Top PDF Projeto de absorvedores de micro-ondas usando superfícies seletivas em frequência

Projeto de absorvedores de micro-ondas usando superfícies seletivas em frequência

Projeto de absorvedores de micro-ondas usando superfícies seletivas em frequência

Esse trabalho tem como objetivo projetar absorvedores de micro-ondas usando superfícies seletivas em frequência. A metodologia consiste basicamente em duas etapas: na primeira etapa, uma análise teórica e numérica de FSS com a geometria proposta é desenvolvida e na segunda etapa, a simulação e análise dos absorvedores projetados é feita. Para a análise será utilizado um programa computacional comercial, que fornece características de transmissão da estrutura para uma onda plana com incidência normal e oblíqua. Serão apresentados resultados iniciais, que demonstram domínio no uso do programa computacional comercial, bem como, entendimento dos efeitos analisados. Duas geometrias existentes na literatura foram escolhidas, para estudo e projeto de absorvedores de micro-ondas usando FSS: o dipolo cruzado e a espira quadrada.
Mostrar mais

48 Ler mais

Projeto de absorvedores de micro-ondas integrados com superfícies seletivas em frequência

Projeto de absorvedores de micro-ondas integrados com superfícies seletivas em frequência

Assim como o aumento das pesquisas com absorvedores, as superfícies selectivas em frequência (FSS) têm sido estudadas e aplicadas nas áreas de telecomunicação. São consideradas ferramentas muito populares na filtragem espacial de micro-ondas e ondas milimétricas. Elas foram desenvolvidas em meados da década de 60 e têm sido utilizadas em muitas aplicações, tais como radomes, subreflectores dicróicas, seção transversal de radar (RCS), estruturas com banda fotônica proibida (PBG), etc. Historicamente, seus arranjos foram considerados em um problema de projeto de engenharia há mais de 200 anos pelo físico David Rittenhouse, segundo Mittra et al. (1988), no qual os estudos dos princípios físicos das FSS estavam relacionados com a investigação de grades de difração em óptica, cujo fenômeno era usado para decompor um feixe de luz não monocromática em suas ordens espectrais segundo a publicação de Rittenhouse (1786).
Mostrar mais

73 Ler mais

Análise e projeto de superfícies seletivas de frequência com elementos pré-fractais para aplicações em comunicações indoor

Análise e projeto de superfícies seletivas de frequência com elementos pré-fractais para aplicações em comunicações indoor

As superfícies seletivas de frequência (FSSs - Frequency Seletive Surfaces) têm sido objeto de extensivos estudos nos últimos anos, devido às suas várias aplicações como filtros espaciais eletromagnéticos para micro-ondas e sinais ópticos. Estes dispositivos são usados em absorvedores de micro-ondas, sistemas de antenas refletoras, radomes, aeronaves, etc. [1]- [4]. Utilizações recentes de FSSs incluem a segurança sem fio para comunicações indoor através de técnicas modernas de controle de cobertura e modificação do ambiente de propagação, conhecidas por “wireless building”. Nestas aplicações, um tipo de FSS convencional refletora ou transmissora pode ser inserida, por exemplo, nas paredes ou janelas de um edifício para controlar a propagação indoor, fornecendo isolamento e/ou reduzindo a interferência entre sinais adjacentes, bem como, protegendo as pessoas contra a radiação eletromagnética [5]-[20].
Mostrar mais

146 Ler mais

Desenvolvimento de uma técnica numérica para análise de superfícies seletivas em frequência do tipo absorve-transmite

Desenvolvimento de uma técnica numérica para análise de superfícies seletivas em frequência do tipo absorve-transmite

