Top PDF Formação de soldados: um estudo junto aos alunos do 2° Batalhão de Polícia Militar de Campina Grande-PB

Formação de soldados: um estudo junto aos alunos do 2° Batalhão de Polícia Militar de Campina Grande-PB

Formação de soldados: um estudo junto aos alunos do 2° Batalhão de Polícia Militar de Campina Grande-PB

Este artigo discorre sobre as condições da formação de Soldados da Polícia Militar a partir da percepção dos alunos do Curso de Formação de Soldados (CFSd) do 2° Batalhão de Policia Militar de Campina Grande-PB. Conforme prevê a Constituição Federal de1988, o Policial Militar tem a função de manter a ordem pública por meio do policiamento ostensivo de forma que a PM é um órgão competente para trabalhar na prevenção e controle da criminalidade. Tendo em vista esses aspectos, buscamos analisar a opinião dos alunos acerca das condições do CFSd. Para tanto, buscamos também traçar o perfil dos alunos do Curso de Formação de Soldado de Polícia Militar; identificar as condições de ensino do CFSd na percepção dos alunos; verificar se o curso de formação corresponde as suas expectativas; analisar como a disciplina Cidadania e Direitos Humanos contribui para a formação dos soldados, bem como desvelar as dificuldades e potencialidades encontradas durante o curso de formação. Esta pesquisa qualitativa, abordou um percentual de 20% dos alunos do CFSd. Para a coleta dos dados, utilizou a entrevista com roteiro semi-estruturado e análise de conteúdo para o tratamento dos dados coletados. Com este estudo percebemos que o curso acontece de forma precária, pois falta estrutura física adequada, disponibilidade de material didático, o recurso humano que é designado para o ensino, muitas vezes, não atende as expectativas dos alunos (embora alguns relatassem que os instrutores fossem considerados ótimos) ainda há muita fragilidade na formação desses soldados.
Mostrar mais

43 Ler mais

O uso abusivo de bebidas alcoólicas: um estudo realizado com os policiais militares no 2° Batalhão de Polícia Militar de Campina Grande/PB

O uso abusivo de bebidas alcoólicas: um estudo realizado com os policiais militares no 2° Batalhão de Polícia Militar de Campina Grande/PB

The referred study approaches the question of abusive use of alcoholic drinks by military police men from the 2ndMilitary Police Battalion of Campina Grande-PB, trying to analyze how these individuals developed the abuse of such substances. For this purpose, it al so sought to draw the profile of the police men who developed abusive use of alcohol; verifying how addiction affects their social and professional life; identifying the reasons for these cops seek the Social Service of the 2nd Military Police Battalion; as well as identifying the expectations of the police men for alcohol control. This is a field research, of qualitative nature, which was conducted with 6 users accompanied by the Social Service of the institution by means of semi-structured interviews (recorded). For data analysis, we used the technique of content analysis. Based on data obtained during the survey we found that factors such as professional and family problems, and influence of friends was what led the police officers to ingest alcoholic drinks. Furthermore, we detected that there is a concern of the 2ndMilitary Police Battalion with that problem. How ever it is necessary that institutions start to develop more preventive actions aimed at the abuse of alcohol and other drugs.
Mostrar mais

40 Ler mais

Vo2 máximo da turma de recrutas 2015 (CFSD 2015) da Polícia Militar do 2º BPM de Campina Grande – PB

Vo2 máximo da turma de recrutas 2015 (CFSD 2015) da Polícia Militar do 2º BPM de Campina Grande – PB

