Top PDF O processo de institucionalização do curso de administração a distância da UFRN

O processo de institucionalização do curso de administração a distância da UFRN

O processo de institucionalização do curso de administração a distância da UFRN

Este trabalho tem por objetivo descrever como está ocorrendo o processo de institucionalização do Curso de Administração a distância da UFRN. Para tanto, estruturou-se em duas partes: por meio de pesquisa documental e análise de conteúdo, buscou apreender como se deu seu processo histórico de criação, bem como identificar variáveis isomórficas, propostas por Powell e DiMaggio (1991), nas ações realizadas, e ainda presentes, dos atores institucionais - tendo sido encontradas as três tipologias; depois, esquadrinhou o processo em si, analisando os fatores de institucionalização sugeridos por Esman (1966, 1972) - doutrina, estrutura interna, liderança, programa, recursos, vínculos e intercâmbios, a partir do Plano Político-Pedagógico do Curso. Quanto a metodologia, a pesquisa foi definida como qualitativa, ainda que tenha utilizado survey para coleta, analisada segundo a ANOVA. Os resultados encontrados nessa etapa apontaram que apenas as variáveis doutrina e estrutura interna estão condizentes com as premissas do modelo; já nos achados para as demais, o apurado indicou um hiato entre os atos previstos no Plano Político-Pedagógico e as ações executadas até então, elemento desfavorável à sua legitimação. Contudo, embora as implicações encontradas na análise desses fatores sugiram que este Curso possa derivar em mais uma proposta governamental de EaD descontínua, esse estudo acredita que ainda são cabíveis intervenções que favoreçam e potencializem o processo, visando o reforço dos progressos obtidos até o momento no êxito de sua institucionalização.
Mostrar mais

156 Ler mais

Processo de institucionalização do curso de administração pública a distância em uma Universidade Federal.

Processo de institucionalização do curso de administração pública a distância em uma Universidade Federal.

Utilizando como base o trabalho de Tolbert e Zucker (1998), este estudo procurou analisar as fases do processo de institucionalização do curso de administração pública a distância da UFLA, bem como as evidências de isomorfismo e legitimação. Observou-se que o curso de administração pública a distância está em estágio moderado de habitualização. Visto que o processo ainda é falho em relação a normalização das políticas e procedimentos. Da mesma forma, a fase de objetificação, que envolve a difusão da estrutura e o desenvolvimento de certo grau de consenso social a respeito do valor da estrutura, também se encontra em um estágio moderado, pois mesmo existindo um grupo que trabalha em prol dessa estrutura (os champions), e ela está sendo difundida dentro da instituição, ainda não há um consenso sobre o valor dessa estrutura. Em relação à fase de sedimentação, observa-se que ainda há grupos de resistência na UFLA, e que a continuidade da estrutura vive um momento incerto, que depende da continuação de uma política pública. E, quanto aos resultados, tiveram-se indícios de o curso estar tendo bons resultados, mas que ainda há aspectos falhos que podem impactar negativamente os resultados. Dessa forma, caracteriza-se como estando em um estágio inicial de sedimentação.
Mostrar mais

17 Ler mais

Cantos, encantos e desencantos na educação a distância: uma análise da concepção e da implementação do curso de administração pública da UFRN

Cantos, encantos e desencantos na educação a distância: uma análise da concepção e da implementação do curso de administração pública da UFRN

