• Nenhum resultado encontrado

BOLETIM COVID19 CABO VERDE

N/A
N/A
Protected

Academic year: 2021

Share "BOLETIM COVID19 CABO VERDE"

Copied!
11
0
0

Texto

(1)

Relatório da Situação da COVID-19 em Cabo Verde

24 de fevereiro de 2021

Situação mundial da COVID-19

No dia 24 de fevereiro de 2021, registavam-se no mundo 112 184 238 casos de COVID-19. Foram registados 63 345 471 casos recuperados e 2 487 155 óbitos, assim levando a taxa de letalidade global a 2.21%. Os cinco países com maior número de casos continuam a ser os Estados Unidos da América (28 261 619), Índia (11 030 176), Brasil (10 257 875), Rússia com 4 153 735 e o Reino Unido no quinto lugar com 4 146 756 casos confirmados de COVID-19. Ao nível da Região Africana da OMS, a África do Sul é o país mais afetado com 1 505 586 casos registados, a Nigéria lidera na região de CEDEAO com 153 187 casos acumulados. E entre os Países Africanos de Língua Oficial Portuguesa (PALOP), Moçambique registou o maior número de casos acumulados com 56 595.1

Situação em Cabo Verde

No fim da semana epidemiológica 07, Cabo Verde registava 15072 casos acumulados de COVID-19. Nesse dia, o país registava 338 casos ativos,14581 casos recuperados e 144 óbitos por COVID-19 e quatro (4) óbitos por outras causas em pacientes diagnosticados com COVID-192. Os casos recuperados e os óbitos representaram 96.7% e 0.96%,

respetivamente, dos casos notificados até esta data.

1 John Hopkins University, “COVID-19 Map - Johns Hopkins Coronavirus Resource Center,” COVID-19 Dashboard by the Center for Systems Science

and Engineering (CSSE) at Johns Hopkins University (JHU), 2021. https://coronavirus.jhu.edu/map.html (accessed 24 feb, 2021). CENTRO NACIONAL DE OPERAÇÕES DE EMERGÊNCIA

EM SAÚDE PÚBLICA

BOLETIM COVID19 CABO VERDE

Periodicidade: Quinzenal

(2)

.

Situação Epidemiológica em Cabo Verde nos últimos 14 dias

Cabo Verde registou mais 597 casos novos de COVID-19, e mais oito (8) óbitos por COVID-19, referente ao período entre 08/02 a 21/02. O concelho de São Vicente notificou o maior número de casos confirmados com 204 casos seguidos pelo concelho da Praia com197 casos. De realçar que o número dos casos diminuiu para 144 em São Vicente e para 92 no concelho da Praia, em comparação com o mesmo período anterior, enquanto os concelhos de São Miguel e Paul registraram o maior aumento no número dos casos confirmados com 21 e 15 casos, respetivamente. A maioria dos concelhos registou um decréscimo no número dos casos notificados em comparação com o mesmo período anterior e os concelhos Ribeira Brava e Brava não registraram casos nas últimas quatro (4) semanas.

A nível nacional, notou-se uma diminuição no número de casos notificados, nos últimos 14 dias em comparação com o mesmo período anterior (Tabelas 1 e 2).3

Tabela 1. Número e Incidência dos casos notificados nos últimos 14 dias por 100 mil habitantes, por ilha, 08/02 a 21/02/21

Ilha Nº de casos confirmados Taxa cumulativa últimos nos 14 dias /100 mil hab.

Santo Antão 20 55 São Vicente 204 238 São Nicolau 20 169 Sal 4 9 Boavista 10 48 Maio 5 65 Santiago 297 96 Fogo 37 114 Brava 0 0 Cabo Verde 597 106 Fonte: SVIR/DNS/MSSS

(3)

Figure 1. Incidência dos casos notificados nos últimos 14 dias por 100 mil habitantes e taxa de positividade nos últimos 7 dias, por ilha4

Figure 2. Incidência dos casos notificados nos últimos 14 dias por 100 mil habitantes, por ilha5

4Mapa elaborado de acordo com a resoluçao 169/2020. Cabo Verde, BOLETIM OFICIAL, Cabo Verde: Boletim Oficial I serie, número 132 de 19 de novembro de 2020, 2020, p. 2945.

