Análise de citações

Top PDF Análise de citações:

A produção intelectual em Ciência da Informação: análise de citações do DCIUFRGS de 2000 a 2008

A produção intelectual em Ciência da Informação: análise de citações do DCIUFRGS de 2000 a 2008

Através da análise de citações, promove-se a investigação de 3.451 referências citadas em 248 trabalhos publicados pelos docentes do Departamento de Ciências da Informação da Uni- versidade Federal do Rio Grande do Sul entre 2000 e 2008. O objetivo do estudo foi subsidiar o planejamento estratégico no âmbito do Desenvolvimento de Coleções da biblioteca da Ins- tituição. Os resultados indicam preferência pelo uso de livros e capítulos (44,0%), seguidos por artigos de periódico (31,3%), ambos em português (75,3%). Como periódicos mais citados aparecem Ciência da Informação (16,6%) seguida pelo Journal of the American Society for Information Science (4,9%). Foram citados 1.603 autores diferentes e 1.519 títulos de livros. O ranking dos autores e livros exalta o caráter interdisciplinar do DCI e da própria área, reforçando a idéia de que a Ciência da Informação no Brasil é um campo em formação, sem padrões constantes para a comunicação científica. Conclui que a análise de citações é um método válido para apurar os hábitos de uso da informação, porém, requer atenção quanto à interpretação dos resultados.
Mostrar mais

15 Ler mais

A interdisciplinaridade na Ciência da Informação pela perspectiva da análise de citações

A interdisciplinaridade na Ciência da Informação pela perspectiva da análise de citações

Resumo: Esta comunicação busca realizar um estudo das relações interdisciplinares que a Ciência da Informação (CI) mantém com outras áreas do conhecimento a partir da análise de citações de artigos publicados em três importantes periódicos nacionais da CI, Informação & Sociedade: Estudos, Transinformação e Perspectivas em Ciência da Informação A CI nasce num momento histórico onde o fazer ciência sofria modificações decisivas no que tange a integração de campos dos saberes científicos, em busca de soluções para problemas sociais até então inexistentes. Trata-se da interdisciplinaridade, um movimento integrador dos saberes. Assim, a CI surge com uma forte inclinação interdisciplinar, sendo que esse aspecto da área é alvo de diversos estudos, em âmbito nacional e internacional. Foram analisadas as listas de referências de todos os artigos publicados pelas revistas nos anos de 2011 e 2012. Cada referência foi classificada, de acordo com sua temática, segundo a tabela de áreas do conhecimento do CNPq. O resultado demonstrou que a CI recorre a aportes teóricos de muitas outras áreas do conhecimento, notadamente a Administração, Ciência da Computação, Educação e Sociologia, além da própria CI, que representou quase metade do total de referências analisadas. Além destas, muitas outras áreas foram utilizadas como respaldo teórico dos trabalhos publicados. Ainda que os resultados observados nesta pesquisa não possam ser conclusivos, a análise de citação se mostrou uma abordagem adequada para o estudo da interdisciplinaridade na área na medida em que aponta diversas áreas que colaboram com as pesquisas em CI.
Mostrar mais

24 Ler mais

A representação do conhecimento através da análise de citações: o caso da UFC

A representação do conhecimento através da análise de citações: o caso da UFC

Também refletimos acerca das citações como forma de representação do conhecimento, fato que foi ratificado pela maioria dos professores que fizeram parte de nossa pesquisa. Conforme Bentes Pinto, et. al. (2000) a partir da análise de citações, é possível se estabelecer uma relação de comunicação que vai se constituir nas representações de certos campos do saber. A esta relação denominamos de “ rede invisível do conhecimento” que é constituída pelo conjunto de autores citantes e autores citados. Aqueles mais citados formam os “ nós” da rede de difusão de informações sobre um determinado assunto, pois à medida que alguém lê um artigo, um livro ou um outro documente e percebe uma citação que lhe interessa, normalmente, busca o original do autor citado, e assim sucessivamente. O documento citado forma a rede de comunicação entre aqueles que têm interesses comuns por certos temas. Portanto, sem se aperceber, a pessoa citante é responsável pelo fluxo de informação e de comunicação entre aquele que cita e o que o lê. Dessa forma, a citação é que proporciona a dinâmica do texto sempre vivo e circulante. É ela que impede que o texto se vá com a partida de seu autor. Seja ela oral ou verbal é a citação que mantém viva a criação de um autor.
Mostrar mais

