Top PDF INFÂNCIA E POESIA NA LÍRICA FINAL DE JORGE DE LIMA.

INFÂNCIA E POESIA NA LÍRICA FINAL DE JORGE DE LIMA.

INFÂNCIA E POESIA NA LÍRICA FINAL DE JORGE DE LIMA.

não abandonou totalmente algumas de suas características formais, como provam mesmo a utilização, em Invenção de Orfeu, de variadas formas poé- ticas canônicas, o próprio léxico erudito e sua possível relação com o sim- bolismo (expresso na tentativa de busca da totalidade, na perícia linguís- tica ou mesmo no grande número de musas mortas integrantes do poema). Mas é importante observar que foi o modernismo que lhe forneceu o arca- bouço necessário para a superação desse academicismo estéril, fazendo com que ele alargasse seu campo de representação poética, seja de maneira for- mal ou conteudística, mesmo que na época em que Invenção de Orfeu fora escrito os procedimentos poéticos do modernismo já estivessem cristalizados na literatura brasileira, no sentido mesmo da proposição lançada por Mário de Andrade no início de seu “Prefácio interessantíssimo”: de que a “arte não consegue reproduzir natureza, nem este é seu fim. Todos os grandes artistas, ora consciente (...) ora inconsciente (a grande maioria) foram deformadores da natureza”. Essa situação levou Mário a acreditar que “o belo artístico será tanto mais artístico, tanto mais subjetivo quanto mais se afastar do natural” ( ANDRADE , s/d: 25). Nesse momento, os artistas modernistas buscavam novos modos de procedimentos para a construção do texto literário, proce- dimentos estes contrários à descrição realista, ao acabamento, à cópia. Isso tudo somado ao desejo de privilegiar, em suas obras, a invenção como reação à aparência e ao equilíbrio. Nesse sentido, a poesia de Jorge de Lima repre- senta bem os anseios do modernismo brasileiro, que, além das considerações acima, também desejava fazer uma literatura que levasse em conta os elemen- tos culturais do povo brasileiro, sua realidade e sua língua.
Mostrar mais

17 Ler mais

POESIA E TRANSCENDÊNCIA EM A TÚNICA INCONSÚTIL, DE JORGE DE LIMA

POESIA E TRANSCENDÊNCIA EM A TÚNICA INCONSÚTIL, DE JORGE DE LIMA

recomposição do real em uma nova imagem provêm, seguramente, da experiência com o Surrealismo, no qual a associação de elementos opostos ou contraditórios era usada para criar uma imagem nova, muitas vezes insólita, conforme atesta a poesia de Jorge de Lima e suas famosas colagens denominadas A pintura em pânico (1943). Naquele momento, o poeta é anunciado por Murilo Mendes como um artista em dia com os movimentos internacionais, remetendo os leitores a Rimbaud, a Max Ernest e a Salvador Dalí. As leituras de Freud e Jung, feitas entre os anos de 1920 e 1927 pelo então médico, podem também ser apontadas como responsáveis por esse mundo caracteristicamente onírico. A esse universo, Jorge de Lima transfere toda a bagagem visual dos sonhos, das visões e das fantasias acumuladas desde a infância.
Mostrar mais

21 Ler mais

Jorge de Lima no contexto da poesia negra americana.

Jorge de Lima no contexto da poesia negra americana.

