Top PDF Gestão saúde da criança do Programa de Saúde Família no município de Ibiara-PB

Gestão saúde da criança do Programa de Saúde Família no município de Ibiara-PB

Gestão saúde da criança do Programa de Saúde Família no município de Ibiara-PB

O presente trabalho é uma reflexão sobre como a gestão municipal de Ibiara /PB gerencia as ações referentes a saúde da criança. Esta pesquisa apresenta como objetivo principal analisar a gestão de ações desenvolvidas no Município de Ibiara - PB, ou seja, como esse processo de gerenciamento está executando os serviços básicos de saúde para o público infantil. No debate teórico identificou-se que o Sistema Único de Saúde – SUS deverá ser assistido gratuitamente para todo cidadão em todos os seus serviços necessários. Especificamente no caso do Município de Ibiara, objeto de pesquisa do presente trabalho, foi possível observar que o serviço fica a cargo da coordenação municipal do Programa de Saúde da Família e do gerenciamento do setor de enfermagem responsáveis pelas Unidades Básicas. Em termos metodológicos realizou-se um levantamento bibliográfico através de bases de dados eletrônicos e apostila. Também foi realizada pesquisa de campo com a coordenação do PSF e a enfermeira responsável pelo PSF-I do município. O estudo apresenta em seus capítulos, discussões acerca da atenção a saúde da criança de 0 a 06 meses no Brasil, a importância da imunização e amamentação, aborda os programas de assistência a saúde da criança no Brasil e no município em questão, assim como as ações da saúde da criança.
Mostrar mais

24 Ler mais

A gestão municipal do programa Bolsa Família do município de Igaracy-PB

A gestão municipal do programa Bolsa Família do município de Igaracy-PB

A gestão local precisa ter funcionários competentes, que realmente se comprometam com o trabalho. Uma equipe de: Assistentes Sociais para dar esclarecimento às famílias, fazerem visitas domiciliares quando necessário em caso de denúncias ou para emitir pareceres da realidade da família, auxiliar as famílias a superar as dificuldades em cumprir as condicionalidades e outras funções; Entrevistadores e Técnicos do Cadastro Único que têm uma missão diária de sempre estar atualizando cadastros, que precisam ser atualizados sempre que houver alguma alteração na família, ou no máximo a cada dois anos, geralmente a Responsável Familiar atualiza seu cadastro uma vez por ano, e também inserem e atualizam os dados das famílias no sistema; Conselheiros do Conselho Municipal de Assistência Social, que fiscaliza o programa e os beneficiários, verificam se os recursos repassados do Governo Federal para a Gestão Municipal do bolsa família está sendo aplicado corretamente; Funcionários da Saúde e Educação, para enviarem as informações dos beneficiários do Bolsa Família, se não enviarem nas datas fixadas, as famílias são prejudicadas, podendo até perder o benefício, e o município também perde recursos federais; E a Gestora Municipal que é a responsável direta pelo Bolsa Família e pelo Cadastro Único no município. Faz a articulação entre as áreas de assistência social, saúde, educação e outras áreas, para viabilizar a gestão do Programa, e é a principal interlocutora com o MDS para o tema.
Mostrar mais

36 Ler mais

Ações do governo municipal  para saúde da pessoa idosa nas unidades básicas do município de Ibiara-PB

Ações do governo municipal para saúde da pessoa idosa nas unidades básicas do município de Ibiara-PB

O presente trabalho surgiu de uma reflexão a nível municipal sobre como são gerenciadas as ações do governo para a saúde do idoso no município de Ibiara-PB. Esta pesquisa apresenta como objetivo geral identificar o grau de gerenciamento dessas ações desenvolvidas na cidade, ou seja, como a gestão municipal orienta e executa os serviços básicos de saúde para esta faixa etária. Por meio do Sistema Único de Saúde (SUS) todo cidadão deverá ser assistido gratuitamente em todos os seus serviços necessários, porém nem sempre os municípios conseguem cumprir com suas tarefas que são direcionadas pelo governo federal. No caso de Ibiara, campo de estudo do trabalho, o que fora possível observar com o estudo é que este serviço fica a cargo da coordenação municipal do PSF e das gerentes de enfermagem responsáveis pelas unidades básicas. O estudo apresenta em seus capítulos, discussões acerca da atenção a saúde do idoso no Brasil, a importância da imunização para esta faixa etária, abordando os principais programas de assistências no Brasil e no município pesquisado, assim como as ações desenvolvidas. Em termos metodológicos realizou-se um levantamento bibliográfico através de bases de dados eletrônicas e apostilas. Também foi realizada pesquisa de campo com o secretário do Centro de Referência de Assistência Social (CRAS), a coordenadora do Programa de Saúde da Família e a enfermeira responsável pelo PSF-I do município.
Mostrar mais