O presente estudo teve como objetivo principal, investigar a capacidade física dos recrutas do 2º Batalhão de Polícia Militar da Paraíba, localizado na cidade de Campina Grande-PB. A abordagem metodológica é realizada através de uma pesquisa descritiva com abordagem quantitativa e de caráter transversal. A população da pesquisa foi escolhida segundo critérios de exclusão e inclusão,a amostra foi constituída por 50 participantes do sexo masculino, nascidos entre 1995(20 anos) e 1986 (29 anos). Para a obtenção dos dados foi aplicado um instrumento: o teste de Cooper (1968), que pode mensurar o VO² máximo do ser humano e consequentemente sinalizar a respeito da sua capacidade física. O teste foi realizado na pista de atletismo do Departamento de Educação Física, na cidade de Campina Grande-PB.Os resultados revelaram que 34% da população estudada enquadraram-se no nível “excelente”, 32% revelou-se estar no nível “regular”, 22% se encontram no nível “boa”, 10% se encontram no nível superior, 2% se encontram no nível “muito fraco” e não foi encontrado nenhum participante no nível “fraco”. Diante dos resultados obtidos pode-se constatar que, de uma forma geral, os avaliados estão em um nível de condicionamento físico satisfatório para o bom desempenho de suas atividades profissionais, bem como para manterem uma vida com qualidade satisfatória. Podemos observar com esses resultados que a maioria dos participantes encontra-se numa condição acima da média, ou seja, com um nível de condicionamento satisfatório. Foi percebido que o bom desempenho dos recrutas no teste, é fruto de um trabalho de exercícios físicos realizado no quartel, como parte do treinamento, para a formação dos soldados da Polícia Militar da Paraíba. Os exercícios físicos propostos no curso de formação de soldados da Polícia Militar são parte de um rigoroso e disciplinado programa de atividades físicas, que fazem parte do processo de formação profissional. É notório que os recrutas da Polícia Militar, por participarem ativamente de um eficiente programa de treinamento, alcançaram resultados satisfatório, no que se refere ao condicionamento físico. Diante dessa constatação fica a certeza que se fosse implantado um programa de exercícios físicos, para policiais militares, que já passaram pelo curso de formação de soldados, a realidade da condição física do policial militar paraibano, seria com certeza bem melhor do que a realidade encontrada hoje nos batalhões, espalhados por toda a Paraíba.
Mostrar mais

41 Ler mais

O Serviço Social na Polícia Militar [manuscrito] : uma análise da profissão sob o olhar dos policiais militares do 2º BPM do município de Campina Grande/PB

O Serviço Social na Polícia Militar [manuscrito] : uma análise da profissão sob o olhar dos policiais militares do 2º BPM do município de Campina Grande/PB

A presente produção teórica é resultante da observação e da pesquisa realizada no âmbito do estágio supervisionado, o 2º Batalhão de Polícia Militar do município de Campina Grande/PB (2º BPM). A motivação por este estudo deveu-se ao fato de que, alguns desafios eram enfrentados pela assistente social do referido Batalhão, na efetivação de sua prática profissional junto aos Policiais Militares e seus familiares, usuários do setor de Serviço Social. Nesse sentido, este artigo tem como objetivo analisar como têm-se configurado a profissão de Serviço Social no 2º BPM do município de Campina Grande/PB, sob o olhar dos Policiais Militares. A pesquisa foi realizada com trinta Policiais Militares do 2º BPM, foi estruturada a partir de um estudo exploratório e descritivo, utilizando dados quali- quantitativos. Utilizamos a amostra probabilista, do tipo aleatória. A captação dos dados se deu através da observação e da entrevista semi-estruturada. Os resultados apresentam que os Policiais Militares entrevistados, possuem conhecimento superficial acerca da profissão de Serviço Social. A maioria conhece o setor de Serviço Social, o considera muito importante para o 2º BPM e metade utilizaram os serviços do setor. A pesquisa revela que o Serviço Social têm-se configurado como uma profissão conhecida e reconhecida no 2º BPM.
Mostrar mais

45 Ler mais

Os desafios postos à prática profissional do assistente social no 2° Batalhão de Polícia Militar da Paraíba

Os desafios postos à prática profissional do assistente social no 2° Batalhão de Polícia Militar da Paraíba

O presente artigo centrou-se na análise dos desafios postos à prática profissional do Assistente Social no 2° Batalhão de Polícia Militar em Campina Grande/PB. O estudo processa-se como uma pesquisa de campo, de caráter qualitativo, cujo referencial teórico-metodológico adotado foi o dialético marxista. A coleta de dados se deu por meio de um roteiro de entrevista semi-estruturado e a análise destes dados foi realizada pelas técnicas de análise de conjuntura e de conteúdo à luz de autores que subsidiaram todo conteúdo trabalhado. Para tanto, tivemos como sujeito e universo da pesquisa a Assistente Social do 2° BPM. Mediante análises dos dados constatou-se que a intervenção profissional do Assistente Social no 2º BPM se desenvolve de forma precária, principalmente no que refere-se ao desentendimento por parte dos membros e do comando do 2° BPM acerca da profissão Serviço Social e as competências do Assistente Social, o que remete-se a falta de recursos financeiros e logísticos para o setor de Serviço Social. Assim, evidencia-se que as condições objetivas configuram-se como as responsáveis pelas limitações vivenciadas pelo Assistente Social no 2º BPM.
Mostrar mais