Depois de lavar a roupa dos outros, Zefa lava a roupa que a cobre no momen- to. Depois, deixa-a corando sobre o capim. Então Zefa lavadeira ensaboa o seu próprio corpo, vestido do manto de pele negra com que nasceu. Outras Zefas, outras negras vêm lavar-se no rio. Eu estou ouvindo tudo, eu estou enxergando tudo. Eu estou relembrando a minha infância. A água, levada nas cuias, começa o ensaboamento; desce em regatos de espuma pelo dorso, e some-se entre as náde- gas rijas. As negras aparam a espuma grossa, com as mãos em concha, esmagam- -na contra os seios pontudos, transportam-na, com agilidade de símios, para os sovacos, para os flancos; quando a pasta branca de sabão se despenha pelas coxas, as mãos côncavas esperam a fugidia espuma nas pernas, para conduzi-la aos sexos em que a África parece dormir o sono temeroso de Cam. (Lima, 1974, p.167) O confronto entre ambos os poemas parece revelar um ganho para “Zefa Lavadeira”, no sentido do aprofundamento de visão e do abandono daquela imagem comprometedora de sujeira, que ainda surge de forma ambígua em “Cantigas”, embora ressurja a comparação infeliz com os símios... Não bastasse, desponta ainda um comprometimento de outra ordem, que diz respeito à expli- cação mítico-cristã da escravidão.
Mostrar mais

20 Ler mais

A Produção de Sementes Registradas

A Produção de Sementes Registradas

– Então, esse feijão miudinho pertence a essa empresa. E como a nossa coo- perativa só compra pequenas quantidades, a empresa está achando que não compensa vender pra gente. Cada hora eles inventam uma desculpa diferente, e no final das contas, eles não dão pra cooperativa o docu- mento de autorização pro pessoal produzir sementes dessa variedade. – E o quê que a gente pode fazer nesse caso, Noelma?, perguntou Éberson. – Bom, Éberson, nesse caso não vai ser fácil, não. Até existem algumas medidas administrativas e jurídicas pra tentar forçar a empresa a dar a autorização pra gente. Mas isso ia levar um tempão e custar um bom dinheiro. E, pra piorar, eu nem acho que ia dar certo. Esse caso é compli- cado mesmo, essa Lei de Cultivares favorece as empresas! Eu, por exem- plo, acho que nem vale a pena tentar. É muito investimento pra pouca chance de retorno.
Mostrar mais

20 Ler mais

DÁRIO PINHEIRO SILVA O COMPARTILHAMENTO DE CARGAS HORÁRIAS NA SECRETARIA DE EDUCAÇÃO E QUALIDADE DO ENSINOSEDUC-AMAZONAS

DÁRIO PINHEIRO SILVA O COMPARTILHAMENTO DE CARGAS HORÁRIAS NA SECRETARIA DE EDUCAÇÃO E QUALIDADE DO ENSINOSEDUC-AMAZONAS

Com isso, a SEDUC-AM em seu DGP, com o propósito de aumentar a eficácia da aplicação da legislação voltada para os profissionais da educação, requereu do direto[r]

103 Ler mais

A fragilidade feminina na poesia lírica de Cecília Meireles

A fragilidade feminina na poesia lírica de Cecília Meireles

A leitura que faço de “Pequena Flor”, embora breve, define-se menos como uma análise e mais como um instante de contemplação, em que olho, escuto e dobro meus sentidos diante da palavra que reverbera na poesia de Cecília Meireles, mulher de alma rara e delicada.

5 Ler mais

Regras de Prescrição de Dispositivos Médicos na Retenção/Incontinência em Idade Pediátrica e no Adulto – Normas de Orientação Clínica

Regras de Prescrição de Dispositivos Médicos na Retenção/Incontinência em Idade Pediátrica e no Adulto – Normas de Orientação Clínica

familiar, social e laboral 3. Os dispositivos médicos dispensados em farmácia da comunidade estão restritos aos produtos cuja utilização foi determinada pelo fabricante [r]

7 Ler mais

Comunicação eficaz na transição de cuidados de saúde – Normas de Orientação Clínica

Comunicação eficaz na transição de cuidados de saúde – Normas de Orientação Clínica

Transmissão de informação: comunicação entre profissionais de saúde e entre instituições prestadoras de cuidados, sobre identificação e informações do estado de saúde do doente, sempre[r]