23 Ler mais

Qualidade no atendimento aos usuários do programa saúde da família: município de Cajazeirinhas-PB. PSF Único "Maria Umbelina da Conceição"

Qualidade no atendimento aos usuários do programa saúde da família: município de Cajazeirinhas-PB. PSF Único "Maria Umbelina da Conceição"

Como podemos ver nos dados apresentados no gráfico 8, que para melhorar o atendimento ao público do programa saúde da família do município de Cajazeirinhas, as ações julgadas mais importante foram: Letra “A” Capacitação e treinamento contínuo do pessoal com 80%; Letra “B” Reestruturação das instalações físicas (ar condicionado, banheiros exclusivos, água mineral, atendimento eletrônico, etc.) com 50%; Letra “C” Disponibilizar servidor capacitado e responsável pela gestão do atendimento ao público com 30%; “D” Informatização do controle de entrada e saída de pessoas com 40% e Letra “E” Outros, não opinaram.
Mostrar mais

26 Ler mais

A PARTICIPAÇÃO POPULAR NA GESTÃO LOCAL DO PROGRAMA SAÚDE DA FAMÍLIA EM CAMPINA GRANDE   PB

A PARTICIPAÇÃO POPULAR NA GESTÃO LOCAL DO PROGRAMA SAÚDE DA FAMÍLIA EM CAMPINA GRANDE PB

Neste trabalho apresentamos um estudo acerca da participação popular na gestão local do Programa Saúde da Família (PSF), no município de Campina Grande-PB, na ótica de três segmentos: conselheiros comunitários de saúde, usuários e profissionais do PSF. A partir de uma abordagem histórico-conceitual acerca da tríade: Políticas de Saúde no Brasil, Participação Social e PSF, refletimos sobre o processo de constituição da participação popular na política de saúde brasileira, especificamente no âmbito do PSF. Realizamos a pesquisa em duas Unidades Básicas de Saúde da Família dos bairros Pedregal e Tambor e, respectivamente, nos seus Conselhos Locais de Saúde (CLS). Entrevistamos quatorze sujeitos, distribuídos em seis profissionais, quatro conselheiros e quatro usuários. Desenvolvemos tal pesquisa numa perspectiva descritivo-analítica, através de uma abordagem qualitativa, tendo como técnicas de coletas de dados a entrevista semi-estrutrada e a observação direta. Realizamos o processo de sistematização e análise dos dados a partir do estabelecimento de categorias, seguindo o método análise de conteúdo, em Bardin (1977). Os resultados indicaram um significativo avanço no processo de participação popular na gestão das ações do PSF, referendados pelos seguintes aspectos: bom nível de participação dos conselheiros comunitários de saúde, traduzindo-se na discussão, elaboração de propostas e encaminhamento das questões específicas no campo da saúde e nos demais problemas existentes na comunidade; efetividade da participação dos Grupos Educativos nas ações do PSF, na perspectiva de inserção social dos usuários como sujeitos no processo saúde-doença. Porém, observamos algumas limitações: a não participação dos comunitários representantes do CLS no planejamento das ações desenvolvidas pelas equipes do PSF; dificuldade do CLS em estabelecer interlocução com os comunitários, referendada pela falta de participação da comunidade em suas reuniões; não atendimento das solicitações dos conselheiros e usuários referentes à maior quantidade de medicamentos básicos para suprir a demanda comunitária; e falta de capacitação permanente para os profissionais. Face aos dados obtidos, consideramos que a experiência desenvolvida pelo PSF assume dimensão de fundamental importância no campo da saúde pública, pois, na medida em que os CLS e os Grupos Educativos agregam lideranças e pessoas da comunidade no enfrentamento do processo saúde-doença, configuram-se como mecanismos para a construção da participação popular, viabilizando na prática o objetivo da democracia participativa na gestão local do PSF.
Mostrar mais

