Top PDF Formação em educação ambiental de diferentes atores sociais no âmbito da gestão integrada de resíduos sólidos em Esperança-PB

Formação em educação ambiental de diferentes atores sociais no âmbito da gestão integrada de resíduos sólidos em Esperança-PB

Formação em educação ambiental de diferentes atores sociais no âmbito da gestão integrada de resíduos sólidos em Esperança-PB

A geração excessiva de resíduos sólidos vem tomando proporções crescentes, sendo reconhecida como um dos grandes problemas da sociedade contemporânea e agravantes da crise ambiental. O manejo dos resíduos sólidos é um dos principais problemas, tendo em vista que a disposição final é a questão mais preocupante em vários municípios brasileiros, por persistirem os lixões. Este trabalho teve como objetivo principal analisar a formação em Educação Ambiental de líderes comunitários enquanto estratégia no município de Esperança-PB, visando contribuir para a gestão integrada de resíduos sólidos. O processo de formação ocorreu a partir do MEDICC (Modelo Dinâmico de Construção e Reconstrução de conhecimento voltado para o meio ambiente). O estudo foi constituído por 51 líderes comunitários que atuam no município de Esperança-PB. A pesquisa foi qualitativa do tipo participante, sendo os dados coletados em três etapas: a primeira consistiu do processo de formação e sensibilização proporcionado através do curso de formação em Educação Ambiental para a Gestão Integrada de Resíduos Sólidos na cidade de Esperança-PB; na segunda aconteceu o I seminário “ Discutindo o Meio Ambiente de Esperança”, onde foram mostradas experiências exitosas desempenhadas no município pelos líderes comunitários após o processo de formação, e realização de oficinas sobre reciclagem de papel e compostagem. No terceiro e último momento foi aplicada entrevista semiestruturada a 20% dos líderes que concluíram a formação. Entre os resultados destacam-se: mudanças significativas de percepção ambiental; compreensão do conceito de resíduos sólidos, diferenciando-os de lixo; seleção dos resíduos sólidos na fonte geradora; destino correto dos resíduos de serviço de saúde quanto ao descarte de seringas de insulina; elaboração e execução de projetos voltados à reutilização de resíduos sólidos e a importância da água, bem como economizá-la, sendo este último citado como o problema principal que o município vem enfrentando desde a realização do curso até os dias atuais. A formação em Educação ambiental contribuiu para a mudança do cenário referente aos resíduos sólidos no município de Esperança- PB, porém, não foi suficiente para a implantação da política municipal de resíduos sólidos, uma vez que os gestores a as determinações da Política Nacional de Resíduos Sólidos por meio da Lei 12305/2010. Esperamos, no entanto, que os concluintes da formação em Educação Ambiental possam continuar pressionando os gestores municipais, no sentido de alcançar mudanças significativas no que se refere à Gestão Integrada de Resíduos Sólidos no município de Esperança.
Mostrar mais

60 Ler mais

A administração pública e a educação ambiental no Programa de Gestão Integrada de Resíduos Sólidos: uma reflexão de uma experiência local.

A administração pública e a educação ambiental no Programa de Gestão Integrada de Resíduos Sólidos: uma reflexão de uma experiência local.

Os resultados da EA desenvolvida foram obtidos com maior ênfase na comunidade escolar, tendo repercussão em outros segmentos. Foram promovidas no âmbito do trabalho social, especificamente de EA, diversas ações, tais como: curso de formação de reeditores de EA “Educar para a Sustentabilidade”, envolvendo 130 professo- res da rede pública escolar de ensino; realização de quatro fóruns Lixo e Cidadania; reuniões dos parceiros para exposição do andamento das obras e trabalho educativo; oficina de EA com os catadores de materiais reciclá- veis e com os agentes de saúde; dois encontros de capacitação, sensibilizando os trabalhadores da limpeza ur- bana quanto à coleta seletiva e quanto à segurança no trabalho; campanha e distribuição de cartilhas sobre a co- leta seletiva para munícipes, com envolvimento da comunidade escolar e agentes de saúde; projetos de EA nas escolas; criação da Associação dos Catadores de Materiais Recicláveis de Quirinópolis; e criação de uma fun- dação voltada para ações ambientais no município.
Mostrar mais