20 Ler mais

ANÁLISE DE CITAÇÕES DOS ARTIGOS DA INTERCOM – REVISTA BRASILEIRA DE CIÊNCIAS DA COMUNICAÇÃO (1985- 2008)

ANÁLISE DE CITAÇÕES DOS ARTIGOS DA INTERCOM – REVISTA BRASILEIRA DE CIÊNCIAS DA COMUNICAÇÃO (1985- 2008)

Um dos objetos mais comuns de pesquisa em comunicação científica são as revistas científicas por se constituírem a forma mais usual de divulgar a produção de determinada área do conhecimento. Elas podem ser estudadas de várias formas, tanto em seu conjunto como individualmente, e sua análise é uma das formas de conhecer a trajetória de pesquisa e a dinâmica da comunicação num campo do saber. O estudo realizado selecionou uma revista da área de Comunicação e sobre ela lançou o olhar nas citações dos artigos divulgados entre 1985 e 2008. A escolha de Intercom – Revista Brasileira de Ciências da Comunicação foi feita obedecendo a alguns critérios de representação para a área, como: ser publicada pela primeira sociedade científica – a Sociedade Brasileira de Estudos Interdisciplinares da Comunicação (Intercom) e ser a publicação periódica mais antiga em Comunicação no Brasil, ainda em atividade. Para estudar as citações, aplicou-se o método bibliométrico de análise de citações para identificar o comportamento dos pesquisadores no uso da informação e, também as características dos documentos por eles citados para embasar seus trabalhos.
Mostrar mais

17 Ler mais

Abordagens teóricas da Gestão Social: uma análise de citações exploratória.

Abordagens teóricas da Gestão Social: uma análise de citações exploratória.

O campo científico da Gestão Social conta com uma crescente produção acadêmica por meio da qual se discutem formas alternativas de gestão e que são caracterizadas por ações gerenciais dialógicas. Neste trabalho, objetiva-se identificar possíveis vertentes teóricas que emergem nesse campo. Para isso, é feita uma análise de citações dos trabalhos indexados na base Google Acadêmico, por meio da qual são delimitadas quatro abordagens teóricas que se explicam pelas fundamentações teóricas (abordagens crítica frankfurteana e da gestão do desenvolvimento social interorganizacional); pela origem de seus pesquisadores (abordagem puquiana) ou pelas singularidades (abordagem da administração pública societal, identificada com base nas especificidades de um modelo de gestão pública surgida no Brasil, que se contrapõe ao movimento gerencialista neoliberal dos anos 1980). Aponta-se, ainda, no trabalho, que entre as abordagens – pelo menos nos trabalhos de maior impacto –, temas comuns podem ser identificados, como a contraposição gestão social versus gestão estratégica; o terceiro setor como um espaço de ocorrência da gestão social; a proeminência de conceitos como participação, diálogo e busca do bem comum. A despeito dessas convergências, indica-se no trabalho que há uma subdivisão conceitual básica em duas vertentes: uma vinculando a gestão social estritamente à gestão pública, configurando-a como administração pública societal (PAES DE PAULA, 2005a; 2005b), gestão do desenvolvimento social (FISCHER, 2002) ou gestão do social (DOWBOR, 1999b), e outra que expande seu escopo a uma ação gerencial dialógica que pode (e deve) ser utilizada em sistemas sociais diversos – sejam eles públicos, privados ou organizações não governamentais (FRANÇA-FILHO, 2008; TENÓRIO, 2005).
Mostrar mais

16 Ler mais

Educação Física no PPGMH/UFRGS: uma visão a partir da análise de citações e perfil dos pesquisadores

