COMENTÁRIOS:

No documento CURSO COMPLETO DE ENFERMAGEM (páginas 24-30)

Segundo o Ministério da Saúde, em gestantes recomenda-se que a medida da pressão arterial seja feita na posição sentada ou deitada em decúbito lateral esquerdo, e não supina (provoca compressão da veia cava inferior). A determinação da pressão diastólica deve ser realizada na fase V de Korotkoff. Logo, podemos concluir que a alternativa incorreta é a letra D.

---

Até nossa próxima aula!

A disciplina é indispensável para alcançar o resultado almejado.

Profº. Rômulo Passos

Lista de Questões

1. (CNEN/IDECAN/2014) A escolha do tamanho do manguito é um procedimento recomendado para aferição da pressão arterial (PA). Sabe-se que as dimensões do manguito para aferição da PA em um recém-nascido, cuja circunferência do braço é ≤ 10 cm, é de 4 cm de largura e 8 cm de comprimento. “O tamanho correto de um manguito para um adulto, cuja circunferência do braço varia de 27-34 cm, é _______ cm de largura e _______ cm de comprimento.” Assinale a alternativa que completa correta e sequencialmente a afirmativa anterior.

a) 08 / 19 b) 10 / 21 c) 12 / 23 d) 14 / 25 e) 16 / 32

2. (FUMUSA/CAIPIMES/2014) Considerando a pressão arterial, leia as frases abaixo e a seguir e assinale a alternativa correta.

I- Em indivíduo adulto, a pressão arterial é considerada normal quando está inferior a 140 x 90mmHg.

II- Os locais mais comuns para verificação da pressão arterial são: artéria braquial nos membros superiores e artéria poplítea nos membros inferiores.

III- O manguito deve ser colocado sobre o braço nu, 2 a 2,5 cm acima da fossa antecubital.

IV- O diafragma do estetoscópio deve ser colocado embaixo do manguito.

a) As frases II e III estão corretas b) As frases II, III e IV estão corretas c) As frases I e III estão corretas d) As frases I, II e III estão corretas

3. (Prefeitura de Ituporanga-SC/IOBV/2014) Sobre a classificação da elevação aguda da pressão arterial - PA, é considerado uma Emergência hipertensiva:

a) É a situação caracterizada por PA marcadamente elevada com lesão de órgãos-alvo. Requer internação em unidades de cuidado intensivo e uso de medicações intravasculares.

b) Tem como característica o aumento da PA que não representa risco imediato de vida e nem dano agudo a órgãos-alvo e o controle da PA poderá ser feito com a redução gradual em 24h.

c) É quando a elevação pressórica não está relacionada ao risco de morte e desenvolvimento de disfunção de órgão-alvo.

d) É a situação caracterizada pelos elevados valores pressóricos da PA em um período superior a 10 dias, sem melhora com medicação oral. Não há necessidade de comprometimento de órgão-alvos uma vez que a PA eleve a valores superiores a 150X120mmHg.

4. (HU-UFS/EBSERH/IAOCP/2014) Sobre a Hipertensão arterial, assinale a alternativa correta.

a) Nos negros, a prevalência e a gravidade da hipertensão são maiores, o que pode estar relacionado a fatores étnicos e/ou socioeconômicos.

b) O uso de antiagregantes plaquetários é contraindicado para pacientes que apresentem hipertensão e doença cardiovascular manifesta.

c) O tratamento não-farmacológico é uma medida ineficaz para controle da hipertensão arterial, sendo, portanto, pouco recomendado.

d) Hipertensão Arterial é definida como pressão arterial diastólica maior ou igual a 130 mmHg e uma pressão arterial sistólica maior ou igual a 90 mmHg.

e) Recomenda-se que a medida da pressão arterial em gestante seja feita na posição supina. A determinação da pressão diastólica deve ser realizada na fase IV de Korotkoff.

5. (Prefeitura de Heliodora-MG/IDECAN/2014) Sobre a hipertensão, assinale a afirmativa correta.

a) A hipertensão do avental branco é considerada como hipertensão secundária.

b) Considera-se hipertensão o valor sustentado de pressão arterial sistólica de ≥ 120 mmHg.

c) A normotensão verdadeira é considerada quando os valores da PA são de ≤ 130 x 85 mmHg, monitorados através do MAPA.

d) O efeito do avental branco é a diferença da pressão obtida após o diagnóstico de uma doença e a pressão antes do diagnóstico.

e) A hipertensão mascarada é caracterizada quando os valores de PA são normais no consultório, porém elevados nas situações de estresses.

6. (Prefeitura de São Sebastião da Grama-SP/IPEFAE/2014) Considerando a Hipertensão Arterial Sistêmica em populações especiais, assinale a alternativa incorreta:

a) Em alguns pacientes muito idosos é difícil reduzir a pressão abaixo de 140 mmHg, mesmo com boa adesão e múltiplos agentes. Nestes casos, afastada causas secundárias, podem-se aceitar reduções menos acentuadas de pressão arterial sistólica (por exemplo 160 mmHg).

b) É obrigatória a medida anual da pressão arterial a partir dos cinco anos de idade.

c) O aparecimento de hipertensão arterial durante o uso de anticoncepcional oral impõe a interrupção imediata da medicação, o que, em geral, normaliza a pressão arterial em alguns meses.

d) Em razão de uma possível disautonomia, a pressão arterial em diabéticos deve ser medida nas posições deitada, sentada e em pé.

