Top PDF Histoplasmose cutânea em gato: relato de caso.

Histoplasmose cutânea em gato: relato de caso.

Histoplasmose cutânea em gato: relato de caso.

Descreve-se um caso de histoplasmose cutânea em um gato, da raça Siamesa, com três anos de idade. O animal apresentava crescimento de aspecto esponjoso, sangüinolento, com secreção purulenta na região nasal, cuja evolução ocorreu em cerca de dois meses. O exame citológico revelou presença de Histoplasma capsulatum. O animal foi tratado com cetoconazol durante 20 dias, ocorrendo remissão completa dos sintomas.

4 Ler mais

Condrossarcoma mesenquimal extraesquelético em um gato: relato de caso.

Condrossarcoma mesenquimal extraesquelético em um gato: relato de caso.

Existem poucas informações em relação ao comportamento biológico de CME em animais domésticos. Em humanos é descrita alta taxa de recorrência e o desenvolvimento de metástases (Casadei et al., 1991). Por outro lado, na espécie canina, as lesões metastáticas são raramente observadas (Munday e Prahl, 2002). Neste caso, a despeito do tamanho da massa neoplásica e do tempo de evolução, não foram observadas lesões metastáticas, embora houvesse invasão local e

5 Ler mais

Conjuntivite granulomatosa atípica causada pela doença da arranhadura do gato: relato de caso.

Conjuntivite granulomatosa atípica causada pela doença da arranhadura do gato: relato de caso.

tado exames laboratoriais para sífilis, tuberculose, sarcoidose, tularemia, doença da arranhadura do gato, doença de Lyme, esporotricose e AIDS. Raio X de tórax e hemograma completo também fizeram parte da pesquisa. A paciente não permitiu a realização de biópsia da conjuntiva. Baseado no antecedente epidemiológico de DAG foi prescrito Ciprofloxacina 500 mg a cada 12 horas por via oral.

3 Ler mais

Manejo anestésico de paciente com síndrome de Cri Du Chat (miado do gato): relato de caso.

Manejo anestésico de paciente com síndrome de Cri Du Chat (miado do gato): relato de caso.

A anestesia para pacientes portadores de síndrome de Cri Du Chat envolve algumas peculiaridades, principalmente no ma- nuseio das vias aéreas. O presente artigo relata o caso de um adolescente portador da síndrome de Cri Du Chat, submetido à sedação venosa para a realização de endoscopia digestiva alta e dilatação esofagiana, além de revisar algumas questões próprias do manejo anestésico destes pacientes.

2 Ler mais

Dermatite micobacteriana atípica em gato: relato de caso.

Dermatite micobacteriana atípica em gato: relato de caso.

A caracterização final é de suma importância em termos de escolha do protocolo de tratamento. A resistência a antibióticos por micobactérias do grupo IV tem se tornado problema crescente. Descreveu-se, recentemente, que as três biovariâncias de M. fortuitum têm diferentes graus de suscetibilidade ao grupo de antibióticos mais efetivo, que é o das fluorquinolonas (Studdert e Hughes, 1992). Assim, a cepa isolada, no presente relato, M. fortuitum peregrinum tem suscetibilidade intermediária às ciprofloxacina e ofloxacina com relação ao M. fortuitum fortuitum ou inominata (Lemarie, 1999).
Mostrar mais

7 Ler mais

Intoxicação por ivermectina em gato - Relato de caso

Intoxicação por ivermectina em gato - Relato de caso

Nesse relato, o animal apresentou um quadro de depressão, ataxia, desorientação, hiperestesia, tremores, momentos de agitação, bradicardia, midríase e hipotermia. Esses achados clínicos são semelhantes aos observados em animais intoxicados por ivermectina (PLUMB, 2005; GFELLER & MESSONNIER, 2006; SPINOSA et al., 2008). Dados mostram também que as intoxicações por ivermectina não intencionais são muito comuns em cães e gatos, devido à facilidade de obtenção

9 Ler mais

Histoplasmose cutânea primária: relato de caso em paciente imunocompetente e revisão de literatura.

Histoplasmose cutânea primária: relato de caso em paciente imunocompetente e revisão de literatura.

No presente relato, embora se possa especular sobre a eventual aquisição da infecção por via inalatória seguida de disseminação cutânea progressiva, há fortes argumentos a favor de HCP: 1) a lesão foi adquirida em local altamente suspeito de contaminação por Histoplasma capsulatum e mostrava características próprias de inoculação cutânea primária, 2) não havia sinais ou sintomas que sugerissem foco pulmonar ativo ou cicatrizado, 3) havia história de trauma no local da lesão da qual foi isolado o fungo, 4) não havia evidência atual ou pregressa de envolvimento de órgãos internos. Além disso, o relato anterior de dois outros casos em pacientes imunocompetentes que apresentaram lesões extensas de HCP após visita a uma caverna habitada por morcegos, reforça a idéia de HCP 19 .
Mostrar mais