Educação Física no PPGMH/UFRGS: uma visão a partir da análise de citações e perfil dos pesquisadores

idioma predominante nos documentos das citações (55,85%); as publicações do período de 1991-2000 cobrem 56,02% das citações, com pico em 1998 e provável meia-vida dos documentos da área em torno de cinco anos; 41,76% dos documentos citados são escritos por um único autor; e 54,23%, por mais de um autor. Os assuntos predominantes que fazem a interdisciplinaridade do campo são, nesta ordem: ciências sociais, medicina, biofísica, esportes, educação, filosofia, ensino e forma física. Foram citados 1.825 diferentes autores evidenciando uma grande dispersão na área e entre os mais representativos estão Morin, Foucault e Lapierre. Há dispersão tanto em autores quanto em títulos de periódicos: 80,71% foram citados somente uma vez; e 37,11%, mais de uma vez. Apenas seis periódicos foram citados em mais de uma tese, sendo cinco estrangeiros e um nacional. As linhas de pesquisas predominantes no PPGCMH são da área de concentração Movimento humano, saúde e performance, que privilegia projetos de caráter biológico. O mesmo ocorre com o número de teses, sendo 89% delas da mesma área de concentração. Há necessidade de maior produção nacional em termos teóricos para a área de educação física. A análise realizada propiciou verificar que os campos científicos e as suas respectivas comunidades se desenvolvem de forma contingencial e contextual. O método indiciário possibilitou costurar os indícios apresentados pelas variáveis analisadas e mostrou ser um método possível em estudos de bibliometria e análise de citações. Há indícios de hábitos de citação doméstica e endogenia, mas não foram comprovados neste estudo.
Mostrar mais

145 Ler mais

Análise de citações dos trabalhos da Compós 2008

Análise de citações dos trabalhos da Compós 2008

Citar é o ato de remeter um documento para outro. Esta ação tem como função básica promover a correlação entre dois trabalhos, um que cita e outro que é citado. A análise de citações de trabalhos científicos é um recurso da bibliometria que estuda as relações entre o citante e o citado, mostrando em quais fontes o autor se valeu para realizar seu estudo, dando autoria às idéias que apresenta e que não são originais. A referência a estas obras é mencionada em uma lista de referências, no final dos trabalhos. Este método, segundo Sanz Casado (1994), permite conhecer os hábitos de informação de determinados grupos de usuários, devido ao costume que têm os pesquisadores em apoiar-se em trabalhos publicados anteriormente para produzir seus próprios trabalhos.
Mostrar mais

19 Ler mais

Análise de citações utilizadas em ADI: 10 Anos de anais digitais do enanpad (1997-2006).

Análise de citações utilizadas em ADI: 10 Anos de anais digitais do enanpad (1997-2006).

Em nível internacional, a área de SI vem refletindo sobre a sua produção e a condição de ser uma área específica de conhecimento científico desde a década de 80, quando Keen (1980) cunhou os termos cumulative tradition e reference disciplines durante a primeira Conferência do ICIS. Os trabalhos de Culnan e Swanson (1986) e Culnan (1986, 1987), sobre análise de citações, realizados há mais de 20 anos, e replicados por Cheon, Lee e Grover (1992), foram recentemente ampliados por Grover, Gokhale, Lim, Coffey e Ayyagari (2006) e publicados em uma edição especial do Journal of the AIS, onde Wade, Biehl and Kim (2006b) também realizaram comentários sobre o estudo. Estes mesmos autores iniciaram a edição, questionando se a área de SI é ou não uma disciplina de referência (Wade, Biehl, & Kim, 2006a). Outro trabalho internacional que utiliza a análise citacional e merece destaque é o artigo publicado no ICIS/2006 por Hansen, Lyytinen e Markus (2006). Nele os autores analisam o clássico trabalho de Markus (1983) – Power, Politics, and MIS Implementation – tendo como base mais de 300 referências realizadas ao longo de duas décadas. Utilizando a análise de citações, os autores procuram responder à seguinte questão de pesquisa: o que se pode descobrir sobre os interesses intelectuais dos pesquisadores de Sistemas de Informação, analisando os padrões de referência relacionados a um dos artigos mais citados da área.
Mostrar mais

