Top PDF Gestão ambiental: medidas de produção mais limpa para uma fecularia localizada no noroeste do Paraná

Gestão ambiental: medidas de produção mais limpa para uma fecularia localizada no noroeste do Paraná

Gestão ambiental: medidas de produção mais limpa para uma fecularia localizada no noroeste do Paraná

Esta pesquisa teve como objetivo avaliar a gestão ambiental de uma fecularia de médio porte, localizada no noroeste do Paraná. Também teve o objetivo de identificar oportunidades de melhoria por meio da ferramenta Produção mais Limpa. Foi aplicado um questionário para análise da gestão ambiental da organização, o qual contemplou as variáveis ambientais: requisitos legais; recursos hídricos e energéticos; emissões atmosféricas; efluentes; resíduos sólidos e matéria-prima. Foram identificados e classificados os aspectos e impactos ambientais, associados às atividades desenvolvidas na organização quanto à situação operacional, responsabilidade pela geração, temporalidade e natureza do impacto, através da metodologia adaptada de Moreira (2013), Assumpção (2010) e Seiffert (2010). Foram registrados dezenove aspectos e onze impactos ambientais distintos. Seguindo parte da metodologia do Manual de Implantação da Técnica de Produção mais Limpa do Centro Nacional de Tecnologias Limpas (CNTL), foram apresentadas medidas de Produção mais Limpa para a empresa, relacionadas à: economia de energia; economia de água; redução de emissões atmosféricas, redução de efluentes e redução de resíduos sólidos.
Mostrar mais

53 Ler mais

A importância da gestão ambiental: uma análise sobre as práticas de produção mais limpa em uma indústria de beneficiamento de metais e plásticos localizada na cidade de Esperança-PB

A importância da gestão ambiental: uma análise sobre as práticas de produção mais limpa em uma indústria de beneficiamento de metais e plásticos localizada na cidade de Esperança-PB

Para que o desenvolvimento sustentável seja integralizado, seria necessária uma comunicação e um trabalho integrado de quatro grupos – desenvolvimento econômico, preocupação social, pressões ambientais e medidas governamentais - que dessa forma, juntos, poderão corroborar para o bem-estar das gerações presentes com uma melhor distribuição de custos e benefícios equitativa de forma a não comprometer o potencial de satisfação das necessidades das gerações futuras. As operações produtivas do segmento industrial, nesse caso, estão diretamente ligadas ao meio ambiente em todas as suas etapas do processo, que vão desde a captação das matérias-primas até disposição final dos seus resíduos, que são considerados agentes potencialmente poluidores. Podemos também acrescentar, que os avanços da velocidade de lançamento de produtos somados à diminuição de sua vida útil contribuem significativamente com o aumento do número de produtos descartados no meio ambiente (RODRIGUES et al., 2009; BAENAS et al., 2011).
Mostrar mais

16 Ler mais

Proposta de gestão ambiental na produção de lecitina de soja da empresa Gebana Brasil baseada na produção mais limpa

Proposta de gestão ambiental na produção de lecitina de soja da empresa Gebana Brasil baseada na produção mais limpa

A gestão ambiental contribui para ações tomadas no gerenciamento dos resíduos e no consumo de insumos pelas empresas. Um grande número de empresas ainda não adotam metodologias de gestão ambiental ou adotam ações quanto a seus resíduos somente ao fim de seu sistema. A Produção Mais Limpa (P+L) se trata de uma ferramenta de gestão ambiental, desenvolvida em 1989 pelo United Nations Environmental Program- UNEP (Programa das Nações Unidas para o Meio Ambiente) estabelece ações na busca da preservação ambiental, através da redução dos insumos de produção, geração de resíduos, além da saúde e segurança do trabalhador. Os municípios do Sudoeste do estado do Paraná possuem micro e pequenas empresas, que em grande maioria não possuem ferramentas concretas de gestão relacionadas a impactos ambientais gerados pelas atividades presentes. A empresa escolhida para servir de objeto de estudo para a sugestão de uma P+L foi a Gebana Brasil. Localizada no município de Capanema, Sudoeste do estado do Paraná, é uma das subsidiárias da Gebana Suíça e atua na compra da produção de grãos, processa e comercializa os subprodutos fabricados na empresa. O sistema de Produção Mais Limpa foi sugerido ao setor da fabricação de lecitina de soja, e o referente projeto apresenta tecnologias limpas e adaptações visando à redução do consumo de água, além da adequação e redução da geração de resíduos. Na elaboração do trabalho buscou-se a melhoria da empresa quanto à sua eficiência ambiental. A implantação de sistema de Produção Mais Limpa nas empresas pode apresentar resultados significativos e este projeto serve de modelo para a difusão desta ferramenta.
Mostrar mais

