Texto

(1)

DECRETO Nº 13.419 DE 22 DE JANEIRO DE 2.019.

Dispõe sobre abertura de crédito especial no valor de R$180.000,00 (cento e oitenta mil reais)

O Prefeito Municipal de Bebedouro, usando de suas atribuições legais, ART.1º - Fica autorizado na Contadoria Municipal, nos termos da Lei nº 5350, de 21/01/2019, a abertura de um crédito especial, no valor de R$180.000,00 (cento e oitenta mil reais), devido a mudança na classificação orçamentária realizada pelo Tribunal de Contas do Estado de São Paulo, para criação da seguinte verba no orçamento vigente:

01...CÂMARA MUNICIPAL

01...CORPO LEGISLATIVO E SECRET. DA CÂMARA 01...LEGISLATIVA

122...ADMINISTRAÇÃO GERAL 7005...PROCESSO LEGISLATIVO

2432...MANUTENÇÃO GERAL DO PRÉDIO 3000.00...DESPESAS CORRENTES

3300.00...OUTRAS DESPESAS CORRENTES 3390.00...APLICAÇÕES DIRETAS

3390.40.00-010101122.7005.2432Serviços de Tecnologia da Informação e Comunicação - PJ...R$ 180.000,00

TOTAL...R$ 180.000,00

ART. 2º - Para a abertura do crédito, fica anulada parcialmente a seguinte verba do orçamento vigente:

01...CÂMARA MUNICIPAL

01...CORPO LEGISLATIVO E SECRET. DA CÂMARA 01...LEGISLATIVA

122...FORMAÇÃO DE RECURSOS HUMANOS 7005...PROCESSO LEGISLATIVO

(2)

2432...MANUTENÇÃO GERAL DO PRÉDIO 3000.00...DESPESAS CORRENTES

3300.00...OUTRAS DESPESAS CORRENTES 3390.00...APLICAÇÕES DIRETAS

3390.39.00-010101122.7005.2432 Outros Serviços de Terceiros Pessoa Jurídica...R$ 180.000,00

TOTAL...R$ 180.000,00

ART. 3º - O valor do presente crédito será coberto com os recursos provenientes da anulação da verba referida no artigo 2º.

ART. 4º - Este Decreto entrará em vigor na data de sua publicação, revogadas as disposições em contrário.

Prefeitura Municipal de Bebedouro, 22 de Janeiro de 2.019.

Fernando Galvão Moura Prefeito Municipal

Publicado na Secretaria da Prefeitura em 22 de Janeiro de 2.019.

Ivanira A. de Souza Secretaria

(3)
(4)
(5)
(6)
(7)
(8)

EDITAL DE CHAMAMENTO PÚBLICO DAAMA Nº 01/2019 PARA HABILITAÇÃO DE PESSOAS FÍSICAS INTERESSADAS EM PARTICIPAR DO PROGRAMA SOCIAL HORTAS COMUNITÁRIAS CONFORME PREVISÃO LEGAL DA LEI 5.317 DE 07 DE AGOSTO DE 2018.

A Prefeitura Municipal de Bebedouro, por meio do Departamento de Agricultura, Abastecimento e Meio Ambiente, nos termos da Lei Federal 13019/2014 e suas alterações, comunica aos interessados que realizará procedimento de habilitação para pessoas físicas moradoras em Bebedouro, com vistas ao cadastramento no Programa Social Hortas Comunitárias regulamentado pela Lei Municipal 5317 de 07 de agosto de 2018.

1. DO OBJETO

1.1. Selecionar pessoas físicas moradoras no Jardim Itália, na cidade de Bebedouro, para participarem do Programa Social Hortas Comunitárias na modalidade com geração de renda que será implantado em parte de uma área pública, Área Institucional, localizado na Rua Manoel de Oliveira, no Jardim Itália, na quadra de cadastro imobiliário 111.150, ao lado da área cercada do reservatório de água do SAAEB, com aproximadamente 1.200 m² podendo ser cadastradas 10 (dez) pessoas.

1.2. Criar cadastro reserva de pessoas físicas moradoras no Jardim Itália, em Bebedouro, classificadas em ordem de sorteio, que poderá ser usado em caso de substituição de participante ou aumento da área do Programa nesse local.

1.3. Integram este edital, para todos os fins e efeitos, os seguintes anexos: 1.3.1. Ficha Cadastral (Anexo I);

1.3.2 Termo de Compromisso do Grupo de Horticultores (Anexo II) 2. DAS CONDIÇÕES DE PARTICIPAÇÃO

2.1. Poderão participar do processo seletivo as pessoas físicas moradoras no Jardim Itália, preferencialmente nas proximidades da Rua Manoel de Oliveira:

2.1.1. Que ainda conheçam os termos de direitos e responsabilidades previstos na Lei Municipal 5317 de 07 de agosto de 2018.

2.1.2. Comprometam-se a cumprir no mínimo três objetivos da Lei 5317/2018;

2.1.3. Comprometam-se a elaborar o Regimento Interno da Horta Comunitária e apresenta-lo ao Departamento Municipal de Agricultura, Abastecimento e Meio Ambiente - DAAMA no prazo de 5 (cinco) dias após a autorização do DAAMA, devendo cumprir o previsto no parágrafo terceiro do artigo 5º. da Lei 5317/2018.

