Top PDF Prospecção de óleos essenciais para o controle de Spodoptera frugiperda (Lepidoptera: Noctuidae) e seletividade à Trichogramma pretiosum (Hymenoptera: Trichogrammatidae)

Prospecção de óleos essenciais para o controle de Spodoptera frugiperda (Lepidoptera: Noctuidae) e seletividade à Trichogramma pretiosum (Hymenoptera: Trichogrammatidae)

Prospecção de óleos essenciais para o controle de Spodoptera frugiperda (Lepidoptera: Noctuidae) e seletividade à Trichogramma pretiosum (Hymenoptera: Trichogrammatidae)

Os óleos essenciais de capim-santo e citronela expressaram maior atividade repelente sobre lagartas de S. frugiperda, quando comparados ao óleo essencial de alecrim- pimenta, principalmente, devido à ação do citral (capim-santo) e geraniol (citronela) (KNAAK et al., 2013; SILVA et al., 2014; TAK et al., 2015), que já tiveram repelência constatada sobre o mosquito Anopheles gambiae Giles (Diptera: Culicidae) (NERIO et al., 2010); a mosca- doméstica Musca domestica L. (Diptera: Muscidae) (CHAUHAN et al., 2018); o besouro- castanho (T. castaneum); o gorgulho-do-milho Sitophilus zeamais Motsch (Coleoptera: Curculionidae) (PEIXOTO et al., 2015) e a mosca-branca Bemisia tabaci (Genn.) (Hemiptera: Aleyrodidae) (DELETRE et al., 2015). Enquanto o óleo de alecrim-pimenta (L. origanoides) expressou repelência média de 35%, Classe 2 (baixa repelência) (VIGLIANCO et al., 2008), corroborando estudos que evidenciaram a repelência de compostos de plantas do gênero Lippia, como o carvacrol e o timol, sobre o besouro-do-fumo Lasioderma serricorne (Coleoptera: Anobiidae) e, o besouro-da-batata Leptinotarsa decemlineata (Say) (Coleoptera: Chrysomelidae) (PAVELA, 2011); o mosquito-da-dengue Aedes aegypti L. (Diptera: Culicidae) (NESTERKINA et al., 2018) e algumas lagartas do algodão Spodoptera littoralis (Boisd.) (Lepidoptera: Noctuidae), além de ácaros, como o ácaro-rajado (T. urticae Koch) (CAVALCANTI et al., 2010). A repelência induzida pelos óleos essenciais possivelmente foi conferida pela reação entre os compostos voláteis e os receptores olfativos dos insetos, que induziram uma resposta neurológica, resultando em não-preferência ou fuga da fonte de emissão (NERIO et al., 2010; DELETRE et al., 2015).
Mostrar mais

116 Ler mais

Óleos essenciais sobre adultos e imaturos de Trichogramma galloi e Trichogramma pretiosum (Hymenoptera: Trichogrammatidae)

Óleos essenciais sobre adultos e imaturos de Trichogramma galloi e Trichogramma pretiosum (Hymenoptera: Trichogrammatidae)

hidroxigedunina, e 7-desacetoxi-7-oxogedunin e tetranortripenóides (Ambrozin et al. 2006). Carapa guianensis tem ação larvicida e repelente para Aedes sp. (Miot et al. 2004; Prophiro et al. 2012a,b) e à Phoridae em colônias de abelhas (Freire et al. 2006). Óleos de sementes de Ni m (200μl/ml) a 10% reduziram o parasitismo por fêmeas de Uscana lariophaga (Steffan) (Hymenoptera: Trichogrammatidae), Dinarmus basalis (Rondani) (Hymenoptera: Pteromalidae) (Boeke et al. 2003) e deformaram ovos de Spodoptera frugiperda (J.E. Smith, 1797) (Lepidoptera: Noctuidae) mesmo nas menores concentrações, resultando em baixo parasitismo por fêmeas de T. pretiosum (Correia et al. 2013). Extratos de Melia azedarach L (Meliacea) reduziram o parasitismo de Bemisia argentifolii Bellows & Perring (Hemiptera: Aleyrodidae) por Eretmocerus rui (Hymenoptera: Aphelinidae) (Hammad & McAuslane 2006). Entretanto, o extrato aquoso de Nim não reduziu a longevidade de fêmeas de T. pretiosum, Trichogramma annulata De Santis 1972 e Trichogramma minutum Riley (Hymenoptera: Trichogrammatidade) (Lyons et al. 2003; Hohmann et al. 2010). De forma semelhante, produtos comerciais de azadiractina (Azamax ® , Organic neem ® , Natune em ® ) foram inócuos à longevidade de adultos de T. pretiosum (Almeida et al. 2010). Variações no efeito do Azadirachta indica estão relacionadas a formulação do produto, concentrações e tempo de aplicação desse óleo e a espécie do inseto (Hohmann et al. 2010).
Mostrar mais