A tese intitulada “Cantos, encantos e desencantos na educação a Distância: uma análise da concepção e da implementação do curso de Administração Pública a distância”, objetiva analisar a concepção e a implementação do curso de Administração Pública a distância da UFRN no contexto da expansão do ensino superior e da necessidade de formação de gestores públicos para a implementação de um novo modelo de gestão. De iniciativa do Fórum das Estatais, o curso Piloto de Administração a distância visava atender, inicialmente, a qualificação dos funcionários do Banco do Brasil. Essa experiência se consolidou depois como um curso regular de Administração Pública a distância, condição que deu suporte à institucionalização da Universidade Aberta do Brasil (UAB). A Tese parte do pressuposto de que essas iniciativas estão articuladas às mudanças ocorridas no cenário internacional e nacional no qual as tecnologias da comunicação e da informação possibilitaram o redimensionamento da educação a distância e a sua utilização em larga escala. Como método de análise optou-se pelo materialismo histórico dialético, pela possibilidade de identificar, analisar e explicar o movimento do real face às contradições sociais inerentes ao modo de produção capitalista. Para a realização da pesquisa, utilizou-se como procedimentos técnicos: a pesquisa bibliográfica, como forma de aprofundar os conhecimentos, precisar e objetivar o aspecto conceitual do objeto pesquisado; a pesquisa documental possibilitou complementar informações e desvelar novos aspectos do objeto pesquisado. Utilizou-se a entrevista semiestruturada, fase que permitiu inferir as percepções dos sujeitos envolvidos sobre a concepção e a avaliação do curso. A análise dos dados evidencia que apesar de se utilizar uma metodologia inovadora, no que concerne
Mostrar mais

235 Ler mais

Análise do perfil dos alunos ingressantes em cursos de graduação a distância para a tomada de decisões: O caso do Curso de Administração Pública da UFRN

Análise do perfil dos alunos ingressantes em cursos de graduação a distância para a tomada de decisões: O caso do Curso de Administração Pública da UFRN

discentes do curso. Os resultados do estudo apontam que a maior parte dos discentes é oriundo de escolas públicas e concluíram o ensino médio antes de 2004. Pouco mais da metade dos respondestes já ingressaram em outro curso de graduação e que a falta de qualificação implica em uma renda bruta de até dois salários mínimo. Os resultados indicam, ainda, que a flexibilidade proporcionada pelo curso a distância foi o principal motiva pela escolho do curso na modalidade EAD e que 70% dos discentes residem a mais de 100 quilômetros do polo presencial. Conclui-se que conhecer o perfil dos discentes de um curso de graduação a distância, assim como no presencial, é de grande relevância para os coordenadores e professores para as atividades de gestão acadêmica.
Mostrar mais

23 Ler mais

Ensino superior e educação à distância: um estudo de caso no curso de Administração Pública da UFRN / CCSA - Polo Currais Novos - RN

Ensino superior e educação à distância: um estudo de caso no curso de Administração Pública da UFRN / CCSA - Polo Currais Novos - RN

Art. 1º “Fica instituído o Sistema Universidade Aberta do Brasil - UAB, voltado para o desenvolvimento da modalidade de educação a distância, com a finalidade de expandir e interiorizar a oferta de cursos e programas de educação superior no País”. Esse Decreto, em seu parágrafo único, ressalta os objetivos do Sistema UAB, I - oferecer, prioritariamente, cursos de licenciatura e de formação inicial e continuada de professores da educação básica; II - oferecer cursos superiores para capacitação de dirigentes, gestores e trabalhadores em educação básica dos Estados, do Distrito Federal e dos Municípios; III - oferecer cursos superiores nas diferentes áreas do conhecimento; IV - ampliar o acesso à educação superior pública; V - reduzir as desigualdades de oferta de ensino superior entre as diferentes regiões do País; VI - estabelecer amplo sistema nacional de educação superior a distância; e VII - fomentar o desenvolvimento institucional para a modalidade de educação a distância, bem como a pesquisa em metodologias inovadoras de ensino superior apoiadas em tecnologias de informação e comunicação (BRASIL, 2006).
Mostrar mais

43 Ler mais

Open Concepções e práticas pedagógicas em educação a distância: o caso do curso de administração a distância UABUEPB20062010

Open Concepções e práticas pedagógicas em educação a distância: o caso do curso de administração a distância UABUEPB20062010

