Top PDF SELEÇÃO DE CARACTERES CORRELACIONADOS EM CUBIU (Solatium sessiliflorum Dunal) EMPREGANDO A ANÁLISE DE TRILHA.

SELEÇÃO DE CARACTERES CORRELACIONADOS EM CUBIU (Solatium sessiliflorum Dunal) EMPREGANDO A ANÁLISE DE TRILHA.

SELEÇÃO DE CARACTERES CORRELACIONADOS EM CUBIU (Solatium sessiliflorum Dunal) EMPREGANDO A ANÁLISE DE TRILHA.

agronômica os caracteres diâmetro do caule (DC) a três centímetros do nível do solo, altura da planta (AP), área da folha (AF), largura do fruto (LF), comprimento do fruto (CF), núme[r]

11 Ler mais

Correlações entre caracteres de aparência e rendimento e análise de trilha para aparência de batata.

Correlações entre caracteres de aparência e rendimento e análise de trilha para aparência de batata.

Na geração de seedlings os maiores coeficientes de correlação com aparência foram verificados em relação à curvatura (0,52) e apontamento de tubérculo (0,51), indicando estarem estes dois caracteres correlacionados medianamente com aparência. Entretanto, observando o resultado da análise de trilha (Tabela 2), é possível notar também que o caráter curvatura de tubérculo apresentou o maior efeito direto na aparência (0,32), sendo influenciado indireta e positivamente por apontamento (0,18). Por outro lado, o efeito direto de apontamento foi mais reduzido (0,25), sendo influenciado indiretamente por curvatura (0,19), indicando que o efeito da seleção para aparência teria maior efeito se os caracteres apontamento e curvatura fossem considerados conjuntamente no momento da seleção. Essas associações indiretas ocorreram provavelmente devido à forte associação linear de apontamento com curvatura (0,62), em que tubérculos mais curvados ficaram mais apontados (Tabela 1).
Mostrar mais

8 Ler mais

Análise de trilha em caracteres produtivos de Pennisetum sob corte em Itambé, Pernambuco.

Análise de trilha em caracteres produtivos de Pennisetum sob corte em Itambé, Pernambuco.

Contudo, caracteres genotipicamente correlacionados, mas não fenotipicamente correlacionados, podem não ser de valor prático na seleção, que geralmente é baseada no fenótipo (Shukla et al., 1998). Assim, os dois tipos de correlação foram considerados neste estudo para facilitar a decisão sobre a eficiência de um critério de seleção indireta. As variáveis AP e NFP apresentaram correlações fenotípicas positivas e significativas com a PMS de clones de Pennisetum (Tabela 2), demonstrando que essas variá- veis influenciam a expressão dessas características. O mesmo comportamento foi observado para a correlação genotípica (Tabela 3), porém, nesta correlação o NP foi a variável que não apresentou significância com a produção de MS.
Mostrar mais

7 Ler mais

Associação entre caracteres e análise de trilha na seleção de progênies de meios-irmãos de Brachiaria ruziziensis.

Associação entre caracteres e análise de trilha na seleção de progênies de meios-irmãos de Brachiaria ruziziensis.

O melhoramento de forrageiras normalmente se baseia na mensuração de diferentes características, tais como produção de massa verde, altura e vigor das plantas, peso seco de forragem, de caule e de folhas. A medição de algu- mas destas características muitas vezes é difícil, demora- da e pode aumentar os custos dos programas de melhora- mento. Todavia, a existência de dependência ou relação entre algumas destas características pode ser útil para realização de seleção indireta (Souza Sobrinho et al., 2009). A seleção de genótipos superiores em B. ruziziensis é comumente realizada utilizando-se a produtividade de matéria seca de folhas, em função de sua importância na produção animal (Euclides et al., 2000). Entretanto, a mensuração deste caráter é demorada por depender de processos de liofilização ou secagem em estufa. Uma ma- neira de acelerar o processo de seleção e eliminar medi- ções demoradas é a seleção para caracteres fortemente correlacionados ao caráter de interesse e que sejam de fácil mensuração (Cruz et al., 2004). No caso das forrageiras, uma característica de fácil obtenção e medi- ção é o peso verde. Entretanto, para que esta característi- ca seja utilizada como base para a seleção, é necessário investigar possíveis associações dela com outras carac- terísticas consideradas na seleção.
Mostrar mais

8 Ler mais

Análise de trilha em caracteres de frutos de jabuticabeira.

