Top PDF Uma proposta para o ensino de trigonometria a partir do uso de quadrinhos como recurso didático

Uma proposta para o ensino de trigonometria a partir do uso de quadrinhos como recurso didático

Uma proposta para o ensino de trigonometria a partir do uso de quadrinhos como recurso didático

Os docentes de Matemática, ao longo de sua formação e atuação, possuem dificuldades no trabalho do conteúdo de Trigonometria, portanto existe a necessidade de utilizar recursos didáticos que facilitem o ensino, possibilitem interações professor-aluno e que tornem a aula interessante e motivadora. Sendo assim, a pesquisa objetivou apontar caminhos para o ensino de trigonometria através do produto educacional com base em tirinhas para o ensino de Trigonometria. Utilizamos um estudo bibliográfico como base para construção de nossa discussão teórica e na elaboração de nosso objeto de aprendizagem. Foi criada uma história em quadrinhos no formato de tiras denominada “As aventuras de Dreamer no mundo trigonométrico”. As tirinhas, que foram confeccionadas à mão livre, são embasadas em assuntos trigonométricos relacionando o uso deste conhecimento à sua aplicabilidade no cotidiano. A partir das tirinhas, foram desenvolvidas sequências didáticas que explicam ao professor como eles podem utilizar este recurso didático em sala de aula. Foram confeccionadas duas sequências didáticas: Trigonometria no Triângulo Retângulo e a Trigonometria na Circunferência com oito atividades cada sequência. Assim identificamos os autores referencias do ensino com quadrinhos que é possível metodologias diferentes para o aprendizado de Trigonometria. Conclui-se que esse material tem potenciais didáticos que ajudam o professor de Matemática a incrementar sua prática didática com situações que esclarecem questionamentos, trazem curiosidades, tornando as aulas ainda mais dinâmicas e o aluno participativo, crítico e reflexivo nas aulas, socializando seus achados e compreendendo a aplicação e resolução de problemas por meio da mobilização dos conhecimentos trigonométricos através das atividades desencadeadas pelas tiras confeccionadas.
Mostrar mais

132 Ler mais

O uso do aparelho celular como recurso didático

O uso do aparelho celular como recurso didático

Um dos conflitos que permeia o processo de ensino aprendizagem hoje tem sido a presença do aparelho de telefonia móvel o celular, tal fato provocou este estudo e trouxe como objeto: O USO DO APARELHO CELULAR COMO RECURSO DIDÁTICO; diante deste assunto e a partir dos textos estudados que nortearam este trabalho, fica aqui a proposta de debater e confrontar idéias como também estimular novas pesquisas acerca da sugestão que permeia o tema, o qual tem causado impasse entre profissionais da educação e educandos no âmbito escolar, este segundo por sua vez na condição de “Nativos Digitais” se realizam em redes de contato, buscando gratificações imediatas.
Mostrar mais

26 Ler mais

Histórias em quadrinhos como recurso didático para o ensino de física na educação de jovens e adultos

Histórias em quadrinhos como recurso didático para o ensino de física na educação de jovens e adultos

Neste trabalho, será proposto o desenvolvimento de um produto educacional para o ensino de Física com o uso do recurso de histórias em quadrinhos como elemento motivador para estudantes da educação básica, na modalidade EJA (educação de jovens e adultos), através de uma investigação teórica e prática. A partir dessa investigação foi elaborado um modelo educacional no formato de apostilas e guias ao professor para a aplicação das histórias em quadrinhos em sala de aula. Este trabalho teve como base alunos de uma escola municipal da área urbana do município de Siderópolis/SC. Visando as necessidades e anseios dos alunos dessa modalidade de ensino, e o desafio que o professor enfrenta ao trabalhar a Física em sala com alunos cuja faixa etária não corresponde ao ensino regular. Foram criados personagens originais, em situações do cotidiano dos estudantes, proporcionando uma liberdade na forma como os conceitos seriam tratados. Os quadrinhos são pensados de forma a apresentar situações facilmente reconhecíveis e com certa dose de humor. Isso contribuiu para a desmistificação da ideia do senso comum de que a física é uma ciência restrita apenas a cientistas e está presente exclusivamente em laboratórios. Durante a aplicação do projeto foram realizados posteriores questionários a fim de mensurar de uma forma qualitativa a apropriação dos conceitos trabalhados mediados com histórias em quadrinhos. Os resultados indicam que o uso das histórias em quadrinhos associadas a uma metodologia adequada de ensino contribuiu para o aprendizado e motivação dos alunos. Ao estudar conceitos físicos associados a situações da vida os estudantes não apresentaram resistência à disciplina percebendo que a Física é uma ciência presente e acessível. Os estudantes foram incentivados a traduzirem a linguagem artística para a linguagem científica, bem como a produção de histórias em quadrinhos traduzindo a linguagem científica em linguagem artística. Por se tratar de um material didático de baixo custo, o mesmo é altamente disseminável tornando-se um facilitador para as práticas educacionais no ensino de Física.
Mostrar mais