63 Ler mais

AVALIAÇÃO AMBIENTAL-ECONÔMICA DO USO DA ENERGIA NO PROCESSO DE PRODUÇÃO DE ÁGUA MINERAL COM APLICAÇÃO DOS CONCEITOS DE PRODUÇÃO MAIS LIMPA

AVALIAÇÃO AMBIENTAL-ECONÔMICA DO USO DA ENERGIA NO PROCESSO DE PRODUÇÃO DE ÁGUA MINERAL COM APLICAÇÃO DOS CONCEITOS DE PRODUÇÃO MAIS LIMPA

Na implementação do programa, em 2011, foi elaborada a primeira versão do fluxograma de entradas e saídas do processo. Inicialmente, as entradas e saídas listadas foram muito similares à revisão realizada nessa pesquisa, porém a análise das entradas e saídas foi prejudicada, pois, no primeiro ano de implementação do programa, não existia uma forma de monitorar o consumo de um dos principais insumos, a energia elétrica. Sendo assim, mesmo sabendo que se tratava de um dos principais insumos, o estudo sobre o uso da energia não foi escolhido inicialmente. Com o fluxograma atualizado, confirmou-se a grande representatividade do uso da energia elétrica no processo, uma vez que está presente em todas as etapas de fabricação. Além disso, desde 2012 a linha Água Pet sofreu diversas alterações para aumentar o volume anual de produção, aumentando mais de 200% a capacidade de produção em 5 anos. Isso fez aumentar consideravelmente o uso dos insumos e matérias primas. Além disso, um dos principais insumos, a energia elétrica, sofreu diversas atualizações de preço, conforme mostra a Fig. (2.2). A soma de todos esses fatores fez com que aumentasse a importância da linha de produção para o negócio.
Mostrar mais

86 Ler mais

Tecnologias de produção mais limpa na suinocultura

Tecnologias de produção mais limpa na suinocultura

Outro ponto percebido nos estudos de caso realizado neste trabalho, é a falta de consciência ambiental dos pequenos produtores, pois para eles o importante é que os suínos cresçam de forma que tenham condições adequadas para o abate, mesmo que isso polua o meio ambiente. A preservação da natureza, por não gerar lucro, não é um aspecto importante para o pequeno suinocultor, com esta consciência fica difícil reduzir os impactos ambientais gerados na suinocultura, pois embora existem tecnologias viáveis economicamente, pode não existir interesse dos suinocultores em implantá-las.
Mostrar mais

47 Ler mais

Uma análise da produção mais limpa no Brasil

Uma análise da produção mais limpa no Brasil

A inserção da P+L no país exigirá muita articulação política dos atores envolvidos a fim de fazer chegar as informações em cada organização independente de sua atividade ou porte. As políticas públicas no Brasil precisam colocar no mesmo nível os mecanismos de prevenção e aqueles de comando e controle. É preciso desenvolver mecanismos que deem sustentação aos programas e planos de governo e de entidades privadas voltados para a gestão ambiental de organizações. Ações neste sentido, quando existentes, em geral têm vida breve, já que ficam dependentes de vontades políticas e tendem a ser abandonadas ou substituídas por outras a cada novo governo ou gestão, não configurando de fato uma política do país e, sim, uma política pessoal de quem está no comando naquele momento.
Mostrar mais