27 Ler mais

UTILIZANDO A ANÁLISE DE CITAÇÕES DE TESES PARA AVALIAR ACOLEÇÃO DE LIVROS EM BIBLIOTECAS UNIVERSITÁRIAS. :: Brapci ::

UTILIZANDO A ANÁLISE DE CITAÇÕES DE TESES PARA AVALIAR ACOLEÇÃO DE LIVROS EM BIBLIOTECAS UNIVERSITÁRIAS. :: Brapci ::

Os livros nacionais publicados de 2000 até 2007 encontram-se significativamente presentes no acervo do SBU (60,04%), apesar do considerável decréscimo em relação aos livros nacionais publicados na década de 1990 (69,41%), utilizados na elaboração das teses estudadas. Quando se observa os dados da investigação por esta perspectiva, os dados apresentam indícios que o acervo de livros nacionais do SBU revela-se próximo do adequado aos usuários alunos do PPGA, se comparados aos resultados da pesquisa de Leiding (2005). Encontra-se outro indício desta adequação, como demonstrado na Tabela 9, no fato de doze dos livros mais citados (de 28 até 10 vezes), pertencentes à década de 1990, encontrarem-se na coleção do SBU. Além disso, quando se examina a amostra sob a perspectiva das citações recebidas pelos livros nacionais da década de 1990 existentes no acervo do SBU (78,26%), o uso destes na elaboração das teses mostrou-se significativo.
Mostrar mais

20 Ler mais

Análise de citações em textos acadêmicos escritos.

Análise de citações em textos acadêmicos escritos.

A comparação entre os artigos acadêmicos e os trabalhos finais de dis- ciplina foi julgada pertinente pelos seguintes motivos: a) as convenções que regem a escrita na comunidade acadêmica fazem-se presentes nos gêneros do discurso escolhidos pelos membros dessa comunidade para comunicar os resultados de suas pesquisas; b) o gênero artigo acadêmico é um gênero já legitimado pela comunidade acadêmica como um importante mecanismo de comunicação entre seus membros; c) o trabalho final de disciplina é um gênero do discurso que faz parte do contexto do aluno de cursos de pós- graduação; d) o projeto de pesquisa apresenta organização retórica similar a do gênero artigo acadêmico: Introdução, Revisão da Literatura, Metodolo- gia. A seção Análise e Discussão dos Dados é incluída no caso de o projeto apresentar um estudo piloto; e) as convenções que regem o uso de citações são análogas nos dois gêneros do discurso aqui analisados, uma vez que os dois se realizam no mesmo registro: o acadêmico (cf. Bhatia, 2004).
Mostrar mais

32 Ler mais

OS ANAIS DA ACADEMIA BRASILEIRA DE CIÊNCIAS E A PESQUISA CIENTÍFICA NO BRASIL: estudo exploratório de análise de citações

OS ANAIS DA ACADEMIA BRASILEIRA DE CIÊNCIAS E A PESQUISA CIENTÍFICA NO BRASIL: estudo exploratório de análise de citações

Os 33 artigos que fazem parte da unidade de análise identificada pelo índice-h receberam um total de 1.684 citações, o que representa 18% de todas as citações recebidas pelos 4.040 artigos dos AABC indexados na base WoS. Nesse conjunto existe uma concentração de artigos citados após o ano 2000 (64%) e, em contrapartida, não foram encontrados artigos dos últimos cinco anos (2008-2012) entre os mais citados. E um dado peculiar nesse conjunto é que os quatro (4) artigos mais citados no ano de 1984 encontram-se em um único fascículo. O fascículo é temático, trata do fenômeno da depressão alastrante, descoberto pelo pesquisador Aristides Azevedo Pacheco Leão, e conhecido internacionalmente como Leão’s spreading depression. Cientistas foram convidados a escrever sobre o assunto em homenagem ao acadêmico que presidiu a ABC por 15 anos. Pesquisadores do Brasil, da Dinamarca, da Tchecoslováquia e dos Estados Unidos da América são os produtores desses artigos.
Mostrar mais

