PROCESSO SELETIVO SIMPLIFICADO EDITAL Nº 002/2013

Texto

(1)

PROCESSO SELETIVO SIMPLIFICADO EDITAL Nº 002/2013

O município de Campo Alegre conforme dispõe o Art. 37, inciso IX da Constituição Federal de 1988 e Art. 300, inciso X da Lei Municipal nº 006 de 19 de setembro de 2002, torna público para o conhecimento dos interessados que estão abertas às inscrições do processo seletivo simplificado para contratação de pessoal em Caráter Temporário, no quadro de pessoal da Prefeitura Municipal de Campo Alegre.

1- DO OBJETO

O objeto do presente Edital consiste no processo seletivo simplificado para contratação em caráter temporário, na Secretaria Municipal de Saúde e Desenvolvimento Social, Secretaria Municipal de Cultura, Turismo, Esporte e Lazer, Secretaria Municipal de Finanças e Secretaria Municipal de Planejamento Transporte e Obras de Campo Alegre/SC.

N° VAGAS CARGO FUNÇÃO CARGA

HORÁRIA HABILITAÇÃO PROFISSIONAL VENCIMENTO

01 Imediata

Médico IV Médico Plantonista 12 horas no sábado das 19:00 às 07:00 horas; 12 horas no domingo das 07:00 às 19 horas. Curso Superior de Medicina; Registro no Conselho Regional de Medicina. R$ 32,02 a hora, acrescida de mais 40% de gratificação especial médica; 12horas diurna = R$ 537,96; 12 horas noturna = R$ 672,49. 01 Reserva

Médico Médico II 40 horas semanais

Curso Superior de Medicina; Registro no Conselho Regional de Medicina. R$ 5.124,78 Mais 50% gratificação especial médica; Até 100% Gratificação ESF conforme localidade. 01 Reserva Técnico em Nível Médio Técnico em Contabilidade

40 horas semanais Curso Técnico em Contabilidade; Registro no Conselho Regional de Contabilidade. R$ 1.281,18 Mais R$ 100,00 de vale alimentação 01 Imediata Instrutor de Música Instrutor de Música – Instrumental (Bateria) 20 horas semanais Curso de Nível Médio 2° grau e comprovação de cursos de formação do instrumento específico e/ou curso profissionalizante na área de atuação.

R$ 5,11 por hora aula;

R$ 50,00 vale de alimentação.

(2)

02 Imediata

Motorista Motorista

(ônibus escolar)

40 horas semanais 4ª série do 1° grau; Possuir Habilitação própria para Carteira “D” ou “E”, na forma do Código Nacional de Trânsito; Curso para transporte Aprovação em prova prática. R$ 857,97 Mais 30% de Periculosidade e R$ 100,00 de Vale Alimentação. 01 Imediata Agente Operacional III Operador de Máquinas

40 horas semanais Ensino Fundamental; Possuir Habilitação Própria, na forma do Código Nacional de Trânsito; Aprovação em prova prática; R$ 857,97 Mais 30% de Periculosidade e R$ 100,00 de Vale Alimentação. 2- DAS INSCRIÇÕES

2.1 – As inscrições estarão abertas no período de 31 de janeiro de 2013 a 06 de fevereiro de 2013, na Prefeitura Municipal de Campo Alegre, sito à rua Cel. Bueno Franco nº 292, centro, no horário das 8:00 horas às 12:00 horas e 13:00 horas às 17:00 horas.

2.2 – São condições de Inscrição:

a) Ser brasileiro nato ou naturalizado;

b) Encontrar-se em pleno exercício de seus direitos civis e políticos; c) Estar quite com as obrigações militares e eleitorais;

d) Conhecer e estar de acordo com as exigências contidas neste Edital;

e) Possuir escolaridade ou habilitação correspondente aos níveis exigidos por Lei para o cargo. 2.3 – O candidato deverá preencher a ficha de inscrição e anexar fotocópias dos seguintes documentos:

I- Carteira de identidade;

II- Cadastro de pessoa física – CPF (fotocópia legível)

III- Certidão de Nascimento dos filhos menores de 18 anos e ou guarda/ tutela. IV- Comprovante de Quitação Eleitoral.