A Educação a Distância (EaD) vem evoluindo de forma a atender as novas demandas sociais, e se definindo como modalidade que se utiliza hoje de tecnologias mais avançadas para promover a interação e interatividade com vistas à aprendizagem entre sujeitos inseridos em um contexto sócio-histórico. A EaD tem como proposta inserir o indivíduo no processo de produção do conhecimento em rede, colaborativa e coletivamente. São vários os recursos utilizados para este fim, vão desde a plataforma virtual com suas já agregadas ferramentas como chat, fórum, arquivo, tarefa etc até outros artefatos que podem ser inseridos no processo de ensino e aprendizagem como links, e-mails, blogs, twitter etc. Neste trabalho, o objetivo foi o de investigar as concepções teóricas que implícita ou explicitamente norteiam as práticas pedagógicas dos professores do 6º semestre do curso de Administração a Distância da UEPB. Para tanto, foram identificadas as atividades de aprendizagem oferecidas pelos professores e suas respectivas ferramentas, atentando para as concepções subjacentes. Por fim, foram também averiguadas, nos discursos dos professores, a concepção pedagógica que respalda suas práticas. Sob a ótica da ressignificação e reconstrução do conhecimento propõe-se a discussão da abordagem sóciointeracionista de Vygotsky e do conceito de mediação pedagógica por ele evidenciado como referencial de uma prática, que atenda às exigências de uma educação conectada às necessidades atuais de nossa sociedade, de forma que sejam incorporadas as tecnologias em favor da construção coletiva do conhecimento. O estudo teve por base as perspectivas de ensino e aprendizagem que se instauram em cada paradigma, de forma que se pudesse refletir sobre as ações e interações dos professores, a partir delas. A pesquisa constituiu-se num Estudo de Caso de cunho qualitativo, uma vez que pretende descrever e interpretar os significados das falas dos professores, estabelecendo uma articulação entre o referencial teórico e a análise documental do material empírico, representado aqui pelos registros de uso do Ambiente Virtual de Aprendizagem com suas respectivas ferramentas e o Projeto Político Pedagógico do curso. Os resultados da pesquisa apontaram que os professores investigados não possuem uma concepção pedagógica definida e suas práticas ainda estão presas a concepções pedagógicas tradicionais. Trabalham com as tecnologias digitais na EaD, mas não na dimensão, nem potencialidades que lhes são conferidas, muito menos como meios para a mediação pedagógica.
Mostrar mais

111 Ler mais

Análise das dificuldades de aprendizagem numa disciplina de química orgânica do curso de química na modalidade à distância da UFRN

Análise das dificuldades de aprendizagem numa disciplina de química orgânica do curso de química na modalidade à distância da UFRN

Há alguns anos, segundo HERMIDA e BONFIM (2006), as TICs não eram tão comuns no ambiente acadêmico, por isso não havia como a EaD ser tão difundida e, portanto, só hoje a EaD tornou-se popular. Eles salientam que nesse novo ambiente pedagógico modificado pelas TICs, a EaD mostra-se como sendo mais um recurso tecnológico que poderá vir a somar ainda mais conhecimento no campo acadêmico e, posteriormente, social, todavia, os autores aconselham que é de fundamental importância o uso sistematizado e planejado desse conjunto tecnológico, pois, a parceria EAD e TICs tem tudo para dar certo, desde que seu principal foco seja na continuação da construção gradativa de valores, de espírito crítico e da autonomia em seu aprendente em meio a seu processo de inserção na sociedade.
Mostrar mais

102 Ler mais

Melhorias na educação superior: um estudo da aplicação do plano trienal no Curso de Geografia a Distância da UFRN

Melhorias na educação superior: um estudo da aplicação do plano trienal no Curso de Geografia a Distância da UFRN

A educação pública de qualidade tem um papel estratégico para o desenvolvimento econômico e social e para a construção de uma sociedade mais democrática, diminuindo assim a desigualdade no Brasil. Para isso é importante que os cursos e instituições sejam avaliados, fortalecendo assim a educação superior no país. A Universidade Federal do Rio Grande do Norte – UFRN elaborou a Resolução Nº 181/2017 – CENSEPE, de 14 de novembro de 2017, que apresenta diretrizes acerca das políticas de melhoria da qualidade dos cursos de Graduação e Pós-Graduação oferecidos por ela. O presente trabalho tem por objetivo analisar a política de melhoria da qualidade do curso de Licenciatura em Geografia a distância da UFRN, tendo como base de análise a Resolução n o 181/2017-CONSEPE, que institui a necessidade de realizar o planejamento anual dentro das coordenações dos cursos de graduação com intuito de identificar as lacunas existentes nesses cursos, com essas identificações servindo de base para a reestruturação dos Planos Pedagógicos dos Cursos - PPC´s de graduação da UFRN. A metodologia utilizada nesse trabalho tem como fundamento a revisão bibliográfica do tema, a análise de caso e a coleta de dados in loco na instituição, bem como entrevista com o responsável pela coordenação do curso em análise. A partir dos dados obtidos somos levados a entender que o processo de Planejamento não é simples e não devemos empregá-lo de forma aleatória, devendo-se levar em conta que o processo de planejamento é um processo sólido, e se tratando de organizações públicas se feito de forma errada, a situação seria mais preocupante tendo em vista que ela existe para prestar um serviço que muitas vezes é função e dever do Estado.
Mostrar mais

