agentes inteligentes

Top PDF agentes inteligentes:

Desenvolvimento de agentes inteligentes para jogos MOBA

Desenvolvimento de agentes inteligentes para jogos MOBA

MOBA (do inglˆes, Multiplayer Online Battle Arena) ´e um dos gˆeneros de jogo mais jogados no mundo atualmente. Apesar da grande popularidade dos MOBAs entre a co- munidade de jogadores, este recebe pouca aten¸c˜ao da comunidade acadˆemica. Com seu constante crescimento, se faz necess´ario o desenvolvimento de Agentes Inteligentes que sejam capazes de jogar juntamente e contra jogadores humanos. Estes agentes podem ter uma vasta gama de utilidades, como o aux´ılio aos novos jogadores ou o treinamento de jogadores profissionais. Neste trabalho, procura-se propor uma solu¸c˜ao para o pro- blema de desenvolvimento de agentes inteligentes para jogos MOBA. S˜ao apresentados dois agentes: um agente baseado numa arquitetura heterogˆenea de an´alise t´atica capaz de jogar MOBA; e um agente de suporte aos novos jogadores. At´e o desenvolvimento desta pesquisa, n˜ao haviam grandes avan¸cos no desenvolvimento de agentes inteligen- tes para jogos MOBA. At´e onde se sabe, h´a apenas uma solu¸c˜ao proposta baseada na t´ecnica de Aprendizado por Refor¸co, implementada sem grande sucesso. Na solu¸c˜ao aqui proposta, utilizou-se a modelagem de um parˆametro denominado aggro, que con- siste em interpretar a agressividade presente no ambiente. Para o armazenamento e manuten¸c˜ao deste parˆametro, foi utilizada a t´ecnica de Mapa de Influˆencia, sendo o ambiente uniformemente discretizado. Uma arquitetura com m´odulos independentes de combate e movimenta¸c˜ao foi utilizada no controle do agente. Como resultado, obteve- se um agente capaz de tomar decis˜oes no ambiente MOBA. Al´em disso, o agente foi capaz de realizar a mecˆanica de kiting, que consiste em bater e correr. Anteriormente, esta mecˆanica exigia m´odulos dedicados para sua implementa¸c˜ao. Para o agente de su- porte ao jogador, foram estudadas v´arias abordagens como M´aquina de Estado Finito, Planejamento Baseado e Objetivos e ´ Arvore de Comportamentos. A ´ ultima t´ecnica foi aplicada juntamente a um Sistema Baseado em Regras para compor um agente capaz de jogar juntamente ao jogador e dar dicas ao mesmo. Os agentes s˜ao ent˜ao submetidos a testes validadores. O agente de jogo para MOBA demonstrou efic´acia no ambiente MOBA, apresentando ainda sua eficiˆencia na coleta de recursos. Por sua vez, o agente de suporte foi validado por jogadores como ´ util e v´alido no aux´ılio de novos jogadores
Mostrar mais

111 Ler mais

Comunidades virtuais baseadas em vídeo digital: uma proposta de conteúdo adaptativo pautada em redes de aprendizagem e agentes inteligentes

Comunidades virtuais baseadas em vídeo digital: uma proposta de conteúdo adaptativo pautada em redes de aprendizagem e agentes inteligentes

Com o crescente número de usuários de sistemas redes sociais baseadas em Internet, cresce também a integração desses sistemas com diversos recursos de comunicação mediada por computador como serviços de comunicação instantânea e sistemas de bate-papo, vínculos hipertextuais para vídeos, arquivos de áudio e outros objetos que podem ser utilizados como facilitadores do processo interativo e de distribuição de conteúdo nas redes sociais. Nesse cenário, surgem novas possibilidades de aplicação desse tipo de ambiente de forma educacional e colaborativa. A partir desse cenário, esta dissertação aborda a aplicação de modelos de Inteligência Artificial em Sistemas de Redes Sociais por meio da utilização de Agentes Inteligentes. O objetivo da composição de Redes Sociais e Agentes Inteligentes para essa ferramenta é disponibilizar um ambiente em que possam ser investigadas as diferentes possibilidades de estratégias pedagógicas que podem aplicadas nesse novo ambiente de interação e colaboração social. De forma experimental, essa combinação entre Agentes Inteligentes e Sistemas de Redes Sociais foi proposta por meio de um modelo de sistema Multiagente, que atua como núcleo intermediador e analítico do processo interativo que ocorre na rede. Considerando essa perspectiva, e para estímulo do processo interativo entre os usuários da rede, foi estabelecida a integração desse núcleo a uma rede social que opera em plataformas de distribuição de vídeos digitais, como Internet e TV Digital Interativa, utilizando conteúdo educativo que, operando em conjunto com um módulo tutor inteligente, disponibiliza atividades para serem realizadas de forma interativa entre os participantes, resultando em uma ferramenta de Educação a Distância e aprendizado colaborativo.
Mostrar mais

