Esse projeto possui uma variedade de serviços de saúde, habitação e recursos de aprendizagem para os moradores de rua, trata-se de um abrigo temporário, com capacidade máxima para 90 pessoas. Localiza-se na entrada do centro de Portland, em um bairro de uso misto. As características sustentáveis do edifício incluem reciclagem de água, zero escoamento de águas pluviais, e água quente solar. Os três elementos distintos do programa são um centro de dia com acesso a serviços; um abrigo temporário com 90 leitos para homens sem-teto; e 130 apartamentos nos cinco andares superiores do prédio de oito andares. Os apartamentos são ofertados para mulheres de baixa renda ou homens que procuram moradia permanente (HOLST ARCHITECTURE, 2015).

Figura 76 – Fachada edifício Figura 77 – Fundos edifício

Fonte: Holst Architecture (2015). Fonte: Holst Architecture (2015).

As janelas do piso ao teto no térreo (FIGURA 78) prolongam o comprimento da fachada; o uso de vidros permite que a luz natural entre no seu interior (FIGURA

ABRIGO E CENTRO DE EDUCAÇÃO PROFISSIONAL PARA ADULTOS EM SITUAÇÃO DE RUA 86 78). A fachada superior é composta por tijolos claros e escuros, com aberturas de janelas em vidro verde (FIGURA 79) (HOLST ARCHITECTURE, 2015).

Figura 78 - Janelas Figura 79 - Fachada

Fonte: Holst Architecture (2015). Fonte: Holst Architecture (2015).

Os apartamentos são inseridos no lado sul do edifício, onde o acesso é restrito aos acolhidos. No lado oeste do edifício é a entrada para o abrigo temporário, e o acesso público ao centro de dia localiza-se no lado norte do edifício.

Usuários do centro de dia entram no prédio através do pátio público, onde há armários, bicicletários e canis (HOLST ARCHITECTURE, 2015).

A área comum do primeiro andar compartilhada por homens no abrigo é composta por dois beliches, com banheiros e chuveiros, uma cozinha, salas de exercícios, aconselhamento, e um pátio externo privativo. Na recepção, os usuários são direcionados para recursos como: um centro de higiene com chuveiros e lavanderia, aconselhamento, um centro de correio e computador, biblioteca, centro médico e barbearia. A área comum com lugares para sentar e mesas para refeições é aberta, arejada, e recebe luz natural através de janelas. O terceiro andar, possui um estúdio de arte, jardim e um tribunal comunitário, que também funciona como sala de aula (HOLST ARCHITECTURE, 2015).

ABRIGO E CENTRO DE EDUCAÇÃO PROFISSIONAL PARA ADULTOS EM SITUAÇÃO DE RUA 87 Figura 80 - Dormitórios

Fonte: Holst Architecture (2015).

Figura 81 - Refeitório

Fonte: Holst Architecture (2015).

ABRIGO E CENTRO DE EDUCAÇÃO PROFISSIONAL PARA ADULTOS EM SITUAÇÃO DE RUA 88 Uma temperatura confortável durante todo o ano é mantida através de um sensor eficiente, o qual desliga o aquecedor quando a janela está aberta. Através de um sistema de recuperação de calor, o ar fresco é circulado em cada apartamento.

Acessibilidade, luz natural, ar limpo abundante e materiais duráveis, foram essenciais para a qualidade do edifício, visando sustentabilidade e êxito funcional.

Todos os materiais são de origem local e colhidos ou produzidos de forma sustentável (HOLST ARCHITECTURE, 2015).

Para tratar de alguns problemas de saúde dos moradores de rua, como a tuberculose por exemplo, objetivou-se o usos máximo do ar fresco. Muitos dessa população, possuem seu sistema imunológico comprometido e ou doenças respiratórias. A troca de fluxo de ar nos espaços, evita também, problemas com umidade, como o crescimento de fungos (HOLST ARCHITECTURE, 2015).