3 Ler mais

Dermatofitose em gato: Relato de caso

Dermatofitose em gato: Relato de caso

Resumo: As dermatofitoses são micoses cutâneas, pois os fungos se desenvolvem na camada mais superficial da epiderme e se utilizam da queratina presente nos pêlos, cascos e unhas para se multiplicar. Estes apresentam um importante potencial zoonótico. Em felinos, as dermatofitoses são causadas principalmente por fungos pertencentes à espécie Microsporum. canis. O objetivo do trabalho foi realizar uma revisão de literatura abordando etiologia, patogenia, transmissão, epidemiologia, sinais clínicos, diagnóstico, tratamento e prognóstico; além de relatar um caso de dermatofitose em um felino de 3 meses de idade. O animal foi submetido à um tratamento tópico à base de monossulfeto de tetratiltiuram e xampu de cetoconazol e clorexidina, apresentando completa remissão das lesões, do prurido e da descamação. Apesar de haver controvérsias quanto ao uso isolado, o tratamento tópico mostrou-se eficaz; é necessário um cuidado redobrado ao manipular animais ou utensílios de animais que apresentem dermatofitose; as características das lesões do animal, a espécie acometida, o exame direto, exame da lâmpada de Wood e a lesão dermatofítica do proprietário foram essenciais para o diagnóstico.
Mostrar mais

10 Ler mais

Persistência do uraco em gato: relato de caso.

Persistência do uraco em gato: relato de caso.

Relata-se o caso de um gato que apresentava persistência do uraco, cujos principais sinais clínicos, iniciados apenas aos cinco meses de idade foram micção através da cicatriz umbilical, hiperemia da área circunvizinha e presença de uma fístula no centro do umbigo. A afecção foi diagnosticada mediante exames clínico, laboratorial, ultra-sonográfico e radiográfico, especialmente pela cistografia .

5 Ler mais

Mielopatia por histoplasmose: registro de um caso.

Mielopatia por histoplasmose: registro de um caso.

Procurou o Hospital das Clínicas da Faculdade de Medicina de Ribeirão Preto em 01-09-75, queixando-se de perda súbita de força muscular e da sensibilidade em ambos os membros inferiore[r]

4 Ler mais

POLIARTERITE NODOSA CUTÂNEA ASSOCIADA A ISQUEMIA DIGITAL GRAVE: RELATO DE CASO

POLIARTERITE NODOSA CUTÂNEA ASSOCIADA A ISQUEMIA DIGITAL GRAVE: RELATO DE CASO

Clinicamente, as lesões da forma cutânea podem apresentar-se como nódulos eritematosos, os quais podem ulcerar, e livedo reticular, principalmente nos membros inferiores. Usualmente, até 50% dos pacientes apresentam sintomas variados, sendo febre baixa, artralgias, mialgias, fadiga e astenia os mais comuns. A ausência de lesões sistêmicas é a regra, e o curso da doença é prolongado. (6)

7 Ler mais

Cervicoplastia na flacidez cutânea por síndrome de Ehlers-Danlos: relato de caso.

Cervicoplastia na flacidez cutânea por síndrome de Ehlers-Danlos: relato de caso.

dimento cirúrgico se torna uma importante ferramenta no papel de minimizar esses efeitos. Apesar das diiculdades técnicas inerentes à síndrome, o caso relatado não apresentou intercorrências ou complicações e o resultado estético foi

3 Ler mais

Histoplasmose pontina: registro de um caso.

Histoplasmose pontina: registro de um caso.

Os autores relatam um caso de histoplasmose do SNC, com comprometi- mento do tronco cerebral ao nível da ponte com presença de H.. capsulatum, além de áreas de amolecimento cerebral e l[r]

4 Ler mais

Doença de Rosai-Dorfman cutânea: relato de caso e revisão de literatura.

Doença de Rosai-Dorfman cutânea: relato de caso e revisão de literatura.

Com melação à doença de Rosai-Domfman cutânea, o pmognóstico é bom e esta tende a se mesolvem esponta- neamente ao longo de meses a anos. Excisões cimúmgicas podem sem indicadas pom motivos cosméticos e alívio dos sintomas (13, 17, 20) , pmincipalmente nas lesões isoladas. Outmas

5 Ler mais

Trombocitopenia induzida por heparina e necrose cutânea por varfarina: relato de caso.

Trombocitopenia induzida por heparina e necrose cutânea por varfarina: relato de caso.

A paciente do caso descrito apresentava fatores de risco para TIH e necrose cutânea induzida por var- farina: sexo feminino, idade avançada e obesidade. O uso de doses altas de cumarínicos também foi um fator predisponente para a necrose cutânea pela var- farina. Não foram realizados testes para pesquisa de anticorpos antifosfolipídeos nem para deficiência das proteínas C e S. Diante da frequência do uso de tera- pia, anticoagulante em pacientes com eventos trom- bóticos, enfatizamos a importância do reconhecimen- to precoce e prevenção destas complicações, assim como a pesquisa de trombofilias hereditárias ou
Mostrar mais

4 Ler mais

Síndrome de Rubinstein-Taybi: anomalias físicas, manifestações clínicas e avaliação auditiva.

Síndrome de Rubinstein-Taybi: anomalias físicas, manifestações clínicas e avaliação auditiva.