10 Ler mais

Contribuição da Produção Enxuta para obtenção da Produção mais Limpa

Contribuição da Produção Enxuta para obtenção da Produção mais Limpa

Globalização, competitividade e produtividade são palavras primordiais na reestruturação de nações, na criação de blocos regionais, na organização de mercados, e, para que esse movimento de início de milênio se cumpra de forma duradoura, ele deve ser ecoeficiente. CNTL (2002) menciona que a ecoeficiência incorpora três pilares: econômico, ambiental e social. Para que uma empresa ou processo se adeqüe ao mercado e permaneça nele, deve ser economicamente rentável, ambientalmente compatível e socialmente justo. Sendo assim, será ecoeficiente e criará as condições básicas para se introduzir dentro dos conceitos atuais. As tecnologias ambientais existentes inicialmente trabalhavam, principalmente, no tratamento dos resíduos, efluentes e emissões existentes (ex: tecnologia de incineração de resíduos, tratamento de águas residuais, tratamento de emissões atmosféricas, etc.). Essas tecnologias são chamadas de técnicas de fim-de-tubo, ou seja, estuda os resíduos no final do processo de produção. São caracterizadas pelas despesas adicionais para a empresa e diversos problemas, como por exemplo a produção de lodo de esgoto através do tratamento de águas residuais. A tecnologia chamada Produção mais Limpa veio para tomar o lugar dessa visão de fim de tubo. P+L significa a aplicação contínua de uma estratégia econômica, ambiental e tecnológica integrada aos processos e produtos, a fim de aumentar a eficiência no uso das matérias-primas, água e energia através da não geração, minimização ou reciclagem de resíduos gerados em todos os setores produtivos (CNTL, 2001).
Mostrar mais

8 Ler mais

O USO DA PRODUÇÃO MAIS LIMPA COMO FERRAMENTA DE  GESTÃO AMBIENTAL DE MELHORIA CONTÍNUA: ESTUDO DE  CASO EM UMA EMPRESA FABRICANTE DE EMBALAGEM DE  PAPEL NO ESTADO DE PERNAMBUCO

O USO DA PRODUÇÃO MAIS LIMPA COMO FERRAMENTA DE GESTÃO AMBIENTAL DE MELHORIA CONTÍNUA: ESTUDO DE CASO EM UMA EMPRESA FABRICANTE DE EMBALAGEM DE PAPEL NO ESTADO DE PERNAMBUCO

O estágio de Diagnóstico forneceu uma visão geral dos procedimentos e do nível de conhecimento ambiental da empresa. Realizou-se uma investigação das legislações ambientais pertinentes à empresa, visando identificar as condições em que ela se encontrava com relação aos requisitos legais. Procurou-se entender também os processos produtivos da empresa. Isso foi feito por meio de layout e fluxogramas de processo, sendo elaborados dois tipos de fluxogramas: o global – fabricação de embalagens de papel (que descreve de forma generalizada os componentes que integram a empresa) - e o intermediário – fabricação de embalagens de papel cartonado simples (que retrata o setor que deverá ser alvo do estudo). Escolheu-se trabalhar o fluxo do papel cartonado simples pelo fato de ser ele o produto mais significativo produzido pela empresa. A análise dos inputs e outputs possibilitou a determinação dos pontos que deveriam ser o alvo do Programa. Todos os dados da empresa obtidos nesse estágio serviram de base para comparações com as implementações feitas. Ainda nesse estágio, a avaliação dos aspectos e impactos permitiu conhecer os impactos procedentes dos diversos aspectos analisados, distinguindo, portanto, os mais impactantes. Um Plano de gerenciamento também foi elaborado. Ele proporcionou a compreensão de como são administrados os resíduos gerados pela empresa.
Mostrar mais

167 Ler mais

Produção de grevílea e eucalipto em sistema silvipastoril na região do Arenito Caiuá, noroeste do Paraná

