Top PDF A gestão documental no âmbito da administração pública paraibana: o caso da Secretaria de Estado da Administração da Paraíba

A gestão documental no âmbito da administração pública paraibana: o caso da Secretaria de Estado da Administração da Paraíba

A gestão documental no âmbito da administração pública paraibana: o caso da Secretaria de Estado da Administração da Paraíba

O presente trabalho propõe a discussão dos princípios teóricos e práticos, que conduzem à implantação e desenvolvimento da Gestão Documental em âmbito Institucional Público. A Gestão Documental na Administração Pública contribui de forma significativa quanto ao aprimoramento das funções arquivísticas e institucionais, ao garantir que as atividades dos governos sejam documentadas, armazenadas e recuperadas adequadamente, proporcionando maior agilidade no processo de tomada de decisão. Partindo desse pressuposto, neste trabalho objetivou-se analisar a Gestão Documental que se afigura em uma Instituição Pública Estadual: A Secretaria de Estado da Administração da Paraíba- SEAD-PB. Em linhas gerais, o estudo trata-se de uma pesquisa empírica, fundamentando-se na abordagem qualitativa, seguindo orientações da metodologia exploratória bibliográfica e documental. Adota-se como instrumento de pesquisa a entrevista estruturada, cuja realização se deu com os gestores e colaboradores da SEAD-PB. Sobretudo, os resultados obtidos objetivam-se em mapear como ocorre a Gestão Documental que se afigura (ou não) nessa instituição.
Mostrar mais

107 Ler mais

Aplicabilidade da gestão documental no Núcleo de Protocolo Geral da Secretaria de Estado da Administração da Paraíba

Aplicabilidade da gestão documental no Núcleo de Protocolo Geral da Secretaria de Estado da Administração da Paraíba

A Pesquisa tem o proposito de analisar a Aplicabilidade da Gestão Documental no Núcleo de Protocolo Geral da Secretaria de Estado da Administração da Paraíba dentro do contexto arquivístico. Sendo atualmente visível a grande demanda documental nas organizações públicas e privadas, geradas em cumprimento de suas ações, essas podem contar com a Gestão Documental para aperfeiçoar a rotina de produção, recebimento e armazenamento de documentos, pois os métodos e técnicas usados por ela, promovendo o controle do fluxo informacional que se configura no âmbito administrativo, assim objetivando mantê-las organizadas e de fácil acesso, assegurando a recuperação de forma ágil para o cumprimento de suas atividades, bem como a disponibilização em tempo hábil para usuários e gestores, servindo ainda, de grande valia sua implantação para o processo de tomada de decisão. Em virtude disso, o estudo aborda temáticas de autores da arquivologia que colaboram para a sistematização e o entendimento do escopo pretendido. Em termos metodológicos a pesquisa fundamentou-se em abordagem qualitativa de tipo exploratória, assumindo um caráter empírico. Logo o instrumento de coleta de dados utilizado para a efetivação da meta pretendida foi à técnica de entrevista estruturada (não gravada), em seguimento a esse, foi feita a análise discursiva dos resultados obtidos sobre a existência de políticas de gestão documental no Núcleo de Protocolo Geral da Secretaria de Estado da Administração da Paraíba.
Mostrar mais

90 Ler mais

Qualidade no atendimento ao servidor público: estudo de caso junto à escola de administração tributária da secretaria de estado da receita da Paraíba

Qualidade no atendimento ao servidor público: estudo de caso junto à escola de administração tributária da secretaria de estado da receita da Paraíba