135 Ler mais

Uma análise do programa bolsa família no município de Coremas/PB

Uma análise do programa bolsa família no município de Coremas/PB

Vale ressaltar que um marco histórico no tocante às políticas públicas no país foi a Constituição Federal de 1988, que efetivou e garantiu direitos às classes sociais mais fragilizadas, como indígenas, quilombolas, crianças e idosos. E, ainda, efetivou a assistência social no campo das políticas públicas, formando o tripé da seguridade social juntamente com a saúde e a previdência social. A partir da referida constituição, a luta por direitos continuou e em 1990 foi criado o Estatuto da Criança e do Adolescente (ECA), garantindo e estes, prioridade absoluta, e em 1993 foi criada a Lei Orgânica da Assistência Social, que garante a população em situação de risco e vulnerabilidade social, o atendimento às necessidades básicas. Marcada pelo caráter civilizatório presente na consagração de direitos sociais, a LOAS exige que as provisões assistenciais sejam prioritariamente pensadas no âmbito das garantias de cidadania sob vigilância do Estado, cabendo a este a universalização da cobertura e a garantia de direitos e acesso para serviços, programas e projetos sob sua responsabilidade.
Mostrar mais

44 Ler mais

Análise da efetividade do Programa Núcleo de Apoio à Saúde da Família (NASF): um estudo de caso no município de Pocinhos - PB

Análise da efetividade do Programa Núcleo de Apoio à Saúde da Família (NASF): um estudo de caso no município de Pocinhos - PB

Como pôde ser observado durante o estudo do trabalho que as políticas públicas tornaram-se imprescindíveis para o melhoramento da qualidade de vida das pessoas, principalmente, as de baixa renda, logo se faz necessário que tais políticas sejam frequentemente avaliadas e fiscalizadas para que se possa corrigir possíveis erros diagnosticados durante a avaliação, com isso, a gestão pública terá uma ferramenta para a criação e implementação de estratégias de melhoramento e aprimoramento das políticas criadas. Por isso, o objetivo deste trabalho foi analisar a efetividade do programa NASF no município de Pocinhos – PB, para que possa saber se o Programa está tendo o resultado almejado na sua criação.
Mostrar mais

27 Ler mais

Desafios no atendimento à Saúde da Criança por médicos da Estratégia de Saúde da Família

Desafios no atendimento à Saúde da Criança por médicos da Estratégia de Saúde da Família

Estratégia de Saúde de Família. Estas atribuições abrangem as ações de puericultura, sendo então abordados todos os aspectos relacionados ao crescimento e desenvolvimento das crianças, rastreamento de alterações oftálmicas, auditivas e níveis pressóricos, assim como enfatiza o cumprimento das atribuições gerais do médico preconizadas na PNAB 2012; que trata da realização da consulta clínica e atuação nos espaços comunitários (BRASIL, 2012a). Estas atribuições foram mantidas na PNAB de 2017. A Sociedade Brasileira de Medicina de Família e Comunidade define algumas competências médicas para o atendimento da criança, especificando ações que são pré-requisitos essenciais e desejáveis: realização de anamnese e exame físico, avaliação do crescimento e desenvolvimento, manejo de doenças, problemas e urgências mais frequentes e quando for o caso, de maneira compartilhada com o especialista, orientação vacinal, apoio à família em situações de atraso do desenvolvimento neuropsicomotor, doença crônica, problemas comportamentais, abordagem e conhecimento de situações de risco e vulnerabilidade, além de orientação sobre alimentação e prevenção de acidentes (LERMEN JUNIOR, 2014).
Mostrar mais

58 Ler mais

Análise do atendimento na sala de espera nas estratégias de saúde da família: Unidade de Saúde da Família do bairro Jardim Iracema do município de Sousa-PB

Análise do atendimento na sala de espera nas estratégias de saúde da família: Unidade de Saúde da Família do bairro Jardim Iracema do município de Sousa-PB