8 Ler mais

Das cinzas aos mafuás: infância e morte na lírica de Manuel Bandeira

Das cinzas aos mafuás: infância e morte na lírica de Manuel Bandeira

moral característica específica da narração. Na verdade, esse “resíduo cultural” 10 , na lírica de Bandeira, encontra consonância com os aedos, primeiros contadores de histórias. A tradição oral dos aedos é uma prática cultural primitiva em que os poetas cantavam e recitavam ao som da lira, suas canções eram transmitidas de geração a geração. Bandeira comporta-se como narrador, em seu fazer literário, como se pode depreender do estilo transmissível das suas experiências. No poema em questão, a lição de infância capta o que é verdadeiramente importante na vida pelos que “sabem mexer nos cordéis com tino ingênuo de demiurgos de inutilidades. / E ensinam no tumulto das ruas os mitos heroicos da meninice...”. Diferentemente ocorre com os “homens que passam preocupados ou tristes” (“Camelots”, L, p. 95), que estão voltados para as complicações infinitas do dia-a-dia e que não veem o sentido da vida porque não compreendem ser as coisas humildes as mais sublimes da existência humana: “existência inteiramente simples e absolutamente grandiosa” (BENJAMIN, 1993, p. 118). As experiências simples do cotidiano, como as conversas nas calçadas, o trabalho dos vendedores, a agitação das feiras, a dor dos meninos pobres, as brincadeiras das crianças etc., são válidas diante dos que estão imersos na cultura massificada, de maneira a torná-los alienados e inexperientes na transmissão de tais práticas. “Que moribundos dizem hoje palavras tão duráveis que possam ser transmitidas como um anel, de geração em geração? Quem é ajudado, hoje, por um provérbio oportuno? [...] Qual o valor de todo o nosso patrimônio cultural, se a experiência não mais o vincula a nós?” (BENJAMIN, 1993, p. 114). Através dessas indagações, Benjamin atesta que essa “pobreza de experiência” dos tempos modernos resulta do desenvolvimento da técnica, que se sobrepõe ao homem. Mas se, diferente do pensamento benjaminiano, a poesia bandeiriana não falou do cenário de mudez dos que viveram a experiência pela guerra de trincheiras, tratou de observar que, apesar da agitação da rua, a existência cotidiana em uma grande cidade é monótona e torna o homem incapaz de intercambiar experiências. O olhar de Bandeira volta-se para as coisas simples, a fim de perceber seus sentidos específicos, diferente dos passantes comuns, preocupados em alcançar objetivos e em ver em tudo um meio para atingi-los: “O homem moderno volta para casa à noitinha extenuado por uma mixórdia de eventos – divertidos ou maçantes, banais ou insólitos, agradáveis ou atrozes –, entretanto nenhum deles se tornou experiência” (AGAMBEN, 2005, p. 22).
Mostrar mais

228 Ler mais

Registo de Complicações de Interrupção de Gravidez. Definições e modelo de registo – Normas de Orientação Clínica

Registo de Complicações de Interrupção de Gravidez. Definições e modelo de registo – Normas de Orientação Clínica

iii. choque tóxico – quadro inespecífico com uma evolução rápida de falência multiorgânica, podendo culminar em morte materna. O aparecimento de um quadro compatível [r]

8 Ler mais

DOCÊNCIAS NA CIBERCULTURA E PRÁTICAS PEDAGÓGICAS: AÇÕES COCRIADAS NUM CURSO DE FORMAÇÃO INICIAL DE PROFESSORES – Mestrado em Gestão e Avaliação da Educação Pública

DOCÊNCIAS NA CIBERCULTURA E PRÁTICAS PEDAGÓGICAS: AÇÕES COCRIADAS NUM CURSO DE FORMAÇÃO INICIAL DE PROFESSORES – Mestrado em Gestão e Avaliação da Educação Pública

