T Ulisses APRESENTAÇÃO SOBRE O AUTOR

Texto

(1)

(2) T’Ulisses APRESENTAÇÃO Os gregos antigos acreditavam que Homero era um poeta histórico, autor de Ilíada e Odisseia mas os investigadores estão céticos: não há nenhuma informação biográfica concreta da antiguidade clássica que comprove a sua existência, e os próprios poemas podem ser o culminar de muitos séculos de história contadas oralmente. Ainda assim, Homero teria nascido em Esmirna, atual Turquia, ou em alguma ilha do mar Egeu e vivido no século 8 a.C. Mas a sua origem é tão controversa que oito cidades disputam a honra de terem sido a terra natal do poeta! Ulisses ou Odisseu foi, nas mitologias grega e romana, uma personagem da Ilíada e da Odisseia, de Homero. É a personagem principal dessa última obra, e uma figura à parte na narrativa da Guerra de Troia. É um dos mais ardilosos guerreiros de toda a epopeia grega, mesmo depois da guerra, quando regressa ao seu reino, Ítaca, uma das numerosas ilhas gregas. O traço heróico de Odisseu está na astúcia e engenho, sendo várias vezes descrito como "Par de Zeus em Conselhos". Os ardis a que recorre podem ser tanto físicos (alterando sua aparência) como verbais, como fez ao contar ao ciclope Polifemo que seu nome era "Ninguém", e fugir após cegá-lo; quando os outros ciclopes perguntam a Polifemo o motivo dos gritos, ele responde que "Ninguém" astá ali, e que "Ninguém" quer matá-lo, levando a que os outros assumam que o ciclope está a perder o juízo e a ser violento consigo próprio. No entanto, Ulisses também tem falhas de caráter e a mais evidente é sua soberba: à medida que navega para longe da ilha dos ciclopes, o herói grita o seu próprio nome, gabando-se de que ninguém pode derrotar o "Grande Ulisses". É por causa da sua arrogância que os ciclopes atiram metade de uma montanha sobre o seu navio, e que Posídon, deus dos mares, o impede de voltar para casa por muitos anos.. SOBRE O AUTOR Pouco se sabe sobre a vida e até mesmo da real existência Homero, poeta grego, mas pode afirmar-se que o seu significado para o povo grego e para a literatura mundial é considerável, já que se lhe atribui a autoria não só da Ilíada e da Odisseia, os maiores clássicos da literatura universal de todos os tempos. Maria Alberta Menéres nasceu em 1930, em Vila Nova de Gaia. Tem uma vasta obra poética, representada em várias antologias literárias nacionais e estrangeiras. Foi professora dos Ensinos Básico e Secundário nas disciplinas de Língua Portuguesa e História e é autora de inúmeros programas televisivos para crianças, tendo sido diretora do Departamento de Programas Infantis e Juvenis da RTP de 1974 a 1986. Publicou mais de 69 livros para crianças (contos, poesia, BD, teatro e novela). Em 1986, recebeu o Grande Prémio Calouste Gulbenkian de Literatura para Crianças "pelo conjunto da sua obra literária e pela manutenção de um alto nível de qualidade"..

(3) T’Ulisses. B. E T N E M E V ER. FICHA TÉCNICA E ARTÍSTICA Ulisses vivia em Ítaca com a sua esposa Penélope e o filho Telémaco, até que o rapto da rainha Helena pelo príncipe Páris o obrigou a ir combater para Tróia. Dez longos anos depois, tiveram uma ideia: construir um cavalo de madeira para se meterem lá dentro e deixarem à porta da cidade, levando os troianos a acreditar que tinham desistido e deixado a oferenda em sinal de respeito. O plano resultou, mas a aventura estava longe de chegar ao fim.... Inspirado no texto original de: Homero e Maria Alberta Menéres Encenação: AtrapalhArte Interpretação: Cristóvão Carvalheiro, Eurico Santos, Jessica Duncalf e Tiago Santos Cartaz: Cristóvão Carvalheiro Duração: 60 minutos REQUISITOS TÉCNICOS Espaço: 6,50 x 6,50 Som: disponibilizado pela companhia EQUIPA DE TRABALHO AtrapalhArte: 4 atores NOTAS: NO FINAL DO ESPETÁCULO, HAVERÁ UMA SESSÃO DE ESCLARECIMENTO QUE PERMITIRÁ AOS MAIS NOVOS COLOCAR QUESTÕES E TIRAR DÚVIDAS ACERCA DA OBRA E DA PEÇA. | O REGISTO FOTOGRÁFICO DAS TURMAS COM O CENÁRIO E ELENCO É POSSÍVEL NO FINAL DO ESPETÁCULO; CASO O PRETENDA, POR FAVOR INFORME-NOS. | PARA ALÉM DO TEMPO DE DURAÇÃO DA PEÇA, POR FAVOR CONSIDERE O TEMPO DE MONTAGEM E DESMONTAGEM DOS CENÁRIOS (CERCA DE 30 MINUTOS), DURANTE O QUAL A SALA OU ESPAÇO ONDE DECORRERÁ O ESPETÁCULO DEVE ESTAR LIVRE..

