MXA Microfone de Arranjo de Teto

Texto

(1)

Visão Geral

Descrição Geral

O Arranjo de Teto Microflex Advance™ é um microfone de arranjo em rede premium para ambientes de conferên­

cia AV, incluindo salas de diretoria, salas de reunião rápida e espaços multiuso. A tecnologia revolucionária da sé­

rie de DSPs Shure inclui a Steerable Coverage™, com 8 lóbulos de captação altamente direcionais que captam o áudio dos participantes na parte de cima. O software de controle baseado em navegador oferece uma interface de usuário intuitiva para os atributos do microfone, incluindo a configuração de lóbulos, configurações de mixa­

gem automática e modelos predefinidos. O microfone se integra perfeitamente com o áudio digital na rede Dan­

te™ e os controladores predefinidos de terceiros, como Crestron e AMX, para proporcionar uma experiência de conferência AV de alta qualidade que agrade aos integradores, consultores e participantes da reunião.

®

(2)

Recursos

Cobertura Configurável

• A Cobertura Configurável™ oferece uma captação precisa para até 8 lóbulos independentes

• A Série de DSP Shure permite uma rápida mixagem automática, redução de eco e equalização de canais Controle de Software

• A interface do software intuitiva proporciona um controle abrangente de microfone e padrão

• Inclui modelos para agilizar a configuração inicial e 10 predefinições personalizáveis para importar ou exportar configurações entre vários microfones

Conectividade de Rede

• Canais de áudio discretos e um canal de mixagem automática são transmitidos por um único cabo de rede

• O áudio digital Dante coexiste com segurança na mesma rede que a TI e os dados de controle ou pode ser configurado para usar uma rede dedicada

(3)

Design Profissional

• O design industrial elegante combina com salas de diretoria e espaços de reunião contemporâneos

• Montagem embutida perfeitamente em placas de teto padrão

• Disponíveis em acabamento preto, branco e alumínio (a tela removível pode ser pintada com cores personali­

zadas)

Visão Geral do Sistema

① Áudio Dante, alimentação e controle

Cada microfone de arranjo se conecta à rede por um único cabo de rede, que carrega o áudio Dante, PoE (Power over Ethernet) e informações de controle para ajustar a cobertura, os níveis de áudio e o processamento.

② Áudio analógico (microfone à rede)

O equipamento analógico, como um sistema de microfone sem fio ou um microfone gooseneck em um púlpito, conecta-se à rede de áudio Dante por meio de uma Interface de Rede Shure (modelo ANI4IN) para um sistema de conferência completamente ligado em rede.

③ Áudio de extremidade distante (rede para alto-falantes)

Os alto-falantes e amplificadores habilitados para Dante se conectam diretamente a um switch de rede. Os alto- falantes e amplificadores analógicos se conectam por meio de uma Interface de Rede Shure (modelo ANI4OUT), que converte os canais de áudio Dante em sinais analógicos, fornecidos por meio de 4 saídas discretas XLR ou de conector de bloco.

④ Controle do dispositivo e áudio Dante

(4)

Áudio: O áudio Dante é roteado por meio do software do controlador Dante. A Placa de Som Virtual Dante ativa a monitoração e gravação de áudio diretamente no computador.

Requisitos de Planejamento de Sistema e Dispositivo

Configuração da Rede de Áudio

Os sistemas de conferência ligados em rede Shure são compostos de microfones Microflex Advance e interfaces de rede, que operam inteiramente em uma rede Dante. O hardware adicional, incluindo switches de rede, compu­

tadores, alto-falantes e processadores de áudio são descritos no índice de componentes de hardware.

Componentes Shure mostrados neste diagrama:

Microfones Microflex Ad­

vance

O MXA910 e o MXA310 são equipados com saídas Dante e se conectam direta­

mente a um switch de rede.

Interfaces de Rede de Áudio

As interfaces são usadas para conectar os dispositivos analógicos, como alto­fa­

lantes e microfones analógicos à rede.ANI4IN: Converte 4 sinais analógicos (mo­

delos de conector de bloco e XLR separados disponíveis) em sinais de áudio digi­

tal Dante.ANI4OUT: Converte 4 canais de áudio Dante da rede em sinais analógi­

cos.

Este diagrama mostra todo o caminho do sinal por meio de um sistema de conferência ligado em rede. Os sinais da extremidade próxima e da extremidade distante são trocados por meio de um processador de áudio conectado a um sistema de telefone, ou por meio de um computador conectado à internet. Os microfones analógicos se co­

nectam à rede com o ANI4IN Shure, enquanto os alto-falantes se conectam com o ANI4OUT Shure.

(5)

Este diagrama mostra os componentes Microflex Advance em contexto, com duas salas se comunicando por meio de codecs de vídeo.

Controle de Hardware e Áudio na Rede

As configurações de áudio e hardware são gerenciadas por um computador conectado à mesma rede.

Hardware e Áudio Shure

Cada componente Microflex Advance tem um aplicativo da web que fornece ferramentas de mixagem e configura­

ção para otimizar a qualidade sonora.

Controle Expandido para Dispositivos Analógicos

Os dispositivos analógicos que são conectados à rede por meio de uma interface de rede Shure (ANI4IN/

ANI4OUT) se beneficiam de um controle remoto adicional: Os níveis de volume, a equalização e o roteamento de sinal são gerenciados por meio do aplicativo da web. Por exemplo, ajustar o volume do alto-falante ou emudecer um microfone com fio, o que normalmente seria feito a partir do hardware, agora pode ser controlado remotamen­

te na rede.

Roteamento de Sinal Dante

O roteamento de sinal entre dispositivos é gerenciado por meio do software do Controlador Dante, fornecido pela

(6)

Índice de Componentes de Hardware

Switch de Rede

O switch de rede fornece conectividade central a to­

dos os componentes da rede. O áudio de qualquer microfone Shure da rede que estiver conectado ao switch pode ser roteado a qualquer dispositivo habili­

tado para Dante. O switch envia e recebe áudio e da­

dos de controle, enquanto simultaneamente alimenta os microfones e as interfaces de rede de áudio atra­

vés do recurso PoE (Power over Ethernet). Consulte os requisitos do switch de rede () para obter detalhes adicionais.

Requisitos de PoE (Power over Ethernet):

Todos os componentes da Shure incluídos nesses ce­

nários precisam do recurso Power over Ethernet (classe 0). Caso não seja fornecido pelo switch de re­

de, um injetor de PoE é necessário para ligar os dis­

positivos.

Interface de Rede de Áudio Sem Fio Microflex da Shure (MXWANI)

Uma Interface de Rede de Áudio Sem Fio Microflex (MXWANI) é uma caixa de teste digital para analógico com um switch de rede gigabit integrado. Ela converte áudio digital da rede em sinais analógicos para o pro­

cessamento ou amplificação de sinal e fornece o re­

curso PoE por uma porta de rede para alimentar um dispositivo. Para obter detalhes, consulte o guia do usuário da Série Sem Fio Microflex, disponível em http://www.shure.com.

Processador de Áudio

(7)

O processador de áudio envia e recebe áudio por meio de um servidor VOIP ou de uma linha telefônica padrão. Ele também proporciona o processamento de sinal digital, como o cancelamento de eco acústico.

Habilitado para Dan­

te

Os processadores habilitados para Dante conectam-se diretamente ao switch de rede para receber áudio de microfones Microflex Advance.

Analógico Ao utilizar um processador analógico, um conversor (como o ANI4OUT ou MXWANI Shure) é necessário para fornecer o áudio analógico dos micro­

fones Microflex Advance ao proces­

sador.

Codec de Vídeo

Assim como o processador de áudio, o codec envia a recebe sinais de áudio juntamente com sinais de ví­

deo entre a extremidade próxima e a extremidade dis­

tante. O áudio da extremidade próxima deve se co­

nectar à entrada de áudio no codec de vídeo, que normalmente é uma conexão analógica estéreo. A In­

terface de Rede de Áudio ANI4OUT Shure converte o áudio em um sinal analógico para conexão a um co­

dec.

