Top PDF Uma nova espécie de Coussarea Aubl. (Rubiaceae) para a mata atlântica no estado da Bahia, Brasil.

Uma nova espécie de Coussarea Aubl. (Rubiaceae) para a mata atlântica no estado da Bahia, Brasil.

Uma nova espécie de Coussarea Aubl. (Rubiaceae) para a mata atlântica no estado da Bahia, Brasil.

RESUMO – (Uma nova espécie de Coussarea Aubl. (Rubiaceae) para a Mata Atlântica no Estado da Bahia, Brasil). Uma nova espécie, Coussarea andrei M.S. Pereira & M.R. Barbosa, coletada em remanescentes de Mata Atlântica no Estado da Bahia, Brasil, é descrita e ilustrada. Próxima de Coussarea nodosa (Benth.) Müll. Arg., difere desta pelas folhas elípticas, pedúnculo da inflorescência com mais de 2,5 cm de comprimento, tirsos não umbeliformes, corola hipocrateriforme e o epicarpo do fruto de coloração castanho-dourado quando maduro.
Mostrar mais

3 Ler mais

Olyra bahiensis (Poaceae - Olyreae): uma nova espécie para a mata atlântica do estado da Bahia, Brasil.

Olyra bahiensis (Poaceae - Olyreae): uma nova espécie para a mata atlântica do estado da Bahia, Brasil.

RESUMO – (Olyra bahiensis (Poaceae – Olyreae): uma nova espécie para a mata atlântica do estado da Bahia, Brasil). Uma nova espécie de Olyra é descrita e ilustrada. Olyra bahiensis R.P.Oliveira & Longhi-Wagner é relacionada à O. ciliatifolia Raddi (amplamente distribuída na América do Sul) e à O. juruana Mez, O. amapana Soderstr. & Zuloaga e O. loretensis Mez (ocorrentes na região Amazônica), pela presença de tricomas recobrindo totalmente o antécio feminino. A nova espécie ocorre na mata atlântica do sul da Bahia, na mesma área onde também são encontradas várias espécies endêmicas de gramíneas. As populações de O. bahiensis apresentam pequeno número de indivíduos, os quais habitam áreas sombreadas em remanescentes de matas úmidas associadas ao cultivo de cacau. Uma chave analítica para O. bahiensis e espécies relacionadas é também apresentada.
Mostrar mais

5 Ler mais

Uma nova espécie de Tityus C. L. Koch, 1836 (Scorpiones, Buthidae) do estado da Bahia, Brasil.

Uma nova espécie de Tityus C. L. Koch, 1836 (Scorpiones, Buthidae) do estado da Bahia, Brasil.

Uma nova espécie do gênero Tityus C.L. Koch, 1836 (Scorpiones, Buthidae) é descrita dos municípios de Anagé (36’44’’14S - 08’08’’41W) e Poções (31’47’’14S - 21’55’’40W) no estado da Bahia, Brasil. Tityus aba n. sp pertence ao grupo Tityus bahiensis (Lourenço, 2002), caracterizado por espécies de tamanho que variam de cinco a sete cm de comprimento, com colorido variando do amarelo - palha ao marrom avermelhado e sem a lâmina mediana basal dilatada nas fêmeas. Neste grupo, aproxima-se das espécies do complexo Tityus stigmurus (Lourenço, 2001). A nova espécie é mais próxima de Tityus stigmurus (Thorell, 1876), Tityus martinpaechi Lourenço, 2001 e de Tityus melici Lourenço, 2003, distinguindo-se da primeira por apresentar o prossoma quase totalmente negro, maior número de dentes pectíneos e tamanho maior; da segunda por não apresentar manchas nos palpos e pernas, ausência de uma mancha negra de forma triangular sobre o prossoma e também tamanho maior, a da última pela ausência de manchas confluentes no mesossoma e de faixa longitudinal na face ventral dos segmentos de I a IV do metassoma. Tityus aba n.sp. apresenta indivíduos de médio a grande porte, medindo de 6,0 a 7,65 centímetros, de colorido geral castanho claro, com prossoma escuro quase negro e tergitos com três faixas escuras longitudinais, sendo uma mediana e duas laterais; carenas medianas dorsais dos segmentos II a IV com o último granulo maior, tornando-se espiniforme nos segmentos III e IV. Os machos apresentam os palpos mais delgados em relação às fêmeas e os segmentos IV e V do metassoma mais dilatados.
Mostrar mais

8 Ler mais

Levantamento florístico de um remanescente de Mata Atlântica no litoral norte do Estado da Bahia, Brasil.