36 Ler mais

Mulher e polícia militar: um estudo sobre as motivações do ingresso das profissionais no 2º Batalhão de Polícia Militar da Paraíba

Mulher e polícia militar: um estudo sobre as motivações do ingresso das profissionais no 2º Batalhão de Polícia Militar da Paraíba

O referido trabalho versa sobre a mulher na Polícia Militar, especificamente, do 2º Batalhão de Campina Grande/PB, buscando analisar os motivos que levaram as policiais da referida instituição a optarem pela profissão de policiais militares. Buscou-se ainda: traçar o perfil socioeconômico e cultural dessas policiais militares; identificar o tipo de trabalho exercido por essas profissionais na instituição; verificar os desafios enfrentados pelas Policiais Militares no exercício profissional, bem como analisar as contribuições do seu trabalho para a instituição. Trata-se de um estudo explicativo com o enfoque qualitativo, realizado junto a 20 Policiais Militares femininas, sendo 10 do serviço burocrático e 10 do serviço operacional da instituição, por meio de entrevista semi-estruturada (gravada). Para análise dos dados, foi utilizada a técnica de análise de conteúdo. A partir dos dados obtidos durante a realização da pesquisa pudemos constatar que a busca por estabilidade financeira e/ou profissional, a influência de parentes ou pessoas próximas, vontade ou sonho, curiosidade bem como admiração pela instituição, foram os fatores que contribuíram para que essas mulheres optassem pela profissão de Policial Militar. Este estudo corroborou para a análise de que, frente a um contexto de flexibilização do trabalho e de suas relações, iniciada, principalmente, a partir da introdução da política neoliberal, as mulheres migram em busca de empregos que lhes possam garantir estabilidade financeira e profissional, melhores salários, reconhecimento pelo seu trabalho, bem como os direitos trabalhistas, que assegurem o seu bom desenvolvimento profissional.
Mostrar mais

86 Ler mais

2º Batalhão de Polícia Militar e a Guarda Militar da reserva em Campina Grande-PB: um relato de experiência de estágio obrigatório em serviço social

2º Batalhão de Polícia Militar e a Guarda Militar da reserva em Campina Grande-PB: um relato de experiência de estágio obrigatório em serviço social

O presente artigo apresenta um relato de experiência do Estágio Obrigatório em Serviço Social realizado no 2° Batalhão de Polícia Militar - Campina Grande-PB problematizando o fenômeno natural do envelhecimento humano e suas repercussões na sociedade moderna, em particular, no mundo do trabalho e a importância das políticas públicas voltadas para o direito da pessoa idosa no Brasil. Nesse sentido, objetiva-se com o estudo descrever a experiência de Estágio Obrigatório desenvolvida no 2º Batalhão de Polícia Militar com a Guarda Militar da Reserva da Polícia Militar em Campina Grande-PB. A metodologia utilizada no estudo baseia-se em pesquisas bibliográfica e documental e está pautado nos aspectos qualitativos do relato de experiência, descritiva e explicativa. O envelhecimento enquanto fenômeno natural problematiza uma realidade global e repercute na implementação de políticas públicas que assegurem direitos e melhoria na qualidade de vida da pessoa idosa. Para esse segmento da população que atuam na Política de Segurança Pública, em particular, a Polícia Militar da Paraíba, o governo estadual atua com a Guarda Militar da Reserva da Polícia Militar (GMR). Foi com esse público que a intervenção do Estágio Obrigatório em Serviço Social realizado no 2° Batalhão de Polícia Militar, configurou-se como uma importante atividade acadêmica no processo de formação e para contribuição do conhecimento e aperfeiçoamento dos Policiais Militares a exercerem suas novas funções na GMR no âmbito do 2º Batalhão de Polícia Militar-CG.
Mostrar mais