5Mapa elaborado de acordo com a resolução 156/2020. Cabo Verde, BOLETIM OFICIAL, SUPLEMENTO. Cabo Verde: Boletim Oficial I serie, número 135 de 14 de dezembro de 2020, 2020, p. 10.

(4)

Os concelhos com as maiores taxas cumulativas foram Santa Catarina do Fogo, Tarrafal de São Nicolau, São Miguel, Paul e São Vicente e os restantes dos concelhos registaram taxas menores de 150 casos por 100 mil habitantes nos últimos 14 dias (Tabela 2).

Tabela 2. Número e Incidência dos casos notificados nos últimos 14 dias por 100 mil habitantes, por concelho, 25/01 a 07/02

Concelho Nº de casos sem. 25/01 a 07/02 Incidência cumulativa/100 mil hab. Nº de casos 08/02 a 21/02 Incidência cumulativa/100 mil hab. Alteração no número dos casos nas últimas 4 semanas Praia 289 166 197 113 -92 Boa Vista 2 10 10 48 8 São Vicente 348 406 204 238 -144 Tarrafal 21 116 14 78 -7 São Domingos 5 35 9 63 4 Santa Cruz 10 39 7 27 -3 Sal 10 24 4 9 -6 Santa Catarina 26 55 24 50 -2 Ribeira Grande 13 86 0 0 -13 Porto Novo 2 12 4 24 2 Paúl 1 19 16 304 15 Ribeira Brava 0 0 0 0 0 Tarrafal de SN 41 791 20 386 -21

São Salvador do Mundo 7 82 1 12 -6

Ribeira Grande de ST 11 128 1 12 -10

São Miguel 22 162 43 316 21

Maio 8 103 5 65 -3

São Lourenço dos

Órgãos 5 73 1 15 -4

Mosteiros 11 119 3 33 -8

São Filipe 38 188 9 45 -29

Santa Catarina de Fogo 20 386 25 482 5

Brava 0 0 0 0 0

Cabo Verde 890 158 597 106 -293

(5)

Tabela 3. Distribuição dos casos por estado/ desfecho da infeção

Data de publicação Alteração nos últimos 14 dias

08/02/2021 22/02/2021 Nº (%)

Recuperados 13851 14581 730 5,3

Casos Ativos 459 338 -121 -26,4

Óbito 136 144 8 5,9

Fonte: Boletim Epidemiológico do Ministério da Saúde e da Segurança Social 6

No período entre 08/02 a 21/02 o país registou mais 730 casos recuperados. O número de casos ativos diminuiu por cerca de 26.4% e o número de óbitos por COVID-19 subiu por 8 casos, (Tabela 3).

As figuras 3 e 4 mostram a distribuição dos casos notificados nos concelhos de São Vicente e da Praia no período em análise.

Figura 3. Distribuição geográfica dos casos notificados de COVID-19 nos últimos 14 dias, concelho de São Vicente

(6)

Figura 3. Distribuição geográfica dos casos notificados de COVID-19 nos últimos 14 dias, concelho da Praia

O sexo feminino representou 52% dos casos da infeção por SARS-CoV-2 e o sexo masculino 48% (Figura 5), sendo que pessoas com idade entre 15 a 44 anos de idade representaram as faixas etárias mais afetadas, (Figura 6).