Levantamento florístico de um remanescente de Mata Atlântica no litoral norte do Estado da Bahia, Brasil.

RESUMO - (Levantamento florístico de um remanescente de Mata Atlântica no litoral norte do Estado da Bahia, Brasil). A Mata Atlântica do Nordeste brasileiro abriga diversas fisionomias, tendo cerca de 46% dos seus remanescentes localizados no Estado da Bahia. Entretanto, inventários florísticos realizados no Domínio Atlântico no Estado estão geralmente concentrados em áreas no litoral sul e de restinga no litoral norte. Dessa forma, o presente trabalho realizou o levantamento florístico de um remanescente de Floresta Estacional Semidecidual, na Fazenda Regional de Criação/UFBA, município de Entre Rios, litoral norte do Estado. Foram registradas 192 espécies, distribuídas em 139 gêneros e 59 famílias. A presença de duas espécies novas, uma espécie rara, quatro espécies com distribuição restrita para essa região e duas citadas como vulneráveis demonstram a importância dos remanescentes de Mata Atlântica do litoral norte da Bahia, visto que eles possuem riqueza e características fisionômicas não encontradas em outras áreas do Domínio Atlântico.
Mostrar mais

15 Ler mais

Aspectos comparativos das comunidades de aranhas (Araneae) em dois remanescentes de Mata Atlântica do Estado da Bahia, Brasil.

Aspectos comparativos das comunidades de aranhas (Araneae) em dois remanescentes de Mata Atlântica do Estado da Bahia, Brasil.

The Atlantic Rainforest has suffered a rapid fragmentation process which has directly affected its biodiversity. The aim of the present study was to inventory of the spider community composition in two Atlantic Rainforest remnants in the state of Bahia, in order to enable a comparison of the abundance, richness and species diversity between the plots. The aim is to contribute towards further studies on the dynamics of the forest remnants. The sampled areas were of distinctive sizes, the Pituaçu Metropolitan Park (PMP) in Salvador with 425 hectares and the Matinha City Park (PMM) in Itapetinga with nine hectares. The spiders were collected using the nocturnal manual collection method in a 30m x 5m transect for an hour, totalling 10 hours of sampling effort. A total of 362 individuals were collected, of which 152 were, belonging to 20 families, and 60 species. Of these, 37 species of 12 families were collected in the PMP and 30 species of 16 families in the PMM. The abundance of the most frequent families (minimum of ten captures) did not differ between the plots (U=46,00; p=0.7959), with a Sorensen similarity index of 82,4%. Also, the estimates of the abundance and richness do not differ between the areas (U=65.000; p=0.2799 and U=20755, p=0.1451, respectively). Nevertheless, the diversity was higher in the PMP (D=8.1922) than the PMM (D=6.8032). The results suggest that the similarities between the areas may be a consequence of factors related to the fragmentation processes, such as disturbance history. However, other factors, such as the shape of the remnants and the type of neighborhood, apart from other variables, eg. the flora composition, may also interfere on the dynamics of the spider’s communities in these fragments.
Mostrar mais

9 Ler mais

Descrição de uma nova espécie de peixe anual do Estado da Bahia, Brasil (Cyprinodontiformes, Rivulidae).

Descrição de uma nova espécie de peixe anual do Estado da Bahia, Brasil (Cyprinodontiformes, Rivulidae).

A nadadeira anal exibe na metade basal e na margem posterior, colorido verme- lho com pequenas gotas azuis esverdeadas; urna área de tonalidade azulada ocupa a mar- gem anterior[r]

5 Ler mais

A família Orchidaceae no município de Morro do Chapéu, Bahia, Brasil.

A família Orchidaceae no município de Morro do Chapéu, Bahia, Brasil.