119 Ler mais

Seleção de Bacillus thuringiensis Berliner e Trichogramma pretiosum Riley (Hymenoptera:trichogrammatidae) para Spodoptera frugiperda (J. E. Smith) (Lepidoptera: Noctuidae) e suas interações

Seleção de Bacillus thuringiensis Berliner e Trichogramma pretiosum Riley (Hymenoptera:trichogrammatidae) para Spodoptera frugiperda (J. E. Smith) (Lepidoptera: Noctuidae) e suas interações

A expansão da área de cultivo e o consequentemente uso de algumas técnicas de manejo tem propiciado o aumento de problemas fitossanitários. Dentre essas técnicas, o monocultivo, o plantio escalonado, e a utilização desordenada de agrotóxicos favorecem o ataque de diversos insetos-praga. Entre os insetos-praga, destaca-se, a lagarta-do-cartucho (Spodoptera frugiperda) (J.E.Smith), devido ao difícil controle e aos prejuízos ocasionados que variam entre 20 a 40%. Visando ao controle da praga e a redução da utilização de inseticidas, o controle biológico se destaca como o método mais promissor e adequado. Entre os agentes de controle biológico, a bactéria entomopatogênica Bacillus thuringiensis (Berliner) (Bt) e o parasitoide de ovos do gênero Trichogramma (Westwood) são considerados promissores visando ao manejo de diversos insetos-praga. Dessa forma, o objetivo deste trabalho foi selecionar uma ou mais linhagens e isolados de Bt, bem como a interação entre esses dois agentes de controle biológico, no controle de S. frugiperda. Foram utilizadas 11 linhagens de Trichogramma pretiosum (Riley), sendo que a linhagem Tp 16 apresentou melhor desempenho para o controle dessa praga, com 60,66% de parasitismo. Foram testados 50 isolados de Bt para o controle de S. frugiperda. Os isolados 676 e 984 mostraram-se mais promissores para o controle dessa praga, causando mortalidade acima de 50%. Para verificar a interação entre os agentes de controle, utilizou-se os isolados de Bt selecionados misturados ao mel e oferecidos a linhagem Tp 16 para sua alimentação. Em outro experimento, as cartelas contendo os ovos da praga foram imersas nos isolados de Bt e oferecidas para a linhagem Tp 16 do parasitoide. Houve interação positiva no experimento em que as cartelas foram imersas no Bt, apresentando um total de 32,85 ovos parasitados para o isolado 676, 30,35 para o isolado 984 e 31,20 para a testemunha. Porém, observou-se uma redução no número total de ovos parasitados quando o Bt foi oferecido como alimento. A testemunha apresentou um total de 55,30 ovos parasitados, enquanto que os isolados 676 e 984, apresentaram 35,15 e 18,70 ovos parasitados, respectivamente.
Mostrar mais

82 Ler mais

Ação transovariana de lufenuron (50 g/l) sobre adultos de Spodoptera Frugiperda (j. e. smith) (Lepidoptera: Noctuidae) e seu efeito sobre o parasitóide de ovos Trichogramma pretiosum Riley (Hymenoptera: Trichogrammatidae).

Ação transovariana de lufenuron (50 g/l) sobre adultos de Spodoptera Frugiperda (j. e. smith) (Lepidoptera: Noctuidae) e seu efeito sobre o parasitóide de ovos Trichogramma pretiosum Riley (Hymenoptera: Trichogrammatidae).

O controle químico é ainda o mais utilizado para a lagarta-do-cartucho, tendo aumentado atualmente o uso dos inseticidas pertencentes ao grupo dos reguladores de crescimento, como o Lufenuron (GRÜTZMACHER et al., 2000), que atua na síntese de quitina, alterando o processo de ecdise (GALLO et al., 2002). Esses inseticidas possuem alta especificidade, além de apresentarem baixa toxicidade para mamíferos (SCHROEDER et al., 1976; SCHROEDER e SUTTON, 1978; GROSSCURT, 1978). Atuam também sobre os adultos, que se contaminam ao se alimentar, provocando esterilidade dos mesmos e reduzin- do sua fecundidade, além de afetar a viabilidade dos ovos (ÁVILA e NAKANO, 1999).
Mostrar mais