Figura 82 – Área de convivência Figura 83 – Área de convivência

A luz natural se infiltra nos espaços internos, e luminárias LED e fluorescentes reduzem o uso de energia quando a luz artificial é necessária. Um telhado verde na parte do prédio filtra a chuva e reduz o escoamento da água da chuva, além de proporcionar uma vista elegante das varandas do prédio. Sendo assim, os recursos de economia de energia e água incluem ventilação com controle de demanda; um

ABRIGO E CENTRO DE EDUCAÇÃO PROFISSIONAL PARA ADULTOS EM SITUAÇÃO DE RUA 89 sistema de água quente solar, que aquece 80% da água quente do edifício; e um sistema de reciclagem de água cinzenta (HOLST ARCHITECTURE, 2015).

O projeto utilizou-se de recursos do Departamento de Habitação e Desenvolvimento Urbano dos EUA, créditos de imposto de renda de baixa renda e financiamento de renovação urbana da cidade, representando uma parceria entre os níveis local, estadual e federal. O edifício possui um portão de entrada personalizado, feito de aço de desgaste reciclado e gravado com citações inspiradoras (FIGURA 84) (HOLST ARCHITECTURE, 2015).

Figura 84 - Portão

Fonte: Holst Architecture (2015).

A ampla iluminação natural, madeira e detalhes em tons de verde criam uma atmosfera caseira.

ABRIGO E CENTRO DE EDUCAÇÃO PROFISSIONAL PARA ADULTOS EM SITUAÇÃO DE RUA 90 Figura 85 Figura 86

Fonte: Holst Architecture (2015). Fonte: Holst Architecture (2015).

Pátios exuberantes ao ar livre fortalecem as conexões de cura com a natureza. As aulas de jardinagem permitem que os moradores cultivem suas próprias ervas e vegetais plantadas no pátio, sendo um dos pontos mais elegantes do abrigo. Os acolhidos também aprendem sobre a sustentabilidade ambiental por meio de um sistema visível de coleta de água pluvial; um programa de reciclagem em todo o edifício; treinamento de limpeza em como limpar com produtos naturais como limão, vinagre e bórax; e suprimentos gratuitos, como produtos de limpeza ecologicamente corretos e lâmpadas de reposição com eficiência energética (HOLST ARCHITECTURE, 2015).

ABRIGO E CENTRO DE EDUCAÇÃO PROFISSIONAL PARA ADULTOS EM SITUAÇÃO DE RUA 91 Figura 87 – Área de convivência

Fonte: Holst Architecture (2015).

Figura 88 – Pátio interno

Fonte: Holst Architecture (2015).

ABRIGO E CENTRO DE EDUCAÇÃO PROFISSIONAL PARA ADULTOS EM SITUAÇÃO DE RUA 92 Figura 89 - Planta Baixa Abrigo Figura 90 - Planta Baixa Centro do Dia

Fonte: Holst Architecture (2015). Fonte: Holst Architecture (2015).

Legenda Legenda

1 Entrada do abrigo 1 Entrada centro do dia 2 Entrada de doações 2 Pátio público

3 Entrada de habitação 3 Espaço comum 4 Abrigo comum 4 Centro comunitário 5 Pátio privado 5 Centro de higiene 6 Quarto de beliche 6 Aconselhamento 7 Cozinha

8 Sala de exercício 9 Aconselhamento

10 Carregamento e utilitários

ABRIGO E CENTRO DE EDUCAÇÃO PROFISSIONAL PARA ADULTOS EM SITUAÇÃO DE RUA 93 Figura 91 - Planta Baixa Centro do Dia Figura 92 – Planta Baixa Habitação

Fonte: Holst Architecture (2015). Fonte: Holst Architecture (2015).

Legenda Legenda

1 Estúdio de arte 1 Varanda compartilhada 3 Administração 2 Lavanderia

2 Varanda do jardim 3 Apartamento acessível 4 Sala de audiências da comunidade 4 Apartamentos

ABRIGO E CENTRO DE EDUCAÇÃO PROFISSIONAL PARA ADULTOS EM SITUAÇÃO DE RUA 94 Figura 93 – Planta Baixa

Habitação

Fonte: Holst Architecture (2015).

Legenda

1 Varanda compartilhada 2 Lavanderia

3 Apartamento acessível 4 Apartamento

5 Aconselhamento 6 Sala comunitária

No documento ABRIGO E CENTRO DE EDUCAÇÃO PROFISSIONAL PARA ADULTOS EM SITUAÇÃO DE RUA (páginas 85-94)