O levantamento de Orchidaceae da Serra do Japi, da região central do estado de São Paulo e do estado do Paraná inteiro são maiores que a lista de Morro do Chapéu, embora este município possua uma área territorial bem maior. Os mencionados levantamentos foram realizados em áreas predominantemente de floresta e se considerarmos que mais da metade das espécies de orquídeas brasileiras ocorrem em áreas de floresta (Barros et al. 2010) é compreensível que todos os levantamentos que incluam esse tipo vegetacional apresentem elevada riqueza quando comparados com áreas como Morro do Chapéu, cuja cobertura vegetal é constituída por caatinga em grande parte da sua extensão. Quando são comparados levantamentos florísticos realizados no Brasil, áreas ecotonais entre a Mata Atlântica e o Cerrado, como a região central de São Paulo, tendem a ser mais diversas que regiões de Cerrado somente, perdendo só para regiões exclusivamente de Mata Atlântica (Ferreira & Pansarin 2010). Em geral, os ambientes úmidos, próximos ao mar e com relevo montanhoso costumam ser as áreas mais ricas em espécies de Orchidaceae (Pabst & Dungs 1975; Dressler 1993). A diversidade de Orchidaceae de Morro do Chapéu é também menor que a do Distrito Federal. O município tem uma área aproximadamente do mesmo tamanho do território do DF, no entanto, o número de espécies do DF é quase o quíntuplo do levantamento aqui apresentado. Isso se deve, em parte, ao maior esforço de coleta e amostragem no Distrito Federal (Batista & Bianchetti 2003), mas outro detalhe é que o DF é um centro de riqueza de alguns gêneros de cerrado, a exemplo de Habenaria, que sozinho apresenta 77 espécies no inventário de
Mostrar mais

46 Ler mais

Musgos (Bryophyta) de um fragmento de Mata Atlântica na Serra da Jibóia, município de Santa Terezinha, BA, Brasil.

Musgos (Bryophyta) de um fragmento de Mata Atlântica na Serra da Jibóia, município de Santa Terezinha, BA, Brasil.

RESUMO – (Musgos (Bryophyta) de um fragmento de Mata Atlântica na Serra da Jibóia, município de Santa Terezinha, BA, Brasil). O levantamento de musgos realizado em uma área de Mata Atlântica no município de Santa Terezinha, Bahia, resultou em flora rica, com 61 espécies pertencentes a 23 famílias e 46 gêneros. Sematophyllaceae (sete spp.), Orthotrichaceae (seis spp.), Pilotrichaceae (cinco spp.), Calymperaceae (cinco spp.), Leucobryaceae (cinco spp.) e Meteoriaceae (quatro spp.) apresentaram maior riqueza específica. Actinodontium integrifolium (Broth.) Churchill e Calymperes venezuelanum (Mitt.) Broth. ex Pittier constituem novos registros para o Brasil. Ectropothecium leptochaeton (Schwaegr.) W.R. Buck, Eulacophyllum cultelliforme (Sull.) W.R. Buck & Ireland, Fissidens santa- clarensis Thér., Lepidopilidium portoricense (Müll. Hal.) H.A. Crum & Steere, Mittenothamnium reptans (Hedw.) Card., Orthostichella pentasticha (Brid.) W.R. Buck, Pilotrichella flexilis (Hedw.) Ångstr., Porotrichum mutabile Hampe e Thuidium tomentosum Schimp. são novas ocorrências para a Bahia. Houve predomínio de táxons de distribuição neotropical. A comunidade corticícola foi predominante com 70% das espécies, seguida da epíxila, com 23%. A brioflora do fragmento mostrou-se rica já que corresponde a 24% do total de briófitas atualmente conhecido no Estado.
Mostrar mais

7 Ler mais

Uma espécie nova de Lauraceae da floresta atlântica do Brasil.

Uma espécie nova de Lauraceae da floresta atlântica do Brasil.

Este estudo foi realizado através da análise das coleções depositadas nos herbários MBM e UPCB (Thiers 2009, continuamente atualizado) e de expedições de coleta realizadas pelo primeiro autor a partir de 2006. Para a comparação com os táxons relacionados utilizou-se a circunscrição das espécies e sinônimos propostos por Assis & Mello- Siva (2010). O estado de conservação da espécie seguiu os critérios da IUCN versão 3.1 (2001). As fotografias de detalhes das folhas, ápice do ramo e flores foram obtidas no laboratório Taxonline da Universidade Federal do Paraná, a partir de câmera Leica DFC500 acoplada à lupa Leica Mz16, com uso dos softwares Auto-Montage- Pro 5.03 Syncroscopy e Leica IM50 Versão 5. A classificação de floresta atlântica (stricto sensu) segue o conceito de Oliveira-Filho & Fontes (2000), correspondendo à Floresta Ombrófila Densa, presente em toda a faixa litorânea, desde o Rio Grande do Norte até o Rio Grande do Sul, formação que pertence ao bioma Mata Atlântica (Veloso et al. 1991; IBGE 2004).
Mostrar mais

7 Ler mais

Miconia Ruiz & Pav. no Núcleo Curucutu, Parque Estadual da Serra do Mar, Estado de São Paulo, Brasil.

