos utilizados e produtos gerados pelas universidades federais. Tanto nas variáveis de insumo quanto de produto foram utilizados indicadores de qualidade que procurassem refletir a diversidade das instituições e as características das condições em que elas atuam, atendendo assim à legislação nacional acerca da avaliação na educação que preconiza a consideração as peculiaridades das universidades. Ademais, também é precursora ao analisar em que medida a DEA fornece subsídios para a identificação de benchmarks entre as universidades federais brasileiras. Normalmente as pesquisas que aplicam DEA no ensino superior formam o ranking de eficiência das instituições e procuram analisar em alguns casos quais fatores contribuem para a eficiência, mas pouco se avança quanto ao uso da DEA como ferramenta de replicação boas práticas de gestão e governança visando aperfeiçoar o desempenho do conjunto geral das universidades. A avaliação das políticas públicas tem entre seus propósitos o uso de seus resultados para o aperfeiçoamento da política. Ao identificar as instituições mais eficientes e que podem ser usadas como benchmarks para as ineficientes, permite que sejam replicadas boas práticas de gestão e governança.
Mostrar mais

162 Ler mais

Da auditoria de conformidade à auditoria de desempenho :  um panorama das Universidades Públicas Federais no período de 2008 a 2016

Da auditoria de conformidade à auditoria de desempenho : um panorama das Universidades Públicas Federais no período de 2008 a 2016

reports to FHEI. From this analysis it was possible to measure the nature of the audit reports, ie whether they are compliance or performance oriented. In order to relate the nature of the audits performed by FCG in FHEI with the degree of efficiency of the respective Universities, it was necessary to create a Proxy for efficiency using Data Envelopment Analysis (DEA) with TCU indicators. After observing the average of the Nature of Audits, it is observed that in 2008, 43.4% of the notes in the reports referred to performance auditing and this characteristic evolved each year, until, in the last year of the series ( 2016), there was a predominance of notes regarding the performance of 75.9%. This time, based on this empirical research, it can be seen that there is an upward trajectory of audits, from compliance to performance. It was also observed that the FCG, when conducting management audits in the Universities considered efficient, guided the work in search of evaluations regarding operational activities to the detriment of legal compliance examinations. Thus, it can be concluded that these Universities have already advanced, and reached a high degree of maturity in administrative execution, especially in relation to their activities. That is, on average, performance audits amounted to 73% in efficient institutions. In contrast, inefficient FHEI, this number averaged 46%. It is considered that the results obtained in this research are academically relevant, mainly because they are an innovative subject, since there are no studies in the literature about the evolution of public auditing, regarding compliance / performance auditing.
Mostrar mais

137 Ler mais

Políticas públicas federais de financiamento à inovação no Brasil no período de 1999 a 2008

Políticas públicas federais de financiamento à inovação no Brasil no período de 1999 a 2008

A prática da transparência pública não é exatamente nova, já que legislações como a da Finlândia e dos Estados Unidos 55 datam da década de 1950-60. A disseminação do conceito, porém, é recente. Segundo a OCDE (2001), enquanto em 1980 somente 20% dos 30 membros da OCDE tinham legislação sobre o assunto, o número subiu para 40% em 1990 e 80% em 2000. Certamente, o avanço nos meios de comunicação, notadamente a popularização da internet, foi de vital importância para a aceleração desse processo, como é o caso de Portugal, onde a Resolução do Conselho de Ministros nº 94/99 tornou obrigatória a disponibilização na internet de toda a informação que seja objeto de publicação em papel (Antunes, 2008:140). A prática mais avançada aparenta ser o da também pioneira Finlândia. A Lei de Transparência de Atividades do Governo prevê que, no mais tardar ao se anunciar uma decisão, todos os documentos preparatórios sobre a questão devem estar disponíveis no sítio web http://www.hare.vn.fi. Já no caso das consultas populares, certamente o exemplo mais premente é a Suíça. Segundo a OCDE (2001), são quatro por ano, e podem ocorrer nos três níveis de governo. O Conselho Federal, antes dos referendos, publica folhetos explicativos à população previamente a cada evento. Em alguns casos, caminha-se em direções além das três vertentes destacadas pela OCDE. Como exemplo brasileiro, tem-se o orçamento participativo em alguns municípios, pelo qual os cidadãos podem participar da decisão de onde alocar os recursos disponíveis. Na Austrália, por sua vez, a figura do “Ombudsman” tem o poder de verificar se o cidadão foi ou não atendido corretamente por qualquer órgão governamental.
Mostrar mais