Produção de grevílea e eucalipto em sistema silvipastoril na região do Arenito Caiuá, noroeste do Paraná

qual espécies arbóreas e forrageiras são cultivadas em uma mesma unidade de área simultaneamente, com a presença do componente animal. Esses sistemas representam uma forma de uso da terra onde as atividades de silvicultura e pecuária estão associadas para gerar uma produção complementar pela interação de seus componentes (VARELLA et al., 2009). Um dos objetivos da introdução dos SSP é a diminuição dos impactos ambientais negativos, próprios dos sistemas tradicionais de criação de gado, favorecendo a restauração ecológica de pastagens degradadas, diversificando a produção das propriedades e gerando produtos e lucros adicionais, o que permite reduzir a dependência externa de insumos, intensificando o uso do recurso solo e seu potencial produtivo em longo prazo (FRANKE; FURTADO, 2001).
Mostrar mais

36 Ler mais

Medidas de produção mais limpa e otimização de tratamento de efluentes líquidos em indústrias galvânicas da região metropolitana de Florianópolis

Medidas de produção mais limpa e otimização de tratamento de efluentes líquidos em indústrias galvânicas da região metropolitana de Florianópolis

Para efeitos de licenciamento, existe a Resolução CONSEMA N.º 003/2008, que “Aprova a Listagem das Atividades Consideradas Potencialmente Causadoras de Degradação Ambiental passíveis de licenciamento ambiental pela Fundação do Meio Ambiente – FATMA e a indicação do competente estudo ambiental para fins de licenciamento”. Desta forma, no ANEXO I, capítulo 53, subitem 53.00.00, os serviços de galvanoplastia são considerados como um potencial poluidor/degradador do ar nível: médio; do solo: pequeno; da água: grande; e de forma geral: grande. Neste mesmo subitem, fica estabelecido que as empresas de pequeno porte (área útil menor ou igual a 0,2 hectares), as de grande porte (área útil maior que 1,0 hectare) e as demais (consideradas como de médio porte) devem realizar um Estudo Ambiental Simplificado para obter Licenciamento Ambiental por parte da FATMA. Além dessas exigências, fica estabelecido na Instrução Normativa IN-04 da FATMA que “os projetos devem ser subscritos por profissional habilitado, com indicação expressa do nome registro de classe, endereço e telefone”.
Mostrar mais

138 Ler mais

Análise do sistema de gestão ambiental do laboratório de camarões marinhos da Universidade Federal de Santa Catarina: um estudo sobre a produção mais limpa adotada na produção de camarões

Análise do sistema de gestão ambiental do laboratório de camarões marinhos da Universidade Federal de Santa Catarina: um estudo sobre a produção mais limpa adotada na produção de camarões

Com o advento da Revolução Industrial, em meados do século XVIII, a dominância do consumo doméstico foi substituída pela produção em escala, sistema que permanece até a atualidade. O aumento da utilização de recursos naturais decorrente desse consumismo gerou impactos ambientais irreversíveis que, após as décadas de 60 e 70, chamou a atenção dos seres humanos, dando início, a uma crescente preocupação ambiental. A partir da década de 90 destacaram-se as iniciativas empresariais, governamentais e não governamentais buscando uma melhor relação do ser humano com o meio ambiente. Com o intuito de participar da corrente mundial em prol do desenvolvimento sustentável, as empresas têm adotado, além da responsabilidade social, os sistemas de gestão ambiental, que visam adequar suas atividades à legislação ambiental e reduzir o seu impacto sobre o meio ambiente. As práticas desenvolvidas a fim de valorizar a prevenção da poluição, em detrimento do simples controle da poluição já emitida, denominam-se práticas de Produção mais Limpa. Visando esclarecer a forma como esse processo ocorre nas organizações pesquisou-se, neste trabalho, o Laboratório de Camarões Marinhos da Universidade Federal de Santa Catarina. Este estudo engloba, portanto, características de uma pesquisa bibliográfica, documental e um estudo de caso descritivo com caráter qualitativo. A coleta dos dados ocorreu por meio de pesquisa documental, observação individual não participante e entrevistas semi-estruturadas com entrevistados escolhidos propositada e intencionalmente, embasando a análise que foi realizada com base no discurso. Os resultados demonstram que, durante o período de certificação do Sistema de Gestão Ambiental do Laboratório através da ISO 14000, diversas foram as iniciativas ambientais implementadas na organização, com foco na Produção mais Limpa. A partir do surgimento do vírus da Mancha Branca, no ano de 2005, entretanto, o responsável pelo sistema ambiental se retirou do laboratório, e as iniciativas ambientais se estagnaram, a despeito de terem sido mantidas aquelas que não representam custos adicionais à organização. Atualmente, a gestão ambiental no laboratório se encontra deficiente, sem um responsável e sem a perspectiva de inovações ou até mesmo recertificação do sistema. A ausência de participação dos gestores nas práticas de planejamento e controle ambientais durante o período de certificação, bem como a falta de apoio da UFSC, dificultam a continuação do processo.
Mostrar mais