2.1.4. Comprometam-se a cumprir o Regimento interno, sob pena de exclusão;

2.2. A participação neste processo implica aceitação plena e irrevogável das normas constantes deste edital.

3. DA DOCUMENTAÇÃO DE HABILITAÇÃO

3.1. As pessoas físicas interessadas em participar da seleção deverão se apresentar coletivamente na Prefeitura Municipal ao Departamento Municipal de Agricultura, Abastecimento e Meio Ambiente, no prazo previsto no Edital contendo a seguinte documentação:

3.1.1. Ficha de cadastral (Anexo I);

3.1.2. Comprovante de endereço (conta de água ou de luz); 3.1.3. Documento oficial de identidade (cópia e original) 3.1.4. CPF/MP (cópia e original)

(9)

4. DA ENTREGA DA DOCUMENTAÇÃO

4.1. LOCAL: os documentos de Habilitação deverão ser entregues ao Departamento Municipal de Agricultura, Abastecimento e Meio Ambiente, situado na Praça José Stamato Sobrinho, 45, Centro - CEP: 14701-009 Bebedouro - SP;

4.2. DATA: a entrega dos documentos de inscrição deverá ocorrer no período de 24/01/2019 a 22/02/2019;

4.3. HORÁRIO: Das 11:00h às 16:00h.

4.3.1. Quando os documentos forem entregues em fotocópia, sem autenticação passada por cartório competente, o interessado deverá apresentar também seus originais para serem conferidos e autenticados na Prefeitura Municipal de Bebedouro.

5. DA HABILITAÇÃO E DO SORTEIO

5.1. Os documentos apresentados pelos grupos interessados serão analisados pela comissão do Departamento de Agricultura, Abastecimento e Meio Ambiente, que emitirá listagem dos grupos habilitados no dia 25/02/2019 no mural localizado no Departamento Municipal de Licitação e sua publicação no Diário Oficial do município de Bebedouro.

5.2. Decorridos os prazos, a comissão terá o prazo de 3 (três) dias para análise dos recursos, e posteriormente será publicado o resultado final das pessoas habilitadas no dia 28/02/2019. 5.3. Caso sejam habilitadas dois ou mais grupos, a comissão dará oportunidade para que promovam acordo entre si, a ser devidamente formalizado, para a divisão da área no dia 01/03/2019, às 14:00hs.

5.4. Caso não haja consenso entre os grupos interessados, será realizado um sorteio, que definirá a ordem de classificação dos referidos grupos.

5.4.1. O primeiro grupo sorteado firmará o Termo de Compromisso de que trata o item 6.1. 5.4.2. Os demais grupos comporão cadastro reserva, observada a classificação por ordem de sorteio referente a esse chamamento.

5.5. O sorteio acontecerá na sala de Licitações, situada no Prédio da Administração Municipal, no dia 01/03/2019, às 15:00hs sendo facultado acesso aos representantes legais das cooperativas/associações inscritas e demais interessados, para acompanhar o sorteio. 6. O GRUPO SELECIONADO

6.1. O grupo selecionado em primeiro lugar receberá a autorização de funcionamento pelo DAAMA e deverá firmar Termo de Compromisso (Anexo II) com o Prefeitura Municipal de Bebedouro, e entrega do Regimento Interno constando no mínimo:

I - indicação do responsável pelo grupo perante a Prefeitura Municipal de Bebedouro - PMB; II - indicação dos membros do grupo e suas responsabilidades;

III - horário previsto de funcionamento das atividades;

IV - padrão para colheita dos produtos que será definido pela equipe técnica da PMB; V - forma de composição da cesta de produtos;

VI - condições de admissão, exclusão e de substituição de membros horticultores; VII - formas de aquisição de equipamentos e insumos;

VIII - condições para encerramento da Horta;

IX - definição da atribuição de decisão em casos omissos ou divergentes.

6.1.1. A vigência da autorização de funcionamento é de um ano podendo ser revogada ou prorrogada nos termos da Lei 5317/2018.

(10)

7. DAS DISPOSIÇÕES GERAIS

7.1. O presente processo seletivo poderá vir a ser revogado, no todo ou em parte, por razões de interesse público, derivado de fato superveniente devidamente comprovado, ou anulado no todo ou em parte por ilegalidade, de ofício ou por provocação de terceiros, mediante ato escrito e fundamentado disponibilizado para conhecimento dos participantes dos documentos de inscrição e/ou da divulgação do resultado do julgamento;

7.2. Quaisquer esclarecimentos poderão ser obtidos por meio do DAAMA da Prefeitura

Municipal de Bebedouro, tel: (17) 3345-9108 e-mail

desenvolvimento.tadeu@bebedouro.sp.gov.br ;

7.3. A autorização para funcionamento da Horta não acarretará qualquer vínculo empregatício entre a Prefeitura e o grupo de horticultores;

7.4. Os atos formais realizados em nome do Grupo de Horticultores deverão ser praticados por seu representante indicado, devidamente credenciado, será o único admitido a intervir nas fases do procedimento de seleção e a responder pelos atos e efeitos previstos neste edital; 7.5. Em caso de cancelamento da autorização de funcionamento, a Prefeitura Municipal de Bebedouro poderá abrir novo chamamento para a área ou utilizar o cadastro reserva a critério do DAAMA.

Bebedouro, 24 de janeiro de 2019. ANEXOS:

- Ficha de Inscrição/Dados do Representante Legal (Anexo I); - Termo de Compromisso do Grupo de Horticultores (Anexo II)

(11)

ANEXO I

CADASTRO DE HORTICULTOR

ENDEREÇO DA HORTA CADASTRO NO IPTU

NOME DA HORTA Nº CHAMAMENTO PÚBLICO

MODALIDADE ÁREA (m²) MÊS E ANO DE REFERÊNCIA

1 - DADOS DO HORTICULTOR

NOME CPF/MF RG

ENDEREÇO BAIRRO APOSENTADO?

NÃO SIM

2 - INFORMAÇÕES ADICIONAIS

PROFISSÃO IDADE

NOME DO LIDER DO GRUPO CPF/MF

PORQUE O INTERESSE EM PARTICIPAR

Nº DE PESSOAS PREVISTAS NO GRUPO: POSSUI FERRAMENTAS PARA O

TRABALHO? NÃO SIM

EXISTEM PESSOAS NO GRUPO QUE SERÃO BENEFICIÁRIAS DA CESTA DE

PRODUTOS E NÃO IRÃO TRABALHAR NA HORTA COMUNITÁRIA? NÃO SIM INDIQUE O NOME E MOTIVO

Declaro para os devidos fins que li e entendi meus direitos e responsabilidade previstas na Lei Municipal 5317/2018 e seu descumprimento acarretará meu desligamento do programa sem qualquer tipo de direito.