Miconia Ruiz & Pav. no Núcleo Curucutu, Parque Estadual da Serra do Mar, Estado de São Paulo, Brasil.

Miconia theizans é extremamente semelhante a M. hirtella Cogn., a distinção se dá pela presença de tricomas simples nas folhas e, às vezes, ramos de M. hirtella. Para Martins et al. (2009) a presença ou ausência dos tricomas possa ser mera variação morfológica, tratando-se de uma única espécie. No Núcleo Curucutu, M. theizans distingue-se facilmente das demais por ser a única na área de estudo, a apresentar a antera tetraporada. Esta espécie também apresenta ramo e limbo glabros, características pouco comuns para as espécies da área.
Mostrar mais

10 Ler mais

Diversidade de espécies e ecologia da comunidade de lagartos de um fragmento de Mata Atlântica no nordeste do Brasil

Diversidade de espécies e ecologia da comunidade de lagartos de um fragmento de Mata Atlântica no nordeste do Brasil

27 espécies de áreas abertas), não tinha sido observada, já que a primeira espécie, por ter hábito semi-fossório não costuma ser observada se - deslocando (Borges-Nojosa & Charamaschi, 2003; Nogueira et al., 2005; Quintela et al., 2006). Por outro lado, sobreposições para espécies com preferência por áreas de vegetação aberta tem sido registradas, principalmente para lagartos de ampla distribuição geográfica como Tropidurus hispidus e Ameiva ameiva (Teixeira, 2001; Mesquita et al., 2006a,b). Segundo Sartorius et al., (1999), espécies típicas de áreas de vegetação aberta, como Ameiva ameiva, podem invadir áreas de florestas, competindo por espaço, alimento e locais de postura, o que pode causar danos irreversíveis à comunidade habitante de áreas florestadas . Duas desovas desta espécie foram localizadas no interior da mata, em um barranco à beira da estrada, e sob material em decomposição na base de uma palmeira, a última junto a ovos de Kentropyx calcarata e Anolis fuscoauratus. Não é raro que espécies florestais como Kentropyx calcarata e as do gênero Anolis venham habitar a borda da mata (Teixeira, 2001; Mesquita et al., 2006a). Este foi também o caso de Enyalius catenatus neste trabalho. Isto provavelmente ocorre pela destruição do hábitat natural
Mostrar mais

90 Ler mais

Considerações sobre Coprophanaeus ensifer (Germar) (Coleoptera, Scarabaeidae) em um remanescente de Mata Atlântica no Estado da Paraíba, Brasil.

Considerações sobre Coprophanaeus ensifer (Germar) (Coleoptera, Scarabaeidae) em um remanescente de Mata Atlântica no Estado da Paraíba, Brasil.

A ocorrência de C. ensifer no Nordeste do Brasil foi registrada pela primeira por Endres (2003). Esta espécie encontra-se distribuída principalmente nos remanescentes de Mata Atlântica da Paraíba, tendo sido coletada também na Reserva Biológica Guaribas, localizada ao norte do Estado, tanto em áreas de Mata como em áreas adjacentes cobertas por vegetação característica de Tabuleiro Nordestino, semelhante ao Cerrado do Brasil Central (Endres 2003). Esta espécie não foi coletada na Caatinga, embora 20 outras espécies de Scarabaeidae tenham sido coletadas (Hernández, 2005), portanto sua distribuição deve estar restrita aos locais de Mata e suas proximidades, já que os baixos níveis de precipitação em outras regiões do Estado, aparentemente representam um fator limitante para o seu estabelecimento.
Mostrar mais