116 Ler mais

MONITORANDO O DESEMPENHO AMBIENTAL DAS ORGANIZAÇÕES ATRAVÉS DA PRODUÇÃO MAIS LIMPA OU PELA AVALIAÇÃO DO CICLO DE VIDA

MONITORANDO O DESEMPENHO AMBIENTAL DAS ORGANIZAÇÕES ATRAVÉS DA PRODUÇÃO MAIS LIMPA OU PELA AVALIAÇÃO DO CICLO DE VIDA

Apesar de amplo e até mesmo complexo, é possível realizar uma análise para o desenvolvimento sustentável, através de ferramentas que auxiliam na coleta de dados e interpretação dos resultados. Entre elas, a Avaliação do Ciclo de Vida (ACV) pode ser considerada uma das mais apropriadas, pois busca soluções para problemas ambientais globais, uma vez que inclui todas as etapas do ciclo de vida de um produto ou processo, desde: a extração e processamento de matérias-primas, fabricação e embalagem, transporte e distribuição, uso e reemprego, reciclagem ou reutilização até a disposição final. Outra ferramenta muito utilizada nas empresas é a Produção mais Limpa, também conhecida como PmaisL, que trata de análises e ações ambientais preventivas, economizando água, energia e matérias-primas. Este artigo, propõe uma análise crítica entre a Produção mais Limpa e a Avaliação do Ciclo de Vida, para auxiliar as organizações na tomada de decisões ambientalmente corretas.
Mostrar mais

13 Ler mais

Gestão de processo: uma proposta de padronização de um arranjo físico em uma indústria de estofados localizada no sudoeste do Paraná

Gestão de processo: uma proposta de padronização de um arranjo físico em uma indústria de estofados localizada no sudoeste do Paraná

The Layout Production Influences several aspects of the production process, which may affect production costs and the safety of employees. Defining or organizing physical requires the use of tools to obtain the best result. No present work to conclude a post-graduate course in Production Engineering aimed at analyzing a furniture industry located in Francisco Beltrão - Paraná, where it is produced with custom upholstery, with this, it was observed the various types of existing arrangements and analysis of the space and production flow of the studied company. Thus, a proposal for improving the flow was proposed from the interrelation diagram, where the current physical arrangement contemplates the process flow and does not have a standardization of the arrangement.
Mostrar mais

43 Ler mais

A produção mais limpa como geradora de inovação e competitividade.

A produção mais limpa como geradora de inovação e competitividade.