Bebedouro, de de 2019

LOCAL E DATA ASSINATURA DO (A) HORTICULTOR (A) CADASTRO DE HORTICULTOR

ENDEREÇO DA HORTA CADASTRO NO IPTU

NOME DA HORTA Nº CHAMAMENTO PÚBLICO

MODALIDADE ÁREA (m²) MÊS E ANO DE REFERÊNCIA

1 - DADOS DO HORTICULTOR

NOME CPF/MF RG

ENDEREÇO BAIRRO APOSENTADO?

NÃO SIM

2 - INFORMAÇÕES ADICIONAIS

PROFISSÃO IDADE

NOME DO LIDER DO GRUPO CPF/MF

PORQUE O INTERESSE EM PARTICIPAR

Nº DE PESSOAS PREVISTAS NO GRUPO: POSSUI FERRAMENTAS PARA O

TRABALHO? NÃO SIM

EXISTEM PESSOAS NO GRUPO QUE SERÃO BENEFICIÁRIAS DA CESTA DE

PRODUTOS E NÃO IRÃO TRABALHAR NA HORTA COMUNITÁRIA? NÃO SIM INDIQUE O NOME E MOTIVO

Declaro para os devidos fins que li e entendi meus direitos e responsabilidade previstas na Lei Municipal 5317/2018 e seu descumprimento acarretará meu desligamento do programa sem qualquer tipo de direito.

Bebedouro, de de 2019

(12)

ANEXO II

TERMO DE COMPROMISSO

(nome dos membros do grupo com respectivos endereços e CPF/MF), neste ato representada por seu(s) responsável(is) legal(is), (nome(s) do(s) líder(es) do grupos e identificação do(s)

responsável(is) legal(is) pelo grupo), declaram para fins de obtenção de autorização de

funcionamento da Horta Comunitária ( nome da Horta), localizada na ( endereço da horta) que irão:

I- iniciar os trabalhos de preparação do terreno no prazo de 30 (trinta) dias após a atribuição da parcela;

II- preparar o terreno e cultivá-lo com espécies hortícolas adequadas às condições da parcela que lhes são atribuídas;

III- realizar todos os trabalhos necessários ao bom desenvolvimento das espécies cultivadas e à sua colheita;

IV- zelar pela rigorosa manutenção das condições de segurança e limpeza das respetivas parcelas da permissão e o bom uso dos espaços e equipamentos de utilização comum; V- respeitar as condições de utilização fixadas na Lei Municipal 5.317/2018;

VI- assegurar a continuidade de produção da Horta, promovendo a renovação de culturas no fim de cada ciclo produtivo;

VII- respeitar a divisão do espaço nas parcelas; VIII- não obstruir os caminhos de circulação;

IX- não edificar estufas ou quaisquer estruturas ou colocar pavimentos sem prévia autorização da DAAMA;

X- não realizar queimadas ou fogueiras;

XI- realizar uma utilização eficiente da parcela atribuída e dos recursos à sua disposição, nomeadamente através de uma utilização racional da água, respeitando as instruções dos técnicos do município;

XII- fazer uso de práticas agrícolas sustentáveis e de menor impacto possível para o ambiente; XIII- não utilizar herbicidas nem pesticidas, devendo o combate a pragas e doenças ser efetuado da forma previamente aconselhada pelos técnicos do município, na perspectiva da utilização de processos menos agressivos para o ambiente;

XIV- não plantar árvores ou plantas invasoras;

XV- não cultivar espécies vegetais legalmente proibidas;

XVI- promover a gestão dos resíduos orgânicos através da sua reciclagem e reutilização - designadamente através da compostagem e da incorporação no solo e manter a compostagem limitada aos materiais gerados no local;

XVII- assumir total responsabilidade sobre acidentes pessoais ou provocados a terceiros, no âmbito da utilização das Hortas Comunitárias;

XVIII- não ceder a sua parcela de terreno a terceiros;

XIX- não abandonar a parcela, considerando-se para o efeito, a ausência não justificada por período superior a dois meses;

XX- utilizar as parcelas exclusivamente para exploração hortícola, não as utilizando para quaisquer outros fins;

XXI- não desenvolver atividade pecuária na Horta Comunitária;

XXII- comunicar de imediato ao município qualquer anomalia que constatem, mesmo quando lhes seja transmitida por outrem, bem como qualquer perigo que ameace os equipamentos ou local da Horta Comunitária e ainda quando terceiros se arroguem de direitos sobre o espaço; XXIII- frequentar as formações para horticultores comunitários quando disponibilizadas pela Prefeitura Municipal de Bebedouro.

XXIV- cumprir o Regimento Interno da horta Comunitária sob pena de exclusão do Programa conforme previsto na lei municipal 5317/2018.

(13)

XXVI- compor cesta de alimentos para os participantes ativos do grupo e moradores do entorno da área plantada, cadastrados em condições especiais, como idosos doentes sem condições de locomoção e outros aceitos pelos horticultores, para distribuição igualitária entre eles.

XXVII- As despesas para manutenção da horta deverão ser pagas pelos participantes do grupo de forma igualitária.

Local e data,

____________________________________________ Nome da Horta Comunitária

Nome completo do(s) Responsável(is) Legal(is)pelo Grupo Nome e assinatura dos demais membros do Grupo.

(14)

EDITAL DE CHAMAMENTO PÚBLICO DAAMA Nº 02/2019 PARA HABILITAÇÃO DE PESSOAS FÍSICAS INTERESSADAS EM PARTICIPAR DO PROGRAMA SOCIAL HORTAS COMUNITÁRIAS CONFORME PREVISÃO LEGAL DA LEI 5.317 DE 07 DE AGOSTO DE 2018.