No desenvolvimento desta tese foi investigada a utilização de uma técnica aproximada para análise de FSS do tipo absorve-transmite que em sua constituição configura uma estrutura de absorvedor pois permite que certas frequências de sinais passem enquanto que os sinais refletidos sejam atenuados. A utilização desse tipo de configuração de absorvedor torna-se conveniente pois é possível reduzir o espaçamento e construir estruturas menores e assim flexibilizar sua utilização em diversas aplicações e projetos, como também a utilização de superfícies planares. Logo, uma análise das estruturas isoladamente e cascateadas era necessária para poder analisar os efeitos desejados. Além disso, a utilização do método numérico proposto permite uma visão das estruturas em termos de circuitos, o que permite uma maior análise e variabilidade de parâmetros e a possibilidade, em conjunto com outras técnicas, de criar técnicas híbridas. Como os estudos e pesquisas acerca da modelagem das geometrias utilizadas nas FSS condutivas já são bem mais difundidas na literatura, o desafio ao longo da tese se concentrou na modelagem matemática para as FSS resistivas. Havia pouca literatura concernente à modelagem de superfícies resistivas. Algumas modelagens encontradas eram caracterizadas para outros modelos de absorvedores, que em algumas vezes não se adequava a filosofia do projeto e em outras não proporcionavam resultados interessantes. Como os artigos disponibilizam poucos resultados de medições, a fase inicial se resumia a simulações no software HFSS.
Mostrar mais

110 Ler mais

Contribuições à metodologia de projeto de Absorvedores Líquidos Sintonizados (ALS)

Contribuições à metodologia de projeto de Absorvedores Líquidos Sintonizados (ALS)

A abordagem metodológica desta pesquisa apresenta um procedimento sequencial de modelagem analítica de sistemas desacoplados e acoplados e suas respectivas validações por analise experimental. Uma vez confirmada a precisão dos modelos analisados, contorna-se uma formulação robusta onde inferências obtidas de modelos teóricos consolidam a prescrição de soluções a projetos reais. Como resultado final um roteiro para projeto ótimo de absorvedores líquidos sintonizados - ALS é estabelecido. Para a validação deste roteiro de projeto de ALS no item 6.7 a seguir, estuda-se como caso de aplicação, um edifício da literatura (Pórtico 3D), linearizado a 1 GdL equivalente. Isto com o objetivo de projetar as medidas ótimas de um ALS de geometria retangular. Soluções da resposta dinâmica apresentam-se no domínio da frequência e do tempo.
Mostrar mais

140 Ler mais

Otimização de superfícies seletivas de frequência com elementos pré-fractais utilizando rede neural MLP e algoritmos de busca populacional

Otimização de superfícies seletivas de frequência com elementos pré-fractais utilizando rede neural MLP e algoritmos de busca populacional

Desde o início da década de 90, as redes neurais artificiais têm sido usadas como uma ferramenta numérica flexível para a modelagem de dispositivos de micro-ondas. A precisão do modelo neural depende dos dados apresentados durante o treinamento. Logo, um conjunto de dados eletromagnéticos quantitativamente suficiente e preciso (obtido através de medições ou simulações) é o requisito básico para um rápido e exato projeto/otimização de dispositivos de micro-ondas. Além disso, a utilização dos conhecimentos estabelecidos anteriormente na área de eletromagnetismo (como modelos empíricos), combinado com as redes neurais, resulta numa maior confiabilidade do modelo híbrido resultante, com uma maior capacidade de aprender mapeamentos de entrada/saída não lineares, bem como, generalizar respostas quando novos valores de variáveis de entrada do projeto são apresentados [25]. Outra vantagem importante é a redução da quantidade de dados necessária para o treinamento das redes. Algumas técnicas híbridas de modelagem têm sido propostas para o uso com modelos empíricos e redes neurais, tais como: Entrada de Conhecimento Prévio (PKI – Prior Knowledge Input), Conhecimento Baseado em Rede Neural (KBNN – Knowledge Based Neural Network), e Rede Neural Artificial de Mapeamento Espacial (SMANN – Space Mapping Artificial Neural Network) [14].
Mostrar mais

102 Ler mais

Análise e projeto de superfícies seletivas em frequência multibanda e/ou banda larga

Análise e projeto de superfícies seletivas em frequência multibanda e/ou banda larga

