Top PDF SOBRE A ORIGEM DO DESENVOLVIMENTO DOS SEGUROS

SOBRE A ORIGEM DO DESENVOLVIMENTO DOS SEGUROS

SOBRE A ORIGEM DO DESENVOLVIMENTO DOS SEGUROS

Assim como em BDL, este trabalho baseia-se em duas teorias diferentes que moldaram duradouras instituições econômicas: a "teoria das leis e finanças” de LLSV e a "teoria da mortalidade dos colonizadores" de AJR. A primeira prevê que as condições ambientais originais, fossem hospitaleiras ou hostis, encontradas pelos colonizadores Europeus, moldaram a forma e a qualidade das instituições econômicas criadas pelos colonizadores. LLSV, por outro lado, diz que a herança da tradição da origem legal (seja o Direito Comum Britânico ou o Código Civil Francês) explica as diferenças nas instituições econômicas entre os países, onde a lei comum britânica tende a enfatizar os direitos de propriedade privada em um grau muito maior do que os países que herdaram o direito civil francês. Nossa análise dos resultados nos dá duas conclusões principais. Em primeiro lugar, os resultados do artigo para a teoria de LLSV aplicada ao desenvolvimento de seguros são conclusivos. A origem legal explica as diferenças de desenvolvimento dos mercados de seguros entre os países, mesmo após o controle de mortalidade dos colonizadores, composição religiosa, diversidade étnica e do número de anos desde que o país se tornou independente em 1776. Os resultados mostram que países com tradição legal francesa têm um nível atual mais baixo de desenvolvimento do mercado de seguros quando comparado com os países que herdaram o direito comum britânico.
Show more

32 Read more

Teorias Implícitas de Professores sobre a Natureza, Origem e Desenvolvimento da Inteligência

Teorias Implícitas de Professores sobre a Natureza, Origem e Desenvolvimento da Inteligência

Considerando que as crenças docentes podem influenciar as relações com alunos e as estratégias didáticas, esta pesquisa objetivou analisar as teorias implícitas de professoras sobre a natureza, origem e desenvolvimento da inteligência. Participaram 60 professoras de escolas de Ensino Fundamental, das redes pública e privada. Foi utilizado um questionário consistindo numa escala Likert de quatro níveis, elaborado com base em instrumentos da literatura. Os resultados foram analisados quantitativamente. De modo geral, as professoras tenderam a concordar com a maleabilidade e multidimensionalidade da inteligência, porém foram identificadas algumas diferenças entre as teorias implícitas das professoras segundo a rede, com as professoras da rede particular apresentando maior discordância de afirmações que concebem a inteligência como um traço fixo e de origem genética.
Show more

9 Read more

SEBRAE e empreendedorismo : origem e desenvolvimento

SEBRAE e empreendedorismo : origem e desenvolvimento

Ele explicou que os estudos sobre empreendedorismo começaram nos EUA e foi verificado que não era ter dinheiro o que garantia o sucesso de uma empresa, portanto, não adiantava apenas conceder crédito. O sucesso também não estava no conhecimento técnico sobre a fabricação de um determinado produto. Então, a explicação encontrada para tal sucesso estava no comportamento do empresário. Pessoas bem sucedidas eram pessoas motivadas. Deste estudo, tirou-se a conclusão de que o empreendedor, aquele que tem sucesso, é movido por metas. E assim, seguiu a fazer uma lista de qualidades do empreendedor: é quem focaliza seus objetivos, faz a análise dos riscos, é quem toma as decisões, é quem planeja, é quem sabe trabalhar em equipe, busca soluções, visa qualidade e eficiência, tem autoconfiança e capacidade de persuasão para lidar com clientes, bancos, fornecedor, etc.
Show more

156 Read more

Comensurabilidade do processo de desenvolvimento de sistemas de informação com o processo de desenvolvimento de sistemas seguros

