Top PDF Diagnóstico da situação da disposição final dos resíduos sólidos urbanos no oeste do Paraná

Diagnóstico da situação da disposição final dos resíduos sólidos urbanos no oeste do Paraná

Diagnóstico da situação da disposição final dos resíduos sólidos urbanos no oeste do Paraná

Este trabalho teve como temática a verificação das condições das técnicas (aterro sanitário, aterro controlado e lixões) utilizadas para a destinação final dos resíduos sólidos urbanos das cidades do oeste paranaense que se enquadram na região do Escritório Regional de Foz do Iguaçu (ERFOZ) fiscalizadas pelo Instituto Ambiental do Paraná (IAP). As técnicas de descarte final através dos lixões e aterros controlados devem ser eliminadas conforme cita a Lei n° 12.305 de 2010, que institui a Política Nacional de Resíduos Sólidos. A Política Nacional de Resíduos Sólidos teve como meta eliminar até outubro de 2014 todos os lixões e aterros controlados que ainda estão em funcionamento no país, isto porque essas técnicas já estão ultrapassadas e geram grandes impactos ambientais e sociais. Com isso, o presente trabalho buscou demonstrar um diagnóstico da atual situação da disposição final dos RSU das cidades da região da ERFOZ. Com a pesquisa foi possível concluir que mesmo após o fim da data definida na lei para as adequações muitas cidades não conseguiram atingir as metas de acabar com os aterros sanitário e lixões, sendo alguns desses municípios pertencentes a região do ERFOZ, demonstrando que ainda existem desafios para minimizar os impactos do mau gerenciamento dos resíduos sólidos urbanos nos municípios brasileiros, sejam esses de pequeno, médio ou grande porte.
Mostrar mais

40 Ler mais

Diagnóstico dos resíduos sólidos urbanos da cidade de Cabaceiras - PB

Diagnóstico dos resíduos sólidos urbanos da cidade de Cabaceiras - PB

materiais dos RSU devem ser apoiados e favorecidos pelo poder público, eliminando-se também, situação de riscou ou exploração dos agentes envolvidos, em especial, os mais vulneráveis. Em um quadro de desemprego, deve-se dar preferência a soluções intensivas em mão de obra, além de apoiar as iniciativas comunitárias ou cooperativas, para equacionar os problemas locais. Deve ser considerado ainda, que as demais atividades relacionadas ao sistema, como colega de resíduos e operações dos locais de disposição final, são atividades econômicas, também geradoras de emprego e renda;
Mostrar mais

66 Ler mais

Gerenciamento dos resíduos sólidos urbanos no município de Cafelândia – Paraná e o cumprimento da política nacional de resíduos sólidos

Gerenciamento dos resíduos sólidos urbanos no município de Cafelândia – Paraná e o cumprimento da política nacional de resíduos sólidos

Além do diagnóstico da situação dos resíduos sólidos no município, não há nenhuma outra lei, ou documento que comprove o cumprimento dos demais itens que deveriam constar nos planos, como: identificação das áreas favoráveis para disposição final ambientalmente adequada de rejeitos e áreas contaminadas e respectivas medidas saneadoras; identificação da possibilidade de implantação de soluções consorciadas ou compartilhadas com outros Municípios; identificação dos geradores sujeitos ao plano de gerenciamento ou ao sistema de logística reversa; sistema de cálculo dos custos da prestação dos serviços públicos de limpeza urbana e de manejo de resíduos sólidos; metas de coleta seletiva e reciclagem dos resíduos e das formas e dos limites da participação do Poder Público local.
Mostrar mais

