Top PDF O "Programa Flora" do Brasil - historia e situação atual.

O "Programa Flora" do Brasil - historia e situação atual.

O "Programa Flora" do Brasil - historia e situação atual.

São aò AzgaintzA OA funçõzA bãíicaò do PROGRAMA F L O R A : a) peAquiia fundamental Aobrz a vzgztaçao ζ a flora A-UveAtA-ZA do BraA-U; b) organização de cznÜtoA dz exczlzncia zm Botâ[r]

17 Ler mais

Reforma agrária no Brasil: a intervenção do MST e a atualidade do programa de transição — Outubro Revista

Reforma agrária no Brasil: a intervenção do MST e a atualidade do programa de transição — Outubro Revista

Entretanto, a agroindústria capitalista que se utiliza da mecanização e da automação vive hoje no país uma situação contraditória. Ocorre que a mecanização e a automação da agroindústria estão concentradas em re- giões onde a competição entre os produtos é mais acirrada, como em mui- tas áreas do estado de São Paulo. Este quadro não se repete em outras regi- ões do país. José Martins apresenta números de um estudo do Instituto de Economia Agrícola pelo qual o índice de mecanização mundial, em 1993, foi de 52,2 hectares por trator. No Brasil, o índice em 1995 era de 104 hectares para cada trator. Também em 1993, a média mundial de colheitadeiras foi de 349 hectares por máquina. No Brasil, esse índice foi de 834 hectares por colheitadeira. Martins conclui que o desabamento do índice de mecanização significa que a produtividade da agroindústria bra- sileira entrou em queda livre nos últimos dez anos e que a perda do poder de competição dos produtos agrícolas nacionais no mercado externo se deve à incapacidade dos grandes proprietários agrícolas de elevar, no atual está- gio da globalização, a taxa de acumulação do capital agrário nacional e, conseqüentemente, interromper a crise agrária no país. 8
Mostrar mais

15 Ler mais

Setor sucroalcooleiro no Brasil situação atual e perspectivas

Setor sucroalcooleiro no Brasil situação atual e perspectivas

Nos anos 1970, com o surgimento do Programa Nacional de Produção de Álcool (Proálcool), os agricultores iniciaram o plantio da cana em áreas novas, de baixa fertilidade, com base na utilização da variedade SP70-1143, de características rústicas, que se tornou a variedade mais plantada no Estado de São Paulo. A partir daí, iniciou-se uma nova fase na cultura da cana-de-açúcar, com o surgimento dos grupos varietais, que dividem a responsabilidade de sustentar a produtividade da canavicultura brasileira. Portanto, foram os programas de melhoramento genético da cana-de- açúcar que promoveram ganhos constantes de produtividade, permitindo a expansão e a sustentabilidade da cultura, de forma competitiva. Atualmente, a pesquisa colocou à disposição mais de 500 variedades de cana, das quais 20 ocupam 80 % da área de produção. No entanto, a variedade mais utilizada atinge apenas 12,6 %. O aumento da diversificação nos últimos 20 anos garantiu segurança à resistência contra pragas e doenças. A biotecnologia da cana no Brasil apresenta variedades transgênicas – não-comerciais – desde meados de 1990. Vale ressaltar que, para manter essas competitividade e sustentabilidade, é necessário continuar a investir em pesquisa com vistas na geração de novas tecnologias. A tec- nologia industrial também avançou. Hoje, obtém- se muito mais álcool por tonelada de cana do que se obtinha três décadas atrás, no início da atuação do Proálcool (Fig. 1).
Mostrar mais

13 Ler mais

A PÓS-GRADUAÇÃO EM EDUCAÇÃO NO BRASIL: TRAJETÓRIA, SITUAÇÃO ATUAL E PERSPECTIVAS

A PÓS-GRADUAÇÃO EM EDUCAÇÃO NO BRASIL: TRAJETÓRIA, SITUAÇÃO ATUAL E PERSPECTIVAS

Desencadeia-se, a partir daí, a fase de implantação da pós-graduação em educação stricto sensu. Chamo a esta fase de período heróico porque foi necessário criar as condições praticamente a partir do nada. Servindo-se de doutores formados no exterior ou pelo processo do doutorado direto previsto nos Estatutos e Regimentos das universidades, aos quais se agregaram mestres também formados no exterior e, em seguida, aqueles alunos titulados nos programas pioneiros de mestrado instalados no país, a pós-graduação foi sen- do implantada suprindo-se a carência de infra-estrutura com muito trabalho e criatividade como, por exemplo, na falta de bibliotecas adequadas, a aquisi- ção de livros por parte dos docentes que os transportavam no porta-malas do próprio veículo para disponibilizá-los junto aos alunos nas instituições em que os programas começavam a funcionar (foi o que fiz quando participei da equipe que deu início ao programa de mestrado da Universidade Metodista de Piracicaba em 1972). Nessas circunstâncias, às vezes o coordenador era tam- bém o secretário, datilografando os ofícios e até, como procedi em 1976 quan- do coordenei a implantação do programa de mestrado na Universidade Fede- ral de São Carlos, desenhando e encomendando a produção das mesinhas que seriam utilizadas pelos alunos nas aulas e seminários de pesquisa.
Mostrar mais