124 Ler mais

Inteligência competitiva na Internet:um processo otimizado por agentes inteligentes

Inteligência competitiva na Internet:um processo otimizado por agentes inteligentes

Apresenta a proposta de um processo de inteligência competitiva (IC) na Internet, utilizando agentes inteligentes na tarefa de monitoramento de fontes de informação disponíveis na rede. O processo foi aplicado como projeto-piloto no Núcleo de Estudos em Inovação, Gestão e Tecnologia de Informação (IGTI) da Universidade Federal de Santa Catarina. Em seguida, foi verificada a aplicabilidade em mais três estudos de caso. Pode-se afirmar que, pelos casos estudados, foi possível vislumbrar a possibilidade efetiva de utilização do processo proposto em diferentes tipos de organizações. Os resultados ainda confirmam, como proposta, a necessidade de formalização do uso da informação e do processo de gestão da informação nas organizações, bem como a automação do processo por meio de agentes inteligentes.
Mostrar mais

20 Ler mais

um processo otimizado por agentes inteligentes  um estudo parcial de caso :: Brapci ::

um processo otimizado por agentes inteligentes um estudo parcial de caso :: Brapci ::

O problema considerado foi: como tornar a Internet uma ferramenta efetiva para a inteli- gência competitiva? Elaborou-se este trabalho com o objetivo de propor uma atividade de inteligência competitiva utilizando a Internet como ferramenta. Mais especificamente, busca- -se formular os seguintes elementos: um modelo conceitual para definir as etapas de formulação de um processo de inteligência competitiva; um modelo de formalização da estratégia de atuação da organização; um modelo de formalização de um mapa indicativo das fontes de informação externas; uma base de dados com os endereços das fontes de informação na Internet; uma arqui- tetura de agentes inteligentes vinculados à base de endereços definidos, como mecanismos de monitoramento e alerta.
Mostrar mais

16 Ler mais

Concretização de uma Arquitectura de Suporte à Geração de Cenas Animadas com Agentes Inteligentes

Concretização de uma Arquitectura de Suporte à Geração de Cenas Animadas com Agentes Inteligentes

Este relatório descreve a arquitectura e opções tomadas no projecto MAGO2 relativamente à tarefa sobre animação de agentes inteligentes. A arquitectura deverá permitir a criação de ambientes virtuais onde se movimentam agentes inteligentes. Esta arquitectura faz a articulação de várias aplicações – software de modelação tridimensional (Blender), motor gráfico (Ogre), motor físico (ODE) e bancada de agentes (JADE).

34 Ler mais

UNIVERSIDADE DE BRASÍLIA FACULDADE DE TECNOLOGIA DEPARTAMENTO DE ENGENHARIA MECÂNICA USO DE AGENTES INTELIGENTES NO CONTROLE SIMULTÂNEO DA LARGURA E DO REFORÇO DOS

UNIVERSIDADE DE BRASÍLIA FACULDADE DE TECNOLOGIA DEPARTAMENTO DE ENGENHARIA MECÂNICA USO DE AGENTES INTELIGENTES NO CONTROLE SIMULTÂNEO DA LARGURA E DO REFORÇO DOS

Focado em processos de soldagem no modo de transferência por curto-circuito na posição plana, este trabalho visa contribuir no desenvolvimento de sistemas inteligentes que, independentemente de modelos predefinidos do processo de soldagem, permitam controlar os parâmetros geométricos dos cordões de solda em processos GMAW-S. A utilização de agentes inteligentes focados no monitoramento em tempo real dos parâmetros de interesse, neste caso largura e reforço, permitirá ao sistema emular a toma de decisões tais como as de um operário humano, além de permitir também recursos como a avaliação da estabilidade e do modo de transferência metálica do processo em tempo real a partir do monitoramento dos sinais elétricos. O monitoramento dos parâmetros geométricos sincronizado com os sinais elétricos confere ao sistema a possibilidade de adotar decisões próprias para sair de outros modos de transferência metálica ou de regiões de instabilidade em que possa entrar o processo durante a etapa de controle e das quais não teria informação antecipada sem um modelo preconcebido.
Mostrar mais