26 Ler mais

A inserção da mulher na polícia militar: uma análise à luz do contingente masculino do 2º Batalhão de Polícia Militar de Campina Grande/PB

A inserção da mulher na polícia militar: uma análise à luz do contingente masculino do 2º Batalhão de Polícia Militar de Campina Grande/PB

O presente estudo centrou-se na análise da inserção da mulher na polícia militar à luz do contingente masculino do 2º Batalhão de Polícia Militar de Campina Grande/PB. Para tanto, utilizamos a pesquisa de campo, de caráter quanti- qualitativo, cujo referencial teórico-metodológico adotado foi o dialético marxista, que permite conhecer realmente um objeto, estudando todos os seus aspectos e conexões e tudo é visto em constante mudança. A coleta de dados se deu por meio de uma entrevista semi-estruturada, junto aos policiais militares masculinos do 2º BPM, sendo a análise dos dados permeada pela técnica de análise de conjuntura e de conteúdo. Mediante os resultados, constatou-se que apesar dos policiais militares reconhecerem as conquistas e lutas das mulheres, no âmbito da segurança pública, estas não devem realizar todas as atribuições de um policial militar, tendo em vista as limitações que envolvem o universo feminino. Portanto, conclui-se que na realidade cotidiana estão presentes discriminações vinculadas as relações de gênero.
Mostrar mais

29 Ler mais

Formação profissional dos policiais militares: um relato de experiência no 2º batalhão de Campina Grande - PB

Formação profissional dos policiais militares: um relato de experiência no 2º batalhão de Campina Grande - PB

Este trabalho versa sobre a formação de soldados do 2º Batalhão de Polícia Militar de Campina Grande/PB. Trata-se de um relato de experiência do campo de estágio, com o objetivo de analisar o curso de formação de soldados e como esse processo contribui para o trabalho do Policial Militar. Para tanto, buscou também analisar as atuais mudanças em torno da política de Segurança Pública; identificar as contribuições do curso de formação de soldados segundo a análise dos militares; desvelar as dificuldades e potencialidades encontradas nas condições de trabalho, apontadas pelos sujeitos do estudo; analisar como a disciplina de Direitos Humanos é interpretada no processo de formação. Este estudo auxilia a análise dos avanços e contribui para o processo em evidência, buscando direcionamento na constituição de 1988 na área da segurança, bem como, desvelou as dificuldades encontradas pela organização, para progredir nos significativos avanços. O trabalho expõe dados de uma formação truncada, arcaica em princípios hierárquicos e militaristas tradicionais, respaldado por normas e procedimentos conservadores, dentro e fora das instituições, destarte têm-se uma formação policial que ainda precisa de muitos avanços.
Mostrar mais

81 Ler mais

Igualdade profissional e diferença de gênero: um estudo junto as policiais militares do 2º Batalhão de Polícia Militar de Campina Grande/PB

Igualdade profissional e diferença de gênero: um estudo junto as policiais militares do 2º Batalhão de Polícia Militar de Campina Grande/PB

No âmbito da Segurança Pública, especificamente na Polícia Militar, não foi diferente, desde sua inserção, a mulher vem atuando de forma plausível, exercendo suas atribuições com a máxima competência e disciplina, respeitado seus colegas de trabalho e os acompanhando nas mais diversas missões, que vão desde os serviços burocráticos até aos serviços operacionais (policiamento ostensivo, rádio patrulha e etc.), mostrando-se ter o mesmo potencial que um policial masculino. Porém, apesar da “aceitação” das mulheres no âmbito da polícia militar, elas ainda lutam para que a instituição respeite a equidade de gênero.
Mostrar mais

36 Ler mais

Condições de trabalho do policial militar: um estudo realizado no 2º Batalhão de Polícia Militar de Campina Grande/PB

Condições de trabalho do policial militar: um estudo realizado no 2º Batalhão de Polícia Militar de Campina Grande/PB

A tabela acima apresenta-se em ordem do 3º maior ao menor nível hierárquico dentro da polícia, em que 3% dos entrevistados são Majores, outros 3% 2º Tenente, 14% Sargentos, 3% Sub-Tenentes, enquanto 33% são Cabos e correspondendo a maioria, 43% de Soldados. No entanto, devemos ressaltar que independente da patente que o Policial Militar ocupa, nas suas diversas esferas, todos em algum momento da pesquisa demonstraram insatisfação e preocupação com a carreira militar. Por isso, não nos ativemos a uma determinada patente, para não correr o risco de sermos infiéis em nossa pesquisa, e reforçar que só o Policial Militar com patente de soldado, seria ou não o único insatisfeito com seu salário e suas condições de trabalho.
Mostrar mais

