Top PDF Formação em educação ambiental para mudanças de percepção e cidadania no município de Olivedos-PB

Formação em educação ambiental para mudanças de percepção e cidadania no município de Olivedos-PB

Formação em educação ambiental para mudanças de percepção e cidadania no município de Olivedos-PB

A população mundial vem enfrentando uma verdadeira crise ambiental, desencadeada por diversos fatores, especialmente devido as ações antrópicas, as quais desconsideram a capacidade de suporte dos sistemas. A formação em Educação Ambiental constitui importante ferramenta para modificar o cenário ambiental. Este trabalho objetivou avaliar a formação em Educação Ambiental proporcionada aos diferentes atores sociais do município de Olivedos-PB, enquanto instrumento de mudanças de percepção, atitudes e de cidadania. A metodologia baseou-se nos princípios da pesquisa participante desenvolvida de maio de 2011 a Novembro de 2012 e no MEDICC - Modelo Dinâmico de Construção e Reconstrução do Conhecimento. Este propicia o processo de sensibilização, simultaneamente à coleta dos dados. As principais estratégias aplicadas foram: contato com os gestores públicos locais, apresentação do projeto, seminários, palestras, ciclo de oficinas, aulas de campo, curso de formação de Agentes Multiplicadores em Educação Ambiental a 55 atores sociais e elaboração e aplicação de projetos na própria comunidade. Para a caracterização quantitativa e qualitativa dos Resíduos Sólidos domiciliares produzidos no Município de OlivedosPB, foram coletados diretamente na fonte geradora, em três semanas consecutivas e dias alternados. A produção per capita diária de resíduos sólidos domiciliares do município de Olivedos-PB é de 0,87 kg/hab.dia, Logo, estimamos que a população urbana do município de Olivedos-PB produz 1.655 kg/dia. Destes 28% são resíduos de papel, plástico, vidro e metal, que no momento da caracterização eram repassados para o catador. A partir do processo de formação constatamos mudanças de percepção sobre às questões ambientais locais; importância do bioma caatinga e o lugar de Educação Ambiental na Escola; implantação da coleta seletiva nas escolas; limpeza das margens do açude local e compreensão da importância da efetivação de políticas públicas voltadas para o meio ambiente. Portanto, as estratégias em Educação Ambiental aplicadas suscitaram inquietude e contribuíram para mudanças de percepção, atitudes e o exercício da cidadania. Verificamos que a formação em Educação Ambiental é imprescindível para provocar um novo cenário para o Município de Olivedos-PB, no entanto, esta deve ser trabalhada de forma contínua e dinâmica, de modo que venha a contribuir para a formação de cidadãos críticos, ambientalmente comprometidos e sabedores de seus direitos e deveres perante a sociedade.
Mostrar mais

72 Ler mais

Impactos positivos decorrentes da formação em educação ambiental de diferentes atores sociais de Olivedos – PB

Impactos positivos decorrentes da formação em educação ambiental de diferentes atores sociais de Olivedos – PB

No contexto em que vivemos, é perceptível a crise ambiental, retratada pela mídia, através dos fenômenos naturais que expõem a vida em suas diferentes formas de expressão. Os seres humanos, em geral, têm a visão distorcida de meio ambiente e acreditam que é possível extrair incessantemente os recursos do meio por conceberem os mesmos enquanto inesgotáveis. O principal objetivo deste trabalho compreendeu analisar os impactos positivos decorrentes da formação em educação ambiental de diferentes atores sociais ocorrida em Olivedos-PB. Trata-se de uma pesquisa participante realizada no município de Olivedos- PB, mesorregião do Curimataú Ocidental paraibano. Os dados foram coletados a partir do MEDICC (Modelo Dinâmico de Construção e Reconstrução do Conhecimento para o Meio Ambiente). Este propicia o processo de sensibilização, simultaneamente à coleta dos dados. A formação atingiu lideres comunitários: 50% composto por profissionais da educação, 23% profissionais da saúde, 21% estudantes e 6% outras áreas. Através das seguintes estratégias: curso de Agentes Multiplicadores em Educação Ambiental oferecido em três fases de 20 horas cada, intercaladas por oficinas, aula de campo, trilha ecológica, elaboração e aplicação de projetos no município e encontro com outros grupos de Educação Ambiental. Dentre os impactos positivos identificados destacam-se: mudanças de percepção ambiental (100%); maior entendimento da Caatinga, elaboração de projeto por parte dos participantes, os quais desempenharam ações, como o mutirão de limpeza às margens do açude local que fez a retirada de 20 sacos de resíduos e implantação da coleta seletiva nas escolas e participação nas discussões voltadas ao gerenciamento dos resíduos sólidos. Portanto, a mobilização dos líderes comunitários proporcionou mudanças no município, pois estes vêem trabalhando em prol das causas ambientais em seu setor de trabalho, como também em suas residências, o que é primordial quando há uma busca pela sustentabilidade local.
Mostrar mais