Comensurabilidade do processo de desenvolvimento de sistemas de informação com o processo de desenvolvimento de sistemas seguros

de que o método apresenta pouco detalhe na forma como descreve as suas etapas de desenvolvimento e ainda na justificação da realização do exemplo de modelação que oferece. Não se consegue compreender muito bem, a titulo de exemplo, como é que os autores procedem ao desenvolvimento do único exemplo de Casos de Uso enriquecidos que apresentam. Isto torna extremamente difícil a formação de participantes neste método, pois um diagrama sem justificação suficiente e uma instanciação bem definida pode dar azo a interpretações desadequadas e a incoerências na aplicação do método. Quanto ao método UMLSec [Jürgens 2002, 2005], apesar de apresentar exemplos sólidos e um bom leque de diagramas da linguagem UML passiveis de poderem ser utilizados numa experiencia laboratorial, verificou-se que o método apresenta uma certa complexidade ao nível das competências técnicas que exige. O próprio método exige uma formação sólida em requisitos de segurança, cenários de ameaças, conceitos de segurança, mecanismos de segurança, premissas de segurança, aspectos de segurança física e gestão da segurança. Apesar de não comprometer a aprendizagem e o ensino do método, o custo de tempo e recursos que lhe está associado revelou-se incomportável para a execução atempada da experiência laboratorial e, consequentemente, deste estudo. Assim sendo, a escolha para método representativo do processo de DSIS recaiu sobre o método Abuse Cases [McDermott e Fox 1999], dado que o método é (em comparação com os outros dois apresentados no subconjunto final) bastante explicito no que diz respeito às suas etapas de instanciação e utiliza (quase exclusivamente) os Casos de Abuso (originários nos Casos de Uso), tornando fácil a sua aprendizagem. O próprio método define que a facilidade de utilização por parte de não-peritos em SSI foi um dos objectivos a que o método se propôs alcançar.
Show more

614 Read more

Teologia da Libertação: origem e desenvolvimento

Teologia da Libertação: origem e desenvolvimento

A teologia indígena deu o seu pontapé inicial através do reconhecimento dos po- vos indígenas “como sujeitos da vida social e política e também da vida e da organização da Igreja, da leitura da Biblía, do diálogo que prepara o anúncio do Evangelho, etc” (BOFF, 1996, p. 73). É importante entendermos que “a teologia é uma reflexão crítica sobre a ex- periência com Deus e do mundo, vivida pelas comunidades e pelos indivíduos animados na fé” (BOFF, 1996, p. 73). Cada cultura tem uma maneira particular de manifestar a fé, pre- cisamos reconhecer e aceitar as diferenças de cada um. Boff declara que é necessário “pedir perdão aos indígenas por todos os séculos de evangelização colonizadora e conquistadora” (BOFF, 1996, p. 73).
Show more

7 Read more

Desenvolvimento de solução multi-canal para instituição financeira de seguros

Desenvolvimento de solução multi-canal para instituição financeira de seguros

O processo de disponibilização de cada relatório começa no desenho do próprio relatório na ferramenta iReport, dando origem a um ficheiro resultante da compilação desse relatório desenhado. Os ficheiros de compilação dos vários relatórios são depois adicionados ao projeto Java que contém a aplicação Resseguro Aceite. Já no ecrã de balancetes, é despoletado um conjunto de ações sempre que o utilizador faz uma das seguintes tarefas: muda de aba; escolhe uma data diferente; clica num dos botões de imprimir ou exportar. Ao executar cada uma destas ações, é chamado um serviço web que recebe como argumentos a aba (ou seja, o nome do relatório) e a data escolhidas e devolve um conjunto de informações em XML. Este conjunto de informações é depois enviado para uma função utilitária, juntamente com o tipo de formato que se pretende obter (HTML, PDF ou XLS). Esta função utilitária recorre a bibliotecas de JasperReports para Java e aplica o relatório escolhido aos dados XML recebidos, devolvendo de seguida, para o controlador do ecrã, o resultado dessa transformação no formato pretendido. O controlador é então responsável por apresentar o relatório final na vista do ecrã, no caso do HTML, ou por enviar para o ecrã o ficheiro PDF ou XLS.
Show more

92 Read more

A IMPLEMENTAÇAO DA POLÍTICA DE FORMAÇÃO E DESENVOLVIMENTO DE GESTORES ESCOLARES DO ESTADO DO RIO DE JANEIRO: UMA ANÁLISE A PARTIR DA REGIONAL METROPOLITANA II