32 Ler mais

O Processo de Institucionalização do Curso de Serviço Social na Escola Superior de Educação do Instituto Politécnico de Leiria

O Processo de Institucionalização do Curso de Serviço Social na Escola Superior de Educação do Instituto Politécnico de Leiria

“ A APSS está em absoluto desacordo com a criação de licenciaturas bi-etápicas em Serviço Social uma vez que esta orientação é absolutamente incongruente com o complexo e longo processo que conduziu à aprovação da Licenciatura em Serviço Social nos Institutos de Serviço Social de Lisboa, Porto e Coimbra em 1989, e à consolidação académica e universitária desta área de conhecimento e formação profissional, comprovada quer pela aprovação de Mestrados em Serviço Social (1995), quer pela organização de cursos de Doutoramento em Serviço Social (…)quer ainda pela significativa expansão nos últimos anos da formação em Serviço Social, a nível de Licenciatura, em Universidades e Institutos Universitários Privados e Públicos (…)a criação de Licenciaturas em Serviço Social no Ensino Politécnico, condicionada, no presente quadro legal daquele subsistema de ensino, à diferenciação entre Bacharelato e Licenciatura é absolutamente incompreensível e mesmo irresponsável, adoptada sem a devida ponderação das implicações que tal decisão envolve para o desenvolvimento académico e profissional da área do Serviço Social em Portugal (…)o reconhecimento, em 1989, do grau académico de Licenciatura à formação em Serviço Social, traduziu-se, no plano das carreiras profissionais, na criação, pelo Decreto-Lei nº 296/91, de 16 de Agosto, em todos os serviços da administração central, local e regional, e nos institutos públicos, da carreira de técnico superior de Serviço Social, integrada no grupo das carreiras do pessoal técnico superior de regime geral. Ora, a criação da Licenciatura bi- etápica nos Institutos Politécnicos, abre caminho a um eventual processo de reinscrição
Mostrar mais

80 Ler mais

Institucionalização da EAD no Ensino Superior: o caso do curso de Especialização a Distância em Gestao Educacional da UFSM/UAB

Institucionalização da EAD no Ensino Superior: o caso do curso de Especialização a Distância em Gestao Educacional da UFSM/UAB

No processo de construção do conhecimento, a interação entre os sujeitos é um elemento essencial para que a aprendizagem se desenvolva. Neste sentido, os integrantes desta pesquisa destacam como positiva a relação ocorrida entre professores, alunos, tutores e o conteúdo. Ainda que algumas ressalvas tenham sido apresentadas, no sentido de que um curso a distância, ainda que conte com atuação mais direta dos tutores, não exime o professor de seu papel de orientador do processo educativo. Em alguns casos há um desvirtuamento na proposta da EAD, uma vez que professores e tutores têm papeis distintos e ao mesmo tempo complementares. Porém, como já destacado anteriormente, não se pode dispensar a presença do professor enquanto mediador das concepções teóricas e práticas. A própria organização da disciplina requer do professor a definição de materiais cuidadosamente elaborados e selecionados e, posteriormente, acompanhamento do exercício de discussão de modo a incentivar os educandos na apropriação/construção de novos conhecimentos.
Mostrar mais