3 Ler mais

A IMPLEMENTAÇAO DA POLÍTICA DE FORMAÇÃO E DESENVOLVIMENTO DE GESTORES ESCOLARES DO ESTADO DO RIO DE JANEIRO: UMA ANÁLISE A PARTIR DA REGIONAL METROPOLITANA II

A IMPLEMENTAÇAO DA POLÍTICA DE FORMAÇÃO E DESENVOLVIMENTO DE GESTORES ESCOLARES DO ESTADO DO RIO DE JANEIRO: UMA ANÁLISE A PARTIR DA REGIONAL METROPOLITANA II

Esta dissertação, desebvolvida no âmbito do Programa de Pós-graduação Profissional em Gestão e Avaliação da Educação Pública da Universidade Federal de Juiz de Fora, teve como objetivo identificar e analisar as demandas de formação dos gestores de escola na SEEDUC/RJ, de modo a contribuir com a proposição de ações que possam suprir os gaps existentes. Para tanto, foi necessário analisar a política de formação e desenvolvimento de pessoas da Secretaria de Estado de Educação do Rio de Janeiro, executada a partir de 2010, sob a perspectiva das ações empreendidas para os diretores escolares, levando em consideração, também, a percepção desses gestores, acerca dessa política. A pesquisa teve como recorte de análise três dos cursos ofertados para gestores escolares entre os anos de 2011 a 2013; são eles: Curso de Formação do Processo Seletivo Interno (PSI), MBA em Gestão Empreendedora em Educação e o Fórum de Gestão e Liderança Escolar. Os dados foram coletados por meio de pesquisa documental e bibliográfica, observação participante e pesquisa de campo com aplicação de questionário. O questionário foi aplicado nos diretores escolares da Regional Metropolitana II. Na análise, foram investigados os seguintes elementos: perfil de formação do gestor, análise dos três cursos e sugestões de formatos e assuntos para a elaboração de novas propostas de formação. Esse estudo foi desenvolvido, a partir da contribuição de autores como: Fleury (2001), Freitas (2009), Lück (2000, 2009, 2010), Pacheco at al. (2009), Mintzberg (2010), Machado (2010, 2012), Kuenzer (2013), Polon (2013), dentre outros. A pesquisa mostrou os pontos relevantes e os limites dos três cursos analisados, revelando lacunas que necessitam ser trabalhadas. O diagnóstico realizado foi fundamental para a elaboração de um Plano de Ação Educacional direcionado ao enriquecimento da política de formação e desenvolvimento para gestores escolares, implementada no estado.
Mostrar mais

212 Ler mais

UNIVERSIDADE FEDERAL DE JUIZ DE FORA CENTRO DE POLÍTICAS PÚBLICAS E AVALIAÇÃO DA EDUCAÇÃO PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO PROFISSIONAL EM GESTÃO E AVALIAÇÃO DA EDUCAÇÃO PÚBLICA ROGÉRIO AUGUSTO DOS SANTOS

UNIVERSIDADE FEDERAL DE JUIZ DE FORA CENTRO DE POLÍTICAS PÚBLICAS E AVALIAÇÃO DA EDUCAÇÃO PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO PROFISSIONAL EM GESTÃO E AVALIAÇÃO DA EDUCAÇÃO PÚBLICA ROGÉRIO AUGUSTO DOS SANTOS

A segunda parte da pesquisa compreendeu o primeiro contato in loco com a equipe gestora da escola. Ele foi realizado no dia 20/02/2015 e durou cerca de 4 horas no turno da manhã. Nesse momento, foi possível conversar com a vice-diretora e os dois supervisores pedagógicos sobre a organização da escola e ainda analisar, de maneira geral, os instrumentos normativos da unidade escolar, o Projeto Político Pedagógico e Regimento Escolar. Cabe ressaltar que, esses documentos estavam em fase de revisão para atendimento às orientações da Secretaria de Estado de Educação de Minas Gerais por meio do Serviço de Inspeção Escolar da SRE “Metropolitana X”. Ao final desse primeiro encontro, foram disponibilizados pela vice-diretora via e- mail os referidos documentos para análise e o agendamento de uma nova visita à escola.
Mostrar mais

142 Ler mais

Novas espécies de Coussarea Aubl. e Faramea Aubl. (Rubiaceae, tribo Coussareae).