V- Certificado Militar

IV- Comprovação do nível de escolaridade exigido;

V- Comprovação de cursos de formação do instrumento específico e/ou curso profissionalizante na área de atuação.

VI- Registro do Conselho Regional e Habilitação exigida para o exercício do cargo.

VII- Documentos hábeis para a contagem de tempo de serviço, se houver, comprovando experiência profissional no nível/função para qual se inscreveu mediante fotocópia da Carteira de Trabalho ou Certidão expedida por Repartição Pública,

(3)

2.4 – A adulteração ou a não veracidade de qualquer declaração ou documento apresentado pelo candidato verificado a qualquer tempo, o eliminará do Processo Seletivo, sem prejuízo da adoção de medidas judiciais necessárias à responsabilização criminal do candidato.

2.5 – Uma vez efetuada e protocolada a inscrição, não serão aceitos pedidos de alteração, e nem permitido anexar documentos.

2.6 – Será permitida a inscrição por procuração pública ou por instrumento particular com firma reconhecida, específica para este Processo Seletivo constando à função para qual candidato deseja inscrever-se. O procurador deverá entregar além dos documentos do candidato exigidos no item 2.3, a fotocópia legível de sua cédula de identidade, bem como instrumento de procuração.

2.7 – As inscrições deferidas, serão homologadas e publicadas na imprensa, bem como afixadas no mural da Prefeitura Municipal de Campo Alegre. O candidato que tiver indeferido a inscrição terá 02 (dois) dias úteis, a contar da publicação para recorrer da decisão, em recurso dirigido ao Prefeito Municipal, que o julgará em igual período, após parecer conclusivo da Comissão Organizadora.

2.8 – A Prova Prática para o cargo de motorista terá inicio na Garagem da Prefeitura Municipal, às 8:00 horas e para o cargo agente operacional III - operador de maquinas ás 13:00 horas do dia 13 de fevereiro de 2013, também na Garagem da Prefeitura. Os candidatos com as inscrições homologadas para o cargo de Motorista deverão apresentar a Carteira Nacional de Habilitação “D” ou “E” para realizar a prova. O operador de Maquina terá que apresentar a Habilitação Própria, na forma do Código Nacional de Trânsito.

2.9- Para o cargo de Motorista a prova consistirá em um percurso pelas ruas do município. O Operador de Máquinas será levado pela Prefeitura Municipal até a Saibreira na Estrada de Ximbuva para Operar a Escavadeira Hidráulica e a Patrola.

3 – DA CLASSIFICAÇÃO

3.1 – Os critérios de classificação do presente processo seletivo será de Tempo de Serviço do candidato na área e Prova Prática.

3.2 – Para a contagem de tempo de serviço será considerado como data limite, o dia 30 de dezembro de 2012. 3.3 - Para efeitos de classificação de Tempo de Serviço será atribuída a seguinte pontuação:

I – 0,05 (zero vírgula zero cinco) ponto por mês completo de serviço prestado, público ou particular, dentro da área para qual o candidato se inscreveu.

3.4 – No cálculo de pontuação por tempo de serviço, computar-se-á o mês de 30 dias, caso haja sobra de dias, somar-se-á a fração de 16 dias ou mais, como um mês.

3.5 - O resultado final será a maior pontuação por tempo de serviço na área. 3.6 – A pontuação da prova prática será de 0 a 10 pontos.

3.7 - O resultado final para os cargos com prova prática será a soma da pontuação por tempo de serviço na área mais a pontuação da prova prática.

3.8 – Para o caso de empate, entre candidato, após a classificação final, serão aplicados os critérios de preferência: - o mais idoso;

- maior número de filhos ou dependentes menores de 18 anos (conforme certidão dos mesmos anexos a ficha de inscrição).