126 Ler mais

UMA PROPOSTA PARA O ENSINO DE TRIGONOMETRIA UTILIZANDO O SOFTWARE GEOGEBRA

UMA PROPOSTA PARA O ENSINO DE TRIGONOMETRIA UTILIZANDO O SOFTWARE GEOGEBRA

Em nosso dia-a-dia em sala de aula, temos observado que os estudantes vˆeem a Tri- gonometria como um complicado desafio, obscuro e dif´ıcil de ser compreendido. Assim, o entendimento das raz˜oes trigonom´etricas, tanto no triˆangulo retˆangulo quanto no ciclo trigonom´etrico, fica bastante comprometido. Pensando nisso e na necessidade de uma mudan¸ca nesse panorama, desenvolvemos uma proposta para o ensino da Trigonometria a partir do software de geometria dinˆamica GeoGebra. Acreditamos que o bom uso dessa tecnologia pode realmente alcan¸car os objetivos que n˜ao temos conseguido obter com os m´etodos tradicionais, at´e porque traz uma motiva¸c˜ao extra para os alunos. Utilizando um software de geometria dinˆamica, o aluno pode fazer v´arios testes com uma s´o constru¸c˜ao. J´a nos m´etodos tradicionais, utilizando r´egua e compasso para a constru¸c˜ao dos objetos geom´etricos, o aluno precisar´a fazer uma constru¸c˜ao para cada teste. Assim, o aluno ter´a mais chances para compreender a natureza e as propriedades dos objetos geom´etricos que estiverem estudando. A partir disto, pretendemos apresentar indica¸c˜oes de fundamentos e de procedimentos da pr´atica pedag´ogica em Trigonometria que, se utilizados, traduzem, na pr´atica, o princ´ıpio de estarmos interessados em que os nossos alunos aprendam e se desenvolvam, tanto individual como coletivamente, resultando em avan¸cos quanto ao aprendizado do tema em quest˜ao.
Mostrar mais

119 Ler mais

Jogo Atomiquiztica: proposta de um recurso didático para o ensino de química

Jogo Atomiquiztica: proposta de um recurso didático para o ensino de química

Platão (427- 348 a.C.) já afirmava da importância de “aprender brincando”. Os Romanos utilizavam jogos físicos com a finalidade de se desenvolverem como cidadãos e ao mesmo tempo soldados. Os egípcios e os maias utilizavam jogos para aprender normas, valores e padrões de convívio social com os mais velhos. No entanto no período da Idade Média houve uma regressão no uso de jogos, pois os ideais do cristianismo e a Igreja pregavam uma educação disciplinadora e condenava como pecadores aqueles que jogavam, até mesmo com o intuito de educar. A partir do século XVI é que os jogos passaram a ter uma importância novamente, pois os humanistas do período do Renascimento perceberam o valor educativo que os jogos propiciavam. Os colégios de ordem jesuítica, na figura de Inácio de Loyola foram os primeiros a utilizarem em sala de aula. O fundador da companhia de Jesus percebe a importância dos jogos como exercícios para formação do indivíduo e o reconhece como instrumento didático (CUNHA, 2012).
Mostrar mais

48 Ler mais

Uma proposta de uso da história da matemática como recurso didático no ensino de áreas

Uma proposta de uso da história da matemática como recurso didático no ensino de áreas