Figura 4. Distribuição dos casos de COVID-19 por género até 21/02/21

52% 48%

(7)

Figura 5. Distribuição dos casos de COVID-19 por faixa etária, até 21/02/21

Figura 6. Óbitos por COVID-19 por faixa etária e sexo, até 21/02/21

0 500 1000 1500 2000 2500 3000 3500 4000 4500 <1 ano 1-4 anos 5-14 anos 15-24 anos 25-34 anos 35-44 anos 45-54 anos 55-64 anos 65-74 anos 75-84 anos 85+ anos N ú m ero d e cas o s -20 -15 -10 -5 0 5 10 15 20 15-19 25-29 30-34 40-44 50-54 55-59 60-64 65-69 70-74 75-79 80-84 85-89 90-94 Feminino Masculino

(8)

No período em análise, o país registou mais oito (08) óbitos por COVID-19 e um (1) óbito por outras causas em pacientes diagnosticados com a doença. Até dia 21 de fevereiro, registou-se um total de 144 óbitos por COVID-19 e quatro (4) óbitos por outras causas,

(Figura 7 e 8).

Figura 7. Óbitos por COVID-19 por mês, até 21/02/21

Na semana epidemiológica 07 foram processadas um total de 4157 amostras, sendo 1499 por métodos de RT-PCR e GeneXpert® e 2658 testes rápidos de antigénio (Ag-RDT) a nível nacional. Nessa semana, o país registou uma taxa de positividade de 7.5% e uma taxa de despistagem de 738 testes realizados por 100 mil habitantes. (Tabela 4).

Tabela 4. Número de testes realizados, taxa de positividade e taxa de despistagem por 100 mil habitantes, 21/02/21

Ilha Nº de teste realizados* Taxa de positividade (%) Taxa de despistagem per

100mil hab. Santo Antão 239 3.8 644 São Vicente 1153 9.8 1346 São Nicolau 106 4.7 886 Sal 257 1.6 605 Boavista 104 8.7 496 Maio 253 0.4 3266 Santiago 1640 9.9 517 Fogo 405 2.0 1170 Brava 0 0.0 0 Cabo Verde 4157 7.5 738

Total de testes realizados por RT-PCT e testes rápidos de antigénio Fonte: Laboratórios de virologia do INSP e SVIR/DNS/MSSS

1 3 11 8 17 20 35 10 8 21 10 0 5 10 15 20 25 30 35 40

(9)

Algumas medidas de Saúde Pública Coordenação

Reuniões de Coordenação do Gabinete de Crise do Governo;

Reuniões de coordenação do Ministério da Saúde e Segurança Social

Vigilância

 Investigação dos casos suspeitos, contatos próximos e casos confirmados;

 Isolamento institucional e no domicílio dos casos confirmados;

 Reforço das medidas de vigilância nos Pontos de Entrada (portos e aeroportos);

 Atualização dos critérios para realização de testes rápidos de antigénio para viagens inter-ilhas consoante as taxas de incidência cumulativa;

Gestão dos Casos

Seguimento dos casos ativos no domicílio e em internamento hospitalar para pessoas infetadas e que apresentem critério clínico.

Laboratório

 Reuniões semanais da rede de laboratórios de diagnóstico COVID-19 em Cabo Verde sob a coordenação do INSP.

 Início de funcionamento do laboratório privado com a técnica Q-LAMP.

Informação, comunicação de risco e envolvimento comunitário

 Realização de conferências de imprensa pela equipa do MSSS;

 Atualização das informações relativas à COVID-19 no país no site https://covid19.cv/;

 Publicação do Boletim Epidemiológico na página do Facebook do governo; https://www.facebook.com/GovernodeCaboVerde/;

 Linha Verde (800 11 12) para questões relativas à COVID-19;

 Publicação do Boletim Quinzenal nº 7 sobre a situação da Covid-19 em Cabo Verde;

 Publicação do Newsletter Semanal nº 12 e 13, com informações sobre a situação epidemiológica de covid-19 no país, para turistas, resultado de uma parceria entre a Direção Nacional do Turismo e Transportes e o Instituto Nacional de Saúde Pública.