3.9 – A lista do resultado final será divulgada no quadro de avisos da Prefeitura Municipal de Campo Alegre/SC e publicado na imprensa, sendo a classificação final dos candidatos, feita em ordem crescente de pontos.

3.10 – O candidato terá o prazo de 02 (dois) dias, a contar da data de divulgação da listagem para entrar com pedido de reconsideração da classificação, junto ao Setor de Protocolos da Prefeitura Municipal.

(4)

4.1 – A jornada de trabalho do contratado para o cargo de médico IV é de 12:00 horas até 60:00 horas semanais conforme necessidade da Administração, para o Instrutor de Música será de 20 horas semanais e para os demais cargos 40 horas semanais.

4.2 – Os classificados no processo seletivo serão admitidos sob regime especial, conforme necessidade. 5 – DAS EXIGÊNCIAS PARA A ADMISSÃO

5.1 – Os classificados serão admitidos neste Processo obedecendo rigorosamente à ordem de classificação por cargo.

5.2 – A habilitação e classificação neste Processo Seletivo não asseguram o direito de ingresso automático no quadro de pessoal da Prefeitura Municipal. A decisão sobre a admissão é de competência da Prefeitura, dentro do interesse e conveniência da mesma.

5.3 – Por ocasião da admissão, serão exigidos do candidato, os seguintes documentos: a) Carteira de Identidade

b) Certidão de nascimento c) Certidão de casamento d) CPF

e) Comprovante de regularidade de situação cadastral no CPF f) Titulo de eleitor

g) Comprovante de votação ou comprovante de regularidade eleitoral h) Carteira de Trabalho

i) Comprovante de Residência j) Certificado de reservista k) Declaração de dependentes

l) Declaração Imposto de renda ou de isento m) Certidão nascimento dos filhos

n) Carteira de Vacina filhos menores de 06 anos o) Informar se possui filhos deficientes

p) Carteira de registro no órgão de fiscalização profissional q) Certificado do nível de escolaridade

r) Pis/Pasep

s) Conta corrente no Banco Brasil t) Atestado Admissional

u)-Em caso de acumulabilidade de cargo público apresentar declaração constando cargo, carga horária semanal e horário cumprido.

w)- Certidão negativa expedida pelo poder judiciário Cartório de distribuição de feitos civis e criminais da comarca de São Bento do sul, de não existir quaisquer procedimento sumaríssimo ou ordinário ou processo de execução promovido pela administração pública que desabone sua situação funcional.

x)- O candidato deverá apresentar certidão expedida pelo Serviço de Pessoal da Prefeitura Municipal, na qual seja expressamente indicado que o mesmo não possui contrato rescindido antecipadamente pela administração.

5.4 – A prática de ato de falsidade ideológica em prova documental, resultará na eliminação do candidato do presente Edital e anulação dos demais atos decorrentes, sujeitando-se às penas da lei.

5.5 – O candidato que for classificado deverá manter, durante todo o prazo de validade do Processo Seletivo, seu telefone e endereço atualizado junto ao Departamento de Recursos Humanos da Prefeitura Municipal. Caso o candidato não seja localizado por alteração de telefone ou por endereço insuficiente, será considerado como desistente.

(5)

6 – DAS DISPOSIÇÕES FINAIS

6.1 – È de exclusiva responsabilidade do candidato o preenchimento correto de sua ficha de inscrição e também o anexo de seus documentos conforme item 2.3 deste Edital.

6.2 – Este Edital tem validade de um ano, podendo ser prorrogado se necessário por apenas mais um ano.

6.3 – Os casos omissos e situações não previstas neste edital, serão analisados e deferidos pela Comissão Organizadora e Avaliadora deste Processo Seletivo.

Campo Alegre “SC”, 30 janeiro de 2013.