Interface de Rede de Áudio ANI4IN Shure (Conversor Analógico em Dante)

(8)

A Interface de Rede de Áudio ANI4IN Shure converte 4 canais de áudio digital em canais de áudio digital in­

dependentes em uma rede Dante. O ganho ajustável e a alimentação fantasma de +48 V proporciona a fle­

xibilidade para suportar dispositivos de nível de linha, auxiliar e microfone. Para sistemas de conferência li­

gados em rede, a Interface de Rede de Áudio possibi­

lita uma forma simples de conectar o equipamento analógico instalado anteriormente na Rede de Áudio, como microfones sem fio para apresentadores. O aplicativo da web permite aos técnicos e administra­

dores o controle sobre níveis e configurações de ca­

nal a partir de qualquer computador conectado à mes­

ma rede.

Interface de Rede de Áudio ANI4OUT Shure (Conversor Dante em Analógico)

A Interface de Rede de Áudio ANI4OUT Shure con­

verte 4 canais de áudio digital Dante em sinais analó­

gicos discretos. Disponíveis nas versões XLR e de conector de bloco, cada caixa usa um único cabo de rede para receber áudio e alimentar o dispositivo atra­

vés do recurso PoE (Power over Ethernet). O aplicati­

vo da web permite aos técnicos e administradores o controle sobre níveis e configurações de canal a partir de qualquer computador conectado à mesma rede.

Amplificadores e Alto-falantes

O áudio da extremidade distante é roteado para os al­

to-falantes locais. Os alto-falantes ou amplificadores habilitados para Dante conectam-se diretamente ao switch de rede, enquanto os sistemas analógicos pre­

cisam de uma Interface de Rede de Áudio para rece­

ber o áudio da rede.

Computadores e Sistemas de Controle

(9)

Aplicativo da Web Baseado em Nave­

gador

Um computador conectado à rede permite o controle dos componentes em rede da Shure por meio do aplica­

tivo da web de cada dispositivo.

Software Dante

O computador que operar a Placa de Som Virtual Dante, o Controlador Dante e o software de webconferên­

cia é usado para enviar e receber áu­

dio entre a extremidade próxima e a extremidade distante.

Sistemas de Contro­

le (AMX, Crestron etc.)

Se você estiver usando um sistema de controle de terceiros, os microfo­

nes Microflex Advance enviam e re­

cebem comandos por Ethernet. Se um sinal lógico analógico precisa ser enviado pela rede, a Interface de Re­

de de Áudio ANI4IN Shure recebe si­

nais lógicos analógicos e os converte em cadeias de controle Ethernet.

System Use Cases

These use cases will help you understand how Shure devices fit in conference rooms, huddle rooms, and multi­

purpose spaces.

Each diagram includes:

• Signal flow and connections

• Required devices

Power Over Ethernet and Hardware Requirements

All Shure devices included in these use cases require Power over Ethernet (PoE, class 0). Refer to the Dante and Networking section for additional information on cable and network switch requirements.

(10)

Teleconferência com Interface de Rede MXW Shure

① Microfone de arranjo ao MXWANI Shure

Conecte a saída do microfone na porta 1 do MXWANI com um cabo de rede. A porta 1 fornece o recurso PoE (Power over Ethernet) necessário.

② Computador ao MWXANI Shure

Conecte um computador ao ANI na porta 2 ou 3 com um cabo de rede para controlar o microfone de arranjo e ou­

tros componentes da rede.

(11)

Etapa 1: Rotear sinais com o software do Controlador Dante

Roteie os canais do microfone (transmissor Dante) aos canais MXWANI (receptor Dante). Isso estabelece os ca­

nais discretos que fornecerão pelas saídas analógicas.

Etapa 2: Conectar as saídas MXWANI às entradas do dispositivo de processamento

As saídas do conector de bloco no MXWANI enviam sinais de áudio balanceado às entradas no dispositivo de processamento, o que permite o processamento do sinal digital (como o cancelamento do eco acústico).

④ Conexão à extremidade distante

Conecte o processador de áudio em um servidor VOIP ou linha de telefone para enviar e receber o áudio entre a extremidade próxima e a extremidade extrema.

⑤ Áudio da extremidade distante ao amplificador

Roteie o áudio da extremidade distante pela saída do processador de áudio para um amplificador.

⑥ Sinal de áudio amplificado aos alto-falantes

Conecte os alto-falantes no amplificador para ouvir o áudio da extremidade distante.

(12)

Teleconferência com Processador de Áudio habilitado para Dante

① Microfone de arranjo ao switch de rede

Conecte a saída do microfone de arranjo com um cabo de rede em qualquer porta no switch que forneça o recur­

so PoE (Power over Ethernet).

② Computador ao switch de rede

Conecte um computador ao switch de rede para controlar o microfone de arranjo e outros componentes da rede.

③ Switch de rede ao processador de áudio Dante

(13)

Conecte o processador de áudio Dante ao switch de rede para permitir:

• O processamento de sinal digital (cancelamento do eco acústico)

• A conversão digital em analógico para fornecer áudio Dante por uma saída analógica (VOIP ou linha telefôni­

ca).

• A conversão analógico em digital para fornecer áudio digital da extremidade distante na rede Dante.

④ Conexão à extremidade distante

Conecte a saída do processador de áudio em um servidor VOIP ou linha de telefone para fornecer o áudio entre a extremidade próxima e a extremidade distante.

⑤ Áudio da extremidade distante ao amplificador

Roteie o áudio da extremidade distante pela saída do processador de áudio para um amplificador.

⑥ Sinal de áudio amplificado aos alto-falantes

Conecte os alto-falantes no amplificador para fornecer o áudio da extremidade distante.

(14)

Teleconferência com Interfaces de Rede e Processador de Áudio

① Microfone de arranjo ao switch de rede

Conecte a saída do microfone de arranjo com um cabo de rede em qualquer porta no switch que forneça o recur­

so PoE (Power over Ethernet).

② Computador ao switch de rede

(15)

③ ANI4OUT (conversão digital em analógico)

Do switch de rede: Use cabos de rede para conectar cada ANI4OUT no switch de rede. Um único ANI4OUT re­

cebe 4 canais de áudio Dante e os converte em 4 sinais analógicos, fornecidos por meio de saídas XLR ou co­

nectores de bloco. Ao usar dois deles, todos os 8 canais do microfone de arranjo podem ser conectados a saídas analógicas em um dispositivo de processamento de áudio.

Para um dispositivo de processamento: Roteie as saídas do ANI4OUT às saídas do dispositivo de processa­

mento para permitir o processamento de sinal digital (cancelamento do eco acústico).

④ Conexão à extremidade distante

Conecte a saída do processador de áudio em um servidor VOIP ou linha de telefone para fornecer o áudio entre a extremidade próxima e a extremidade distante.

⑤ Áudio da extremidade distante ao amplificador

Roteie o áudio da extremidade distante pela saída do processador de áudio para um amplificador.

⑥ Sinal de áudio amplificado aos alto-falantes

Conecte os alto-falantes no amplificador para fornecer o áudio da extremidade distante

(16)

Software de Webconferência com Placa de Som Virtual Dante

① Microfone de arranjo ao switch de rede

(17)

Conecte a saída do microfone de arranjo com um cabo de rede em qualquer porta no switch que forneça o recur­

so PoE (Power over Ethernet).

② Computador ao switch de rede

Conecte um computador ao switch de rede para controlar o microfone de arranjo e outros componentes da rede com o painel de controle do software. O computador também opera a Placa de Som Virtual Dante, o Controlador Dante e o software de webconferência.

Placa de Som Virtual/Controlador Dante: Ligue a Placa de Som Virtual Dante e use o software do controla­

dor para rotear o sinal do microfone de arranjo para o computador.

Software de Webconferência:Atribua as configurações da entrada de áudio e do dispositivo de saída aos ca­

nais do transmissor e do receptor Dante apropriados.

③ Switch de rede ao ANI4OUT

Use cabos de rede para conectar cada ANI4OUT no switch de rede. Cada interface recebe 4 canais de áudio Dante e os converte em 4 sinais analógicos, fornecidos por meio de saídas XLR ou conectores de bloco.

④ Áudio da extremidade distante ao amplificador

Roteie o áudio da extremidade distante para o amplificador.

⑤ Sinal de áudio amplificado aos alto-falantes

Conecte os alto-falantes no amplificador para fornecer o áudio da extremidade distante.

(18)

Videoconferência

① Microfone de arranjo ao switch de rede

Conecte a saída do microfone de arranjo com um cabo de rede em qualquer porta no switch que forneça o recur­

so PoE (Power over Ethernet).