Para os métodos aproximados, o mais conhecido e utilizado é o método do circuito equivalente (MCE). Esta técnica é bastante difundida no meio científico, devido ao uso de uma aproximação quase-estática para calcular os componentes do circuito e permite uma rápida resposta computacional. Nesta análise, os vários segmentos de fita condutora que formam os elementos em um arranjo periódico são modelados como componentes indutivos ou capacitivos em uma linha de transmissão. Da solução deste circuito, são encontradas as características de transmissão e reflexão da FSS. Nas frequências de micro-ondas e ondas milimétricas pode ser necessário analisar a estrutura através de uma técnica mais rigorosa [16]. Em [17], um novo método de circuito equivalente utilizando decomposição modal é proposto e usado na análise de FSS multicamadas.
Mostrar mais

131 Ler mais

Superfícies Seletivas em frequência Complementares (CFSS): conceito e projeto

Superfícies Seletivas em frequência Complementares (CFSS): conceito e projeto

Com o crescimento das comunicações sem fio, tem-se observado um aumento significativo do número de estações rádio-base, para uma melhor cobertura de serviços. Como resultado colateral, existe uma alta probabilidade de interferência eletromagnética (Electromagnetic interference – EMI) dessas comunicações sem fio para outros dispositivos eletrônicos sensíveis. Para proteger os equipamentos sensíveis da ameaça potencial de EMI, há uma crescente demanda por blindagem arquitetônica. As blindagens convencionais são pesadas e adicionam cargas estruturais aos edifícios existentes [28]. Assim, blindagens de EMI que tenham peso reduzido, para serem aplicadas em paredes de um edifício, podem ser uma solução atrativa [29]. Além da questão do peso, os compartimentos metálicos convencionais não possuem características de proteção seletiva em frequência e, praticamente, bloqueiam ondas eletromagnéticas de todas as frequências. Para uma blindagem de EMI, que bloqueie apenas as frequências indesejáveis, um projeto usando superfícies seletivas de frequência (FSS) pode ser aplicado [30, 31].
Mostrar mais

57 Ler mais

Cálculo de parâmetros otimizados para superfícies seletivas de frequência por meio do método de otimização Taguchi

Cálculo de parâmetros otimizados para superfícies seletivas de frequência por meio do método de otimização Taguchi

As superfícies seletivas em frequência (FSS) pertencem a uma subclasse dos metamateriais composto por patchs metálicos bidimensionais. Por apresentar um comportamento seletivo de frequência, essas estruturas têm sido aplicadas nas áreas de micro-ondas e sistemas de comunicação, além de ser tema de pesquisa por parte de estudiosos. A literatura define basicamente uma superfície seletiva de frequência como um arranjo periódico de patches que exibe um determinado comportamento de filtragem de frequência podendo apresentar características de filtro rejeita-faixa ou passa-faixa que permite a reflexão ou a transmissão de sinais em uma determinada faixa de frequência. As FSS são utilizadas em diversas aplicações que vão desde sistemas de micro-ondas e antenas até aplicações em radomes e comunicações via satélite. Estruturas de FSS com comportamento Eletromagnético adequado têm sido estudadas por pesquisadores da área. Porém, a análise das características espectrais dessas estruturas requer técnica com elevada complexidade computacional. Para reduzir o esforço computacional relacionado ao tempo de processamento, podem ser utilizadas técnicas de otimização. Neste aspecto, esta pesquisa propõe a utilização de um método de otimização no projeto de FSS. Os métodos de otimização têm como objetivo obter os resultados de um sistema por meio do ajuste dos parâmetros de entrada, ou seja, ao ajustar estes parâmetros os métodos de otimização procuram um melhor resultado de saída de modo que o desempenho do sistema, em termos de qualidade, custo e eficiência, possam ser otimizados. Esses métodos podem ser aplicados em diversas áreas. Atualmente, na área do Eletromagnetismo, os circuitos de micro-ondas e antenas têm aplicado diversas técnicas de otimização como Algoritmos Genéticos (AG), Redes Neurais Artificiais (RNA) e Otimização com Enxame de Partículas (PSO). O método de otimização descrito nesta pesquisa foi desenvolvido com base no conceito do arranjo ortogonal, o Método Taguchi. Este método fornece uma maneira eficiente para escolher os parâmetros do projeto em um processo de
Mostrar mais

