Top PDF Relatório de estágio curricular obrigatório : área de clínica, cirurgia e reprodução de animais de produção

Relatório de estágio curricular obrigatório : área de clínica, cirurgia e reprodução de animais de produção

Relatório de estágio curricular obrigatório : área de clínica, cirurgia e reprodução de animais de produção

O presente relatório de estágio curricular obrigatório em Medicina Veterinária descreve as atividades realizadas nas áreas de clínica, cirurgia e reprodução de animais de produção durante o período de 10 de fevereiro de 2020 a 19 de março de 2020 na empresa Clínica Veterinária Balde Cheio localizada em Nova Petróplolis/RS, sob a supervisão do médico veterinário Sr. Marcos Rossi e no período de 18 de maio de 2020 a 26 de junho de 2020 na empresa Serra e Campo Assessoria Veterinária localizada em São Marcos/RS, sob a supervisão do médico veterinário Sr. Gustavo Lorandi Sogari. Durante a primeira metade da realização do estágio foi acompanhado principalmente atividades clínicas (56%) de bovinos leiteiros, onde as principais casuísticas foram broncopneumonias, tristeza parasitária bovina e afecções locomotoras. Além disso, foram acompanhadas atividades de manejo sanitário (33%) onde a principal atividade foi a realização de vacinação contra a brucelose e ainda foi acompanhado a área de cirurgia (11%), onde as principais atividades foram amochamento e orquiectomia. Enquanto na segunda metade da realização do estágio, foi acompanhado principalmente atividades na área de reprodução (58%) onde as principais atividades realizadas foram diagnóstico de gestação e inseminação artificial. Além disso, foram acompanhados manejos sanitários (37%) onde a principal atividade foi a realização de vacinas contra a brucelose. Seguido disso foi acompanhado atividades clínicas (3%) e cirúrgicas (2%). Contudo, foi relatada a ocorrência de deslocamento de abomaso a esquerda em uma fêmea bovina multípara no interior da cidade de Gramado/RS, e, ainda, relatado a ocorrência de intoxicação espontânea por uva-do-Japão (Hovenia dulcis) em uma vaca da raça angus no interior da cidade de São Marcos/RS. Acompanhado dos relatos, há uma breve revisão bibliográfica dos assuntos relatados.
Mostrar mais

43 Ler mais

Relatório de estágio curricular obrigatório: área de clínica médica e cirurgia de pequenos animais

Relatório de estágio curricular obrigatório: área de clínica médica e cirurgia de pequenos animais

O relatório tem como objetivo apresentar todas as atividades desenvolvidas durante o estágio curricular obrigatório em Medicina Veterinária com ênfase na Clínica e Cirurgia de Pequenos Animais. Teve início em 5 de agosto de 2019 e foi finalizado em 31 de outubro de 2019, totalizando 480 horas. Foi realizado na Clínica Veterinária Pio X, localizada na Av. Rossetti 136, no Bairro Pio X na Cidade de Caxias do Sul. A clínica é considerada uma das referências no atendimento de cães e gatos em Caxias do Sul. No presente relato será abordado a infraestrutura e atendimentos da clínica, as atividades desenvolvidas e a apresentação dos casos acompanhados durante o período do estágio na Área de Clínica Médica e Cirurgia de Pequenos Animais. Nesse período foi possível acompanhar 318 casos. Destes 188 casos foram procedimentos gerais (como coleta de sangue, colocação de acesso venoso, auxílio em ecografia, radiografia entre outras), 71 foram na área de cirurgia e anestesiologia, e 59 casos na área de clínica médica. Caninos fêmea, sem raça definida, e felinos machos, sem raça definida, foram os que apresentaram maior prevalência nos casos acompanhados. Durante o estágio Curricular Obrigatório, na área de clínica médica, os casos mais acompanhados foram ingestão de corpo estranho apresentando uma prevalência de 30% dos casos e na área de Oncologia de cães e gatos, os casos de tumores mamários com 25,64%, CCE com 17,95% dos casos e mastocitoma com 15,38% dos casos. Já na área de cirurgia foi possível acompanhar área de ortopedia onde Osteotomia de nivelamento da Platô Tibial (TPLO) foi uma das mais acompanhadas tendo uma prevalência de 35,3% dos casos e em cirurgia geral os casos mais acompanhados foram nodulectomia com 18,5% e ovariosalpingohisterectomia (OSH) com 16,7% dos casos. Descreve-se detalhadamente um caso sobre mastocitoma e outro sobre linfoma cutâneo epiteliotrópico, ambos na espécie canina. Com o resultado dos casos, foi possível concluir que o uso de exames complementares é importante, para chegarmos no diagnóstico definitivo e auxiliam na escolha da melhor conduta terapêutica para o paciente.
Mostrar mais