(19)

Conecte um computador ao switch de rede para controlar o microfone de arranjo e outros componentes da rede com o painel de controle do software.

③ ANI4OUT (conversão digital em analógico)

Cada ANI4OUT recebe 4 canais de áudio Dante e os converte em 4 sinais analógicos, fornecidos por meio de saí­

das XLR ou conectores de bloco.

Input: Conecte o ANI4OUT a um switch de rede com um cabo de rede Saída: Conecte a saída analógica à entrada de áudio no codec de vídeo

④ Conexão do codec de vídeo à extremidade distante

Conecte o codec à rede adequada para conectar com a extremidade distante.

⑤ Áudio da extremidade distante ao amplificador

Roteie o áudio da extremidade distante pela saída de áudio do codec de vídeo para um amplificador.

⑥ Sinal de áudio amplificado aos alto-falantes

Conecte os alto-falantes no amplificador para fornecer o áudio da extremidade distante.

Instalação

Posicionamento do Microfone

Variáveis de Espaço

O posicionamento ideal do microfone é determinado pelos arranjos de assento e pela infraestrutura. Siga estas diretrizes para obter os melhores resultados possíveis:

• Em espaços com arranjos de móveis flexíveis ou diversos microfones de arranjo, use a ferramenta de configu­

ração de microfone no aplicativo da web para garantir que a cobertura seja adequada para todos os cenários de assentos.

• Os lóbulos devem apontar para a frente de cada locutor. Avalie cuidadosamente o posicionamento em espaços nos quais os locutores olhem para uma tela durante uma videoconferência.

• Evite instalar o microfone muito perto de fontes sonoras indesejadas, como aberturas de ventilação ou projeto­

res de vídeo barulhentos.

• Considere instalar um tratamento acústico para aumentar a inteligibilidade da fala em espaços muito reverbe­

rantes.

Altura de Montagem

A altura de montagem máxima que pode ser definida no aplicativo da web do microfone de arranjo de teto é 9,14 m (30 pés). Em um ambiente acústico típico, o microfone obtém uma classificação “A” baseada no padrão inter­

nacional STIPA (Índice de Transmissão da Fala para sistemas de anúncio ao público) a distâncias de até 16 pés entre o microfone e o locutor. Em ambientes acústicos melhores, a classificação “A” da STIPA pode ser superior a

1 2

(20)

Considere o seguinte ao determinar uma altura de montagem:

• O padrão de captação do arranjo de teto é mais estreito do que o de um microfone shotgun e, portanto, pode ser posicionado mais longe da fonte do que qualquer outro microfone. Embora o aplicativo da web mostre uma zona de cobertura ideal para cada canal, lembre-se de que não há uma barreira específica na qual o áudio se deteriora ou seja desligado. Há dados de sensibilidade do lóbulo disponíveis para cada configuração de largura nas especificações do produto.

• Como em todos os microfones, a tonalidade muda à medida que a distância da fonte aumenta.

• A escala de inteligibilidade ajuda a prever como o microfone soará em determinada altura.

• A área de cobertura dos lóbulos aumenta em distâncias maiores.

[1] Condições do espaço: RT60 (tempo de reverberação) = 500 ms a 1 kHz, ruído ambiente ponderado em A = 40 dBSPL(A)

[2] Norma IEC-602682-16

Escala de Inteligibilidade

A escala de inteligibilidade compara objetivamente o desempenho acústico do microfone de arranjo com um mi­

crofone gooseneck cardioide em várias distâncias. Essa informação é útil para prever como será o desempenho do microfone de arranjo em uma certa distância e para determinar uma altura de montagem ideal. Os dados na tabela da escala de inteligibilidade são derivados de medições dos microfones para atingir um valor equivalente na norma do Índice de Transmissão da Fala IEC-602682-16.

Distâncias com Valores de Índice de Transmissão da Fala Equivalentes

Microfone de Arranjo de Teto (Distância até o Lo­

cutor)

Microfone Gooseneck Cardioide (Distância até o Locutor)

1,83 m (6 pés) 1,14 m (3,75 pés)

2,44 m (8 pés) 1,52 m (5 pés)

3,05 m (10 pés) 1,91 m (6,25 pés)

3,66 m (12 pés) 2,29 m (7,5 pés)

Os dados foram coletados em uma sala de reunião rápida típica com as seguintes medidas:

Tempo de decaimento da reverberação: 500 ms a 1kHz

Piso de ruído: 40 dB SPL (ponderado em A)

Observação: Esses valores são específicos para o espaço descrito. Em um ambiente acústico bem controlado, o microfone de arranjo pode ter um desempenho equivalente aos valores do Índice de Transmissão da Fala em dis­

tâncias ainda maiores. Em espaços muito reverberantes, o desempenho é menos previsível.

A = Distância entre o microfone de arranjo e o locutor B = Distância entre o microfone cardioide e o locutor

(21)

Nesse exemplo, o desempenho acústico do microfone de arranjo montado a (A) pés do locutor corresponde ao microfone gooseneck cardioide posicionado a uma distância de (B) pés do locutor.

Instalação do Sistema de Embalagem de Proteção contra Incêndio Fyre­

Wrap

O Sistema de Embalagem de Proteção contra Incêndio FyreWrap incluído no microfone de arranjo de teto Micro­

flexAdvance MXA910 deve ser instalado para atender à classificação “plenum” UL 2043 (adequado para espaços de tratamento de ar).

Instalação

1. Verifique se a superfície do microfone está limpa para garantir a adesão correta

2. Remova o papel protetor dos 4 adesivos do sistema de embalagem de proteção contra incêndio

3. Alinhe o sistema de embalagem de proteção contra incêndio no microfone e prenda-o aplicando leve pressão sobre os adesivos

Observação: deixe espaço suficiente para instalar o cabo Ethernet e o cabo de segurança (se necessário).

®

(22)
(23)

Instalação do Microfone de Arranjo

Antes de começar:

• Remova a cobertura plástica de proteção do microfone.

• Verifique se o tamanho de placa de teto corresponde à variação de modelo apropriada.

• Se estiver usando acessórios opcionais para a caixa de junção ou o adaptador, instale-os no microfone antes da instalação no teto.

Variações de Modelo

Modelo Tamanho da Grade de Teto Cor

MXA910B 60,9 x 60,9 cm (2 x 2 pés) Preto

MXA910W 60,9 x 60,9 cm (2 x 2 pés) Branco

MXA910AL 60,9 x 60,9 cm (2 x 2 pés) Alumínio

MXA910B-60CM 60 x 60 cm (23,6 x 23,6 pol.) Preto

MXA910W-60CM 60 x 60 cm (23,6 x 23,6 pol.) Branco

MXA910AL-60CM 60 x 60 cm (23,6 x 23,6 pol.) Alumínio

Observação: Consulte as especificações de produto para ver as dimensões de microfone de arranjo.

Montagem na placa de teto

O microfone de arranjo é montado diretamente em uma grade de placas de teto. O microfone está disponível em dois tamanhos, sendo que também há um kit de adaptador opcional disponível para oferecer soluções para os ta­

manhos de placa de teto mais comuns.

IMPORTANTE: não instale o modelo de 60 cm em uma grade de teto de 609,6 mm (2 pés).

Protetores Antiarranhões de Borracha

Opcional: antes de instalar o microfone no teto, prenda os amortecedores de borracha inclusos nos cantos do mi­

crofone para evitar arranhões.

(24)

Instalação

1. Remova a placa da grade de teto onde o microfone de arranjo será instalado.

2. Passe o cabo Ethernet sobre a grade de teto e pela abertura no teto.

Observação: um acessório opcional para a caixa de junção (modelo A910-JB) é montado no microfone para conectar diretamente o conduíte.

3. Conecte o cabo Ethernet à saída do microfone do arranjo.

4. Instale o microfone na grade de teto.

(25)
(26)

Uso do Adaptador (Tamanho da Placa 625 mm)

Para grades de teto que meçam 625 x 625 mm, prenda o adaptador ao microfone de arranjo e siga as instruções de montagem das placas de teto.

Observação: Somente para uso com o modelo de 60 x 60 cm.

Aparafuse as peças do adaptador conforme mostrado, usando 2 parafusos de cada lado.