5) Desenvolvimento da “Segunda.com”: este nome foi criado em função de uma única aula que lecionávamos em uma sexta-feira à noite e a partir da primeira experiência bem sucedida, começamos a levar a proposta para as outras turmas. A expressão (.com) sugere uma ambiguidade, pois pode estar relacionada com a internet e com as tecnologias ou dar ideia das atividades que a aula traria. Os alunos só sabiam o que iria acontecer na hora da aula; tal estratégia teve o objetivo de aguçar a curiosidade e a expectativa da turma. Nessas aulas, muitas atividades foram desenvolvidas como a apresentação do caso (explicado anteriormente); contação de histórias a partir de livros de literatura; sarau de poesia e música; apresentação de vídeos, texto e animações; dinâmicas que buscassem trazer a importância do trabalho colaborativo. Ampliamos a experiência do planejamento da “Segunda.com” para a turma e contamos com a participação de alguns alunos na elaboração de atividades. Nossa proposta tentou despertar nos alunos a sensibilidade em relação ao mundo e às pessoas com as quais nos relacionamos direta ou indiretamente, promover a ampliação da cultura e o letramento literário e informacional.
Mostrar mais

15 Ler mais

CARLOS DA CUNHA SILVA PROPOSTA DE REORGANIZAÇÃO DOS PROCEDIMENTOS ADMINISTRATIVOS NA SUPERINTENDÊNCIA DE PESSOAL DA SECRETARIA DE ESTADO DE

CARLOS DA CUNHA SILVA PROPOSTA DE REORGANIZAÇÃO DOS PROCEDIMENTOS ADMINISTRATIVOS NA SUPERINTENDÊNCIA DE PESSOAL DA SECRETARIA DE ESTADO DE

A pesquisa teve como objetivo analisar como se dá o relacionamento institucional entre a Superintendência de Pessoal (SPS) – Órgão Central da Secretaria de Estado de Educ[r]

146 Ler mais

Agrocombustíveis no Brasil e na América Latina: impactos no campo e na cidade

Agrocombustíveis no Brasil e na América Latina: impactos no campo e na cidade

Um outro exemplo, um caso particular, ajuda a compreender essa tendência à monopolização no setor elétrico. “(...) Dados do Ministério de Minas e Energia demonstram que 408 indústrias eletrointensivas consomem 28,8% de toda a energia elétrica produzida no País, o que a faz, ao mesmo tempo, massiva exportadora de energia elétrica e água. Vejamos um exemplo prático - metade da energia elétrica produzida em Tucuruí é contratualmente destinada à industria de alumínio. Cerca de 41% do custo final do processamento do alumínio corresponde à energia elétrica e, no caso de Tucuruí, isto é significativo porque sua tarifa subsidiada é 30% menor do que seria no sul ou sudeste do país. É por isto que o Japão produzia 1,1 milhão de toneladas de alumínio por ano e baixou a produção para apenas 41 mil toneladas/ano, passando a importar o restante. Neste caso, a indústria eletrointensiva é ‘competitiva’ porque, como todas as exportações de bens primários de baixo valor agregado, soma mão de obra barata, energia elétrica subsidiada e gigantescas quantidades de água virtual.” 6
Mostrar mais

69 Ler mais

Jorge de Lima: ressonâncias

Jorge de Lima: ressonâncias

, esforçan- do-se os seus pensadores para encarar com justiça intelectual as teorias de seus muitas vezes apenas aparentemente adversários, em uma ou outra questão. Jacques Maritain, como o jesuíta francês Danielou, não nega que o estudo dos problemas cruciais do Existencialismo é uma fonte de fecundas elaborações para o pensamento néo-tomista. E pretende mesmo conduzir para este ponto algumas de suas próximas elucubrações filosóficas. Pelo que nos anuncia em Raison et Raisons, muito temos a esperar de sua próxima obra sobre o pensamen- to existencialista, na qual ampliará as comunicações feitas no Congresso de Roma, em 1944. Para a inteligência, para o amor, para uma realização imediata do ser, entre outras presenças, propõe-se o Existencialismo. E nesse ponto seria proveitoso ouvir-se a palavra sempre sábia de P. Henri Simon em Destins de la Personne: esse ideal de uma cultura que se propõe, seja qual for o meio, tornar o homem mais inteligente e mais realizado, este ‘replâtrage’ e esta ampliação do velho espírito das humanidades, é a própria negação do conceito perfeito de humanidade. A inteligência, ‘cette petite chose qui se ment à l’extérieur de nous-mêmes’, a inteligência que analisa, disseca e decompõe, guia certa seria se não fosse o pecado mortal do racionalismo burguês centrado sobre si tudo o que se convencionou chamar de vida e cultura.” LIMA, Jorge de. A incursão perene. A Manhã: Letras e artes (rio de Janeiro), a. 6, 214, 8 jul. 1951, p. 11.
Mostrar mais