15 Ler mais

Formação em educação ambiental aplicada a líderes comunitários que atuam em Juazeirinho – PB para gestão de resíduos sólidos

Formação em educação ambiental aplicada a líderes comunitários que atuam em Juazeirinho – PB para gestão de resíduos sólidos

A falta de gestão dos resíduos sólidos nos diferentes municípios brasileiros vem contribuindo de forma efetiva para a crise ambiental, cujas consequências afetam a saúde humana e ambiental. Reverter este cenário constitui um desafio que deve ser enfrentado por geradores e gestores públicos em todo pais, requerendo formação em Educação Ambiental. O principal objetivo deste trabalho foi avaliar as estratégias aplicadas para a formação de líderes comunitários que atuam em Juazeirinho-PB, visando contribuir para implantação da gestão integrada de resíduos sólidos no município. O trabalho realizado de fevereiro de 2015 a julho de 2016 retratou uma pesquisa qualitativa, do tipo participante, envolvendo 57 líderes comunitários. Os dados foram coletados em três etapas. As 1ª e 2ª etapas consistiram do processo de formação e sensibilização aplicado através do curso de Educação Ambiental Para a Gestão Integrada de Resíduos Sólidos em Juazeirinho – PB. A 3ª e última etapa, compreendeu a realização do seminário “Discutindo o meio ambiente de Juazeirinho”. Nesta etapa foi possível identificar os principais impactos positivos provocados pelo processo de formação. As estratégias em Educação Ambiental aplicadas para diferentes atores sociais favoreceram a mudança de percepção ambiental, a compreensão do conceito de resíduos sólidos, diferenciando-os de lixo. Permitiram também o entendimento dos problemas ambientais que demandam solução, dentre os quais, aqueles relativos à falta de gestão de resíduos sólidos, estimularam atitudes individuais voltadas à separação dos resíduos sólidos na fonte geradora e o reconhecimento do papel desempenhando pelos catadores de materiais recicláveis no contexto socioambiental. Portanto, a formação em Educação Ambiental mostrou-se fundamental para provocar a militância na causa ambiental e promover a difusão do conhecimento sobre a temática em foco, através dos gestores públicos e líderes comunitários locais. É necessário, porém, que os gestores públicos municipais continuem investindo na formação em Educação Ambiental de diferentes líderes comunitários, de modo, a motivar a articulação entre o poder público e a sociedade em defesa de um município sustentável. Desse modo, será possível seguir o caminho da Educação Ambiental, com o desejo de ter o maior número possível de pessoas comprometido com a causa ambiental.
Mostrar mais

83 Ler mais

Avaliação das estratégias aplicadas à gestão integrada de resíduos sólidos no bairro Malvinas, Campina Grande-PB

Avaliação das estratégias aplicadas à gestão integrada de resíduos sólidos no bairro Malvinas, Campina Grande-PB

PB surgiu em virtude da necessidade de promover um descarte ambientalmente adequado aos resíduos sólidos domiciliares e possibilitar a sensibilização, formação, mobilização e envolvimento de diferentes atores sociais a partir de estratégias em Educação Ambiental. O principal objetivo deste trabalho foi avaliar as estratégias de sensibilização e mobilização que favorecessem a sustentabilidade da gestão integrada de resíduos sólidos no bairro Malvinas, Campina Grande – PB. O trabalho foi realizado no período de fevereiro de 2014 a janeiro de 2016, tendo por base, os princípios da pesquisa experimental e participante, dividido em cinco etapas: diagnóstico da coleta seletiva do bairro Malvinas, a partir da percepção dos moradores; caracterização gravimétrica de resíduos gerados no bairro; caracterização química, física e sanitária de resíduos sólidos orgânicos, de flores e de folhas; avaliação do sistema de tratamento de resíduos sólidos orgânicos domiciliares e identificação das alternativas voltadas para a gestão integrada de resíduos sólidos. Através do diagnóstico ambiental foi possível identificar que as estratégias desenvolvidas contribuíram para a minimização dos impactos negativos no bairro (52%) e nas residências (36%), promovendo a satisfação dos moradores, que sugeriram a continuação dos trabalhos (18%). As etapas relativas ao processo de sensibilização em Educação Ambiental promoveram a coleta média de 140,20 kg de resíduos, sendo que 64% consistiram de resíduos sólidos orgânicos, com alto teor contaminante (média de 3,26 ovos de helmintos/gST), justificando a necessidade do tratamento da parcela orgânica em sistema de compostagem descentralizado. O experimento consistiu de três tratamentos com três repetições, totalizando nove composteiras móveis, monitoradas diariamente, durante 120 dias. O sistema estudado permitiu o alcance dos objetivos da compostagem; estabilização e higienização de resíduos sólidos orgânicos, resultando em um composto com características viáveis à aplicação em hortas e jardins, requerendo, porém, o teste de fitotoxicidade. As estratégias em Educação Ambiental contribuíram para a sensibilização de diferentes atores sociais, promovendo a mobilização da sociedade, a partir dos princípios da corresponsabilidade e sustentabilidade, favorecendo a diminuição de impactos negativos sobre o meio ambiente e a sociedade.
Mostrar mais