É importante ressaltar que foi preciso uma adaptação do modelo adotado, visto que a não adaptação se mostrou inadequada para diversos órgãos e entidades e principalmente para a administração direta, fundações e autarquias, pela razão de serem essencialmente públicas. O Programa adaptou o modelo de excelência em gestão, de padrão internacional, incorporando os fundamentos e linguagens definidoras da natureza pública das organizações que compõem o aparelho do estado. Partindo do pressuposto de que é possível ser excelente sem deixar de ser público. O intuito foi dar viabilidade ao processo de transformação e não, criar concessões à gestão pública, sendo a excelência gerencial baseada em padrões e práticas mundialmente aceitas, assim como constantemente aperfeiçoado, acompanhando assim as mudanças da gestão contemporânea. O modelo representa um sistema que intenta o aumento da eficiência, eficácia e da efetividade das ações executadas. É composto atualmente por oito critérios, que integrados orientam a adoção de práticas de excelência em gestão, que tem por finalidade elevar os padrões de desempenho e de qualidade em gestão das organizações públicas brasileiras (SILVA; SILVA; 2012, p.3).
Mostrar mais

59 Ler mais

Sistemas de custos na Administração Pública: um estudo de caso na Secretaria de Estado da Fazenda de Santa Catarina

Sistemas de custos na Administração Pública: um estudo de caso na Secretaria de Estado da Fazenda de Santa Catarina

A elaboração e implementação de um Sistema de Custos no âmbito da Administração Estatal representa uma inovação, tendo em vista que não existe ainda uma cultura corporativa baseada na eficiência das ações governamentais e do gasto público dentro das organizações desse setor no Brasil, a qual deve ser medida em termos de resultados e indicadores de desempenho. Nesse sentido as informações de custos podem trazer aos gestores públicos subsídios de suma importância para a tomada de suas decisões e para o planejamento de suas atividades, bem como para a aferição do desempenho da gestão estatal em utilizar os recursos advindos da sociedade por meio dos tributos (SEFAZ/BA).
Mostrar mais

99 Ler mais

Gestão estratégica na administração pública:

Gestão estratégica na administração pública:

O IDEPE é anual e monitora o desempenho dos estudantes de séries conclusivas, a 4ª Série do ensino fundamental (E.F.), a 8ª Série do Ensino Fundamental (E.F.) e o 3º Ano do Ensino Médio (E.M.), nos exames do Sistema de Avaliação da Educação de Pernambuco (SAEPE) que são provas nas disciplinas de Português e Matemática, no qual o objetivo é obter o diagnóstico do aprendizado dos estudantes que concluem estas etapas de ensino, pois, supõe-se que assim é possível ter um panorama do desenvolvimento de ensino de cada escola e quanto das habilidades ensinadas foram absorvidas pelos cursistas. Além disso, o cálculo do IDEPE considera o quantitativo de aprovação dos estudantes. Os dados fornecidos por esse indicador servem de subsídio para ações de adequação do desempenho à estratégia, pois oferece dados num espaço de tempo menor. No intuito de simplificar essa definição, a nota técnica da SEDUC (2014) diz que “o IDEPE é [...] a multiplicação da nota média do SAEPE na escola pelas taxas médias de aprovação no ciclo avaliado.” Ressalta-se, ainda, que além de diagnosticar a educação no estado esse indicador é fator determinante para a percepção do Bônus de Desempenho Educacional (BDE), como esclarece a mesma nota técnica da SEDUC (2014).
Mostrar mais

28 Ler mais

A gestão da informação na administração pública

A gestão da informação na administração pública

função que interliga e conjuga a concepção dos sistemas de informação com a concepção dinâmica da organização. É, em consequência, uma função de nível estratégico, uma função de nível estratégico, que deve ser desempenhada ao mais alto nível da estrutura da organização (vice-presidência ou assessoria directa do presidente ou director-geral). As suas atribuições são múltiplas e diferenciadas, sendo o gestor da informação, antes de mais, um controller estratégico2. Comentando a definição surge a pergunta: a GI é uma função estudada a partir de que campos científicos? Pergunta complementada pela ideia de que a leitura atenta do livro e do currículo de Zorrinho sugere a clara justaposição de duas disciplinas académicas: os Sistemas de Informação (Informáticos) e a Economia/ Gestão Empresarial, sendo aqueles, porém, a disciplina de base.
Mostrar mais

