Top PDF Lista das espécies e gêneros de Culicídeos encontrados nos estados do Brasil. X. Estado do Acre (Diptera, Culicidae).

Lista das espécies e gêneros de Culicídeos encontrados nos estados do Brasil. X. Estado do Acre (Diptera, Culicidae).

Lista das espécies e gêneros de Culicídeos encontrados nos estados do Brasil. X. Estado do Acre (Diptera, Culicidae).

R.; Deane, Μ. P. ­1947a. Chave ilustrada para a identi­ ficação de trinta e cinco espécies de anofelinos das regiões Nordestinas e Amazônica do Brasil pelos caractere's da fêmea, com no[r]

11 Ler mais

Lista das espécies e gêneros de Culicídeos encontrados nos estados do Brasil. VIII. Rondônia (Diptera, Culicidae).

Lista das espécies e gêneros de Culicídeos encontrados nos estados do Brasil. VIII. Rondônia (Diptera, Culicidae).

Os nomes dos municípios estão em letras maiúscu- las, as localidades onde foram assinaladas as espécies, em letras minúsculas.. Uma (+) entre parênteses, seguida da localidade, indica q[r]

10 Ler mais

Lista das espécies e gêneros de Culicídeos encontrados nos estados do Brasil. IX. Maranhão (Diptera, Culicidae).

Lista das espécies e gêneros de Culicídeos encontrados nos estados do Brasil. IX. Maranhão (Diptera, Culicidae).

Itapecuru, PEDREIRAS: Pedreiras, PENALVA: Barro Vermelho, SÃO JOÃO DÓS PATOS: Sí- tio Riachão, SÃO LUIZ: São Luiz, SÃO LUIZ GONZAGA DO MARANHÃO: São Luiz Gonzaga do Maranhão, VIANA: Via[r]

12 Ler mais

As espécies de ephemeroptera (insecta) registradas para o Brasil.

As espécies de ephemeroptera (insecta) registradas para o Brasil.

Grande do Sul; SC, Santa Catarina. Região Sudeste. ES, Espírito Santo; MG, Minas Gerais; RJ, Rio de Janeiro; SP, São Paulo. Região Centro-Oeste. DF, Distrito Federal; GO, Goiás; MS, Mato Grosso do Sul; MT, Mato Grosso. Região Nordeste. BA, Bahia. Região Norte. AC, Acre; AM, Amazonas; PA, Pará; RO, Rondônia; RR, Roraima. Alguns estados das regiões Nordeste e Norte não constam na lista, uma vez que para os mesmos não foram encontrados registros de nenhuma espécie de Ephemeroptera (veja Discussão). Em poucos casos, ou por faltar uma referência mais específica sobre a localidade (alguns trabalhos antigos citavam a localidade da espécie apenas como Brasil), ou pela referência constar apenas de uma localidade sem especificação do estado (e várias localidades homônimas ocorrem em diferentes estados), é utilizada a seguinte simbologia [??]. E, finalmente, quando não se sabe o estado, porém a região onde a espécie foi encontrada é conhecida, o nome da mesma é escrito por extenso.
Mostrar mais

34 Ler mais

RAIF MARLICE SILVA DE LIMA POLÍTICA DE RESULTADO E BONIFICAÇÃO: UM ESTUDO DE CASO EM TRÊS ESCOLAS DA COORDENADORIA DISTRITAL 3 DO ESTADO DO AMAZONAS

RAIF MARLICE SILVA DE LIMA POLÍTICA DE RESULTADO E BONIFICAÇÃO: UM ESTUDO DE CASO EM TRÊS ESCOLAS DA COORDENADORIA DISTRITAL 3 DO ESTADO DO AMAZONAS

No informativo enviado para as escolas 15 em 2013, a gerente de assessoria de avaliação afirma que o SADEAM compreende dois programas de avaliação: o Programa de Avaliação Diagnóstica do Desempenho Escolar (Testes Simulados) e o Programa de Avaliação Externa. O primeiro programa consiste na aplicação de testes que simulam as avaliações externas, estes testes são elaborados duas vezes ao ano, uma no primeiro semestre e outra no segundo semestre, pela equipe de Avaliação e Desempenho da Secretaria Estadual de Educação, sendo entregues às Coordenadorias Distritais Educacionais, tanto na capital como no interior do Estado, que repassam para as escolas para que possam ser aplicados pelos professores das turmas que serão submetidas à avaliação naquele ano. O objetivo da aplicação dostestes simulados é contribuir com o trabalho do professor em sala de aula, pois ele é capaz de diagnosticar o desempenho dos alunos, identificando as principais dificuldades. Já o segundo programa tem como objetivo definir subsídios para a formulação de políticas educacionais e acompanhar, ao longo do tempo, a qualidade da educação. Uma dessas políticas, implementadas pelo governo do Estado, foi o programa de reforço.
Mostrar mais