A unidade de saúde ESF XXIII fica localizada no bairro do Jardim Iracema na cidade de Sousa-PB é instalada em um ponto estratégico onde abrange a população mais necessitada daquela localidade. É composto por um (a) médico, um (a) enfermeiro, um (a) técnico em enfermagem, um (a) agente administrativo, um (a) auxiliar de dentista, um (a) auxiliar de serviço e cinco agentes comunitários de saúde. Os principais serviços oferecidos pela ESF são consultas médicas, inalações, injeções, curativos, vacinas, coleta de exames laboratoriais, tratamento odontológico, encaminhamentos para especialidades, fornecimento de medicação básica. Os programas realizados na ESF são: Programa de saúde da mulher com o pré-natal e a prevenção do câncer de mama e colo de útero, Programa Nacional de Vacinação, Cadastramento e Acompanhamento de Hipertensos e Diabéticos captados no Plano Nacional de Reorganização da Atenção à hipertensão arterial e ao Diabetes Mellitus, conhecido como HIPERDIA. 2
Mostrar mais

30 Ler mais

Capacitação da equipe de saúde da família para o cuidado com a saúde auditiva da criança

Capacitação da equipe de saúde da família para o cuidado com a saúde auditiva da criança

Nos artigos 1 e 2, além de verificar o desempenho dos ACS nos ques- tionários, os autores também apresentaram comentários e depoimentos dos participantes sobre a importância da capacitação e o impacto desta em sua atuação profissional (ALVARENGA et al., 2008; MELO et al., 2010). O amplo uso de questionários para avaliação de ações de ensino em saúde possibilita mensurar impactos da metodologia de ensino-aprendizagem utilizada. Gerhardt e Silveira (2009) citam, entre as vantagens do uso de questionários, a obtenção de respostas mais rápidas e mais precisas e ainda permite mais uniformidade na avaliação, em virtude da natureza impesso- al do instrumento. Entre as desvantagens, uma questão pode influenciar outra quando é feita a leitura de todas as perguntas antes do início das respostas. Dessa forma, o uso de questionários para avaliação de ações de capacitação e mensuração da informação assimilada é plausível, permitindo análise adequada do processo realizado. Tanto os questionários quanto os materiais didáticos utilizados na capacitação dos ACS envolvem os temas: (1) audição e deficiência auditiva, (2) tipos, prevenção e causas da deficiência auditiva, (3) técnicas de identificação e diagnóstico da deficiência auditiva e (4) aspectos gerais da deficiência auditiva.
Mostrar mais

18 Ler mais

Avaliação da infraestrutura e das ações de saúde da criança na estratégia de saúde da família

Avaliação da infraestrutura e das ações de saúde da criança na estratégia de saúde da família

A Análise de Variância (ANOVA) one-way, com comparações post-hoc por meio do teste de Bonferroni, foi utilizada para comparação entre os estratos do PMAQ para os escores dos municípios em cada questão estudo (16 questões do domínio Acompanhamento do crescimento e desenvolvimento da criança, 2 questões do domínio Amamentação/Alimentação da criança e 3 questões do domínio Problemas de saúde na criança). Esse teste também foi utilizado para comparação dos escores dos municípios para os três domínios e o escore geral de Saúde da Criança entre as diferentes características do contexto (porte populacional, cobertura populacional da EqSF, Macrorregião e estrato do PMAQ. O nível de significância foi fixado em 5% (p<0,05) para testes bicaudais. Na análise da Tabela 6, criou-se um parâmetro de comparação unindo todas as questões relacionadas aos domínios e atribuindo uma pontuação de 0 – 100 para cada município e, após, calculado as médias para o Estado do Ceará. As análises foram realizadas utilizando o programa estatístico IMB SPSS ® v.21.0 (SPSS IBM Inc., Chicago, Estados Unidos).
Mostrar mais

52 Ler mais

Avaliação da atenção à saúde da criança no contexto da Saúde da Família no município de Teixeiras, Minas Gerais (MG, Brasil).

Avaliação da atenção à saúde da criança no contexto da Saúde da Família no município de Teixeiras, Minas Gerais (MG, Brasil).