50 Ler mais

GESTÃO DE RESÍDUOS SÓLIDOS URBANOS: UM DIAGNÓSTICO DOS MUNICÍPIOS DO SERTÃO ALAGOANO

GESTÃO DE RESÍDUOS SÓLIDOS URBANOS: UM DIAGNÓSTICO DOS MUNICÍPIOS DO SERTÃO ALAGOANO

A grande geração de Resíduos Sólidos Urbanos (RSU) é influenciada, principalmente, por três fatores: crescimento populacional, elevação do consumo e aumento da industrialização. Dessa maneira, se faz necessária uma adequada gestão desses resíduos, seguindo princípios de redução, reutilização, reciclagem e adequada disposição final, de modo a proteger o meio ambiente e à saúde humana de possíveis impactos negativos gerados pelo incorreto manejo dos RSU. Com a implementação da Política Nacional de Resíduos Sólidos (PNRS), instituída pela Lei 12.305 de 2010, os municípios brasileiros devem apresentar mecanismos para uma adequada gestão de seus resíduos. Sob este panorama, o presente trabalho teve como objetivo diagnosticar a gestão para os RSU dos municípios inseridos no Consórcio Regional de Resíduos Sólidos do Sertão Alagoano (CRERSSAL). Com o apoio do CRERSSAL, o estudo teve como base os aspectos qualitativos e quantitativos acerca da atual situação dos municípios em relação ao manejo dos seus resíduos sólidos, de modo que foi possível verificar que há dificuldades, principalmente, pela falta informações, equipamentos, materiais e profissionais capacitados, somando-se aos baixos índices socioeconômicos da região. Além disso, problemas ambientais e sociais foram percebidos, especialmente, pela disposição inadequada encontrada em todos os municípios: o lixão.
Mostrar mais

34 Ler mais

Diagnóstico ambiental dos resíduos sólidos urbanos no Município de Ingá-Pb

Diagnóstico ambiental dos resíduos sólidos urbanos no Município de Ingá-Pb

Este trabalho objetivou analisar a atual situação da coleta, tratamento e disposição final dos resíduos sólidos do município de Ingá-PB, tendo como objetivos específicos verificar como os resíduos são coletados pelas famílias que possuem essa atividade como fonte de renda além de desenvolver uma discussão teórica sobre a forma correta do destino dos resíduos sólidos nas cidades. A industrialização e o crescimento urbano têm aumentado os níveis de consumo humano, já que quanto maior o número de pessoas que vivem nas cidades tanto maior será a geração de resíduos, fato que exige mudanças nos hábitos para que se minimizem os impactos ao meio ambiente. Essas mudanças envolvem gestores e sociedade através da implantação de projetos que viabilizem mudanças na construção de uma forma de vida sustentável, incentivando a população a fazer reciclagem através da coleta seletiva nas residências, visto que não se trata apenas de um problema do poder público, mas de todos aqueles que geram resíduos. A metodologia utilizada para elaboração desta pesquisa foi através da observação direta e aplicação de questionário do perfil socioeconômico e ambiental dos catadores. De acordo com a pesquisa, foi constatado que o lixão do município se encontra sem nenhum tipo de tratamento, sendo exposto em terreno ao ar livro, recebendo a ação do tempo e dos catadores que fazem a coleta seletiva no próprio lixão do município.
Mostrar mais

30 Ler mais

Uma proposta de consórcio para gerenciamento de resíduos sólidos urbanos na unidade de receita da costa oeste pela companhia de saneamento do Paraná

Uma proposta de consórcio para gerenciamento de resíduos sólidos urbanos na unidade de receita da costa oeste pela companhia de saneamento do Paraná