32 Ler mais

Segurança Pública Ativa: Avaliação do VO2MAX dos ciclo-patrulheiros do 2º Batalhão de Polícia Militar do Estado da Paraíba (BPM-PB)

Segurança Pública Ativa: Avaliação do VO2MAX dos ciclo-patrulheiros do 2º Batalhão de Polícia Militar do Estado da Paraíba (BPM-PB)

O policial militar, como sendo agente de segurança pública, deve estar apto à perseguições, seja com viaturas, motos, cavalos ou a pé. E por isso, precisa ter maior atenção ao seu condicionamento físico, principalmente força e aptidão cardiorrespiratória. Numa abordagem o policial deve estar firme quanto a uma busca pessoal que geralmente é feita em indivíduos que estão em maior quantidade ou de maior porte físico. A necessidade do condicionamento físico para o serviço de policial militar é sempre visto como essencial traduzida por um sistema de segurança rápida e precisa para a população e por um melhor desempenho na visão dos superiores hierárquicos da instituição que esperam o melhor de seus comandados.
Mostrar mais

32 Ler mais

Aplicação da ferramenta SWOT no setor de ocorrências da Central de Polícia Civil, Campina Grande-PB

Aplicação da ferramenta SWOT no setor de ocorrências da Central de Polícia Civil, Campina Grande-PB

Formalizing a strategic objective involves analyzing the internal and external environments of the organization that are the essence of SOWT Analysis. Created in the context of private companies in the Strategic Planning stage, this can also be used in the Public Sector, which is increasingly seeking to maximize resources and offer quality services to the citizen. Therefore, in order to perceive the opportunities, threats, strengths and weaknesses of the external and internal environments of the Paraíba Civil Police Sector, this study presents the general objective: Apply the SWOT tool in the Civil Police Branch of Campina Grande -PB and specific objectives: a) to carry out bibliographic review on the SWOT analysis, b) to define analysis characteristics for the internal and external environment; C) carry out the observation listing important points and d) highlight points of intervention and conclude. The work presents as methodology the observational method, being a descriptive and explanatory research, and presents as a delineation the case study (Gil, 2010). The study is justified by the contribution that this author provides to the professional environment in the public institution that she is a servant, as well as, presenting a practical character, choosing one of several tools and theories learned in the Bachelor's Degree in Public Administration.
Mostrar mais

48 Ler mais

Qualidade de vida no trabalho: um estudo na percepção dos militares da 5ª companhia do batalhão de operações policiais especiais (BOPE) em Campina Grande - PB

Qualidade de vida no trabalho: um estudo na percepção dos militares da 5ª companhia do batalhão de operações policiais especiais (BOPE) em Campina Grande - PB

desenvolvimento e esclarecimento de ideias, com objetivos de oferecer uma visão panorâmica de uma área pouco explorada, que é a QVT de militares de operações especiais. Descritiva, porque foi feita a descrição de conceitos importantes ao contexto do trabalho, como por exemplo a descrição das variáveis do modelo da QVT adotado, bem como pela razão dos depoimentos dos militares, alvo da pesquisa, que foram transcritos na integra, sem alterações. Quanto aos meios, a pesquisa caracteriza-se como Estudo de Caso, considerando que o presente estudo foi aplicado à experiência de apenas uma organização em particular, no caso a 5ª CIA do BOPE em Campina Grande, uma vez que, um estudo de caso deve ser desenvolvido a partir da análise de uma determinada organização (TACHIZAWA, 2006). Além disso, a pesquisa realizada pode ser considerada Bibliográfica, pois foi feita uma revisão da literatura disponível sobre o tema exposto em um capítulo específico o qual tem como seu maior objetivo estabelecer a base teórica da pesquisa.
Mostrar mais

36 Ler mais

Do trauma à possibilidade de uma narrativa: notas sobre a psicanálise em um Batalhão de Polícia Militar