101 Ler mais

Impactos positivos decorrentes da formação em educação ambiental de diferentes atores sociais de Olivedos – PB

Impactos positivos decorrentes da formação em educação ambiental de diferentes atores sociais de Olivedos – PB

No contexto em que vivemos, é perceptível a crise ambiental, retratada pela mídia, através dos fenômenos naturais que expõem a vida em suas diferentes formas de expressão. Os seres humanos, em geral, têm a visão distorcida de meio ambiente e acreditam que é possível extrair incessantemente os recursos do meio por conceberem os mesmos enquanto inesgotáveis. O principal objetivo deste trabalho compreendeu analisar os impactos positivos decorrentes da formação em educação ambiental de diferentes atores sociais ocorrida em Olivedos-PB. Trata-se de uma pesquisa participante realizada no município de Olivedos- PB, mesorregião do Curimataú Ocidental paraibano. Os dados foram coletados a partir do MEDICC (Modelo Dinâmico de Construção e Reconstrução do Conhecimento para o Meio Ambiente). Este propicia o processo de sensibilização, simultaneamente à coleta dos dados. A formação atingiu lideres comunitários: 50% composto por profissionais da educação, 23% profissionais da saúde, 21% estudantes e 6% outras áreas. Através das seguintes estratégias: curso de Agentes Multiplicadores em Educação Ambiental oferecido em três fases de 20 horas cada, intercaladas por oficinas, aula de campo, trilha ecológica, elaboração e aplicação de projetos no município e encontro com outros grupos de Educação Ambiental. Dentre os impactos positivos identificados destacam-se: mudanças de percepção ambiental (100%); maior entendimento da Caatinga, elaboração de projeto por parte dos participantes, os quais desempenharam ações, como o mutirão de limpeza às margens do açude local que fez a retirada de 20 sacos de resíduos e implantação da coleta seletiva nas escolas e participação nas discussões voltadas ao gerenciamento dos resíduos sólidos. Portanto, a mobilização dos líderes comunitários proporcionou mudanças no município, pois estes vêem trabalhando em prol das causas ambientais em seu setor de trabalho, como também em suas residências, o que é primordial quando há uma busca pela sustentabilidade local.
Mostrar mais

40 Ler mais

Análise de indicadores da gestão de resíduos sólidos urbanos na cidade de Campina Grande (PB) a partir da percepção dos atores sociais

Análise de indicadores da gestão de resíduos sólidos urbanos na cidade de Campina Grande (PB) a partir da percepção dos atores sociais

