II Fórum de Empreendedorismo Social AMP 2020 Inovação Social e a Criação de Emprego

Texto

(1)

© - Copyright GRACE

Maio 2012 Grupo de Reflexão e Apoio à Cidadania Empresarial – Associação

II Fórum de Empreendedorismo Social AMP 2020

Inovação Social e a Criação de Emprego

Luís Sousa, GRACE

em representação da BioRumo

(2)

Agenda

1. O GRACE

2. Inovação Social

(3)

© - Copyright GRACE

1. Grupo de Reflexão e Apoio à Cidadania Empresarial

 Associação sem fins lucrativos, constituída a 25 de Fevereiro de 2000.

Missão. Reflexão, promoção e desenvolvimento de iniciativas sobre responsabilidade social

corporativa.

 Visão. Fomentar a participação das empresas no contexto social em que se inserem, através de parcerias que potenciem impactos visíveis e concretos da atividade da associação em articulação com outras entidades da sociedade civil.

 Fundadores. FLAD (Charles Buchanan), PEC (Norma Vogelweid) BP, HBI, IBM, INAPA, McDONALD’s, XEROX, Fátima Fonseca e João Mourão.

Em 15 anos…

• Mais de 5 mil voluntários envolvidos em ações; • Mais de 10 mil beneficiários;

• 14 Publicações;

• 8 edições de Voluntariado em Família; • 9 edições do G.I.R.O.;

• Estabelecemos parcerias internacionais e mais de 60 parcerias nacionais com Câmaras Municipais, Entidades públicas (ACM e INR), Economia Social, Universidades, entre outros;

• Refletimos em conjunto em mais de 200 reuniões e seminários;

(4)
(5)

© - Copyright GRACE

Linhas de Orientação Estratégica

Responsabilidade Social Corporativa

Partilha de boas práticas entre empresas Aproximação das empresas à comunidade Desenvolvimento Sustentável Voluntariado Corporativo Alinhamento com as tendências internacionais

(6)

© - Copyright GRACE Reflexão Realização de Conferências e Encontros Temáticos Sensibilização e divulgação da temática da RSC, junto

dos OCS, entidades públicas, etc. Representação de Portugal no CSR Europe e outras instâncias internacionais Publicação de Manuais, Guias e Estudos

(7)

© - Copyright GRACE Cidadania Empresarial Voluntariado Corporativo (GIRO, K’CIDADE, ENGAGE…) Parcerias nacionais e internacionais Ações de formação e sensibilização Uni.Network

(8)

2. Temas

Inovação Social

Responsabilidade Social

Valor Partilhado

Sustentabilidade

Economia Social

(9)

© - Copyright GRACE

INOVAÇÃOSOCIAL

AFINAL O QUE É?

Por um lado

a

inovação social é um campo extremamente

criativo

com

impacto e aceitação global

por outro, é um campo em formação que

começa a separar-se da filantropia e do sector da cooperação

O interesse na sua prática cresce a um ritmo acelerado, e como campo emergente que é o

termo inovação social é transversal a muitas outras nomenclaturas

e por

isso

(10)

INOVAÇÃOSOCIAL

BANCOS SOCIAIS

: investimentos e financiamentos em projectos de cariz social

LABORATÓRIO DE INOVAÇÃO SOCIAL

: Sessões de trabalho em grupo de geração de

soluções prol da prosperidade social

EMPREENDORISMO SOCIAL

: negócios vinculados a produtos ou soluções para alterar

condições sociais desfavoráveis

PARCERIAS SOCIAIS

: colaborações dirigidas a solucionar problemáticas sociais

USADA PARA DESIGNAR…

INOVAÇÃO SOCIAL CORPORATIVA

: Projectos tri-sectoriais (publico, privado e não-lucrativo) para responder a desafios sociais

(11)

© - Copyright GRACE

€€€€

Ideias

Colaborações / Parcerias

Plano de negócio Investimento Implementação Produtos Impacto social + /Serviços Observatório Objectivo: fomentar a troca de experiências, conhecimento e competências entre as instituições envolvidas no processo da inovação social Desde 2008 International Summer School on Social Innovation Objetivo: mapear iniciativas de elevado potencial de inovação e empreendedorismo social

Missão: inovar o empreendedorismo. 1.Criar e dinamizar uma cultura e rede de empreendedorismo e inovação; 2. Acelerar

start-ups; 3. proporcionar espaços, serviços e produtos focados no

empreendedor

O que é inovação social?