6 Ler mais

SELETIVIDADE DE PRODUTOS FITOSSANITÁRIOS UTILIZADOS NA CULTURA DA SOJA PARA PUPAS DE TRICHOGRAMMA PRETIOSUM RILEY, 1879 (HYMENOPTERA: TRICHOGRAMMATIDAE)

SELETIVIDADE DE PRODUTOS FITOSSANITÁRIOS UTILIZADOS NA CULTURA DA SOJA PARA PUPAS DE TRICHOGRAMMA PRETIOSUM RILEY, 1879 (HYMENOPTERA: TRICHOGRAMMATIDAE)

DHADIALLA, T.S.; CARLSON, G.R.; LE, D.P. New inseticides with ecdysteroidal and juvenile hormone activity. Annual Review of Entomology, v.43, p.545-569, 1998. DIEZ-RODRÍGUEZ, G.I.; OMOTO, C. Herança da resistência de Spodoptera frugiperda (J.E. Smith) (Lepidoptera: Noctuidae) a lambda-cialotrina. Neotropical Entomology , v.30, n.2, p.311-316, 2001. HASSAN, S.A. Guidelines for testing the effects of pesticides on beneficials organisms: description of test methods. In: HASSAN, S.A. (Ed.). Guidelines for testing the effects of pesticides on beneficials organisms. OILB/SROP, 1992. p.18-39. 1992. (Bulletin OILB/SROP 1992/XV/3). HOHMANN, C.L. Efeito de diferentes inseticidas sobre a emergência de Trichogramma pretiosum
Mostrar mais

8 Ler mais

Inviabilização de ovos de Spodoptera frugiperda (Lepidoptera: Noctuidae) com radiação UV visando estudos com Trichogramma spp. (Hymenoptera: Trichogrammatidae)

Inviabilização de ovos de Spodoptera frugiperda (Lepidoptera: Noctuidae) com radiação UV visando estudos com Trichogramma spp. (Hymenoptera: Trichogrammatidae)

Parasitoides de ovos Trichogramma spp. (Hymenoptera: Trichogrammatidae) tem sido relacionados como agentes de controle biológico de diversos lepidópteros-praga. Estes parasitoides comumente são criados em ovos inviabilizados de hospedeiros alternativos como Anagasta kuehniella (Lepidoptera: Pyralidae). Essa inviabilização pode ocorrer pela exposição dos ovos à radiação produzida por lâmpadas germicidas. Porém, para fins de pesquisa e até mesmo de criação massal, a possibilidade de utilização de outros hospedeiros deve ser constantemente estudada. Com isso, objetivou-se avaliar diferentes tempos de inviabilização utilizando lâmpadas germicidas com dois tempos de vida útil sobre o parasitismo e a emergência de T. pretiosum em ovos de Spodoptera frugiperda (Lepidoptera: Noctuidae). Ovos de S. frugiperda foram expostos à radiação UV produzida por lâmpadas com 280 ou 380 horas de vida útil por uma, duas e três horas. Após cada período de tempo de exposição, grupos de 20 ovos foram colados em cartelas de cartolina azul celeste e inseridos em tubos de vidro (2,5 x 8,5 cm) contendo uma fêmea do parasitoide T. pretiosum, onde permaneceram por 24 horas. Após esse período, as fêmeas foram retiradas dos tubos e estes permaneceram sob condições controladas (25 ± 3ºC, 70 ± 10% de U. R. e fotofase de 12 h). Transcorridos cerca de 15 dias foi avaliado o parasitismo (%) e a emergência (%). O delineamento experimental foi inteiramente casualizado, com 15 repetições sendo, cada repetição, uma cartela contendo 20 ovos. Os dados foram submetidos à análise de variância e as médias comparadas pelo teste de Duncan ao nível de 5% de probabilidade. Constatou-se que o parasitismo de ovos de S. frugiperda por T. pretiosum decresce com o aumento do tempo de exposição dos ovos à radiação UV quando são usadas lâmpadas com 280 horas de vida útil. Porém, o parasitismo de ovos de S. frugiperda com lâmpadas com 380 horas de uso foi superior no maior tempo de exposição. Para a emergência não se observou diferença significativa, obtendo-se índices superiores à 70% de emergência dos adultos do parasitoide independente de tempo de exposição ou vida útil da lâmpada. Assim, o tempo ideal de inviabilização de ovos de S. frugiperda à luz germicida possui relação direta com o período de uso da mesma, necessitando maiores tempos de exposição para maior tempo de uso das lâmpadas.
Mostrar mais

30 Ler mais

Parasitism behavior of Trichogramma atopovirilia Oatman & Platner and Trichogramma pretiosum Riley (Hymenoptera, Trichogrammatidae) in Spodoptera frugiperda (J. E. Smith) (Lepidoptera, Noctuidae) egg masses.