A IMPLEMENTAÇAO DA POLÍTICA DE FORMAÇÃO E DESENVOLVIMENTO DE GESTORES ESCOLARES DO ESTADO DO RIO DE JANEIRO: UMA ANÁLISE A PARTIR DA REGIONAL METROPOLITANA II

integrar os novos servidores públicos efetivos da Secretaria de Estado de Educação – SEEDUC/RJ às atividades pertinentes ao concurso que fizeram, fornecendo orientações iniciais a serem utilizadas no trabalho que será desenvolvido (RIO DE JANEIRO, 2011a). Foi criado , desde então, o “Acolhimento” aos novos servidores. Trata-se de um encontro de 8h que tem como objetivos: informar os novos servidores sobre o Planejamento Estratégico da SEEDUC/RJ; promover interação e a troca de experiência entre os servidores públicos; dar orientações iniciais sobre as áreas em que estarão trabalhando e, além disso, enfatizar elementos da nova cultura organizacional que se pretende transformar. Nenhum servidor deve iniciar suas atividades laborais sem participar do Programa de Acolhimento, que é elaborado de acordo com o público alvo e, portanto, tem conteúdos e carga horária variáveis, podendo chegar a 40 h. Esta formação tem como objetivo instrumentalizar os novos servidores, ou os recém aprovados nos processos de seleção, com ferramentas iniciais para o trabalho. No caso do PSI, o curso de formação é obrigatório e é parte integrante do processo.
Show more

212 Read more

UNIVERSIDADE FEDERAL DE JUIZ DE FORA CAEd - CENTRO DE POLÍTICAS PÚBLICAS E AVALIAÇÃO DA EDUCAÇÃO PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO PROFISSIONAL EM GESTÃO E AVALIAÇÃO DA EDUCAÇÃO PÚBLICA ANA MARIA DE GOIS RODRIGUES

UNIVERSIDADE FEDERAL DE JUIZ DE FORA CAEd - CENTRO DE POLÍTICAS PÚBLICAS E AVALIAÇÃO DA EDUCAÇÃO PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO PROFISSIONAL EM GESTÃO E AVALIAÇÃO DA EDUCAÇÃO PÚBLICA ANA MARIA DE GOIS RODRIGUES

O vetor que determina o modelo fundamenta-se no resultado do curso no último ENADE aplicado ao ciclo, portanto, no caso de formação das comissões assessoras para a participação no ENADE 2013, buscou-se como base referencial o resultado do exame em 2010 por se tratar dos mesmos cursos avaliados anteriormente e que fazem parte do ciclo, sobre as áreas avaliadas no ciclo é oportuno destacar que a Comissão Nacional de Avaliação da Educação Superior – CONAES, em reunião ordinária de 26 de fevereiro de 2013, deliberou que naquele ano, tendo em vista o baixo número de cursos e de estudantes concluintes, o bacharelado em Terapia Ocupacional e o Curso Superior de Tecnologia (CST) em Agronegócios não teriam participação no Exame.
Show more

119 Read more

Em busca do elo perdido:  sobre a gênese dialética  da categoria capital — Outubro Revista

Em busca do elo perdido: sobre a gênese dialética da categoria capital — Outubro Revista

Não é irrelevante que Jameson tenha considerado que a “solução” dos problemas seja dialética. O que aproxima sua interpretação daquela oferecida por Callinicos é o fato de não ter ressaltado que o próprio enunciado dos “problemas” a serem resolvidos não poderia senão ser dialético, posto que baseado no reconhecimento de contradições reais. Agora, se, de fato, O capital se desenrola sobre “uma série de enigmas, mistérios e paradoxos”, o aparecimento da categoria capital deve-se à necessidade de resolver um enigma posto pela categoria antecedente, mas ao mesmo tempo coloca um novo mistério a ser resolvido adiante. No que se refere à gênese do capital, é interessante perceber como Jameson compreende a relação com o argumento imediatamente anterior nos poucos momentos em que aborda a questão. Após ter afirmado que a circulação mercantil simples é dotada de uma “falsa temporalidade de equivalência e circulação”, o que quer dizer que o ciclo M – D – M não aponta para a superação dialética de sua temporalidade imanente, mas para uma “estabilidade sem movimento”, o autor estabelece um contraste com o dinheiro que se movimenta em busca de dinheiro:
Show more

29 Read more

O espectro do Manifesto. A propósito dos 150 anos de uma teoria da ação revolucionária — Outubro Revista

O espectro do Manifesto. A propósito dos 150 anos de uma teoria da ação revolucionária — Outubro Revista