9 Ler mais

A GESTÃO AMBIENTAL NA ADMINISTRAÇÃO PÚBLICA

A GESTÃO AMBIENTAL NA ADMINISTRAÇÃO PÚBLICA

A gestão ambiental é uma ferramenta de gerenciamento que tem se difundido em todos os setores organizacionais, públicos e privados. Seu sistema administrativo dá ênfase à vertente ambiental e promove iniciativas e estratégias inovadoras em busca de um desenvolvimento econômico para o planeta de uma forma mais sustentável. Na administração pública a gestão ambiental vem sido implementada através de uma agenda ambiental, denominada A3P. Este programa auxilia os gestores públicos a disseminar práticas mais ecológicas dentro de suas repartições, assim melhorando a qualidade ambiental em seu entorno, bem como obter uma economia financeira para a administração. Este trabalho teve como objetivo apresentar como se inicia a implementação do programa A3P dentro das instituições; seu passo-a-passo e mostrar qual a relação de instituições que praticam essa agenda no Brasil. Foi realizado também um levantamento de estudos científicos sobre casos reais de órgãos públicos que implementaram o programa A3P, com isso foi possível analisar quais dificuldades estes enfrentaram e elencar possíveis melhorias na execução destas ações. Como resultado, esta pesquisa trouxe à tona sobre a importância da educação ambiental para a efetividade do programa, além da necessidade de comprometimento e empenho dos servidores para que a sustentabilidade venha fazer parte da rotina no gerenciamento público.
Mostrar mais

50 Ler mais

GOVERNO DO ESTADO DA PARAÍBA SECRETARIA DE ESTADO DA ADMINISTRAÇÃO SECRETARIA DE ESTADO DA SEGURANÇA E DA DEFESA SOCIAL EDITAL N. º 07/2008/SEAD/SEDS

GOVERNO DO ESTADO DA PARAÍBA SECRETARIA DE ESTADO DA ADMINISTRAÇÃO SECRETARIA DE ESTADO DA SEGURANÇA E DA DEFESA SOCIAL EDITAL N. º 07/2008/SEAD/SEDS

I HISTÓRIA E GEOGRAFIA DA PARAÍBA. 1 A conquista do território paraibano. 2 As primeiras atividades produtivas. 3 A Paraíba Republicana. 4 Os símbolos estaduais e sua significação. 5 A natureza paraibana: caracterização principal das Mesorregiões (Litoral, Agreste, Borborema e Sertão). 6 A economia atual: agricultura, pecuária, indústria e comércio. 7 Questões atuais: principais problemas da cidade e do campo. II NOÇÕES DE DIREITO ADMINISTRATIVO. 1 Administração Pública e atividade administrativa: administração direta e indireta; autarquias; fundações; empresas públicas; sociedades de economia mista; órgãos e agentes públicos; conceito de administração; natureza e fins da administração; princípios básicos da administração. 2 Atos e Poderes administrativos. Poderes: poder vinculado; poder discricionário; poder hierárquico; poder disciplinar; poder regulamentar; poder de polícia; uso e abuso de poder. Atos Administrativos: conceito; elementos; atributos; classificação; espécies; extinção do ato, controle do ato administrativo: invalidação; anulação e revogação. 3. Servidores públicos: organização do serviço público; normas constitucionais pertinentes; deveres e direitos dos servidores; responsabilidade dos servidores. III NOÇÕES DE DIREITO CONSTITUCIONAL. 1 Constituição: supremacia e princípios. 2 Direitos e garantias fundamentais: direitos e garantias individuais e coletivos; tutela constitucional das liberdades; direitos sociais; direitos de nacionalidade; direitos políticos; dos partidos políticos. 3 Organização do Estado Brasileiro: União, Estados federados, Municípios, Distrito Federal e Territórios; organização político-administrativa; repartição de competências e intervenção. 4 Da Administração Pública: disposições gerais; servidores públicos; dos militares dos Estados, do Distrito Federal e dos Territórios. 5 Poder Legislativo e Processo Legislativo. Poder Legislativo: fundamento, atribuições e garantias de independência. Processo Legislativo: conceito, objetos, atos, espécies normativas e os procedimentos. 6 Poder Executivo: forma e sistema de governo; chefia de Estado e chefia de governo; atribuições e responsabilidades do Presidente da República. 7 Poder Judiciário: disposições gerais; Supremo Tribunal Federal; Superior Tribunal de Justiça; tribunais regionais federais e juízes federais; tribunais e juízes dos Estados; funções essenciais à justiça. 8 Defesa do Estado e das instituições democráticas: estado de defesa e estado de sítio; forças armadas; segurança pública; organização da segurança pública.
Mostrar mais

