Narrativa de suspense

12 

Texto

(1)

Narrativa de

suspense

(2)

Uma palavra de suspense vale mais que mil imagens

Um bom filme costuma atrair o

público pelo fato de organizar cenas que criem suspense. Uma cena

deve ser capaz de envolver o público. Isso se dá porque o

telespectador deseja saber como a personagem irá resolver

determinada situação. A técnica do suspense não é própria da arte

cinematográfica. Você pode encontrá-la na arte literária.

(3)

O suspense envolve uma sensação de hesitação ou impaciência diante dos desdobramentos de certo evento. Este recurso está normalmente ligado à

impressão do leitor durante a leitura de uma narrativa que envolve elementos dramáticos. Mas este instrumento não é utilizado unicamente

pela literatura; ele pode estar presente nos contextos que apresentam a probabilidade da ocorrência de um mega acontecimento ou em um instante

(4)

A Ação Narrativa

Situação inicial Composição do cenário da narrativa e da apresentação de seus personagens

marcados pelo uso de texto descritivo e adjetivos

Clímax

Ponto alto da história - uso de verbos de ação, discurso direto e indireto

Complicação

Focados na ação narrativa e marcados pelo pretérito perfeito do verbo

Desfecho

Resolução do conflito, apresentação do mistério

(5)

Sir Arthur Conan Doyle

O famoso detetive, personagem singular, conquistou o coração de leitores do mundo todo. Seus leitores se encantaram com sua personalidade enigmática e altiva desde o início. Talvez por isso ele tenha se transformado na criação literária mais adaptada para o cinema, a televisão, os quadrinhos, e também a mais pesquisada e investigada por inúmeros estudiosos.

(6)

Elementar, meu caro Watson

Obsessivo na hora de decifrar um mistério, Sherlock ganhou fama ao se valer da metodologia científica e da lógica

dedutiva – espécie de pensamento lógico que parte das

causas para compreender os efeitos, e assim chega à conclusão mais acertada sobre certas proposições que desafiam sua compreensão.

(7)
(8)

Casos Extraordinários

Este volume reúne quatro contos: em A Face Amarela, ele atende um homem com dúvidas sobre sua esposa. O Ritual Musgrave apresenta-nos um dos primeiros casos resolvidos por Sherlock, envolvendo um mapa do tesouro e estranhos desaparecimentos. A Liga dos Cabeças Vermelhas trata de uma organização que contratava apenas homens ruivos. O Diamante Azul começa com uma descoberta interessante e termina com uma forma estranha de praticar um roubo.

(9)

As Aventuras de Sherlock Holmes é uma coletânea de doze contos de aventuras do detetive Sherlock Holmes,

publicada em 1892, escritos por Sir Arthur Conan Doyle. Os contos foram originalmente publicados na revista Strand Magazine, nos anos de 1891 e 1893.

A Liga dos Cabeças-vermelhas (The Red-Headed League) - Agosto de 1891.

The Yellow Face ou The Adventure of the Yellow Face (A Face Amarela) publicada pela primeira vez na Strand Magazine em Fevereiro de 1893.

The Musgrave Ritual (O Ritual Musgrave) foi

publicado pela primeira vez na Strand Magazine em Maio de 1893.

The Adventure of the Blue Carbuncle (O Carbúnculo Azul), publicado pela primeira vez na Strand

(10)

O cão dos Baskervilles

Publicado em 1902, o detetive e seu fiel parceiro Watson investigam a morte do Sir Charles Baskerville, um

milionário inglês achado morto em um pântano próximo de seu lar. Conta a lenda que Charles havia sido assassinado por um cão que assombrava a região, conhecido por matar gerações da família Baskerville. Após a morte do milionário, seu sobrinho assumiria a mansão da família. Sherlock Holmes foi chamado para investigar o caso e

descobrir se o futuro proprietário da mansão teria o mesmo destino de seus antepassados.

(11)

Publicado em 1902, a história era originalmente dividida em partes, impressas pela revista Strand Magazine de agosto de 1901 a Abril de 1902.

(12)

Aula Digital

Fique à vontade para

capturar esta aula!

Prof Marina Ferreira

Imagem

temas relacionados :