17 Ler mais

ESTUDO DOS FATORES DE EVASÃO NO CURSO DE GRADUAÇÃO EM ADMINISTRAÇÃO PÚBLICA MODALIDADE A DISTÂNCIA DA UFSC

ESTUDO DOS FATORES DE EVASÃO NO CURSO DE GRADUAÇÃO EM ADMINISTRAÇÃO PÚBLICA MODALIDADE A DISTÂNCIA DA UFSC

Com o processo de regulamentação e normatização da EaD no Brasil, em 1998 o Ministério da Educação (MEC) produziu um documento em parceria com a Secretaria de Educação a Distância (SEED), com os Padrões de Qualidade para Cursos de Graduação a Distância, tendo por objetivo apresentar critérios às instituições que pretendiam elaborar seus projetos de EaD e para as comissões de especialistas analisarem as solicitações (HACK, 2011). Entre outros aspectos, o projeto pedagógico deve apresentar o quadro de qualificação dos docentes responsáveis pela coordenação do curso como um todo, pela coordenação de cada disciplina do curso, pela coordenação do sistema de tutoria e outras atividades afins. A instituição deve também indicar uma política de capacitação e atualização permanente desses profissionais. O documento destaca, ainda, que o tutor é um dos sujeitos que participa ativamente da prática pedagógica. Suas atividades desenvolvidas a distância ou presencial devem contribuir para o desenvolvimento dos processos de ensino e de aprendizagem e para o acompanhamento e avaliação do projeto pedagógico (MEC, 2016).
Mostrar mais

12 Ler mais

Open Arquiteturas Cognitivas construídas no Curso de Administração a distância  Projeto UABBanco do Brasil

Open Arquiteturas Cognitivas construídas no Curso de Administração a distância Projeto UABBanco do Brasil

O egresso do Curso de Administração tem a capacidade de compreender a necessidade do contínuo aperfeiçoamento profissional. Essa visão está validada em Lévy (1999) como a Educação ao longo da vida, bem como a capacidade de desenvolver a autoconfiança. Em relação a essa última característica do egresso do curso, todos os professores envolvidos procuram implementar um processo de avaliação que contemple apresentações de pesquisas realizadas em ambientes organizacionais diversos, de modo geral, onde os aprendentes já trabalham ou estagiam, a fim de propiciar a oportunidade de desenvolver a confiança sobre o domínio de determinado tema e das relações de trabalho com o grupo, com a classe e com o professor. Essa visão de aprendizagem está intimamente vinculada ao que Robertson (2001) e Matlin (2009) definem como cognição situada, que ocorre quando os aprendentes mantêm contato com experiências que se referem à solução de problemas em situações autênticas fora do contexto escolar. Neste contexto de cognição situada, a cognição é beneficiada por ambientes ricos em informação, já que os aprendentes interagem com outras pessoas.
Mostrar mais

181 Ler mais

ENCONTROS DE INICIAÇÃO CIENTÍFICA EM ADMINISTRAÇÃO E O PROCESSO DE INSTITUCIONALIZAÇÃO DE UMA INSTITUIÇÃO DE ENSINO SUPERIOR

ENCONTROS DE INICIAÇÃO CIENTÍFICA EM ADMINISTRAÇÃO E O PROCESSO DE INSTITUCIONALIZAÇÃO DE UMA INSTITUIÇÃO DE ENSINO SUPERIOR

A presente pesquisa pode ser definida como bibliográfica, documental e de campo com abordagem qualitativa, de tipo estudo de caso. Os dados coletados nesta pesquisa foram longitudinais e referem-se ao período de 2011 a 2015, visto que foram os últimos cinco anos dos Encontros de Iniciação Científica em Administração que tiveram maior relevância, tratando-se quantitativamente do número de trabalhos apresentados. Antes de 2011, a IES em foco pouco fomentava a pesquisa acadêmica, Desse modo, os anos anteriores não foram inseridos nas análises. Os documentos analisados foram disponibilizados pelo Coordenador de Pesquisa de um Curso de Administração de uma IES privada em Fortaleza, por meio de entrevista. Os dados foram analisados percentualmente ano a ano e, posteriormente, foi feita a análise qualitativa.
Mostrar mais