72 Ler mais

Ética e administração no contexto da modernização da Gestão e Administração Pública

Ética e administração no contexto da modernização da Gestão e Administração Pública

O que é a cidadania? Esta parece ser uma questão preliminar e importante para a construção desta nossa reflexão. Num conceito mais político-jurídico tradicional, ser parte de um Estado soberano, cuja adesão lhe concede certo status, bem como votar e ser votado, são as únicas condições para a definição de cidadania. É certo que estes conceitos são funcionais procurando tratar de modo técnico a problemática da cidadania. Não assumindo, portanto, essa leitura, e procurando conferir-lhe um tratamento diferenciado daquele que se pretende em linhas dogmáticas, verte-se a reflexão para pensar a pragmática da cidadania, os seus problemas e as suas implicações no contexto da gestão e administração pública. Nesta concepção, exercitar cidadania não significa delegar ao Estado a tarefa de gerir políticas públicas, acções estratégicas ou investimentos adequados, seja em que área for. Seguindo esta linha de raciocínio, não se pode considerar a cidadania uma atitude passiva, e muito menos representativa, que se delega a representantes investidos de poder. Ser cidadão é mais do que isso.
Mostrar mais

164 Ler mais

Gestão do desempenho na administração pública: o caso da TI governo.

Gestão do desempenho na administração pública: o caso da TI governo.

Pensar os elementos do caso implica trazer para o presente as adversidades da implantação de GD no passado, os motivos da inadequação do sistema anterior, e examinar os problemas de desempenho, a visão das áreas/gestores sobre o assunto, o ambiente atual, as necessidades e os objetivos organizacionais, para conceber alternativas adequadas. Para tanto, alguns elementos, entre outros, podem guiar essa reflexão, a saber: 1) Não havia feedback, o que sinaliza que a GD deve ser concebida como sistema com critérios claros e de retroalimentação. 2) Como as pessoas utilizavam os resultados da AD anterior para solicitar aumento de salários, provavelmente é preciso esclarecer a relação e os procedimentos ligados à GD e políticas de remuneração e carreira. 3) A falta de clareza nas metas da equipe, uso de critérios diferentes pelos gestores e características do instrumento de avaliação dificultavam o uso mais proveitoso da GD, sugerindo que estes devam ser aspectos contemplados em novo sistema. 4) As informações do caso indicam que é preciso atentar para a gestão do clima organizacional atual e considerar a cultura da organização no planejamento do processo de GD. 5) Os supervisores manifestam que não se sentem plenamente preparados para o processo, indicando necessidades de investir em desenvolvimento. 6) Como a empresa é pública, torna-se ainda mais necessário conceber um sistema de GD calcado em transparência.
Mostrar mais

15 Ler mais

GOVERNO DO ESTADO DE RORAIMA SECRETARIA DE ESTADO DA GESTÃO ESTRATÉGICA E ADMINISTRAÇÃO AMAZÔNIA: PATRIMÔNIO DOS BRASILEIROS