Ao interagir com o meio ambiente o ser humano objetiva garantir sua sobrevivência e inovar. Desta relação, as inovações tecnológicas têm deixado conseqüências no ecossistema. A planetarização traz a emergência do paradigma ambiental, com os discursos de sustentabilidade do Planeta, qualidade de vida e visão sistêmica. Esses indicadores alteram a maneira de administrar as organizações, representam desafios e inserem padrões de ética, responsabilidade social e cidadania. Gerenciar adequadamente os resíduos sólidos urbanos torna-se uma interessante possibilidade para as empresas desempenharem papéis que a modernidade impõem. As leis estaduais e municipais, ainda tímidas, buscam amparo nas leis federais. O planejamento ambiental nas cidades, depende de uma gestão efetiva que engloba parcerias e consórcios integrados entre empresas públicas ou privadas. Requer a definição clara de objetivos, arranjos institucionais, recursos materiais, vontade político-ambiental, articulações legais, planejamento integrado e uma gestão de processos: coleta, transporte, tratamento, destinação final, reciclagem e reaproveitamento. Essas práticas refletem na equidade social, na preservação da natureza e das gerações futuras. A Companhia de Saneamento do Paraná, SANEPAR, constitui-se num interessante objeto de estudo para a situação empírica e remete a proposta de um consórcio integrado para a Unidade de Receita Costa Oeste, URCO. A empresa SANEPAR reconhece a importância das empresas de saneamento em atuarem nas questões ambientais, mediante modelos de gestão e estratégias que vislumbram o conceito de responsabilidade social e desenvolvimento sustentável. A SANEPAR, volta-se à distribuição de água tratada, coleta e tratamento de esgoto sanitário, passando a preocupar-se com seu papel social, disseminando informações e educando para a preservação ambiental. Propõe-se o consórcio integrado regional para resíduos sólidos urbanos no sentido da viabilização de um sistema ecologicamente adequado para a região da URCO. Razões econômicas, jurídicas, sociais e da qualidade ambiental na SANEPAR, fundamentam a proposta. Nota-se a necessidade do envolvimento do Estado, prefeitura, empresas e sociedade no esforço da manutenção do Planeta e da qualidade de vida.
Mostrar mais

94 Ler mais

Diagnóstico da disposição final dos resíduos sólidos urbanos na região da Associação dos Municípios do Alto Irani (AMAI), Santa Catarina.

Diagnóstico da disposição final dos resíduos sólidos urbanos na região da Associação dos Municípios do Alto Irani (AMAI), Santa Catarina.

A prática de cobertura seria eficiente se fosse acompanhada anteriormente da retirada e trata- mento dos resíduos ali depositados, mas o que se constatou em termos práticos foi uma melho- ria na paisagem dos locais. Ambientalmente, a situação é muito complicada, pois o material que durante anos foi depositado continua poluindo especialmente os recursos hídricos subterrâne- os, atingidos pelo chorume. A cobertura de terra é eficiente no que diz respeito ao controle de inse- tos, porém isso é pouco diante da contaminação do solo, da água e da atmosfera.

7 Ler mais

Estudo dos determinantes da coleta domiciliar e da disposição final dos resíduos sólidos urbanos no Estado de Minas Gerais

Estudo dos determinantes da coleta domiciliar e da disposição final dos resíduos sólidos urbanos no Estado de Minas Gerais

Somando ao trabalho anterior, tem-se Torres (2006), que analisando a relação entre a demografia e a formulação de políticas sociais, afirma que o entendimento da dinâmica demográfica intra-urbana constitui-se em relevante elemento para o planejamento das políticas públicas locais, entre estas as de saneamento. Também Rezende e Ribeiro (2004), em artigo sobre a utilização de dados demográficos em saneamento, argumentam que a dinâmica demográfica pode influenciar a situação sanitária dos domicílios, em função dos aspectos socioeconômicos e político-culturais da população, que em conjunto caracterizam o contexto da prestação dos serviços públicos. Os autores fazem um alerta sobre a subutilização dos dados censitários do IBGE no tocante ao entendimento da dinâmica do setor de saneamento, afirmando que esta fonte pode e deve ser usada nas pesquisas, de maneira a subsidiar tanto as propostas de ações sanitárias governamentais, quanto a análise dos resultados e dos benefícios que em tais ações se originaram.
Mostrar mais

83 Ler mais

Diagnóstico Socioambiental da disposição final dos resíduos sólidos no distrito de Guajiru São Gonçalo do Amarante/RN, ressaltando a situação socioeconômica dos catadores

Diagnóstico Socioambiental da disposição final dos resíduos sólidos no distrito de Guajiru São Gonçalo do Amarante/RN, ressaltando a situação socioeconômica dos catadores