Parasitism behavior of Trichogramma atopovirilia Oatman & Platner and Trichogramma pretiosum Riley (Hymenoptera, Trichogrammatidae) in Spodoptera frugiperda (J. E. Smith) (Lepidoptera, Noctuidae) egg masses.

de Trichogramma australicum, quando criadas em ovos de Sitotroga cerealella (Olivier) (Lepidoptera, Gelechidae), exigem um período de tempo para reconhecer ovos de Helicoverpa armigera (Hübner) (Lepidoptera, Noctuidae) como hospedeiro, e só ovipositam após uma segunda inserção do ovipositor. Este resultado indica que o reconhecimento interno contribui para aquisição de experiência que irá induzir a aceitação do hospedeiro potencial no próximo exame. Portanto, a experiência de parasitismo irá maximizar a resposta comportamental da fêmea e a sua eficiência no controle da praga, sendo de fundamental importância a utilização desses conhecimentos em programas de controle biológico. Neste trabalho, foi avaliado o comportamento de parasitismo de T. atopovirilia e T. pretiosum em posturas de S. frugiperda com diferentes características físicas, enfocando aspectos relacionados ao aprendizado associativo em função do tempo gasto pela fêmea durante as etapas do comportamento, e o reconhecimento do ovo parasitado após uma primeira experiência de oviposição.
Mostrar mais

5 Ler mais

Susceptibilidade de adultos de Trichogramma pretiosum Riley (Hymenoptera: Trichogrammatidae) a fungicidas utilizados no controle de doenças da macieira.

Susceptibilidade de adultos de Trichogramma pretiosum Riley (Hymenoptera: Trichogrammatidae) a fungicidas utilizados no controle de doenças da macieira.

Estudos que objetivem avaliar a seletividade de fungicidas registrados para o controle de doenças da macieira sobre o parasitóide de ovos do gênero Trichogramma são escassos no Brasil. A grande maioria dos trabalhos realizados no País tem se concentrado na avaliação de produtos registrados para uso em culturas anuais (principalmente tomateiro), com especial atenção sendo dada à avaliação de inseticidas (Castelo Branco & França 1995, Carvalho et al. 1999, Ciociola Jr. et al. 1999, Rocha & Carvalho et al. 2004, Moura et al. 2005). Poucos trabalhos têm estudado o impacto de fungicidas sobre o desempenho de Trichogramma (Torres et al. 1996, Hafez et al. 1999), os quais também devem ser levados em consideração, já que, a exemplo do que foi constatado neste estudo, fungicidas também podem demonstrar alguma toxidez aos parasitóides. Além disso, a utilização de liberações inoculativas ou inundativas do parasitóide para o controle de pragas que atacam a macieira, poderá se sobrepor às demais práticas culturais adotadas no manejo da cultura. Trabalhos desta natureza devem ser estimulados, já que dos 12 fungicidas testados, oito (67%) mostraram-se seletivos (classe 1) a T. pretiosum. Dentre os fungicidas seletivos, merecem destaque os fungicidas pertencentes ao grupo químico das Dicarboximida (captana 1, captana 2 e folpete) e ao grupo das Estrobilurina (piraclostrobina e cresoxim-metílico) que foram enquadrados na classe 1 (inócuos). Os fungicidas/acaricidas à base de enxofre apresentaram alta toxicidade ao parasitóide sendo enquadrados nas classes 3 e 4.
Mostrar mais

8 Ler mais

Seletividade de produtos fitossanitários utilizados na cultura do pessegueiro a Trichogramma pretiosum Riley, 1879 (Hymenoptera: Trichogrammatidae).

Seletividade de produtos fitossanitários utilizados na cultura do pessegueiro a Trichogramma pretiosum Riley, 1879 (Hymenoptera: Trichogrammatidae).

