Top PDF Distribuições diamétricas daFloresta Tropical úmida em uma área no município de Itacoatiara-AM.

Distribuições diamétricas daFloresta Tropical úmida em uma área no município de Itacoatiara-AM.

Distribuições diamétricas daFloresta Tropical úmida em uma área no município de Itacoatiara-AM.

A distribuição do número de árvores por classe de diâmetro pode variar muito de uma espécie para outra ou de um grupo de espécies para outro (Lamprecht, 1990). As distribuições diamé[r]

23 Ler mais

Vulnerabilidade à contaminação do aquífero Alter do Chão em sua área de afloramento no município de Itacoatiara/AM

Vulnerabilidade à contaminação do aquífero Alter do Chão em sua área de afloramento no município de Itacoatiara/AM

As águas subterrâneas são fontes essenciais ao suprimento das necessidades humanas. A proteção desses mananciais é de suma importância à manutenção dos ciclos naturais no ambiente e à continuidade do desenvolvimento humano, pois, à medida que aumentam as demandas de utilização dos recursos hídricos superficiais, crescem os casos de poluição desses recursos. Objetivou-se com este estudo avaliar a vulnerabilidade à contaminação do aquífero Alter do Chão na área de afloramento no município de Itacoatiara/AM, por meio do uso do método GOD (Groundwater occurrence; Overall lithology of the unsaturated zone; and Depth of the water table). A aplicação do método possibilitou identificar que cerca de
Mostrar mais

18 Ler mais

A (re)produção do espaço urbano: os bairros Iraci e Prainha - Itacoatiara - AM

A (re)produção do espaço urbano: os bairros Iraci e Prainha - Itacoatiara - AM

1. Atlantic Veneer do Brasil, empresa com capital americano, que se instalou em Itacoatiara em 1975 14 (Figura 12), tinha como gerente o senhor Admar Pawloski. Os donos da empresa, um grupo americano, compraram um terreno na margem esquerda do Rio Amazonas, no bairro do Jauari, onde foi instalada uma fábrica de laminado e construído moradias para os funcionários. A procura por Itacoatiara estava ligada principalmente ao fato de a cidade oferecer infraestrutura para realização de grandes projetos (porto de grande calado, hidrovias, estrada, aeroporto, matéria prima abundante, mão-de-obra barata, serviços bancários e outros). Para essa empresa, que já estava em atividade, foi doado em 1981, um terreno, pertencente ao patrimônio do município, situado na zona cinco (leste) da planta da cidade, pelo prefeito Chibly Calil Abrahim, da Aliança de Renovação Nacional (ARENA), para ser construído um conjunto residencial destinado aos funcionários da empresa e, inclusive, para a ampliação do parque fabril, com área de 233.661m². Ainda foi aberta e pavimentada, pelo Poder Público municipal
Mostrar mais

153 Ler mais

GENIVALDO BATISTA RODRIGUES PROJETO DE ESCOLAS EM TEMPO INTEGRAL: DESAFIOS DE IMPLEMENTAÇÃO EM UMA ESCOLA DA REDE ESTADUAL DO AMAZONAS

GENIVALDO BATISTA RODRIGUES PROJETO DE ESCOLAS EM TEMPO INTEGRAL: DESAFIOS DE IMPLEMENTAÇÃO EM UMA ESCOLA DA REDE ESTADUAL DO AMAZONAS

Esse quadro é composto por profissionais que, em sua maioria, estão na escola há bastante tempo e, muitas vezes, por necessidade da escola, ministram aula em disciplinas que não são de acordo com sua formação, como, por exemplo os professores de Física e de Química que são graduados em Matemática. Mesmo diante dessa dificuldade extra, que é trabalhar em disciplinas diferentes de sua formação, de acordo com informações da equipe gestora esse quadro docente é um dos fatores mais importantes na efetivação do bom clima escolar que a escola possui. As características e localização da escola favorecem esse bom clima escolar, pois, como ela está localizada em uma cidade com pouco mais de 15.000 habitantes, sendo 9.000 habitantes na área urbana, é possível se conhecer praticamente todos ao alunos e a maioria dos pais, mesmo que a família não seja muito participante da vida escolar do aluno, fato que é fenômeno comum a quase todas as escolas; há uma proximidade que resulta em pouca dificuldade no domínio da sala e na garantia de ordem e disciplina durante o ano letivo.
Mostrar mais

170 Ler mais

Interpretação fenológica de espécies lenhosas de Campina na Reserva Biológica de Campina do INPA ao Norte de Manaus.