152 Ler mais

A implementação do Programa de Reestruturação e Expansão das Universidades Federais (REUNI) na UFC (2007-2009) – estudo de caso sob a perspectiva da qualidade do ensino

A implementação do Programa de Reestruturação e Expansão das Universidades Federais (REUNI) na UFC (2007-2009) – estudo de caso sob a perspectiva da qualidade do ensino

Todavia, um projeto como o REUNI, que se baliza principalmente pelos objetivos de ampliar o acesso e a permanência na graduação e de melhor aproveitar a estrutura física e os recursos humanos disponíveis nas universidades federais, tendo como meta global elevar a taxa de conclusão média dos cursos de graduação pre- senciais para 90% e a relação aluno/ professor para 18 ao final dos cinco anos, não demonstra efetivamente preocu- pação com a qualidade e sim com a quantidade de gradu- ados, numa atitude de descaso com o nível da formação que esses estudantes recebem.
Mostrar mais

27 Ler mais

Abordagem do ciclo de políticas: uma contribuição para a análise de políticas educacionais.

Abordagem do ciclo de políticas: uma contribuição para a análise de políticas educacionais.

RESUMO: Este artigo discute as contribuições da “policy cycle approach” (abordagem do ciclo de políticas) para a análise de políticas educacio- nais. Essa abordagem foi formulada por Stephen Ball e Richard Bowe e tem sido utilizada em diferentes contextos como referencial teórico- analítico para o estudo de políticas educacionais. O texto apresenta as idéias centrais da referida abordagem, o debate em torno desta e suas contribuições para a análise de políticas educacionais. O texto apresen- ta também um conjunto de questões norteadoras para a análise da trajetória de políticas ou programas educacionais com base nos cinco contextos do ciclo de políticas: contexto de influência, contexto da produção de texto, contexto da prática, contexto dos resultados/efei- tos e contexto de estratégia política. O artigo argumenta que essa abor- dagem se constitui num referencial analítico útil e que permite uma análise crítica e contextualizada de programas e políticas educacionais desde sua formulação até a sua implementação no contexto da prática, bem como os seus resultados/efeitos.
Mostrar mais

24 Ler mais

Análise dos relatórios de auditoria de gestão das universidades públicas federais brasileiras nos anos 2008 a 2016

Análise dos relatórios de auditoria de gestão das universidades públicas federais brasileiras nos anos 2008 a 2016

Observando os resultados da análise realizada neste paper, nota-se que as IFES da região Norte possuem uma prevalência de recomendações relativas à gestão em detrimento à achados referentes à conformidade. Ou seja, nos anos de 2008 a 2016 as observações realizadas pela CGU nos relatórios de auditoria de contas anual representam 81,84% referentes a atos de gestão e 18,16% referente à conformidade. Assim, pode-se afirmar que hipótese de que IFES mais eficientes cometem menos impropriedades referidas a legalidades, ou seja, os seus controles internos de conformidade são mais ativos que em outras IFES. Desta forma, podemos aceitar 1.H0.
Mostrar mais

27 Ler mais

O PROGRAMA DE REESTRUTURAÇÃO E EXPANSÃO DAS UNIVERSIDADES FEDERAIS E O SEU REFLEXO NA POLÍTICA DE EXTENSÃO DA UNIVERSIDADE FEDERAL DO MARANHÃO: O CASO DO CAMPUS PINHEIRO

O PROGRAMA DE REESTRUTURAÇÃO E EXPANSÃO DAS UNIVERSIDADES FEDERAIS E O SEU REFLEXO NA POLÍTICA DE EXTENSÃO DA UNIVERSIDADE FEDERAL DO MARANHÃO: O CASO DO CAMPUS PINHEIRO