179 Ler mais

AGENTES INTELIGENTES PARA COORDENAÇÃO DO CONTROLO DESCENTRALIZADO EM SISTEMAS DE CANAIS DE DISTRIBUIÇÃO DE ÁGUA

AGENTES INTELIGENTES PARA COORDENAÇÃO DO CONTROLO DESCENTRALIZADO EM SISTEMAS DE CANAIS DE DISTRIBUIÇÃO DE ÁGUA

Neste trabalho, pretende-se analisar e desenvolver uma solução para o problema da coordenação do controlo descentralizado exercido por diversos controladores locais em sistemas distribuídos, concretamente, num sistema de canais de distribuição de água por acção da gravidade. O estudo faz uso do conceito de agentes inteligentes, explorando as suas potencialidades enquanto tecnologia. As metodologias propostas resultam duma abordagem macroscópica ao problema, significando que são independentes do nível de detalhe do controlador. É apresentada uma arquitectura de coordenação do controlo, com especial realce para o nível de abstracção onde os agentes inteligentes orquestram todo o processo de coordenação com base na negociação automática. As metodologias são testadas com base em simulação, e resultados experimentais permitem analisar o seu realismo e aplicabilidade prática.
Mostrar mais

105 Ler mais

Inteligência competitiva e Internet: um processo otimizado por agentes inteligentes - um estudo parcial de caso.

Inteligência competitiva e Internet: um processo otimizado por agentes inteligentes - um estudo parcial de caso.

O problema considerado foi: como tornar a Internet uma ferramenta efetiva para a inteli- gência competitiva? Elaborou-se este trabalho com o objetivo de propor uma atividade de inteligência competitiva utilizando a Internet como ferramenta. Mais especificamente, busca- -se formular os seguintes elementos: um modelo conceitual para definir as etapas de formulação de um processo de inteligência competitiva; um modelo de formalização da estratégia de atuação da organização; um modelo de formalização de um mapa indicativo das fontes de informação externas; uma base de dados com os endereços das fontes de informação na Internet; uma arqui- tetura de agentes inteligentes vinculados à base de endereços definidos, como mecanismos de monitoramento e alerta.
Mostrar mais

16 Ler mais

Interação e Autismo: Uso de Agentes Inteligentes para Detectar Déficits de Comunicação em Ambientes Síncronos

Interação e Autismo: Uso de Agentes Inteligentes para Detectar Déficits de Comunicação em Ambientes Síncronos

No caso da Comunicação Mediada por Computador(CMC), Facion[3] a define a como a comunicação que se dá entre seres humanos através da instrumentalização de computadores. A CMC pode ocorrer em diversas modalidades – textual, gráfica, auditiva, visual, entre outras, a que interessa para nosso objeto de pesquisa é a CMC baseada em textos. Os participantes interagem através da palavra escrita, digitando mensagens que são simultaneamente lidas por outras pessoas em suas respectivas telas de vídeo – CMC síncrona (chat) – ou em algum outro momento posterior – CMC assíncrona (fórum, e-mail e blog´s). A comunicação mediada por computador (CMC) tem proporcionado o surgimento de novas formas de sociabilidade, onde indivíduos se aglutinam em torno de interesses comuns, independente das distâncias espaciais. Apesar das diversas pesquisas realizadas na área da informática aplicada ao autismo, não foi localizada nenhuma que se aproximasse do objeto deste trabalho, ou seja, com a utilização de agentes inteligentes em um ambiente síncrono para detectar déficits de comunicação.
Mostrar mais

11 Ler mais

Detecção, diagnóstico e correção de falha em sensores industriais foundation fieldbus utilizando agentes inteligentes

Detecção, diagnóstico e correção de falha em sensores industriais foundation fieldbus utilizando agentes inteligentes