Interpretação fenológica de espécies lenhosas de Campina na Reserva Biológica de Campina do INPA ao Norte de Manaus.

Fenologia de espécies flores- tais em floresta tropical úmida de terra firme na Amazônia Central. Fenologia de essências florestais amazônicas[r]

40 Ler mais

Hegemonia em tempos de cólera: a difícil construção de uma ordem mundial — Outubro Revista

Hegemonia em tempos de cólera: a difícil construção de uma ordem mundial — Outubro Revista

A idéia de um alargamento da “comunidade internacional” se encon- tra associada à expansão da área de influência direta dos Estados Unidos nas esferas econômica, política e ideológica. Poucos dias depois do discur- so de Lake, Bill Clinton reafirmou os novos contornos da política externa norte-americana. Segundo o presidente, “em uma era de perigos e oportu- nidades, nosso objetivo premente deve ser expandir e fortalecer a comuni- dade mundial de democracias baseadas no mercado. Durante a Guerra Fria nós procuramos conter a ameaça à sobrevivência de instituições li- vres. Agora devemos buscar alargar o círculo de nações que vivem sob instituições livres”. 11
Mostrar mais

20 Ler mais

REFORÇO ESCOLAR – PESPECTIVAS E DESAFIOS NO DESENVOLVIMENTO DO PROJETO EM UMA UNIDADE ESCOLAR DO MUNICÍPIO DE NOVA IGUAÇURJ

REFORÇO ESCOLAR – PESPECTIVAS E DESAFIOS NO DESENVOLVIMENTO DO PROJETO EM UMA UNIDADE ESCOLAR DO MUNICÍPIO DE NOVA IGUAÇURJ

 Propor medidas, por meio de um Plano de Ação Educacional, para o aprimoramento da gestão do Projeto na escola estudada. A justificativa para a escolha do Colégio in[r]

175 Ler mais

SISTEMA EDUCACIONAL INCLUSIVO: UMA GARANTIA DE ACESSO PARA ALUNOS COM NECESSIDADES EDUCACIONAIS ESPECIAIS NO ENSINO MÉDIO EM BARBACENA? – Mestrado em Gestão e Avaliação da Educação Pública

SISTEMA EDUCACIONAL INCLUSIVO: UMA GARANTIA DE ACESSO PARA ALUNOS COM NECESSIDADES EDUCACIONAIS ESPECIAIS NO ENSINO MÉDIO EM BARBACENA? – Mestrado em Gestão e Avaliação da Educação Pública

Ao longo da pesquisa, ocorreram vários destaques quanto à formação inicial do professor, bem como a importância da formação continuada, pois é notório que o professor da escolarização [r]

130 Ler mais

UNIVERSIDADE FEDERAL DE JUIZ DE FORA CENTRO DE POLÍTICAS PÚBLICAS E AVALIAÇÃO DA EDUCAÇÃO PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO PROFISSIONAL EM GESTÃO E AVALIAÇÃO DA EDUCAÇÃO PÚBLICA PRISCILA SOARES LIMA

UNIVERSIDADE FEDERAL DE JUIZ DE FORA CENTRO DE POLÍTICAS PÚBLICAS E AVALIAÇÃO DA EDUCAÇÃO PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO PROFISSIONAL EM GESTÃO E AVALIAÇÃO DA EDUCAÇÃO PÚBLICA PRISCILA SOARES LIMA