A Prefeitura Municipal de Bebedouro, por meio do Departamento de Agricultura, Abastecimento e Meio Ambiente, nos termos da Lei Federal 13019/2014 e suas alterações, comunica aos interessados que realizará procedimento de habilitação para pessoas físicas moradoras em Bebedouro, com vistas ao cadastramento no Programa Social Hortas Comunitárias regulamentado pela Lei Municipal 5317 de 07 de agosto de 2018.

1. DO OBJETO

1.1. Selecionar pessoas físicas moradoras no Jardim Itália, na cidade de Bebedouro, para participarem do Programa Social Hortas Comunitárias na modalidade sem geração de renda que será implantado em parte de uma área pública, Área Institucional, localizado na Av. João Spironello, no Jardim Itália, na quadra de cadastro imobiliário 117.154, ao lado do Sistema de Lazer e do acesso à Estação de Tratamento de Esgoto do SAAEB, com aproximadamente 2.040 m² podendo ser cadastradas 17 (dezessete) pessoas.

1.2. Criar cadastro reserva de pessoas físicas moradoras no Jardim Itália, em Bebedouro, classificadas em ordem de sorteio, que poderá ser usado em caso de substituição de participante ou aumento da área do Programa nesse local.

1.3. Integram este edital, para todos os fins e efeitos, os seguintes anexos: 1.3.1. Ficha Cadastral (Anexo I);

1.3.2 Termo de Compromisso do Grupo de Horticultores (Anexo II) 2. DAS CONDIÇÕES DE PARTICIPAÇÃO

2.1. Poderão participar do processo seletivo as pessoas físicas moradoras no Jardim Itália, preferencialmente nas proximidades da Av. João Spironello:

2.1.1. Que ainda conheçam os termos de direitos e responsabilidades previstos na Lei Municipal 5317 de 07 de agosto de 2018.

2.1.2. Comprometam-se a cumprir no mínimo três objetivos da Lei 5317/2018;

2.1.3. Comprometam-se a elaborar o Regimento Interno da Horta Comunitária e apresenta-lo ao Departamento Municipal de Agricultura, Abastecimento e Meio Ambiente - DAAMA no prazo de 5 (cinco) dias após a autorização do DAAMA, devendo cumprir o previsto no parágrafo terceiro do artigo 5º. da Lei 5317/2018.

2.1.4. Comprometam-se a cumprir o Regimento interno, sob pena de exclusão;

2.2. A participação neste processo implica aceitação plena e irrevogável das normas constantes deste edital.

3. DA DOCUMENTAÇÃO DE HABILITAÇÃO

3.1. As pessoas físicas interessadas em participar da seleção deverão se apresentar coletivamente na Prefeitura Municipal ao Departamento Municipal de Agricultura, Abastecimento e Meio Ambiente, no prazo previsto no Edital contendo a seguinte documentação:

3.1.1. Ficha de cadastral (Anexo I);

3.1.2. Comprovante de endereço (conta de água ou de luz); 3.1.3. Documento oficial de identidade (cópia e original) 3.1.4. CPF/MP (cópia e original)

(15)

4. DA ENTREGA DA DOCUMENTAÇÃO

4.1. LOCAL: os documentos de Habilitação deverão ser entregues ao Departamento Municipal de Agricultura, Abastecimento e Meio Ambiente, situado na Praça José Stamato Sobrinho, 45, Centro - CEP: 14701-009 Bebedouro - SP;

4.2. DATA: a entrega dos documentos de inscrição deverá ocorrer no período de 24/01/2019 a 22/02/2019;

4.3. HORÁRIO: Das 11:00h às 16:00h.

4.3.1. Quando os documentos forem entregues em fotocópia, sem autenticação passada por cartório competente, o interessado deverá apresentar também seus originais para serem conferidos e autenticados na Prefeitura Municipal de Bebedouro.

5. DA HABILITAÇÃO E DO SORTEIO

5.1. Os documentos apresentados pelos grupos interessados serão analisados pela comissão do Departamento de Agricultura, Abastecimento e Meio Ambiente, que emitirá listagem dos grupos habilitados no dia 25/02/2019 no mural localizado no Departamento Municipal de Licitação e sua publicação no Diário Oficial do município de Bebedouro.

5.2. Decorridos os prazos, a comissão terá o prazo de 3 (três) dias para análise dos recursos, e posteriormente será publicado o resultado final das pessoas habilitadas no dia 28/02/2019. 5.3. Caso sejam habilitadas dois ou mais grupos, a comissão dará oportunidade para que promovam acordo entre si, a ser devidamente formalizado, para a divisão da área no dia 01/03/2019, às 14:00hs.

5.4. Caso não haja consenso entre os grupos interessados, será realizado um sorteio, que definirá a ordem de classificação dos referidos grupos.

5.4.1. O primeiro grupo sorteado firmará o Termo de Compromisso de que trata o item 6.1. 5.4.2. Os demais grupos comporão cadastro reserva, observada a classificação por ordem de sorteio referente a esse chamamento.

5.5. O sorteio acontecerá na sala de Licitações, situada no Prédio da Administração Municipal, no dia 01/03/2019, às 15:00hs sendo facultado acesso aos representantes legais das cooperativas/associações inscritas e demais interessados, para acompanhar o sorteio. 6. O GRUPO SELECIONADO

6.1. O grupo selecionado em primeiro lugar receberá a autorização de funcionamento pelo DAAMA e deverá firmar Termo de Compromisso (Anexo II) com o Prefeitura Municipal de Bebedouro, e entrega do Regimento Interno constando no mínimo:

I - indicação do responsável pelo grupo perante a Prefeitura Municipal de Bebedouro - PMB; II - indicação dos membros do grupo e suas responsabilidades;

III - horário previsto de funcionamento das atividades;

IV - padrão para colheita dos produtos que será definido pela equipe técnica da PMB; V - forma de composição da cesta de produtos;

VI - condições de admissão, exclusão e de substituição de membros horticultores; VII - formas de aquisição de equipamentos e insumos;

VIII - condições para encerramento da Horta;

IX - definição da atribuição de decisão em casos omissos ou divergentes.