Neste sentido, pode-se inferir que a satisfação das mães direciona-se mais às mudanças opera- cionais e funcionais do que às mudanças medula- res do PSF. As mudanças operacionais e funcio- nais se relacionam à presença do ACS que realiza suas visitas, marca consulta, leva e traz exames e medicamentos e busca ser o elo entre a comuni- dade e os serviços, associa-se a isto a existência da UBS que funciona como mais um local de atendi- mento médico. Por sua vez as mudanças medula- res das práticas de saúde, ou seja, a organização e estruturação do trabalho continuam permeáveis ao modelo biomédico, não ocorrendo de fato uma mudança no entendimento da noção do sujeito que condiciona e determina os propósitos orga- nizativos para o setor saúde 26 .
Mostrar mais

12 Ler mais

Estudo da Organização e Gestão de Serviços Públicos de Saúde em Estratégia de  Saúde da Família de um Município Brasileiro

Estudo da Organização e Gestão de Serviços Públicos de Saúde em Estratégia de Saúde da Família de um Município Brasileiro

Este artigo tem como objetivo analisar a organização e a gestão de serviços públicos de saúde no escopo do Programa Estratégia de Saúde da Família (ESF) em um município brasileiro de grande porte, com mais de 1 milhão de habitantes. Trata-se de um estudo exploratório qualitativo, realizado através de análise documental e entrevistas semiestruturadas com gestores de 5 unidades de atendimento do ESF. Para suportar o debate, a revisão bibliográfica passou pelos conceitos de estruturas em rede no setor público e sobre a Estratégia Saúde da Família no contexto brasileiro e no município estudado. Em seguida, a foi realizada uma análise do objeto de pesquisa através do mapeamento da rede em questão, por meio da descrição de sua estrutura e dos papéis e responsabilidades dos atores envolvidos. A análise da organização e gestão de serviços públicos de saúde em ESF foi decomposta em quatro elementos: i) decisão de integração vertical e projeto da rede, ii) o projeto dos serviços, iii) o desempenho de operações e a efetividade do serviço prestado, além da iv) autonomia do gestor local.
Mostrar mais

10 Ler mais

Nível de Informação e Comportamento Preventivo dos Usuários do Programa de Saúde da Família do Município de Patos PB frente ao Câncer Bucal

Nível de Informação e Comportamento Preventivo dos Usuários do Programa de Saúde da Família do Município de Patos PB frente ao Câncer Bucal

The aim of this research was to investigate the level of information and preventive behavior of the users assisted in the Basic Heart Units (UBS) of Family Health Care Program (PSF) of Patos-PB, regarding oral cancer. The data were collected through the application of a route of individual interview in a sample of 383 users. Of these, 267 are women (69,7%) and 116 men (30,3%), the age varied from 18 to 78 years, with 33,36 year-old average, more of the half (55,9%) with complete or incomplete fundamental teaching and 67,4% lived regularly with family income of until a minimum wage. Starting from the obtained data a descriptive statistical analysis was accomplished, being taken in consideration a numeric scale established with punctuation variation for each question of the interview route. With base in the sum of the punctuations, in agreement with each answer supplied by the user, these were classified in levels: low, medium or high of information and of preventive behavior. The results presented in relation to the level of information they were that 56,4% of the users presented low level, 36,3% medium level and 7,3% were only classified as high level, however, none of the interviewees (0%) it reached the maximum punctuation. When the level of preventive behavior was evaluated, 16,6% demonstrated low level, 49,6% medium level and 23,7% high level, in that 52 users (13,6%) they obtained the maximum punctuation. Most of the users demonstrated appropriate knowledge with relationship to the risk factors for CB, however, it was also loud the percentile of inadequate answers with relationship to the factors that are not considered of risk. More of the half (53,5%) it considers contagious CB, 278 users (72,6%) they never heard to speak in the mouth self-exam. Appropriate answers were supplied on how to proceed to detect lesion in the own mouth and that would not delay to seek for to the professional's of health (PS) aid case noticed alterations in your mouth. According to the found results we can end that the users of PSF of the municipal district of Patos-PB they present the level of information so much, as the preventive behavior related CB unsatisfactory.
Mostrar mais

87 Ler mais

Percepção dos Usuários em relação ao atendimento na sala de espera do Programa Saúde da Família: Unidade de Saúde VIII do Bairro Zú Silva no Município de Sousa-PB

Percepção dos Usuários em relação ao atendimento na sala de espera do Programa Saúde da Família: Unidade de Saúde VIII do Bairro Zú Silva no Município de Sousa-PB