7 Ler mais

Estudo Bibliométrico: Análise de Citações no Periódico "Scientometrics" :: Brapci ::

Estudo Bibliométrico: Análise de Citações no Periódico "Scientometrics" :: Brapci ::

ocorrência de 294 periódicos com 1164 citações. A origem identificada no Ulrlch's aponta 102 periódicos norte-americanos, 35 periódicos ingleses e 23 periódicos soviéticos. O periódico mais produtivo é o Social Studies of Science, com 137 citações. A base de dados foi analisada conforme a lei de Bradford, mas inferências podem ser feitas, com o emprego da lei de Lotka e do elitismo de Price e também com o emprego de outros princípios, leis e instrumentos da

10 Ler mais

Contribuição da Revista ACB - Biblioteconomia em Santa Catarina enquanto fonte de pesquisa (1996 - 1999)   Contribution of ACB Magazine - Library in Santa Catarina as a research source (1996/1999)  p. 7-25

Contribuição da Revista ACB - Biblioteconomia em Santa Catarina enquanto fonte de pesquisa (1996 - 1999) Contribution of ACB Magazine - Library in Santa Catarina as a research source (1996/1999) p. 7-25

Como estudos mais recentes, pode ser lembrado o trabalho de Foresti (1990), que verificou através da análise de citações, o uso de quatro revistas brasileiras no período de 1983 a 1987, destacando-se a Revista Brasileira de Biblioteconomia e Documentação, a Revista da Escola de Biblioteconomia da UFMG, a Revista de Biblioteconomia de Brasília e a Revista Ciência da Informação, onde foram observadas as variáveis associadas ao uso da literatura, quanto ao tipo de documento citado, idioma e local de publicação dos periódicos citados como também, a vida média da literatura citada. Finalmente, Pittella (1991), dedicando-se à análise de citação dos artigos Publicados nas revistas Ciência da Informação, Revista de Biblioteconomia de Brasília, Revista Brasileira de Biblioteconomia e Documentação e Revista da Escola de Biblioteconomia da UFMG, no período de 1972 a 1982, procurou conhecer a forma bibliográfica, o idioma, a idade, a procedência geográfica das citações, os periódicos mais citados, os autores mais citados, a relação autoria única x múltipla, a auto-citação e autores mais produtivos x autores mais citados.
Mostrar mais

20 Ler mais

Literatura sobre biblioteca escolar: características de citações de teses e dissertações brasileiras.

Literatura sobre biblioteca escolar: características de citações de teses e dissertações brasileiras.

A análise de citações de 28 teses e dissertações sobre biblioteca escolar produzidas no Brasil teve como objetivos: identificar influências de autores e de áreas do conhecimento, características de citação e diferenças entre teses e dissertações. Não foi possível verificar relações entre autores, já que houve grande dispersão em termos dos cursos de origem e dos documentos citados. Foi possível identificar significativa influência da Educação. A comparação entre teses e dissertações não evidenciou diferenças significativas, esperadas em textos que resultam de níveis diferentes de formação acadêmica. Foram verificadas, entre outras, as seguintes características das citações: predominância do livro, de documentos de autoria individual, de trabalhos em português e oriundos do Brasil e de periódicos brasileiros nas citações.
Mostrar mais

10 Ler mais

características de citações de teses e dissertações brasileiras :: Brapci ::

características de citações de teses e dissertações brasileiras :: Brapci ::