GOVERNO DO ESTADO DE RORAIMA SECRETARIA DE ESTADO DA GESTÃO ESTRATÉGICA E ADMINISTRAÇÃO AMAZÔNIA: PATRIMÔNIO DOS BRASILEIROS

Cargo Requisitos para ingresso Escolaridade / Jornada de trabalho Nº vagas ampla concorrência Vagas reservadas a pessoa deficiente Remuneração. CIRURGIÃO DENTISTA Diploma de g[r]

5 Ler mais

OS MODELOS DE ADMINISTRAÇÃO PÚBLICA NA SECRETARIA DE ADMINISTRAÇÃO DA PREFEITURA MUNICIPAL DE SANTANA DO LIVRAMENTO/RS

OS MODELOS DE ADMINISTRAÇÃO PÚBLICA NA SECRETARIA DE ADMINISTRAÇÃO DA PREFEITURA MUNICIPAL DE SANTANA DO LIVRAMENTO/RS

O presente estudo foi desenvolvido na Secretaria de Administração da prefeitura de Santana do Livramento – RS, tendo em vista a dificuldade de implementação do gerencialismo nessa repartição, e teve por objetivo analisar como a coexistência dos modelos de Administração patrimonialista e burocrático dificultam a implementação desse sistema na gestão municipal. Para tanto é necessário verificar as características dos modelos de administração patrimonialista e burocrático presentes na Secretaria, identificar como o modelo gerencial está sendo implementado e apontar quais as características dos modelos patrimonialista e burocrático que dificultam a implementação do gerencialismo. O referencial teórico da pesquisa foi explanado de modo a apresentar as características e os conceitos norteadores dos modelos de administração pública patrimonialista, burocrático e gerencial. Realizou-se um estudo de caso qualitativo na Secretaria de Administração da Prefeitura Municipal de Santana do Livramento – RS. Como método para compreendermos o universo da pesquisa, esse estudo caracteriza-se como descritivo e de víés qualitativo, pois para atingirmos os objetivos propostos neste estudo foi realizado uma análise para descrevermos a coexistência dos modelos da administração, na coleta dos dados foram utilizados instrumentos como a observação participante do pesquisador, análise de documentos e entrevistas. A análise de conteúdo foi utilizada para análise dos dados coletados. Diante disso, verifica-se que existem traços patrimoniais e burocráticos que impedem o avanço da implementação do gerencialismo, dentre os principais são: a prevalência dos interesses políticos em detrimento aos da gestão municipal, e a imutabilidade do planejamento. Ainda, foi possível identificar medidas para implementação do modelo gerencial no setor público da Prefeitura Municipal, como a redução das horas extras, a reestruturação do setor de arquivo, a implementação do protocolo digital, a captação de recursos, dentre outras. Concluiu-se que a pesquisa contribui para que pesquisadores busquem utilizar o estudo para se aprofundarem no tema, já para os gestores a pesquisa auxiliou na identificação dos principais entraves, que impedem o aumento da eficiência e a melhoria constante dos serviços prestados para a sociedade, podendo ser utilizados para possíveis correções, na forma de prestação desses serviços.
Mostrar mais