Outros Tamanhos de Placas de Teto

Montar o microfone em uma grade de outro tamanho exige a opção de montagem suspensa ou modificação da grade de teto.

Cabo de segurança

Prenda um cabo de segurança entre a estrutura do edifício e um dos pontos de amarração no painel traseiro do microfone. Essa medida de segurança evita que o microfone caia em situação de emergência. Verifique se não há nenhuma tensão no cabo de segurança para garantir que o microfone se apoie corretamente na grade de teto.

Importante: siga os regulamentos locais ao prender o cabo de segurança.

(27)

Suporte de Suspensão

① Pontos de Suspensão por Fio (tamanho do furo 4 mm)

② Furos de Montagem VESA Suspensão por Fio de 4 pontos

Fixe o microfone no teto usando um cabo de metal trançado ou outro fio de alta resistência. Use os 4 pontos de suspensão integrados na parte traseira do microfone para prender o cabo com segurança. O tamanho dos furos nos pontos de suspensão é de 4 mm (0,15 pol.).

Montagem Padronizada VESA

A placa traseira do microfone tem 4 furos roscados para prender o microfone a um dispositivo de montagem VESA. Os furos de montagem seguem o padrão VESA MIS-D:

• Especificação do parafuso: rosca M4 (profundidade do furo roscado do microfone = 9,15 mm)

• Espaçamento dos furos: 100 mm (quadrado)

Organização de Cabos

Para esconder o cabo Ethernet, use o método adequado conforme o tipo de instalação.

Instalação Solução de Cabos

Placa de teto Passe o microfone sobre a grade de teto

VESA (montagem em coluna) Guie o cabo pela coluna para passá-lo sobre a grade de teto

Suspensão por fio de 4 pontos Use braçadeiras de cabo para prender o cabo CAT5 em um dos fios suspensos

Observação: Se estiver usando um conduíte para acomodar o cabo, o acessório de caixa de junção opcional (modelo A910-JB) é montado diretamente no painel traseiro do microfone.

(28)

Componentes de Pintura

A tela e a estrutura do microfone de arranjo podem ser pintadas para combinar com o design da sala. São neces­

sárias algumas desmontagens básicas para pintar.

Etapa 1: remoção da Estrutura e da Tela

1. Remova os parafusos que prendem o conjunto principal à estrutura (6 parafusos em cada lado). Há arruelas entre esses parafusos e o painel traseiro.

Importante: não remova os parafusos nos cantos e embutidos no painel (consulte o gráfico).

2. Erga o conjunto com cuidado da estrutura.

3. Remova o tubo de iluminação LED de plástico cinza. Deixe a guia plástica preta no lugar.

4. Remova os 4 parafusos de um lado da estrutura (consulte a imagem).

5. Remova a lateral da estrutura.

6. Deslize a tela plana da estrutura para facilitar a remoção da peça de espuma.

7. Remova a peça de espuma da tela com cuidado. Puxe pelas bordas, onde está presa por tiras de Velcro.

Importante: não pinte a espuma.

(1.1) Remoção dos parafusos para separar o conjunto principal

(1.4–1.5) Remoção dos parafusos e separação de um lado da estrutura

(29)

Etapa 2: Aplicação de Máscara e Pintura

1. Use uma fita adesiva para cobrir toda a extrusão ao longo da parte interna da estrutura. Isso garante que as peças de metal necessárias fiquem façam contato entre si quando forem montadas novamente.

2. Use fita adesiva para tampar as tiras de Velcro na tela.

3. Pinte a estrutura e a seção da tela e deixe que elas sequem totalmente antes de montá-las novamente. Não pinte nenhuma peça do conjunto principal.

(2.1) Cobertura da extrusão (destacada em preto) Etapa 3: Remontagem

1. Prenda a peça de espuma com as tiras de Velcro nas bordas.

2. Deslize a tela de volta na estrutura.

3. Prenda o outro lado da estrutura e fixe-o com os 4 parafusos.

4. Prenda o tubo de iluminação LED na peça-guia de plástico preto.

5. Alinhe o LED com o tubo de iluminação e coloque o conjunto de volta na estrutura.

Observação: o rótulo no conjunto está no canto que corresponde ao LED. Use­o como referência para garan­

tir a orientação correta durante a remontagem.

6. Instale os parafusos (6 de cada lado) para prender o conjunto principal à estrutura. Não aperte demais.

Instalação do Acessório de Caixa de Junção

A caixa de junção A910-JB é montada no microfone, permitindo conexões de conduítes para os cabos. Consulte os códigos e as regulamentações locais de construção para determinar se a caixa de junção é necessária. Há três seções puncionadas na caixa de junção para prender o conduíte.

(30)

Importante: Faça os furos puncionados necessários na caixa de junção antes de instalá-la no microfone.

Para instalar:

1. Remova os 4 parafusos do microfone conforme mostrado.

2. Alinhe a caixa de junção com os furos dos parafusos. Se possível, conecte o cabo de rede ao microfone antes de prender a caixa de junção.

(31)

3. Instale os 4 parafusos para prender a caixa de junção ao microfone.

(32)

Hardware

Porta de Rede Ethernet

A porta de rede transmite todos os dados de áudio, alimentação e controle. Ela está localizada no painel traseiro, conforme mostrado.

① Porta de Rede

(33)

② LED de Status da Rede (Verde)

Apagado = sem conexão com a rede Aceso = conexão com a rede estabelecida Piscando = conexão com a rede ativa

③ LED de Velocidade da Rede (Âmbar)

Apagado = 10/100 Mbps Aceso = 1 Gbps

Barra de Luz LED

O LED no microfone indica se o microfone está ativo ou mudo, identifica o hardware e fornece confirmação de atualizações de firmware.

Configurações Padrão

Condição do Microfone Comportamento/Cor do LED

Ativo Verde (contínuo)

Mudo Vermelho (contínuo)

Identificação de hardware Verde (piscando)

Atualização do firmware em andamento Verde (avança ao longo da barra)

(34)

Condição do Microfone Comportamento/Cor do LED

Reiniciar Reinicialização de rede: Vermelho (avança ao longo

da barra)

Redefinição de fábrica: Dispara a inicialização do dispositivo

Erro Vermelho (dividido, piscando alternadamente)

Alimentação do dispositivo Pisca em várias cores, Azul (move rapidamente para trás e para frente na barra)

Observação: Quando está desativado, o LED continua acendendo durante a inicialização do dispositivo e quan­

do ocorre um estado de erro.

Personalização das configurações de iluminação

O brilho, as cores e os comportamentos personalizados do LED podem ser configurados no software de controle.

Além disso, podem ser controlados por um sistema de controle externo:

1. Abra a guia Configuração 2. Selecione Barra de Luz Comportamento do LED Mudo

A iluminação para os estados mudo e ativo do microfone é configurável para coincidir com o comportamento de outros dispositivos em salas de conferência. No menu PROPRIEDADES DA BARRA DE LUZ, use os menus sus­

pensos para selecionar as configurações do LED.

Escurecer e Desativar

Para escurecer ou desligar o LED, use o menu suspenso na tela de configuração Barra de Luz.

Botão Reset

O botão reset do hardware está localizado em um furo da tela e pode ser pressionado com um clipe de papel ou outra ferramenta pequena. O furo é identificado por um círculo cinza. Olhando para o logotipo da Shure, é o se­

gundo furo na quarta fileira de cima para baixo.

(35)

Modos de redefinição

Reinicialização da rede (pressione o botão por 4–8 segundos)

Restaura todas as configurações IP de rede do áudio e de controle da Shure aos padrões de fábrica

Reinicialização completa aos padrões de fábrica (pressione o botão por mais de 8 se­

gundos)

Restaura todas as configurações de rede e do aplicativo da web para os padrões de fábrica.

Opções de Redefinição de Software

Para simplesmente reverter as configurações sem reiniciar completamente o hardware, use uma das opções a seguir:

Reinicialização do dispositivo:No aplicativo da web (configurações > redefinição de fábrica), há um botão Reini­

cialização do dispositivo que simplesmente desliga a alimentação do dispositivo, como se ele estivesse desco­

nectado da rede. Todas as configurações são mantidas quando o dispositivo é reinicializado.

Configurações Padrão: Para reverter as configurações de áudio às configurações de fábrica (com exceção de Nome do Dispositivo, Configurações IP e Senhas), selecione Predefinição de Carga e selecione a predefinição de configurações padrão.