Análise de trilha em caracteres de frutos de jabuticabeira.

A  aplicabilidade  da  análise  de  trilha,  na  detecção  de  caracteres  úteis  para  seleção  indireta  quanto  ao  peso ou à produção de frutos, foi demonstrada, entre  outras  espécies  para  mamoeiro  (Carica papaya  L.)  por Oliveira et al. (2010); açaizeiro (Euterpe oleracea Mart.) por Teixeira et al. (2012); e maracujazeiro-azedo  (Passiflora edulis  Sims)  por  Lúcio  et  al.  (2013).  O uso da seleção indireta pode acelerar a obtenção de  genótipos  promissores,  uma  vez  que  são  escolhidos  caracteres  de  fácil  mensuração,  alta  herdabilidade,  medição precoce e altamente correlacionados a outros  caracteres que, embora mais importantes, são de difícil  obtenção  (Cruz  &  Carneiro,  2006).  Assim,  dada  a  importância da análise de trilha para o melhoramento  de  frutíferas,  é  surpreendente  que  não  tenham  sido  encontrados na literatura estudos com a jabuticabeira  e tampouco com outras espécies frutíferas da família  Myrtaceae.
Mostrar mais

6 Ler mais

Relações entre caracteres de raiz e ganhos genéticos diretos e indiretos em populações de cenoura.

Relações entre caracteres de raiz e ganhos genéticos diretos e indiretos em populações de cenoura.

Informações sobre efeitos múltiplos da seleção para característi- cas específicas de raiz ainda são limitadas em cenoura. Neste contexto, os objetivos do trabalho foram: (1) verificar a possibilidade da utiliza- ção do efeito direto da análise de trilha em substituição à correlação genética nas estimativas de ganhos correlacionados; (2) identificar estratégias de seleção para a obtenção de ganhos correlacionados em massa de raiz, a seleção de raízes mais grossas ou mais compridas; (3) determinar quais tecidos da raiz possibilitam maiores ganhos para o aumento do diâmetro da raiz; e (4) verificar a possibilidade de obter ganhos positivos concomitantemente, para coloração da raiz e para os demais caracteres avaliados. Três populações de cenoura (deriva- das da cv. Brasília) foram cultivadas durante o período do verão no Distrito Federal. Aos 90 dias após a semeadura foram colhidas 25 raízes por parcela e avaliados individualmente os caracteres massa da raiz; comprimento de raiz; diâmetro da raiz e do xilema da raiz; espessura do floema e o valor do componente de cromaticidade a* do xilema e floema. Foi realizada análise de variância e calculadas as correlações genéticas entre os caracteres. Posteriormente foi realizada a análise de trilha, calculadas as respostas correlacionadas (baseadas na correlação genética e no efeito direto da análise de trilha), e estimação dos ganhos diretos com a seleção. Observou-se que a substituição das correlações genéticas pelos efeitos diretos da análise de trilha para o cálculo dos ganhos correlacionados propor- cionou melhor estimação do efeito que a seleção para determinado caráter traria nos demais, após a retirada dos efeitos indiretos. Para massa de raiz não são esperados ganhos correlacionados pela seleção nos demais caracteres avaliados. Para diâmetro da raiz os maiores ganhos correlacionados foram observados pela seleção no caráter espessura do floema da raiz. A seleção exercida exclusivamente para o componente de cromaticidade a* do xilema provoca a redução principalmente no diâmetro do xilema. No entanto, a seleção direta nestes dois caracteres provoca ganhos positivos para ambos.
Mostrar mais