Relativamente às novas oportunidades de negócio - englobando as iniciativas estratégicas, inovação de produto, um portfólio mais verde, novas aplicações e um produto mais limpo - que os gestores estão vislumbrando, tendo em vista principalmente as questões ambientais e a PML, identificaram-se as seguintes idéias, nas entrevistas em profundidade com eles: criar um fast-food do arroz em Porto Alegre; industrializar a matéria-prima, gerando produtos diferentes (biscoi- tos de arroz e bolachinhas); ter a marca própria nos produtos; continuar fornecen- do para empresas exigentes, como a Éffem e a Coolméia; fundar uma cooperati- va; desenvolver o agroecoturismo, devido às peculiaridades da fazenda; produção de sementes certificadas de arroz (vide Anexo 1).
Mostrar mais

24 Ler mais

Barômetro de gestão ambiental em empresas do estado do Paraná – Brasil

Barômetro de gestão ambiental em empresas do estado do Paraná – Brasil

é possível com justiça social. A miséria e, a conseqüente luta desesperada pela sobrevivência, degrada o meio ambiente tanto quanto o luxo e a riqueza dos povos desenvolvidos. Ambos os extremos são perniciosos. O mercado tem uma lógica própria que não é a do desenvolvimento equilibrado e, ao implementá-la, quebra a lógica ambiental, pois não leva em conta a finitude dos recursos naturais, a capacidade de suporte da localidade, o equilíbrio milenar das cadeias alimentares envolvidas, a fragilidade dos componentes vitais dos ecossistemas e outras leis naturais. Como podemos crescer sem destruir? Como compatibilizar o crescimento econômico e o equilíbrio ambiental? A economia é uma invenção humana; o homem é uma invenção da natureza. A opção de conservar ou degradar; de deixar viver ou retirar a vida ou de manter ou extinguir uma espécie é uma opção que só o ser humano tem. Por isso, o desenvolvimento sustentável é uma questão absolutamente moral.
Mostrar mais

191 Ler mais

Produção mais limpa na carcinicultura: um estudo de caso

Produção mais limpa na carcinicultura: um estudo de caso

O objetivo do trabalho é apresentar as oportunidades de implementação da produção mais limpa (P+L), em uma fazenda de cultivo de camarões. A metodologia utilizada foi pesquisa exploratória, realizada pela inves- tigação, via estudo de caso, implementada em uma unidade produtiva, localizada no nordeste do Brasil. O trabalho aborda desde aspectos genéricos da técnica, no que diz respeito ao gerenciamento do uso da água, energia, e da caracterização do efluente desta atividade produtiva. Discute aspectos quantitativos, considera- ções ambientais e oportunidades de P+L nas fases do processo produtivo. Os resultados apontam para econo- mias de insumos sob a forma de alimentos, corretivos de solo, medicamentos e energia aplicados ao processo, que variam de 4 a 27%, ressaltando-se que o pequeno ganho financeiro deve ser encarado como uma fonte de considerável benefício ambiental. Os autores concluem pela propriedade da adoção da técnica neste segmento do agronegócio, ressaltando a importância do gerenciamento da dosagem de insumos na qualidade do efluente final, além da adoção de um mecanismo de remediação físico-química, para o residual de metabissulfito de sódio utilizado na despesca.
Mostrar mais

15 Ler mais

A implementação da produção mais limpa no processo de vulcanização

A implementação da produção mais limpa no processo de vulcanização

Resumo: A crescente conscientização ecológica, a preservação ambiental, a justiça social e a preocupação com as gerações futuras estão diretamente relacionadas à sustentabilidade das empresas. Neste trabalho será abordado o conceito de produção mais limpa, associado aos processos de vulcanização da borracha utilizada na emenda realizada em correias transportadoras. Será abordada a vantagem econômica e ambiental do reaproveitamento dos refugos de borracha gerados a partir da reforma das correias, mencionando como os mesmos podem ser reaproveitados em outros processos industriais, e não descartados de forma indevida no meio, contribuindo para minimizar os problemas ambientais, advindos da destinação inadequada deste tipo de resíduo. Estes resíduos são gerados em grandes quantidades e, se não destinados de forma ambientalmente adequada podem contribuir para a geração de impactos negativos e irreversíveis no meio ambiente. Os refugos da borracha são materiais não biodegradáveis e que apresentam demora na sua decomposição, daí a grande importância de seu reaproveitamento em outros processos produtivos.
Mostrar mais

19 Ler mais

Impressão 3D: uma abordagem de produção mais limpa?

Impressão 3D: uma abordagem de produção mais limpa?

