Top PDF Instruções para andar de avião

A arte de andar nas ruas de Brasília.

A arte de andar nas ruas de Brasília.

Para revelar o poder transformador das práticas cotidianas das pessoas (tais como o caminhar, conversar e habitar), Certeau estabelece uma distinção entre estratégia e tática. Os governos, corporações, instituições e outros grupos produzem e impõem estratégias que definem ambientes. No caso de uma cidade, por exemplo, a disposição das ruas e as linhas de metrô constituem estratégias. Embora a população urbana seja bastante limitada pelas estratégias de uma cidade, há alguma margem de ação. As pessoas podem desviar do traçado das ruas tomando um atalho pela grama de um parque – ou, muitas vezes de forma inconsciente, encontrar formas alternativas de driblar as estratégias da cidade quando isso pode lhes trazer benefícios. Certeau refere-se a esses métodos individualizados e espontâneos como táticas. Transpondo os termos bastante genéricos de Certeau para o contexto de Brasília, surgem as seguintes definições: a estratégia de Brasília seria a visão panorâmica racional da cidade, exemplificada por um mapa da capital. Outras estratégias estão contidas em um mapa de Brasília: o sistema que faz com que os endereços da cidade não contenham palavras, o desenho em forma de avião e os nomes oficiais (baseados na localização ou finalidade) das unidades do Plano Piloto, nome do projeto original da cidade.
Show more

19 Read more

Como se livrar de um chato no avião

Como se livrar de um chato no avião

SE ALGUÉM SENTADO AO SEU LADO NUM AVIÃO ESTÁ PERTURBANDO VOCÊ, SIGA ESTAS INSTRUÇÕES:.. FECHE OS OLHOS E INCLINE A CABEÇA PARA CIMA (PARA O CÉU),[r]

1 Read more

Processo de desmaterialização da referenciação para Urgência – reforço de procedimento – Normas de Orientação Clínica

Processo de desmaterialização da referenciação para Urgência – reforço de procedimento – Normas de Orientação Clínica

No sistema de informação do programa CTH, aquando da comparência do utente junto do Serviço do SNS, o assistente técnico dos cuidados de saúde primários e/ou o assistente técnico do Hos[r]

11 Read more

Revisão sistemática do efeito do envelhecimento no andar livre e adaptativo.

Revisão sistemática do efeito do envelhecimento no andar livre e adaptativo.

preferida selecionada pelos idosos ocorre para maximizar o conforto e representam a melhor relação entre utilização energética e segurança (KO et al., 2009). Além disso, o aumento da duração do duplo suporte, causada pelo deteriorado controle do equilíbrio em idosos, contribui para a diminuição da velocidade do andar (KIMURA et al., 2007; SHKURATOVA; MORRIS; HUXHAM, 2004). Por estas limitações, quando idosos tentam aumentar a velocidade do andar procuram modular a cadência e não o comprimento do passo, diferentemente dos adultos jovens que modulam o segundo parâmetro (KANG; DINGWELL, 2008); b) declínio cognitivo – o envelhecimento causa perdas cognitivas significativas (PLOTNIK; GILADI; HAUSDORFF, 2007). Com isso, os idosos necessitam de mais tempo para captar e utilizar as informações do ambiente em modo feedforward de controle durante o andar, aumentando a duração do duplo suporte e diminuindo a velocidade (DI FABIO; GREANY; ZAMPIERI, 2003).
Show more

9 Read more

Dúvidas da Humanidade

Dúvidas da Humanidade

- Se a "caixa negra" nunca se danifica com a queda do avião, porque é que todo o avião não é feito de "Caixa Negra"?. - Se os psíquicos conseguem adivinhar os números da[r]

1 Read more

Maxtermos Mapas de Karnaugh

Maxtermos Mapas de Karnaugh

"Se João mora naquela casa é um homem afortunado; ora João não é um homem afortunado, logo não mora naquela casa.". Juízo Hipotético Juízo Categórico Inferência.[r]

