Top PDF TABELAS DE VOLUME PARA A FLORESTA DE TERRA FIRME DA ESTAÇÃO EXPERIMENTAL DE SILVICULTURA TROPICAL.

Flebotomíneos (Díptera: Psychodidae) de uma Floresta Primária de Terra Firme da Estação Experimental de Silvicultura Tropical, Estado do Amazonas, Brasil.

Flebotomíneos (Díptera: Psychodidae) de uma Floresta Primária de Terra Firme da Estação Experimental de Silvicultura Tropical, Estado do Amazonas, Brasil.

RESUMO - Estudos sobre o levantamento da fauna de flebótomos foram realizados numa floresta primária de terra firme da Estação Experimental de Silvicultura Tropical (EEST) do Instituto Nacional de Pesquisas da Amazônia (INPA), durante os meses de outubro de 1998 a março de 1999. Utilizando-se de armadilhas luminosas CDC colocadas a 1m, 10m e 20 metros de altura do solo, foram coletados 7.409 flebótomos, pertencentes a dois gêneros, Lutzomyia (99,98 %) e Brumptomyia (0,02%), abrangendo 39 espécies. Dentro do gênero Lutzomyia, os subgêneros mais representados foram Nyssomyia, com 39,43%, e Psychodopygus com 22,68%. O número de flebotomíneos coletados foi crescente, a partir do início da estação chuvosa.
Mostrar mais

14 Ler mais

Hedylidae (Lepidoptera: Hedyloidea) coletados à luz a 40 metros de altura no dossel da floresta da Estação Experimental de Silvicultura Tropical em Manaus, Amazonas, Brasil.

Hedylidae (Lepidoptera: Hedyloidea) coletados à luz a 40 metros de altura no dossel da floresta da Estação Experimental de Silvicultura Tropical em Manaus, Amazonas, Brasil.

Segundo o RADAM/BRASIL (1978), trata-se de uma área de terra firme coberta por uma Floresta Densa Tropical; o clima é do tipo “Am”, segundo a classificação de Köppen, corresponde a um clima tropical quente e úmido, com chuvas abundantes e bem distribuídas ao longo do ano; temperatura média anual de 26ºC, com a mínima de 18ºC e a máxima de 39ºC; a precipitação anual varia de 1.800 a 2.800 mm.

4 Ler mais

FACULDADE DE TECNOLOGIA UNIVERSIDADE DE BRASÍLIA

FACULDADE DE TECNOLOGIA UNIVERSIDADE DE BRASÍLIA

A dinâmica da vegetação do componente regenerante (CR) e do componente arbóreo (CA) na Floresta Tropical de Terra Firme, Estação Experimental da Embrapa Amazônia Oriental no município de Moju foi avaliada durante o período de doze anos após a exploração florestal planejada. O estudo teve como objetivo avaliar a composição florística e estrutural, assim como a dinâmica em dois componentes da vegetação da floresta (CR e CA), com base no número de indivíduos e na área basal. Amostrou-se os indivíduos do componente regenerante (HT ³ 10 cm e DAP < 5 cm) e arbóreo (DAP ³ 5 cm) avaliados em 1,08 ha, distribuídos em 27 parcelas de 16 m 2 para o CR e 27 parcelas de 400 m 2 para o CA. As medições foram realizadas entre 1998 e 2010. Foram registrados 3.621 indivíduos, 180 espécies e 41 famílias no CR e, 1.172 indivíduos, 136 espécies e 38 famílias no CA. As mudanças florísticas observadas nos setores (setor 1, setor 2 e setor 3) da clareira, para o CR e CA determinaram a significância da superioridade da riqueza registrada na medição de 2010. Exceto no setor 1, nos dois componentes, onde a riqueza em espécies no ano 1998 foi superior a de 2010. O aumento na riqueza em espécies, para o CR refletiram diferenças significativas nos índices de diversidade ao passo que para o CA esse aumento não foi significativo. No decorrer do período estudado não houve modificações expressivas na posição hierárquica das 10 espécies mais representativas, segundo o VI. As mudanças estruturais mais significativas ocorreram principalmente no CR. A vegetação apresentou comportamento dinâmico acelerado para o CR e dinâmico constante de estabilidade para o CA, no decorrer do período estudado, tanto nos três setores da clareira quanto nos períodos menores das medições. Analisando em conjunto os resultados indicam que a floresta encontra-se em fase de sucessão inicial de (re)construção, após a exploração florestal.
Mostrar mais