16 Ler mais

INSTITUCIONALIZAÇÃO DA EDUCAÇÃO A DISTÂNCIA EM UM INSTITUTO FEDERAL

INSTITUCIONALIZAÇÃO DA EDUCAÇÃO A DISTÂNCIA EM UM INSTITUTO FEDERAL

Os cursos podem ser encontrados no site oficial da EaD da instituição, no qual os interessados visualizam opções em diversos temas. Em especial, destacam-se os cursos do Pré-IFRS, cujo objetivo é preparar os candidatos para realizar o processo seletivo de cursos presenciais regulares. Os cursos são divididos em médio-técnico, subsequente e superior, considerando as particularidades de cada prova. Dentro de cada curso, o candidato encontra informações sobre a instituição, além de um conjunto de provas simuladas com o qual ele pode se preparar. Essa ação teve o envolvimento dos diversos campi da instituição, cabendo aos professores auxiliarem na resolução de provas anteriores que são disponibilizadas aos cursistas. Dessa forma, os professores também se reconhecem como parte da instituição e percebem que participar da EaD não é algo inviável ou distante do seu cotidiano.
Mostrar mais

13 Ler mais

O PROCESSO DA INSTITUCIONALIZAÇÃO DA EDUCAÇÃO A DISTÂNCIA NO INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA DE TOCANTINS - IFTO

O PROCESSO DA INSTITUCIONALIZAÇÃO DA EDUCAÇÃO A DISTÂNCIA NO INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA DE TOCANTINS - IFTO

No que se refere à limitação da pesquisa pode ser retratada através de dois fatores. O primeiro trata-se da literatura e o outro refere-se à coleta de dados e informações. Por se tratar de uma política social que ultrapassa décadas, uma vasta e diversificada literatura pode ser encontrada. Contudo, a maioria dos autores referencia a educação a distância no âmbito da educação superior. Diante disso, restrições são inerentes ao buscar compreender uma política pública em pleno desenvolvimento direcionada à educação profissional. Neste contexto encontram-se os documentos institucionais onde o elemento dificultador aponta para a validade destes. Os Projetos Pedagógicos de Curso dos campi,os documentos de regulamentação e orientação didática estão passando por um processo de reestruturação e adequação à nova normativa institucional.
Mostrar mais

178 Ler mais

Trajetória da educação a distância na UFMS:  desafios para a institucionalização

Trajetória da educação a distância na UFMS: desafios para a institucionalização

Em janeiro de 2017 por meio da Resolução Nº 02, de 20 de janeiro de 2017 do Con- selho Universitário da UFMS criou-se a Secretaria Especial de Educação a Distância e For- mação de Professores (SEDFOR), cuja estrutura concentra a EaD e formação de professo- res, voltando a integrar-se à Reitoria. A partir desse cenário, enxergamos o início de um processo de institucionalização como uma mobilização inicial da administração superior da universidade, no sentido de envolver os atores que participam direta e indiretamente das ofertas dos cursos a distância para discutir as propostas para a modalidade dentro da UFMS.
Mostrar mais

10 Ler mais

Fatores de Evasão na Educação à Distância: um Estudo no Curso de Bacharelado em Administração Pública

Fatores de Evasão na Educação à Distância: um Estudo no Curso de Bacharelado em Administração Pública

Neste aspecto de problemas relacionados ao tempo, para Netto, Guidotti e Santos (2012), o gerencia- mento do tempo na EAD é um tema muito importante e um dos motivos de evasão nos cursos on-line. Muitos alunos esbarram na falta de tempo ou na falta de dedicação necessária para realizar o curso a distân- cia, o que exige um olhar atento por parte do tutor e um acompanhamento constante durante o processo, sendo que o entendimento por parte do aluno das demandas da aprendizagem a distância e o compro- metimento com o processo on-line não são as únicas formas de determinar o sucesso em um curso virtual.
Mostrar mais

13 Ler mais

Fatores que afetam a evasão na educação à distância no curso de administração

Fatores que afetam a evasão na educação à distância no curso de administração

A Educação a Distância (EAD) é uma modalidade de atuação no processo de ensino que se caracteriza por: a) distância física entre o professor e o aluno, bem como separação temporal; b) mediação por algum recurso tecnológico (impresso, computador, televisão, etc.); c) flexibilidade dos conteúdos, acentuados pelo uso da internet; e, d) o aluno ser considerado gestor da própria aprendizagem, sendo esse último um princípio orientador para a elaboração das atividades de Educação à Distância, mas elevada evasão registrada em cursos de EAD. O presente estudo analisou os fatores que contribuem para a evasão dos alunos do curso de Administração na modalidade de Educação à distância de uma Universidade pública e uma particular, 60 universitários evadidos de uma instituição pública e 36 de uma particular foram convidados a participar da pesquisa através de um questionário pré-elaborado que receberam por e-mail para responder. A análise dos resultados foi feita sobre a categorização dos itens e feita uma análise comparativa dos percentuais desses itens apresentados no questionário, apontados pelos alunos evadidos como sendo o que os levou à evasão, para cada Instituição (pública e privada).
Mostrar mais