Este trabalho apresentou um sistema de detecção e diagnóstico de falhas efetuando a correção do sinal com falhas, baseando-se no conceito de agentes inteligentes, com uma arquitetura de multiagentes, para planejamento do projeto foi obtida a devida organização e padronização no projeto. Além do uso da técnica de agentes inteligentes, foram utilizadas outras técnicas de sistemas inteligentes como redes neurais artificiais e sistemas fuzzy (classificação fuzzy). E indiretamente foram estudadas outras técnicas como algoritmos genéticos, controladores fuzzy e sistemas especialistas. Todas essas técnicas de inteligência artificial somadas ao ambiente de redes industriais Foundation Fieldbus (e demais protocolos), estudados e feito uso dos dispositivos e instrumentos de campo. Além da programação de aplicativos Desktop na linguagem Java, programação de simulações em Matlab e desenvolvimento de supervisórios em Java e SCADA.
Mostrar mais

82 Ler mais

Aprimorando o Processo de Aprendizagem e Alocação de Agentes Inteligentes em Plataformas Multiagentes - Aplicação no Domínio do Jogo de Damas

Aprimorando o Processo de Aprendizagem e Alocação de Agentes Inteligentes em Plataformas Multiagentes - Aplicação no Domínio do Jogo de Damas

A representação adequada dos estados sobre os quais agentes inteligentes atuam é fun­ damental para sua boa performance, particularmente quando eles atuam em ambientes competitivos que possuem elevado espaço de estados. Um tipo particular de represen­ tação, adequada para este tipo de ambiente, é a representação NetFeatureMap [14], a qual representa o ambiente baseando-se em um conjunto de funções, denominadas carac­ terísticas, que capturam conhecimentos relevantes atribuídos ao domínio do problema. Diferentemente da representação vetorial, que representa todas as informações contidas no ambiente, a NetFeatureMap provê uma percepção otimizada do ambiente de modo a representar apenas informações que, de fato, contribuem para a atuação (tomada de decisão) dos agentes. Tal percepção permite que tais agentes sejam mais ágeis na explo­ ração do espaço de estados, visto que aumenta sua visão (look-ahead) sobre o ambiente e assim, melhora suas habilidades em escolher adequadamente as ações a serem execu­ tadas. Vários agentes automáticos propostos na literatura usam a NetFeatureMap para representar os estados dos ambientes sobre os quais atuam. Em alguns desses agentes, as características utilizadas para a representação foram selecionadas manualmente, o que leva esses agentes a efetuar escolhas inadequadas de ações, comprometendo assim sua performance [ 2 1 ], [ 6 ]. Em outros, tal seleção foi feita automaticamente utilizando AGs,
Mostrar mais

146 Ler mais

Sistemas de informação contábeis: uma abordagem orientada a objetos com agentes inteligentes.

Sistemas de informação contábeis: uma abordagem orientada a objetos com agentes inteligentes.

res sejam confirmadas caso ocorram, ou corrigidas caso contrário. Essencialmente esta qualidade é aplicada na comparação entre o previsto e o realizado. Novamente, os sistemas atuais são incapazes de realizar tais aplicações, mas com o modelo REAOO podem ser desenvolvidos agentes inteligentes específicos para desenvolvimento e controle, até mesmo para orçamentos e fluxos de caixa.

20 Ler mais

Processos de comunicação entre agentes inteligentes para o sistema AGENTCC

Processos de comunicação entre agentes inteligentes para o sistema AGENTCC

RESUMO: O artigo fundamenta-se nos resultados do processo de desenvolvimento de um ambiente web de aprendizagem, já modelado em dissertação de mestrado (Cabral, 2006). O sistema tem por objetivo facilitar o acompanhamento das atividades que envolvem a definição e a elaboração de pré-projetos de Trabalhos de Conclusão de Curso (TCC). Para atingir tal objetivo o sistema é tem base em uma camada de agentes inteligentes que atuam como colaboradores para execução de todas as atividades necessárias ao desenvolvimento do TCC. Para que esses agentes atuem de maneira satisfatória no ambiente é necessário o estabelecimento de um processo de comunicação que possibilite aos agentes agir em um nível conceitual mais próximo do ser humano. Desse modo, este artigo expõe os resultados obtidos ao longo do desenvolvimento dos agentes computacionais e seus mecanismos de comunicação. Palavras-chave: Agentes Inteligentes, TCC, AgenTCC, Processo de Comunicação.
Mostrar mais