A seletividade de dez formulações comerciais de produtos fitossanitários utilizados na cultura do pessegueiro foi avaliada em laboratório (25±1 ºC, UR 70±10% e fotofase de 14 horas), através da exposição de adultos de Trichogramma pretiosum Riley a resíduos secos dos produtos pulverizados sobre placas de vidro. O número de ovos parasitados por fêmea, foi mensurado e a redução no parasitismo (RP), em relação à testemunha (água), foi utilizada para classificar os compostos em: inócuos (<30% RP), levemente nocivos (30-79% RP), moderadamente nocivos (80-99% RP) e nocivos (>99% RP). Os produtos fitossanitários captana, ditianona, mancozebe, metoxifenozida e óxido cuproso foram inócuos; glifosato e óleo mineral foram levemente nocivos e abamectina, cianamida e etofenproxi foram nocivos a T. pretiosum.
Mostrar mais

6 Ler mais

Produção "in vivo" de Baculovirus spodoptera em Lagartas de Spodoptera frugiperda (Lepidoptera: Noctuidae)

Produção "in vivo" de Baculovirus spodoptera em Lagartas de Spodoptera frugiperda (Lepidoptera: Noctuidae)

TnSNPV (Trichoplusia ni single nucleopolyhedrovirus) (CLAUS et al., 2012). Porém os vários ciclos de replicação, seja através de frascos de culturas de tecidos ou biorreatores, podem ocasionar alterações genotípicas conhecida como “efeito de passagem”, tais como mutações e redução na formação de corpos de oclusão (KRELL, 1996; CHAKRABORTY; REID, 1999; PEDRINI; WOLFF; REID, 2004). Por outro lado, a produção in vivo, requer a criação massal do hospedeiro sadio ou até mesmo de um hospedeiro alternativo dependendo da maneira da inoculação viral (VALICENTE; TULHER; BARROS, 2010b). Entretanto, devido ao hábito canibal das lagartas de S. frugiperda, a inoculação viral (procedimento para infectar as lagartas sadias com o vírus) pode ser realizada individualmente ou mesmo que a inoculação viral seja feita com um número maior de lagartas de S. frugiperda no mesmo recipiente, as mesmas são individualizadas após 24 ou 48h. E, quando utiliza-se hospedeiro alternativo (não canibal), deve-se efetuar a passagem em apenas uma geração evitando que o Baculovírus adquira especificidade para o hospedeiro alternativo (VALICENTE; TULHER; BARROS, 2010b).
Mostrar mais

43 Ler mais

Distribuição vertical e temporal de ovos de Alabama argillacea e de Heliothis virescens (Lepidoptera: Noctuidae) e parasitismo natural por Trichogramma pretiosum (Hymenoptera: Trichogrammatidae)

Distribuição vertical e temporal de ovos de Alabama argillacea e de Heliothis virescens (Lepidoptera: Noctuidae) e parasitismo natural por Trichogramma pretiosum (Hymenoptera: Trichogrammatidae)

RESUMO – O conhecimento da distribuição vertical de ovos de insetos-praga nas plantas nas diversas fases fenológicas é um dos fatores indispensáveis para a sustentabilidade de um programa de manejo integrado de pragas, pois permite executar mais eficientemente as amostragens, e avaliar o controle biológico natural. O presente estudo teve por objetivo avaliar a distribuição vertical e temporal de ovos e de ovos parasitados de Alabama argillacea e de Heliothis virescens por Trichogramma pretiosum em cultivares de algodoeiro transgênico e convencionais, no ano agrícola de 2010/2011, em Jaboticabal, SP. O delineamento experimental adotado foi o de blocos ao acaso, com 5 tratamentos (cultivares NuOPAL, DeltaOPAL, FMX-993, FMT-701 e FMX-910), em oito repetições. Foram amostradas cinco plantas ao acaso por parcela, divididas visualmente em três terços: superior, médio e inferior. Os ovos coletados foram individualizados até a eclosão das lagartas ou emergência dos parasitoides. Os terços superior e médio foram os mais ovipositados por A. argillacea nas cultivares NuOPAL, DeltaOPAL e FMX-910. Para H. virescens, o terço superior foi preferido para oviposição. Trichogramma pretiosum também preferiu parasitar ovos de A. argillacea presentes nos terços superior e médio das plantas, enquanto que ovos de H. virescens presentes no terço superior foram preferidos para parasitismo por T. pretiosum nas plantas das cultivares.
Mostrar mais

101 Ler mais

Seletividade de agrotóxicos indicados na produção integrada de pêssego a Trichogramma pretiosum Riley, 1879 (Hymenoptera: trichogrammatidae).