5 Ler mais

Análise de trilha em dados de produção e tecnológicos da cana-de-açúcar

Análise de trilha em dados de produção e tecnológicos da cana-de-açúcar

viii variáveis por componentes principais para a estimação dos coeficientes de trilha em presença de multicolinearidade. Foram amostradas dez plantas por parcela para realização das análises das variáveis explicativas Brix (teor de sólidos solúveis), Pol (teor de sacarose aparente), pH (indica o grau de acidez), AR (açúcares redutores), ART (açúcares totais recuperáveis), Cu (cobre), Al (alumínio), Mg (magnésio), Ca (cálcio), K (potássio), Ácido aconítico, Compostos fenólicos, e da variável principal Cor ICUMSA. A matriz de correlação obtida dos dados foi submetida a diferentes métodos para diagnóstico de multicolinearidade. Sob multicolinearidade severa, os métodos baseados na regressão em crista e em componentes principais apresentaram resultados semelhantes na estimação dos coeficientes de trilha, proporcionando sensível redução na magnitude dos fatores de inflação da variância associados aos efeitos diretos e indiretos da análise de trilha. Assim, foi possível identificar neste estudo, os caracteres alumínio (Al), potássio (K) e Compostos fenólicos como aqueles que melhor explicam a Cor do caldo. Contudo, os demais caracteres devem ser levados em consideração devido a elevada correlação existente e a baixa magnitude do efeito direto, evidenciando a necessidade de seleção simultânea de caracteres, com ênfase também nos caracteres cujos efeitos indiretos são significativos. Para fins de melhoramento, a seleção indireta para Cor do caldo, por meio de índice de seleção envolvendo as variáveis Brix, Pol, AR, ATR, pH, Cu, Al, Mg, Ca, K, Compostos fenólicos e Ácido aconítico é recomendável.
Mostrar mais

113 Ler mais

A revolução a favor de ‘O Capital’: sobre desenvolvimento desigual em Marx — Outubro Revista

A revolução a favor de ‘O Capital’: sobre desenvolvimento desigual em Marx — Outubro Revista

Em suma, é da forma da práxis humana que Marx deriva uma teoria para o desenvolvimento histórico que faz justiça à sua natureza necessariamente contraditória e desigual e, portanto, repleta de bifurcações e até mesmo becos sem saída. Pode-se dizer que os avanços teóricos extremamente significativos, e definitivos, alcançados por Marx nos estudos de Paris tomam a forma de uma madura concepção para o desenvolvimento histórico nos dois anos seguintes, durante seu exílio forçado em Bruxelas. Vale ressaltar que isso não significa que a concepção teórica marxiana encontre nos escritos produzidos nessa época, notadamente A ideologia alemã e Miséria da filosofia, o seu ponto culminante. Como se sabe, isso é especialmente falso no que diz respeito à análise das legalidades subjacentes ao modo capitalista de produção.
Mostrar mais

25 Ler mais

GEYSA DE FRANÇA FORMAÇÃO DE PROFESSORES TUTORES PARA A DOCÊNCIA ONLINE: A UFJF EM PERSPECTIVA

GEYSA DE FRANÇA FORMAÇÃO DE PROFESSORES TUTORES PARA A DOCÊNCIA ONLINE: A UFJF EM PERSPECTIVA

A proposta da Universidade Aberta do Brasil (UAB) indica que “as Instituições Públicas de Ensino Superior (IPES) participantes do Sistema UAB 3 são as responsáveis pela seleção dos tutores de seus cursos, tendo autonomia para disporem de critérios diferentes de seleção” (BRASIL, 2005,s.p.). Esta colocação demonstra que pode não haver um critério padrão definido (uma política nacional única) para a atuação do tutor, ficando sob responsabilidade das instituições, em acordo com seus projetos políticos pedagógicos, tais processos seletivos. Esse cenário implica considerar que a UFJF tem autonomia para implementar uma política de formação docente (utilizando a cultura digital e em rede) para os profissionais atuantes nos cursos a distância, sendo o tutor um dos principais agentes neste processo. A Resolução nº 8, de 30 de abril de 2010 em seu art. 9º define
Mostrar mais