O presente estudo tem como objetivo fazer uma análise dos indicadores de sustentabilidade que auxiliarão a Gestão dos Resíduos Sólidos Urbanos na cidade de Campina Grande (PB), considerado as questões sociais, econômicas e ambientais. A pesquisa se caracteriza como descritiva de caráter exploratório e quantitativa. O trabalho foi realizado através de um levantamento bibliográfico, que serviu para fundamentar a questão em análise e, posteriormente, uma pesquisa de campo fez com que todo o levantamento descrevesse a realidade através da pesquisa realizada. A coleta de dados foi realizada com a aplicação de 100 (cem) questionários pessoais compostos de indicadores relacionados a questão do Resíduos Sólidos, tomando como base os estudos de GONÇALVES (2013) e POLAZ; TEIXEIRA (2009), os quais foram aplicados entre agentes de limpeza pública, estudantes, professores e a participação da sociedade em geral, permitindo assim, a análise dos referidos indicadores para diagnosticar e selecionar aqueles mais adequados para a perspectiva da Gestão de Resíduos Sólidos Urbanos Sustentáveis indicados pelos atores sociais, que foram os responsáveis pelo índice de indicadores de sustentabilidade selecionados na pesquisa. Os resultados mostraram que os indicadores: coleta seletiva, educação nas escolas sobre os resíduos sólidos e seu manuseio e políticas para o meio ambiente são indicadores importantes para análise da gestão dos Resíduos Sólidos Urbanos na cidade de Campina Grande (PB). Conclui-se que os indicadores permitiram uma análise quanto a realidade fática da problemática dos Resíduos Sólidos Urbanos, bem como um direcionamento para os gestores públicos, pesquisadores e para a sociedade quanto a uma adequada gestão dos resíduos sólidos no tocante as dimensões analisadas. Não revestindo-se essas políticas apenas de caráter peremptório, mas, que a atual Gestão de Resíduos Sólidos em Campina Grande ainda carece de um suporte maior no tocante a infraestrutura do local final para o depósito de tais resíduos, um incentivo maior as cooperativas de catadores de resíduos e, por fim, uma gestão integrada entre governo e sociedade, inicialmente através de uma educação ambiental e posteriormente, por uma incrementação estrutural do município, medidas estas que permitirão uma verdadeiro desenvolvimento sustentável da Gestão de Resíduos Sólidos Urbanos.
Mostrar mais

146 Ler mais

A gestão dos resíduos sólidos no município de Alagoa Nova – PB

A gestão dos resíduos sólidos no município de Alagoa Nova – PB

Estamos vivenciando uma crise ambiental, e um dos problemas que se destaca é a falta de gestão de resíduos sólidos, decorrente principalmente da ausência de preocupação com a problemática ambiental. Então, para diminuir os problemas relacionados à disposição inadequada dos resíduos sólidos, a solução mais indicada é a gestão integrada de resíduos sólidos que propõe como alternativa a coleta seletiva e a compostagem aliados ao processo de Educação Ambiental. O município de Alagoa Nova foi pioneiro na elaboração do projeto voltado à Gestão Integrada de Resíduos Sólidos. Logo, o presente trabalho tem como objetivo principal avaliar a gestão de Resíduos Sólidos no município de Alagoa Nova-PB, observando desde a coleta, a forma de acondicionamento até sua destinação final . O trabalho aconteceu de Dezembro de 2012 à Agosto de 2013 tendo por base a pesquisa participante. No primeiro momento foram colhidos os dados secundários a partir de relatórios que exibem a situação dos Resíduos sólidos no município. No segundo momento, foram coletados os dados primários através de entrevistas semiestruturada aplicadas aos representantes de diferentes segmentos sociais locais. No terceiro momento foram realizadas visitas ao aterro sanitário da cidade, bem como a outros locais onde são depositados os resíduos . As variáveis averiguadas, tanto nos relatórios, quanto através das entrevistas semi- estruturada foram: quantidade de resíduos produzida; leis municipais e projetos em execução ou em elaboração voltados para os resíduos sólidos, dentre outros. Percebeu- se através dos resultados que a opinião dos diferentes atores sociais quanto à gestão de resíduos sólidos do município, contradizia com os dados que estavam expostos no relatórios oficiais do município em estudo, como por exemplo, o local
Mostrar mais

62 Ler mais

Avaliação de estratégias em educação ambiental para a gestão integrada de resíduos sólidos domiciliares em um bairro de Campina Grande-PB

Avaliação de estratégias em educação ambiental para a gestão integrada de resíduos sólidos domiciliares em um bairro de Campina Grande-PB