20 Ler mais

ESTRATÉGIA E ADMINISTRAÇÃO PÚBLICA: O CASO DO PROGRAMA "CHOQUE DE GESTÃO" DO GOVERNO DO ESTADO DE MINAS GERAIS

ESTRATÉGIA E ADMINISTRAÇÃO PÚBLICA: O CASO DO PROGRAMA "CHOQUE DE GESTÃO" DO GOVERNO DO ESTADO DE MINAS GERAIS

políticas atreladas ao choque de gestão. O conceito de planeja- mento estratégico, aqui, está associado a um método que possibilitou aos gestores públicos estabelecerem suas metas principais, bem como as diretrizes para alcançá-las e os projetos e ações prioritárias, tendo em vista as particu- laridades do ambiente interno e externo às organizações públicas (GUIMARÃES; ALMEIDA, 2006). Entre as diversas políticas que compunham o choque de gestão, uma característica esteve sempre presente: o planejamento estratégico. Nesse sentido, e tomando como base a reforma administrativa ocorrida na esfera federal brasileira no ano de 1995, a lógica de intervenção do setor público em Minas Gerais foi revertida para uma lógica de planejamento estratégico da ação estatal baseada em resultados. Para viabilizar o desenvolvimento de um governo que consiga a implementação de políticas públicas, como resultado de um processo de planejamento estratégico, foram definidas iniciativas de curto prazo que facilitariam o alcance dos resultados almejados no longo prazo (CORRÊA, 2007).
Mostrar mais

28 Ler mais

SECRETARIA DE ADMINISTRAÇÃO DO ESTADO FUNDAÇÃO DE ATENDIMENTO SOCIOEDUCATIVO - FUNASE SELEÇÃO PÚBLICA SIMPLIFICADA

SECRETARIA DE ADMINISTRAÇÃO DO ESTADO FUNDAÇÃO DE ATENDIMENTO SOCIOEDUCATIVO - FUNASE SELEÇÃO PÚBLICA SIMPLIFICADA

socioeducativo. Segundo a Lei 12.594, Os Estados inscreverão seus programas de atendimento e alterações no Conselho Estadual dos Direitos da Criança e do Adolescente[r]

8 Ler mais

APLICAÇÃO DOS PRECEDENTES JUDICIAIS NO ÂMBITO DA ADMINISTRAÇÃO PÚBLICA

APLICAÇÃO DOS PRECEDENTES JUDICIAIS NO ÂMBITO DA ADMINISTRAÇÃO PÚBLICA

Resumo: O presente estudo tem por objetivo examinar o processo de valorização dos precedentes no Direito brasileiro, vinculado historicamente à tradição jurídica do civil law. Dessa forma, imprescindível analisar a sistemática implementada pelo atual Código de Processo Civil, que busca estruturar um sistema de formação de decisões judiciais baseado em precedentes vinculantes. Como problema de pesquisa, buscou-se averiguar o alcance do diploma normativo processual no âmbito do direito administrativo, de modo a compreender se os precedentes judiciais estão aptos a vincular as atividades e atos da administração pública, e quais as razões para se implementar tal vinculação. Ainda, pretende-se aferir de que maneira se implementa referida vinculação. Para desenvolver o presente estudo, adotou-se a técnica de pesquisa bibliográfica, tendo como base livros, monografias e publicações em revistas, haja vista o caráter teórico do projeto.
Mostrar mais

23 Ler mais

ACCOUNTABILITY NA ADMINISTRAÇÃO PÚBLICA: ENFOQUE NA GESTÃO FINANCEIRA DAS OBRAS NA SECRETARIA MUNICIPAL DA FAZENDA DE BAGÉ

ACCOUNTABILITY NA ADMINISTRAÇÃO PÚBLICA: ENFOQUE NA GESTÃO FINANCEIRA DAS OBRAS NA SECRETARIA MUNICIPAL DA FAZENDA DE BAGÉ

O cumprimento das normativas dos concedentes e dos órgãos fiscalizadores à gestão pública municipal faz com que na Secretaria Municipal da Fazenda exista uma gama enorme de documentações, procedimentos e sistemas de informação que são adotados, para que a administração seja transparente, desde a origem da pactuação, a forma de pactuação, execução orçamentária, contratação do efetivo serviço, e a execução financeira até o parecer final de aprovação ou reprovação da análise do convênio.