Power Over Ethernet (PoE)

Este dispositivo exige PoE para funcionar. Ele é compatível com fontes de PoE Classe 0 e Classe 3.

A alimentação por meio de Ethernet é fornecida de uma das formas a seguir:

• Um switch de rede que fornece PoE

• Um dispositivo injetor de PoE

(36)

Instalação, Gerenciamento e Segurança do Software

Acessando o Aplicativo da Web

O aplicativo Shure Web Server Discovery localiza todos os dispositivos Shure da rede que possuem um recurso de GUI baseada na web. Siga estas etapas para instalar o software e acessar o aplicativo da web:

① Instale o aplicativo Shure Discovery

Faça download e instale o aplicativo Shure Discovery acessando www.shure.com. Isso instala automaticamente a ferramenta de descoberta de dispositivos Bonjour necessária no computador.

② Conecte a rede

Verifique se o computador e o hardware estão na mesma rede.

③ Inicie o aplicativo Discovery

O aplicativo exibe todos os dispositivos Shure com uma GUI.

④ Identifique o hardware

Clique duas vezes em um dispositivo para abrir a GUI em um navegador da web.

⑤ Marque o aplicativo da web como favorito (recomendado)

Marque o nome DNS do dispositivo como favorito para acessar a GUI sem o aplicativo Shure Discovery.

Compatibilidade do Navegador do Aplicativo da Web

O aplicativo da web é compatível com todos os navegadores com suporte para HTML5. Para garantir o melhor desempenho, recomenda-se desativar a aceleração do hardware e plug-ins não utilizados.

Acesso ao Aplicativo da Web sem o Aplicativo Discovery

Se o aplicativo Discovery não estiver instalado, o aplicativo da web pode ser acessado digitando o nome do DNS em um navegador da Internet. O nome DNS é baseado no modelo da unidade, combinado com os últimos três bytes (seis dígitos) do endereço MAC e terminando com .local.

Exemplo de Formato: Se o endereço MAC de uma unidade for 00:0E:DD:AA:BB:CC, então o link é escrito confor­

me indicado a seguir:

MXA910: http://MXA910-aabbcc.local (http://SCM820-DAN-aabbcc.local)

Uso de uma senha

Por padrão, todas as configurações podem ser ajustadas. Para proteger as configurações com uma senha, abra o menu Configurações e selecione a guia Geral. Nesta tela, as senhas podem ser criadas ou alteradas.

Quando uma senha é definida, uma opção Somente Leitura é exibida na tela de login. No modo Somente Leitura, os parâmetros do dispositivo podem ser visualizados, mas não editados. A identificação do dispositivo continua ativa.

(37)

Software de Configuração do Sistema

Designer Software de Configuração do Sistema

O Software de Configuração do Sistema Designer permite que integradores e planejadores de sistemas projetem cobertura de áudio precisa para instalações que usam diversos microfones de arranjo de teto da Shure. Modele com precisão espaços de reunião e apresentação importando uma planta baixa, dimensionando a sala e posicio­

nando dispositivos ao redor das áreas de participantes.

O Designer permite editar parâmetros de cobertura antes de instalar o microfone: insira a altura do microfone e do teto, acrescente canais e crie áreas de cobertura precisas. Após concluir o projeto, basta exportar as predefini­

ções do dispositivo para carregar e ajustar no local.

Saiba mais e faça download em www.shure.com/designer (http://www.shure.com/designer).

Atualizações de Firmware

O firmware é um software integrado em cada componente que controla funcionalidades. Periodicamente, novas versões de firmware são desenvolvidas para incorporar recursos adicionais e melhorias. Para se beneficiar das melhorias no projeto, novas versões de firmware podem ser carregadas e instaladas utilizando a ferramenta Shu­

re Update Utility. O software está disponível para download em http://www.shure.com.

Importante: quando os componentes são conectados por meio da Interface de Rede de Áudio Shure MXW, o firmware deve ser atualizado em um dispositivo de cada vez antes de atualizar o firmware da Interface de Rede de Áudio MXW. Tentar atualizar todos os dispositivos de uma vez só fará com que a interface reinicialize após a atualização do firmware, e a conexão com outros componentes de rede será perdida.

Execute as etapas a seguir para atualizar o firmware:

CUIDADO! verifique se o dispositivo possui uma conexão de rede estável durante a atualização. Não desligue o dispositivo até a conclusão da atualização.

1. Conecte o dispositivo e o computador à mesma rede (configure na mesma sub-rede).

2. Baixe o aplicativo Shure Update Utility e instale-o.

3. Abra o aplicativo.

4. Clique no botão Check For Updates... para exibir as novas versões de firmware disponíveis para download.

5. Selecione o firmware desejado e pressione Download para fazer o download dele na Biblioteca de Firmware.

6. Na guia Update Devices, selecione o novo firmware e pressione Send Updates... para iniciar a atualização do firmware, que substitui o firmware existente no dispositivo.

Observação: após a atualização, talvez seja necessário apagar o cache do seu navegador para exibir as atuali­

zações do aplicativo da web do dispositivo.

Requisitos da Versão do Firmware

Todos os dispositivos incluem uma rede com diversos protocolos de comunicação que funcionam em conjunto pa­

ra assegurar a operação apropriada. A melhor prática recomendada é que todos os dispositivos estejam em uma versão idêntica. Para exibir a versão do firmware de cada dispositivo na rede, abra a interface de usuário do com­

ponente e acesse Settings > >About.

(38)

O formato do firmware de dispositivos Shure é PRINCIPAL.SECUNDÁRIO.PATCH. (Ex.: 1.6.2 em que 1 é o nível Principal do firmware, 6 o nível Secundário do firmware e 2 o nível de Patch do firmware). No mínimo, dispositivos que operam na mesma sub-rede devem ter números de versão PRINCIPAL e SECUNDÁRIO idênticos.

• Dispositivos de diferentes versões PRINCIPAIS não são compatíveis.

• Diferenças no nível de versão de firmware PATCH podem introduzir inconsistências indesejadas.

Configuração do Microfone

Visão Geral do Software

O aplicativo da web é acessado por meio de um navegador da web, a partir de um computador na mesma rede.

Ele permite que administradores e técnicos controlem:

Cobertura: Ajustar a largura e a localização, selecionar modelos, salvar ou carregar predefinições, personalizar as configurações da barra de luz e executar as configurações automáticas.

Canais: Ajustar e monitorar os níveis de canal, os canais mudos ou os grupos de canal, ajustar as configurações de mixagem automática e ajustar as configurações do equalizador.

Configurações: Controlar configurações de IP da rede, nome do dispositivo, senhas, idiomas, identificação do firmware e reinicialização do dispositivo.

Conceitos Básicos do Fluxo de Trabalho do Software

Pense em cada lóbulo como um microfone individual. Caso houvesse 8 microfones em cima da mesa, cada um poderia ser fisicamente movido de acordo com os arranjos de assento e ficaria conectado a um mixer com contro­

les independentes de ganho e canal. Com o Microfone de Arranjo de Teto Microflex Advance, o aplicativo da web permite o controle da cobertura física e das configurações de canais de áudio, com predefinições do usuário para mudar rapidamente entre configurações. Cada lóbulo é movido de acordo com a disposição dos assentos, com três configurações de largura para alterar o tamanho da área de cobertura. Canais independentes do mixer con­

trolam o nível e as propriedades de áudio de cada lóbulo.

(39)

Cada lóbulo é representado graficamente e pode ser arrastado para a posição desejada. Um canal corresponden­

te do mixer permite o controle das configurações de áudio de cada lóbulo.

Configurar a cobertura do microfone

(40)

Etapa 1: Definir propriedades do microfone

1. Ajuste Unidades em pés ou metros, de acordo com as suas preferências.

2. Digite um valor para a altura do microfone. Esta distância é entre o chão e a altura do microfone.

3. Se necessário, use a ferramenta de orientação na parte inferior da área de trabalho para girar a vista de confi­

guração para coincidir com a perspectiva do instalador. Use o valor em graus ou o LED do microfone na área de trabalho para confirmar a posição.

Etapa 2: Selecionar um modelo

Selecione um modelo que esteja o mais próximo do cenário de assento.