112 Ler mais

Doborâturile de vânt, motiv de silvicultură de factură ecologică la nivel european

Doborâturile de vânt, motiv de silvicultură de factură ecologică la nivel european

Nu-i deci de mirare că o parte din tineret s-a constituit într-un partid care militează pentru protecţia unei naturi pe cât se poate ... fără silvicultori, fapt care reiese şi din noua versiune a legii federale germane pen- tru protecţia naturii, concepută în spiritul partidului numit mai sus. Noile prescripţii au intrat în vigoare la 4 aprilie 2002, ţelul urmărit fiind extinderea rezervaţiilor natu- rale până la 10 % din teritoriul naţional. La consfătuirile prealabile, silvicultorii nu au avut acces. “Va veni timpul când noi, sil- vicultorii, nu vom putea intra în pădure decât cu autorizaţie...”, aşa spunea un şef de ocol, fost student al profesorului Prodan. Demn de notat că şi din Franţa vin păreri asemănătoare, anume că silvicultura în apusul Europei este cam “alături de drum”. Cităm: “L'ouragane du 26 décembre 1999... une aubaine pour la foret. Il nous donne l'occasion de revoir et d'améliorer certaines pratiques sylvicoles”.
Mostrar mais

4 Ler mais

Orientações para a implementação de iniciativas de prevenção e controlo do tabagismo de âmbito populacional – Normas de Orientação Clínica

Orientações para a implementação de iniciativas de prevenção e controlo do tabagismo de âmbito populacional – Normas de Orientação Clínica

Não obstante existir um espaço de decisão dos serviços e profissionais sobre quais as intervenções mais adequadas para responder às necessidades de saúde da sua [r]

12 Ler mais

Diversidade, taxonomia e distribuição por estados brasileiros das famílias Bartramiaceae, Brachytheciaceae, Bryaceae, Calymperaceae, Fissidentaceae, Hypnaceae e Leucobryaceae (Bryophyta) da Estação Científica Ferreira Penna, Caxiuanã, Pará, Brasil.

Diversidade, taxonomia e distribuição por estados brasileiros das famílias Bartramiaceae, Brachytheciaceae, Bryaceae, Calymperaceae, Fissidentaceae, Hypnaceae e Leucobryaceae (Bryophyta) da Estação Científica Ferreira Penna, Caxiuanã, Pará, Brasil.

Foi realizado o inventário das espécies de musgos (Bryophyta) da Estação Científica Ferreira Penna, município de Melgaço, estado do Pará. Esta estação possui 85% de sua área ocupada por mata de terra firme, bem conservada. Sua vegetação de fanerógamas já está relativamente estudada. Porém o estudo dos musgos está avançando agora com este trabalho. Além de inventariar as espécies de musgos ocorrentes na área, outros objetivos são ampliar a distribuição geográfica das espécies ainda não referidas para a região, registrar o tipo de substrato e ecossistema onde elas ocorrem. Foram identificadas 84 espécies, 37 gêneros e 19 famílias. Esse trabalho é parte dos estudos realizados com os musgos da ECFPn, tratando apenas das 47 espécies pertencentes às famílias Bartramiaceae, Brachytheciaceae, Bryaceae, Calymperaceae, Fissidentaceae, Hypnaceae e Leucobryaceae. Para cada táxon foram citados, herbário, referências de descrições, comentários com as características diagnósticas, habitats, distribuição geográfica brasileira e material examinado. São novas referências para Amazônia Brasileira, Fissidens pauperculus M.Howe e Octoblepharum costatum H.A.Crum e para o estado do Pará, Syrrhopodon incompletus Schwägr. var. berteroanus (Brid.) W.D.Reese e Leucobryum crispum Müll.Hal.
Mostrar mais