Essa dissertação, através da metodologia de avaliação em profundidade, tem o objetivo de analisar o Programa de Apoio a Planos de Reestruturação e Expansão das Universidades Federais (REUNI) na Universidade Federal do Maranhão no Campus de Pinheiro. O programa, iniciado no ano de 2007 e encerrado no ano de 2012, torna-se um tema bastante discutido e avaliado por muitos pesquisadores, isso porque seu objetivo geral de elevar as matrículas promoveu alterações acadêmicas e estruturais. Visando aprofundar essas alterações, a bibliográfica escolhida, os documentos institucionais e questionários fundamentaram e promoveram resultados além do esperado. Para complementar a pesquisa, também foi feito levantamento histórico, social e econômico da cidade de Pinheiro. O estudo permitiu verificar que é através da adesão ao REUNI que o Campus de Pinheiro retoma as atividades acadêmicas através do oferecimento de cursos regulares, assim como, promove um intercâmbio de culturas, devido à quantidade de servidores e discentes oriundos de outras regiões. Estes passam a residir no município de Pinheiro a partir de sua aprovação em concurso público ou no caso dos estudantes, pelo Exame Nacional do Ensino Médio. Essa característica do pluriculturalismo favorece as ações sociais e educativas coordenadas a partir de Projetos de Extensão para o atendimento de deficiências locais. A pesquisa buscou compreender de que forma os projetos de extensão estão sendo planejados e executados. Por fim, pode-se identificar diferenças nas propostas extensionistas desenvolvidas antes do REUNI e pós REUNI.
Mostrar mais

127 Ler mais

A contribuição da sociologia para a análise de políticas públicas.

A contribuição da sociologia para a análise de políticas públicas.

Estudos sobre estratificação, estrutura social e desigual- dade social e as relações destas últimas com as institui- ções políticas são objeto de análise da sociologia desde os clássicos (Durkheim, 1999; Marx, 1964; Weber, 1977). Um dos resultados dessas investigações foi a constatação de que existem oportunidades desiguais de acesso a bens e serviços – sejam individuais ou coletivos – e que disso decorrem possibilidades diferenciadas de exercício de influência sobre processos políticos. Se, por um lado, o marxismo atribui ao sistema econômico capitalista a expli- cação fundamental para tais desigualdades, teorias socio- lógicas inspiradas na obra de Durkheim e Weber as asso- ciam, respectivamente, a processos de diferenciação social que asseguram a integração funcional das sociedade e a fatores econômicos e extraeconômicos como status social e afiliação político partidária. No entanto, mesmo as verten- tes teóricas neomarxistas incorporam “recursos de poder”, derivados da esfera política, na explicação de alterações na estratificação social nas sociedades contemporâneas (Korpi, 2000; Offe, 1989; Touraine, 1981). Isto porque consideram que a ação política amplia os recursos orga- nizativos dos trabalhadores ou dos movimentos sociais e assim, por meio da ação coletiva, os integrantes de estratos sociais inferiores podem produzir políticas que favoreçam a redução de desigualdades sociais.
Mostrar mais

32 Ler mais

POLÍTICAS DE GESTÃO DE PESSOAS PARA AS UNIVERSIDADES FEDERAIS

POLÍTICAS DE GESTÃO DE PESSOAS PARA AS UNIVERSIDADES FEDERAIS

Da mesma forma a aprendizagem e o compartilhamento do conhecimento organizacional não se constituem ainda uma cultura na gestão universitária em razão de a informação ainda encontrarem-se bastante insatisfatórias em alguns setores das IFES. A informação ainda está muito centrada em algumas pessoas, ocorrendo assim perdas de relevantes conhecimentos institucionais. As pessoas deveriam ser mais estimuladas a socializar seus conhecimentos. Faltam estímulos por meio de premiações, incentivando idéias inovadoras na gestão das IFES. Observa- se, também, que cada departamento, cada setor trabalha à sua maneira, de acordo com suas particularidades, dificultando-se o compartilhamento do conhecimento institucional. Devido à falta da prática de aprendizagem e compartilhamento do conhecimento, quando os servidores ingressam na universidade, o conhecimento lhes é passado informalmente pelo colega de trabalho, dificultando-se a compreensão da real finalidade do setor e da instituição. A descontinuidade administrativa presente no serviço público e nas IFES também é um fator negativo na aprendizagem e no compartilhamento do conhecimento organizacional. Conclui-se que falta uma maior consciência sobre a importância do compartilhamento do conhecimento por parte dos gestores universitários. Tal prática minimizaria custos e maximizaria a eficiência, a eficácia e a efetividade da instituição. (SOUZA, 2009).
Mostrar mais