22 Ler mais

PROPEC-Programa de Pós Graduação em Engenharia Cívil :: ANÁLISE NUMÉRICA AVANÇADA DE ESTRUTURAS DE AÇO E DE CONCRETO ARMADO EM SITUAÇÃO DE INCÊNDIO

PROPEC-Programa de Pós Graduação em Engenharia Cívil :: ANÁLISE NUMÉRICA AVANÇADA DE ESTRUTURAS DE AÇO E DE CONCRETO ARMADO EM SITUAÇÃO DE INCÊNDIO

O conhecimento e domínio do fogo contribuíram para o desenvolvimento humano. No entanto, as perdas de vidas e prejuízos materiais originados por incêndios sem controle têm ressaltado, ao longo da História, a importância da consideração da segurança contra incêndio nos projetos de engenharia civil (Morris, 1988). A falta de formas eficazes de impedir o surgimento e a expansão do fogo pode trazer consequências devastadoras. Alguns desastres envolvendo o incêndio podem ser destacados: os incêndios dos edifícios Andraus, em 24 de fevereiro de 1972, Joelma em 1º de fevereiro de 1974 e Grande Avenida em 14 de fevereiro de 1981, todos em São Paulo; o incêndio das lojas Renner, em 27 de abril de 1976, em um dos prédios comerciais mais tradicionais de Porto Alegre; o incêndio no Edifício Andorinhas, no Rio de Janeiro, em fevereiro de 1986; o incêndio no prédio do Instituto Nacional de Seguro Social (INSS) em Brasília ocorrido em 2005; os incêndios na casa de shows Canecão Mineiro em 24 de novembro de 2011 na cidade de Belo Horizonte e boate Kiss em Santa Maria na madrugada do dia 27 de janeiro de 2013; os incêndios no Museu da Língua Portuguesa e Cinemateca Brasileira em São Paulo no final de 2015 e início de 2016, respectivamente; o incêndio em um edifício na cidade de Teerã, no Irã, em janeiro de 2017; o incêndio em um edifício residencial em Londres na madrugada do dia 14 de junho de 2017 e recentemente; o incêndio de grandes proporções que destruiu o edifício Wilton Paes de Almeida em São Paulo no dia 1º de maio deste ano.
Mostrar mais

218 Ler mais

UNIVERSIDADE FEDERAL DE JUIZ DE FORA CENTRO DE POLÍTICAS PÚBLICAS E AVALIAÇÃO DA EDUCAÇÃO PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO PROFISSIONAL EM GESTÃO E AVALIAÇÃO DA EDUCAÇÃO PÚBLICA KARLA CYBELE BARBOSA CORDEIRO

UNIVERSIDADE FEDERAL DE JUIZ DE FORA CENTRO DE POLÍTICAS PÚBLICAS E AVALIAÇÃO DA EDUCAÇÃO PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO PROFISSIONAL EM GESTÃO E AVALIAÇÃO DA EDUCAÇÃO PÚBLICA KARLA CYBELE BARBOSA CORDEIRO

Diante do relato do Professor 1, percebe-se que a escola oferece uma sala de recursos com variedade de matérias pedagógicos, como jogos e livros. Contudo, o espaço e o número de aluno[r]