Constrangidos a vender-se diariamente, esses trabalhadores vivem para trabalhar. Mas atenção, eles só trabalham na medida em que aumentam o capital. Seu destino está associado à permanente tendência que o capital tem a se reproduzir ampliando cada vez mais seu alcance e aos desdobra- mentos dessa tendência: as crises comerciais recorrentes; a constante redu- ção de salários tendo em vista a concorrência intercapitalista; e o rápido aperfeiçoamento da maquinaria. A contradição entre desenvolvimento das forças produtivas e relações sociais manifesta-se, com o máximo de vigor, na própria existência do proletariado.
Show more

12 Read more

PROGRAMA DE GESTÃO DOS RESULTADOS DO SIMAVEPROEB DESTINADO A PROFESSORES DA REDE MUNICIPAL DE BARBARBACENA

PROGRAMA DE GESTÃO DOS RESULTADOS DO SIMAVEPROEB DESTINADO A PROFESSORES DA REDE MUNICIPAL DE BARBARBACENA

3.3.1.2. Capacitação dos gestores e supervisores das escolas - Capacitação presencial para os gestores e Supervisores que atuam diretamente nas escolas, e que farão a implementação do Programa junto aos professores de cada unidade escolar. A capacitação ocorrerá na própria SME, com carga horária de 20 horas, a serem aplicadas durante uma semana, com 4 horas diárias, dentro da carga-horária dos profissionais Essa capacitação ocorrerá após o Seminário, de forma presencial, a fim de se estabelecer critérios para a implementação do Programa em cada escola. Os supervisores que atuam nas escolas receberão, sob a coordenação dos supervisores da SME, as orientações gerais para que o Programa seja efetivado em cada escola da rede municipal. Nessa oportunidade, os supervisores irão estudar os Boletins de Resultado, preparando-se para utilizarem, com os professores, a Seção 6 dos Boletins, que traz atividades para apropriação dos resultados. Essas atividades devem ser desenvolvidas na escola, sendo uma ―importante oportunidade para pensar coletivamente ações que visem à melhoria do processo de ensino e de aprendizagem e, consequentemente, à elevação dos indicadores da escola‖ (MINAS GERAIS, 2010). Em grupos de estudos, os supervisores irão elaborar estratégias a serem efetivadas durante o ano letivo, visando ao desenvolvimento das habilidades não consolidadas pelos alunos, sem que se perca o foco no currículo escolar adotado pela rede (CBC).
Show more

89 Read more

ERVAS AROMÁTICAS – UMA ESTRATÉGIA PARA A REDUÇÃO DO SAL NA ALIMENTAÇÃO DOS PORTUGUESES – Normas de Orientação Clínica

ERVAS AROMÁTICAS – UMA ESTRATÉGIA PARA A REDUÇÃO DO SAL NA ALIMENTAÇÃO DOS PORTUGUESES – Normas de Orientação Clínica

Neste contexto, a DGS possui um representante no Grupo de Alto Nível da Comissão Europeia sobre Nutrição e Atividade Física, assumindo os compromissos de ação deste organismo para a redução do sal no seio da Direção-Geral da Saúde e do Consumidor (DG Sanco) e acompanhando as iniciativas da Organização Mundial de Saúde nesta área, nomeadamente através da participação na Rede Europeia de Ação para o Sal (ESAN) que promove a harmonização dos programas de redução de consumo de sal em países da EU comprometidos com a redução da ingestão de sal e na construção de ação internacional sobre a redução de sal.
Show more

19 Read more

CARTA DOS DIREITOS DO DOENTE INTERNADO – Normas de Orientação Clínica

CARTA DOS DIREITOS DO DOENTE INTERNADO – Normas de Orientação Clínica

O doente tem direito, se assim o desejar, de não ser informado sobre o seu estado de saúde, podendo, nesse caso, indicar quem pode receber a informação em seu lugar, devendo este facto[r]

12 Read more

Estruturas do sistema de saúde: do complexo médico-industrial ao médico-financeiro.

Estruturas do sistema de saúde: do complexo médico-industrial ao médico-financeiro.