Acreditamos que as coloca¸c˜ oes desses autores refor¸cam a ideia de que a Matem´ atica n˜ ao ´ e feita apenas de f´ ormulas e resultados prontos, como parece a muitos alunos, princi- palmente aos que apresentam dificudades nesse conte´ udo, mas que ela veio de um longo processo hist´ orico onde cada um deu a sua contribui¸c˜ ao, com base no que j´ a havia sido desenvolvido, para a partir da´ı, chegar a novos resultados. D’Ambrosio (2012) afirma que a hist´ oria est´ a se consolidando como um elemento diferenciado para o ensino de ma- tem´ atica, desfazendo a ideia de uma ciˆ encia cristalizada. Al´ em disso, ele destaca que: conhecer, historicamente, pontos altos da Matem´ atica de ontem poder´ a, na melhor das hip´ oteses e, de fato faz isso, orientar no aprendizado e no desenvolvimento da Matem´ atica de hoje.
Mostrar mais

80 Ler mais

História em quadrinhos como recurso didático para conservação das nascentes hídricas

História em quadrinhos como recurso didático para conservação das nascentes hídricas

A necessidade de novas práticas pedagógicas é constante em razão das múltiplas transformações na sala de aula. Com a proposta de uma alternativa lúdica para o ensino fundamental II, a partir da produção de História em Quadrinhos (HQs) sobre a situação hídrica da comunidade de Vila Piedade-Jaboatão dos Guararapes, Pernambuco-Brasil, teve-se como objetivo desenvolver uma estratégia didática para o processo de ensino aprendizagem de Ciências Ambientais. A partir das abordagens observadas pelos estudantes e demostradas em suas HQs, foi produzida uma HQs “A turma do Manuel Bandeira em: as nascentes hídricas”, por meio de uma plataforma virtual gratuita, promovendo não apenas a sensibilização ambiental para a conservação das nascentes, mas também contribuindo para criação de laços identitários referentes à comunidade. O trabalho foi pautado em uma pesquisa-ação dividida em quatro fases: Fase Exploratória, identificação dos atores e diagnóstico dos problemas; Fase de Pesquisa, coleta de dados, aquisição de conceitos científicos; Fase Ação, elaboração da ferramenta pedagógica; e Fase Avaliação, validação do produto com docentes e estudantes, numa abordagem qualitativa, que, através da análise sistêmica, buscou-se tanto identificar os diferentes componentes de um sistema ambiental como salientar as relações entre seus componentes, além das relações entre os elementos biofísicos e os elementos sociais de uma situação ambiental. Os assuntos relacionados à conservação das nascentes hídrica não se restringem apenas à sala de aula, mas ao conhecimento in loco dos mananciais, da mata ciliar, do leito do rio e das demais interações sociais que interagem neste sistema. Foi constatado que as HQs por agregarem, em maioria, baixo custo, linguagem facilmente interpretada por diversas faixas etárias e forte característica lúdica facilitou o processo de ensino-aprendizagem, proporcionando mudança de postura em relação ao interesse dos estudantes pela leitura, melhorando a capacidade de interpretação deles e criando vínculos afetivos a partir da sensibilização sobre a situação das nascentes.
Mostrar mais

72 Ler mais

O USO DA HIPERMÍDIA COMO RECURSO DIDÁTICO PARA O ENSINO DE POESIA NO ENSINO MÉDIO

O USO DA HIPERMÍDIA COMO RECURSO DIDÁTICO PARA O ENSINO DE POESIA NO ENSINO MÉDIO

O estudo da literatura, mais especificamente da poesia, precisa encontrar novas formas de aproximação no que tange o desenvolvimento do interesse do aluno por tal gênero textual. Partindo do pressuposto de que o ensino da literatura e de sua poesia tem se dado, na escola brasileira, de maneira tradicional e ultrapassada, baseado, quase sempre, no historicismo e na biografia dos grandes autores, buscou-se, como ponto de partida, analisar dois dos mais usados livros didáticos de literatura para o Ensino Médio, ambos com forte vinculação com as exigências dos principais vestibulares brasileiros e do Enem. Diante do constatado, buscou-se apresentar um novo caminho metodológico para ensinar e aprender poesia e, para tanto, escolheu-se a metodologia da pesquisa-ação com a proposta de criação de poesias hipermidiáticas por alunos do Ensino Médio. O projeto partiu do princípio de que é preciso valorizar-se o caráter de múltiplos significados que a poesia tem, visando a trazer ao discente uma experiência de fruição do texto poético para, a partir daí, trabalhar sentidos e significados, sempre tendo como mediador a figura do professor de literatura. Os resultados obtidos são neste trabalho relatados, buscando socializá-los com os professores de literatura, preocupados com a formação leitora de seu alunado.
Mostrar mais