52 Ler mais

Relatório de estágio curricular obrigatório: área de clínica e cirurgia de pequenos animais

Relatório de estágio curricular obrigatório: área de clínica e cirurgia de pequenos animais

Os sinais clínicos em pequenos animais, como em cães, vão variar conforme a sua localização, o seu tamanho e a quantidade de urolitos presentes (OSBORNE et al. 1999; ETTINGER; FELDMAN, 2004). Muitos animais podem ser assintomáticos e não apresentar nenhum sinal clinico digno de nota. Na maioria das vezes os sinais clínicos são parecidos com o que uma cistite irá provocar, como hematúria, estrangúria, polaciúria, disúria (NELSON; COUTO, 2015). Caso acontecer uma obstrução da passagem da urina, pode vir a causar uma uremia pós renal (ETTINGER; FELDMAN, 2004).
Mostrar mais

43 Ler mais

Relatório de estágio curricular obrigatório: área de clínica médica e cirúrgica de pequenos animais

Relatório de estágio curricular obrigatório: área de clínica médica e cirúrgica de pequenos animais

No setor de cirurgia, o estagiário tem como função a aplicação de medicação pré-anestésica, tricotomia, assepsia, avaliação constante dos parâmetros vitais, no momento da cirurgia auxiliar, instrumentador ou volante durante o procedimento e acompanhar o retorno anestésico do paciente. A Tabela 3 representa as casuísticas em clínica cirúrgica de pequenos animais, sendo observado maior casuística na realização de ovariohisterectomia (OSH). O motivo mais frequente para a realização da ovariohisterectomia é a prevenção do estro e de ninhadas indesejadas. Também é utilizado para prevenção de tumores mamários ou anomalias congênitas, prevenção e tratamento da piometra, metrite, neoplasias uterinas, vaginais ou ovarianas, etc. (FOSSUM, 2015). Dentro da ovariohisterectomia, a utilização dela como terapêutica para neoplasia mamária foi a que mais se destacou com três casos clínicos, sendo utilizada concomitantemente com a mastectomia. Segundo Fossum (2015), a mastectomia é o tratamento de escolha para os tumores mamários, exceto carcinomas inflamatórios, e pode ser feita no mesmo procedimento que a ovariohisterectomia desde que seja feita por último para evitar que células cancerígenas invadam a cavidade abdominal.
Mostrar mais

54 Ler mais

Relatório de estágio curricular obrigatório: área de clínica e cirurgia de bovinos

Relatório de estágio curricular obrigatório: área de clínica e cirurgia de bovinos

O presente relatório de estágio curricular obrigatório descreve as atividades desenvolvidas em medicina veterinária na área de clínica e cirurgia de bovinos durante o período de 25 de fevereiro à 07 de junho de 2019 na Secretaria de Desenvolvimento Rural da prefeitura da cidade de Farroupilha – RS, somando um total de 420 horas sob a supervisão do médico veterinário Jerônimo Gonçalves da Silva Brum. Durante a realização do estágio, foram acompanhados principalmente a área de clínica médica de animais de produção (43%) onde destes, (85%) foram destinados ao atendimento de bovinos, onde as principais enfermidades diagnosticadas foram mastite, complexo tristeza parasitária bovina (TPB) e alterações do sistema locomotor, dentre outros. Além disso, foram acompanhadas as atividades referentes a clínica cirúrgica (41%) onde os principais casos foram orquiectomia com um total de 40 procedimentos realizados em bovinos e 21 procedimentos realizados em suínos. De nível reprodutivo, foram acompanhados 26 procedimentos (15%), onde destes, 21 foram de diagnóstico de gestação. E 2 procedimentos de necrópsia (1%). Durante o estágio realizado na Secretaria de Desenvolvimento Rural do município de Farroupilha, foram também acompanhados e merecem destaque os casos de pneumonia, retenção de placenta e metrite. Com o objetivo de descrever de forma mais aprofundada parte do que foi acompanhado durante o período de estágio, foram selecionados os casos de mastite, e cesariana para serem relatados e discutidos com base em uma pequena revisão bibliográfica sobre os temas propostos. O período de estágio foi fundamental para sedimentação de conhecimentos e oportunidade de acompanhar e executar na prática conhecimentos e habilidades adquiridos ao longo da graduação.
Mostrar mais