6.1.1. A vigência da autorização de funcionamento é de um ano podendo ser revogada ou prorrogada nos termos da Lei 5317/2018.

(16)

7. DAS DISPOSIÇÕES GERAIS

7.1. O presente processo seletivo poderá vir a ser revogado, no todo ou em parte, por razões de interesse público, derivado de fato superveniente devidamente comprovado, ou anulado no todo ou em parte por ilegalidade, de ofício ou por provocação de terceiros, mediante ato escrito e fundamentado disponibilizado para conhecimento dos participantes dos documentos de inscrição e/ou da divulgação do resultado do julgamento;

7.2. Quaisquer esclarecimentos poderão ser obtidos por meio do DAAMA da Prefeitura

Municipal de Bebedouro, tel: (17) 3345-9108 e-mail

desenvolvimento.tadeu@bebedouro.sp.gov.br ;

7.3. A autorização para funcionamento da Horta não acarretará qualquer vínculo empregatício entre a Prefeitura e o grupo de horticultores;

7.4. Os atos formais realizados em nome do Grupo de Horticultores deverão ser praticados por seu representante indicado, devidamente credenciado, será o único admitido a intervir nas fases do procedimento de seleção e a responder pelos atos e efeitos previstos neste edital; 7.5. Em caso de cancelamento da autorização de funcionamento, a Prefeitura Municipal de Bebedouro poderá abrir novo chamamento para a área ou utilizar o cadastro reserva a critério do DAAMA.

Bebedouro, 24 de janeiro de 2019. ANEXOS:

- Ficha de Inscrição/Dados do Representante Legal (Anexo I); - Termo de Compromisso do Grupo de Horticultores (Anexo II)

(17)

ANEXO I

CADASTRO DE HORTICULTOR

ENDEREÇO DA HORTA CADASTRO NO IPTU

NOME DA HORTA Nº CHAMAMENTO PÚBLICO

MODALIDADE ÁREA (m²) MÊS E ANO DE REFERÊNCIA

1 - DADOS DO HORTICULTOR

NOME CPF/MF RG

ENDEREÇO BAIRRO APOSENTADO?

NÃO SIM

2 - INFORMAÇÕES ADICIONAIS

PROFISSÃO IDADE

NOME DO LIDER DO GRUPO CPF/MF

PORQUE O INTERESSE EM PARTICIPAR

Nº DE PESSOAS PREVISTAS NO GRUPO: POSSUI FERRAMENTAS PARA O

TRABALHO? NÃO SIM

EXISTEM PESSOAS NO GRUPO QUE SERÃO BENEFICIÁRIAS DA CESTA DE

PRODUTOS E NÃO IRÃO TRABALHAR NA HORTA COMUNITÁRIA? NÃO SIM INDIQUE O NOME E MOTIVO

Declaro para os devidos fins que li e entendi meus direitos e responsabilidade previstas na Lei Municipal 5317/2018 e seu descumprimento acarretará meu desligamento do programa sem qualquer tipo de direito.

Bebedouro, de de 2019

LOCAL E DATA ASSINATURA DO (A) HORTICULTOR (A) CADASTRO DE HORTICULTOR

ENDEREÇO DA HORTA CADASTRO NO IPTU

NOME DA HORTA Nº CHAMAMENTO PÚBLICO

MODALIDADE ÁREA (m²) MÊS E ANO DE REFERÊNCIA

1 - DADOS DO HORTICULTOR

NOME CPF/MF RG

ENDEREÇO BAIRRO APOSENTADO?

NÃO SIM

2 - INFORMAÇÕES ADICIONAIS

PROFISSÃO IDADE

NOME DO LIDER DO GRUPO CPF/MF

PORQUE O INTERESSE EM PARTICIPAR

Nº DE PESSOAS PREVISTAS NO GRUPO: POSSUI FERRAMENTAS PARA O

TRABALHO? NÃO SIM

EXISTEM PESSOAS NO GRUPO QUE SERÃO BENEFICIÁRIAS DA CESTA DE

PRODUTOS E NÃO IRÃO TRABALHAR NA HORTA COMUNITÁRIA? NÃO SIM INDIQUE O NOME E MOTIVO

Declaro para os devidos fins que li e entendi meus direitos e responsabilidade previstas na Lei Municipal 5317/2018 e seu descumprimento acarretará meu desligamento do programa sem qualquer tipo de direito.

Bebedouro, de de 2019

(18)

ANEXO II

TERMO DE COMPROMISSO

(nome dos membros do grupo com respectivos endereços e CPF/MF), neste ato representada por seu(s) responsável(is) legal(is), (nome(s) do(s) líder(es) do grupos e identificação do(s)

responsável(is) legal(is) pelo grupo), declaram para fins de obtenção de autorização de

funcionamento da Horta Comunitária ( nome da Horta), localizada na ( endereço da horta) que irão:

I- iniciar os trabalhos de preparação do terreno no prazo de 30 (trinta) dias após a atribuição da parcela;

II- preparar o terreno e cultivá-lo com espécies hortícolas adequadas às condições da parcela que lhes são atribuídas;

III- realizar todos os trabalhos necessários ao bom desenvolvimento das espécies cultivadas e à sua colheita;

IV- zelar pela rigorosa manutenção das condições de segurança e limpeza das respetivas parcelas da permissão e o bom uso dos espaços e equipamentos de utilização comum; V- respeitar as condições de utilização fixadas na Lei Municipal 5.317/2018;