159 Ler mais

Manual de Boas Práticas de Enfermagem em Tuberculose – Normas de Orientação Clínica

Manual de Boas Práticas de Enfermagem em Tuberculose – Normas de Orientação Clínica

Para desempenhar este papel com eficácia, estes profissionais devem conhecer os sinais e sintomas da doença, a abordagem da pessoa com suspeita e com diagnóstico de tuberculose, avalia[r]

50 Ler mais

UNIVERSIDADE ESTADUAL PAULISTA “JULIO DE MESQUITA FILHO” FACULDADE DE CIÊNCIAS AGRONÔMICAS CÂMPUS DE BOTUCATU CORRELAÇÃO E ANÁLISE DE TRILHA DE PRODUTIVIDADE DE GRÃOS E SEUS COMPONENTES E CARACTERES DE PLANTA EM CÁRTAMO (Carthamus tinctorius L.) E MAMONA

UNIVERSIDADE ESTADUAL PAULISTA “JULIO DE MESQUITA FILHO” FACULDADE DE CIÊNCIAS AGRONÔMICAS CÂMPUS DE BOTUCATU CORRELAÇÃO E ANÁLISE DE TRILHA DE PRODUTIVIDADE DE GRÃOS E SEUS COMPONENTES E CARACTERES DE PLANTA EM CÁRTAMO (Carthamus tinctorius L.) E MAMONA

Neste contexto, a análise de trilha, proposta por Wright (1921), permite particionar o coeficiente de correlação em efeitos diretos e indiretos, denominados de coeficiente de trilha. Segundo Cruz e Carneiro (2003) esta análise pode ser definida como um coeficiente de regressão padronizado, sendo uma expansão da análise de regressão múltipla, quando estão envolvidos inter-relacionamentos complexos. Além do entendimento das relações de causa e efeito entre as variáveis, o desdobramento das correlações é dependente do conjunto de variáveis estudadas, normalmente estabelecido pelo conhecimento prévio do melhorista, de sua importância e de possíveis inter-relações definidas em diagramas de trilha (CRUZ et al., 2003).
Mostrar mais

56 Ler mais

POLÍTICA DE FORMAÇÃO DE GESTORES DA SECRETARIA DE EDUCAÇÃO DE JUIZ DE FORA EM 2011 – Mestrado em Gestão e Avaliação da Educação Pública

POLÍTICA DE FORMAÇÃO DE GESTORES DA SECRETARIA DE EDUCAÇÃO DE JUIZ DE FORA EM 2011 – Mestrado em Gestão e Avaliação da Educação Pública

Neste primeiro capítulo, apresentar-se-á uma análise desse processo de formação de gestores oferecido pela Secretaria de Educação em 2011, tomando por base os seguintes elementos, a saber, o resultado de uma pesquisa que teve como bases a investigação de documentos elaborados pela Secretaria de Educação e a legislação municipal referente ao processo de eleição e capacitação de gestores das escolas municipais, assim como dados resultantes de duas entrevistas; a primeira, com uma agente da SE, uma das idealizadoras dessa nova proposta de formação e, a outra, com a secretária municipal de educação, tendo como objetivos entender o por quê da proposição dessa nova formação, a escolha do currículo aplicado e os resultados que a instituição pretendia alcançar ao oferecer essa capacitação. Essa análise será feita, visitando todo o conteúdo disponibilizado na plataforma moodle onde o curso ocorreu, as atividades desenvolvidas e ainda o produto final, que é o Plano de Trabalho, além de trazer em cena a opinião dos cursistas a partir de um questionário aplicado aos seus egressos.
Mostrar mais

93 Ler mais

MARCELO PINTO COELHO MOURA A AVALIAÇÃO INSTITUCIONAL COMO INSTRUMENTO DE GESTÃO ESTRATÉGICA: ESTUDO DE CASO EM UMA ESCOLA ESTADUAL DE ITABIRA- MG