124 Ler mais

Flora das cangas da Serra dos Carajás, Pará, Brasil: Orchidaceae

Flora das cangas da Serra dos Carajás, Pará, Brasil: Orchidaceae

É um gênero Neotropical que se distribui desde a Flórida até o norte da Argentina, incluindo cerca de 150 espécies (Govaerts et al. 2017). No Brasil são encontradas 39 espécies, sendo 29 endêmicas (BFG 2015). Ainda de acordo com estes autores, no Pará, podem ser encontradas nove espécies. Silveira et al. (1995) citaram a ocorrência de quatro espécies de Encyclia na Serra dos Carajás, E. amicta (L.Linden. & Rchb.f.) Schltr. (com nome de aplicação incerta de acordo com BFG (2015), mas sinônimo de E. flava (Lindl.) Porto & Brade de acordo com The Plant List (2017), E. linearifolioides (Kraenzl.) Hoehne, E. fragrans (Sw.) Dressler (agora sinônimo de Prosthechea fragrans (Sw.) W.E. Higgins) e E. randii (Barb.Rodr.) Porto & Brade. Contudo, apenas E. randii (Barb.Rodr.) Porto & Brade foi encontrada nas áreas de canga.
Mostrar mais

24 Ler mais

Intelectuais e política: observações acerca do transformismo nos escritos de Antonio Gramsci — Outubro Revista

Intelectuais e política: observações acerca do transformismo nos escritos de Antonio Gramsci — Outubro Revista

A defesa da separação entre sociedade civil e Estado atua como discurso ideológico, com uma força desagregadora das classes tra- balhadoras; na prática, o Estado liberal tem uma função regulado- ra da ordem econômica, à medida que estabelece leis e regras de caráter estatal que garantem o funcionamento do mercado (Q, p. 1590). Já o sindicalismo teórico, ao separar a economia da política e privilegiar a primeira, exclui “a transformação do grupo subor- dinado em dominante”, ou porque “o problema sequer é coloca- do (fabianismo)”, ou porque é apresentado de modo “ineficiente (tendências social-democratas em geral)”, a partir da redução de todo o processo político ao seu significado econômico (i dem , p.
Mostrar mais

22 Ler mais

Estado, capital, trabalho e organização sindical: a (re)construção das classes trabalhadoras no Brasil — Outubro Revista

Estado, capital, trabalho e organização sindical: a (re)construção das classes trabalhadoras no Brasil — Outubro Revista

ESTADO, CAPITAL, TRABALHO E ORGANIZAÇÃO SINDICAL -65 distribuição dessa "nova" taxa que será feita na proporção de 10% para as centrais sindicais, 5% para as confederações, [r]

25 Ler mais

UNIVERSIDADE FEDERAL DE JUIZ DE FORA CAEd-CENTRO DE POLÍTICAS PÚBLICAS E AVALIAÇÃO DA EDUCAÇÃO PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO PROFISSIONAL EM GESTÃO E AVALIAÇÃO DA EDUCAÇÃO PÚBLICA

UNIVERSIDADE FEDERAL DE JUIZ DE FORA CAEd-CENTRO DE POLÍTICAS PÚBLICAS E AVALIAÇÃO DA EDUCAÇÃO PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO PROFISSIONAL EM GESTÃO E AVALIAÇÃO DA EDUCAÇÃO PÚBLICA