15 Ler mais

Estudo da viabilidade da aplicação do Balanced Scorecard na administração pública: o caso da Secretaria de Estado da Educação e do Esporte de Alagoas - Brasil

Estudo da viabilidade da aplicação do Balanced Scorecard na administração pública: o caso da Secretaria de Estado da Educação e do Esporte de Alagoas - Brasil

Segundo Giollo (2002) a diferença do BSC em relação aos outros métodos de avaliação não está na abordagem pelas quatro perspectivas. Para ele, o "sucesso do Balanced Scorecard em termos empresariais está na visão de longo prazo do modelo e na relação causa e efeito dos indicadores" Giollo (2002, p. 43). Porém, para que ocorra o sucesso da adoção do BSC nas organizações, é fundamental que seja realizado periodicamene um feedback nas iniciativas estratégicas propostas nas perspectivas, considerando as constantes mudanças no mercado, que podem levar a mudanças também na estratégia empresarial, devendo, portanto, ser reavaliadas as metas voltadas para cada uma das perspectivas (M. D. de O. P. da Silva & Callado, 2012). Ademais, é necessário um forte apoio da alta administração na organização, que compreenda o BSC não como um conjunto de indicadores mas como um processo de mudança cultural da organização rumo à gestão estratégica (J. M. C. Lima, 2013).
Mostrar mais

145 Ler mais

GOVERNO DO ESTADO DE RORAIMA SECRETARIA DE ESTADO E GESTÃO ESTRATÉGICA E ADMINISTRAÇÃO DO ESTADO DE RORAIMA CONCURSO PÚBLICO N

GOVERNO DO ESTADO DE RORAIMA SECRETARIA DE ESTADO E GESTÃO ESTRATÉGICA E ADMINISTRAÇÃO DO ESTADO DE RORAIMA CONCURSO PÚBLICO N

8.5) O candidato inscrito como portador de necessidade especial deverá indicar tal condição no requerimento de inscrição e, ainda, enviar até o dia 10 de outubro de 2007, impreterivel[r]

8 Ler mais

Auditoria de tecnologia da informação na administração pública no âmbito dos Municípios do Estado do Rio de Janeiro

Auditoria de tecnologia da informação na administração pública no âmbito dos Municípios do Estado do Rio de Janeiro

Auditoria como instrumento de Controle e de avaliação das organizações:estudo de Caso envolvendo o fundo de recuperação do estado do espírito santo (FUNRES) com ba[r]

132 Ler mais

Perfil do gestor na administração pública gerencial: um estudo descritivo na Secretaria do  Agrário do Estado do Ceará

Perfil do gestor na administração pública gerencial: um estudo descritivo na Secretaria do Agrário do Estado do Ceará

O presente trabalho busca analisar de maneira descritiva a semelhança entre o perfil do gestor no modelo Gerencial da Administração Pública e o perfil dos funcionários/executivos que direta ou indiretamente exercem cargos de chefia na Secretaria do Desenvolvimento Agrário (SDA) do Estado do Ceará. Para melhor compreensão dessa relação, apresenta-se uma breve descrição dos modelos Patrimonialista e Burocrático, precursores do modelo Gerencial. Para a verificação da existência ou não dessa semelhança, ocorre, baseado no levantamento bibliográfico, o delineamento do perfil do gestor no modelo gerencial e o dos gestores da SDA obtido a partir da aplicação de um questionário. O questionário que subsidiou a análise foi construído com base no quadro de competências dos dirigentes públicos brasileiros, apresentado na fundamentação teórica, além de outros aspectos descritos no decorrer do mesmo capítulo, dentre eles fatores como liderança, comunicação, gestão de pessoas, motivacionais, profissionais, conhecimentos de normas e legislação, habilidades gerenciais, dentre outros. A partir das respostas dos questionários, verificou-se, de uma maneira geral, que os gestores públicos, envolvidos nas ações abordadas, possuem o perfil do gestor correspondente ao modelo gerencial. No entanto, convém ressaltar que, embora haja semelhança entre o perfil do gestor traçado no modelo gerencial e o perfil dos gestores da SDA, foram percebidas limitações e deficiências nas práticas de gestão executadas nesta Secretaria.
Mostrar mais

92 Ler mais

Show all 10000 documents...

temas relacionados