No ano de 2008, através de visita de campo ao local de destino final dos resíduos do município de São Gonçalo do Amarante, verificou-se a necessidade de avaliar a situação do local de destinação final dos resíduos coletados no município, onde foi aplicada a planilha de levantamento de dados para obtenção dos valores do IQR, podendo afirmar que o município objeto da pesquisa estava em condições inadequadas de disposição final dos resíduos sólidos, obtendo valor menor que 6, pois dispunha de cerca de isolamento parcial, os resíduos eram dispostos a céu aberto, sem recobrimento, contribuindo para a proliferação de vetores transmissores de doenças e atrativo para urubus; efetuavam a queima dos resíduos, como forma de reduzir o volume, prática esta centenária, que provoca a poluição atmosférica, outro ponto observado, foi a presença de catadores e crianças, como mostram as Fotos 6 e 7.
Mostrar mais

104 Ler mais

Diagnóstico da geração e disposição dos resíduos sólidos urbanos nos municípios da 7ª região administrativa do Estado de São Paulo

Diagnóstico da geração e disposição dos resíduos sólidos urbanos nos municípios da 7ª região administrativa do Estado de São Paulo

Mapa da região administrativa de Bauru.................................................... Mapa da região centro-oeste do estado de São Paulo com destaque para os municípios da sétima região administrativa........................................... Localização da cidade de Agudos................................................................. Caminhões despejando “entulho” em estrada municipal............................ Trator cobrindo vala do aterro.................................................................... Lagoa de chorume do aterro....................................................................... Extremidade da manta de impermeabilização de base............................... Detalhe do chorume caindo diretamente no solo........................................ Disposição dos RSD ao lado da vala, aguardando para serem aterrados... Visão da única vala do aterro sendo coberta com terra.............................. Localização do município de Arealva........................................................ Aspecto geral do barracão de triagem de recicláveis.................................. Detalhe dos catadores trabalhando na separação do material..................... Vista da enfardadeira da Central de Triagem............................................. Vista da esteira fixa utilizada para triar os recicláveis............................... Local onde são despejados os RSD para recuperação dos recicláveis....... Torneira confeccionada a partir da reciclagem de garrafas PET................ Porcentagem de cada tipo de material reciclável coletado em Arealva...... Forno onde são queimados os RSS de Arealva.......................................... Detalhe do interior do forno....................................................................... Disposição dos pneus na área do aterro...................................................... Detalhe dos pneus, mostrando o acúmulo de água da chuva...................... Aspecto geral
Mostrar mais

204 Ler mais

Diagnóstico ambiental sobre a geração, segregação e disposição final de resíduos sólidos no Distrito de Calama – Porto Velho – RO

Diagnóstico ambiental sobre a geração, segregação e disposição final de resíduos sólidos no Distrito de Calama – Porto Velho – RO

RESUMO: O “Lixo” (Resíduos Sólidos) é considerado um dos principais problemas de saúde pública no Brasil e no mundo, diariamente grandes volumes são descartados no ambiente agredindo a natureza e causando impacto. Segundo PALHARES (2006), a disposição incorreta muitas vezes é um fato, muito mais relacionado à falta de conhecimento das pessoas que estão manejando estes resíduos, pois o nível de instrução formal no meio rural é muito baixo, o que impossibilita que este público estabeleça relações entre a disposição incorreta e as condições ambientais e de saúde. Devido o aumento populacional e o consumo exagerado a Educação Ambiental está sendo apontada como uma das alternativas mais eficazes para a minimização dos problemas relacionados aos resíduos. Comunidades ribeirinhas ou afastadas dos grandes centros urbanos sofrem conseqüências mais drásticas pela falta de Gestão dos Resíduos Sólidos. A pesquisa foi realizada no distrito Calama localizado em área rural do município de Porto Velho/RO, à margem direita do Rio Madeira, através da Expedição Ribeirinhos do projeto “USP em Rondônia” ocorrido no período de 05 á 11 de setembro de 2015, cujo objetivo foi realizar um diagnóstico ambiental sobre a Geração, Segregação e Disposição final dos Resíduos Sólidos, bem como propor alternativas viáveis para o consumo consciente e reutilização de materiais no distrito de Calama – RO.
Mostrar mais

11 Ler mais

Avaliação da área de disposição final de resíduos sólidos urbanos do município de Uniflor - PR com base no Índice de Qualidade de Aterro de Resíduos (IQR)