40 Ler mais

Percepção sobre educação ambiental e política dos 3R’S dos estudantes de escola pública no município de Pombal-PB

Percepção sobre educação ambiental e política dos 3R’S dos estudantes de escola pública no município de Pombal-PB

O meio ambiente é chamado de tudo o que é vivo, ou seja, todas as coisas que vivem neste planeta e está ligada a vida dos seres humanos. As plantas, os animais e tudo que possui vida própria e faz parte de nosso ecossistema é meio ambiente. A devastação ambiental é causada pela ausência das condições de cidadania que afligem algumas classes sociais, entrelaçados pelos interesses econômicos que não respeitam as necessidades de tempo e espaço da manutenção dinâmica do meio ambiente (SCARDUA, 2009). Para Caldas (2005), atividades que promovem reflexões sobre mudanças de comportamento que permitam discutir e valorizar o quadro de percepção da comunidade pode ser um caminho para alterar uma realidade que degrada o meio ambiente.
Mostrar mais

6 Ler mais

Educação e impactos ambientais: A percepção de atores sociais da comunidade urbana e rural do município de Itabaiana – PB

Educação e impactos ambientais: A percepção de atores sociais da comunidade urbana e rural do município de Itabaiana – PB

O objetivo deste estudo consistiu em perceber contribuir e delinear estratégias que possibilitem a realização da Educação e Percepção Ambiental na Cidade de Itabaiana. De forma a contribuir para inserção da dimensão ambiental na qual estamos inseridos, planetária e ao seu redor no currículo escolar e pessoal, melhoria de qualidade de vida da população, no ambiente escolar para formação de escolas e cidadãos com consciência as ações sustentáveis e fornecer um norteamento para trabalhos e não menos importantes ações por parte do poder publico e até mesmo privado para que possam agir quanto a esse bem comum. Para tanto foram aplicados questionários com membros da zona urbana e rural, bem como a alunos das séries: 5º ano, 9º ano Ensino Fundamental e 3º Ano Ensino Médio. Dentre os principais pontos dos questionários destaca-se a percepção do Meio Ambiente no qual convivem, principais impactos ambientais (positivos e negativos) percebidos, potencialidades do município e da caatinga. Dentre os resultados observou – se que as percepções dos atores sociais variam sobre o Meio Ambiente: natureza (57,5%), lugar (22,5%) tudo (11,25%) vida (7,5%) e biosfera (1,25%); as Potencialidades: Rio Paraíba (51,25%) comércio (15%) turismo (12,5) cultura (7,5%) agricultura (6,25%) matas (2,5) Cooperativa dos Catadores de Material Reciclável de Itabaiana (ITAMARE) (1,25%) ar puro (1,25%); os Impactos Ambientais Negativos: poluição do Rio Paraíba (48,75%), resíduos sólidos (31,25%), falta de saneamento básico (11,25%) Queimadas (3,75%) desmatamento (2,5%) extração ilegal e irregular da areia do Rio Paraíba (2,5%); os Impactos Ambientais Positivos: exploração da água do Rio Paraíba (63,75%), agricultura (30%), colheita de frutos da lavoura (2,5%) e a agropecuária (1,25%); Caatinga: vegetação seca (47,5%), bioma (17,5%), seca (17,5%), falta de chuvas (12,5%), semi-árido (2,5%) e sertão (2,5%). O enfoque deste estudo buscou uma perspectiva de ação holística que relaciona o homem, a natureza e o universo, respeitando sempre a realidade da população e suas necessidades, tendo como referência que os recursos naturais se esgotam se não forem usados com eficiência e de maneira sustentável, e que o principal responsável pela sua degradação é o ser humano.
Mostrar mais