20 Ler mais

A IMPLANTAÇÃO DA AVALIAÇÃO DE DESEMPENHO POR COMPETÊNCIAS NA SECRETARIA DE ESTADO DE EDUCAÇÃO DE MINAS GERAIS NO ANO DE 2014 – Mestrado em Gestão e Avaliação da Educação Pública

A IMPLANTAÇÃO DA AVALIAÇÃO DE DESEMPENHO POR COMPETÊNCIAS NA SECRETARIA DE ESTADO DE EDUCAÇÃO DE MINAS GERAIS NO ANO DE 2014 – Mestrado em Gestão e Avaliação da Educação Pública

O capítulo I apresenta a política implantada pelo Choque de Gestão em Minas Gerais para a gestão do desempenho na Administração Pública estadual, descreve os tipos de pro[r]

194 Ler mais

O FLUXO DE PROCESSOS NA COORDENAÇÃO DE CONTRATOS DA UNIVERSIDADE FEDERAL DE JUIZ DE FORA: UM ESTUDO SOBRE OS MAIORES DESAFIOS PARA A OTIMIZAÇÃO DOS TRABALHOS – Mestrado em Gestão e Avaliação da Educação Pública

O FLUXO DE PROCESSOS NA COORDENAÇÃO DE CONTRATOS DA UNIVERSIDADE FEDERAL DE JUIZ DE FORA: UM ESTUDO SOBRE OS MAIORES DESAFIOS PARA A OTIMIZAÇÃO DOS TRABALHOS – Mestrado em Gestão e Avaliação da Educação Pública

Vale registrar, que essa pesquisa tem por objetivos específicos descrever os desafios enfrentados para o regular desenvolvimento dos processos de trabalho que visem à formalização [r]

155 Ler mais

UNIVERSIDADE FEDERAL DE JUIZ DE FORA CENTRO DE POLÍTICAS PÚBLICAS E AVALIAÇÃO DA EDUCAÇÃO PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO PROFISSIONAL EM GESTÃO E AVALIAÇÃO DA EDUCAÇÃO PÚBLICA ALINE SANTOS DE ALMEIDA

UNIVERSIDADE FEDERAL DE JUIZ DE FORA CENTRO DE POLÍTICAS PÚBLICAS E AVALIAÇÃO DA EDUCAÇÃO PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO PROFISSIONAL EM GESTÃO E AVALIAÇÃO DA EDUCAÇÃO PÚBLICA ALINE SANTOS DE ALMEIDA

O “tempo necessário” para as atividades complementares foi definido no tópico “Objetivos e Metas”, no qual apresentou duas metas referentes ao eixo da jornada de trabalho, a [r]

179 Ler mais

O CURSO EXTRAPOLANDO - DISCUTINDO A AÇÃO DE FORMAÇÃO CONTINUADA PARA OS PROFESSORES DOS LABORATÓRIOS DE APRENDIZAGEM DE JUIZ DE FORA

O CURSO EXTRAPOLANDO - DISCUTINDO A AÇÃO DE FORMAÇÃO CONTINUADA PARA OS PROFESSORES DOS LABORATÓRIOS DE APRENDIZAGEM DE JUIZ DE FORA

Assim esperamos poder contribuir para a melhoria desse curso que desde a sua criação em 2006, passou por diferentes coordenadores, mas que tem se constituído como um espa[r]

120 Ler mais

Resumen La construcción del camino para la conquista de la tierra: un espacio de transformación del Movimento dos Trabalhadores Rurais Sem-Terra

Resumen La construcción del camino para la conquista de la tierra: un espacio de transformación del Movimento dos Trabalhadores Rurais Sem-Terra

A consciência política não é somente desenvolvida através do trabalho de base, mas também à medida que vai mantendo viva a memória da luta. Nesse sentido, a mística trabalha com um calendário anual de luta com comemorações e reconhecimento das experiências bem sucedidas por outros companheiros que já trilham o caminho da conquista da terra e de manifestações de indignação contra a impunidade nos crimes contra o trabalhador rural. É o exemplo de Eldorado dos Carajás. O dia do massacre é lembrado todos os anos nacionalmente com manifestações e passeatas de protesto para denunciar a sociedade que trabalhadores morreram e continuam morrendo porque lutam para ter uma vida digna. Em Canindé do São Francisco, o resgate se dá com a comemoração do dia treze de março, uma data importante para a regional do sertão. Os trabalhadores mantêm viva a história da primeira ocupação, percorrendo o mesmo caminho que deu inicio à luta em 1996. A comemoração é um ato místico, porque valoriza a experiência histórica acumulada.
Mostrar mais