MARCELO PINTO COELHO MOURA A AVALIAÇÃO INSTITUCIONAL COMO INSTRUMENTO DE GESTÃO ESTRATÉGICA: ESTUDO DE CASO EM UMA ESCOLA ESTADUAL DE ITABIRA- MG

Não obstante, em novembro de 2016 os gestores escolares foram surpreendidos com o lançamento de um programa de avaliação interna. O documento enviado para as escolas em 11 de novembro de 2016 oriundo da Secretaria da Superintendência de Avaliação e da Subsecretaria de Informações e Tecnologias Educacionais apresentava uma proposta de articulação entre avaliação externa e avaliação interna, denominado de ―Itinerários avaliativos de Minas Gerais‖. Segundo o documento os ―itinerários avaliativos‖ foram elaborados e distribuídos entre quatro eixos de análise sendo: Direito à aprendizagem; Gestão Democrática e participativa; Fortalecimento do trabalho coletivo e Relação da Escola com a Comunidade. Com base nesse referencial, gestores escolares e especialistas de educação que atuam nas escolas do estado seriam capacitados em um curso on- line cuja plataforma de Educação a Distância (EAD) será gerenciada pelo Centro de Políticas Públicas e Avaliação da Educação, da Universidade Federal de Juiz de Fora (CAED/UFJF). De acordo com o documento, essa concepção de itinerários avaliativos proposto pela SEE-MG estruturado seguindo uma sequência lógica em três momentos básicos: o da elaboração de uma avaliação interna da escola e seu impacto na aprendizagem; o da definição de uma agenda mínima de ações a serem trabalhadas; e o do monitoramento e avaliação de cada atividade que compõe o plano de ação da escola.
Mostrar mais

156 Ler mais

Seleção combinada, massal e entre e dentro, análise de trilha e repetibilidade em progênies de meios-irmãos de maracujazeiro (Passiflora edulis f. flavicarpa)

Seleção combinada, massal e entre e dentro, análise de trilha e repetibilidade em progênies de meios-irmãos de maracujazeiro (Passiflora edulis f. flavicarpa)

Este estudo foi desenvolvido com os objetivos de estimar os parâmetros genéticos, buscando conhecer a estrutura genética da população e o potencial da mesma para melhoramento; comparar os ganhos preditos para alguns caracteres agronômicos, utilizando diferentes critérios de seleção, em famílias de meios- irmãos de maracujazeiro amarelo, visando indicar aquele que melhor se aplique ao melhoramento genético. Foram avaliadas 37 populações segregantes de maracujazeiro amarelo. As avaliações foram efetuadas de janeiro a maio de 2004, ou seja, na segunda safra. O delineamento experimental foi em blocos casualizados, com 37 tratamentos, 3 repetições e 4 plantas por parcela. As características avaliadas foram: número de frutos por planta (NF); comprimento do fruto (C); diâmetro do fruto (D); cassa do fruto (MF); massa da casca (MC); espessura da casca (EC); massa da polpa (MP); teor de sólidos solúveis totais (SST) e produção estimada por planta (PR). Foram estimados os ganhos de seleção em função de uma porcentagem de seleção de 25% entre e 50% dentro de famílias, sendo as mesmas mantidas para todas as características. Todas as características foram submetidas a seleção no sentido positivo, exceto peso e espessura de casca, para obter decréscimo em suas médias originais. Os critérios de seleção estudados foram: seleção convencional entre e dentro das famílias, índice de seleção combinada, seleção massal e seleção massal estratificada. A eficiência do processo de seleção combinada em comparação ao processo de seleção entre e dentro foi sempre superior à unidade, em todos os casos superando o valor de 1,30. Os ganhos de seleção massal e massal estratificada foram superiores aos ganhos da seleção entre e dentro de famílias, sendo sempre inferiores a seleção combinada. Os resultados obtidos permitem as seguintes conclusões:
Mostrar mais