11 Ler mais

EXPANSÃO NA EDUCAÇÃO SUPERIOR E UNIVERSIDADES COMUNITÁRIAS: POLÍTICAS PÚBLICAS BRASILEIRAS E DESAFIOS PARA A GESTÃO

EXPANSÃO NA EDUCAÇÃO SUPERIOR E UNIVERSIDADES COMUNITÁRIAS: POLÍTICAS PÚBLICAS BRASILEIRAS E DESAFIOS PARA A GESTÃO

A expansão tem sido uma das tendências mais marcantes da educação superior brasileira nas últimas década. Em que pese esta tendência, a expansão da educação superior continua sendo uma questão preocupante nos seus desdobramentos educacionais, sociais e econômicos. Contribui para tal o contexto contraditório do contemporâneo que intensificada a importância da educação como bem público estratégico para a melhora da sociedade. É justo este contexto de globalização- sem falar nas crises que colocam em risco a sobrevivência da sociedade- e as dúvidas sobre o modo da sociedade produzir os enfrentamentos de crises, que aguçam reflexões. Estas cada vez mais incidem sobre o entendimento e modo de enfrentar as responsabilidades sociais individuais e coletivas, principalmente, sobre aquelas que seriam específicas do Estado, mesmo num período em que este, quase suplantado pela lógica e princípios do mercado, ainda carece de melhor compreensão em suas funções públicas.
Mostrar mais

12 Ler mais

IMPACTOS FINANCEIROS DO PROJETO DE REESTRUTURAÇÃO E EXPANSÃO DAS UNIVERSIDADES FEDERAIS – REUNI, NO CAMPUS II DA UFPB: UM ESTUDO SOBRE A GRADUAÇÃO

IMPACTOS FINANCEIROS DO PROJETO DE REESTRUTURAÇÃO E EXPANSÃO DAS UNIVERSIDADES FEDERAIS – REUNI, NO CAMPUS II DA UFPB: UM ESTUDO SOBRE A GRADUAÇÃO

A expansão da educação superior no Brasil contou com o Programa de Apoio ao Plano de Reestruturação e Expansão das Universidades Federais - REUNI, instituído pelo Decreto 6.096 de 24.04.2007, cujo principal objetivo foi ampliar o acesso e a permanência na educação superior. O presente trabalho objetiva diagnosticar os impactos financeiros do projeto REUNI no Campus II da UFPB, focalizando o nível de graduação, através de uma pesquisa exploratória. Foi realizado um levantamento, por meio de consultas ao Sistema Integrado de Administração Financeira do Governo Federal- SIAFI, para coletar os dados sobre a dotação orçamentária do Campus II, entre os anos de 2000 e 2012, sobre os quais há dados disponíveis. Constatou-se que com a implantação do REUNI houve um crescente investimento no Campus II e um crescimento visível em expansão física e de ingresso acadêmico, bem como na aquisição de recursos didáticos para melhoria pedagógica, evidenciando-se um representativo impacto financeiro positivo no Campus II, entre 2007 e 2012. Contudo, alguns achados apontam para a necessidade de monitoramento tanto na distribuição quanto na aplicação dos recursos financeiros na educação superior.
Mostrar mais

19 Ler mais

Comissão de estudos sobre a criação do Curso de Arquivologia da UFSC REUNI Reestruturação e Expansão das Universidades Federais Portaria 18CED2008

Comissão de estudos sobre a criação do Curso de Arquivologia da UFSC REUNI Reestruturação e Expansão das Universidades Federais Portaria 18CED2008

direitos e garantias individuais. Direito Administrativo Constitucional, entidades públicas, atos administrativos e agentes públicos e licitações e contratos. Atividade Financeira do Estado. Introdução ao Direito Civil. Direito das Coisas. Direito das Obrigações. Direito Empresarial. Direito Comercial. Direito do Consumidor. Direito do Trabalho. Noções de Organização Judiciária e Processo.