100 Ler mais

Análise de Incidentes e de Eventos Adversos – Normas de Orientação Clínica

Análise de Incidentes e de Eventos Adversos – Normas de Orientação Clínica

O desenvolvimento de competências para a implementação eficaz e eficiente de uma ACR é importante para as instituições de saúde como instrumento para a melhoria [r]

91 Ler mais

PRÁTICAS DE GESTÃO ESCOLAR: UM ESTUDO DE CASO NA ESCOLA ESTADUAL JOAQUIM MAURÍCIO DE AZEVEDO DE JANAÚBAMG

PRÁTICAS DE GESTÃO ESCOLAR: UM ESTUDO DE CASO NA ESCOLA ESTADUAL JOAQUIM MAURÍCIO DE AZEVEDO DE JANAÚBAMG

O primeiro capítulo desta pesquisa teve como função apresentar o caso estudado, discorrendo sobre a descrição da Secretaria de Estado de Educação e da Superintendência Region[r]

153 Ler mais

OS DESAFIOS NA IMPLEMENTAÇÃO DO SISTEMA DE ARQUIVOS NA UNIVERSIDADE FEDERAL DE JUIZ DE FORA: O CASO DA CAP/PROGEPE – Mestrado em Gestão e Avaliação da Educação Pública

OS DESAFIOS NA IMPLEMENTAÇÃO DO SISTEMA DE ARQUIVOS NA UNIVERSIDADE FEDERAL DE JUIZ DE FORA: O CASO DA CAP/PROGEPE – Mestrado em Gestão e Avaliação da Educação Pública

quali-quantitativa, com uso do viés do caso de gestão, utilizando como instrumentos a aplicação de questionários em servidores da CAP e a realização de entrevistas com gestores da PROGEPE e de outros setores que possuem relevância no cenário das políticas estratégicas dedicadas à gestão documental. A presente pesquisa permitiu concluir, conforme se verificará no decorrer do texto, que ocorre uma configuração inconclusa da política de arquivos a nível institucional, em atendimento aos postulados teóricos e metodológicos recomendados, bem como falta de priorização do trabalho de gestão documental por parte de gestores e detentores do poder decisório, refletindo na ausência de esforços sérios e comprometidos no avanço da implementação da política de arquivos. Em virtude disso, apresenta-se ao final desta dissertação um Plano de Ação Educacional (PAE) composto de recomendações e ações visando fortalecer as práticas de gestão documental na CAP e imbuir seus servidores com conhecimentos e responsabilidades nesse respeito.
Mostrar mais

166 Ler mais

Assessing the biodiversity impacts of policies related to REDD+

Assessing the biodiversity impacts of policies related to REDD+

The final component necessary assess the potential biodiversity impacts of REDD+ policies is to decide what range of future global scenarios and policy options (section 6) will be considered. Ther implementation of REDD+ and biodiversity-related policies will take place in the context of ongoing economic development, which may follow any of several tragectories that will impact on the policies’ outcomes. Therefore, an assessment of likely biodiversity impacts ideally needs to include several general development scenarios being considered (and associated parameters such as population and economic growth), as well as the different specific REDD+ and biodiversity-related policies that could be implemented. Although, REDD+ refers to five specific activities related to climate change mitigation actions within the forest sector (reducing emissions from deforestation; reducing emissions from forest degradation; conservation of forest carbon stocks; sustainable management of forests; and enhancement of forest carbon stocks), there are multiple ways of undertaking each of these activities depending on the national priorities and circumstances. These can range from implementing new laws and regulations and increasing the enforcement of existing ones (command and control measures) to providing payments for maintaining ecosystem services (incentive-based measures). Across the range of actions, many can potentially also be implemented in ways which create greater or fewer biodiversity benefits. Assessing the biodiversity impacts of different policy options through mapping and modelling can help in selecting policies which
Mostrar mais

40 Ler mais

Show all 10000 documents...