115 Ler mais

Análise de estruturas inspiradas em fractais aplicadas em antenas e superfícies seletivas de frequência

Análise de estruturas inspiradas em fractais aplicadas em antenas e superfícies seletivas de frequência

O desenvolvimento de novas estruturas, inspiradas em fractais, aplicadas à tecnologia planar tem motivado muitos pesquisadores em todo o mundo, interessados no projeto de dispositivos e circuitos de micro-ondas mais compactos, mais eficientes e de baixo custo, para operar em banda larga ou múltiplas bandas, com melhores condições de filtragem (transmissão ou rejeição), radiação ou recepção, e estabilidade angular, por exemplo. Es- pecificamente, os fractais tradicionais têm sido utilizados no desenvolvimento de circuitos integrados de micro-ondas e antenas porque têm possibilitado a melhoria de suas respostas em frequência. Entretanto, para extrair mais vantagens do potencial dessas geometrias, elas devem ser alteradas, de acordo com as aplicações desejadas. Além disso, devido às interferências externas, filtros espaciais, como as superfícies seletivas de frequência (FSS), se tornaram cada vez mais populares com o crescimento no uso de tecnologias de comunicação sem fio, pois aparecem como uma excelente solução para filtrar frequên- cias previamente especificadas. Portanto, o uso de geometrias fractais tradicionais ou novas, nessas estruturas, traz contribuições específicas na melhoria das suas respostas em frequência. O objetivo principal deste trabalho consiste em melhorar a tecnologia atual de FSS, usando geometrias fractais conhecidas, as quais são modificadas, para melhor aproveitar o uso das características dessas geometrias. Assim, utilizando algumas confi- gurações diferentes da mesma geometria, inspiradas no fractal de Hilbert, pode-se confi- gurar a estrutura de FSS para obter maior largura de banda, operações em multibandas, boa estabilidade angular e miniaturização, por exemplo. Adicionalmente, essas estruturas baseadas em fractais exibem características a serem investigadas em relação à redução do tamanho do patch, elemento do arranjo periódico, e à modificação das frequências de res- sonância das antenas. Este trabalho apresenta estruturas de antenas e FSS inspiradas em fractais que ressonam em multifrequências. Cinco protótipos foram fabricados e medidos para comparar com os resultados obtidos através de simulações. Neste trabalho são pro- postas geometrias de FSS inspiradas no fractal de Hilbert, no fractal do espelho infinito e no triângulo de Sierpinski, com modificações adicionais para garantir estabilidade an- gular e multibanda. Adicionalmente, são propostas antenas de microfita com alimentação coaxial, com o elemento radiador inspirado no fractal de Sierpinski triangular, obtendo operação em multibanda e aumento do ganho.
Mostrar mais

91 Ler mais

Análise e design de estruturas 2,5D de superfícies seletivas de frequência para aplicações em sistemas modernos de comunicações sem fio

Análise e design de estruturas 2,5D de superfícies seletivas de frequência para aplicações em sistemas modernos de comunicações sem fio

A fim de atender as necessidades existentes atuais dos serviços de telecomunicações, faz-se necessário o desenvolvimento de dispositivos para integrar os novos sistemas de comunicações. Um componente que tem sido alvo de pesquisas é a superfície seletiva de frequência (Frequency Selective Surface - FSS), devido suas aplicações para a engenharia de telecomunicações serem muitas e bem atrativas. As principais pesquisas nessa linha são em torno de FSS que possuem baixo custo, peso reduzido e habilidade de integração com outros circuitos de micro-ondas, podendo ser aplicadas em sistemas de antenas refletoras, absorvedores, radomes, mísseis, aeronaves, satélites, entre outros [1], [2].
Mostrar mais

66 Ler mais

Desinfecção de próteses totais por micro-ondas: efeito da frequência de irradiação no tratamento da estomatite protética

Desinfecção de próteses totais por micro-ondas: efeito da frequência de irradiação no tratamento da estomatite protética