30 Ler mais

POLÍTICAS PÚBLICAS PARA UNIVERSIDADES: ANÁLISE DE DOIS PROGRAMAS BRASILEIROS

POLÍTICAS PÚBLICAS PARA UNIVERSIDADES: ANÁLISE DE DOIS PROGRAMAS BRASILEIROS

RESUMO: O acesso de estudantes brasileiros no ensino superior tem ocorrido mediante diferentes formas de ingresso. Este artigo é um estudo de duas experiências brasileiras, uma institucional e outra de âmbito nacional, que versa sobre as suas principais características e dilemas em Mato Grosso e no Brasil. Neste artigo foi possível reunir e analisar documentos sócio-históricos e estatísticos relacionados ao Proind (Programa de Inclusão Indígena) e ao Prouni (Programa Universidade Para Todos). Questiona-se é possível identificar a existência de estratégias de gestão universitária para atrair e manter estudantes universitários respeitando suas distintas etnias? Se sim, é possível considerar que tais características promovam a diversidade cultural sem causar conflitos nas universidades? Metodologicamente a pesquisa assumiu um caráter descritivo, mediante a realização de uma pesquisa teórica-empírica. Constatou-se que: ambas as experiências contribuíram para o crescimento de matrículas de universitários oriundos de etnias sub-representadas (afro- brasileiras e indígenas); houve a ampliação da diversidade cultural; e embora tenha havido marcas de resistência por parte de alguns estudantes e docentes, as mesmas foram superadas mediante a perseverança e êxito daqueles que foram contemplados pelas políticas públicas. Palavras-chave: Gestão Universitária; PROUNI; PROIND.
Mostrar mais

18 Ler mais

Orçamento e políticas públicas educacionais: análise da execução orçamentária do Programa Nacional de Assistência Estudantil

Orçamento e políticas públicas educacionais: análise da execução orçamentária do Programa Nacional de Assistência Estudantil

O Programa Nacional Assistência Estudantil (PNAE) é uma política pública que visa garantir a permanência dos alunos, com vulnerabilidade socioeconômica, nas instituições federais de ensino brasileiras. Considerando a relevância do programa, a presente pesquisa objetivou verificar quais são os fatores que interferem na execução do orçamento destinado a tal programa no Instituto Federal do Norte de Minas Gerais, no período de 2011 a 2015. Para tanto realizou- se uma investigação descritiva e estudo de caso. Utilizou-se como técnicas de coleta de dados a análise de documentos e entrevista semiestruturada. A técnica de análise de conteúdo foi utilizada para tratar os dados. Foram analisados os relatórios de gestão e o Plano de Desenvolvimento Institucional, além dos relatórios de execução do orçamento do programa, obtidos através do sistema Tesouro Gerencial. Realizou-se entrevistas com 7(sete) gestores e servidores envolvidos diretamente na execução do PNAE. Os principais fatores que interferem negativamente na execução do programa são: número insuficiente de servidores para analisar os documentos do processo seletivo; a falta de sistema informatizado que auxilie no processo; falhas no planejamento orçamentário; limitação de estrutura física; contingenciamento de orçamento e atrasos na liberação de limites para empenho. Esta investigação traz uma importante contribuição social, pois corrobora com a gestão dos créditos orçamentários destinados ao PNAE, além de contribuir para a melhoria no processo de execução da despesa pública. Sugere-se que pesquisa semelhante seja realizada em outras instituições federais de ensino, a fim de traçar comparativos das execuções e evidenciar as boas práticas na execução orçamentária do PNAE.
Mostrar mais

73 Ler mais

Show all 10000 documents...

temas relacionados