A presente dissertação foi desenvolvida no âmbito do Mestrado Profissional em Gestão e Avaliação da Educação (PPGP) do Centro de Políticas Públicas e Avaliação da Educação da Universidade Federal de Juiz de Fora (CAEd/UFJF). O caso de gestão estudado discute o acompanhamento pedagógico das classes multisseriadas de escolas rurais da Coordenação do Ensino Rural da Secretaria Estadual de Educação do Acre (SEE/AC). Os objetivos definidos para este estudo foram: i) descrever a política de Educação do Campo no estado do Acre; ii) analisar o acompanhamento pedagógico realizado e iii) propor um Plano de Ação Educacional (PAE). Para tanto, utilizamos, como metodologia, a pesquisa qualitativa. Foi feito levantamento de informações em documentos oficiais do Ministério da Educação, artigos, livros, dissertações e na legislação específica sobre Educação do Campo, além de documentos da Coordenação do Ensino Rural da SEE/AC. Diante do estudo, concluiu-se que o Estado possui uma política para a Educação do Campo, mas a gestão do acompanhamento das classes multisseriadas é deficiente, pois não há um nivelamento/padrão deste, o que dificulta o monitoramento posterior. Frente a isso, o PAE apresentado diz respeito a uma proposta de projeto de acompanhamento pedagógico das classes multisseriadas, que tem como base o modelo desenvolvido pelo Joint Committee on Standards for Education Evaluations (JCSEE).
Mostrar mais

84 Ler mais

UNIVERSIDADE FEDERAL DE JUIZ DE FORA CAEd - CENTRO DE POLÍTICAS PÚBLICAS E AVALIAÇÃO DA EDUCAÇÃO PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO PROFISSIONAL EM GESTÃO E AVALIAÇÃO DA EDUCAÇÃO PÚBLICA

UNIVERSIDADE FEDERAL DE JUIZ DE FORA CAEd - CENTRO DE POLÍTICAS PÚBLICAS E AVALIAÇÃO DA EDUCAÇÃO PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO PROFISSIONAL EM GESTÃO E AVALIAÇÃO DA EDUCAÇÃO PÚBLICA

Quanto aos Boletins Pedagógicos, têm-se duas publicações distintas. Uma destinada à Língua Portuguesa e outra à Matemática. Aqui, diferentemente dos resultados generalizados apresentados no Boletim do Sistema e no Boletim do Gestor, as publicações contêm os resultados da escola à qual se destinam, juntamente com a média da sua CREDE e a média de toda a rede estadual. Nesses boletins pedagógicos, os resultados do SPAECE de uma determinada escola são apresentados sob seis aspectos diferentes, sendo que quatro deles são impressos em ambos os boletins: a proficiência média da escola, o número estimado de alunos para realização do teste e quantos efetivamente participaram, a evolução do percentual de estudantes por padrão de desempenho nas últimas edições e o percentual de estudantes por nível de proficiência e padrão de desempenho (CEARÁ, 2013). Os outros dois aspectos, que se referem ao percentual de acerto por descritor no teste do SPAECE e ao resultado por aluno, são encontrados no CD- ROM anexo aos boletins pedagógicos e no site Portal da Avaliação (2013).
Mostrar mais

107 Ler mais

OS DESAFIOS DO PROCESSO DE CERTIFICAÇÃO ISO 9001:2008 NA SECRETARIA DE ESTADO DE EDUCAÇÃO E QUALIDADE DO ENSINO DO AMAZONAS: O CASO DA ESCOLA EDUARDO RIBEIRO

OS DESAFIOS DO PROCESSO DE CERTIFICAÇÃO ISO 9001:2008 NA SECRETARIA DE ESTADO DE EDUCAÇÃO E QUALIDADE DO ENSINO DO AMAZONAS: O CASO DA ESCOLA EDUARDO RIBEIRO

Buscar a qualidade é uma máxima dos dias atuais, inclusive no campo educacional, onde o termo nos remete a uma reflexão sobre sua definição, pois, neste contexto, pode assumir significados diferentes daqueles com os quais estamos acostumados a trabalhar. Em relação a essa particularidade conceitual da qualidade, Oliveira e Araújo (2005) apontam principalmente três aspectos: a expansão do ensino, a ampliação quantitativa da educação e a aferição de desempenho discente, principalmente por meio de avaliação em larga escala. Concordando com os autores, no estado do Amazonas, as avaliações externas e os resultados insatisfatórios demonstrados levaram ao planejamento e à implementação de algumas políticas públicas, entre elas o PQSPE.
Mostrar mais

93 Ler mais

UNIVERSIDADE FEDERAL DE JUIZ DE FORA CAEd – CENTRO DE POLÍTICAS PÚBLICAS E AVALIAÇÃO DA EDUCAÇÃO PROGRAMA DE PÓS – GRADUAÇÃO PROFISSIONAL EM GESTÃO E AVALIAÇÃO DA EDUCAÇÃO PÚBLICA