A Tabela 1 sintetiza as anomalias físicas mais marcantes e as principais manifestações clínicas observadas nas crianças avaliadas. Em destaque, salienta-se a baixa estatura, polegares largos, pirâmide nasal alta, palato em ogiva, malformações das arcadas dentárias, alta ocorrência de retardo mental, atraso no desenvolvimento neuropsicomotor (ADNPM) e de linguagem, presentes em todos os pacientes desta casuística. Também se destacou a presença de sobrancelhas grossas e hipertelorismo, incidindo em 80% das crianças avaliadas. As Figuras 1, 2 e 3 referem-se à criança do caso clínico 1 e ilustram alguns dos traços genéticos citados acima.
Mostrar mais

5 Ler mais

JUARINA ANA DA SILVEIRA SOUZA PERMANÊNCIA E EVASÃO ESCOLAR: UM ESTUDO DE CASO EM UMA INSTITUIÇÃO DE ENSINO PROFISSIONAL

JUARINA ANA DA SILVEIRA SOUZA PERMANÊNCIA E EVASÃO ESCOLAR: UM ESTUDO DE CASO EM UMA INSTITUIÇÃO DE ENSINO PROFISSIONAL

Os autores apontam algumas limitações e vantagens desse tipo de instrumento de pesquisa. Como vantagens, eles citam várias, as quais mencionaremos a seguir: 1. Podem ser realizados com todos os segmentos sociais, ou seja, com pessoas alfabetizadas ou não; 2. Proporciona uma amostragem melhor, uma vez que a pessoa não precisa escrever, às vezes a inabilidade com a escrita causa respostas confusas (questionário); 3. Apresenta maior flexibilidade, o entrevistado pode repetir, especificar ou esclarecer melhor alguma informação dada de forma equivocada; 4. Revela informações mais complexas como sentimentos, condutas, reações, que não se consegue captar por meio de palavras; 5. Oportuniza a obtenção de informações que não se conseguem em fontes documentais e que sejam importantes e significativas; 6. Possibilita adquirir informações mais precisa, no caso de algo discordante; e 7. Permite, ainda, que os dados sejam quantificados e tratados estatisticamente.
Mostrar mais

152 Ler mais

UNIVERSIDADE FEDERAL DE JUIZ DE FORA CENTRO DE POLÍTICAS PÚBLICAS E AVALIAÇÃO DA EDUCAÇÃO PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO PROFISSIONAL EM GESTÃO E AVALIAÇÃO DA EDUCAÇÃO PÚBLICA SUÊNIA DOS SANTOS FRANCO

UNIVERSIDADE FEDERAL DE JUIZ DE FORA CENTRO DE POLÍTICAS PÚBLICAS E AVALIAÇÃO DA EDUCAÇÃO PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO PROFISSIONAL EM GESTÃO E AVALIAÇÃO DA EDUCAÇÃO PÚBLICA SUÊNIA DOS SANTOS FRANCO

A presente dissertação foi desenvolvida no âmbito do Programa de Pós-Graduação Profissional em Gestão e Avaliação da Educação (PPGP), do Centro de Políticas Públicas e Avaliação da Educação da Universidade Federal de Juiz de Fora (CAEd/UFJF). O caso, aqui trabalhado, tem como objeto geral de estudo as práticas gestoras frente aos resultados educacionais de uma escola estadual na cidade de Manaus, buscando analisar as práticas de gestão e os resultados educacionais da escola investigada. Pretendeu-se descrever o cenário com vistas a compreender e analisar as práticas educacionais frente aos resultados da escola, para, em seguida, propor um plano de ação educacional que vise a melhoria de seus resultados. Foi adotado como metodologia, observações no campo de pesquisa, reunindo os dados para a construção do caso de gestão e realização de entrevistas semiestruturadas com o gestor, pedagogo e quatro professores – dois do turno matutino e dois do turno vespertino da escola investigada. Adotaram-se, como referencial teórico, os estudos sobre qualidade de ensino, eficácia escolar, gestão participativa, apropriação de resultados e os efeitos e contribuições das avaliações em larga escala no desempenho escolar. Através das observações e entrevistas, identificou- se na escola um modelo de gestão pouco participativo, que inspirou a produção de um plano de ação educacional voltado para propor ações mais democráticas, capazes de envolver seus atores educacionais na melhoria da qualidade do ensino.
Mostrar mais

98 Ler mais

Diagnóstico citológico de Micobacteriose Cutânea Felina no município de Fortaleza (Ceará) - Relato de Caso

Diagnóstico citológico de Micobacteriose Cutânea Felina no município de Fortaleza (Ceará) - Relato de Caso

porém através dele não é possível identificar com precisão os agentes causadores da micobacteriose cutânea felina, sendo necessárias técnicas mais avançadas, como as de diagnóstico molecular, para melhor compreensão dessa síndrome e avaliação do seu risco zoonótico (DAVIES et al., 2006). A cultura dessa bactéria pode levar até 3 meses para o crescimento, por isso é recomendado associa-la também a PCR e sequenciamento, por exemplo (GUNN- MOORE et al., 2011).

5 Ler mais

Show all 10000 documents...