52 Ler mais

O curso de Pedagogia a distância da UFRN (2012-2016) na perspectiva dos egressos, professores e tutores

O curso de Pedagogia a distância da UFRN (2012-2016) na perspectiva dos egressos, professores e tutores

internacional e se inserir no movimento de expansão das universidade federais, tendo inicialmente ofertado cursos via EaD em polos situados em outros estados; b) com a criação da SEDIS, inicia-se o processo de institucionalização da EaD na UFRN; c) o curso de pedagogia a distância teve início na UFRN devido à carência de formação inicial de professores apontada pelo Ministério da Educação e interesse da UFRN na expansão da educação superior, efetuando, assim, as normativas decorrentes para a formação dos profissionais da educação; d) ocorreram resistências no que concerne à implantação do curso de pedagogia via modalidade de EaD, principalmente de parte de professores que não se familiarizava nem acreditava na modalidade; e) o curso de pedagogia a distância é ministrado por professores que atendem a modalidade de ensino presencial na referida universidade; f) o curso é norteado pelas Diretrizes curriculares de Pedagogia, criadas em 2006, também para o curso presencial; g) o curso, levando em consideração as perspectivas avaliativas dos sujeitos da pesquisa, está em consonância com os objetivos contidos no PPP e no currículo, sendo que poderia oportunizar os alunos à redes de pesquisa de forma macro e qualificada; h) a plataforma Moodle é uma ferramenta de comunicação e interação para o desenvolvimento do curso, sendo avaliada, em parte, como positiva para esse processo; i) os materiais didáticos deixam a desejar, pois muitos vêm de outras universidades com realidades distintas: às vezes, como um manual de instrução convertido em apostila; j) as metodologias foram avaliadas como positivas e de apoio propício para a formação dos estudantes; k) o curso possui dois tipos de tutoria: a distância e presencial, sendo que o contato com o tutor presencial é mais frequente, devido a esse estar relacionado e articulado com o trabalho dos professores; l) por possuir várias possibilidades de interação com os alunos, a EaD modificou as práticas de boa parte dos professores e tutores entrevistados, além de propiciar a flexibilidade de organizar o tempo e espaço para os estudos e otimizar formatos virtuais para a disseminação dos conteúdos.
Mostrar mais

151 Ler mais

GESTÃO DE SISTEMAS EM EAD: O CASO DO CURSO DE ADMINISTRAÇÃO NA MODALIDADE A DISTÂNCIA DA UECE (PROJETO PILOTO)

GESTÃO DE SISTEMAS EM EAD: O CASO DO CURSO DE ADMINISTRAÇÃO NA MODALIDADE A DISTÂNCIA DA UECE (PROJETO PILOTO)

Num sistema de EaD, como em todo sistema de educação, o processo de planejamento da gestão confunde-se com as decisões tomadas no Projeto Político Pedagógico do Curso. Por exemplo, a opção por utilizar uma equipe única de repercute na forma de seleção dos tutores, de treinamento, de controle, ou seja, na gestão de todo o curso. Para ficar mais claro, tomando-se apenas a função de treinamento como elemento de análise, percebe-se que durante a execução dos cursos que optaram por selecionar tutor especialista em cada disciplina precisarão fazer treinamento para nivelar os conhecimentos a respeito do curso e regulamentos da universidade e, de modo mais geral, sobre o funcionamento da disciplina. Já os cursos que optaram por manter uma equipe generalista, com formação em Administração, como é o caso do curso da UECE, precisarão dar ênfase no treinamento teórico, para suprir algumas carências de conteúdo por parte dos tutores.
Mostrar mais

10 Ler mais

Show all 10000 documents...

temas relacionados