Uma das grandes preocupações originadas pela crise ambiental é a geração desenfreada de resíduos sólidos, causada pelo avanço populacional, industrial e o crescimento do consumo. A implantação do sistema integrado de resíduos sólidos constitui importante estratégia para amenizar o cenário de degradação ambiental, no entanto, na ausência de Educação Ambiental o alcance deste objetivo não é possível. O presente estudo buscou avaliar estratégias tendentes à sensibilização dos diferentes atores sociais, promovendo Educação Ambiental para sustentabilidade do sistema de gestão integrada de resíduos sólidos domiciliares no bairro de Santa Rosa em Campina Grande – PB. Tendo por base os princípios da pesquisa participante, o trabalho foi realizado entre os meses de Agosto de 2010 a Junho de 2011. Através do diagnostico socioambiental foi possível identificar a percepção ambiental dos diferentes segmentos sociais atuantes no bairro de Santa Rosa. 30% dos entrevistados consideram resíduos sólidos materiais sem utilidade, reforçando a necessidade de desenvolver estratégias em educação ambiental como instrumento de mudança na percepção, para mitigar ações impactantes ao meio ambiente. Por meio das estratégias em educação ambiental delineadas junto as famílias participantes e a partir das diferentes percepções ambientais dos segmentos sociais que atuam no bairro de Santa Rosa, foi possível implantar a gestão integrada de resíduos sólidos, que constitui um conjunto de ações que visa mitigar os efeitos da produção, acondicionamento e destinação final inadequada dos resíduos sólidos. Essas ações envolvem a coleta seletiva na fonte geradora 43 residências, o repasse dos resíduos sólidos para os catadores de materiais recicláveis, evitando que estes sejam encaminhados ao lixão e a implantação de tecnologia de baixo
Mostrar mais

80 Ler mais

Educação ambiental para gestão integrada de resíduos sólidos em uma escola do Ensino Fundamental I, Campina Grande-PB

Educação ambiental para gestão integrada de resíduos sólidos em uma escola do Ensino Fundamental I, Campina Grande-PB

Visando apontar alternativa de tratamento de resíduos sólidos orgânicos, Silva et al. (2010) avaliou a instalação do Sistema de Tratamento Descentralizado de Resíduos Sólidos Orgânicos Domiciliares para o bairro de Santa Rosa, em Campina Grande-PB, baseado nos princípios da compostagem e somado ao processo contínuo e participativo de Educação Ambiental. A tecnologia investigada permitiu a transformação de resíduos sólidos orgânicos domiciliares com significativo potencial de contaminação e poluição em compostos que podem ser utilizados para fins agrícolas (valores médios: teor de umidade: 24%; STV: 22%ST; pH: 8,0; ovos de helmintos: 0,0 ovos/gST; N: 1,7%ST; P: 0,2%ST:, K: 0,7%ST). Segundo Silva et al. (2010), o desenvolvimento de tecnologia de tratamento de resíduos sólidos orgânicos constituiu uma estratégia fundamental, todavia, não resolveu a problemática dos resíduos sólidos no bairro de Santa Rosa, requerendo a investigação de estratégias em Educação Ambiental que favorecessem a formação e mobilização de diferentes segmentos sociais estabelecidos no bairro de Santa Rosa, especialmente aqueles diretamente relacionados ao Meio Ambiente-Escola, contribuindo dessa forma, para a Gestão Integrada de Resíduos Sólidos na escola e no bairro.
Mostrar mais

72 Ler mais

Estratégias em educação ambiental para diferentes atores sociais do município de Cabaceiras-PB: uma contribuição ao Plano Municipal de Resíduos Sólidos

Estratégias em educação ambiental para diferentes atores sociais do município de Cabaceiras-PB: uma contribuição ao Plano Municipal de Resíduos Sólidos