As condições de vida e saúde têm melhorado ao longo dos anos, sobretudo por meio de progressos políticos, econômicos, sociais e ambientais, assim como aos avanços na saúde pública e na medicina. Contudo, é preciso a ampliação de investimentos em políticas públicas de promoção da saúde, como no caso de Programas de Saúde da Família. Nesse sentido o Programa de Saúde da Família (PSF) de 1994, desenvolvido a partir do Programa de Agentes Comunitários de Saúde (PACS) de 1991, tem como objeto de campo a Unidade de Saúde do Bairro do Zú Silva. O objetivo deste trabalho é avaliar percepção dos usuários em relação ao atendimento na sala de espera dos programas de saúde da família do Bairro Zú Silva que fica localizado no município de Sousa-PB identificando assim os fatores positivos e negativos no atendimento dos usuários no programa de saúde da família. Este estudo se caracteriza como uma pesquisa descritiva de caráter exploratório. Para realização da pesquisa utilizou-se um questionário estruturado com perguntas fechadas e abertas abordando os aspectos relacionados à qualidade no atendimento do PSF no município de Sousa-PB. A coleta de dados foi realizada com 10 usuários do PSF do Bairro Zú Silva. Com o resultado da pesquisa pode ser concluído que o PSF está sendo valorizado pela população, tendo avanços na atenção básica, assim colaborando para a reorganização do sistema de saúde no Brasil.
Mostrar mais

27 Ler mais

Percepção das gestantes do Programa de Saúde da Família em relação à saúde bucal no município de Ribeirópolis, Sergipe, Brasil

Percepção das gestantes do Programa de Saúde da Família em relação à saúde bucal no município de Ribeirópolis, Sergipe, Brasil

Por outro lado, o sistema formador de recursos humanos deve repensar para quem, como e com que propósitos vem formando os profissionais da área odontológica. É fato que os cirurgiões-dentistas que atuam na Estratégia Saúde da Famí- lia não tiveram preparo durante a graduac¸ão para lidar com os problemas enfrentados na saúde pública, principalmente no que diz respeito às ac¸ões de promoc¸ão da saúde a grupos específicos, como é o caso das gestantes. Portanto, a educac¸ão continuada se constitui num instrumento capaz de sensibi- lizar os cirurgiões-dentistas para o trabalho com gestantes segundo os pressupostos da atual realidade que envolve a atenc¸ão básica à saúde no país.
Mostrar mais

8 Ler mais

O programa de saúde da família em São Paulo.

O programa de saúde da família em São Paulo.

19 Ver, a respeito, Subjetividade e administração de pessoal: considerações sobre modos de gerenciar o trabalho em equipes de saúde, de CAMPOS, Gastão Wagner de S. In: MERHY, Emerson Elias & ONOCKO, Rosana. Agir em saúde: um desafio para o público. São Paulo, Hucitec/Lugar Editorial, 1997. O autor advoga “uma profunda reforma das instituições de saúde com o obje- tivo de alterar o relacionamento entre agentes produtores e a população de- pendente de serviços de saúde. Não somente discursos sobre ética e exorta- ções, mas novos arranjos organizacionais, novos padrões de compromisso e nova definição dos campos de competências e de responsabilidade para os pro- fissionais de saúde.” Termina enfático: “Entretanto, não há como fugir ao tema: a degradação moral do trabalho em saúde deve ser enfrentada e derrotada.”
Mostrar mais

12 Ler mais

O Programa de Saúde da Família e a Puericultura.

O Programa de Saúde da Família e a Puericultura.

A puericultura, área da pediatria voltada principalmente para os aspectos de prevenção e de promoção da saúde, atua no sentido de manter a criança saudável para garantir seu ple- no desenvolvimento, de modo que atinja a vida adulta sem influências desfavoráveis e proble- mas trazidos da infância. Suas ações priorizam a saúde em vez da doença. Seus objetivos bási- cos contemplam a promoção da saúde infantil, prevenção de doenças e educação da criança e de seus familiares, por meio de orientações an- tecipatórias aos riscos de agravos à saúde, po- dendo oferecer medidas preventivas mais efica- zes. Para ser desenvolvida em sua plenitude, deve conhecer e compreender a criança em seu ambiente familiar e social, além de suas rela- ções e interação com o contexto socioeconômi- co, histórico, político e cultural em que está in- serida. Isto se torna fundamental pois as ações médicas, além de serem dirigidas à criança, re- fletem-se sobre o seu meio social, a começar pe- la família. Sem o envolvimento desta, as ações que visem às crianças não terão sucesso 11 .
Mostrar mais