7. (Prefeitura de Itacarambi-MG/UNIMONTES-COTEC/2014) A Hipertensão Arterial Sistêmica (HAS) é um grave problema de saúde pública no Brasil e no mundo.

Sua prevalência no Brasil varia entre 22% e 44% para adultos (32% em média), chegando a mais de 50% para indivíduos com 60 a 69 anos e 75% em indivíduos com mais de 70 anos (SOCIEDADE BRASILEIRA DE CARDIOLOGIA, 2010). Com relação ao rastreamento e ao diagnóstico da HAS, nas Unidades Básicas de Saúde, marque a alternativa CORRETA.

a) A primeira verificação deve ser realizada em ambos os braços. Caso haja diferença entre os valores, deve ser considerada a medida de menor valor

b) O indivíduo deverá ser investigado para doenças arteriais se apresentar diferenças de pressão entre os membros superiores maiores de 18/09 mmHg para as pressões sistólica/diastólica, respectivamente

c) De acordo com a média dos dois valores pressóricos obtidos, a PA deverá ser novamente verificada a cada ano, se a PA for menor que 120/80 mmHg

d) Todo adulto com 18 anos ou mais de idade, quando for à Unidade Básica de Saúde (UBS) para consulta, atividades educativas, procedimentos, entre outros, e não tiver registro no prontuário de ao menos uma verificação da PA nos últimos dois anos, deverá ser verificada e registrada

8. (HU-UFS/EBSERH/Instituto AOCP/2014) No Acidente Vascular Encefálico, em pacientes com hemorragia intracerebral, deve-se evitar que a Pressão Arterial sistólica ultrapasse 180 mmHg e que a Pressão Arterial diastólica supere 105 mmHg, sendo mais recomendando, nas situações em que tais parâmetros pressóricos forem ultrapassados, a utilização intravenosa de

a) metoprolol.

b) nifedipina.

c) furosemida.

d) ticlopidina.

e) espironolactona.

9. (Prefeitura de Carandaí-MG/REIS & REIS/2014) Emergência hipertensiva corresponde ao aumento abrupto da pressão arterial (PA) com lesão de órgãos-alvo com risco à vida.

Devem ser tratadas imediatamente com drogas de ação rápida, administradas por via endovenosa, com monitorização rígida, objetivando redução imediata da PA. São consideradas situações que caracterizam emergências hipertensivas:

a) Edema Agudo de Pulmão, Infarto Agudo do Miocárdio e Encefalopatia Hipertensiva b) Edema Agudo de Pulmão

c) Encefalopatia Hipertensiva, Transplante Renal e Anticoagulação

d) Abuso de cocaína, Rebote por suspensão de anti-hipertensivos e Anticoagulação

10. (HU-UFSM/EBSERH/Instituto AOCP/2014) A intensidade das intervenções preventivas das doenças cardiovasculares deve ser determinada pelo grau de risco cardiovascular estimado para cada indivíduo. Em termos práticos, costuma-se classificar os indivíduos em três níveis de risco: baixo, moderado e alto. Qual das alternativas a seguir apresenta um indicador de alto risco para doença cardiovascular?

a) Angina de peito.

b) Diagnóstico prévio de diabetes mellitus.

c) História familiar de infarto agudo do miocárdio.

d) Idade > 55 anos para mulheres.

e) Idade > 45 anos para homens.

11. (Prefeitura de Camaçari-BA/AOCP/2010) Em relação ao controle da Pressão Arterial (PA) de gestantes, assinale a alternativa INCORRETA.

a) A medida da Pressão Arterial é uma das intervenções mais importantes a serem realizadas durante o pré-natal. A hipertensão induzida pela gestação refere-se ao aparecimento da hipertensão em consequência da gestação.

b) Durante a técnica de aferição da pressão arterial o profissional deve certificar-se de que a gestante não está com a bexiga cheia; não praticou exercícios físicos; não ingeriu bebidas alcoólicas, café, alimentos ou fumou até 30 minutos antes da medida.

c) O acompanhamento da PA deve ser avaliado em conjunto com o ganho súbito de peso e/ou presença de edema, principalmente a partir de 24ª semana. Mulheres com ganho de peso superior a 500g por semana, mesmo sem aumento da pressão arterial, devem ter seus retornos antecipados, considerando maior risco de pré-eclâmpsia.

d) A pressão arterial também poderá ser medida com a mulher em decúbito lateral esquerdo, no braço direito e também pode ser aferida com a gestante em posição supina. Estas posições são as mais adequadas para mensuração dos níveis pressóricos a partir da 27° semana de gestação.

e) A hipertensão arterial na gestação pode ser conceituada como aumento de 30mmHg ou mais na pressão sistólica (máxima) e/ou de 15mmHg ou mais na pressão diastólica (mínima), em relação aos níveis tensionais pré-gestacionais e/ou conhecidos até a 16ª semana de

gestação. Este é um conceito que foi muito utilizado no passado e ainda é utilizado por alguns, entretanto, apresenta alto índice de falso positivo.

Gabarito 1. C 2. A 3. A 4. A 5. C 6. B 7. D 8. A 9. A 10. NULA 11. D

No documento CURSO COMPLETO DE ENFERMAGEM (páginas 24-30)

Documentos relacionados