Em relação aos fatores predisponentes avaliados no presente estudo, os resultados indicaram homogeneidade na distribuição dos pacientes entre os grupos de estudo, exceto para a estomatite protética grau III de Newton no grupo GIII. Para os pacientes avaliados, a média de idade foi de 59 anos, com 16 anos de tempo de uso da prótese total superior. Foi verificado que houve predominância do gênero feminino (81,66%) em relação ao masculino (18,33%), da estomatite protética Tipo II de Newton 75 , da utilização contínua da prótese total superior, incluindo o período noturno, e da utilização de medicamentos anti- hipertensivos. A idade dos pacientes avaliados no presente estudo concorda com a de estudos prévios 30,68,73 , que sugerem maior prevalência de estomatite protética entre as sextas e sétimas décadas de vida em razão do elevado número de usuários de próteses removíveis parciais e totais que pertencem a essa faixa etária. Com relação ao gênero, estudos prévios 30,42,47,73 também observaram uma maior prevalência do gênero feminino, porém não há ainda um consenso para explicar porque várias lesões bucais, incluindo a estomatite protética, são mais frequentes em mulheres do que em homens. Essa diferença pode ser atribuída ao fato de as mulheres recorrerem mais assiduamente aos tratamentos odontológicos que os homens 83 . No entanto, Amanlou et al. 4 justificaram a predominância do gênero feminino com estudos epidemiológicos da candidose bucal. Além disso, alterações hormonais, principalmente no período após a menopausa 20,42 , também podem contribuir para a alta prevalência de estomatite protética em mulheres. Com resultados semelhantes em seu estudo, Bastiaan, Reade 12 relacionaram a alta prevalência de estomatite protética no gênero feminino com a deficiência de ferro frequentemente encontrada nas mulheres, inclusive nas que apresentam boas condições de saúde. Essa deficiência nutricional favorece o desenvolvimento de infecção por micro-organismos oportunistas, tais como as espécies de Candida.
Mostrar mais

189 Ler mais

Antenas e superfícies seletivas de freqüência reconfiguráveis para sistemas de comunicação sem fio

Antenas e superfícies seletivas de freqüência reconfiguráveis para sistemas de comunicação sem fio

Antenas de microfita reconfiguráveis também podem utilizar elementos parasitas chaveados ou ajustáveis. Um exemplo foi desenvolvido por Zhang et al. [56]. A antena é composta por um elemento linear simples com dois elementos parasitas espaçados posicionados paralelamente ao elemento principal. Os comprimentos dos elementos parasitas são alterados por intermédio de chaves eletrônicas [56] ou varactores [57], que, por sua vez, alteram as magnitudes e as fases das correntes nos elementos parasitas em relação ao elemento principal. Inclinações no feixe principal em um plano podem ser chaveadas [56] ou variadas continuamente [57] ao passo que os comprimentos dos elementos parasitas são alterados. Com o elemento principal relativamente isolado das seções reconfiguradas da estrutura, a frequência de operação e a largura de banda são preservadas. Esta antena, de uma maneira similar à maioria das antenas ajustáveis através de elementos parasitas, pode ser analisada teoricamente utilizando uma combinação de teoria de arranjos e acoplamento para explicar as inclinações nos diagramas [58]. Outros exemplos de arranjos planares reativamente ajustáveis baseados em patches padrões de microfita são apresentados por Dinger [59,60]. Para sistemas com elementos parasitas ajustáveis como estes, algoritmos de busca e otimização podem ser utilizados para determinar as reatâncias de ajuste necessárias em cada elemento parasita para produzir um feixe ou um nulo em um ângulo predeterminado [61,59].
Mostrar mais

105 Ler mais

Análise e desenvolvimento de novas configurações de antenas, filtros e superfícies seletivas de frequência não-uniformes e reconfiguráveis pelo método WCIP generalizado

Análise e desenvolvimento de novas configurações de antenas, filtros e superfícies seletivas de frequência não-uniformes e reconfiguráveis pelo método WCIP generalizado