Tendo em conta o impacto direto e indireto que a produção Industrial tem sobre o ambiente, parece natural que atualmente se discutam e se tentem encontrar soluções alternativas ao modo como se produz tendo por base os princípios de Ecoeficiência. O Concelho Empresarial Mundial para o Desenvolvimento Sustentável (WBCSD) definiu Ecoeficiência como a produção e entrega de bens e serviços a preços competitivos, que satisfaçam as necessidades humanas e proporcionem qualidade de vida, enquanto reduzem progressivamente o impacto ecológico e a intensidade de utilização de recursos durante o ciclo de vida, para um nível pelo menos em linha com a capacidade de suporte estimada de Terra (relacionado com o conceito de Pegada Ecológica) (Huppes & Ishikawa, 2005). Um facto curioso é que as preocupações ao nível da igualdade e outras de âmbito social não estão incluídas neste conceito de Ecoeficiência, situação que vai em sentido contrário do conceito de Sustentabilidade que engloba as vertentes sociais, económicas e ambientais (Ehrenfeld, 2005). Como tema independente, a Ecoeficiência está bem definida mas é diversificada, tendo em conta as várias visões sobre o problema. A diversidade não deriva apenas de diferentes terminologias desenvolvidas nos mais variados domínios, mas também das mais básicas e subjacentes aproximações teóricas a este tema. Apesar disto, adotar os princípios de desenvolvimento sustentável e utilizar a Ecoeficiência como referencial para o funcionamento das empresas, mantendo elevados os padrões de gestão ambiental, deve ser uma prioridade. Qualquer organização pode usar esta estratégia como forma de diferenciação, não só no mercado onde operam mas também na sociedade tendo em conta a responsabilidade social que atualmente é atribuída às empresas. As medidas de Ecoeficiência associam assim os objetivos da excelência empresarial com a excelência ambiental, de modo a que o comportamento da organização proporcione um desenvolvimento global sustentável (Huppes & Ishikawa, 2005)
Mostrar mais

101 Ler mais

Produção mais limpa: gestão dos resíduos cárneos na feira central de Campina Grande - PB

Produção mais limpa: gestão dos resíduos cárneos na feira central de Campina Grande - PB

Esta ultima alternativa buscou-se saber se os comerciantes estariam dispostos a atuar em práticas que reduzissem os resíduos e impactos ambientais causados pela atividade dos mesmos, onde a maioria respondeu que sim, com 77% das respostas, 23% responderam talvez e apenas 6% não estariam dispostos a atuar em tais práticas. Isso mostra a disposição dos mesmos em melhorar o ambiente em que vivem e trabalham. A educação ambiental é a maneira de conscientizar a população da importância de disseminar o conhecimento sobre o meio ambiente. Para isso é necessário o apoio dos governos no sentido de auxiliar e orientar nas práticas mitigadoras de impactos ambientais.
Mostrar mais

24 Ler mais

Mapeamento da qualidade ambiental nas organizações privadas de Santa Catarina: ISO 14000 e produção e produção mais limpa

Mapeamento da qualidade ambiental nas organizações privadas de Santa Catarina: ISO 14000 e produção e produção mais limpa

As indústrias de grande porte não só tem procurado inserir a variável ambiental nos seus processos produtivos através de sistemas de gestão ambiental e de certificações da série ISO 14000, como têm exigido que seus fornecedores também o façam. Segundo dados do Iel e FIESC, essas empresas vêm se adequando cada vez mais em termos ambientais, sobretudo por duas razões: primeiro por uma demanda do mercado internacional; segundo, pela exigência dos órgãos de controle ambiental, que na sua precariedade ainda conseguem exercer algum tipo de pressão através de mecanismos de comando e controle. Essa adequação, restringe-se apenas ao âmbito das grandes empresas que buscam vantagens competitivas e não se dá por consciência do empresariado em relação ao meio ambiente, conforme afirma um dos entrevistados de Fernandes, 2003:
Mostrar mais

98 Ler mais

Show all 10000 documents...

temas relacionados