105 Ler mais

O uso da maquete como recurso didático no ensino da geografia

O uso da maquete como recurso didático no ensino da geografia

Essa atividade foi realizada através do subprojeto intitulado: “O ensino de Geografia: da teoria à prática”, que está vinculado ao LEG (Laboratório Ensino de Geografia), da Universidade Estadual do Oeste do Paraná – UNIOESTE, campus de Marechal Cândido Rondon. Que tem como proposta desenvolver atividades diferenciadas pelos discentes nas escolas, a partir das observações dos conteúdos ministrados pelos professores supervisores em sala de aula, assim promover a aproximação entre a Universidade e Escola. Nesse contexto, o PIBID contribui para a formação inicial do futuro docente e permite ao professor regente aperfeiçoar-se continuamente por meio da participação em eventos e fomenta a troca de experiências entre os acadêmicos.
Mostrar mais

5 Ler mais

O uso de metáforas como recurso didático no ensino do canto: diferentes abordagens.

O uso de metáforas como recurso didático no ensino do canto: diferentes abordagens.

No entanto foram encontrados conceitos predominantes particulares a cada abordagem: na erudita, a visão de que o apoio respiratório é o grande responsável pelos fenômenos acústicos da voz cantada projetada e a expectativa de que a voz se encaixe num ideal sonoro pré-estabelecido como correto; na de canto popular brasileiro, o uso da técnica vocal como ferramenta para a liberdade expressiva e a variedade de timbres, porém com controle das tensões excessivas; no CCCA, a concepção de que a técnica vocal pode fazer da voz um instrumento dinâmico e lexível, que possa se adaptar às diferentes exigências do mercado lançando mão das diversas mudanças de qualidade vocal possíveis; e, inalmente, na holística, a concepção de voz como elemento do espírito do sujeito, a ser integralmente descoberto por meio da técnica vocal, que potencializa o autoconhecimento e tem o alcance de um processo terapêutico.
Mostrar mais

12 Ler mais

O uso de Tecnologias digitais como recurso didático

O uso de Tecnologias digitais como recurso didático

Portanto, preparar os jovens adequadamente é um dos pilares necessários para que os mesmos tenham uma vida profissional de sucesso. Logo, os Documentos Curriculares do Ensino Médio vieram para aprimorar a visão do professor no que se refere ao nível médio. Não podemos encarar esse material como uma cartilha que os professores devam seguir à risca, mas, sim, uma orientação para uma aprendizagem significativa ao longo do processo educacional que vai além da sala de aula; é um aperfeiçoamento contínuo que instiga o conhecimento dos professores nas áreas de ciências humanas, exatas e tecnológicas.
Mostrar mais