34 Read more

ÁLGEBRA DAS VARIÁVEIS LÓGICAS

ÁLGEBRA DAS VARIÁVEIS LÓGICAS

Conjunto de palavras ou símbolos que exprimem um pensamento de sentido completo, de modo que se possa atribuir, dentro de certo contexto, somente um de dois atribuir, dentro de certo con[r]

38 Read more

Validade de um Argumento

Validade de um Argumento

perde o trem. Se ele perder o trem, então ele fica triste e volta para casa. Portanto, Jonas voltou para casa. b) Vou para casa somente se não chover e se não. estiver quente[r]

47 Read more

Formas Canônicas Minimização de Funções Lógicas

Formas Canônicas Minimização de Funções Lógicas

SOMA DE PRODUTOS ou de PRODUTO DE SOMAS utilizando MINTERMOS ou MAXTERMOS da função booleana... Forma Canônica.[r]

32 Read more

Manual de Contagem de Hidratos de Carbono na Diabetes Mellitus para profissionais de saúde – Normas de Orientação Clínica

Manual de Contagem de Hidratos de Carbono na Diabetes Mellitus para profissionais de saúde – Normas de Orientação Clínica

Em Portugal são usadas diferentes metodologias de contagem, conforme os centros de tratamento devido à adoção de diferentes pressupostos. Verificou-se alguma disparidade na metodologia [r]

44 Read more

LP - Aula02.pdf

LP - Aula02.pdf

• Nas linguagens de montagem, a maioria das instruções são representações simbólicas de instruções de máquina. O processamento de um programa em linguagem simbólica [r]

96 Read more

Repositório Institucional UFC: Os mil Tons e os dons geniais do homem que dá vez e voz ao público

Repositório Institucional UFC: Os mil Tons e os dons geniais do homem que dá vez e voz ao público

Não passei. A Escola da Aeronáutica é muito exigente em relação à saúde; vista, principalmente. E por aí vai. Eu não consegui ser o aviador que queria ser, não. Mas a admiração pela aviação é muito grande, muito intensa. Tanto assim q u e, eu aqui com 50 de idade - agora que eu tô tendo um tempinho - eu tô vendo se vou lá pra ter o prazer de dizer: “Eu pilotei um avião, Subi um avião, desci um avião, eu mesmo.” Porque, lá em cima, agentejámanobra alguma coisa com os amigos.. Mas, eu quero eu... ter o prazer de subir e descer o avião.
Show more

11 Read more

Instruções para Auto depósito

Instruções para Auto depósito

Prosseguindo no seu Auto depósito deverá introduzir depois as palavras-chave que estão relacionadas com a temática do documento (n.b. – se, mais à frente, quiser enviar o seu doc[r]

14 Read more

No exercício da arte: o professor criador. Diálogo entre o fazer artístico e a prática pedagógica.

No exercício da arte: o professor criador. Diálogo entre o fazer artístico e a prática pedagógica.

A lenta entrada das bruxas na penumbra. O andar pelo espaço, com entradas al- ternadas. O igurino que cada um inventou a partir de cores básicas combinadas, o preto e o roxo para as bruxas e o vermelho para os zumbis. As maquiagens, que foram testadas e estudadas por cada um durante algumas aulas. O papel da luz, que marca- va espaços diferenciados, luz alta signiicava a presença da realidade externa e a luz menos intensa, o mundo da magia. O congelamento das bruxas e dos zumbis, quando da entrada de pessoas do mundo real, conirmava sua invisibilidade que apenas o público poderia desfrutar. A construção dos espelhos, tendo como suporte tampas de pizza, também foi idealizado por cada um, e tomou a forma das cores de tintas e papéis escolhidos. Cavaletes, pedestais e escada, objetos que ocuparam o signiica- do metafórico a ser atingido. A desconstrução das personagens diante do público, pessoas reais que se transformam em entidades através da mudança de igurino e da maquiagem, acompanhavam o som de vinte pulsações no tambor, o relógio ideal para a marcação do tempo necessário dessa cena.
Show more

26 Read more

Aulas  Liberato  Do professor Irineu curvas ntc ptc

Aulas Liberato Do professor Irineu curvas ntc ptc

Supondo que se faz R1=R2=10k Ω e R=”valor da resistência do NTC para a temperatura escolhida como limite máximo do processo”, analisando o primeiro andar da montagem, da figura 2, resulta que a tensão à saída do mesmo é dada por V o = 5 2 , × ( ) ∆ x V , em que ∆ x = ( R − R NTC ) / R . Pela expressão anterior podemos constatar que o sinal de V 0 depende do sinal de ∆ x. Para R NTC >R a tensão V 0 é negativa e para R NTC <R V 0 é positiva. Se for utilizado

8 Read more

A situação etnográfica: andar e ver.