Normalmente, superfícies seletivas de frequência (FSS) são definidas como conjuntos infinitos periódicos de duas dimensões. Eles têm sido largamente usados como filtros espaciais para refletir ou transmitir ondas eletromagnéticas em algumas bandas de frequências específicas [79]. A FSS pode ser feita por disposição de elementos patches condutores ou elementos de abertura. O tipo de elemento depende da resposta de frequência especificada para o FSS. Elementos patches metálicos têm um comportamento rejeita banda enquanto aberturas ter um comportamento passa-banda. O comportamento da FSS é controlado por vários parâmetros tais como a periodicidade, tipo de matriz e o material utilizado como substrato.
Mostrar mais

152 Ler mais

Estudo comparativo de superfícies seletivas para coletores solares

Estudo comparativo de superfícies seletivas para coletores solares

O revestimento seletivo mais utilizado em coletores solares é o de óxido de cobre preto. Muitos autores investigaram as propriedades seletivas do revestimento de CuO preparado por vários processos: Spraying, conversão química, polimento químico, lixívia cáustica, etc. Hottel e Unger (1959) produziram camadas de óxido de cobre pelo spraying (Apêndice A) de uma solução diluída de nitrato de cobre em chapa aquecida de alumínio. Nessas circunstâncias, uma camada verde clara se formava no substrato de alumínio que, após aquecida até uma temperatura superior a 170°C, se transformava em uma camada de óxido de cobre preto. A absortividade solar desses revestimentos era dependente da quantidade de massa por unidade de área do filme. A emissividade térmica diminuía com a diminuição da concentração da solução e com o tamanho da gota de spray. O valores ótimos para a absortividade solar e emissividade térmica foram de 0,93 e 0,11, respectivamente.
Mostrar mais

87 Ler mais

Estudo da variação da periodicidade e do acoplamento entre superfícies seletivas de frequência com elementos fractais e helicoidais em estruturas de multicamadas

Estudo da variação da periodicidade e do acoplamento entre superfícies seletivas de frequência com elementos fractais e helicoidais em estruturas de multicamadas

licenciadas 2,5 GHz (2,3~2,7), e 3,5 GHz (3,3~3,8). Para as FSS com elementos helicoidais, seis estruturas foram consideradas. Observa-se uma compressão de 59,42% para H1, 53,54% para H2, 42,63% para H3, 31,72% para H4 e 14,84% para H5, considerando como ponto de partida a estrutura H0, onde não há quadrado central. Nota-se que o quadrado central pode controlar o fator de compressão de frequência considerando este tipo de geometria. A compressão de frequência possibilita a construção de estruturas menores quando se considera uma mesma frequência de ressonância. Para as estruturas H1 e H2, obteve-se uma compressão de mais de 50%, sendo mais da metade da frequência obtida para a estrutura H0. A partir de resultados preliminares obtidos com a análise isolada das estruturas, o cascateamento entre elas proporcionou o aumento da largura de banda, na medida em que a espessura da camada de ar aumenta. Com a finalidade de encontrar aplicações práticas para as estruturas helicoidais cascateadas, as estruturas propostas foram cascateadas e as mesmas encontraram aplicações na banda-X (8,0~12,0), e na banda não-licenciada que compreende a faixa de 5,25 a 5,85 GHz. Na caracterização numérica e experimental das estruturas abordadas, utilizou-se, respectivamente, o software comercial Ansoft Designer TM e um analisador de redes vetorial, modelo N5230A da Agilent.
Mostrar mais

133 Ler mais

Análise e otimização de superfícies seletivas de Frequência utilizando redes neurais artificiais e algoritmos de otimização natural

Análise e otimização de superfícies seletivas de Frequência utilizando redes neurais artificiais e algoritmos de otimização natural

Neste trabalho, foi realizado um estudo analítico sobre o espalhamento eletromagnético em superfícies seletivas de frequência (FSSs), o qual relacionou os campos espalhados e as correntes induzidas na superfície das estruturas, devido à radiação eletromagnética incidente. Em um primeiro momento, considerou-se especificamente a célula unitária de estruturas de FSS formadas por elementos de abertura impressos sobre substratos dielétricos isotrópicos. Observou-se que as FSSs do tipo freestanding representam com clareza as propriedades de filtragem de frequências de tal estrutura, bem como a dualidade existente entre os arranjos de FSSs constituídos por elementos de abertura e elementos de patches, mantendo-se as mesmas dimensões dos elementos e as mesmas características dielétricas. Posteriormente, diversos outros tipos de FSSs foram analisados e um enfoque maior foi dado às FSSs formadas por elementos de patches condutores, impressas sobre substratos dielétricos isotrópicos e anisotrópicos.
Mostrar mais