Avaliação da área de disposição final de resíduos sólidos urbanos do município de Uniflor - PR com base no Índice de Qualidade de Aterro de Resíduos (IQR)

A revolução industrial impulsionou o êxodo rural, acarretando em um acelerado e desordenado processo de urbanização. O crescimento das cidades e o aprimoramento das atividades antrópicas, proporcionaram um significativo aumento na geração de resíduos sólidos que se transformaram em um grande problema para a gestão pública. Considerando que o descarte incorreto pode causar desequilíbrio ambiental, contaminar os recursos hídricos, o solo e atmosfera, causando danos ao meio ambiente e a saúde pública, este trabalho tem por finalidade realizar um diagnóstico da qualidade da área de disposição final de resíduos sólidos urbanos do município de Uniflor- PR. Para isso, foram realizadas visitas in-loco na área do aterro sanitário e à prefeitura do município para observações, coleta de dados e análises de documentos referentes ao local de estudo e a gestão de resíduos. Também foi utilizado o Índice de Qualidade de Aterros de Resíduos (IQR) – nova proposta, desenvolvido pela Companhia Ambiental do Estado de São Paulo (CETESB) no ano de 2013. Tal ferramenta é composta por sete itens de pontuação, a saber: estrutura de apoio, frente de trabalho, taludes e bermas, superfície superior, estrutura de proteção ambiental, outras informações e características da área. Os subítens avaliados como suficientes foram isolamento físico, isolamento visual, drenagem de chorume, drenagem definitiva de águas pluviais e drenagem de gases. Os subítens avaliados como adequados foram acesso à frente de descargas, dimensões da frente de trabalho, compactação dos resíduos, dimensões e inclinações dos taludes e bermas e proteção vegetal. Os subitens avaliados como Não/Raros foram afloramento de chorume, presença de catadores, queima de resíduo, ocorrência de moscas e odores, presença de aves e animais e recebimento de resíduos não autorizados. Os subitens considerados inadequados/ insuficientes foram portaria, balança e vigilância, recobrimento dos resíduos, nivelamento da superfície, homogeneidade da cobertura, drenagem provisória de águas pluviais, monitoramento geotécnico. A nota final atribuída ao aterro foi 7,5 enquadrando suas condições como adequadas, visto que notas de 0 a 7 são classificadas como inadequadas e de 7,1 a 10 são adequadas.
Mostrar mais

70 Ler mais

Diagnóstico e avaliação das áreas de destino final dos resíduos sólidos urbanos no estado do rio grande do norte

Diagnóstico e avaliação das áreas de destino final dos resíduos sólidos urbanos no estado do rio grande do norte

Quanto ao tratamento dos dados, muitos SIGs utilizam a lógica Booleana (verdadeiro/falso) para a separação de dados geo-referenciados em classes distintas. De acordo com Charnpratheep, Zhou e Garner (1997), este sistemas resulta em perda de informação pois fatos imprecisos, tais como fenômenos naturais que não apresentam limites nítidos mas sim progressivos e a percepção humana de sistemas espaciais, por exemplo, são entendidos como fatos binários precisamente definidos. Conforme os autores, o conceito e a metodologia utilizada pela teoria fuzzy mostram-se muito mais adequados à manipulação dessas imprecisões espaciais. Em estudo realizado para seleção preliminar de áreas destinadas a disposição de resíduos perigosos, os autores observaram que a utilização de lógica binária resultou em um descarte de 99,8% de área de estudo, enquanto que o modelo fuzzy descartou apenas 64,25(diferença de 35,6% entre os dois).
Mostrar mais

97 Ler mais

RESÍDUOS SÓLIDOS URBANOS NO MUNICÍPIO DE IMPERATRIZ - MA: UMA ANÁLISE DA SITUAÇÃO ATUAL

RESÍDUOS SÓLIDOS URBANOS NO MUNICÍPIO DE IMPERATRIZ - MA: UMA ANÁLISE DA SITUAÇÃO ATUAL

De acordo com a legislação brasileira vigente, Lei 12 305/2010, item VIII do art. 3, a disposição final ambientalmente adequada se constitui da distribuição ordenada de rejeitos em aterros, observação de normas operacionais específicas, da minimização dos danos ou riscos à saúde pública e à segurança e a minimização dos impactos ambientais adversos. Estes critérios devem ser priorizados quando do desenvolvimento dos Planos de Gestão dos RSU pelos municípios, o que nos leva a considerar o aterro sanitário entre outras infraestruturas e instalações operacionais integrantes do serviço público de limpeza urbana e de manejo de resíduos sólidos como forma de solução adequada para os RSU.
Mostrar mais