36 Ler mais

Relatório de estágio curricular obrigatório: área de clínica e cirurgia de bovinos

Relatório de estágio curricular obrigatório: área de clínica e cirurgia de bovinos

Todos os lotes que estivessem em lactação ao saírem da ordenha passavam por um pedilúvio com sulfato de cobre três vezes por semana e uma vez no formol como principal objetivo de prevenir problemas de casco e promover o endurecimento deste. Os animais que estivessem a campo passavam por este processo somente uma vez por semana. Além destes manejos era realizado casqueamento preventivo a cada seis meses e curativo quando necessário. Os animais que encaminhados ao hospital, após passarem por exame clínico eram medicados conforme diagnóstico. Em situações de maior gravidade, esses animais permaneciam nas baias localizadas no hospital, caso contrário esses eram reencaminhados ao seu lote de origem ou ao lote de leite de descarte por carência de antibióticos. Todos os animais que permaneciam internados nas baias eram reexaminados diariamente e prosseguiram seu tratamento. Em alguns casos de apresentação grave, que o animal se encontrava sem condições de manter-se em estação e se alimentar por conta, era optado pela eutanásia em busca de amenizar seu sofrimento.
Mostrar mais

49 Ler mais

Relatório de estágio curricular obrigatório : área de clínica médica de pequenos animais

Relatório de estágio curricular obrigatório : área de clínica médica de pequenos animais

O hipertireoidismo é um distúrbio endócrino causado pela produção excessiva dos hormônios triiodotironina (T3) e tireoxina (T4) pela glândula tireoide, podendo afetar um ou ambos os lobos tireoidianos (NELSON; COUTO, 2015). Acometendo gatos de meia idade a idosos, afetando principalmente felinos com mais de 12 anos de idade, não havendo predisposição racial ou sexual (MOONEY, 2002). O animal acometido pode apresentar diversos sinais característicos da doença, como hiperatividade, apetite aumentado ou normal, taquicardia, perda de peso e bócio palpável, em alguns casos mais avançados, pode ser observado tremores e altos níveis de estresse, principalmente durante a manipulação (MOONEY; PETERSON,2015). Alguns animais ainda podem apresentar fraqueza muscular, sendo manifestada pela ventroflexão cervical, associada a hipocalemia causada pelo hipertireoidismo (MOONEY; PETERSON, 2009). No caso relatado, o paciente era um felino, fêmea, sem raça definida, com 15 anos de idade, a qual foi observada alterações em seu comportamento nos últimos meses, como emagrecimento progressivo, tremores, apatia, polifagia, ventroflexão cervical, e durante a palpação, um leve aumento bilateral na glândula da tireoide.
Mostrar mais

49 Ler mais

Relatório de estágio curricular obrigatório: clínica e cirurgia de ruminantes

Relatório de estágio curricular obrigatório: clínica e cirurgia de ruminantes

No Rio Grande do Sul, o clima é considerado subtropical, onde os vetores, em determinadas épocas do ano, não tem condições de sobrevivência. A situação do estado é apontada como área de instabilidade enzoótica, por este motivo torna-se tão grave a situação da patologia nestes locais onde os animais ficam por um período determinado de tempo, geralmente no inverno sem carrapatos e moscas, no entanto nas épocas de temperaturas mais quentes e úmidas (primavera, verão e outono) esses vetores voltam a aparecer, parasitando os animais e transmitindo os agentes da TPB e pelo vazio temporal sem ter havido contato, encontra os animais sem presença abundante de anticorpos circulantes (EMBRAPA, 2002; ALMEIDA et al., 2006).
Mostrar mais

38 Ler mais

Relatório de estágio curricular obrigatório: área de clínica médica e cirúrgica de pequenos animais

Relatório de estágio curricular obrigatório: área de clínica médica e cirúrgica de pequenos animais

Finalizada a cirurgia, foi confeccionado curativo e colocação de roupa cirúrgica. No pós-cirúrgico, o paciente foi mantido sob fluidoterapia com Ringer Lactato 500mL/24h – IV, sendo administrado cefalotina (20mg/kg) – IV, B.I.D. e metadona (0,2mg/kg) – SC, T.I.D., além da permanência de jejum sólido e hídrico por 24 horas, tendo seus parâmetros vitais monitorados. O paciente permaneceu por mais quatro dias no HVL em observação e repouso, sendo realizada a limpeza da ferida cirúrgica com solução fisiológica uma vez ao dia. Nos dois primeiros dias, após o jejum, o paciente recebeu alimentação líquida, e no terceiro dia começou a receber ração úmida hipercalórica.
Mostrar mais