24 Ler mais

A TV pendrive e seu uso como recurso didático

A TV pendrive e seu uso como recurso didático

Este trabalho teve como temática o uso de TV Pendrive como recurso didático no Colégio Paulo Freire de Foz do Iguaçu. O projeto de instalação da TV Pendrive nas escolas paranaenses surgiu no ano de 2007, por iniciativa do Governador Roberto Requião e sua equipe da Secretaria de Estado da Educação. Com a finalidade de contribuir com melhorias na gestão escolar e levar a tecnologia às salas de aulas, a iniciativa passou a fazer parte da realidade escolar em meados de 2008, oportunidade em que foi desenvolvido curso de formação técnica para operação do aparelho aos professores da época. O trabalho teve como principal finalidade pesquisar sobre como o equipamento vem sendo usado pelos professores e alunos. Os dados apontam para uma diversidade de informações fornecidas pelas partes envolvidas, que afirmam, dentre outras coisas, que o equipamento, com toda sua variedade na utilização, ainda pode ser considerado importante para o desenvolvimento das atividades pedagógicas na escola. A maioria dos professores utiliza a TV Pendrive de forma pouco convencional, mas ainda considera importante a permanência do equipamento em sala de aula. Sugerem novas tecnologias como instrumentos de trabalho mais atualizados, como: projetor de multimídia e tela interativa. Os alunos também manifestaram desejo de continuar com o equipamento em sala de aula, como mais um recurso a ser utilizado ocasionalmente nas aulas, no entanto sugeriram que a escola deve acompanhar a evolução da tecnologia que chega aos mais diversos setores da sociedade, menos nas escolas. São favoráveis a instalação de aparelhos de projetores multimídia nas salas de aulas e do quadro interativo (eletrônico). A preocupação de professores e alunos quanto ao uso de novas tecnologias na educação deixa claro um descontentamento generalizado por todos, que entendem não haver empenho suficiente por parte das autoridades instituídas no sentido de resolver os principais problemas que envolvem a implantação das mídias no processo de ensino-aprendizagem. Por fim, tanto o corpo docente, quanto o discente sabe que, somente com o empenho de toda a comunidade escolar, de forma organizada e comprometida com as causas educacionais, serão capazes de conquistar uma educação de qualidade e voltada para os reais interesses de uma nova sociedade a ser construída a partir da escola.
Mostrar mais

42 Ler mais

UMA PROPOSTA DIDÁTICA PARA O ENSINO DA TRIGONOMETRIA NO ENSINO FUNDAMENTAL

UMA PROPOSTA DIDÁTICA PARA O ENSINO DA TRIGONOMETRIA NO ENSINO FUNDAMENTAL

Durante este tempo todos os entrevistados ensinaram ou ensinam trigono- metria no ensino fundamental tanto em escolas particulares quanto na rede pública. Esses docentes ao responderem as perguntas, fizeram relatos das dificuldades e fa- laram que muitos alunos não conseguem entender inicialmente o conteúdo por não terem uma base dos assuntos considerados essenciais para o estudo das razões trigo- nométricas e que usaram os mais variados tipos de metodologia para fazer com que os estudantes entendam os conceitos.

93 Ler mais

USO DO GEOGEBRA NO ENSINO DA TRIGONOMETRIA

USO DO GEOGEBRA NO ENSINO DA TRIGONOMETRIA

Este estudo destina-se a utilizar as ferramentas do software Geogebra, na versão 4.2, para desenvolvimento do conteúdo de trigonometria como: Ciclo Trigonométrico, Funções Trigonométricas e das Razões Trigonométricas no Triângulo Retângulo, Lei dos Senos, Lei dos Cossenos, Área do Triângulo e Relação Fundamental entre que são abordados no ensino médio e servirão de apoio aos professores e/ou alunos em seus aprofundamentos e/ou conclusões no assunto.

112 Ler mais

HISTÓRIAS EM QUADRINHOS COMO RECURSO COMPUTACIONAL DE ENSINO

HISTÓRIAS EM QUADRINHOS COMO RECURSO COMPUTACIONAL DE ENSINO

Utilizar a ferramenta Pixton ajudou na constru- ção das histórias em quadrinhos para apresentar a visão que os alunos que participaram da atividade têm sobre o tema. O uso dessa ferramenta também permitiu que se verificassem dificuldades relacionadas à construção dos diálogos, bem como fragilidades em relação a as- pectos microtextuais (ortografia, pontuação, concordân- cia, acentuação) e macrotextuais (coerência). Essas pro- duções poderiam, assim, ser utilizadas por professores de outros componentes curriculares como diagnóstico para a implementação de projetos de ensino que tives- sem como objetivo desenvolver nos estudantes habili- dades de leitura, análise e escrita.
Mostrar mais

9 Ler mais

Uso do geogebra no ensino da trigonometria

Uso do geogebra no ensino da trigonometria

A trigonometria teve seu início na antiguidade remota, quando se acreditava que os planetas descreviam órbitas circulares ao redor da terra, surgindo daí o interesse em relacionar o comprimento da corda de uma circunferência com o ângulo central por ela subtendido. Se “c” é o comprimento da corda, “α” é o ângulo e “r” o raio da circunferência então “c = 2r sen(α/2)”. Esta é a origem da palavra seno, que provém de uma tradução equivocada do árabe para o latim, quando se confundiu o termo jiba (corda) com jaib (dobra, cavidade, sinus em latim). [ Cfr. “Meu professor de Matemática”, pág. 187.]
Mostrar mais