Seletividade de agrotóxicos indicados na produção integrada de pêssego a Trichogramma pretiosum Riley, 1879 (Hymenoptera: trichogrammatidae).

de exposição não interferiram nos resultados obtidos por Zhang & Hassan (2000), que demonstraram a possibilidade de se trabalhar com um número menor de insetos-teste, sem prejudicar os resultados do teste. O número de ovos parasitados por fêmea de T. pretiosum variou significativamente entre os agrotóxicos testados (Tabelas 2 e 3). Na testemunha negativa (água destilada), os valores obtidos foram de 32,6 ovos parasitados por fêmea no experimento I (Tabela 2) e de 29,8 no experimento II (Tabela 3). Este parâmetro é um dos critérios mais importantes para a validação do teste de seletividade com parasitóides de ovos. A metodologia padronizada pela IOBC preconiza para a espécie T. cacoeciae um número mínimo de 15 ovos parasitados por fêmea (Hassan et al., 2000). Para a espécie T. pretiosum, ainda não existe este limiar inferior estabelecido para testes de seletividade em laboratório. No entanto, Maceda et al. (2003) estudaram os efeitos da temperatura sobre T. pretiosum em ovos de A. kuehniella e observaram, à temperatura de 25ºC, que o número médio de ovos parasitados por fêmea, por dia, foi de 5,74. Desta forma, os resultados obtidos no presente trabalho para a testemunha negativa são similares aos observados por estes autores, se considerarmos o período de seis dias em que ovos do hospedeiro A. kuehniella foram expostos às fêmeas para parasitismo. Os agrotóxicos testados afetaram distintamente a capacidade de parasitismo de fêmeas de T. pretiosum, com reduções no parasitismo entre 13,0 a 100,0% (Tabelas 2 e 3), sendo os inseticidas predominantemente classificados como nocivos (Classe 3), com 100% de redução no parasitismo.
Mostrar mais

4 Ler mais

Seletividade de pesticidas registrados para a cultura do milho sobre estágios imaturos de Trichogramma pretiosum (Hymenoptera: Trichogrammatidae)

Seletividade de pesticidas registrados para a cultura do milho sobre estágios imaturos de Trichogramma pretiosum (Hymenoptera: Trichogrammatidae)

L. (Poaceae), no Brasil. Produtos químicos usados na agricultura podem ser tóxicos para este agente de controle biológico. O objetivo do presente estudo foi avaliar a longevidade, parasitismo e emergência de T. pretiosum em ovos da traça da farinha, Anagasta kuehniella Zeller, 1879 (Lepidoptera: Pyralidae) tratados com soluções herbicidas com os ingredientes ativos (grupo químico) atrazina (triazinas), dicloreto de paraquate (bipiridílio) e nicosulfuron (sulfonilureia). Água destilada pura foi usada como controle negativo e a solução de um produto com λ-cialotrina + tiametoxam (piretróide + neonicotinóide, respectivamente) foi usada como controle positivo. O delineamento experimental foi inteiramente casualizado, com cinco tratamentos e 10 repetições. Ovos de A. kuehniella foram armazenados por dois períodos após tratamento, 24 e 48 horas. Esses ovos foram submetidos ao parasitismo por dois períodos de submissão, 24 e 48 horas. Os resultados foram analisados estatisticamente e classificados de acordo com a International Organization for Biological Control (IOBC). Atrazina e nicosulfuron reduziram a longevidade das fêmeas de T. pretiosum. Nicosulfuron e a combinação λ-cialotrina + tiametoxam reduziram o parasitismo e a emergência deste inimigo natural. O herbicida à base de dicloreto de paraquate foi o menos tóxico e, por isto, representa uma opção em potencial para o controle de plantas daninhas com baixa toxicidade ao parasitóide T. pretiosum. Termos para indexação: Agente de controle biológico; emergência; herbicida; longevidade; parasitismo.
Mostrar mais

9 Ler mais

Ocorrência de ginandromorfismo em Trichogramma pretiosum Riley (Hymenoptera: Trichogrammatidae).

Ocorrência de ginandromorfismo em Trichogramma pretiosum Riley (Hymenoptera: Trichogrammatidae).

Figura 2. Sensilos presentes nas antenas do ginandromorfo de T. pretiosum: A – antena direita, típica de macho (vista lateral) e B – antena esquerda, atípica - ginandromórfica (vista lateral). (a) cerdas flageliformes; (b) sensilo basicônico; (c) cerdas tricóideas; (d) sensilo placóideo; (e) cerdas ápico- ventrais.