7 Ler mais

Uma arquitetura para agentes inteligentes com personalidade e emoção

Uma arquitetura para agentes inteligentes com personalidade e emoção

em Java. Desenvolvido pela Agent Oriented Software Pty. Ltd., o sistema tem por objetivo trans- ferir a tecnologia dos agentes inteligentes de maneira f´ acil e r´ apida das pesquisas acadˆemicas para aplica¸c˜oes industriais. Por meio de um ambiente de desenvolvimento pr´ oprio, o programador pode analisar, especificar e implementar aplica¸c˜oes pro-ativas, reativas, sociais e distribu´ıdas com agentes (baseados no modelo BDI) simplesmente arrastando fun¸c˜oes e elementos gr´ aficos para a ´ area de desenvolvimento. Com o Jack ´e poss´ıvel construir aplica¸c˜oes multiplataformas e robustas o sufi- ciente para serem executadas em hardwares de baixo processamento como, por exemplo, um PDA (Personal Digital Assistants). Registrado sob uma licen¸ca comercial ou uma licen¸ca acadˆemica, o Jack disponibiliza gratuitamente um abrangente manual e outros manuais menores sobre partes mais espec´ıficas do sistema. Extens˜oes e bibliotecas externas podem incorporadas ao sistema por meio de plug-ins.
Mostrar mais

127 Ler mais

O mecanismo de formação de preços em um mercado digital: uma análise por simulação em computador dos efeitos da utilização de agentes inteligentes de comércio eletrônico

O mecanismo de formação de preços em um mercado digital: uma análise por simulação em computador dos efeitos da utilização de agentes inteligentes de comércio eletrônico

A combinação destes fatores, gerou na verdade um novo segmento industrial, o das empresas e mercados virtuais, que ao interagir com os segmentos tradicionais, altera- os gerando oportunidades de negócio antes não existentes. Por terem se originado de transformações na economia tradicional, possuem elementos em comum, porém por representarem uma forma radicalmente nova de realizar negócios, possuem fatores com pesos diferentes ou até mesmo exclusivos. Um dos fatores que se apresentam como novos neste contexto é o da possibilidade de utilização em larga escala de agentes de software inteligentes os quais auxiliam e até mesmo realizam o processo de tomada de decisão de compra e venda. A análise dos efeitos destes fatores através de um modelo de simulação é o tema que será exposto no trabalho a seguir.
Mostrar mais

118 Ler mais

Modelo Neuro-Fuzzy Hierárquico Politree com aprendizado por reforço para agentes inteligentes.

Modelo Neuro-Fuzzy Hierárquico Politree com aprendizado por reforço para agentes inteligentes.

O modelo RL-NFHP é ca- paz de criar e expandir a estrutura de regras sem qualquer conhecimento a priori (regras ou conjuntos fuzzy); extrair conhecimento a partir da interação direta do [r]

17 Ler mais

Agentes Inteligentes com Foco de Atenção Afetivo em Simulações Baseadas em Agentes

Agentes Inteligentes com Foco de Atenção Afetivo em Simulações Baseadas em Agentes

No trabalho de Koster e Dignum [Koster et al. 2008] é discutido o conceito de um filtro de relevância, para que sistemas multiagentes possam atuar de modo mais eficiente em ambientes altamente dinâmicos, tais como os encontrados nos sistemas móveis que lidam com diferentes serviços. Para esses casos é definido um “observador de contexto” que calcula, em conjunto com os planos, desejos e intenções (arquitetura BDI [Bordini et al. 2007]) que o agente tem definidos atualmente, a relevância dos dados recebidos. A relevância é calculada utilizando-se uma base de regras e planos da linguagem AgentS- peak [Rao 1996]. Desse modo, o ciclo de raciocínio BDI, incorporando a questão de quão relevantes são os dados, pode tomar decisões mais eficientes em um ambiente dinâmico, melhorando a usabilidade da aplicação. Uma importante observação feita nesse trabalho, refere-se ao fato de que o processo do “pensar” do agente deve ser o mais eficiente possí- vel, para tornar o momento do “perceber” o mais próximo possível do momento do “agir”, evitando assim, que alterações no ambiente, ocorridas entre esses dois momentos, façam com que as ações do agente possam ser inócuas. Segundo os autores, deve-se encontrar um balanço entre o planejamento proativo, onde há o risco de que o ambiente mude ao ponto que o plano definido não possa ser executado, e o ato de simplesmente reagir, com o primeiro plano disponível, que carrega o risco de se usar um plano não ótimo, ou mesmo errado. Dignum, em trabalho anterior [Dignum 2000], já descrevia uma alteração do ciclo BDI para permitir que o agente focasse o seu raciocínio em um conjunto mais específico de dados. Nesse caso, foi adotado o conceito de raciocínio social, o qual se baseia em normas e obrigações. Agentes convivendo em sociedade seguem normas, e o conheci- mento dessas normas permite facilitar a coordenação (se sabe o que se pode ou não fazer) e a antecipação de certos comportamentos, com um certo grau de confiabilidade. As obrigações, por outro lado, estão associadas ao reforço das estratégias desejáveis, o que envolve a punição ao violadores. De um certo modo, normas e obrigações focalizam a atividade do agente dentro de determinados critérios definidos por quem modela a aplica- ção. O conceito de relevância dos dados é bastante similar ao conceito usado na definição do foco Qualitativo, porem é diretamente relacionada a agentes BDI. O conceito de foco quantitativo não é abordado nesse trabalho.
Mostrar mais