5 Ler mais

As condições de trabalho do assistente social na saúde: um estudo junto a estratégia saúde da família no município de Campina Grande - PB

As condições de trabalho do assistente social na saúde: um estudo junto a estratégia saúde da família no município de Campina Grande - PB

O trabalho ora apresentado é resultado de uma pesquisa realizada junto aos/as assistentes sociais que atuam na Estratégia de Saúde da Família no município de Campina Grande-PB. Tal estudo teve como objetivos analisar as condições de trabalho do assistente social na ESF; identificar como as mudanças no mundo do trabalho têm rebatido na prática do assistente social na ESF; verificar os limites e possibilidades para a atuação dos assistentes sociais em tal espaço e identificar as principais dificuldades enfrentadas pelo profissional de Serviço Social no cotidiano de sua prática na ESF. O estudo configurou-se numa abordagem qualitativa dos dados coletados, numa perspectiva histórico crítica. Utilizamos como instrumentos de coleta de dados, a entrevista semi-estruturada, a observação participante, além da pesquisa documental e bibliográfica. Realizamos três entrevistas com assistentes sociais da Estratégia Saúde da Família no Município de Campina Grande-PB. A coleta de dados nos permitiu a análise de algumas categorias como o perfil dos/as profissionais entrevistados/as, assim como, as principais dificuldades e demandas, no cotidiano da prática. A análise dos dados apontam que os assistentes socias se deparam com precárias condições de trabalho em tal espaço de atuação, o que vem dificultando o desenvolvimento das ações junto aos usuários; a precarização das políticas públicas, assim como a ausência de intersetorialidade das ações o que vem comprometendo o desenvolvimento das mesmas; a falta de interdisciplinaridade com a equipe; percebe-se ainda que existe uma variedade de demandas que o assistente social tem que assumir, o que traz uma sobrecarga de trabalho, isso sem contar que tais profissionais não dispõem de condições físicas e matérias dignas para lidar com tais demandas, o que resulta na baixa qualidade dos serviços oferecidos nas UBSFs.
Mostrar mais

86 Ler mais

Diagnóstico situacional das Unidades do Programa de Saúde da Família do município de Ituiutaba- MG

Diagnóstico situacional das Unidades do Programa de Saúde da Família do município de Ituiutaba- MG

A Saúde Pública no Brasil é um tema frequentemente abordado na sociedade, que abre discussões nas mais variadas áreas do conhecimento. O trabalho que se segue faz um resgate histórico de como se deu a política pública SUS. E tem como objetivo diagnosticar as Unidades básicas de saúde do município de Ituiutaba/MG ao decorrer do trabalho será possível conhecer sobre o atendimento, estrutura física e localização dos PSFs do município, como objetivos específicos, buscou-se fazer um levantamento histórico da criação das políticas públicas de saúde, especificamente do SUS, apontando a importância da inversão do novo modelo de saúde vigente na atualidade em todo o território nacional; além disso caracterizar as condições de funcionamento e usos das Unidades Básicas de Saúde instaladas na referida cidade. A justificativa para a realização do trabalho parte da importância de se entender como ocorreu a realização da política pública de saúde SUS e das especificidades do Programa Saúde da Família e sua importância para a população. Para a construção do trabalho procurou-se informações gerais dos desdobramentos históricos da saúde do brasileiro, e do quadro anterior ao SUS, informações de como era feito o atendimento e fornecimento do serviço de saúde no país, até chegarmos nessa política pública. Assim a sua metodologia parte do estudo geral das políticas pública de saúde SUS e do programa PSF, posteriormente, a aplicação de um roteiro de entrevista, o que tornou possível a obtenção de informações sobre a localização, atendimento, recursos humanos e estrutura física das unidades, roteiro encontra-se anexado no final, registros fotográficos, o que permitiu uma maior observação, e a comparação do que existe nas unidades PSF de Ituiutaba e o que propõe o Ministério da Saúde.
Mostrar mais

90 Ler mais

Show all 10000 documents...

temas relacionados