Etapa 3: Definir a Cobertura

Os lóbulos podem ser posicionados manualmente ou automaticamente. O recurso Posicionamento Automático detecta o som de uma área específica quando o microfone já está instalado. O posicionamento manual é útil pa­

ra designers, quando a sala tiver sido especificada, mas o microfone ainda não tiver sido instalado.

Posicionamento automático

O posicionamento automático determina a posição do locutor (valores X/Y) e a altura do locutor através de uma verificação de som simples.

1. Selecione um canal para posicionar o lóbulo.

2. Selecione Posicionamento Automático na seção Propriedades do Canal para iniciar o processo.

3. Siga as instruções fornecidas para cada etapa apresentadas no software.

4. Repita para cada canal, conforme necessário.

Melhores Práticas

• Verifique se a altura do microfone foi digitada corretamente em Propriedades de Arranjo.

• Use a fala como fonte de som. Não use tons de teste.

• Se possível, elimine as fontes de ruído da sala, como projetores ou ventiladores.

• Para uma melhor acústica, os locutores não devem estar próximos de uma parede ou em um canto, pois as re­

verberações de acústica podem diminuir a precisão do direcionamento.

• Fale no local exato onde o lóbulo deve ser posicionado. É importante coincidir a altura (sentado ou em pé), pois a altura do locutor é definida através de posicionamento automático.

• Se um lóbulo precisar cobrir uma área com múltiplos locutores, fique no centro da região. Ajustes manuais po­

dem ser necessários após o lóbulo ser posicionado, para garantir que toda a área seja coberta.

Posicionamento Manual

1. Mova os lóbulos para cobrir as áreas apropriadas.

◦ Os lóbulos são independentemente selecionáveis e podem ser movidos para qualquer lugar dentro da área de cobertura máxima permitida. Se arrastados para fora desta região, os lóbulos ficam vermelhos e rever­

tem para a última posição aceitável.

◦ Os lóbulos podem ser posicionados de duas formas: arrastados até o lugar ou com uma distância do micro­

fone inserida manualmente. Os valores de distância são X e Y ao longo da grade, com o microfone centra­

do em 0.

◦ Use a grade para medir o posicionamento preciso do lóbulo.

2. Insira a altura do locutor selecionando um lóbulo e informando o valor em Propriedades do Canal. Isso garante

(41)

Usar a grade de referência

A grade proporciona um quadro de referência para mostrar distâncias em relação ao centro do microfone. A uni­

dade de medida selecionada (metros/pés) aplica-se à grade, por isso certifique-se de que ela tenha sido definida corretamente. Se são conhecidas as distâncias entre os locutores e o microfone, a grade pode verificar visual­

mente que a posição do lóbulo está correta.

Observação: Os valores à esquerda do microfone sobre o eixo horizontal X e abaixo do microfone no eixo verti­

cal Y são medidos como valores negativos. Quando o recurso de giro é usado, os valores da grade mudam para coincidir com a nova perspectiva.

Adição e Remoção de Canais

Para adicionar canais no espaço de trabalho, use o botão Adicionar Canal localizado acima do espaço de traba­

lho.

Para remover um canal, selecione um lóbulo e selecione Remover Canal, localizado sob as Propriedades do Ca­

nal. A tecla “delete” também pode ser usada para remover o canal selecionado.

Etapa 4: Ajustar largura do lóbulo

O controle de largura independente possibilita que alguns lóbulos capturem locutores individuais (estreito), en­

quanto outros lóbulos cobrem vários locutores (amplo).

Para alterar a largura do lóbulo:

1. Selecione Configuração no aplicativo da web

2. Selecione um lóbulo na visualização de sala para exibir o menu de propriedades do canal

3. Selecione uma configuração de largura do canal no menu suspenso. A largura é calculada e exibida, com ba­

se no local do lóbulo e na altura do teto.

Configurações da largura do lóbulo:

• Estreito (35°)

• Médio (45°)

• Largo (55°)

(42)

Larguras de lóbulo para as três configurações com o microfone seis pés acima de uma mesa

Níveis de Ajuste

Os níveis de ganho em microfones MicroflexAdvance devem ser ajustados para cada predefinição de cobertura salva para garantir estrutura de ganho otimizada para todos os cenários de assentos. Sempre ajuste os níveis an­

tes de fazer alterações nas configurações de mixagem automática para garantir o melhor desempenho.

1. Faça uma verificação do nível de cada área de cobertura usando um volume de fala normal. Ajuste os botões de volume para que os medidores atinjam o máximo em aproximadamente –20 dBFS.

2. Ajuste as configurações do equalizador para otimizar a inteligibilidade da fala e diminuir os ruídos (como sons de baixa frequência causados por sistemas de aquecimento, ar-condicionado etc.).

3. Se as configurações do equalizador provocarem um aumento ou redução significativa nos níveis, faça os ajus­

tes necessários de acordo com a etapa 1.

Quando Utilizar o Volume de Ganho do Canal e o Volume de Ganho de Mixagem Automática

Existem dois botões de volume de ganho diferentes com finalidades distintas:

Ganho do Canal (Pré-Porta)

(43)

Para ajustar, vá para Canais. Esses botões de volume afetam o ganho de um canal antes de ele chegar ao mixer automático e, portanto, afetam a decisão de comutação do mixer automático. Reforçar o ganho aqui tornará o ló­

bulo mais sensível a fontes sonoras e mais suscetível a ocupar a porta. Diminuir o ganho aqui tornará o lóbulo menos sensível e menos suscetível a ocupar a porta. Se você estiver usando somente saídas diretas para todos os canais sem o mixer automático, você precisará utilizar somente esses botões de volume.

Ganho de Mix. Auto (Pós-Porta)

Para ajustar, vá para Configuração > Mix. auto. Esses botões de volume ajustam o ganho do canal após o lóbulo ter ocupado a porta. Este ajuste do ganho não afeta a decisão de comutação. Utilize esses botões de volu­

me somente para ajustar o ganho de um locutor depois que se sentir satisfeito com o comportamento da comuta­

ção do mixer automático.

Equalizador Paramétrico (PEQ)

Maximize a qualidade de áudio, ajustando a resposta de frequência com o equalizador paramétrico.

Aplicações comuns do equalizador:

• Melhorar a inteligibilidade da fala

• Reduzir ruído de sistemas HVAC ou de projetores de vídeo

• Reduzir irregularidades da sala

• Ajustar a resposta de frequência para sistemas de reforço

Para desligar todos os filtros de equalização, selecione Ignorar todos EQs.

Definir parâmetros de filtro

Ajuste as definições de filtro por meio da manipulação dos ícones no gráfico de resposta em frequência ou intro­

duzindo valores numéricos. Desative um filtro usando a caixa de seleção ao lado do filtro.

Tipo de Filtro Apenas a primeira e última banda têm tipos de filtro selecionáveis.

Paramétrico: Atenua ou aumenta o sinal dentro de uma faixa de frequência per­

sonalizável

Passa Alta: Atenua o sinal de áudio abaixo da frequência selecionada

Limite Baixo: Atenua ou aumenta o sinal de áudio abaixo da frequência selecio­

nada

Passa Baixa: Atenua o sinal de áudio acima da frequência selecionada

Limite Alto: Atenua ou aumenta o sinal de áudio acima da frequência selecionada

Frequência Selecione a frequência central do filtro para cortar/reforçar Ganho Ajusta o nível de um filtro específico (+/– 30 dB)

Q Ajusta a faixa de frequências afetadas pelo filtro. Conforme este valor aumenta, a

(44)

Largura Ajusta a faixa de frequências afetadas pelo filtro. O valor é representado em oita­

vas.

Observação: os parâmetros Q e de largura afetam a curva de equalização da mesma forma. A única diferença é a forma como os valores são representados.

Copiar, Colar, Importar e Exportar Configurações de Canal do Equalizador

Esses recursos tornam simples usar as configurações eficazes do equalizador em uma instalação anterior, ou simplesmente acelerar o tempo de configuração.

Copiar e Colar

Use para aplicar rapidamente a mesma configuração PEQ em múltiplos canais.

1. Selecione o canal no menu suspenso na tela PEQ.

2. Selecione Copiar

3. No menu suspenso, selecione o canal para aplicar a configuração PEQ e selecione Colar.

Importar e Exportar

Use para salvar e carregar as configurações PEQ a partir de um arquivo no computador. Isto é útil para criar uma

(45)

Exportar Escolha um canal para salvar a configuração PEQ e selecione Exportar para ar­

quivo.