19 Ler mais

Metas de Aichi: Situação atual no Brasil

Metas de Aichi: Situação atual no Brasil

Uma avaliação de três anos da execução dessas atividades pelos órgãos responsáveis (M M A, M DA, M APA e Embrapa) revelou que justamente o M M A é o órgão com mais problemas de execução (executando apenas entre 12 e 18% do orçamento anual previsto na Lei de Diretrizes Orçamentárias – LDO), enquanto que a Embrapa é o mais efetivo (em termos de da porcentagem de execução de recursos), com quase 100% de execução todos os anos (TERRA DE DIREITOS, 2011). O PNA tem sido efetivo em áreas que não eram o seu foco inicial principal (que era a promoção da agrobiodiversidade com base no apoio à agricultura familiar), passando a ter sucesso na conservação ex-situ voltada ao agronegócio. A avaliação apresentada pela ONG Terra de Direitos, mostra o desmonte do Programa Nacional de Agrobiodiversidade pelo M M A, com baixa execução, desmobilização de ações e repasse de atividades a outros ministérios sem que seu foco seja garantido (IBID). Várias das atividades do PNA poderiam originar indicadores para a M eta 13, mas vamos tentar focar nos resultados (diversidade genética de plantas cultivadas e de animais criados e domesticados), apesar da aparente falta de uma linha base.
Mostrar mais

73 Ler mais

A situação atual do mercado da saúde suplementar no Brasil e apontamentos para o futuro.

A situação atual do mercado da saúde suplementar no Brasil e apontamentos para o futuro.

A partir do ano de 2003, verifica-se o aumen- to da regularidade do envio de dados, bem como o aperfeiçoamento da sua qualidade, demonstra- da pela redução do número de beneficiários de planos antigos com tipo de contratação não iden- tificada e pela análise das bases de informação constantes nos resultados do Programa de Qua- lificação da Saúde Suplementar. Este programa permite, a partir de seus resultados, fazer um di- agnóstico da qualidade das operadoras e, conse- qü en t em en t e, d as in for m ações p or elas enviadas.Visa incentivar a melhoria da qualidade da assistência à saúde prestada aos beneficiários de planos privados e da própria estrutura e con- dições econômico-financeiras das operadoras, por meio de indicadores de saúde, da satisfação dos beneficiários, das condições econômico-financei- ras e de estrutura para operação das operadoras.
Mostrar mais

10 Ler mais

Situação atual da detecção precoce do câncer cérvico-uterino no Brasil.

Situação atual da detecção precoce do câncer cérvico-uterino no Brasil.

Através de questionários enviados pelo correio a todas as Secretarias Estaduais de Saúde e Fundação Serviços Espe- ciais de Saúde Publica (FSESP/MS) foram obtidas, proces- sadas e avalia[r]

13 Ler mais

Direitos dos animais: origens, situação atual e perspectivas no mundo e no Brasil

Direitos dos animais: origens, situação atual e perspectivas no mundo e no Brasil

Esta monografia tem como objetivo investigar a situação do movimento em prol do Direito dos Animais, de um modo geral, dando um enfoque para o caso do Brasil, perfazendo a trajetória histórica da relação entre os animais humanos e não humanos. O presente trabalho também destaca as diferentes perspectivas dos grupos que concorrem na defesa pelos interesses dos animais não humanos, sendo elas: utilitarista e abolicionista animal. É importante frisar que estudiosos da causa afirmam que o movimento pelos direitos dos animais está intrinsicamente ligado à busca pela garantia dos direitos humanos, e que enquanto tratarmos animais como meros insumos de mercado, haverá a tendência de fazer o mesmo com os seres humanos. A busca pela garantia de direitos aos animais não humanos é relativamente recente e, apesar de bastante difundida, tem pouca efetividade, porquanto não há um consenso mundial sobre o assunto, diferentemente do que ocorre, por exemplo, em relação aos direitos humanos. Principalmente por causa do especismo, crença de superioridade moral de uma espécie em relação à outra, a sociedade humana, de uma maneira geral, considera que a vida e o bem estar dos animais não humanos tornam-se fatores de importância secundária, quando confrontados com o valor comercial e mercadológico dos produtos que podem ser gerados a partir da utilização dos mesmos em benefício do homem. Entretanto, mesmo com todos estes obstáculos, é possível constatar, nos últimos anos, uma mudança positiva fortalecendo a busca pelos direitos dos animais.
Mostrar mais