UNIVERSIDADE FEDERAL DE JUIZ DE FORA CAEd – CENTRO DE POLÍTICAS PÚBLICAS E AVALIAÇÃO DA EDUCAÇÃO PROGRAMA DE PÓS – GRADUAÇÃO PROFISSIONAL EM GESTÃO E AVALIAÇÃO DA EDUCAÇÃO PÚBLICA

Com o propósito de trazer informações relevantes sobre a Política de Bonificação por Resultado da Seduc/AM, faz-se necessário realizar este estudo empírico dentro do campo dos envolvidos, além de contextualizarmos os problemas de pesquisa encontrados no percurso desta pesquisa. Como os trabalhadores da educação das instituições devem ser premiados com bônus salarial a cada novo exame, temos, neste cenário, os professores, que podem ser beneficiados com o prêmio de 14º, 15º e 16º salários. Assim, torna-se necessário observar a opinião docente acerca do Prêmio de Incentivo ao Cumprimento de Metas dos Profissionais da Educação. Neste estudo, além deste objetivo principal, analisando os problemas de pesquisas encontrados, que são o perfil das escolas e as metas estabelecidas e novas possibilidades de metas, busca-se como objetivo específico abordar os problemas desta pesquisa através da análise bibliográfica e ótica dos professores. Desta forma, este estudo investigou 5 escolas da Zona Norte de Manaus de diferentes perfis, observando escolas premiadas e não premiadas.
Mostrar mais

163 Ler mais

POSSIBILIDADES DE USO DO SISTEMA INTEGRADO DE GESTÃO EDUCACIONAL DO AMAZONAS NA GESTÃO DAS ESCOLAS – Mestrado em Gestão e Avaliação da Educação Pública

POSSIBILIDADES DE USO DO SISTEMA INTEGRADO DE GESTÃO EDUCACIONAL DO AMAZONAS NA GESTÃO DAS ESCOLAS – Mestrado em Gestão e Avaliação da Educação Pública

Um estudo técnico sobre a rede de esgoto dos municípios do interior do Amazonas, realizado pelo Programa de Modernização do Setor Saneamento (PMSS), órgão ligado ao Ministério das Cidades, constatou que apenas dois municípios possuem sistemas de esgotamento sanitário em operação — Carauari (de 3.411 domicílios há 500 ligações) e Presidente Figueiredo (de 2.270 domicílios há 650 ligações); cinco municípios estão com os sistemas de esgotamento sanitário em fase de implantação (Boca do Acre, Coari, Maués, Parintins e Santo Antônio do Içá); quatro municípios dispõem de projetos de sistemas de esgotamento sanitário (Benjamin Constant, Fonte Boa, Itapiranga e Jutaí); e 50 municípios não possuem sistemas de esgotamento sanitário. Outro estudo do mesmo ministério — Diagnóstico dos Serviços de Água e Esgotos —, realizado em 2013, por meio do Sistema Nacional de Informações sobre Saneamento (SNIS), constatou que 73,03% da população amazonense tem acesso à água tratada e que 69,87% conta com a adição de flúor a esse tratamento.
Mostrar mais

137 Ler mais

UNIVERSIDADE FEDERAL DE JUIZ DE FORA CAEd- CENTRO DE POLÍTICAS PÚBLICAS E AVALIAÇÃO DA EDUCAÇÃO PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO PROFISSIONAL EM GESTÃO E AVALIAÇÃO DA EDUCAÇÃO PÚBLICA

UNIVERSIDADE FEDERAL DE JUIZ DE FORA CAEd- CENTRO DE POLÍTICAS PÚBLICAS E AVALIAÇÃO DA EDUCAÇÃO PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO PROFISSIONAL EM GESTÃO E AVALIAÇÃO DA EDUCAÇÃO PÚBLICA