48 Ler mais

Implantação de programas e ações de Educação Ambiental no município de São Francisco (PB)

Implantação de programas e ações de Educação Ambiental no município de São Francisco (PB)

A importância da EA é que, além da difusão de conhecimentos em relação ao meio ambiente, ela promove cidadania às pessoas e causa mudanças de postura, hábitos e comportamento. A Educação Ambiental ensina as pessoas a pensarem e agirem tanto individual como coletivamente. Liefländer e Bogner (2016) realizaram um estudo e concluíram que o uso de conjuntos de atitudes ambientais para promover o conhecimento ambiental tem aumentado, mostrando a possibilidade de que as atitudes sociais podem mudar através da educação. Eles podem estar em uma relação recíproca com o conhecimento ambiental.
Mostrar mais

13 Ler mais

Diagnóstico da educação ambiental escolar no município de Campina Grande – PB

Diagnóstico da educação ambiental escolar no município de Campina Grande – PB

A problemática socioambiental oriunda do rápido e desenfreado crescimento econômico e tecnológico, tem exigido um novo olhar da comunidade escolar a fim de produzir nas gerações futuras, alunos com uma consciência ambiental crítica e propagadora das mudanças comportamentais exigidas para o alcance de um convívio mais sustentável. Dessa forma, esse trabalho objetivou realizar um diagnóstico acerca da Educação Ambiental interdisciplinar, a fim de promover ações de caráter educativo, com vistas a garantir a preservação do meio ambiente e a disseminar a construção de agentes multiplicadores. Para tanto contou com a participação do gestor, professores e alunos de nível médio em questionários de cunho semiestruturado justificado pela necessidade de se obter uma visão aprofundada dos entrevistados acerca da Educação Ambiental, ao qual se deu em escola pública. Como resultados observou-se que o gestor é possuidor de uma visão sensata e atual no que diz respeito ao meio ambiente, se mostrando ainda ativo e articulador quanto a sua capacidade de envolver professores em ações e projetos inerentes a temática estudada, sendo estes de áreas diversas o que beneficia a interdisciplinaridade e envolvimento de todos. Quanto ao alunado foi constatado uma boa percepção dos aspectos que envolvem a Educação Ambiental, não se limitando apenas a caracterizar os elementos da natureza, mas abordando-se os cuidados em relação a eles. De um modo geral, o estudo alcançou resultados satisfatórios no que diz respeito ao envolvimento dos participantes em ações educativas de forma concreta e por ser o ambiente escolar um espaço privilegiado para estabelecer conexões e informações, que ofertam alternativas que estimulem o alunado ao reconhecimento de suas convicções e posturas comportamentais, quanto ao meio ambiente.
Mostrar mais

60 Ler mais

Concepções dos educandos sobre educação ambiental em uma escola estadual do município de Campina Grande - PB

Concepções dos educandos sobre educação ambiental em uma escola estadual do município de Campina Grande - PB

Inúmeras mudanças vêm sendo provocadas pelo homem no setor econômico, social e ambiental desde o surgimento da Revolução Industrial. Os recursos naturais estão sendo explorados de maneira indevida e sob uma velocidade luz que a capacidade de suporte do Planeta já foi ultrapassada e não corresponde mais a demanda do consumismo humano. O homem é o principal responsável gerador deste e outros problemas ambientais, bem como é dele a única saída para a solução dos mesmos. Deste modo, a Educação Ambiental surge como uma ferramenta para ser trabalhada de forma interdisciplinar despertando o senso crítico e mudando a visão humana com o intuito de solucionar os problemas das questões ambientais. A referente pesquisa teve como objetivo analisar a visão da consciência ambiental dos alunos ao ingressarem no ensino médio. Para obtenção dos resultados foram aplicados questionários aos alunos da primeira série do ensino médio da Escola Elpídio de Almeida, localizada no município de Campina Grande, Paraíba, sendo a maior escola em extensão da cidade e considerada uma das referências em Educação do Estado da Paraíba. A escola como Instituição que rege conhecimentos e contribui para formação dos cidadãos é que deve ser a primeira porta de entrada a fornecer aos alunos meios eficazes de informações socioambientais para que eles compreendam o meio ambiente natural e desenvolvam suas potencialidades agindo racionalmente com a fauna e a flora garantindo a sustentabilidade das gerações futuras. Assim sendo, os alunos da escola em estudo possuem conhecimentos em relação aos conceitos e problemas do meio ambiente, porém ainda não tomam atitudes de preservá-los. Portanto, cabe à escola trabalhar na multidisciplinaridade estas questões ambientais incentivando os alunos a valorizar o meio ambiente mudando suas atitudes e adotando práticas de vivência ecologicamente corretas.
Mostrar mais