59 Ler mais

Relatório de estágio curricular obrigatório: área de clínica médica e cirúrgica de animais de companhia

Relatório de estágio curricular obrigatório: área de clínica médica e cirúrgica de animais de companhia

A cirurgia foi realizada no dia 25 de setembro de 2019. No dia do procedimento cirúrgico, a paciente se apresentava apática e já estava com acesso venoso, a partir disso, o protocolo anestésico escolhido foi realizar diretamente a indução com propofol (5 mg/kg, por via intravenosa (IV) e midazolam (0,2 mg/kg IV). Após a entrada da paciente no centro cirúrgico, foi realizado bloqueio do forame infraorbitário esquerdo com lidocaína (3 mg/kg). A manutenção anestésica foi realizada com anestesia total intravenosa (TIVA) utilizando somente propofol (0,005 à 1 mg/kg/hora), além da manutenção analgésica com protocolo FLK, sendo este uma infusão contínua de fentanil (6 ml), associado à lidocaína (15 ml) e cetamina (0,6 ml), misturados em uma bolsa de 500 ml de solução fisiológica. Além disso, no pré-operatório foi realizado antiobioticoprofilaxia com cefalotina (30 mg/Kg) e omeprazol (0,85 mg/kg).
Mostrar mais

61 Ler mais

Relatório de estágio curricular obrigatório : área de clínica médica e cirúrgica de pequenos animais

Relatório de estágio curricular obrigatório : área de clínica médica e cirúrgica de pequenos animais

Segundo Fossum (2015), a laparotomia é a cirurgia indicada para casos de obstrução parcial ou total por corpo estranho, pois permitem o acesso e avaliação de todo o trato gastrointestinal. De acordo com Fachada (2017) e Parra et al. (2018), para a realização de enterotomia, as alças intestinais devem ser bloqueadas, de modo que conteúdo intestinal não contamine a cavidade. No entanto, no presente relato, o cirurgião optou por não realizar tais bloqueios devido a chance de lesionar as paredes intestinais, apenas realizando o afastamento das fezes com a pressão sobre o segmento utilizando os dedos. Além disso, é de alta importância a troca dos instrumentais e luvas após a remoção do corpo estranho e higienizar as alças intestinais com solução fisiológica, evitando assim contaminação da cavidade abdominal (FOSSUM, 2015).
Mostrar mais

53 Ler mais

Relatório de estágio curricular obrigatório : área de clínica médica e cirúrgica de animais de companhia

Relatório de estágio curricular obrigatório : área de clínica médica e cirúrgica de animais de companhia

O presente relatório tem por objetivo descrever os locais de estágios, as atividades desenvolvidas e as casuísticas acompanhadas nos dois locais de estágio, com o detalhamento de dois relatos de casos durante o período de Estágio Curricular Obrigatório do Curso de Medicina Veterinária, da Universidade de Caxias do Sul, sob orientação do Prof. Dr. Eduardo Conceição de Oliveira. O estágio foi dividido em duas etapas, a primeira realizada na Clínica Veterinária Escola da Pontifícia Universidade Católica do Paraná (CVE-PUCPR), localizada na Cidade de Curitiba/PR, sob a supervisão da Profª. Drª. Ana Paula Sarraff Lopes, no período de 2 de março a 19 de março de 2020, totalizando 112 horas. Foram acompanhados um total de 83 casos clínicos, com maior casuística da espécie canina (79,52%), sendo as afecções tegumentares e oncológicas as mais observadas, representando 25,26% e 17,89% do total de afecções acompanhadas, respectivamente. A segunda etapa foi realizada na Clínica Bichomania, localizada na Cidade de Porto Alegre/RS, sob a supervisão da Médica Veterinária Andréa Velasque, no período de 13 de julho a 4 de setembro de 2020, totalizando 320 horas. Foram acompanhados um total de 186 casos, com maior casuística da espécie canina (76,34%). Na área de clínica médica o sistema digestório e de glândulas anexas foi o mais afetado (20,25%), seguido pelo sistema geniturinário (17,72%). Na área de clínica cirúrgica pode-se acompanhar 45 procedimentos, a cirurgia mais acompanhada foi a ovariosalpingohisterectomia eletiva, com 24,44%. Relatam-se nesse trabalho um caso de pielonefrite e litíase renal e ureteral em felino e um caso de ruptura esplênica traumática em canino. O estágio curricular obrigatório em medicina veterinária é um período de grande importância na formação acadêmica, no qual é possível, através da vivência clínica, colocar em prática os conhecimentos adquiridos durante a graduação.
Mostrar mais