140 Ler mais

PROJETO DE ESTRUTURAS DE CONCRETO EM SITUAÇÃO DE INCÊNDIO

PROJETO DE ESTRUTURAS DE CONCRETO EM SITUAÇÃO DE INCÊNDIO

O objetivo das regulamentações modernas de segurança contra incêndio é pro- teger a vida e evitar que os incêndios, caso se iniciem, se propaguem para fora de um compartimento do edifíc[r]

20 Ler mais

A GESTÃO DO CONHECIMENTO EM INSTITUIÇÕES FEDERAIS DE ENSINO: O CASO DE UM SETOR DA UFJF – Mestrado em Gestão e Avaliação da Educação Pública

A GESTÃO DO CONHECIMENTO EM INSTITUIÇÕES FEDERAIS DE ENSINO: O CASO DE UM SETOR DA UFJF – Mestrado em Gestão e Avaliação da Educação Pública

Conforme se depreende do Gráfico 05, a CAP possui uma força de trabalho qualificada, sendo que 15 dos 18 pesquisados possuem pós-graduação. É possível verificar ainda que nenhum servidor possui formação inferior à graduação. Os referidos dados relativos à qualificação possuem duas vertentes. De um lado, o alto grau de qualificação, pode ser facilitador na implantação de Gestão do Conhecimento no setor, pois na ocasião de tal implantação pode haver servidores que conheçam técnicas ou formas interessantes de trabalhar o conhecimento. Por outro, o alto grau de qualificação é mais uma preocupação no momento de substituição do servidor em caso de aposentadoria, pois a CAP poderá perder não só em conhecimento prático, mas também em qualificação acadêmica. Isso, caso não existam critérios de análise de competências para alocação de novos servidores. Na seção 2.3.4 ao tratar da combinação do conhecimento serão apresentadas análises que permitem concluir que a alocação de novos servidores na CAP segue critérios informais.
Mostrar mais

188 Ler mais

CENTRO UNIVERSITÁRIO UNIHORIZONTES Programa de Pós-Graduação em Administração Mestrado Maria Célia do Nascimento Oliveira de Souza

CENTRO UNIVERSITÁRIO UNIHORIZONTES Programa de Pós-Graduação em Administração Mestrado Maria Célia do Nascimento Oliveira de Souza

Percebe-se que a UTI pediátrica e a neonatal apresentam maiores demandas mental, psicológica e emocional do fisioterapeuta, por lidar com pacientes altamente instáveis e, portanto, demandantes de maior atenção, acrescidos do envolvimento com os familiares. Segundo análise da pesquisa, a relação com os familiares é reconhecida como geralmente boa, entretanto é citada a existência de um “peso psicológ ico”. Os fisioterapeutas participam efetivamente do contato dos pais com a criança, auxiliando no posicionamento da criança no colo e na aplicação do método canguru, por questões de segurança diante da fragilidade do recém-nascido. Essa proximidade faz que o profissional experiencie momentos de tensão, angústia e sofrimentos vivenciados pela família. Conforme Pessini (2004), na especialidade intensivista é frequente o acúmulo do atendimento às emergências e à inevitabilidade de conviver como o sofrimento dos familiares. Isso pode ser verificado de forma parcial na descrição a seguir:
Mostrar mais

99 Ler mais

A IMPLEMENTAÇÃO E A OPERACIONALIZAÇÃO DO PROGRAMA ENSINO MÉDIO INOVADOR EM TRÊS ESCOLAS DA REDE ESTADUAL DE ENSINO DE MANAUS

A IMPLEMENTAÇÃO E A OPERACIONALIZAÇÃO DO PROGRAMA ENSINO MÉDIO INOVADOR EM TRÊS ESCOLAS DA REDE ESTADUAL DE ENSINO DE MANAUS

“Não participei ainda de nenhum processo de implementação, em razão do sistema PDDE Interativo estar fechado para novas adesões no ano de 2015. Quanto à operacionalização do programa estou atuando na parte administrativa burocrática como atividades de troca de senhas bloqueadas, liberação de senhas para novos gestores, levantamento de situações pendentes de não utilização de recursos no período adequado, entre outras. Além de ter iniciado levantamentos históricos do percurso do programa na SEDUC, procurando identificar escolas selecionadas e aprovadas, verificação do desempenho e do fluxo escolar das escolas numa linha de tempo, análise motivos de não aprovação de escolas no programa, análise dos PRCS aprovados e suas execuções, dentre outros assuntos.”
Mostrar mais