A situação etnográfica: andar e ver.

Resumo: No cronograma, a etnografi a tem três fases, (situar-se, observar e descre- ver). A vivência do etnógrafo converte tais fases em atividades sincrônicas (andar, ver e escrever). O percurso no campo, sua observação e a descrição do contexto percor- rido e observado são três fl uxos que se misturam pela reciprocidade, interdependên- cia e (inter)infl uências enquanto se tensionam pelas contradições e heterogeneidade das disposições e habilidades em jogo. Tudo isso compõe uma complexa ambiência, um contexto do qual deriva o estatuto do observador e as propriedades do universo observado. Cena de componentes tão inextricáveis impõe que a etnografi a se torne o relato de um percurso. Dados e informações sobre a sociedade observada devem estar organizados no texto ao longo de uma espinha dorsal, o percurso do etnógrafo. Somente essa linha aglutinadora do material colhido poderá torná-lo legível. Trata- se de pensar a etnografi a como o relato de uma experiência confl ituosa de um obser- vador, condição para o entendimento do que foi observado.
Show more

18 Read more

CARACTERÍSTICAS CINEMÁTICAS DO ANDAR PARA TRÁS INDIVÍDUOS COM HEMIPARESIA

CARACTERÍSTICAS CINEMÁTICAS DO ANDAR PARA TRÁS INDIVÍDUOS COM HEMIPARESIA

Paula et al. (2006) verificaram através de observações longitudinais o desenvolvimento e a emergência do AF e AT de bebês, através da organização de seus aspectos temporais. Ainda, verificaram o impacto da restrição ambiental gerada por diferentes tipos de superfícies (piso duro e colchão) sobre as variáveis temporais da marcha dos bebês. Sete bebês foram recrutados para participar deste estudo a partir do momento que conseguiam andar com apoio até o início do andar independentemente para frente. A técnica de analise utilizada foi à conhecida como fase relativa, esta técnica descreve o relacionamento do ciclo da passada de um membro em relação ao outro. Os resultados confirmaram que o desenvolvimento do andar em ambas as direções seguem uma linearidade. O AT demanda menos alterações na organização temporal do que o AF, apresentando apenas aumento na duração da fase de balanço. A restrição ambiental, não foi suficientemente perturbadora para a variável duração do ciclo a ponto de desestabilizar o sistema, mas foi capaz de aumentar a duração da fase de duplo suporte e sua variabilidade. Concluíram que o relacionamento de fase inter- membro do bebê é semelhante ao encontrado no andar maduro. A variabilidade diminuiu com a experiência na tarefa de andar em ambas as direções (exceto na fase de transição do andar independente para frente).
Show more

117 Read more

Conceituação e aplicação do novo padrão para descrição bibliográfica Resource Description and Access (RDA)

Conceituação e aplicação do novo padrão para descrição bibliográfica Resource Description and Access (RDA)

A RDA é uma norma de conteúdo e sua função é criar um grupo robusto de informações que alimentam as bases de dados atuais, além de criar estrutura para os novos desafios de coleta e consulta de informação no futuro. Esta norma oferece uma série de instruções; instrui quais dados armazenar e como o fazer. Estes dados são analisados e distribuídos de maneira a serem utilizados de modo pertinente. Uma informação encontra-se com outra e muitas vezes de forma desarmônica e do cruzamento de dados surgem resultados inesperados, novas derivações, são os chamados metadados, que poderíamos resumir em: dados sobre outros dados. São como uma trama de informações que funcionam relacionando elementos de uma maneira inteligente em um ambiente de rede.
Show more

11 Read more

Show all 6113 documents...