O Índice de Desenvolvimento da Educação do Estado do Rio de Janeiro (IDERJ) é produto de dois indicadores: Indicador de Desempenho (ID) e Indicador de Fluxo (IF). Muito similar ao Índice de Desenvolvimento da Educação Básica (IDEB), de interesse nacional, o IDERJ traduz duas realidades, fluxo e desempenho, em um número de 0 a 10. Anualmente, alunos concluintes do Ensino Fundamental e Ensino Médio, são submetidos ao Sistema de Avaliação do Estado do Rio de Janeiro (SAERJ), uma avaliação de proficiência em Língua Portuguesa e Matemática. Os resultados desta avaliação dão origem a Indicadores de Desempenho (ID) para as escolas. O Indicador de Fluxo (IF) é calculado através das taxas de aprovação divulgadas pelo Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (INEP). Assim, o estado do Rio de Janeiro, estabeleceu um índice educacional próprio com vistas a subsidiar ações pedagógicas e acompanhar a evolução da qualidade da educação da rede de ensino estadual do Rio de Janeiro (SEEDUC, 2014).
Mostrar mais

104 Ler mais

Espécies de Anastrepha Schiner (Diptera: Tephritidae), seus hospedeiros e parasitóides nos Estados do Acre e Rondônia, Brasil.

Espécies de Anastrepha Schiner (Diptera: Tephritidae), seus hospedeiros e parasitóides nos Estados do Acre e Rondônia, Brasil.

No estado do Acre foram coletadas 88 amostras, totalizando 1.976 frutos (52,12 kg) (Tabela 1). Foram obtidos 723 pupários, emergindo desse total 267 tefritídeos e 5 parasitóides (Tabela 2), tendo sido os frutos de goiaba os mais infestados, com 263,6 pupários/kg. As espécies registradas foram A. coronilli, A. distincta, A. obliqua e A. striata (Tabela 3), sendo esta última a espécie mais frequente. Somente o parasitóide braconídeo Doryctobracon areolatus (Szépligeti) foi verificado associado a A. coronilli em frutos de goiaba-de-anta (Melastomataceae), totalizando 10,2% de parasitismo (Tabela 2). Os primeiros registros de parasitóides de Anastrepha para o Estado do Acre foram feitos recentemente, sendo Opius bellus Gahan, D. areolatus e Utetes anastrephae (Viereck) associados a A. obliqua em frutos de taperebá, no município de Bujari, e D. areolatus a A. obliqua em frutos de goiaba, na capital Rio Branco (Thomazini & Albuquerque 2009). Das cinco espécies de Anastrepha já registradas no Acre, capturadas com armadilhas, apenas A. leptozona e A. tumida não foram obtidas neste trabalho. Foi verificada a ocorrência de A. coronilli no município de Capixaba (Tabela 3), sendo este o primeiro registro da espécie para o Estado do Acre.
Mostrar mais

6 Ler mais

O PROGRAMA DE INTERVENÇÃO PEDAGÓGICA DO ESTADO DE MINAS GERAIS - PIP

O PROGRAMA DE INTERVENÇÃO PEDAGÓGICA DO ESTADO DE MINAS GERAIS - PIP

Esses aspectos foram relevantes para a melhoria dos resultados e a sua aná- lise permite afirmar que as políticas de alfabetização estão se consolidando. Os re- sultados da intervenção pedagógica demonstram, comprovadamente, um cresci- mento significativo nos anos iniciais. Por meio dos sistemas de avaliação, que é um indicador de monitoramento dos avanços da educação, pode-se notar na Sedu/ES, em resposta a um ambiente de planejamento propício ao uso de objetivos e metas quantificáveis uma conexão entre as metas do governo, os resultados da escola e do Ideb, a tendência de melhoria dos resultados Em 2011, aconteceu a primeira on- da de avaliação do Paebes/Alfa para o 3º ano do Ensino Fundamental, o que já sina- lizou uma proficiência dos alunos da rede estadual superior aos da rede municipal, onde o programa de intervenção atua de forma prioritária. Não há políticas de bonifi- cação ainda desenvolvida no estado utilizando os resultados das avaliações como indicador de qualidade. O esforço feito pela SEE, juntamente com os professores, reflete o compromisso e a vontade de buscar melhores resultados.
Mostrar mais

107 Ler mais

ANTONIO IDILVAN DE LIMA ALENCAR A POLÍTICA DE EDUCAÇÃO PROFISSIONAL DO ESTADO DO CEARÁ NA PERSPECTIVA DA RESPONSABILIDADE SOCIAL

ANTONIO IDILVAN DE LIMA ALENCAR A POLÍTICA DE EDUCAÇÃO PROFISSIONAL DO ESTADO DO CEARÁ NA PERSPECTIVA DA RESPONSABILIDADE SOCIAL