24 Ler mais

A fiscalização da disposição final dos resíduos sólidos domiciliares urbanos no município de Vitória-ES

A fiscalização da disposição final dos resíduos sólidos domiciliares urbanos no município de Vitória-ES

Os Figuras 1 a 6, do Gráfico l 65 mostram como é a situação em alguns países considerados desenvolvidos, tais como a Alemanha, Espanha, França, Itália, Inglaterra, Suécia, Japão, Holanda, Canadá e EUA, onde se deduz: a)a Figura 1 que trata da geração de lixo municipal, indica como maior gerador de lixo em milhões de t/ano, os EUA, e como menor gerador de lixo municipal a Suécia. Com relação à quantidade libra/habitantes/dia, aparece os EUA com maior percentual, e a Alemanha com a menor geração por habitante; b) a Figura 2 indica que a composição do lixo municipal, apresenta a Suécia com o maior volume de papel; a Suíça com o maior volume de plásticos; a Inglaterra com maior de vidro; os EUA com maior volume de metal e a Espanha com o maior volume de outros tipos de lixo; c) a Figura 3 que indica a disposição do lixo municipal em aterros, em relação as milhões de t/ano produzidas e que devem ser aterradas, aponta que a Inglaterra possui o maior percentual de lixo aterrado, enquanto a Suíça possui o menor índice de lixo aterrado; d) a Figura 4 que se refere à incineração do lixo municipal, indica que em relação as milhões de t/ano geradas, o Japão tem o maior índice percentual de lixo incinerado, enquanto a Espanha aparece com o menor índice de lixo incinerado; e) a Figura 5 que representa a reciclagem do lixo municipal apresenta os EUA como o maior país reciclador, em relação à geração de lixos recicláveis, e a Inglaterra aparece como pais que menos recicla o lixo; e) a Figura 6 que indica a compostagem do lixo municipal, aponta a Espanha com o maior percentual de lixo compostado por milhões de t/ano, e a Alemanha com o menor índice de lixo compostado.
Mostrar mais

197 Ler mais

PROPOSIÇÃO DE UM TERMO DE REFERÊNCIA PARA A RECUPERAÇÃO DE ÁREAS DEGRADADAS PELA DISPOSIÇÃO INADEQUADA DE RESÍDUOS SÓLIDOS URBANOS

PROPOSIÇÃO DE UM TERMO DE REFERÊNCIA PARA A RECUPERAÇÃO DE ÁREAS DEGRADADAS PELA DISPOSIÇÃO INADEQUADA DE RESÍDUOS SÓLIDOS URBANOS

Da mesma forma, Alberte (2005) defende que a última etapa do processo de recuperação de uma área degradada pela disposição de RSU é o monitoramento. Nesta etapa é realizada a conferência da eficiência do plano de recuperação da área no nos meios afetados, como o solo, a água e o ar. Alberte (2005) ainda cita que a realização do monitoramento indica a evolução do estágio de decomposição dos resíduos depositados e, portanto, de eficiência do processo de inertização do maciço de resíduos. A NBR 13.896/1997, que lista critérios para projeto, implantação e operação de aterros sanitários, também sugere que, após encerradas as atividades dos aterros sanitários, estes devem possuir um plano de encerramento. Este plano engloba monitoramentos em relação às águas subterrâneas por um período de 20 anos, manutenção dos sistemas de drenagem e detecção de líquido percolado até o término da sua geração, manutenção da camada de cobertura, do sistema de tratamento do líquido lixiviado, e do sistema de coleta de gases até o término da sua geração.
Mostrar mais