Como podem as autoridades públicas apoiá-lo? Como implementar? Todas as

respostas detalhados no

guia, juntamente com

exemplos e estudos de caso

Objectivo: juntar pessoas e organizações dos três sectores para

gerarem ideias de soluções sociais em resposta a necessidades emergentes Bootcamp em Empreendedorismo Social Para líderes, gestores do setor social, decisores públicos e gestores de áreas de responsabilidade social que querem maximizar o impacto social

OFERTADEHOJE

?

(12)

€€€€

Ideias

Colaboraç ões / Parcerias

Plano de negócio InvestimentoImplementação Impacto social + Produtos

/Serviços Observatório

ACRESCENTARVALORNAOFERTADEHOJE

Aplicar

Ferramentas, Processos,

Métodos, Metodologias e

Modelos

para implementar uma

Cultura

de Inovação Social Continua para gerar

comunidades resilientes, p

or forma a produzir

impacto ÉCO-social positivo

FOCO no

entendimento do

PROBLEMA

(13)

© - Copyright GRACE

PROGRAMA para um FUTURO mais SUSTENTÁVEL

As

organizações, industrias,

comunidades etc

têm apresentado

dificuldades em gerar

comportamentos e

soluções concretas, integradas,

efetivas e duradouras

para

contribuir na

resiliência do sistema

socio-ecológico,

e portanto as

organizações, instituições e

negócios

É um dado adquirido:

soluções para problemas sociais e

desafios ambientais

não podem

ser criadas em separado

, contrariando

a tendência da maioria das práticas seguidas

Tem-se tornado evidente que os

ciclos

económicos prósperos

estão

associados à prosperidade social e

à disponibilidade de recursos

naturais e energéticos

Porém tratamos sempre os

(14)

VAZIONOMERCADO (4) são precisos novos ITINERÁRIOS PRACTICOS (1) são necessárias NOVAS FORMAS DE ENVOLVIMENTO entre pessoas, organizações, sectores e governos para

compreender as problemáticas

(2) é urgente criar NOVO CONHECIMENTO e FORMAS DE PARTILHA (3) é importante construir COMUNIDADES CRIATIVAS

NECESSIDADES

(15)

© - Copyright GRACE

Inovação Social e criação de valor “Empresarial”

A Inovação Social procura aliar as virtudes do modelo empresarial aos contextos onde estes modelos apresentam menor propensão a se desenvolverem: a pobreza e o risco de exclusão social.

Introdução de inovações no modo de aplicação de financiamento ou com a promoção do desenvolvimento de tecnologias, com a introdução de elementos inclusivos em modelos de negócios tradicionais.

Na criação de novos canais de venda para os públicos mais carenciados, na contratação de colaboradores mais vulneráveis a situações de pobreza e desemprego de longa

duração, na disponibilização de serviços públicos através de modelos de baixo custo disseminados por estratos muito alargados da população.

Experiências espalhadas por todo o mundo, com uma incidência especial na América Latina e subcontinente Indiano, levaram o setor privado a assumir-se especialmente atento.

(16)

Inovação Social e a importância do 3º Sector

Em Portugal a Economia Social tem ganho uma relevância cada vez maior.

Atualmente a atividade de ONG, IPSS , Misericórdias e outros organismos da área social, representa 5,5% do Produto Interno Bruto (PIB) e a que se encontram alocados cerca de 250 mil postos de trabalho diretos.

A expectativa dos responsáveis políticos é que é a de que a mesma área possa chegar aos 10% do POB, ultrapassando a do Turismo.