RUBENS BLASZKOWSKI

(6)

ANEXO I

ATRIBUIÇÕES E RESPONSABILIDADES Cargo: Médico IV – Função Médico Plantonista

1 .Acolh er , r econ h ecer e d ia gn os t ica r m ed id a s t er a p êu t ica s p a r a t r a t a m en t o e ou con t r ole d a s d iver s a s p a t ologia s com o u r gên cia s ca r d io r es p ir a t ór ia , d o s is t em a n er vos o cen t r a l, ga s t r in t es t in a is , gen it o-urinárias,en d ocr in ológica s ,h em a t ológica s , va s cu la r es , ot or r in ola r in gológica s , oft a lm ológica s , em s a ú d e m en t a l,t r a u m á t ica s e gin eco ob s t ét r ica s d e a cor d o com a s in s t r u ções e p r ot ocolos r ela t ivos a ca d a t ip o d e p a t ologia , 2 . Con h ecer e r ea liza r m a n ejo d e equ ip a m en t os ; 3 . Con h ecer s olu ções e m ed ica m en t os ; 4 . Res p on s a b iliza r s e p elo en ca m in h a m en t o a d equ a d o d o p a cien t e, qu a n d o a p a t ologia a p r es en t a d a exigir r ecu r s os t er a p êu t icos e ou d ia gn ós t icos in exis t en t es n a u n id a d e; 5 . Con h ecer o s is t em a d e s a ú d e e a r ed e hierarquiza d a d e a s s is t ên cia ; 6 . At en d er a s n or m a s d e Med icin a , Higien e e S egu r a n ça d o Tr a b a lh o; 7 . Zela r p ela gu a r d a d e m a t er ia is e equ ip a m en t os d e t r a b a lh o; 8 . E xecu t a r ou t r a s atividades correlatas.

Observar, quanto as atribuições as disposições contidas no Regulamento a que se refere à Lei Federal n 3268/57.

Cargo: Médico II

1 .Rea liza r con s u lt a s m éd ica s , p a r a d ia gn ós t ico d e d oen ça s e in ca p a cid a d es n a p op u la çã o; 2 . An a lis a r , in t er p r et a r e s olicit a r exa m es p a r a o p er feit o d ia gn ós t ico d e d oen ça s e in ca p a cid a d es ; 3. Rea liza r p equ en a s cir u r gia s a n ível a m b u la t or ia l; 4 . E m it ir a t es t a d os m éd icos ; 5 . Rea liza r colp os cop ia ; 6 . Rea liza r a t en d im en t o m éd ico a os s er vid or es e a s eu d ep en d en t es ; 7 . Pr om over o for t a lecim en t o e a in t egr a çã o d a equ ip e d e s a ú d e d e u n id a d e loca l e d es t a com a com u n id a d e; 8 . Pa r t icip a r d a s a t ivid a d es d es en volvid a s p ela m u n icip a lid a d e n o s en t id o d e p r om oçã o à a ções d e desenvolvimento do físico e prevenção de doenças; 9 . Participar e contribuir para a consecução de Pr ogr a m a s , Ca m p a n h a s e ou t r a s a t ivid a d es in t er in s t it u cion a is r ela cion a d a s à s Ações In t egr a d a s d e S a ú d e e Fis iot er a p ia ; 1 0 . Des en volver s u a s a t ivid a d es p r ofis s ion a is n o Pr ogr a m a d e S a ú d e d a Fa m ília , coor d en a n d o a equ ip e e r ea liza n d o a s a t r ib u ições d efin id a s n o con vên io fir m a d o com Gover n o Fed er a l. 1 1 . At en d er a s n or m a s d e Med icin a , Higien e e S egu r a n ça d o Tr a b a lh o; 1 2 . Zela r pela guarda de materiais e equipamentos de trabalho; 13. Executar outras atividades correlatas. Ob s er va r , qu a n t o a s a t r ib u ições a s d is p os ições con t id a s n o Regu la m en t o a qu e s e r efer e a Lei Federal n 3268/57.