80 Ler mais

Relatório de estágio curricular obrigatório: área de clínica médica de pequenos animais

Relatório de estágio curricular obrigatório: área de clínica médica de pequenos animais

Os cistos são estruturas de variados tamanhos presentes dentro ou fora dos ovários, alojando líquido no seu interior e que se formam a partir da estimulação endógena ou exógena de hormônios. Quando presente nos ovários, normalmente são múltiplos e de forma bilateral. Os cistos ovarianos podem ser achados ultrassonográficos ou responsáveis por alterações clínicas, devido aos hormônios que produzem, podendo causar desde hipertrofia vulvar até piometra e aplasia de medula óssea. Quando não há o interesse em reprodução da fêmea, o indicado sempre é a realização da OVH eletiva (LUZ, 2017). A paciente com esta patologia havia histórico de receber contraceptivos injetáveis, apresentava estro prolongado e apatia. O diagnóstico definitivo foi através da ultrassonografia abdominal, observando diversas estruturas redondas anecogênicas em ovários direito e esquerdo, tratado através da OVH.
Mostrar mais

75 Ler mais

Relatório de estágio curricular obrigatório na área de clínica e cirurgia de bovinos.

Relatório de estágio curricular obrigatório na área de clínica e cirurgia de bovinos.

O atual relatório de estagio curricular obrigatório descreve as atividades desenvolvidas em medicina veterinária na área de clínica e cirurgia de bovinos no período de 16 julho a 25 de outubro de 2019 na Secretaria Municipal de Agricultura de Farroupilha – RS, somando 560 horas, tendo a supervisão do médico veterinário Jerônimo Gonçalves da Silva Brum e sob orientação do professor Doutor Fabio Antunes Rizzo. Na realização do estágio curricular teve como principal objetivo colocar em pratica o conhecimento teórico adquirido na vida acadêmica, a troca de conhecimento entre profissionais, como é o dia a dia de um médico veterinário que realiza atendimento a campo. A casuística com maior número de atendimento foi na área de cirurgia 77 casos, seguida de clínica e reprodução. Os principais procedimentos cirúrgicos foi de orquiectomia, descorna cirúrgica. Para aprofundar o conhecimento obtido no estágio, serão revisado e relatados os casos de Prolapso de útero, Hipocalcemia e Reparação de teto lacerado, para ser revisado e relatado.
Mostrar mais

31 Ler mais

Relatório de estágio curricular obrigatório : área de reprodução equina

Relatório de estágio curricular obrigatório : área de reprodução equina

O estágio curricular obrigatório foi realizados na área de Reprodução Animal com ênfase na espécie equina, sob orientação acadêmica do Prof. Me. Fernando Paixão Lisboa. A primeira etapa foi realizada na Central Equina de Reprodução (CER), localizada na cidade de Boituva, estado de São Paulo, durante os meses de janeiro e fevereiro de 2020, totalizando 448 horas, sob supervisão do médico veterinário Orpheu Ávila Júnior. A segunda foi realizada no Departamento de Reprodução Animal da Universidade Estadual Paulista “Júlio de Mesquita Filho”, localizada na cidade de Botucatu, estado de São Paulo em março de 2020, totalizando 174 horas, sob supervisão da Prof. Dra. Eunice Oba. Durante o período de estágio pode-se acompanhar a rotina reprodutiva de uma central de reprodução equina e a rotina clínica reprodutiva de um hospital veterinário, sendo desenvolvidos diferentes temas como manejo sanitário, manejo nutricional, neonatologia, biotecnologias reprodutivas, clínica e cirurgia de equinos, além de atendimento ambulatorial reprodutivo de ruminantes e carnívoros.
Mostrar mais

56 Ler mais

Relatório de estágio curricular obrigatório : clínica médica e cirúrgica de animais de produção

Relatório de estágio curricular obrigatório : clínica médica e cirúrgica de animais de produção