Rico (2004) ressalta que esse movimento é marcado pelo advento da internacionalização e das novas relações na economia, a partir da década de 1980, bem como pela maior compreensão da relação que existe entre desenvolvimento social do país e responsabilidade empresarial. Antes do período de redemocratização do Brasil, a participação da iniciativa privada restringia-se ao âmbito do auxílio material e financeiro diante de situações concretas, delimitadas ou pontuais – o que, como ressalta a autora, vinha marcada pelas noções de filantropia, assistencialismo e caridade; não se estabeleciam, então, as correlações entre desenvolvimento social e econômico, nem havia a preocupação de envolvimento e interação das empresas com necessidades menos imediatas da sociedade e do Estado.
Mostrar mais

106 Ler mais

UNIVERSIDADE FEDERAL DE JUIZ DE FORA CAEd- CENTRO DE POLÍTICAS PÚBLICAS E AVALIAÇÃO DA EDUCAÇÃO PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO PROFISSIONAL EM GESTÃO E AVALIAÇÃO DA EDUCAÇÃO PÚBLICA

UNIVERSIDADE FEDERAL DE JUIZ DE FORA CAEd- CENTRO DE POLÍTICAS PÚBLICAS E AVALIAÇÃO DA EDUCAÇÃO PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO PROFISSIONAL EM GESTÃO E AVALIAÇÃO DA EDUCAÇÃO PÚBLICA

A Escola Estadual de Educação Profissional Maria José foi inaugurada em maio de 2012. A sua estrutura segue o modelo de Escola Técnica desenvolvida pelo Ministério da Educação para o Programa Brasil Profissionalizado, com 12 salas de aulas, um laboratório de Matemática, um de Física, um de Química e Biologia, um de Informática e um de Línguas; um auditório com 200 lugares; uma biblioteca; uma secretaria com sala de reprografia; salas de coordenação pedagógica, de estágio, de diretoria e de professores; um ginásio coberto com vestiários masculino e feminino; um refeitório; uma cozinha; um anfiteatro; uma sala para o grêmio; banheiros masculino, feminino e para pessoas portadoras de necessidades especiais e dois galpões para a montagem dos laboratórios dos cursos técnicos. Vale destacar que, apesar de possuir um espaço destinado para a montagem dos laboratórios técnicos, a escola ainda não dispõe dos equipamentos para esses laboratórios.
Mostrar mais

110 Ler mais

Myxomycetes do estado de Roraima, com especial referência para a estação ecológica de Maracá (Amajari - RR, Brasil).

Myxomycetes do estado de Roraima, com especial referência para a estação ecológica de Maracá (Amajari - RR, Brasil).

sendo citados pela primeira vez como presentes na Estação Ecológica de Maracá e no estado de Roraima. Na Tabela 1 estão relacionados os gêneros e espécies encontrados no estado de Ro[r]

6 Ler mais

SISTEMA DE AVALIAÇÃO DO ESTADO DE GOIÁS (SAEGO): INTERPRETAÇÃO ESTATÍSTICA E PEDAGÓGICA DOS ITENS DE MATEMÁTICA

SISTEMA DE AVALIAÇÃO DO ESTADO DE GOIÁS (SAEGO): INTERPRETAÇÃO ESTATÍSTICA E PEDAGÓGICA DOS ITENS DE MATEMÁTICA

Queremos, também, por meio de tais ponderações, chamar a atenção para o fato de que os profissionais envolvidos no processo de elaboração de matrizes de referência não as constroem com base nos pontos de ancoragem dos itens na escala de proficiência, e sim com base na relevância dos conteúdos para a etapa avaliada. Ou seja, nessa perspectiva, as habilidades matemáticas escolhidas para compor a matriz de referência para avaliação do SAEGO foram consideradas pelos especialistas educacionais como essenciais e mínimas, dentro de um currículo, que os alunos saibam. Essa afirmativa é pautada com base em nossa própria experiência, enquanto analista de instrumento de avaliação, durante oito anos, do CAEd, cuja responsabilidade era, entre outras, a de, precisamente, discutir, pesquisar e elaborar esse documento junto aos estados avaliados. Contudo, é preciso reforçar que, no estado de Goiás, não houve uma discussão em torno da matriz de referência de avaliação, uma vez que se adotou a matriz de Referência do SAEB, conforme já se comentou.
Mostrar mais

161 Ler mais

Show all 10000 documents...

temas relacionados