106 Ler mais

Diagnóstico da destinação final dos resíduos sólidos da Cooperativa Contramare

Diagnóstico da destinação final dos resíduos sólidos da Cooperativa Contramare

[...] está associada à idéia de resolver os problemas ambientais em benefício da empresa; ela carece de uma dimensão ética e suas principais motivações são a observância das leis e a melhoria da imagem da empresa. Apesar de a Cooperativa COTRAMARE realizar o trabalho de compra dos resíduos sólidos aos catadores, a mesma desconhece as necessidades maiores dos seus compradores. As empresas que adquirem os resíduos sólidos de cooperativas têm por objetivo a reciclagem e a reutilização desses resíduos como forma de preservação dos recursos naturais e também devido aos baixos custos dos materiais, visando o lucro e o marketing da empresa.
Mostrar mais

37 Ler mais

A problemática ambiental causada pelos resíduos sólidos urbanos: diagnóstico bibliográfico

A problemática ambiental causada pelos resíduos sólidos urbanos: diagnóstico bibliográfico

Segundo o Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), a população brasileira, cerca de 190.732.694 milhões de habitantes em 2010, produz algo em torno de 195 milhões de toneladas de lixo por ano, uma média de 378 kg de “lixo” por indivíduo, relativo ao Censo 2010. Partindo deste conhecimento, esta pesquisa objetivou ampliar os conhecimentos por meio de referenciais teóricos, com base em dados científicos a respeito dos efeitos e riscos que os resíduos sólidos possam oferecer a vida, a qualidade de vida, e o meio ambiente. Relatar os principais danos que os resíduos sólidos urbanos apresentam para a saúde da população e do meio ambiente. Foi utilizado nesta pesquisa o método bibliográfico, de cunho descritivo, sobre os impactos ambientais causados pelos resíduos sólidos, poluição, Legislação Ambiental, reconhecidos por diversos autores, que apontam os efeitos que os resíduos sólidos podem causar ao Meio Ambiente.
Mostrar mais

18 Ler mais

A problemática dos resíduos sólidos urbanos

A problemática dos resíduos sólidos urbanos

La mayoría de las ciudades de Brasil y del mundo se en- frenta a graves problemas relacionados a la generación de residuos, y a la falta de conocimientos sobre las alternati- vas y el destino final de los residuos sólidos, considerables como algo insano a la población y el medio ambiente. Este artículo tiene como afán contextualizar la clasificación de los residuos, así como hacer frente a las diferentes alter- nativas de tratamiento, tales como vertederos, incineraci- ón, compostaje, reciclaje y el biogás. Dentro de este obje- tivo, la metodología utilizada para estudio, se llevó a cabo principalmente a través de revisión bibliográfica y análisis documental. Por lo tanto, la correcta clasificación, carac- terización y tratamiento de residuos, se convierten en pi- lares fundamentales para una nueva forma de gestión, incorporando los principios de la sostenibilidad, lo que se podría materializar como una solución a los problemas y permitir el cambio de las situaciones de vulnerabilidad de los grupos afectados. Se considera que la buena gestión de los residuos sólidos, son aspectos sumamente impor- tantes para prevenir la contaminación del medio ambien- te y mejorar la calidad de vida.
Mostrar mais

12 Ler mais

Diagnóstico sobre a disposição dos resíduos sólidos no município de Duas Estradas-PB

Diagnóstico sobre a disposição dos resíduos sólidos no município de Duas Estradas-PB

Além disso, atualmente o mesmo começou a receber lixo oriundo da cidade vizinha, entretanto o município ainda não se adaptou a Política Nacional de Resíduos Sólidos (PNRS), permanecendo com a mesma prática incorreta, o que ocasiona uma preocupação maior com a destinação final desses resíduos gerando assim certo desconforto para a população. O lixo é depositado de forma imprópria, pois além de ser jogado sem qualquer seleção, ou cuidados devidos com os tipos de materiais que são encontrados, é perceptível também a poluição causada pela queima desses materiais, juntamente com problemas que os resíduos sólidos provocam com a decomposição a céu aberto, causando poluição do ar, da água e do solo.
Mostrar mais

45 Ler mais

Show all 10000 documents...

temas relacionados