Novas espécies de Coussarea Aubl. e Faramea Aubl. (Rubiaceae, tribo Coussareae).

Tipos: BRASIL. São Paulo: Ubatuba, Picinguaba, Parque Estadual da Serra do Mar, margens do rio da Fazenda, 29/XII/1992, M. Sanchez & F. Pedroni 29 (Holotypus HRCB; Isotypus: RB) idem, 13/I/1997, I.S.M. Gajardo s.n. (Paratypus HRCB 27821, Isoparatypus RB); Ubatuba, 1/VII/1959, M. Kuhlmann 4.629 (Paratypus SP, Isoparatypus IAC); mata da cachoeira do Macaco, 25/VI/1986 (fl., fr.), M. Kirizawa 1696 (Paratypus SP, Isoparatypus RB); Km 11 da vila Picinguaba, 150-400m.s.m., 1987, Edna s.n. (Paratypus SPF 67.685); 1987, Edna s.n. (Paratypus SPF 67.688, Isopara- typus: K).

10 Ler mais

DA PARTICIPAÇÃO AO ENVOLVIMENTO PARENTAL: UMA ESTRATÉGIA DE AÇÃO PARA A GESTÃO ESCOLAR NA BUSCA DE MELHORIAS NO PROCESSO DE ENSINO E APRENDIZAGEM – Mestrado em Gestão e Avaliação da Educação Pública

DA PARTICIPAÇÃO AO ENVOLVIMENTO PARENTAL: UMA ESTRATÉGIA DE AÇÃO PARA A GESTÃO ESCOLAR NA BUSCA DE MELHORIAS NO PROCESSO DE ENSINO E APRENDIZAGEM – Mestrado em Gestão e Avaliação da Educação Pública

A unidade escolar está localizada na região Sul do Município de Limeira – interior do estado de São Paulo. A região Sul do município é uma das mais vulneráveis da cidade, contando com uma população aproximada de sete mil e quinhentas pessoas, apresenta indicadores de alta exclusão social segundo dados fornecidos pelo CEPROSOM (Centro de Promoção Social Municipal). A escola abrange dois bairros que são os responsáveis por esses indicadores, o bairro Odécio Degan nascido de um processo de desfavelamento; o outro, denominado Ernesto Kühl, é proveniente de uma ocupação do Movimento dos Trabalhadores Sem Teto, ocorrido em 1996. Depois da ocupação do MTST a escola foi inaugurada e desde então os filhos dessa comunidade frequentam, em sua maioria, esta escola.
Mostrar mais

115 Ler mais

Palavras-chave: Chiroptera, inventários, sudeste da Bahia, Mata Atlântica, Brasil

Palavras-chave: Chiroptera, inventários, sudeste da Bahia, Mata Atlântica, Brasil

Our results show that the mosaic comprising caves, forests, and agricultural habitats in the southern state of Bahia harbors a rich bat fauna, including vulnerable species such as Platyrrhinus recifinus. Linked to our results, and the probable ecological dependency of bat species to origi- nal habitats, it is crucial to note that the native forest cover remaining in the state is sharply reduced to 5-7% of its origi- nal extent and is currently highly fragmented (Thomas et. al. 1998). Furthermore, most of the forest cover still present in southern Bahia, and usually computed as native forest ( SOS Mata Atlântica & INPE 1993) is, in fact, shade cacao plantation under the cabruca system (May & Rocha 1996). Although some cabrucas can harbor rich bat assemblages, it has been shown that many bat species reported in cabrucas are dependent on the native forest remnants still present nearby these agroforests (see Faria 2006, Faria & Baumgarten in press, Faria et al 2006). Therefore, although in this paper we do not intend to document direct threats to the local bat assemblage, we call attention to the urgent measures that should be taken in order to preserve the remaining forest remnants in an attempt to contribute to the preservation of local biodiversity.
Mostrar mais

13 Ler mais

A IMPLANTAÇÃO DA AVALIAÇÃO DE DESEMPENHO POR COMPETÊNCIAS NA SECRETARIA DE ESTADO DE EDUCAÇÃO DE MINAS GERAIS NO ANO DE 2014 – Mestrado em Gestão e Avaliação da Educação Pública