A partir da Segunda Guerra, nos anos 50, a indústria farmacêutica, que emergiu como produto das novas descobertas de medicamentos, passou a influenciar crescentemente a prática médica. Médicos e pacientes tinham agora à sua disposição um quantitativo surpreendente de novas drogas que ofereciam a promessa de resolver “velhos” problemas de saúde. O impacto sobre as condições de saúde dos indivíduos foi extremamente forte e o imaginário coletivo resultante passou a aceitar os medicamentos produzidos pela indústria farmacêutica como uma das grandes conquistas da Humani- dade.
Show more

16 Read more

UNIVERSIDADE FEDERAL DE JUIZ DE FORA CENTRO DE POLÍTICAS PÚBLICAS E AVALIAÇÃO DA EDUCAÇÃO PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO PROFISSIONAL EM GESTÃO E AVALIAÇÃO DA EDUCAÇÃO PÚBLICA ALINE SANTOS DE ALMEIDA

UNIVERSIDADE FEDERAL DE JUIZ DE FORA CENTRO DE POLÍTICAS PÚBLICAS E AVALIAÇÃO DA EDUCAÇÃO PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO PROFISSIONAL EM GESTÃO E AVALIAÇÃO DA EDUCAÇÃO PÚBLICA ALINE SANTOS DE ALMEIDA

A presente dissertação foi desenvolvida no âmbito do Mestrado Profissional em Gestão e Avaliação da Educação (PPGP) do Centro de Políticas Públicas e Avaliação da Educação da Universidade Federal de Juiz de Fora (CAEd/UFJF). Esse estudo tem como objetivo geral analisar as dificuldades percebidas pelos professores de 14 escolas da SEDUC/AM de ensino fundamental regular, de tempo parcial, da cidade de Manaus na implementação da Hora de Trabalho Pedagógico (HTP) na escola. Para tal, foi feita uma contextualização sobre a Hora de Trabalho Pedagógico (HTP) por meio dos marcos normativos nacionais, estaduais e da própria rede de ensino. Também foi apresentada uma contextualização geral da SEDUC/AM e mais específica das escolas da capital por se tratar do recorte do público alvo da pesquisa. Trata-se de uma pesquisa de método misto, justificada pela necessidade de uma análise integrada dos aspectos qualitativos e quantitativos, resultante da pesquisa bibliográfica, documental, de campo, por meio da aplicação de questionário respondido por 85 professores, e entrevista com quatro gestores do macro sistema da rede estadual de ensino. Os autores principais que embasam o referencial teórico são: Duarte e Augusto (2007), Libâneo (2011) e Tardif (2014) sobre saberes e trabalho docente, Nóvoa (1992, 2012 e 2014), Perrenoud (2000) e Imbernón (2005 e 2009) como referencial de formação continuada de professores, Mainardes (2006) e Condé (2012) com a abordagem do ciclo de políticas, e referente à política da Hora de Trabalho Pedagógico (HTP), Czekalski (2008) e Borduchi (2013). Finalizando, no Capítulo 3 são apresentadas propostas de ações para melhoria na implantação e implementação da política na SEDUC/AM, por meio de um Plano de Ação Educacional (PAE) no modelo 5W2H. Os resultados obtidos na pesquisa revelam
Show more

179 Read more

DESAFIOS DA AVALIAÇÃO EM LARGA ESCALA NO ESTADO DO AMAZONAS: CONTRIBUIÇÕES PARA A DIVULGAÇÃO E APROPRIAÇÃO DOS RESULTADOS DO SADEAM – Mestrado em Gestão e Avaliação da Educação Pública

DESAFIOS DA AVALIAÇÃO EM LARGA ESCALA NO ESTADO DO AMAZONAS: CONTRIBUIÇÕES PARA A DIVULGAÇÃO E APROPRIAÇÃO DOS RESULTADOS DO SADEAM – Mestrado em Gestão e Avaliação da Educação Pública

A presente dissertação é desenvolvida no âmbito do Mestrado Profissional em Gestão e Avaliação da Educação (PPGP) do Centro de Políticas Públicas e Avaliação da Educação da Universidade Federal de Juiz de Fora (CAEd/UFJF). O caso de gestão estudado discutiu sobre novas contribuições para a divulgação e apropriação dos resultados do SADEAM. Os objetivos definidos para este estudo foram analisar as estratégias de divulgação dos resultados já existentes e propor seu aprimoramento. Assumido como hipótese, os mecanismos de divulgação de dados do SADEAM ainda podem ser mais eficazes, assim como é possível promover uma melhor apropriação deles entre os profissionais da educação. Para tanto, foram utilizados como métodos de pesquisa: análise documental, pesquisa bibliográfica, entrevista com roteiro semiestruturado e questionários. Esta investigação aborda, no primeiro momento, o contexto de surgimento das avaliações em larga escala no Brasil, cujo marco inaugural foi a implantação do SAEB. Na sequência, descreve-se a implementação e o funcionamento do SADEAM. Expõe-se elementos como as matrizes de referência, as disciplinas avaliadas, as formas de divulgação dos resultados e os resultados obtidos. O foco é, sobretudo, a análise do processo de divulgação dos resultados. Ao final, são propostas novas ações nas estratégias de divulgação dos resultados do SADEAM, as quais poderão contribuir para facilitar a sua compreensão e apropriação entre os profissionais da área educacional.
Show more