3 Ler mais

Compatibilidade de produtos naturais comerciais a fungos entomopatogênicos e seletividade a Trichogramma pretiosum (Hymenoptera: Trichogrammatidae)

Compatibilidade de produtos naturais comerciais a fungos entomopatogênicos e seletividade a Trichogramma pretiosum (Hymenoptera: Trichogrammatidae)

In alternative system for production, the use of biological control agents may occur together with the use of natural products. However, information about the effect of natural products on biological control agents are scarce. The objective of this study was to evaluate the compatibility of the entomopathogenic fungi Beauveria bassiana and Isaria sp. with natural products used in alternative system of production as well as the selectivity of the egg parasitoid Trichogramma pretiosum Riley (Hymenoptera: Trichogrammatidae). For this we used the strains B. bassiana and Isaria sp. and natural products Topneem, Baicao, Orobor ® , Compostonat and Rotenat at concentrations recommended by the manufacturer (CR), half (½ CR) and double this one (2CR). To evaluate the compatibility between natural products and entomopathogenic fungi were analyzed parameters: germination, colony forming units (CFU), vegetative growth and number of conidia per colony. The association of natural products with fungi (B. bassiana and Isaria sp.) was evaluated for pathogenicity on the 3rd instar larvae of Anagasta kuehniella Zeller (Lepidoptera: Pyralidae) in a concentration of 1.0 X 10 8 con./mL. was evaluated daily mortality of A.
Mostrar mais

83 Ler mais

Seletividade de herbicidas registrados para a cultura do milho aos estádios imaturos de Trichogramma pretiosum (Hymenoptera: Trichogrammatidae).

Seletividade de herbicidas registrados para a cultura do milho aos estádios imaturos de Trichogramma pretiosum (Hymenoptera: Trichogrammatidae).

(70±10%) e fotofase (14 h) foram controladas tanto para a criação como durante a condução dos bioensaios. Para obtenção do parasitoide nas diferentes fases imaturas, foi colocado um cartão de cartolina contendo ovos de A. kuehniella em recipiente de vidro (cilindros com 25,0 cm de comprimento x 10,0 cm de diâ- metro) que continha adultos de T. pretiosum. Cada cartão possuía 60 círculos de 1,0 cm de diâmetro, confeccionado com 400±50 ovos de A. kuehniella cada um. Após colocar o cartão em tubo de vidro, as fêmeas dos parasitoides se direcionavam para os ovos, em número va- riável, e iniciavam o parasitismo. Os parasi- toides utilizados com essa finalidade foram oriundos de cartões de 2,5 x 10 cm contendo ovos de A. kuehniella parasitados por T. pretiosum, originando aproximadamente 10 mil adultos. Essa etapa foi considerada finalizada quando as fêmeas apresentavam movimentação contínua (caminhamento) sobre os ovos – comportamento que reflete a procura de ovos ainda não parasitados. Após o parasitismo os parasitoides foram descartados e os cartões contendo ovos parasitados foram acondicionados em câmaras climatizadas, para dar condições adequadas ao desenvol- vimento da forma imatura de T. pretiosum. Para cada bioensaio, esse procedimento foi realizado três vezes, sendo às 24 h (um dia), 72 h (três dias) e 168 h (sete dias) antes da pulverização, para que fossem, obtidos os parasitoides nas fases de ovo-larva, pré-pupa e pupa, respectivamente, no interior do ovo do hospedeiro (Cônsoli et al., 1999). Assim, de cada cartela contendo 60 círculos, foi sele- cionado o número de círculos necessários para cada tratamento, em cada fase de desenvol- vimento do parasitoide.
Mostrar mais

9 Ler mais

Organic products selectivity for Trichogramma pretiosum (Hymenoptera: Trichogrammatidae)

Organic products selectivity for Trichogramma pretiosum (Hymenoptera: Trichogrammatidae)

An important practice for addressing pest problem is the use of biological control methods, which has been empha- sized by researchers as a promising alternative to insecticide application. It is economically and ecologically feasible for soybean farmers (Bueno et al., 2009), in addition to help- ing to reduce negative impacts of intensive agriculture on the environment (Van Lenteren; Bueno, 2003). Of the available biological-control tools that can be used in organic cropping, egg parasitoids have been recognized as important agents, since they occur worldwide and parasitize eggs of a wide diversity of pests (Bueno et al., 2009). Among parasitoids, the genus Trichogramma is considered to have a high potential in con- trolling the soybean caterpillar complex (Bueno et al., 2012). Despite the importance of egg parasitoids for insect control, the use of approved products of biological and mineral origin, or other alternative products authorized for use in organic farming, is still necessary in organic cropping (Zehnder et al., 2007). Therefore, selective organic products are of great value. A significant advan- tage of selective products is their effectiveness against the pest, with minimal side-effects on beneficial arthropods (Bueno; Freitas, 2004; Bacci et al., 2007). Even though of great importance, there is a lack of studies on the selec- tivity of organic products on T. pretiosum. Importantly, organic agriculture is not a panacea or a prerequisite for achieving feasible and ecologically-based pest management (Zehnder et al., 2007); understanding the effects of alter- native products — that are commonly used in organic soy- bean crops — on the population densities of T. pretiosum is extremely important and was the main goal of this study.
Mostrar mais