41 Ler mais

Desafios para a implantação da educação ambiental no âmbito escolar: um estudo de caso no município de São Bento-PB

Desafios para a implantação da educação ambiental no âmbito escolar: um estudo de caso no município de São Bento-PB

Na visão de Silva (2000), a EA pode ser entendida como um processo educativo contínuo, permanente, dinâmico, criativo, interativo, com enfoque interdisciplinar, que permite aos seres humanos conhecer as leis que regem a natureza, compreender as relações e interações existentes entre eles, os seres vivos e o ambiente, reconhecer os problemas ambientais globais e locais e valorizar os aspectos sociais, históricos, éticos e culturais do ambiente onde estão inseridos, adquirindo assim, habilidades e competências para solucionar os seus problemas e construir uma consciência ambiental, pautada na mudança de atitudes e de comportamentos, na solidariedade e no exercício da cidadania. Diante disso, fica clara a importância da escola no processo de formação, tanto social quanto ambiental, dos alunos.
Mostrar mais

49 Ler mais

Análise comparativa dos impactos provocados a partir da formação em educação ambiental em Cabaceiras e Olivedos, Paraíba

Análise comparativa dos impactos provocados a partir da formação em educação ambiental em Cabaceiras e Olivedos, Paraíba

ambiente, contribuindo para o agravamento da crise ambiental no mundo. A Educação Ambiental pode ser utilizada dentro desse contexto como uma ferramenta de mudança socioambiental. O presente trabalho objetivou avaliar de forma comparativa os impactos provocados a partir da formação em Educação Ambiental nos municípios de Cabaceiras e Olivedos, estado da Paraíba. A metodologia baseou-se nos princípios da pesquisa participante aplicada de maio de 2012 a Novembro de 2013, nos municípios de Cabaceira e Olivedos, PB. O processo de formação ocorreu a partir do MEDICC- Modelo dinâmico de Construção e Reconstrução voltado para o meio ambiente, este propiciou o processo de sensibilização, simultaneamente à coleta de dados. As principais estratégias aplicadas foram: contato com os gestores públicos locais, apresentação do projeto nos municípios, dois cursos de agentes multiplicadores em Educação Ambiental oferecidos aos atores sociais, cada curso constituído de três fases, cada fase de 20 horas (totalizando 60 horas por município). As fases foram intercaladas por seminários, palestras, aula de campo e ciclo de oficinas. Além de elaboração e aplicação de projetos nos municípios e realização de Encontro de Agentes Multiplicadores em Educação Ambiental do Estado da Paraíba, o qual constituiu a culminância do processo de sensibilização e formação. Dentre os impactos positivos resultantes do processo de formação em Educação Ambiental observados no município de Cabaceiras-PB, destacam-se: o destino correto dos resíduos de serviço de saúde, implantação do sistema de compostagem na escola, horta e sensibilização dos educandos, no sentido de contribuir para a limpeza do ambiente escolar e participar das decisões locais. Envolvimento dos atores sociais nas discussões das políticas públicas locais e estaduais
Mostrar mais

69 Ler mais

Orçamento participativo e o exercício da cidadania no município de Guarabira/Pb

Orçamento participativo e o exercício da cidadania no município de Guarabira/Pb

Podemos afirmar que ser cidadão significa ter direitos e deveres, ser súdito e ser soberano. Tal situação está descrita na Carta de Direitos da Organização das Nações Unidas (ONU), de 1948, que tem suas primeiras matrizes marcantes nas cartas de Direito dos Estados Unidos (1776) e da Revolução Francesa (1789). Sua proposta mais profunda de cidadania é a de que todos os homens são iguais ainda que perante a lei, sem discriminação de raça, credo ou cor. E ainda: a todos cabem o domínio sobre seu corpo e sua vida, o acesso a um salário condizente para promover a própria vida, o direito a educação, a saúde, a habitação, ao lazer. E mais: o direito de todos poderem expressar-se livremente, militar em partidos políticos e sindicatos, fomentar movimentos sociais, lutar por seus valores. Enfim, o direito de ter uma vida digna de ser homem (MANZINI COVRE, 2002).
Mostrar mais