O presente relatório tem como objetivo apresentar as atividades realizadas pela autora durante o estágio curricular obrigatório na área de clínica médica e cirúrgica de animais de produção. O estágio curricular obrigatório teve duração total de três meses, totalizando 488 horas na Prefeitura de São Pedro do Butiá e o acompanhamento de outros veterinários, atendendo bovinos, ovinos e suínos. O supervisor de estágio foi o médico veterinário Sr. Paulo Luís Heinzmann, tendo como orientador acadêmico o Prof. Dr. Fábio Antunes Rizzo. Foram descritos dois casos clínicos atendidos durante o estágio, sendo um relato de caso de tétano em novilho, e um caso de retículo pericardite traumática em vaca agravado por prenhez avançada.
Mostrar mais

46 Ler mais

Relatório de estágio curricular obrigatório : área de clínica e cirurgia de ruminantes

Relatório de estágio curricular obrigatório : área de clínica e cirurgia de ruminantes

O centro termorregulador dos animais fica localizado no hipotálamo, sendo sensível tanto a variações da temperatura corporal quanto as do ambiente. Quando a temperatura ambiente está alta, o animal fica exposto a situação de estresse calórico, e o corpo reage aumentando a frequência respiratória e fazendo vasodilatação periférica na tentativa de perder calor corporal (FEITOSA; 2014). Animais submetidos a estresse calórico podem apesentar redução na ingestão de matéria seca, aumento da temperatura retal, aumento do consumo de água, aumento da sudorese, alterações hormonais, salivação excessiva ou respiração com boca aberta, além de permanecer mais tempo em pé do que deitadas em ócio (PIRES; 2006).
Mostrar mais

53 Ler mais

Relatório de estágio curricular obrigatório na área: de clínica, manejo, reprodução e sanidade de bovinos de leite

Relatório de estágio curricular obrigatório na área: de clínica, manejo, reprodução e sanidade de bovinos de leite

No que se refere a tuberculose os testes são feitos antes de transportar os animais, quando eles chegam a granja, e rotineiramente a cada seis meses para garantir que o rebanho está livre. A vacinação da brucelose é feita nas terneiras até seis meses e geralmente antes de serem enviadas para o recriador. A vacinação contra febre aftosa é feita duas vezes ao ano conforme o calendário oficial, em abril para todos os animais e outubro para animais com menos de dois anos de idade. As vacinas reprodutivas são aplicadas em média duas vezes ao ano, podendo, conforme o nível de casos ser reaplicada de quatro em quatro meses, a fim de aumentar o status imunitário do rebanho e prevenir principalmente o aborto e reabsorção embrionária. A vacina de escolha das granjas Dália Alimentos é a vacina reprodutiva Bayovac 15 1 , o
Mostrar mais

45 Ler mais

Relatório de estágio curricular obrigatório : área de clínica e cirurgia de ruminantes

Relatório de estágio curricular obrigatório : área de clínica e cirurgia de ruminantes

Segundo Bock (2004), os esporozoítos, formas infectantes dos protozoários, são transmitidos ao hospedeiro do carrapato no momento do repasto sanguíneo, através de sua saliva. Após penetrarem na corrente sanguínea do bovino, atingem as hemácias sem rompê-las, onde se dividem por divisão binária até formarem os merozoítos. Nesse momento, os glóbulos vermelhos são rompidos, fato que ocasiona anemia devido à hemólise. Geralmente, as larvas dos carrapatos transmitem a B. bovis, enquanto as ninfas e os adultos transmitem a B. bigemina. Como consequência da destruição eritrocitária e baixa nos valores de hemoglobina, os animais acometidos demonstram sintomatologia de icterícia e hemoglobinúria, bem como áreas de congestão e petéquias nos órgãos e mucosas.
Mostrar mais

34 Ler mais

Relatório de estágio curricular obrigatório : área de clínica e cirurgia de equinos

Relatório de estágio curricular obrigatório : área de clínica e cirurgia de equinos

A orquiectomia é uma prática geralmente utilizada por motivos comportamentais dos garanhões que se tornam agressivos, bem como para esterilizar animais com menor valor genético, através da remoção dos testículos levando a drástica diminuição nos níveis hormonais (SOUZA, 2007). Os cavalos castrados se tornam mais calmos, mais concentrados e por consequência torna-se mais fácil o seu manejo, principalmente por pessoas que não tem muita experiência (BRINSKO et al, 2011).

37 Ler mais

Show all 10000 documents...

temas relacionados