8 Ler mais

Níveis de ação no controle de Spodoptera frugiperda (Lepidoptera: Noctuidae) na cultura do milho

Níveis de ação no controle de Spodoptera frugiperda (Lepidoptera: Noctuidae) na cultura do milho

A Spodoptera frugiperda vem causando consideráveis prejuízos pelos seus danos nas lavouras de milho e o controle desta praga vem sendo cada vez mais difícil. Como alternativa para essa problemática, tem-se a realização de monitoramento de pragas, que consiste em utilizar técnicas adequadas de controle realizando aplicações de produtos em épocas em que o controle das pragas seja mais eficiente. Com isso, nesse trabalho foi realizado a utilização da Escala Davis como parâmetro para estimar os níveis de danos causados pelos insetos na cultura do milho em propriedades rurais na região de Pato Branco. Avaliações visuais no campo foram realizadas com o uso dessa escala para determinar a necessidade de intervenção química. Além disso, foi verificado quando agricultores procederam o controle conforme sua rotina de trabalho adotado. Dessa forma verificou-se a não adoção de níveis de ação nas decisões no manejo de S. frugiperda em virtude da não realização do monitoramento.
Mostrar mais

52 Ler mais

Ocorrência de Trichogramma pretiosum Riley (Hymenoptera: Trichogrammatidae) em ovos de Bonagota cranaodes (Meyrick) (Lepidoptera: Tortricidae) em macieira.

Ocorrência de Trichogramma pretiosum Riley (Hymenoptera: Trichogrammatidae) em ovos de Bonagota cranaodes (Meyrick) (Lepidoptera: Tortricidae) em macieira.

RESUMO – A lagarta-enroladeira Bonagota cranaodes (Meyrick) é nativa da América do Sul, sendo importante praga em macieira no Brasil. O controle é realizado exclusivamente com inseticidas, e o controle biológico é pouco explorado, motivo pelo qual há necessidade de conhecer os inimigos naturais da lagarta-enroladeira. O objetivo deste trabalho foi verificar a ocorrência de parasitóides de ovos de B. cranaodes. Os levantamentos foram realizados de janeiro de 2000 a novembro de 2001, coletando posturas em folhas de macieiras, Hortência (Hydrangia macrophyla) e Hera (Hedera sp.), em Fraiburgo, Santa Catarina. No período, foram observadas 6,6% de posturas parasitadas, sendo que, destas, 22,3% dos ovos estavam parasitados. Os parasitóides foram identificados como Trichogramma pretiosum Riley. Este é o primeiro registro de ocorrência de T. pretiosum parasitando ovos de B. cranaodes em pomares comerciais de macieira no Brasil.
Mostrar mais

2 Ler mais

ARMAZENAMENTO DE TRICHOGRAMMA PRETIOSUM RILEY (HYMENOPTERA: TRICHOGRAMMATIDAE) EM BAIXAS TEMPERATURAS

ARMAZENAMENTO DE TRICHOGRAMMA PRETIOSUM RILEY (HYMENOPTERA: TRICHOGRAMMATIDAE) EM BAIXAS TEMPERATURAS

COLD STORAGE OF TRICHOGRAMMA PRETIOSUM RILEY (HYMENOPTERA: TRICHOGRAMMATIDAE). The objective of this work was to evaluate the effect of storage at low temperature of Trichogramma pretiosum pupae in eggs of Sitotroga cerealella on the emergence and reproduction rates of the parasitoid. The trials were conducted in a climatic chamber at 5, 8 and 10º C, 70% R.H., constant scotophase, with 10 treatments: 4, 6, 8, 10, 12, 14, 16, 18, 20 days of storage and a control not kept in storage, all in 10 replicates. A total of 1,000 eggs containing pupae were distributed in glass tubes (10 x 3 cm), 100 of which were kept at 25° C, 70% RH and 14 h photophase (control), while the remaining ones were stored. After each storage period 100 eggs were transferred to 25º C and the emergence and reproductive capacity were observed. The
Mostrar mais

7 Ler mais

Show all 10000 documents...

temas relacionados