(10)

Medidas tomadas a nível do Governo e outras Instituições

18 de fevereiro de 2021: Resolução nº 18/2021 que aprovou o plano nacional de introdução e vacinação contra a COVID-19

18 de fevereiro de 2021: Resolução nº 18/2021 que prorrogou a situação de calamidade na ilha de São Vicente, bem como a situação de contingência nas demais ilhas do arquipélago

15 de fevereiro de 2021: Decreto nº 4/2021 que aprovou o acordo de financiamento celebrado entre a Republica de Cabo Verde a Associação Internacional para Desenvolvimento, relativamente ao projeto de resposta a emergência COVID-19

18 de fevereiro de 2021: Resolução nº 18/2021 que aprovou o Plano Nacional de Introdução e Vacinação contra a COVID-19

Noticias

Cabo Verde é o primeiro País em África financiado pelo Banco

Mundial para aquisição de

vacinas da Covid-19

O Conselho de Administração do Banco Mundial (BM) aprovou, na quinta-feira, 11 de fevereiro um financiamento adicional de cinco milhões de dólares americanos para um fornecimento justo e acessível de vacinas da COVID-19 para Cabo Verde. Esta é a primeira operação financiada pelo Banco Mundial em África e dos primeiros a nível mundial, para apoiar o plano de imunização de um país para COVID-19 e auxiliar na compra e distribuição da vacina em linha com a Iniciativa COVAX de Acesso Global às Vacinas de COVID-19.

Este financiamento adicional vem apoiar os esforços do país para a compra e distribuição de mais de 400.000 doses da vacina para COVID-19, bem como de equipamentos de proteção individual, como máscaras, luvas, fatos de proteção, etc., de modo a garantir a proteção dos profissionais da saúde na implementação eficaz da campanha de vacinação. O projeto financiará, igualmente, equipamento, transporte e armazenamento para uma cadeia de frio para as vacinas, e também uma melhoria das infraestruturas de saúde das ilhas do Sal e da Boavista para ajudar na reabertura do país ao turismo. Trata-se de um

(11)

desenvolvimento do suporte de emergência fornecido pelo Projeto de Resposta Emergencial à COVID-19 de Cabo Verde.

Fonte: www.governo.cv

Observatório Nacional de Saúde do Instituto Nacional de Saúde Pública Serviço de Vigilância Integrada e Resposta da Direção Nacional de Saúde Edição e Publicação:

Departamento de Cooperação e Desenvolvimento Institucional do Instituto Nacional de Saúde Publica

Comissão Multissetorial da Instância Nacional de Coordenação

- Instituto Nacional de Saúde Pública - Direção Nacional da Saúde

- Direção Nacional do Ambiente

- Direção Geral da Agricultura, Silvicultura e Pecuária

Referências

Documentos relacionados

Se um componente for divulgado na secção 3, mas não aparecer na tabela abaixo é porque não existem dados disponíveis sobre esse componente, ou os dados existentes não são

Nessa situação temos claramente a relação de tecnovívio apresentado por Dubatti (2012) operando, visto que nessa experiência ambos os atores tra- çam um diálogo que não se dá

Considerando que o MeHg é um poluente ambiental altamente neurotóxico, tanto para animais quanto para seres humanos, e que a disfunção mitocondrial é um

(grifos nossos). b) Em observância ao princípio da impessoalidade, a Administração não pode atuar com vistas a prejudicar ou beneficiar pessoas determinadas, vez que é

Dessa forma, esta pesquisa tem como objetivo realizar o tratamento da água contaminada por petróleo, metais pesados e compostos orgânicos, utilizando a casca de banana-comprida (

Explique à luz dos conceitos que conhece sobre economias de escala e de gama e de “cross-selling” a razão de ser desse conceito de “bancassurance”.. Explique a diferença

Estes três eventos envolvem contas de resultado (Demonstração do Resultado) e contas patrimoniais (Balanço Patrimonial).. O resultado apresentado em nada difere das

O exemplo da exploração de quartzito em Pirenópolis possibilita o entendimento dos processos da atividade de mineração bem como o diagnóstico e prognóstico dos impactos inerentes