35 Ler mais

Educação ambiental: estudo de caso a partir da formação de especialistas ambientais, Mamanguape - PB

Educação ambiental: estudo de caso a partir da formação de especialistas ambientais, Mamanguape - PB

El presente estudio tuvo como objetivo promover el tema de la conciencia ambiental en la formación de estudiantes de posgrado en Educación Ambiental en una Institución de Educación Superior, en particular, con este fin, se realizó una revisión histórica acerca de los problemas ambientales, el papel de la educación y su asociación con el medio ambiente. Metodológicamente se caracteriza el medio ambiente y se le diagnosticó formaciones de los estudiantes para revelar posibles influencias en el desarrollo, diseño, practicando y experimentando la educación ambiental. Teniendo en cuenta los hechos históricos y preguntas conceptuales y expuestos, se dio cuenta de que la investigación era relevante tanto para activar la discusión ambiental centrado en la formación pedagógica y didáctica como la necesidad de presentar realidades acerca de los problemas ambientales y su crisis existencial antes de la acción hombre.
Mostrar mais

21 Ler mais

FORMAÇÃO CONTINUADA NA PERCEPÇÃO DOS PROFESSORES DO CENTRO DE EDUCAÇÃO INFANTIL NO MUNICÍPIO DE ARAGUATINS

FORMAÇÃO CONTINUADA NA PERCEPÇÃO DOS PROFESSORES DO CENTRO DE EDUCAÇÃO INFANTIL NO MUNICÍPIO DE ARAGUATINS

Especialista em Didática Universitária e História, Cultura Afro- Brasileira. Graduada em História pela Universidade Estadual do Maranhão UEMA (2001). Bacharel em Administração Pública pela Universidade Federal do Tocantins. UFT (2018) possui MBA em Gestão Pública. Tem experiência na área de gestão, tendo exercido a função de Diretora e Coordenadora acadêmica. Possui experiência na Educação Básica e no Ensino Superior, também já atuou nas modalidades EJA (professora) e Educação a Distância (como tutora UAB/Unitins). Tem atuado no ensino superior desde 2007, nos cursos de Pedagogia, Letras e Administração, com atividades na docência, coordenação e na realização de projetos de extensão entre outros. Nos últimos três anos atuou na Universidade Estadual do Tocantins-(Unitins), como professora, trabalhando principalmente as disciplinas Política Educacional, Métodos e Técnicas de Pesquisa, Didática, Tecnologias Educacionais,TCC e Orientação de TCC. Desenvolve o projeto de pesquisa com a temática: As Metodologias Ativas no Ensino Superior. E-mail: janine.smota@gmail.com
Mostrar mais

18 Ler mais

Educação ambiental e formação de professores de biologia no município de piracicaba/speducação ambiental e formação de professores de biologia no município de Piracicaba/SP

Educação ambiental e formação de professores de biologia no município de piracicaba/speducação ambiental e formação de professores de biologia no município de Piracicaba/SP

Morin (2001) discute a pertinência da informação inicial com uma frase de T.S. Elliot que diz: “Onde está o conhecimento que perdemos na informação?” Para o autor, a informação só é conhecimento quando organizada e contextualizada. Para ele as informações constituem parcelas dispersas de saber. Nesse caso, o professor de biologia tem, como educador ambiental, uma parcela importante no processo de contextualização crítica dessas informações. Ainda para Morin (2001) o conhecimento pertinente é aquele capaz de situar qualquer informação em seu contexto. Talvez contradizendo a metade dos professores entrevistados, não falte informação sobre os problemas ambientais, mas sim contextualização e abordagem complexa.
Mostrar mais

15 Ler mais

Percepção ambiental de estudantes do ensino técnico federal em agropecuária e a contribuição da Educação Ambiental na formação profissional

Percepção ambiental de estudantes do ensino técnico federal em agropecuária e a contribuição da Educação Ambiental na formação profissional