142 Ler mais

FACULDADE NOVOS HORIZONTES Programa de Pós-graduação em Administração Mestrado

FACULDADE NOVOS HORIZONTES Programa de Pós-graduação em Administração Mestrado

Esta dissertação teve por objetivo estudar as vivências de prazer e sofrimento no trabalho, segundo a percepção de motoristas profissionais, empregados de uma indústria de alimentos situada em Minas Gerais. Com vistas a atingir os objetivos propostos, realizou-se uma pesquisa do tipo descritivo, com abordagem de cunho qualitativo e método consistente no estudo de caso. A coleta de dados foi realizada mediante entrevistas semiestruturadas, a partir de um questionário de pesquisa elaborado com base no Inventário de Trabalho e Riscos de Adoecimento - ITRA, desenvolvido por Mendes e Ferreira (2007), com estrutura adaptada de Souza (2015), para fins da pesquisa qualitativa. Foram realizadas dez entrevistas, sendo que os entrevistados foram selecionados por critério de disponibilidade. Realizadas as entrevistas, essas foram integralmente transcritas para que, uma vez analisadas, prestassem-se aos objetivos do trabalho. Os dados coletados receberam o tratamento consistente na análise de conteúdo, com fundamento nos estudos de Bardin (2009). Por meio da análise dos resultados, observou-se que os aspectos da organização do trabalho favorecem os trabalhadores, tendo eles mencionado que seu volume e ritmo de trabalho não são elevados, apesar de não ser possível a divisão de tarefas na atividade de direção do veículo, situação que é própria da função para a qual foram contratados. A empresa impõe aos motoristas profissionais a obediência a regras e normas, porém essas são no sentido do atendimento à legislação, o que representa um benefício para os trabalhadores. No que se refere à categoria das condições de trabalho, as situações vivenciadas pelos trabalhadores não se demonstraram favoráveis, sob o principal aspecto da falta de segurança nas viagens. As relações socioprofissionais dos trabalhadores são satisfatórias, tendo os sujeitos da pesquisa relatado possuírem bom relacionamento com os colegas de profissão e também com os demais colegas de trabalho, bem como relacionamento estável com o superior imediato, dentro da hierarquia própria de uma relação de emprego. O exercício do trabalho demonstrou-se penoso aos indivíduos, em termos físicos, cognitivos e afetivos. Fatores relacionados a essa categoria foram referidos pelos entrevistados de maneira esparsa, porém veemente. Os motoristas profissionais afirmaram vivenciar o prazer no trabalho, mas também o sofrimento, de modo que as sensações de sofrimento se demonstraram mais significativas que as de prazer, muito embora os trabalhadores adotem alguns mecanismos no sentido de superar a dor. Verificou-se que os sujeitos da pesquisa não vivenciam danos físicos propriamente ditos, conduzindo seus relatos a desgastes físicos ou a riscos dessa natureza.
Mostrar mais

131 Ler mais

Especificações técnicas para a realização de espirometrias com qualidade em adultos, nos Cuidados de Saúde Primários – Normas de Orientação Clínica

Especificações técnicas para a realização de espirometrias com qualidade em adultos, nos Cuidados de Saúde Primários – Normas de Orientação Clínica

O controlo da qualidade de um espirómetro compreende a verificação diária da calibração, o controlo biológico e a análise periódica dos dados, de acordo com as recomendações da ATS/ERS. Verificação da calibração: Antes da utilização do equipamento deve efetuar-se sempre a verificação da calibração, no mínimo uma vez por dia, ou verificações adicionais caso necessário, respeitando as especificações do fabricante, e registado o respetivo procedimento.

25 Ler mais

Show all 10000 documents...

temas relacionados