VI- assegurar a continuidade de produção da Horta, promovendo a renovação de culturas no fim de cada ciclo produtivo;

VII- respeitar a divisão do espaço nas parcelas; VIII- não obstruir os caminhos de circulação;

IX- não edificar estufas ou quaisquer estruturas ou colocar pavimentos sem prévia autorização da DAAMA;

X- não realizar queimadas ou fogueiras;

XI- realizar uma utilização eficiente da parcela atribuída e dos recursos à sua disposição, nomeadamente através de uma utilização racional da água, respeitando as instruções dos técnicos do município;

XII- fazer uso de práticas agrícolas sustentáveis e de menor impacto possível para o ambiente; XIII- não utilizar herbicidas nem pesticidas, devendo o combate a pragas e doenças ser efetuado da forma previamente aconselhada pelos técnicos do município, na perspectiva da utilização de processos menos agressivos para o ambiente;

XIV- não plantar árvores ou plantas invasoras;

XV- não cultivar espécies vegetais legalmente proibidas;

XVI- promover a gestão dos resíduos orgânicos através da sua reciclagem e reutilização - designadamente através da compostagem e da incorporação no solo e manter a compostagem limitada aos materiais gerados no local;

XVII- assumir total responsabilidade sobre acidentes pessoais ou provocados a terceiros, no âmbito da utilização das Hortas Comunitárias;

XVIII- não ceder a sua parcela de terreno a terceiros;

XIX- não abandonar a parcela, considerando-se para o efeito, a ausência não justificada por período superior a dois meses;

XX- utilizar as parcelas exclusivamente para exploração hortícola, não as utilizando para quaisquer outros fins;

XXI- não desenvolver atividade pecuária na Horta Comunitária;

XXII- comunicar de imediato ao município qualquer anomalia que constatem, mesmo quando lhes seja transmitida por outrem, bem como qualquer perigo que ameace os equipamentos ou local da Horta Comunitária e ainda quando terceiros se arroguem de direitos sobre o espaço; XXIII- frequentar as formações para horticultores comunitários quando disponibilizadas pela Prefeitura Municipal de Bebedouro.

XXIV- cumprir o Regimento Interno da horta Comunitária sob pena de exclusão do Programa conforme previsto na lei municipal 5317/2018.

(19)

XXVI- compor cesta de alimentos para os participantes ativos do grupo e moradores do entorno da área plantada, cadastrados em condições especiais, como idosos doentes sem condições de locomoção e outros aceitos pelos horticultores, para distribuição igualitária entre eles.

XXVII- As despesas para manutenção da horta deverão ser pagas pelos participantes do grupo de forma igualitária.

Local e data,

____________________________________________ Nome da Horta Comunitária

Nome completo do(s) Responsável(is) Legal(is)pelo Grupo Nome e assinatura dos demais membros do Grupo.

(20)

EDITAL DE CHAMAMENTO PÚBLICO DAAMA Nº 03/2019 PARA HABILITAÇÃO DE PESSOAS FÍSICAS INTERESSADAS EM PARTICIPAR DO PROGRAMA SOCIAL HORTAS COMUNITÁRIAS CONFORME PREVISÃO LEGAL DA LEI 5.317 DE 07 DE AGOSTO DE 2018.

A Prefeitura Municipal de Bebedouro, por meio do Departamento de Agricultura, Abastecimento e Meio Ambiente, nos termos da Lei Federal 13019/2014 e suas alterações, comunica aos interessados que realizará procedimento de habilitação para pessoas físicas moradoras em Bebedouro, com vistas ao cadastramento no Programa Social Hortas Comunitárias regulamentado pela Lei Municipal 5317 de 07 de agosto de 2018.

1. DO OBJETO

1.1. Selecionar pessoas físicas moradoras no Jardim Itália, na cidade de Bebedouro, para participarem do Programa Social Hortas Comunitárias na modalidade com geração de renda que será implantado em parte de uma área pública, Área Institucional, localizado na Rua Atilio Santin esquina com a Rua José Minholo, no Jardim Souza Lima, na quadra de cadastro imobiliário 111.150, com aproximadamente 1.680 m² podendo ser cadastradas 14 (quatorze) pessoas.

1.2. Criar cadastro reserva de pessoas físicas moradoras no Jardim Souza Lima e Residencial Bebedouro, em Bebedouro, classificadas em ordem de sorteio, que poderá ser usado em caso de substituição de participante ou aumento da área do Programa nesse local.

1.3. Integram este edital, para todos os fins e efeitos, os seguintes anexos: 1.3.1. Ficha Cadastral (Anexo I);

1.3.2 Termo de Compromisso do Grupo de Horticultores (Anexo II) 2. DAS CONDIÇÕES DE PARTICIPAÇÃO

2.1. Poderão participar do processo seletivo as pessoas físicas moradoras no Jardim Souza Lima, preferencialmente nas proximidades da Rua Atilio Santin e Rua José Minholo: 2.1.1. Que ainda conheçam os termos de direitos e responsabilidades previstos na Lei Municipal 5317 de 07 de agosto de 2018.

2.1.2. Comprometam-se a cumprir no mínimo três objetivos da Lei 5317/2018;

2.1.3. Comprometam-se a elaborar o Regimento Interno da Horta Comunitária e apresenta-lo ao Departamento Municipal de Agricultura, Abastecimento e Meio Ambiente - DAAMA no prazo de 5 (cinco) dias após a autorização do DAAMA, devendo cumprir o previsto no parágrafo terceiro do artigo 5º da Lei 5317/2018.