O Campus Teixeira de Freitas, lócus desse estudo, centraliza-se numa região composta por vinte e um municípios (Alcobaça, Belmonte, Caravelas, Eunápolis, Guaratinga, Ibirapuã, Apebi, Itagimirim, Itabela, Itamaraju, Itanhém, Jucuruçu, Lajedão, Medeiros Neto, Mucuri, Nova Viçosa, Porto Seguro, Prado, Santa Cruz Cabrália, Teixeira de Freitas Vereda) que formam o Território Extremo Sul da Bahia. Oferece cursos técnicos de Agropecuária, Florestas e Hospedagem nas diversas modalidades integrado (ensino médio junto com a formação técnica) e/ou subsequente (exige-se o ensino médio concluído) (BRASIL, 2008).
Mostrar mais

20 Ler mais

Percepção e Educação Ambiental entre alunos e professores de uma escola de ensino fundamental de João Pessoa - PB

Percepção e Educação Ambiental entre alunos e professores de uma escola de ensino fundamental de João Pessoa - PB

alunos, que permanecem restringidos as ideias demonstradas por seus educadores. A percepção dos educadores relacionada aos problemas do entorno da escola se mostrou em diferenciada, mas recebeu destaque o problema da deposição de lixo 40%, este representado pela forma mais visível de problema no entorno da escola; a poluição sonora 20%, esta pode ser relacionada às dificuldades que os professores enfrentam com os ruídos oriundos das moradias presentes no entorno da escola, ou pelo movimento dos carros na rede viária em frente à mesma; problemas socioambientais 20%, estes envolvendo todos os problemas relacionados à ação social da população do entorno do instituto; e 20% dos entrevistados não identificou problemas no entorno da escola (Figura11).
Mostrar mais

46 Ler mais

Educação ambiental, política, cidadania e consumo

Educação ambiental, política, cidadania e consumo

Primeiro, a Educação Ambiental precisa encarar as questões da gritante desigualdade social, que conforme Freyre (1987) possui raízes no passado colonial, agro exportador e escravocrata; precisa encarar o dilema da cultura política pautada no clientelismo, no fisiologismo, no patrimonialismo e em outras práticas presentes na ação do Estado e das políticas públicas como mostra Holanda (1995); outro aspecto é o modelo econômico subordinado aos interesses do capital internacional o que configura as possibilidades de consolidação de uma nação com um projeto autônomo de desenvolvimento praticamente impossível (Prado Junior, 1996; Furtado, 2000).
Mostrar mais

16 Ler mais

Desenvolvimento sustentável versus decrescimento: educação ambiental, cidadania ambiental e o modelo técnicopedagógico de agenda ambiental escolar da Secretaria de Educação do Município de Manaus

Desenvolvimento sustentável versus decrescimento: educação ambiental, cidadania ambiental e o modelo técnicopedagógico de agenda ambiental escolar da Secretaria de Educação do Município de Manaus

Para o processo de sensibilização na construção da Agenda, é fundamental a motivação e o envolvimento de toda a comunidade (direção, alunos, pais, responsáveis, parceiros, instituições, etc.) na tomada de decisão quanto à implementação deste instrumento. É recomendado pelo Órgão Gestor Nacional – ProNEA ( Programa Nacional de Educação Ambiental) a criação de uma comissão interinstitucional da agenda ambiental. Sua composição se dará por diferentes segmentos da comunidade. Após a criação da comissão a mesma elaborará um diagnóstico para identificar os problemas ou potencialidades. Mediante a sistematização dos dados, o próximo passo será elaborar um plano de ações que possibilite avançar na construção de propostas participativa/coletiva. Deverá ser feito um plano de acompanhamento e avaliação das agendas, além da revisão anual, através de vários instrumentos (observações, entrevistas, relatórios, formações e outros).
Mostrar mais