70 Ler mais

Transportes e logística de grãos no Brasil Situação atual, problemas e soluções

Transportes e logística de grãos no Brasil Situação atual, problemas e soluções

Portanto, no Brasil, ainda há boas possi- bilidades de expansão da agropecuária. Castillo e Vencovsky (2004) afirmam que a atual mobili- dade geográfica no território brasileiro é fortemente influenciada pelos novos fronts agrícolas (Cerrado do Centro-Oeste, Triângulo Mineiro, Rondônia, oeste da Bahia, sul do Maranhão e do Piauí) que caracterizam regiões altamente modernizadas e especializadas, produtoras de commodities (sobretudo soja), porém mais distantes dos portos do que as regiões sojícolas mais antigas.

14 Ler mais

Sistemas integrados de produção no Brasil: situação atual, causas e perspectivas.

Sistemas integrados de produção no Brasil: situação atual, causas e perspectivas.

Figura 1: Quadro Conceitual da Pesquisa Integração da Produção.. Para esta estipulação, considerou- se a adequação ao modelo CIM adotado, adiante explicado. Na seleção dos gêneros q[r]

19 Ler mais

IMPLANTAÇÃO DOS LABORATÓRIOS BÁSICOS PADRÃO MEC/FNDE NA REDE PÚBLICA DO ESTADO DO PARANÁ PELO PROGRAMA BRASIL PROFISSIONALIZADO – Mestrado em Gestão e Avaliação da Educação Pública

IMPLANTAÇÃO DOS LABORATÓRIOS BÁSICOS PADRÃO MEC/FNDE NA REDE PÚBLICA DO ESTADO DO PARANÁ PELO PROGRAMA BRASIL PROFISSIONALIZADO – Mestrado em Gestão e Avaliação da Educação Pública

Para o acompanhamento da entrega dos laboratórios, a Unidade Gestora do Programa Brasil Profissionalizado – UGP, órgão responsável pela execução do Plano de Trabalho, vem realizando, periodicamente, visitas técnicas e pesquisas, verificando se as proposições estão sendo efetivadas, seguindo as orientações do Ministério da Educação, responsabilizando os gestores locais pela implementação desta política. Pois não basta apenas chegar com os equipamentos nos estabelecimentos, é preciso proporcionar também as condições necessárias para sua utilização.
Mostrar mais

90 Ler mais

O PROGRAMA DE INTERVENÇÃO PEDAGÓGICA DO ESTADO DE MINAS GERAIS - PIP

O PROGRAMA DE INTERVENÇÃO PEDAGÓGICA DO ESTADO DE MINAS GERAIS - PIP

Os focos da intervenção pedagógica nos citados estados foram definidos a partir das mesmas demandas. No Ceará, o PAIC centrou seus esforços na alfabeti- zação de todas as crianças até os 7 anos de idade, trabalho desenvolvido principal- mente nas escolas públicas municipais, uma vez que nesse estado 77,16% da rede dos anos iniciais são municipalizadas e atendem essa etapa de escolaridade. Em Minas Gerais, por outro lado, o foco do PIP foram os alunos que estavam cursando o 3º ano do ensino fundamental da rede estadual, que devem ler e escrever até aos 8 anos de idade, sendo esta etapa de escolaridade também definida pelo Programa de Intervenção Direito ao Aprendizado do Espírito Santo. A intervenção foi pensada para toda a rede estadual como em Minas Gerais. Merece destaque o número de municípios de cada estado de modo a facilitar o entendimento de diferenças que e- les apresentaram na implementação dos programas
Mostrar mais

107 Ler mais

Modelos de previsão da produção industrial brasileira: uso de dados
 desagregados da sondagem industrial

Modelos de previsão da produção industrial brasileira: uso de dados desagregados da sondagem industrial

O Banco Central do Brasil, em boxe do Relatório de inflação de dezembro de 2013, buscou avaliar o poder preditivo de índices de confiança do Brasil de diferentes fontes. Para isso, foram utilizados também indicadores e variáveis relacionados ao nível de atividade econômica e, para cada índice de confiança, foram comparados os erros quadráticos médios de previsões a partir de modelos autorregressivos univariados com os de modelos semelhantes também contendo o índice de confiança correspondente como variável explicativa. Os testes indicaram ganho de poder preditivo quando utilizado o ICI da FGV e seus componentes como variáveis explicativas nos modelos de previsão para a atividade econômica. A conclusão do boxe foi que, dentre os índices de confiança utilizados no exercício, o ICI e seus componentes se destacaram, fornecendo informações relevantes de curto prazo para os agentes econômicos.
Mostrar mais

45 Ler mais

Situação atual e perspectivas do etanol.