(4) SOBRE A COMPANHIA A AtrapalhArte é uma companhia especializada em teatro pedagógico, baseando as peças em obras recomendadas pelo Plano Nacional de Leitura e integrantes das metas curriculares dos diferentes graus de ensino básico e secundário. Levamos o teatro à escola com o intuito de auxiliar professores e alunos na análise das obras, fomentando hábitos de leitura nos mais novos, e permitindo o acesso ao Teatro a públicos que de outra forma não o teriam. Em simultâneo, colaboramos com câmaras de norte a sul do país no desenvolvimento cultural e educativo dos municípios, numa tentativa também de descentralizar a cultura e o teatro em Portugal. Abordamos os textos assentando a dramaturgia na comédia, aliando o lúdico ao pedagógico, em espetáculos interativos que apresentamos em escolas de primeiro, segundo e terceiro ciclos, bem como secundário. De norte a sul do país, chegamos a milhares de alunos, professores e auxiliares educativos por ano letivo, distribuídos por centenas de escolas! A cada novo ano cimentamo-nos mais no meio escolar, esforçando-nos para aumentar progressivamente a qualidade das nossas propostas para estar à altura da exigência do nosso público. A par de escolas, municípios e outras instituições em Portugal, também colaboramos com instituições dedicadas ao Ensino de Português no Estrangeiro, apresentado as nossas peças de teatro a alunos e familiares em Espanha e Andorra, e na Suíça e Liechtenstein, onde fazemos anualmente uma digressão em Setembro junto das comunidades portuguesas. Para além dos espetáculos que criamos, apostamos também na formação de turmas júnior e sénior. Com as crianças, desenvolvemos as capacidades de expressão e de relacionamento, a imaginação e a memorização, próprias do ser humano, para além de as incentivarmos a algo tão importante como brincar. E junto da comunidade sénior, procuramos que se continue, ao longo da vida, a manter uma atitude positiva, uma vida ativa e consequentemente, um envelhecimento mais saudável e feliz. Podemos estar sempre a brincar, mas levamos o trabalho muito a sério!.

(5) PERCURSO 2012/13: As aventuras de Serafim e Malacueco a partir de António Torrado (Digressão nacional) 2012/13: Águas Passadas de Leonor Barata (Termas de São Pedro do Sul) 2013/14: O Príncipe Nabo a partir de Ilse Losa (Digressão Nacional e Internacional) 2014: Abril 2014 – 40 Anos de uma Revolução de Leonor Barata. (Coprodução Projeto D com participação dos alunos do Colégio de S. Teotónio) 2014/15: Robertices a partir de Luísa Dacosta (Digressão nacional) 2015/16: ESTENDAL DE CONTOS - A Princesa e a Ervilha (Digressão Nacional e Internacional) 2015/16: ESTENDAL DE CONTOS - Os Músicos de Bremen (Digressão Nacional e Internacional) 2015/16: Os Bichos a partir de Miguel Torga (Digressão Nacional e Internacional) 2015/16: Do Céu Caiu um Anjinho de Fernando Gomes (Digressão Nacional) 2016/17: As Aventuras do Pinóquio a partir de Carlo Collodi (Digressão Nacional) 2016/17: Ali Babá e os 40 Ladrões a partir d’O Livro das 100 Noites (Digressão Nacional) 2017/18: 3 Abóboras e 400 Camelos a partir de António Torrado e José Eduardo Agualusa (Digressão Nacional e Internacional) 2017/18: Farsa de Inês Pereira de Gil Vicente (Digressão Nacional) 2017/18: Senha 44 de Suzanna Rodrigues (Digressão Nacional) 2018: Quando vieres, traz Pão! de Suzanna Rodrigues (Digressão Nacional) 2018: Estás aí, Pipoca? – Teatro para Bebés (Digressão Nacional) 2018/19: Senhor do seu Nariz a partir de Álvaro Magalhães (Digressão Nacional) 2018/19: t’Ulisses a partir de Homero e Maria Alberta Menéres (Digressão Nacional). Contactos www.atrapalharte.pt [Produção] Susana Rodrigues [Tlm] 912 097 195 [Email] atrapalharte@atrapalharte.pt. www.facebook.com/atrapalharte www.instagram.com/atrapalharte www.youtube.com/atrapalharte.

(6)

Imagem

Referências

temas relacionados :