O capítulo 2 versa sobre a educação integral a partir de dois eixos teóricos, quais sejam, (i) experiências de sucesso e de (ii) pedagogia de projetos. O primeiro aporte teórico aborda as experiências, com educação integral, da cidade de Palmas – TO, que possui uma matriz curricular distinta da matriz do Amazonas; da cidade de São Sebastião do Passe, que desenvolve educação integral em área rural, o que nos permite relacionar com o contexto de muitas escolas do Estado do Amazonas, que também se localizam em áreas rurais e de difícil acesso; e da cidade de Apucarana, que tornou a educação integral uma política pública e mobilizou toda a sociedade em prol do oferecimento de educação de qualidade para a população, diferindo, em muitos aspectos, da experiência do Amazonas. O segundo aporte teórico trata do estudo dos postulados da pedagogia de projeto, cujo enfoque é a construção da aprendizagem do aluno, o protagonista no processo de construção intelectual, cultural e social, sendo o professor o facilitador, de forma a tentar, a partir dessa nova prática, oferecer um contexto de mudança educacional para a escola pesquisada.
Mostrar mais

198 Ler mais

Taxa de regeneração natural na floresta tropical úmida.

Taxa de regeneração natural na floresta tropical úmida.

to, poderá significar uma taxa de regeneração natural maior que zero (0) na categoria de. tamanho imediatamente superior àquela[r]

9 Ler mais

Alguns aspectos ecofisiológicos de floresta tropical úmida~

Alguns aspectos ecofisiológicos de floresta tropical úmida~

então, que não houve uma seleção na floresta tropical úmida de terra firme (quanto a deficits de água) no sentido de que as plantas dos es tratos superiores supo[r]

22 Ler mais

INVESTIGANDO UMA PROPOSTA EDUCACIONAL BILÍNGUE (LIBRASPORTUGUÊS) EM UMA ESCOLA DA REDE MUNICIPAL DE JUIZ DE FORA

INVESTIGANDO UMA PROPOSTA EDUCACIONAL BILÍNGUE (LIBRASPORTUGUÊS) EM UMA ESCOLA DA REDE MUNICIPAL DE JUIZ DE FORA

Sobre o desenvolvimento linguístico, segundo a mãe, somente com a entrada de A1 no CAEE/Sul e na Escola W é que ele começou a desenvolver a Libras, inclusive, ainda se comunica em um nível bastante inicial, mas já avançou na comunicação. A mãe diz saber da importância da Libras para viabilizar a interação com o filho e busca aprender a língua. Para isso, desde 2013, faz o curso de Libras no CAEE/Sul, mas disse que aprendeu somente alguns sinais e que para se comunicar com o filho usa os sinais que conhece junto à oralização e à datilologia. Com relação ao desenvolvimento na área pedagógica, a mãe relatou que a Escola W proporcionou importantes avanços, pois A1 escreve seu nome e os números com autonomia, bem como faz cópias. Atribuiu esse desenvolvimento ao fato de os professores usarem Libras como língua de instrução. A mãe valoriza o trabalho que está sendo realizado e afirma que a proposta educacional bilíngue está proporcionando, de fato, o desenvolvimento de seu filho, e que está bastante satisfeita com a escola, porém afirma desconhecer as ações que estão sendo realizadas, no que tange à proposta. As únicas ações que ela conhece são o uso da Libras durante as aulas e um momento em que as crianças têm com um professor surdo, diariamente, com duração de uma hora. Isso evidencia a falta de diálogo entre a escola e a família.
Mostrar mais

115 Ler mais

O CURSO DE PEDAGOGIA DO PLANO NACIONAL DE FORMAÇÃO DE PROFESSORES DA EDUCAÇÃO BÁSICA (Parfor) NO MUNICÍPIO DE SÃO PAULO DE OLIVENÇA (AM)

O CURSO DE PEDAGOGIA DO PLANO NACIONAL DE FORMAÇÃO DE PROFESSORES DA EDUCAÇÃO BÁSICA (Parfor) NO MUNICÍPIO DE SÃO PAULO DE OLIVENÇA (AM)