Cargo: Técnico em Nível Médio – Função Técnico em Contabilidade

1 . Rea liza r a s a t ivid a d es r ela t iva s à Tes ou r a r ia e con t r ola r a s t r a n s a ções fin a n ceir a s ; in clu s ive qu a n d o d es ign a d o em it ir e a s s in a r ch equ es ; 2 . Rea liza r a con t a b iliza çã o fin a n ceir a , p a t r im on ia l e or ça m en t á r ia d o Mu n icíp io, s eu s Fu n d os , Au t a r qu ia s e Fu n d a ções ; 3 . Rea liza r o em p en h o d e r ecu r s os qu e p a s s a m p elos cofr es m u n icip a is , a t r a vés d e b a la n ços a n u a is e d e p r es t a ções d e con t a s d o E xecu t ivo Mu n icip a l; 4 . E la b or a r p r ojet os e fis ca liza r a execu çã o or ça m en t á r ia d o Mu n icíp io (Pla n o Plu r ia n u a l, LDO e Or ça m en t o An u a l); 5 . In for m a r p r oces s os , efet u a r cá lcu los , s u a s m em ór ia s e m em or ia is ; 6 . E fet u a r a s p r es t a ções d e con t a s ; 7 . Con t r ola r / a va lia r e es t u d a r a gestão econ ôm ica , fin a n ceir a , p a t r im on ia l e or ça m en t á r ia d a s en t id a d es p ú b lica s ; 8 . Leva n t a r b a la n ços e b a la n cet es exigid os p ela s n or m a s d e Dir eit o Fin a n ceir o; 9 . Ap u r a r e qu a n t ifica r h a ver es e a va lia çã o d e d ir eit os e ob r iga ções ; 1 0 . Rea va lia r b en s e d ir eit os p a t r im on ia is ; 1 1 . In for m a r d iligên cia s b a ixa d a s p elo Tr ib u n a l d e Con t a s e a t in en t es à s u a r es p on s a b ilid a d e Técnico-Pr ofis s ion a l; 1 2 . S u b s id ia r a t om a d a d e d ecis ã o em t od os os n íveis ger en cia is , p r op icia n d o a a d equ a çã o d e p r ojet os e p r ogr a m a s à r ea lid a d e fin a n ceir a d a Pr efeit u r a , a t r a vés d a

(7)

ela b or a çã o e r et ifica çã o a n u a l d a p r op os t a or ça m en t á r ia ; 1 3 . Rea liza r a t ivid a d es d e p r ogr a m a çã o or ça m en t á r ia e fin a n ceir a , e a com p a n h a m en t o d a execu çã o d e or ça m en t o-p r ogr a m a , t a n t o fís ica qu a n t o m on et a r ia m en t e; 1 4 . Con t a b iliza r a s op er a ções qu e t r a d u zem a s it u a çã o or ça m en t á r ia , fin a n ceir a e p a t r im on ia l d o Mu n icíp io; 1 5 . Rea liza r t a r efa s liga d a s à Con t a b ilid a d e Ger a l; 1 6 . Zelar pela guarda dos materiais e equipamentos de trabalho; 17. Executar tarefas correlatas. Observar, quanto às atribuições as disposições contidas no Decreto-lei n 9295/1946.

Cargo: Instrutor de Música – Instrumentos

1. Pla n eja r e m in is t r a r a u la s , or ien t a n d o a o a p r en d iza d o d e in s t r u m en t os m u s ica is ; 2 . E la b or a r p r ogr a m a s e p la n os d e cu r s os , a t en d en d o a o a va n ço d a t ecn ologia ed u ca cion a l;Con t r ib u ir p a r a o a p r im or a m en t o d a qu a lid a d e d e en s in o; 3 . Ava lia r o d es em p en h o d os a lu n os d e a cor d o com os p a r â m et r o es t ip u la d os p ela Dir et or ia d e Des p or t o e Cu lt u r a ; 4 . E s t a b elecer for m a s a lt er n a t iva s p a r a os a lu n os r ecu p er a r em h or á r ios p er d id os ; 5 . Zela r p ela a p r en d iza gem d o a lu n o; 6 . Des en volver p r ogr a m a s cu lt u r a is p a r a a p r es en t a çã o à com u n id a d e d o a p r en d iza d o d os a lu n os ; 7 . Cola b or a r com o a p r im or a m en t o m ú s ico-cu lt u r a l d a com u n id a d e; 8 . Leva n t a r , in t er p r et a r e for m a r d a d os r ela t ivos à r ea lid a d e d e s eu s a lu n os ; 9 . Zela r p ela d is cip lin a d o material docente; 10. Executar outras atividades correlatas.