2.1.4. Comprometam-se a cumprir o Regimento interno, sob pena de exclusão;

2.2. A participação neste processo implica aceitação plena e irrevogável das normas constantes deste edital.

3. DA DOCUMENTAÇÃO DE HABILITAÇÃO

3.1. As pessoas físicas interessadas em participar da seleção deverão se apresentar coletivamente na Prefeitura Municipal ao Departamento Municipal de Agricultura, Abastecimento e Meio Ambiente, no prazo previsto no Edital contendo a seguinte documentação:

3.1.1. Ficha de cadastral (Anexo I);

3.1.2. Comprovante de endereço (conta de água ou de luz); 3.1.3. Documento oficial de identidade (cópia e original) 3.1.4. CPF/MP (cópia e original)

(21)

4. DA ENTREGA DA DOCUMENTAÇÃO

4.1. LOCAL: os documentos de Habilitação deverão ser entregues ao Departamento Municipal de Agricultura, Abastecimento e Meio Ambiente, situado na Praça José Stamato Sobrinho, 45, Centro - CEP: 14701-009 Bebedouro - SP;

4.2. DATA: a entrega dos documentos de inscrição deverá ocorrer no período de 24/01/2019 a 22/02/2019;

4.3. HORÁRIO: Das 11:00h às 16:00h.

4.3.1. Quando os documentos forem entregues em fotocópia, sem autenticação passada por cartório competente, o interessado deverá apresentar também seus originais para serem conferidos e autenticados na Prefeitura Municipal de Bebedouro.

5. DA HABILITAÇÃO E DO SORTEIO

5.1. Os documentos apresentados pelos grupos interessados serão analisados pela comissão do Departamento de Agricultura, Abastecimento e Meio Ambiente, que emitirá listagem dos grupos habilitados no dia 25/02/2019 no mural localizado no Departamento Municipal de Licitação e sua publicação no Diário Oficial do município de Bebedouro.

5.2. Decorridos os prazos, a comissão terá o prazo de 3 (três) dias para análise dos recursos, e posteriormente será publicado o resultado final das pessoas habilitadas no dia 28/02/2019. 5.3. Caso sejam habilitadas dois ou mais grupos, a comissão dará oportunidade para que promovam acordo entre si, a ser devidamente formalizado, para a divisão da área no dia 01/03/2019, às 14:00hs.

5.4. Caso não haja consenso entre os grupos interessados, será realizado um sorteio, que definirá a ordem de classificação dos referidos grupos.

5.4.1. O primeiro grupo sorteado firmará o Termo de Compromisso de que trata o item 6.1. 5.4.2. Os demais grupos comporão cadastro reserva, observada a classificação por ordem de sorteio referente a esse chamamento.

5.5. O sorteio acontecerá na sala de Licitações, situada no Prédio da Administração Municipal, no dia 01/03/2019, às 15:00hs sendo facultado acesso aos representantes legais das cooperativas/associações inscritas e demais interessados, para acompanhar o sorteio. 6. O GRUPO SELECIONADO

6.1. O grupo selecionado em primeiro lugar receberá a autorização de funcionamento pelo DAAMA e deverá firmar Termo de Compromisso (Anexo II) com o Prefeitura Municipal de Bebedouro, e entrega do Regimento Interno constando no mínimo:

I - indicação do responsável pelo grupo perante a Prefeitura Municipal de Bebedouro - PMB; II - indicação dos membros do grupo e suas responsabilidades;

III - horário previsto de funcionamento das atividades;

IV - padrão para colheita dos produtos que será definido pela equipe técnica da PMB; V - forma de composição da cesta de produtos;

VI - condições de admissão, exclusão e de substituição de membros horticultores; VII - formas de aquisição de equipamentos e insumos;

VIII - condições para encerramento da Horta;

IX - definição da atribuição de decisão em casos omissos ou divergentes.

6.1.1. A vigência da autorização de funcionamento é de um ano podendo ser revogada ou prorrogada nos termos da Lei 5317/2018.

(22)

7. DAS DISPOSIÇÕES GERAIS

7.1. O presente processo seletivo poderá vir a ser revogado, no todo ou em parte, por razões de interesse público, derivado de fato superveniente devidamente comprovado, ou anulado no todo ou em parte por ilegalidade, de ofício ou por provocação de terceiros, mediante ato escrito e fundamentado disponibilizado para conhecimento dos participantes dos documentos de inscrição e/ou da divulgação do resultado do julgamento;

7.2. Quaisquer esclarecimentos poderão ser obtidos por meio do DAAMA da Prefeitura

Municipal de Bebedouro, tel: (17) 3345-9108 e-mail

desenvolvimento.tadeu@bebedouro.sp.gov.br ;

7.3. A autorização para funcionamento da Horta não acarretará qualquer vínculo empregatício entre a Prefeitura e o grupo de horticultores;

7.4. Os atos formais realizados em nome do Grupo de Horticultores deverão ser praticados por seu representante indicado, devidamente credenciado, será o único admitido a intervir nas fases do procedimento de seleção e a responder pelos atos e efeitos previstos neste edital; 7.5. Em caso de cancelamento da autorização de funcionamento, a Prefeitura Municipal de Bebedouro poderá abrir novo chamamento para a área ou utilizar o cadastro reserva a critério do DAAMA.

Bebedouro, 24 de janeiro de 2019. ANEXOS:

- Ficha de Inscrição/Dados do Representante Legal (Anexo I); - Termo de Compromisso do Grupo de Horticultores (Anexo II)

(23)

ANEXO I

CADASTRO DE HORTICULTOR

ENDEREÇO DA HORTA CADASTRO NO IPTU

NOME DA HORTA Nº CHAMAMENTO PÚBLICO

MODALIDADE ÁREA (m²) MÊS E ANO DE REFERÊNCIA

1 - DADOS DO HORTICULTOR

NOME CPF/MF RG

ENDEREÇO BAIRRO APOSENTADO?