Importar Escolha um canal para carregar a configuração PEQ e selecione Importar de ar­

quivo.

Quando usar o Equalizador de Canal e o Equalizador de Mixagem Automática

Aplique o EQ de Mixagem Automática para realizar mudanças em todo o sistema, tais como reforço de agudos para melhorar a clareza da fala. Use o EQ de Canal para fazer ajustes em um canal específico. Por exemplo, pa­

ra reduzir ruídos indesejados captados por um único canal.

Aplicações do Equalizador

A acústica de salas de conferência varia de acordo com o tamanho, formato e materiais de construção das salas.

Siga as orientações da tabela a seguir.

Aplicação do EQ Configurações recomendadas

Reforce o agudo para melhorar inteligibilidade da fala Adicione um filtro de limite alto para reforçar frequên­

cias superiores a 1 kHz por 3–6 dB

Redução de ruído HVAC Adicione um filtro de limite baixo para atenuar as frequências abaixo de 200 Hz

Reduza ecos flutuantes e sibilância Identifique a faixa de frequência específica que “exci­

ta” a sala:

1. Defina um valor Q estreito

2. Aumente o ganho entre 10 e 15 dB e, em seguida, experimente com frequências entre 1 kHz e 6 kHz para identificar a gama de ecos flutuantes ou sibi­

lância

3. Reduza o ganho na frequência identificada (início entre –3 e –6 dB) para minimizar o som indeseja­

do da sala

Reduza o som oco e ressoante na sala Identifique a faixa de frequência específica que “exci­

ta” a sala:

1. Defina um valor Q estreito

2. Aumente o ganho entre 10 e 15 dB e, em seguida, experimente com frequências entre 300 Hz e 900 Hz para identificar a frequência de ressonância 3. Reduza o ganho na frequência identificada (início

entre –3 e –6 dB) para minimizar o som indeseja­

do da sala

(46)

Contornos de EQ

Use os contornos embutidos do equalizador para rapidamente aplicar alterações de EQ na saída de mixagem au­

tomática. Para ativar um contorno, abra o aplicativo da web e selecione um contorno na seção de opções de dis­

positivo.

Desligar: desliga qualquer contorno de EQ ativo Passa-Alta (padrão): filtro de sons graves de 300 Hz Limite Baixo: filtro de limite baixo de 960 Hz, –10 dB

Multibanda: filtro de sons graves de 200 Hz paramétrico de 450 Hz, –10 dB, 2,87 Q, paramétrico de ½ oitava, 900 Hz, –10 dB, 2,87 Q, paramétrico de ½ oitava

Clique em Ignorar todos EQs para rapidamente ignorar todas as configurações de contornos de EQ ou EQ do ca­

nal.

Melhores Práticas

• Ouça e teste seu sistema ao fazer alterações de EQ, e certifique-se de que elas sejam adequadas à sua sala específica.

• Ao utilizar um processador de conferência de áudio P300, desligue os contornos de EQ e o EQ do canal do mi­

crofone. Use o P300 para fazer os ajustes de EQ.

Predefinições Personalizadas

Use as predefinições para salvar rapidamente e recuperar as configurações. Até 10 predefinições podem ser ar­

mazenadas em cada dispositivo para coincidir com vários arranjos de assentos. Uma predefinição salva todas as configurações do dispositivo, exceto Nome do Dispositivo, IP Settings e Passwords. Importar e exportar predefini­

ções para novas instalações economiza tempo e melhora o fluxo de trabalho. Quando uma predefinição for sele­

cionada, o nome será exibido acima do menu de predefinição. Se forem feitas modificações, um asterisco apare­

cerá próximo ao nome.

Observação: Use a predefinição de configurações padrão para reverter à configuração de fábrica (exclui o Nome do Dispositivo, o Endereço IP e as Senhas).

Abra o menu de predefinições para revelar as opções de predefinição:

salvar como predefinição: Salva as configurações no dispositivo carregar predefinição: Abre uma configuração do dispositivo

importar de arquivo: Faz download de um arquivo de predefinição de um computador para o dispositi­

vo. Os arquivos podem ser selecionados no navegador ou arrastados para a jane­

la de importação.

exportar para arquivo: Salva um arquivo de predefinição do dispositivo em um computador

(47)

Grupos de Volume e Mudo

Adicione canais a um Grupo mudo ou a um Grupo de Volume para ligar os controles correspondentes ao mesmo tempo. Por exemplo, se os canais 1, 2 e 3 são adicionados a um Grupo mudo, ativar o mudo em qualquer um desses canais individuais deixará mudos todos os canais agrupados.

Canal de mixagem automática

Este canal mixa automaticamente o áudio de todos os canais para entregar uma única e conveniente saída. O ca­

nal de mixagem automática está sempre ativado. Para usá­lo, basta rotear o canal no controlador Dante até a saí­

da desejada.

Há duas maneiras de acessar as configurações de MIX. AUTO:

Na tela de configuração:

1. Selecione Configuração 2. Abra a guia MIX. AUTO Na tela de canais:

1. Selecione Canais

2. No canal de MIX. AUTO, selecione o botão de MIX. AUTO

Configurações de mixagem automática

Deixar Último Microfone Ligado

Mantém ativo o canal do microfone usado mais recentemente. O propósito desse recurso é manter o som ambiente natural no sinal, de modo que os participantes da reunião na extremidade distante saibam que o sinal de áudio não foi interrompi­

do.

Sensibilidade de Comu­

tação

Altera o limiar do nível em que a porta é aberta

Atenuação Desligada Define o nível de redução de sinal quando um canal não está ativo

Tempo de Retenção Define a duração para que o canal permaneça aberto após o nível cair abaixo do limite de porta

Máximo de Canais Aber­

tos

Define o número máximo de canais ativos simultaneamente

Prioridade Quando selecionada, esta porta de canal é ativada, independentemente do núme­

ro máximo de canais abertos.

Medidor de Ganho da Mi­

xagem Automática

Quando ativado, altera os medidores de ganho para exibir a comutação da mixa­

gem automática em tempo real. Os canais que forem abertos exibirão mais ganho que os canais que foram fechados (atenuados) na mixagem.

(48)

Modos de Mixagem Automática

Clássico

O modo Clássico emula o mixer automático Shure SCM820 (em suas configurações padrão). Ele é conhecido pe­

la comutação de canal perfeita e rápida e pelos níveis constantes de som ambiente captado. Neste modo, a ate­

nuação fora do eixo é fixada em –20 dB por canal, independentemente do número de canais abertos.

Suave

No modo suave, as configurações de atenuação fora do eixo para cada canal são escaladas de acordo com o nú­

mero de canais abertos. A estrutura de ganho escalada ajuda a reduzir os ruídos quando há um número de ca­

nais alto. Quando menos canais são usados, a menor atenuação fora do eixo fornece uma comutação transpa­

rente.

Número de canais ativados Atenuação fora do eixo (dB)

2 –5

3 –8

4 –10

5 –12

6 –13

7 –14

8 –15

Personalizado

O modo personalizado fornece controle sobre todos os parâmetros de mixagem automática. Este modo é útil quando devem ser feitos ajustes em um dos modos predefinidos para se adequar a uma aplicação particular. Se os parâmetros forem alterados no modo suave ou clássico, o modo personalizado é ativado automaticamente.

Manual

O modo manual somas todas as faixas ativas e envia o sinal somado em uma única saída Dante. Isso fornece a opção de rotear o sinal de reforço ou de gravação, sem habilitar a mixagem automática. As configurações dos vo­

lumes no modo de exibição de monitoração padrão aplicam-se à saída somada.

Redução de Eco

Em audioconferências, um locutor pode ouvir o eco da sua voz como resultado do microfone que captura áudio na extremidade distante dos alto-falantes.

O recurso de redução de eco evita que o sinal da extremidade distante ative o microfone. Ideal para instalações em que o cancelamento do eco de DSP por canal não está dentro do orçamento de um projeto, a redução de eco

(49)

Como Funciona

Um sinal de referência de eco da extremidade distante é roteado pelo software do Dante Controller ao algoritmo de processamento do microfone. O processador usa esse sinal para evitar que o microfone comute e capture áu­

dio dos alto-falantes.