[...] os objetivos do Programa foram atingidos em grande parte, uma vez que o Amazonas teve dois grandes programas de formação de professores antes do Parfor, quando da promulgação da LDB 9394/96, em seus Artigos 60 à 65 que trata totalmente do âmbito da formação de professores. A lei traz uma exigência de que o quadro de professores dos sistemas de ensino tenham nível superior. Nesta direção, as secretarias de Educação do Estado e dos municípios fizeram uma convênio com as Instituições formadoras, no caso, a UEA e a UFAM, onde foi criado dois grandes programas de formação de professores no Amazonas que foi o PROFORMAR que graduou em âmbito de licenciatura plena quase 16 mil professores das redes estadual e municipal e o PEFD que graduou quase três mil e quinhentos professores. Desses quase 19 mil professores formados, 6.049 professores fizeram o curso superior mas não qualificaram para atuação de sua área. Isso significa que temos professores formados em Normal Superior ministrando aula de História, Língua Portuguesa, Ciências, Matemática, Física, Educação Física, Biologia, Química, Geografia, etc. Essa era a realidade no Amazonas antes do Parfor. Como o Parfor tem o caráter de qualificar o professor em serviço, trouxe três leques de oportunidades de formação: Formação inicial que é a 1ª Licenciatura, destinada aos professores que não possuem nenhuma formação e a 2ª Licenciatura e a Formação Pedagógica, destinada aos professores que já possuem formação mais não estão qualificados em sua área de atuação. A importância e a relevância do Parfor para o Estado do Amazonas está na 2ª Licenciatura e na Formação Pedagógica (ENTREVISTA P F, 2015).
Mostrar mais

170 Ler mais

Precipitação interna e interceptação da chuva em floresta de terra firme submetida à extração seletiva de madeira na Amazônia Central.

Precipitação interna e interceptação da chuva em floresta de terra firme submetida à extração seletiva de madeira na Amazônia Central.

Precipitação que atinge o solo. Na primeira parte do estudo, nas seis parcelas (três controles e três extraídas seletivamente), foram utilizados pluviômetros semelhantes aos empregados para as medidas do total de chuva. Em cada parcela-controle foram instalados sete pluviômetros, sendo um fixo e os demais mudados de locais mensalmente. Nas parcelas que sofreram extração seletiva, devido aos danos provocados, principalmente na cobertura florestal, o número de pluviômetros foi maior: em cada parcela foram instalados 13 pluviômetros, sendo um fixo (no centro de clareira) e 12 trocados mensalmente de local. Os pluviômetros foram trocados de posição porque a recolocação ao acaso de coletores para medir a precipitação interna é considerada mais apropriada do que o uso de coletores fixos (Lloyd & Marques Filho, 1988). Essa técnica possibilita atingir maior número de posições e, com isso, uma melhor estimativa da precipitação interna. Os pluviômetros foram instalados apenas na área central das parcelas. Na parcela controle o número total de possibilidades de posições para a instalação dos pluviômetros foi igual a 49 e na parcela extraída seletivamente o total foi igual a 128. Tanto a parcela controle quanto a manejada foram divididas a cada 25 m por picadas (P1,
Mostrar mais

8 Ler mais

PROJETO ESTRATÉGICO EDUCAÇÃO EM TEMPO INTEGRAL: ANÁLISE DE SUA GESTÃO EM UMA ESCOLA MINEIRA QUE ATENDE ALUNOS DE ÁREA DE RISCO E EM VULNERABILIDADE SOCIAL

PROJETO ESTRATÉGICO EDUCAÇÃO EM TEMPO INTEGRAL: ANÁLISE DE SUA GESTÃO EM UMA ESCOLA MINEIRA QUE ATENDE ALUNOS DE ÁREA DE RISCO E EM VULNERABILIDADE SOCIAL

Além do conteúdo matemático, que é a minha área, a gente procura resgatar a base e dar um reforço. A gente trabalha em conjunto outras coisas também, alguns valores que às vezes falta lá fora e a gente tenta trabalhar aqui. Vai desde o respeito um com outro até a higiene pessoal, que eles alimentam na escola, são os valores tradicionais mesmo, de higiene e de respeito. Teve o projeto circulando no bairro, que teve a ver com o trânsito. Dentro da minha área esse ano, por exemplo, eu trabalhei desde o lúdico, que é jogos como xadrez, jogos de tabuleiro para desenvolver o raciocínio, e conteúdos específicos mesmo, problemas envolvendo as operações básicas, atividades diferenciadas como pegar folheto e anúncios de supermercado, fazer uma lista de compras e eles calcularem o valor a prazo e à vista, elaboração de gráficos através de um conjunto de dados e Tangran, que é na parte de Geometria e a construção de sólidos geométricos, entre outros conteúdos. (PM, entrevista cedida em 13 de dezembro de 2013)
Mostrar mais