Situação atual e perspectivas do etanol.

Hoje está claro que essas alternativas não são excludentes, e será possível não só continuar com os avanços graduais sobre as tecnologias em uso, como também atingir grandes ganhos com o advento de algumas tecnologias em de- senvolvimento. Inicialmente, é preciso considerar que a produção conjugada de açúcar e etanol deve continuar, entre outros fatores, pela posição atual do Brasil como o maior (e crescente) exportador mundial de açúcar, pela sinergia positiva nessa produção, e porque o etanol tem sido o grande agente na elevação do patamar de preços internacionais do açúcar, na medida em que proporciona uma alternativa competitiva para a industrialização da cana-de-açúcar. As opções tecnológicas para os produtos da cana-de-açúcar devem considerá-los em con- junto, porque os efeitos nos custos finais de cada um (incluindo o etanol) são relacionados.
Mostrar mais

9 Ler mais

O PADRÃO DE DESENVOLVIMENTO DOS AGRONEGÓCIOS NO BRASIL E A ATUALIDADE HISTÓRICA DA REFORMA AGRÁRIA

O PADRÃO DE DESENVOLVIMENTO DOS AGRONEGÓCIOS NO BRASIL E A ATUALIDADE HISTÓRICA DA REFORMA AGRÁRIA

100 parcela da renda real da sociedade para a esfera da valorização financeira, o Estado transformou a moeda em “objeto de tráfico e de agenciamento”, sujeitando-a a um valor flutuante, que varia de acordo com as aplicações de cada momento. “Ora como objeto de especulação, ora como pretexto para a manutenção de desmesuradas taxas reais de juros, a moeda doméstica põe-se sempre como um caminho promissor para a obtenção de excepcionais ganhos em moeda forte” (PAULANI, 2008, p. 46). Foi o que a abertura financeira possibilitou. Ao lado da dívida pública, os fundos de pensão passaram a funcionar “...no papel de retirar da esfera da acumulação produtiva parcelas substantivas de renda real que poderiam, de outro modo, transformar-se em capital produtivo” (PAULANI, 2008, p. 46). O Brasil completava, com isso, seu ingresso iniciado há décadas no circuito internacional da valorização financeira, abrindo as portas para o capital financeiro, justamente no momento em que a “Terceira Revolução Industrial” (ou “molecular-digital”), passou a exigir uma acumulação científico-tecnológica que colocava países como o Brasil no “rastro” dos países produtores de conhecimento científico, já que a “revolução” anulou a fronteira entre a ciência e a tecnologia, de modo que “...não há produtos tecnológicos disponíveis, à parte, que possam ser utilizados sem a ciência que os produziu. E o inverso: não se pode fazer conhecimento científico sem a tecnologia adequada...”. Com isso, “o que sobra como produtos tecnológicos são apenas bens de consumo” (OLIVEIRA, 2003, p. 139).
Mostrar mais

245 Ler mais

A GESTÃO PEDAGÓGICA DO MACROCAMPO ACOMPANHAMENTO PEDAGÓGICO DO PROGRAMA MAIS EDUCAÇÃO: CAMINHOS PARA O SUCESSO ESCOLAR – Mestrado em Gestão e Avaliação da Educação Pública

A GESTÃO PEDAGÓGICA DO MACROCAMPO ACOMPANHAMENTO PEDAGÓGICO DO PROGRAMA MAIS EDUCAÇÃO: CAMINHOS PARA O SUCESSO ESCOLAR – Mestrado em Gestão e Avaliação da Educação Pública

A principal estratégia adotada pelos sistemas de ensino é o Programa Mais Educação, instituído pela Portaria Interministerial nº 17/2007 e regulamentado pelo Decreto 7.083/10, com a finalidade de “contribuir para a melhoria da aprendizagem por meio da ampliação do tempo de permanência de crianças, adolescentes e jovens matriculados em escola pública, mediante oferta de educação básica em tempo integral”, conforme consta no artigo primeiro do Decreto. Além disso, o PME atende, prioritariamente, territórios marcados por situações de vulnerabilidade social. A proposta do PME visa reduzir as desigualdades educacionais, e sua implementação merece ser discutida e avaliada, como qualquer política pública (CONDÉ, 2012). Refletir sobre a atuação dos envolvidos com o PME nas escolas é uma das formas de se analisar o “campo da ação”, o que ganha ainda mais especificidade quando o sujeito analítico encontra-se inserido nesse campo.
Mostrar mais

159 Ler mais

Rev. adm. empres.  vol.24 número1

Rev. adm. empres. vol.24 número1

A democratização do processo decisório internacional, na atual situação, dependerá de uma ação conjunta do· Brasil com outros países intermédios - constituindo uma &[r]

1 Ler mais

Show all 10000 documents...