Estratégias de Educação Ambiental aplicadas aos diferentes atores sociais do município de Cabaceiras-PB e suas contribuições ao Plano Municipal de Resíduos Sólidos. As principais estratégias aplicadas foram: contato com os gestores públicos locais, apresentação do projeto, sensibilização e formação Agentes Multiplicadores em Educação Ambiental para diferentes atores sociais do município de Cabaceiras-PB; oferecimento de curso para 55 atores sociais (constituído por três fases, cada fase de 20 horas) ministrado por meio de metodologia dinâmica, construtiva, lúdica e prática, fundamentada no modelo MEDICC, proposto por SILVA (2000) e Silva e Leite (2008); elaboração e execução de projetos pelos participantes do curso; realização das oficinas: reciclagem de papel, transformando resíduos em arte, transformando óleo usado em sabão caseiro, compostagem e farmácia; aulas de campo; elaboração de material de divulgação (folhetos) e apresentação dos resultados obtidos a população local e aos gestores públicos. A formação em Educação Ambiental no município de Cabaceiras-PB despertou os participantes para os problemas ambientais locais, motivou novos olhares sobre o meio ambiente local, provocou debates em relação à necessidade da participação social na resolução dos problemas locais, iniciou a discussão a respeito da gestão de resíduos sólidos, principalmente no que diz respeito a seleção na fonte, coleta, transporte, tratamento e destinação final; foram instaladas a compostagem e horta numa escola urbana; a prefeitura municipal contratou uma empresa especializada para tratar os resíduos de serviços de saúde e as seringas, usadas pelos portadores de Diabete mellitus, estão sendo acondicionadas e destinadas corretamente. O processo de formação em Educação Ambiental de diferentes atores sociais em Cabaceiras-PB apontou novos horizontes para o município, vislumbrando um novo cenário com a participação dos atores sociais e gestores públicos municipais contribuindo para a elaboração do Plano Municipal de Resíduos Sólidos, indicando que por meio deste processo é possível alcançar mudanças e atingir os caminhos da formação de territórios ambientalmente corretos e socialmente justos.
Mostrar mais

88 Ler mais

Análise da efetividade das estratégias do plano municipal de gestão integrada de resíduos sólidos de Campina Grande - PB

Análise da efetividade das estratégias do plano municipal de gestão integrada de resíduos sólidos de Campina Grande - PB

Em decorrência do crescimento populacional, do aumento da produção industrial e do uso indiscriminado dos recursos naturais, intensificaram-se os impactos ambientais, principalmente problemas oriundos da geração e não gestão dos resíduos sólidos. A problemática relacionada aos resíduos sólidos, não é algo emergente. Entretanto, é uma questão enfatizada recentemente em virtude do alargamento da geração desses resíduos. Em razão da crescente preocupação com a preservação do meio ambiente e qualidade de vida da sociedade, em 2010 foi aprovada e regulamentada a Política Nacional de Resíduos Sólidos, e dentre os instrumentos para alcance dos objetivos destaca-se o plano de resíduos sólidos. A classificação desses planos está especificada no Artigo 14 da lei 12.305/2010 e, dentre eles encontra-se o plano municipal de gestão integrada. De acordo com Couto (2008) compete à gestão pública desenvolver um Plano Municipal de Gestão Integrada de Resíduos Sólidos que englobe as alternativas adequadas, considerando questões ambientais e socioeconômicas da região em questão.
Mostrar mais

26 Ler mais

Educação Ambiental e gestão de resíduos sólidos residenciais no município de Parauapebas (PA)

Educação Ambiental e gestão de resíduos sólidos residenciais no município de Parauapebas (PA)

Acerca dessa problemática verificada na cidade de Parauapebas, que foi escolhido como foco dessa pesquisa o bairro Nova Vida II, devido este apresentar uma realidade extremamente deficitária em relação à gestão dos resíduos sólidos residenciais, sendo o espaço uma área de invasão, na qual as residências foram construídas sem nenhum planejamento, sem rede de iluminação pública, de água e esgoto e pavimentação asfáltica, o que dificulta enormemente a realização da coleta dos resíduos sólidos residenciais pela empresa de limpeza pública.
Mostrar mais

17 Ler mais

A coleta seletiva de resíduos sólidos no Fórum Samuel Duarte da Comarca de Esperança - PB

A coleta seletiva de resíduos sólidos no Fórum Samuel Duarte da Comarca de Esperança - PB

Segundo Fellenberg (1980) o resíduo sólido pode ser entendido como todos os detritos sólidos e pastosos produzidos por atividades do homem. Sendo que o lixo doméstico é constituído basicamente, pelos seguintes resíduos sólidos: papel, papelão, embalagens variadas, garrafas, latas, objetos de consumo, artigos domésticos e móveis inutilizados e de sobras de alimentos, além disso, existem latarias de automóveis e pneumáticos. Outro segmento de resíduo sólido está contido no lixo industrial, como entulhos, escombros, gangas de mineração, escórias de fundições entre outros. Temos também o lixo hospitalar e os dejetos animais não mais aproveitáveis na agricultura, bem como o lodo proveniente de unidades de depuração biológica da água.
Mostrar mais