Do trauma à possibilidade de uma narrativa: notas sobre a psicanálise em um Batalhão de Polícia Militar

A farda é um elemento de destaque e um significante recorrente tanto nos discursos dos policiais com quem mantivemos um laço clínico, quanto com os que estabelecemos diálogos informais. Interpretada como uma capa de herói ou como mortalha, nenhum policial tem uma opinião neutra acerca de sua farda. É nela que estão costurados diversos apetrechos, como uma tarja com o chamado “nome de guerra”, as divisas correspondentes aos graus hierárquicos e outras insígnias referentes à trajetória institucional do policial. O capricho com a farda não apenas atende as exigências formais do regulamento disci- plinar, mas também responde à preocupação de se apresentar ao mundo de uma forma garbosa e atraente. A subjetivação de cada policial dessa unifor- mização que a farda produz varia enormemente e se dirige aos mais diversos aspectos de sua vida. Muitos policiais erotizam seu uso e acreditam que a farda os faz mais atraentes aos olhos das mulheres. Já outros asseveram com ênfase que a farda é um estorvo, um lembrete de que são alvos ambulantes da “bandidagem” (sic). Um exemplo de como a farda pode condensar uma signi- ficação de estorvo e de peso pode ser observado na fala de um policial há 15 anos na polícia Militar (Grupo de Pesquisa “Psicanálise Aplicada e a Prática na Comunidade”):
Mostrar mais

21 Ler mais

Análise da inclusão de alunos autistas nas escolas de Campina Grande - PB: um estudo de caso

Análise da inclusão de alunos autistas nas escolas de Campina Grande - PB: um estudo de caso

Nas décadas seguintes houve grandes aperfeiçoamentos nas teorias já existentes. Apesar disso, foi apenas no ano de 1963 que o psiquiatra Michael Rutter classificou e definiu um conceito sólido sobre o autismo, que foi aceito pela comunidade internacional científica. No entanto, o ponto principal da pesquisa de Rutter pesquisa foi a classificação das áreas do cérebro que eram afetadas no espectro autista, especificando quais seriam os sintomas apresentados em quatro aspectos: a dificuldade para socializar, problemas para iniciar e manter comunicação, hábitos e costumes incomuns quando em comparação a crianças da mesma idade (repetição constante de movimentos), e o início dos sintomas que se daria antes mesmo dos 30 meses de idade (2 anos e 6 meses).
Mostrar mais

26 Ler mais

Um estudo sobre os alunos com dislexia em um instituto especial no município de Campina Grande - PB

Um estudo sobre os alunos com dislexia em um instituto especial no município de Campina Grande - PB

O presente trabalho intitulado “Um estudo sobre os alunos com dislexia em um instituto especial no município de Campina Grande – Paraíba” tem como objetivo observar e compreender o trabalho dos profissionais do Instituto Centro de Atendimento Especializado com o aluno disléxico, para superar as suas dificuldades de aprendizagem, tanto na leitura, quanto na escrita e na soletração, bem como, a utilização dos recursos pedagógicos e estratégias didáticos por eles utilizados. No encalce desse objetivo, caminhamos através da pesquisa qualitativa, tendo como referencial Malheiros (2011); Ludk (1986)de abordagem exploratória e descritiva (GIL, 2007). Para um melhor desenvolvimento da referida pesquisa buscou-se ancoragem em estudiosos como Novaes (1997); Ciasca (2006); Teles (2004); Alves (2011), entre outros, os quais fizeram uma melhor compreensão a cerca de um conhecimento específico em relação à dislexia, não comouma doença, mas, como um distúrbio neurológico que compromete o desenvolvimento cognitivo do aluno, em consequência, dificuldade de aprendizagem na leitura e na escrita. Merece destaque a formação dos profissionais em especializações para este fim. E, apesar de existir um número considerado de alunos disléxicos na referida instituição, ainda há uma grande fila na esperade atendimento, o que demonstra um crescimento preocupante de crianças com distúrbio neurológico, o que requer uma maior atenção do poder político pedagógico com investimentos, de modo que a instituição possa ser ampliada para melhorar o atendimento desse público.
Mostrar mais