164 Ler mais

Detecção de danos em estruturas guiadas usando ondas de alta frequência

Detecção de danos em estruturas guiadas usando ondas de alta frequência

Pesquisas em propagação de ondas para aplicação de monitoramento de integridade estrutural (SHM) tem tido um incremento considerável recentemente. Este procedimento permite detectar danos nas fases iniciais. Esta dissertação descreve um estudo teórico de propagação de ondas para o propósito de detecção e quantificação de dano em uma viga. De particular interesse é a maneira que as ondas interagem com o dano, considerado simétrico com respeito ao eixo neutro. Uma análise de uma estrutura unidimensional de ondas guiadas incorporando o atuador e sensores piezelétricos em configuração pitch-catch e pulse eco é apresentada. O modelo é desenvolvido no domínio da frequência e posteriormente transformado no domínio do tempo através da transformada de Fourier inversa. Isto permite que o efeito do dano entre o atuador e o sensor seja estudado no domínio do tempo e da frequência. Os comprimentos do atuador e do sensor e a profundidade do dano são estudados em uma viga de alumínio delgada. Mostra-se que uma abordagem no domínio do tempo é preferível em relação a abordagem no domínio da frequência para detecção e quantificação de danos na estrutura. Os resultados mostraram que ondas longitudinais são mais sensíveis a variação da espessura para um sistema simétrico e é melhor medir ondas refletidas que as transmitidas. Além disto, verificou-se que devido à natureza dispersiva das ondas de flexão é possível que em algumas situações a amplitude da onda refletida seja diminuída em vez de aumentar quando a espessura da viga é reduzida.
Mostrar mais

85 Ler mais

Análise teórica e experimental de superfícies seletivas de freqüência e suas aplicações em antenas planares

Análise teórica e experimental de superfícies seletivas de freqüência e suas aplicações em antenas planares

Neste trabalho, é efetuada uma análise de onda completa de estruturas baseadas em antenas do tipo patch em conjunto com superfícies seletivas de freqüência. O método das diferenças finitas no domínio do tempo (Finite Difference on Time Domain – FDTD) foi empregado na simulação das estruturas. Através desse método toda a estrutura e o espaço ao seu redor é discretizado através de células espaciais tridimensionais. Uma condição de contorno absorvedora de camada perfeitamente casada (PML) também foi implementada com a finalidade de reduzir a interferência das reflexões provenientes dos limites do espaço discretizado. Os parâmetros de transmissão foram obtidos através da razão entre a transformada de Fourier dos campos refletidos e incidentes no domínio do tempo.
Mostrar mais

85 Ler mais

Produção de superfícies seletivas de Ni/NiO por processos químico e eletrolítico em substrato de alumínio.

Produção de superfícies seletivas de Ni/NiO por processos químico e eletrolítico em substrato de alumínio.

Antes de se proceder aos recobri- mentos, as superfícies do substrato de alumínio foram texturizadas com lixas de 100, 180, 400, 600 e 1000 mesh. Para os recobrimentos químicos, as amostras fo- ram ativadas em uma solução de HCl a 30%. Em seguida, imergiram-se as amos- tras em um béquer com agitação mecâni- ca contendo 125ml de solução de sulfa- to de níquel e de hipofosfito de sódio com pH=10 a 90°C por 15 minutos (ASM Handbook, 1994). Para os recobrimen- tos eletrolíticos, a limpeza do substrato foi realizada em dois estágios: 1) Imer- são por 30 segundos em um banho de zincato constituído de 525g de hidróxi- do de sódio, 100g de ZnO, 1g de cloreto
Mostrar mais

5 Ler mais

Show all 10000 documents...

temas relacionados