A IMPLANTAÇÃO DA AVALIAÇÃO DE DESEMPENHO POR COMPETÊNCIAS NA SECRETARIA DE ESTADO DE EDUCAÇÃO DE MINAS GERAIS NO ANO DE 2014 – Mestrado em Gestão e Avaliação da Educação Pública

A presente pesquisa discute o desafio de se implantar um sistema meritocrático de responsabilização e avaliação de desempenho na Secretaria de Estado de Educação de Minas Gerais (SEE/MG), a partir dos processos de Avaliação de Desempenho Individual (ADI) e Avaliação Especial de Desempenho (AED). Em 2014, a SEE/MG alterou a metodologia do processo de avaliação de desempenho dos servidores administrativos ao adotar a avaliação por competências, na perspectiva da gestão do desempenho. A complexidade da fase de implantação inerente às políticas públicas, somada às dificuldades verificadas em anos anteriores (2004 a 2013) e às adaptações necessárias para sua implantação na SEE/MG, motivou este estudo. Como objetivo geral, buscou-se identificar as resistências verificadas na implementação dos processos de avaliação de desempenho na SEE/MG, a fim de propor medidas para favorecer a efetivação da avaliação de desempenho por competências para os servidores administrativos em exercício nas unidades central e regionais da SEE/MG. Trata-se de uma pesquisa descritiva, com abordagem qualitativa. No estudo de caso realizado, foram entrevistados gestores responsáveis pela implantação da avaliação por competências nas Secretarias de Estado de Planejamento e Gestão (SEPLAG/MG), Agricultura, Pecuária e Abastecimento (SEAPA/MG) e Fazenda (SEF/MG) e, por meio de questionários, buscou-se conhecer a percepção de servidores envolvidos com a implantação do processo na SEE/MG. A pesquisa demonstrou que a consolidação da política de avaliação de desempenho no serviço público estadual vai além do desenvolvimento de técnicas avaliativas ou observância dos procedimentos legais. Para minimizar antigas e novas resistências, evidenciadas, principalmente, pela incompreensão da metodologia, falta de credibilidade no processo e descomprometimento dos avaliadores, foi proposto um curso a distância para os gestores e responsáveis pela implantação do processo na SEE/MG, bem como um estudo amplo sobre a avaliação por competências, com o desenvolvimento de instrumento para avaliar as competências técnicas necessárias para o exercício dos diversos cargos das carreiras da SEE/MG.
Mostrar mais

194 Ler mais

MÔNICA FIGUEIREDO DE MORAES A INFLUÊNCIA DA INFRAESTRUTURA NO DESEMPENHO ESCOLAR: ESTUDO DE CASO DE TRÊS COLÉGIOS DO ESTADO DO RIO DE JANEIRO

MÔNICA FIGUEIREDO DE MORAES A INFLUÊNCIA DA INFRAESTRUTURA NO DESEMPENHO ESCOLAR: ESTUDO DE CASO DE TRÊS COLÉGIOS DO ESTADO DO RIO DE JANEIRO

Neste contexto,para orientar a pesquisa apresenta-se neste capítulo, a Sede SEEDUC/RJ com as funções e atribuições dos respectivos gestoresresponsáveis pela elaboraçãodas políticas públicas, instituição de portarias e decretos (atos administrativos) para que haja regulamentação e aplicação das leis educacionais da rede Estadual de Ensino. É importante entender que para fiscalizar, monitorar e controlar toda a rede de ensino no que tange a recursos humanos, rede física, financeira, orçamentária,estes gestores utilizam das Diretorias Regionais, unidades responsáveis pelos colégios estaduais em suas áreas de abrangência. Estas Diretorias permitem mais rapidez, agilidade e dinâmica na coordenação e implantação de políticas públicas noscolégio do estado do Rio de Janeiro.
Mostrar mais

137 Ler mais

Uma nova espécie de Bacopa Aubl. (Scrophulariaceae) da América do Sul.

Uma nova espécie de Bacopa Aubl. (Scrophulariaceae) da América do Sul.

Bacopa australis ocorre no Mato Grosso do Sul, São Paulo, nos Estados do Sul do Brasil e na Argentina. Considerando que a maior parte das espécies de Bacopa ocorre acima desta área e esta é uma das poucas espécies de Bacopa que ocorrem no Sul do Brasil e Argentina, optou-se pelo epíteto “australis”.

6 Ler mais

Show all 10000 documents...

temas relacionados