118 Ler mais

Organização de Serviços de Segurança, Higiene e Saúde no Trabalho em Serviços de de Saúde – Normas de Orientação Clínica

Organização de Serviços de Segurança, Higiene e Saúde no Trabalho em Serviços de de Saúde – Normas de Orientação Clínica

Desde 1991, com a publicação do Decreto-Lei nº 441/91 de 14 de Novembro que todos os empregadores deverão ter organizados serviços SHST; a forma organizativa destes serviços foi defini[r]

39 Ler mais

Variação espacial e temporal da irradiância solar e da razão entre vermelho e vermelho - extremo que chegam ao solo em diferentes microhabitats na região de Tucuruí - PA.

Variação espacial e temporal da irradiância solar e da razão entre vermelho e vermelho - extremo que chegam ao solo em diferentes microhabitats na região de Tucuruí - PA.

Situando-se num contexto mais amplo de um projeto de verificação da quantidade e qualidade de luz em diferentes habitats da floresta tropical úmida, este trabalho visa preliminarmente [r]

6 Ler mais

A inoculação artificial com micorrizas V-A está ganhando maior atenção tanto em traba-

A inoculação artificial com micorrizas V-A está ganhando maior atenção tanto em traba-

Todas as espécies apresentadas no Quadro 1 foram coletadas no campo e eram espécies nativas ou economica- mente importantes, ou ornamentais.. Floresta tropical úmida[r]

6 Ler mais

GESTÃO ESCOLAR EFICAZ: O DIFERENCIAL DE UMA ESCOLA EM CONTEXTO DE VULNERABILIDADE SOCIAL

GESTÃO ESCOLAR EFICAZ: O DIFERENCIAL DE UMA ESCOLA EM CONTEXTO DE VULNERABILIDADE SOCIAL

Esta pesquisa teve por objetivo investigar quais foram as ações gestoras realizadas em uma escola, durante o período de 2009 a 2011, para que seus alunos alcançassem níveis de desempenho satisfatórios em diversas avaliações sistêmicas. A escola em questão, e este é o motivo da definição desta escola para investigação, está inserida em um contexto de alta vulnerabilidade social e em função desta condição apresentava problemas de infrequência dos alunos, falta de envolvimento das famílias com a escola e, ainda, baixo desempenho acadêmico, o que acarretava consequências no desempenho insatisfatório nas avaliações sistêmicas. Apesar dos problemas elencados, a escola passou, a partir do ano de 2009, a se destacar dentre as escolas de seu grupo de referência apresentando crescimentos nos índices de avaliações externas, tais como: Avalia-BH, avaliação do município de Belo Horizonte; PROALFA (Programa de Avaliação da Alfabetização), avaliação do Estado de Minas Gerais; e, também, no IDEB (Índice de Desenvolvimento da Educação Básica), avaliação do Ministério da Educação (MEC).
Mostrar mais

96 Ler mais

PROGRAMA DE EDUCAÇÃO DO ESTADO DO RIO DE JANEIRO: UMA AVALIAÇÃO EM PERSPECTIVA – Mestrado em Gestão e Avaliação da Educação Pública

PROGRAMA DE EDUCAÇÃO DO ESTADO DO RIO DE JANEIRO: UMA AVALIAÇÃO EM PERSPECTIVA – Mestrado em Gestão e Avaliação da Educação Pública

críticas e sugestões possam ser analisadas pelo “grupão”. No entendimento da pesquisadora, é necessária uma maior discussão para correção e alinhamento das sugestões dos profe[r]

92 Ler mais

Show all 10000 documents...

temas relacionados