24 Ler mais

Manual de Contagem de Hidratos de Carbono na Diabetes Mellitus para profissionais de saúde – Normas de Orientação Clínica

Manual de Contagem de Hidratos de Carbono na Diabetes Mellitus para profissionais de saúde – Normas de Orientação Clínica

Nas situações em que existe uma rotina (diária ou semanal), como na escola ou no trabalho, é muitas vezes necessário proceder ao ajuste do plano alimentar, de acordo com o horário definido e tendo em conta a flexibilidade existente para fazer as refeições e a monitorização das glicemias. Da mesma forma, em situações pontuais como, por exemplo, em eventos festivos, idas a restaurantes, ou dias de doença, deverão ser fornecidas orientações nutricionais que se adequem e permitam o melhor controlo possível. Muitas vezes, fora de casa, é necessário recorrer a outras estratégias para contabilizar HC, nem sempre sendo possível utilizar a balança. Desta forma, a utilização das medidas caseiras indicadas nas tabelas de porções, a consulta de guias visuais e a leitura da informação nutricional de rótulos poderá ser a alternativa nestas situações.
Mostrar mais

44 Ler mais

Estrutura de Dados para Tecnologia

Estrutura de Dados para Tecnologia

duplamente encadeada com este valor caso o mesmo ainda não exista na lista, em ordem CRESCENTE, ou seja, sempre entre um nó contendo um valor menor e outro contendo um valor maior que[r]

64 Ler mais

Estrutura de Dados para Tecnologia

Estrutura de Dados para Tecnologia

int *pi // variável “pi” é ponteiro para inteiro float *pc // variável “pc” é ponteiro para float char *xy // variável “xy” é ponteiro para caracter. unsigned long int *de [r]

34 Ler mais

UNIVERSIDADE FEDERAL DE JUIZ DE FORA CENTRO DE POLÍTICAS PÚBLICAS E AVALIAÇÃO DA EDUCAÇÃO PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO PROFISSIONAL EM GESTÃO E AVALIAÇÃO DA EDUCAÇÃO PÚBLICA MARÍLIA ROMEIRO VITT

UNIVERSIDADE FEDERAL DE JUIZ DE FORA CENTRO DE POLÍTICAS PÚBLICAS E AVALIAÇÃO DA EDUCAÇÃO PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO PROFISSIONAL EM GESTÃO E AVALIAÇÃO DA EDUCAÇÃO PÚBLICA MARÍLIA ROMEIRO VITT

Desse modo, tomando como base a estrutura organizacional implantada nas SREs do Estado de Minas Gerais, com a criação da Diretoria de Pessoal, esta pesquisa permitirá que [r]

126 Ler mais

Sobre a consistência lógica da lei tendencial da queda da taxa de lucro de Marx — Outubro Revista

Sobre a consistência lógica da lei tendencial da queda da taxa de lucro de Marx — Outubro Revista

A resposta de Laibman à Kliman and Freeman contém uma proposição crucial: “O teorema de Okishio pode ser posto desta forma: se uma mudança técnica viável é feita e a taxa real[r]

35 Ler mais

ASPECTOS FLORÍSTICOS QUANTITATIVOS E COMPARATIVOS DA VEGETAÇÃO ARBÓREA DA RESERVA FLORESTAL DO SACAVÉM, SÃO LUÍS, MARANHÃO (BRASIL).

ASPECTOS FLORÍSTICOS QUANTITATIVOS E COMPARATIVOS DA VEGETAÇÃO ARBÓREA DA RESERVA FLORESTAL DO SACAVÉM, SÃO LUÍS, MARANHÃO (BRASIL).

Inventário ecológico em floresta pluvial tropical de terra firme, Serra Norte, Carajás, Pará. Ecological studies on rain forest in Northern Suriname[r]

29 Ler mais

Show all 10000 documents...

temas relacionados