33 Ler mais

Educação ambiental na gestão de resíduos sólidos: contribuições para o meio ambiente sustentável

Educação ambiental na gestão de resíduos sólidos: contribuições para o meio ambiente sustentável

O presente estudo tem como objetivo analisar a interferência da educação ambiental na vida das pessoas em relação à Gestão de Resíduos Sólidos e a Educação Ambiental, como estimuladora na mudança de atitudes e conceitos. Para a coleta de dados foi utilizado pesquisa bibliográfica com um apanhado geral na interpretação de dados da bibliografia, tratando desde a origem dos conceitos até os dias atuais, comparando a relação dos problemas ocasionados pelo lixo às atitudes individuais para a produção e o descarte apropriado dos resíduos. A Gestão de Resíduos Sólidos é um conjunto de atitudes que tem como objetivo principal, a eliminação dos impactos ambientais negativos na comunidade, associados à produção e à destinação do lixo. Nesse contexto a Educação Ambiental pode ser entendida como um instrumento básico e indispensável à sustentabilidade dos processos na gestão ambiental e fundamental para desenvolver uma consciência crítica das pessoas em prol do meio ambiente, com responsabilidade e comprometimento de todos os envolvidos. O trabalho tem o foco para a importância da percepção ambiental do homem para o universo. Diferentemente do esperado, os problemas ambientais, ao invés de diminuírem, tendem a aumentar, pois os resultados evidenciam a fundamental importância do investimento de programas de sensibilização e treinamento por parte dos políticos, mesmo sabendo que educação ambiental é algo impossível de se ver, apenas se sente. Fica evidente, que o planeta precisa de ajuda, da ajuda de todos, todos os dias.
Mostrar mais

32 Ler mais

Educação Ambiental com estudantes e famílias na gestão dos resíduos sólidos urbanos

Educação Ambiental com estudantes e famílias na gestão dos resíduos sólidos urbanos

As análises dos dados e das atividades desenvolvidas nessa pesquisa mostraram que as ações de EA não tiveram resultado positivo no ambiente familiar. No ambiente escolar, no entanto, os resultados das ações foram favoráveis e uma expressiva melhora pôde ser observada. O resultado satisfatório se deve, possivelmente, à inserção dos coletores no ambiente escolar, o que possibilitou estrutura para a segregação dos resíduos e demonstrou o comprometimento da instituição. Além disso, o projeto político- pedagógico da escola indicou que as questões relacionadas a resíduos sólidos não são abordadas de forma direta e objetiva.
Mostrar mais

15 Ler mais

Gestão integrada de resíduos sólidos municipais: potencialidades e desafios

Gestão integrada de resíduos sólidos municipais: potencialidades e desafios

No que tange a esse aspecto, o Brasil, vem dando passos significativos e tendo adotado medidas desde antes da Política Nacional de Resíduos Sólidos (PNRS). Destacamos, dessa forma, a Lei Federal nº 6.938/81, conhecida como Política Nacional do Meio Ambiente, que foi promulgada com o objetivo de preservar, melhorar e recuperar a qualidade ambiental, que traz o meio ambiente como objeto específico de proteção e tem como algumas das atividades potencialmente poluidoras o tratamento e destinação de resíduos industriais e disposição de agroquímicos e suas embalagens (BRASIL, 1981).
Mostrar mais

35 Ler mais

XI - gestão integrada de resíduos sólidos: conjunto de ações

XI - gestão integrada de resíduos sólidos: conjunto de ações

resíduos sólidos : conjunto de ações voltadas para a busca de soluções para os resíduos sólidos, de forma a considerar as.. dimensões política, econômica,.[r]