Ativação da Redução de Eco

1. Use o software do Controlador Dante para rotear o sinal de áudio de entrada da extremidade distante para o canal de Entrada de Referência de Supressão de Eco no MXA910.

2. No aplicativo da web MXA910, insira Configuração> MIX. AUTO

3. Ative a redução de eco selecionando uma configuração de intensidade no menu suspenso. As configurações suave, média e forte fornecem atenuação da extremidade distante e aplicam ganho no canal de referência pa­

ra garantir comutação adequada.

4. Observação: A configuração de atenuação fora do eixo muda para –56 dB e a configuração Deixar último mi­

crofone ligado é definida como OFF quando a redução de eco é ativada.

AES67

O AES67 é um padrão de áudio em rede que ativa a comunicação entre os componentes de hardware que usam tecnologias de áudio IP diferentes. Este dispositivo Shure suporta AES67 para compatibilidade melhorada dentro de sistemas de rede para som ao vivo, instalações integradas e aplicativos de transmissões.

As informações a seguir são críticas ao transmitir ou receber sinais AES67:

• Atualize o software Dante Controller para a versão mais recente disponível para garantir que a guia de configu­

ração do AES67 apareça.

• Antes de ligar ou desligar a criptografia no aplicativo da web do dispositivo Shure, você deve desativar o

(50)

O Dispositivo Shure Suporta: O Dispositivo 2 Suporta: Compatibilidade do AES67

Dante e AES67 Dante e AES67 Não. Deve ser utilizado o Dante.

Dante e AES67 AES67 sem Dante. Qualquer ou­

tro protocolo de rede do áudio é aceitável.

Sim

Os fluxos Dante e AES67 separados podem operar simultaneamente. O número total de fluxos é determinado pe­

lo limite máximo de fluxo do dispositivo.

Envio de Áudio de um Dispositivo Shure

Toda a configuração do AES67 é gerenciada no software Dante Controller. Para mais informações, consulte o guia do usuário do Dante Controller.

1. Abra o dispositivo transmissor Shure no Dante Controller.

2. Ative o AES67.

3. Reinicie o dispositivo Shure.

4. Crie os fluxos AES67 de acordo com as instruções no guia do usuário do Dante Controller (http://

dev.audinate.com/GA/dante-controller/userguide/pdf/latest/AUD-MAN-DanteController-3.10.x-v1.0.pdf).

Recepção de Áudio de um Dispositivo Usando um Protocolo de Rede de Áudio Diferente

Dispositivos de terceiros: Quando o hardware suporta SAP, os fluxos são identificados no software de rotea­

mento que o dispositivo usa. Do contrário, para receber um fluxo AES67, são exigidos a ID e o endereço IP da sessão AES67.

Dispositivos Shure: O dispositivo transmissor deve suportar SAP. No Dante Controller, um dispositivo transmis­

sor (aparece como um endereço IP) pode ser roteado como qualquer outro dispositivo Dante.

Criptografia

O áudio é criptografado usando o Advanced Encryption Standard (AES­256) conforme especificado pela publica­

ção FIPS-197 do NIST (National Institute of Standards and Technology) do Governo dos EUA. Os dispositivos Shure que suportam criptografia exigem uma frase de acesso para fazer a conexão. A criptografia não é suporta­

da com dispositivos de terceiros.

Para ativar a criptografia:

1. Abra o menu Configurações e selecione a guia Geral.

2. Marque a caixa de seleção Enable Encryption.

3. Insira uma frase de acesso. Todos os dispositivos devem usar a mesma frase de acesso para estabelecer uma conexão criptografada.

Importante: Para que a criptografia funcione:

• A criptografia deve estar ativada ou desativada universalmente em todos os dispositivos Shure conectados.

• O AES67 deve estar desativado no Dante Controller para ligar ou desligar a criptografia. A criptografia AES67

(51)

Redes e Dante

Redes de Áudio Digital

O áudio digital Dante é transmitido via Ethernet padrão e opera usando Protocolos de Internet padrão. O Dante fornece baixa latência, sincronização precisa do relógio e elevada QoS (Qualidade do Serviço) para oferecer transporte de áudio confiável a uma variedade de dispositivos Dante. O áudio Dante pode coexistir com seguran­

ça na mesma rede que a TI e os dados de controle ou ser configurado para usar uma rede dedicada.

Recomendações de Switch para Redes Dante

Além dos requisitos básicos de rede, as redes de áudio Dante devem usar um switch de rede Gigabit ou um rote­

ador com os seguintes recursos:

• Portas Gigabit

• QoS (Qualidade de Serviço) com quatro filas

• Diffserv (DSCP) QoS, com prioridade estrita

• Recomendado: um switch gerenciado para fornecer informações detalhadas sobre o funcionamento de cada conexão de rede (velocidade de portas, contadores de erros, largura de banda usada)

Requisitos de Cabo

Sempre use cabo Cat5e ou superior.

Configurações de QoS (Qualidade de Serviço)

As configurações de QoS atribuem prioridades aos pacotes de dados específicos na rede, garantindo a entrega segura de áudio em redes maiores, com tráfego pesado. Esse recurso está disponível na maioria dos interrupto­

res de rede gerenciados. Embora não seja obrigatório, recomenda-se atribuir configurações de QoS.

Observação: Coordenar as alterações com o administrador da rede para evitar a interrupção do serviço.

Para atribuir valores de QoS, abra a interface do interruptor e use a tabela a seguir para atribuir valores de fila as­

sociados ao Dante.

• Atribua o valor mais alto possível (como mostrado neste exemplo 4) para eventos PTP de tempo crítico

• Use os valores de prioridade para cada pacote restante.

Valores de prioridade do Dante QoS

Prioridade Utilização Rótulo DSCP Hex Decimal Binário

Alto (4) Eventos PTP de tempo crítico

CS7 0x38 56 111000

Médio (3) Áudio, PTP EF 0x2E 46 101110

TM

(52)

Prioridade Utilização Rótulo DSCP Hex Decimal Binário

Baixo (2) (reservado) CS1 0x08 8 001000

Nenhum (1) Outro tráfego BestEffort 0x00 0 000000

Observação: O gerenciamento do interruptor pode variar conforme o fabricante e o tipo de interruptor. Consulte o guia do fabricante do produto para obter detalhes de configuração específicos.

Para obter mais informações sobre os requisitos do Dante e sobre as redes, visite www.audinate.com.

Terminologia de rede

PTP (Protocolo de Precisão de Tempo): Utilizado para sincronizar os relógios na rede

DSCP (Ponto de Código de Serviços Diferenciados): Método de identificação padronizada para dados utiliza­

dos na camada 3 QoS de priorização

Uso em Rede

Melhores Práticas de Redes

Use as seguintes melhores práticas ao configurar uma rede para assegurar uma comunicação confiável:

• Sempre use uma topologia de rede “estrela” conectando cada componente diretamente ao switch ou roteador.

• Conecte todos os dispositivos Shure em rede à mesma rede e configure para a mesma sub-rede. Isso se aplica a todos os dispositivos entre os quais seja necessário rotear sinais de áudio (gerenciados por meio do Controlador Dante). Além disso, é necessário para abrir o aplicativo da web para um dispositivo.

• Dispositivos em redes separadas exigem um processador de áudio ou software de conferência para transmitir o áudio entre eles. Consulte a seção de requisitos de planejamento de sistema e equipamentos para obter in­

formações de configuração de rede e exemplos de configuração.

• Use apenas um servidor DHCP por rede. Desative o endereçamento DHCP nos servidores adicionais.

• Ligue o switch e o servidor DHCP antes dos equipamentos MXA.

• Para expandir a rede, use vários switches Ethernet em uma topologia em estrela.

• Todos os dispositivos devem ter o mesmo nível de revisão de firmware.

Dados de Áudio da Rede e Controle Shure

Os dispositivos MicroflexAdvance transportam dois tipos de dados na rede: Controle Shure e Áudio da Rede.

Controle Shure

O Controle Shure transmite dados para a operação do software de controle, atualizações de firmware e sistemas de controle de terceiros (AMX, Crestron).

Áudio da Rede

Esta rede transporta dados de áudio digital e controle do Dante para o Controlador Dante. O áudio da rede requer uma conexão gigabit Ethernet com fio para operar.

Imagem

Referências

temas relacionados :