113 Ler mais

O USO DA HISTÓRIA DA TRIGONOMETRIA NO ENSINO

O USO DA HISTÓRIA DA TRIGONOMETRIA NO ENSINO

Moreira (2010) propõe alguns princípios programáticos facilitadores para essa aprendizagem, que são: diferenciação progressiva que é o princípio programático segundo o qual as ideias mais gerais e inclusivas da matéria de ensino devem ser apresentadas desde o início da instrução e, progressivamente, diferenciadas em termos de detalhes e especificidade; reconciliação integradora, esse princípio se dá quando a programação da matéria de ensino deve não apenas proporcionar a diferenciação progressiva mas, também, explorar explicitamente, relações entre conceitos e proposições, chamando a atenção para diferenças e semelhanças e reconciliando inconsistências reais e aparentes; organização sequencial que consiste em sequenciar os tópicos, ou unidades de estudo de maneira tão coerente quando possível, com relações de dependência naturalmente existentes entre eles na matéria de ensino; consolidação que objetiva a aprendizagem significativa, levando a insistir no domínio (respeitada a progressividade da aprendizagem significativa) do que está sendo estudado antes de introduzir-se novos conhecimentos e organizadores prévios que são materiais introdutórios apresentados antes do material de aprendizagem em si mesmo, em um nível mais alto de abstração, generalidade e inclusividade, para servir de ponte entre o que o aprendiz já sabe e o que deveria saber para que esse material fosse potencialmente significativo. Eles facilitam a passagem da estrutura conceitual da matéria de ensino para a estrutura cognitiva do aluno de maneira significativa.
Mostrar mais

14 Ler mais

A HISTÓRIA EM QUADRINHOS COMO RECURSO DIDÁTICO-PEDAGÓGICO PARA A EDUCAÇÃO AMBIENTAL: “O AQUECIMENTO GLOBAL”

A HISTÓRIA EM QUADRINHOS COMO RECURSO DIDÁTICO-PEDAGÓGICO PARA A EDUCAÇÃO AMBIENTAL: “O AQUECIMENTO GLOBAL”

No Brasil, essa preocupação está evidente no artigo 225 da Constituição Federal (BRASIL, 1988), estabelecendo que “todos têm direito ao meio ambiente ecologicamente equilibrado, bem de uso comum do povo e essencial à sadia qualidade de vida, impondo-se ao poder público e à coletividade o dever de defendê-lo e preservá-lo para presentes e futuras gerações”. O parágrafo 1º (inciso VI) desse mesmo artigo determina que, para assegurar a efetivação desse direito, incumbe ao poder público, dentre várias providências, promover a educação ambiental (EA) em todos os níveis de ensino e conscientizar a população da importância da preservação do ambiente. A EA está direcionada para propostas pedagógicas focalizadas na conscientização, mudança de comportamento, desenvolvimento de competências, capacidade de avaliação e participação dos educandos (REIGOTA, 1998).
Mostrar mais

14 Ler mais

UMA PROPOSTA PARA O ENSINO DE TRIGONOMETRIA E SEMELHANÇA DE TRIÂNGULOS NO ENSINO FUNDAMENTAL

UMA PROPOSTA PARA O ENSINO DE TRIGONOMETRIA E SEMELHANÇA DE TRIÂNGULOS NO ENSINO FUNDAMENTAL

This work presents a guide of directed activities elaborated through the years of 2014 and 2015, which was the period where the Author was attending the Professional Master on Mathematics in National Network – PROFMAT. The aim of these activities is to serve as an alternative to the treatment of some of the geometry content planned for the 9th grade of elementary school. From a practical activity – where the students measure their height and the respective shadow produced by their classmates –subjects are developed such as: metric and trigonometric relations on the right triangle and similar triangles. This proposal was effectively applied to a class of 9th grade at Escola Estadual de Ensino Fundamental Barão de Cerro Largo, Rio Grande, Rio Grande do Sul. Throughot this text, the results obtained and some of the relevant theoretical aspects are analyzed.
Mostrar mais

76 Ler mais

Show all 10000 documents...

temas relacionados