Cargo: Agente Operacional III – Função Operador de Máquinas e Equipamentos 1. Operar máquinas de terraplanagem ou pavimentação tais como: motoniveladora,

pá-carregadeira, retroescavadeira, tratores, rolo compacto, escavadeira hidráulica, entre outras, bem como operar máquina de usina asfáltica e britador fixo de pedra; 2. Dirigir caminhões e

utilitários, conduzindo-os em trajeto determinado de acordo com as regras de trânsito e

instruções recebidas, para efetuar o transporte de cargas; 3. Executar serviços de corte, aterro, limpeza e nivelamento de terrenos e vias públicas; 4. Espalhar aterro, areia, pedra britada, cascalho asfáltico, executando a compactação através de máquina apropriada; 5. Abrir e limpar valas e canais para melhoria do sistema de drenagem, utilizando equipamento apropriado; 6. Carregar caminhões e silos de usina asfáltica e pedras, utilizando máquina carregadeira; 7.

Operar máquina perfuradora, acionando e controlando os dispositivos de comando, para executar serviços de perfuração de rocha efetuando orifícios destinados a colocação de cargas explosivas; 8. Operar usina asfáltica e britador fixo de pedra, abastecendo-a, acionando-a e controlando seu funcionamento a fim de preparar pré misturado a frio e ou saibro para pavimentação e

conservação de ruas e estradas; 09. Acionar o motor da máquina, manipulando os contatos de ignição e os controles do painel de força para fazer girar o misturador de asfalto ou brita; 10. Controlar o andamento das operações, observando no contador o tempo de mistura e registrando o número de misturas efetuadas, para dar execução ao programa de produção; 11. Acionar as correias transportadoras para que os agregados cheguem ao britador para obtenção de brita graduada; 12. Descarregar o asfalto frio ou brita graduada, abrindo a comporta do misturador para despejá-lo no veículo de transporte; 13. Conservar o veículo, levando, fazendo limpeza, ajustes e pequenos reparos necessários; 14. Ajudar na carga e descarga, quando necessário; 15. Zelar pela guarda, conservação e limpeza dos materiais e equipamentos; 16 Executar outras atividades correlatas.

(8)

ANEXO II

ESTADO DE SANTA CATARINA

PREFEITURA MUNICIPAL DE CAMPO ALEGRE SERVIÇO PESSOAL

FICHA DE INSCRIÇÃO PROCESSO SELETIVO SIMPLIFICADO EDITAL 002/2013

NÚMERO:_____CARGO PRETENDIDO:___________________________________ NOME:_____________________________________RG:________________________ DATA DE NASCIMENTO:______________SEXO:____CPF____________________ TITULO DE ELEITOR___________________________________________________ ESTADO CIVIL ___________________________N° DEPENDENTES____________ RUA:___________________________________________________________________ BAIRRO:______________________________CIDADE:_________________________ CEP:________________________ESTADO:_______TEL:_______________________ FORMAÇÃO ESCOLAR:__________________________________________________ _________________________________________________________________________ _________________________________________________________________________ Obs: Anexar cópia dos documentos exigidos no Edital de Processo Seletivo número 002/2013

DATA:________________________________ASS:_____________________________ FICHA DE INSCRIÇÃO PROCESSO SELETIVO SIMPLIFICADO

EDITAL 02/2013

NÚMERO:_____CARGO PRETENDIDO:____________________________ NOME:_____________________________________RG:________________________

Imagem

Referências

temas relacionados :