203 Ler mais

Educação ambiental e cidadania: batucada na lata

Educação ambiental e cidadania: batucada na lata

Introdução: O CENPEA é um projeto de extensão da Universidade que procura novos caminhos para que se construam outras relações do homem com a natureza e consigo mesmo. Um dos trabalhos que está sendo realizado é o de parceria com a Entidade Assistencial LAR SANTO ANTONIO (Ourinhos SP), desde junho de 2011. O Lar fundado em 05 de dezembro de 1950, é uma Entidade filantrópica, reconhecida de utilidade pública Municipal, Estadual e Federal e que continua prestando atendimento básico no sistema de abrigo e saúde, mantendo atualmente 28 crianças e adolescentes em situação de risco pessoal e social. Portanto, é de suma importância que todo o processo de pesquisa e extensão seja construído junto com as crianças e adolescentes, trazendo em primeiro lugar a percepção que cada aluno já tem sobre o mundo e suas transformações. Objetivos: despertar a criatividade e o interesse das crianças e adolescentes quanto às diferentes possibilidades de uma relação mais harmônica diante dos problemas da relação Sociedade- Natureza; Para atingir este objetivo geral, toma-se como objetivo específico realizar um trabalho prazeroso, divertido, educativo e conscientizador, através de exibição e discussão de filmes, trabalhos de campo e oficinas com materiais reciclados. Métodos: As atividades ocorrem semanalmente com alunos de idades entre 12 e 16 anos, no próprio Lar onde as crianças e adolescentes moram. Os materiais utilizados para as atividades de educação ambiental foram os filmes: O dia depois de amanhã e B13 - o décimo terceiro distrito, além do filmes, foi feita uma visita a trechos da Voçoroca que corta o fundo do Lar santo Antônio. A partir do mês de agosto começaram as oficinas de confecção de instrumentos com materiais recicláveis e ensaios de ritmos com os instrumentos produzidos pelos próprios alunos. Resultados: A parceria entre o Lar Santo Antônio e o CENPEA está sendo muito enriquecedora para a sensibilização da percepção das crianças e adolescentes. Com a exibição dos filmes, as discussões forma acerca das mudanças climáticas do planeta, a noção de urbanização, a criação de centros e periferias e ainda a importância da água como agente modelador da natureza, sem deixar de levar em consideração a realidade dos alunos, instigando a curiosidade das crianças, desenvolvendo-lhes o senso crítico quanto as transformações da natureza e a relação desta com a sociedade. Com a oficina de instrumentos recicláveis, mais especificamente, pretende- se realizar apresentações musicais na universidade, no próprio Lar e em outros pontos da cidade.
Mostrar mais

1 Ler mais

Educação Ambiental formadora de cidadania em perspectiva emancipatória: constituição de uma proposta para a formação continuada de professores

Educação Ambiental formadora de cidadania em perspectiva emancipatória: constituição de uma proposta para a formação continuada de professores

do projeto, pode ser entendida como uma simplificação. O trabalho efetivamente realizado abrangeu a questão dos valores morais (os “guias de valor”, na linguagem de Puig, 1998a), mas não se restringiu a eles. Seria mais exato nos referirmos a este trabalho como “Estudos sobre Educação Moral e EA”. Dito isso, é fundamental acrescentar que o termo “educação moral”, quando utilizado em nosso trabalho, refere-se ao conjunto dos processos educativos que se propõem a lidar com a dimensão da moralidade. Por “moralidade” estamos designando “uma dimensão da vida humana identificável entre outras e não redutível a nenhuma outra (a vida moral, tal qual se manifesta no fato de que emitimos juízos morais, fato que nos remete à existência de certas estruturas antropológicas e a certas tradições culturais)” (CORTINA; MARTINEZ, 2005, p. 19).
Mostrar mais

22 Ler mais

Educação ambiental: percepção e desenvolvimento da consciência ambiental das crianças do projeto com ciência no bairro Ilha do Bispo, João Pessoa/PB

Educação ambiental: percepção e desenvolvimento da consciência ambiental das crianças do projeto com ciência no bairro Ilha do Bispo, João Pessoa/PB

A Educação Ambiental foca a mudança de valores. Segundo S/A (2008, p. 2) “os valores contêm um elemento de julgamento, enraizado naquilo que as pessoas imaginam ser o certo; eles influenciam a percepção, a tomada de decisão e são essenciais na compreensão das atitudes e da motivação das pessoas”. Os valores movem os seres humanos, suas decisões, suas atitudes, refletem a essência de cada um, a percepção do indivíduo sobre o meio. Esta percepção aguça os sentidos e, de acordo com Melazo (2005), Turene (2006), Addison (2003) e Ribeiro (2003) apud Oliveira e Corona (2008) “os valores são atribuídos de acordo com a cultura, história, idade, sexo, educação, erudição, classe social, economia, política, religião, individualidade, preferências, atitudes e atribuições do meio ambiente”. A EA estimula a mudança benéfica de valores individual e coletiva.
Mostrar mais

75 Ler mais

Show all 10000 documents...

temas relacionados