NÃO SIM

2 - INFORMAÇÕES ADICIONAIS

PROFISSÃO IDADE

NOME DO LIDER DO GRUPO CPF/MF

PORQUE O INTERESSE EM PARTICIPAR

Nº DE PESSOAS PREVISTAS NO GRUPO: POSSUI FERRAMENTAS PARA O

TRABALHO? NÃO SIM

EXISTEM PESSOAS NO GRUPO QUE SERÃO BENEFICIÁRIAS DA CESTA DE

PRODUTOS E NÃO IRÃO TRABALHAR NA HORTA COMUNITÁRIA? NÃO SIM INDIQUE O NOME E MOTIVO

Declaro para os devidos fins que li e entendi meus direitos e responsabilidade previstas na Lei Municipal 5317/2018 e seu descumprimento acarretará meu desligamento do programa sem qualquer tipo de direito.

Bebedouro, de de 2019

LOCAL E DATA ASSINATURA DO (A) HORTICULTOR (A) CADASTRO DE HORTICULTOR

ENDEREÇO DA HORTA CADASTRO NO IPTU

NOME DA HORTA Nº CHAMAMENTO PÚBLICO

MODALIDADE ÁREA (m²) MÊS E ANO DE REFERÊNCIA

1 - DADOS DO HORTICULTOR

NOME CPF/MF RG

ENDEREÇO BAIRRO APOSENTADO?

NÃO SIM

2 - INFORMAÇÕES ADICIONAIS

PROFISSÃO IDADE

NOME DO LIDER DO GRUPO CPF/MF

PORQUE O INTERESSE EM PARTICIPAR

Nº DE PESSOAS PREVISTAS NO GRUPO: POSSUI FERRAMENTAS PARA O

TRABALHO? NÃO SIM

EXISTEM PESSOAS NO GRUPO QUE SERÃO BENEFICIÁRIAS DA CESTA DE

PRODUTOS E NÃO IRÃO TRABALHAR NA HORTA COMUNITÁRIA? NÃO SIM INDIQUE O NOME E MOTIVO

Declaro para os devidos fins que li e entendi meus direitos e responsabilidade previstas na Lei Municipal 5317/2018 e seu descumprimento acarretará meu desligamento do programa sem qualquer tipo de direito.

Bebedouro, de de 2019

(24)

ANEXO II

TERMO DE COMPROMISSO

(nome dos membros do grupo com respectivos endereços e CPF/MF), neste ato representada por seu(s) responsável(is) legal(is), (nome(s) do(s) líder(es) do grupos e identificação do(s)

responsável(is) legal(is) pelo grupo), declaram para fins de obtenção de autorização de

funcionamento da Horta Comunitária ( nome da Horta), localizada na ( endereço da horta) que irão:

I- iniciar os trabalhos de preparação do terreno no prazo de 30 (trinta) dias após a atribuição da parcela;

II- preparar o terreno e cultivá-lo com espécies hortícolas adequadas às condições da parcela que lhes são atribuídas;

III- realizar todos os trabalhos necessários ao bom desenvolvimento das espécies cultivadas e à sua colheita;

IV- zelar pela rigorosa manutenção das condições de segurança e limpeza das respetivas parcelas da permissão e o bom uso dos espaços e equipamentos de utilização comum; V- respeitar as condições de utilização fixadas na Lei Municipal 5.317/2018;

VI- assegurar a continuidade de produção da Horta, promovendo a renovação de culturas no fim de cada ciclo produtivo;

VII- respeitar a divisão do espaço nas parcelas; VIII- não obstruir os caminhos de circulação;

IX- não edificar estufas ou quaisquer estruturas ou colocar pavimentos sem prévia autorização da DAAMA;

X- não realizar queimadas ou fogueiras;

XI- realizar uma utilização eficiente da parcela atribuída e dos recursos à sua disposição, nomeadamente através de uma utilização racional da água, respeitando as instruções dos técnicos do município;

XII- fazer uso de práticas agrícolas sustentáveis e de menor impacto possível para o ambiente; XIII- não utilizar herbicidas nem pesticidas, devendo o combate a pragas e doenças ser efetuado da forma previamente aconselhada pelos técnicos do município, na perspectiva da utilização de processos menos agressivos para o ambiente;

XIV- não plantar árvores ou plantas invasoras;

XV- não cultivar espécies vegetais legalmente proibidas;

XVI- promover a gestão dos resíduos orgânicos através da sua reciclagem e reutilização - designadamente através da compostagem e da incorporação no solo e manter a compostagem limitada aos materiais gerados no local;

XVII- assumir total responsabilidade sobre acidentes pessoais ou provocados a terceiros, no âmbito da utilização das Hortas Comunitárias;

XVIII- não ceder a sua parcela de terreno a terceiros;

XIX- não abandonar a parcela, considerando-se para o efeito, a ausência não justificada por período superior a dois meses;

XX- utilizar as parcelas exclusivamente para exploração hortícola, não as utilizando para quaisquer outros fins;

XXI- não desenvolver atividade pecuária na Horta Comunitária;

XXII- comunicar de imediato ao município qualquer anomalia que constatem, mesmo quando lhes seja transmitida por outrem, bem como qualquer perigo que ameace os equipamentos ou local da Horta Comunitária e ainda quando terceiros se arroguem de direitos sobre o espaço; XXIII- frequentar as formações para horticultores comunitários quando disponibilizadas pela Prefeitura Municipal de Bebedouro.

XXIV- cumprir o Regimento Interno da horta Comunitária sob pena de exclusão do Programa conforme previsto na lei municipal 5317/2018.

(25)

XXVI- compor cesta de alimentos para os participantes ativos do grupo e moradores do entorno da área plantada, cadastrados em condições especiais, como idosos doentes sem condições de locomoção e outros aceitos pelos horticultores, para distribuição igualitária entre eles.

XXVII- As despesas para manutenção da horta deverão ser pagas pelos participantes do grupo de forma igualitária.

Local e data,

____________________________________________ Nome da Horta Comunitária

Nome completo do(s) Responsável(is) Legal(is)pelo Grupo Nome e assinatura dos demais membros do Grupo.

Imagem

Referências

temas relacionados :