Exemplos práticos: •Produtos BOP •Microcrédito •MicroSeguros •Valor Partilhado

(17)

© - Copyright GRACE

IPAV – Instituto Padre António Vieira

3. Exemplos Práticos

O Instituto Padre António Vieira (IPAV) é uma associação sem fins lucrativos, constituída em 2005 com particular vocação para a reflexão e intervenção nos domínios das

migrações e diálogo intercultural, inovação social e prospectiva, na senda da inspiração da vida e obra do Pe. António Vieira.

António Vieira é uma herança portuguesa preciosa para o terceiro milénio. Como no seu tempo, Portugal precisa de se ultrapassar e reencontrar o seu destino no mundo. Como na sua época, o desafio da inovação social, do multiculturalismo, da defesa da

diversidade, do diálogo entre crentes e não crentes, bem como a promoção da dignidade humana são desafios em agenda.

O Instituto Pe. António Vieira existe para responder a este património e a estes desafios. A sua missão é intervir na defesa e promoção da dignidade humana, através da inovação social, do diálogo intercultural e da solidariedade em Portugal e no Mundo.

(18)
(19)

© - Copyright GRACE

(20)
(21)

© - Copyright GRACE

(22)
(23)

© - Copyright GRACE

(24)
(25)

© - Copyright GRACE

(26)

Cais – Circulo de Apoio à Integração dos Sem Abrigo

Exemplos Práticos - CAIS

Âmbito

•Fundada em 1994, a CAIS é uma Associação de Solidariedade Social sem fins lucrativos, reconhecida como pessoa colectiva de utilidade pública.

•A CAIS tem como missão contribuir para o melhoramento global das condições de vida de pessoas sem casa/lar, social e economicamente vulneráveis, em situação de privação,

exclusão e risco.

Objectivos

•Promover a integração social pela capacitação e empregabilidade de uma população marginalizada

•Oferecer um “Porto de Abrigo” aos que mais precisam, e ajudá-los a tornarem-se agentes activos de mudança

•Apoiar e promover a reflexão e identificação de soluções sociais mais adequadas e justas à população mais carente

•Promover o espírito de partilha, cidadania e responsabilidade social em prol de uma sociedade mais próxima e solidária

(27)

© - Copyright GRACE

(28)
(29)

© - Copyright GRACE

Exemplos Práticos

A BIORUMO ENQUANTO UMA DAS

PRIMEIRAS EMPRESAS

PORTUGUESAS A RECEBER A

CERTIFICAÇÃO DE

(30)

O que é:

As empresas certificadas como B Corps, cumprem com exigentes e rigorosos padrões de performance social e ambiental, expandindo legalmente as suas responsabilidades de forma a incluírem a consideração dos interesses dos seus

stakeholders, criando uma visão coletiva através do poder da

marca B Corp.

Em junho de 2015, existem mais de 1300 B Corps, em 41 países e 121 indústrias, representando um mercado diverso e

multibilionário.

(31)

© - Copyright GRACE

O B Lab:

O B Lab é uma organização norte-americana sem fins lucrativos, que está a desenvolver um movimento global para redefinir o

sucesso nos negócios, de forma a que todas as empresas passem a concorrer não só para serem as melhores do mundo, como também as melhores para o mundo.

O B Lab conduz esta mudança sistemática através de um conjunto de iniciativas interrelacionadas:

1. Construindo uma Comunidade de B Corps, de forma a que seja clara a diferença entre “um bom negócio” e “um bom

marketing”.

2. Fazendo advocacy e promovendo a adoção de legislação, nos EUA, de forma a acelerar o crescimento do empreendedorismo social e do investimento de impacto (à data já 24 Estados aprovaram esta legislação);

(32)

O B Lab (cont.):

3. Desenvolvendo o B Analytics, uma plataforma personalizada para medir, fazer o benchmark e reportar a nível de impacto; e

4. Disponibilizando gratuitamente ferramentas essenciais às empresas, de forma a que meçam, comparem e melhorem a sua performance social e ambiental.

Mais de 18.000 empresas utilizam a Avaliação de Impacto B. Para mais informações, visite:

• www.bcorporation.net

• www.benefitcorp.net

• www.b-analytics.net

(33)

© - Copyright GRACE Maio 2012

Imagem

Referências

temas relacionados :