229 Ler mais

Inteligência competitiva: aplicação de agentes inteligentes na coleta de informações na web

Inteligência competitiva: aplicação de agentes inteligentes na coleta de informações na web

Pode-se identificar uma gradação de sua complexidade desde os mais sim- ples até aqueles capazes de se adaptar, passando pelos reativos e baseados em objetivos. Em Nwana (1996) é apresentada uma tipologia para agentes na qual eles são analisados segundo várias dimensões, como: (i) mobilidade, (ii) presença de um modelo de raciocínio simbólico, (iii) exibição de um conjunto ideal e primário de atri- butos, tais como autonomia, cooperação e aprendizagem, (iv) papéis desempenha- dos, (v) filosofias híbridas, decorrentes da combinação das características anteriores e (vi) atributos secundários, tais como versatilidade, benevolência, confiabilidade, qualidades emocionais. Com base nessas características, Nwana (1996) classifica os agentes como colaborativos, móveis, de informação/Internet, reativos, híbridos, inteligentes e de interface.
Mostrar mais

60 Ler mais

Um Ambiente Multiagente para Recomendação Personalizada de Conteúdos no Contexto de um Museu Virtual Tridimensional

Um Ambiente Multiagente para Recomendação Personalizada de Conteúdos no Contexto de um Museu Virtual Tridimensional

Assim, este trabalho está dividido em oito seções. A Seção 2 mostra uma visão geral sobre sistemas mul- tiagente e, mais especificamente, agentes inteligentes com características pedagógicas. A Seção 3 aborda os conceitos e benefícios da utilização de ontologias. A Seção 4 conceitua sistemas de recomendação. A se- ção 5 traz conceitos relacionados a ambientes virtu- ais de aprendizagem em 3D. A Seção 6 apresenta os trabalhos relacionados. A Seção 7 descreve a aborda- gem proposta neste artigo, que tem base em agentes inteligentes com objetivos pedagógicos. Já a última seção apresenta as considerações finas e uma breve discussão sobre trabalhos futuros.
Mostrar mais

8 Ler mais

KNOWLEDGE GRAPH AND THE SIGNIFICATION: NEW SEMIOTIC ASSEMBLAGES OF CONTEMPORARY INDEXES

KNOWLEDGE GRAPH AND THE SIGNIFICATION: NEW SEMIOTIC ASSEMBLAGES OF CONTEMPORARY INDEXES

Silvana Drumond Monteiro, UEL silvanadrumond@gmail.com Resumo: Os mecanismos de busca apresentam a cada dia índices mais complexos, em especial o “Mapa de Conhecimento” - Knowledge Graph (KG) – busca apresentar uma rede de conexões entre os elementos do mundo real. Desenvolvido e implementado pelo Google, é um forte investimento em Inteligência Artificial, no campo de Recuperação da Informação. Seu contexto revela a sinergia das várias gerações da Web e em especial da Web Semântica e da Pragmática, doravante designada como Semiótica. Para compreender o KG, uma análise documental foi realizada, a partir de um resultado de busca e análise de uma SERP (Search Engine Results Page). O processo de significação na Web Semiótica ocorre por meio da convergência de tecnologias que o G.oogle (KG) vem engendrando no ciberespaço, a saber: Autosuggest, Semantics tags, Entity Collections, Geosearch Collections e Topical Weblinks e as fontes referenciais. Agentes inteligentes, algoritmos e metadados têm tornado os índices mais precisos e a experiência da busca em pragmáticas de interação. Em especial, o KG ilustra-se como quase-interpretante lógico, avançando as nossas teses sobre processos híbridos de significação e organização do conhecimento no ciberespaço.
Mostrar mais

15 Ler mais

Show all 3113 documents...