118 Read more

RAIMUNDA PASSOS DA SILVA A ATUAÇÃO DO GESTOR NA UTILIZAÇÃO DOS RESULTADOS DO SADEAM EM DUAS ESCOLAS ESTADUAIS DA COORDENADORIA DISTRITAL DE EDUCAÇÃO 01

RAIMUNDA PASSOS DA SILVA A ATUAÇÃO DO GESTOR NA UTILIZAÇÃO DOS RESULTADOS DO SADEAM EM DUAS ESCOLAS ESTADUAIS DA COORDENADORIA DISTRITAL DE EDUCAÇÃO 01

A SEDUC não disponibiliza às coordenadorias nenhum documento padrão para a avaliação dos gestores das escolas que ficam sob sua responsabilidade, ficando a cargo de cada CDE a elaboração do instrumento e os atores que participarão desse processo. Na coordenadoria que atende às escolas selecionadas para a pesquisa, os gestores são avaliados no decorrer do ano letivo através dos relatórios de assessoramento, rendimentos bimestrais, parecer técnico bimestral, resultados de avaliações externas, registros em Livros de Atas e opinião dos professores, que respondem a questionários sobre a gestão escolar, levando em conta aspectos administrativos, pedagógicos e relacionais.
Show more

137 Read more

Agricultura e gestão da água. 1 - Avaliação e previsão de necessidades de água para a rega em Portugal continental

Agricultura e gestão da água. 1 - Avaliação e previsão de necessidades de água para a rega em Portugal continental

A utilização racional dos recursos hídricos envolve uma pro­ blemática complexa, tanto maior quanto sejam limitados os re­ cursos disponíveis, quer em quantidade, quer em qualidade. De facto, o desenvolvimento das actividades económicas e o incre­ mento das necessidades das populações vêm criando necessidades em água crescentes, originando situações concorrenciais para os seus consumos, nomeadamente em relação à actividade agrícola. Neste quadro, a avaliação e a previsão dos consumos e necessi­ dades agrícolas constitui um factor de importância fundamental, tanto para a gestão da água, como para a planificação do desen­ volvimento do regadio.
Show more

34 Read more

A subordinação do trabalho docente à lógica do capital — Outubro Revista

A subordinação do trabalho docente à lógica do capital — Outubro Revista

Ao entendermos a atividade docente como trabalho e portanto, os pro- fessores como trabalhadores, estamos afirmando que desenvolvemos uma atividade humana à qual imprimimos finalidade, a projetamos idealmente e buscamos formas de concretizá-la no real vivido. É isso que nos confere a qualidade de humanos e nos possibilita o desenvolvimento da vida em socie- dade. A capacidade de conceber e executar é o que perpetua nossa espécie. Nós, professores universitários, experimentamos inclusive o privilégio de po- der manter a indissociabilidade entre a concepção e a execução do trabalho, pois temos um relativo controle dos meios para realizá-lo. Mas isso não nos permite afirmar que a lógica geral do sistema capitalista não imprime os con- tornos deste privilégio. Vendemos nossa força de trabalho e este é o primeiro limite. Ainda que esta relação não se paute na produção de mais-valia e por- tanto se caracterize enquanto um trabalho improdutivo, não podemos esque- cer que também no trabalho docente se evidencia a liberdade e a castração enquanto componentes do trabalho na sociedade capitalista. 6
Show more

8 Read more

FRETES E SEGUROS SOBRE COMPRAS E VENDAS DE MERCADORIAS

FRETES E SEGUROS SOBRE COMPRAS E VENDAS DE MERCADORIAS

O custo real de uma mercadoria adquirida não é somente o constante de nota fiscal, mas o que resulta da soma deste com todas as despesas necessárias para a colocação do produto em condições de venda. Normalmente, são os custos de fretes e seguros que aparecem com maior freqüência .

2 Read more

Show all 10000 documents...

Related subjects