37 Ler mais

RONILSON DE SOUZA LUIZ O CURRÍCULO DE FORMAÇÃO DE SOLDADOS DA POLÍCIA

RONILSON DE SOUZA LUIZ O CURRÍCULO DE FORMAÇÃO DE SOLDADOS DA POLÍCIA

O processo pedagógico é político porque visa formar profissionais adequados a uma hierarquia de trabalho, bem como inculcar nos alunos as reações de dependência e subordinação. O produto que sai dessas escolas, o educando formado, tenderá a exercer um tipo de cidadania caracterizado por um baixo nível de participação, por uma aceitação relativamente passiva das decisões emanadas das autoridades constituídas, algumas vezes ilegais e ilegítimas, e por uma capacidade admirável para suportar as frustrações decorrentes de uma vida em sociedade marcada pela desigualdade e injustiça (p.08).
Mostrar mais

138 Ler mais

Análise do clima organizacional: um estudo de caso junto aos colaboradores da creche Nenzinha Cunha Lima – Campina Grande - PB

Análise do clima organizacional: um estudo de caso junto aos colaboradores da creche Nenzinha Cunha Lima – Campina Grande - PB

A gestão do clima organizacional tornou-se uma importante ferramenta preventiva e de apoio ao monitoramento do comportamento das pessoas.O presente estudo teve como objetivo analisar a percepção dos colaboradores da creche Nenzinha Cunha Lima quanto à influência de algumas variáveis organizacionais que determinam o clima organizacional. O modelo metodológico utilizado foi um estudo de caso, baseado em pesquisa descritiva, exploratória e bibliográfica, incluindo uma amostra composta por 25 funcionários. O instrumento utilizado foi um questionário semi- estruturado dividido em duas partes. A primeira busca traçar o perfil sócio demográfico composto por cinco questões objetivas.Na segunda parte foram elaboradas 10 assertivas envolvendo algumas variáveis organizacionais como: reconhecimento do trabalho realizado, liderança, companheirismo, ambiente de trabalho, valores compartilhados, respeito pelo funcionário, relações interpessoais, comunicação, satisfação, conhecimento dos objetivos organizacionais.Para mensurar os resultados foram utilizados graus de concordância, neutralidade e discordância. Concluiu-seque o clima organizacional identificado pelos respondentes ébom, devidoaoexpressivosníveis de concordância.
Mostrar mais

21 Ler mais

Diagnóstico do perfil do usuário de cartão de crédito reclamante junto ao Juizado do Consumidor de Campina Grande - PB

Diagnóstico do perfil do usuário de cartão de crédito reclamante junto ao Juizado do Consumidor de Campina Grande - PB

serviço contratado, levando em consideração apenas o imediatismo do consumo e das facilidades oferecidas. Diagnosticou-se na pesquisa que muitos dos usuários que afirmaram não conhecer os juros e encargos são os mesmos que acumularam saldo devedor junto a operadora do cartão e tentam prestar reclamação junto ao “Juizado do Consumidor” sobre a cobrança de juros abusivos, ora, como alegar verbalmente que os juros são abusivos se o próprio usuário alega não conhecer as taxas de juros contratadas? Verificou-se então que frequentemente o usuário busca direito não possuídos e deixam de lado as obrigações nessa relação de consumo, tendo em vista dever do consumidor possuir uma visão mais econômica de compra, aquela que busca conhecer em todos os aspectos os produtos/serviços adquiridos, tratando aqui do cartão de crédito é necessário então que o usuário ao contratar tal serviço seja conhecedor do contrato que rege essa relação de consumo, ciente das taxas, juros, encargos e obrigações adquiridas nessa contratação. Constatou-se nos resultados foi apresentado também que 27% usuários possuem uma visão cognitiva de compra, e que 44% nunca buscaram informação mínima sobre os serviços contratados junto a operadora, apresentando uma grande parcela de usuários enquadrados na visão passiva de compras, sendo aqueles que adquirem o produto cedendo as propagandas e ao impulso do consumo, sem preocupar-se com as consequências da utilização desse produto/serviço. Por fim, foi visto que a operadora de cartão de crédito mais reclamada junto ao “juizado do consumidor” foi o “Hipercard” visto que é considerado um cartão regional e de ampla divulgação o que justifica tamanha demanda.
Mostrar mais

52 Ler mais

Show all 10000 documents...

temas relacionados