38 Ler mais

GESTÃO INTEGRADA DE RESÍDUOS SÓLIDOS URBANOS: PERSPECTIVAS E DESAFIOS

GESTÃO INTEGRADA DE RESÍDUOS SÓLIDOS URBANOS: PERSPECTIVAS E DESAFIOS

A gestão integrada dos resíduos sólidos urbanos (RSU) justifica-se devido à situação de esgotamento e comprometimento de recursos naturais, dos problemas sociais, ambientais e econômicos de disposição final. A deficiência dos serviços de gestão de RSU tem gerado impactos negativos nas condições de vida e de bem-estar da população. Constatando os impactos ambientais que os RSU podem causar e a precariedade da situação atual em vários municípios brasileiros, alternativas são necessárias visando a melhoria da sua gestão, ao aumentar a eficiência e reduzir seus custos, colaborando com a preservação do meio ambiente. O presente trabalho tem por objetivo apresentar as principais tecnologias de gestão, valorização, tratamento e/ou disposição dos RSU utilizadas no Brasil e apontar alguns municípios do Sul do Brasil com modelos de gestão eficazes. A metodologia consistiu em uma revisão bibliográfica sobre as principais vantagens e desvantagens das tecnologias, abordando uma conceituação, características do processo e aspectos econômicos. Também foram pesquisados artigos sobre o tema e municípios com modelos de gestão eficazes na região Sul. Conclui-se que os municípios são propulsores do desenvolvimento socioeconômico e devem adotar as diretrizes aprovadas como forma de implementar suas ações nessa área, sendo a Política Nacional de Resíduos Sólidos um instrumento norteador.
Mostrar mais

34 Ler mais

Processo de elaboração do Plano Municipal de Gestão Integrada dos Resíduos Sólidos Urbanos do Municípío de Campina Grande - PB

Processo de elaboração do Plano Municipal de Gestão Integrada dos Resíduos Sólidos Urbanos do Municípío de Campina Grande - PB

Os planos de gestão integrada dos resíduos sólidos tratam de questões como coleta seletiva, reciclagem, inclusão social e participação da sociedade civil. Este estudo tem o objetivo de descrever o processo de elaboração do Plano Municipal de Gestão Integrada dos Resíduos Sólidos do Município de Campina Grande – PB. Foi realizada uma pesquisa exploratória, bibliográfica e documental. A coleta dos dados primários ocorreu através de entrevista semiestruturada e os dados secundários através de documentos fornecidos no site da Prefeitura Municipal de Campina Grande – PB, e-books, Artigos, Dissertações e Teses. O Plano Municipal de Gestão Integrada dos Resíduos Sólidos do Município de Campina Grande – PB foi elaborado para durar 20 anos, tendo ações de curto, médio e longo prazo, e pretende diminuir nesse espaço de tempo a geração de resíduos. Tem como algumas de suas Diretrizes: Planejamento e Implantação de Programa de Coletas de Resíduos Diferenciados; Educação Ambiental Para o Consumo Sustentável; e Eliminação e Recuperação de Lixões. O Plano busca incorporar as sugestões feitas pela população, enfatizando a gestão participativa. Algumas ações já estão sendo mobilizadas pela Prefeitura, com foco no meio ambiente. Será possível verificar a inclusão dos catadores na coleta do lixo reciclável.
Mostrar mais

22 Ler mais

A ANÁLISE DA GESTÃO INTEGRADA DE RESÍDUOS SÓLIDOS NA CIDADE DO RIO DE JANEIRO À LUZ DA POLÍTICA NACIONAL DE RESÍDUOS SÓLIDOS

A ANÁLISE DA GESTÃO INTEGRADA DE RESÍDUOS SÓLIDOS NA CIDADE DO RIO DE JANEIRO À LUZ DA POLÍTICA NACIONAL DE RESÍDUOS SÓLIDOS

Nessa ordem, o estudo aborda como temática central a gestão dos resíduos sólidos, tendo como finalidade contribuir para a efetividade da PNRS no Estado do Rio de Janeiro, para operacionalizar essa proposta, em uma primeira etapa apresentam-se breves considerações acerca da política nacional de resíduos sólidos discorrendo sobre os instrumentos previstos na legislação federal. Posteriormente, o trabalho traça uma linha do tempo estabelecendo como marco inicial a construção da política nacional de resíduos e termo final a edição do recente marco do saneamento básico (Lei nº 14.026/2020). Nos tópicos seguintes, o estudo aprofunda-se na gestão local de resíduos adotando o município do Rio de Janeiro como marco territorial, objetivando cotejar toda a evolução local do tema e os principais pontos levantados. Nas considerações finais, realiza-se um fechamento debatendo as principais conclusões e indicando recomendações para uma aplicação equilibrada e eficaz da PNRS, visando o efetivo reconhecimento de um direito humano ao meio ambiente.
Mostrar mais

26 Ler mais

Show all 10000 documents...

temas relacionados