A análise de citações de 28 teses e dissertações sobre biblioteca escolar produzidas no Brasil teve como objetivos: identificar influências de autores e de áreas do conhecimento, características de citação e diferenças entre teses e dissertações. Não foi possível verificar relações entre autores, já que houve grande dispersão em termos dos cursos de origem e dos documentos citados. Foi possível identificar significativa influência da Educação. A comparação entre teses e dissertações não evidenciou diferenças significativas, esperadas em textos que resultam de níveis diferentes de formação acadêmica. Foram verificadas, entre outras, as seguintes características das citações: predominância do livro, de documentos de autoria individual, de trabalhos em português e oriundos do Brasil e de periódicos brasileiros nas citações.
Mostrar mais

10 Ler mais

a construção de uma ferramenta e sua aplicação em um acervo de teses e dissertações do PPGCIUFMG :: Brapci ::

a construção de uma ferramenta e sua aplicação em um acervo de teses e dissertações do PPGCIUFMG :: Brapci ::

A atual evolução tecnológica, a Internet e as novas formas de comunicação presencia-se uma explosão informacional que é uma constatação sem novidades, principalmente na área científica. Os pesquisadores nunca tiveram tanta facilidade no acesso ao material científico produzido mas os mecanismos de análise de todo esse material não são ainda tão acessíveis. Este trabalho apresenta o desenvolvimento de uma ferramenta de análise de citações, área de estudo da disciplina Tratamento da Informação, conhecida como bibliometria. O trabalho foi dividido em duas fases: a primeira diz respeito à implementação da ferramenta e a segunda à parte experimental. Trabalhou- se com um universo de 55 teses e dissertações defendidas e aprovadas no Programa de Pós-Graduação em Ciência da Informação da UFMG, com o objetivo de verificar a aplicabilidade da ferramenta desenvolvida. Com esses documentos foi construída uma biblioteca digital, utilizando a plataforma de criação de bibliotecas digitais Dspace, desenvolvido pelo MIT e HP, como base. Novo módulo foi acrescentado ao Dspace, o de análise de citações, no qual todas as 4.495 referências presentes nos 55 documentos foram analisadas pelos indicadores: ano de publicação, tipo de publicação, país de origem, autor do item referenciado, título e idioma utilizado. Tais indicadores puderam ser analisados subdividindo-os por linha de pesquisa, orientador, geral e para um único documento. A partir dos gráficos gerados pela ferramenta, percebe-se o poder da análise bibliométrica. Conclui que tais mecanismos são necessários para o levantamento de insumos para análise da comunicação científica e estudos epistemológicos sobre os campos específicos do conhecimento no Brasil. A ferramenta poderá ser potencializada se utilizada por outras instituições científicas, de modo a apresentar a toda comunidade de uma determinada área um ponto único de análise do que é produzido nos níveis de pós-graduação stricto sensu no Brasil.
Mostrar mais

1 Ler mais

Iniciativas Sustentáveis e Desempenho Organizacional: Uma Análise  das Publicações na Base Web of Science

Iniciativas Sustentáveis e Desempenho Organizacional: Uma Análise das Publicações na Base Web of Science

33 artigos selecionados sobre o tema, foi possível perceber que as publicações foram feitas depois dos anos 2000 (mesmo a baseSSCI-WoS disponibilizando publicações desde a década de 1950): em 2005, 2 artigos; em 2009, 4 artigos; em 2010, 1 artigo; em 2011, 7 artigos; em 2012, 4 artigos; em 2013, 8 artigos; e em 2014, 7 artigos. Percebe-se que a concentração das publicações está nos últimos quatro anos (26 dos 33 artigos foram publicados entre 2011 e 2014), o que demonstra a atualidade das pesquisas com o enfoque nas iniciativas/práticas de sustentabilidade e sua associação com o desempenho das organizações.Aose analisar as citações recebidas pelos 33 artigos sobre o tema, por exemplo, foi possível perceber um crescimento do número de citações desde o ano de 2005 (ano em que os artigos identificados começaram a receber citações na base). No período entre 2005 e 2014 os 33 artigos sobre o tema receberam aproximadamente 650 citações, sendo que nos últimos quatro anos foram 358 citações (mais de 50% do total): 55 citações em 2011, 72 citações em 2012, 75 citações em 2013 e 156 citações em 2014.Isso também demonstra um crescente interesse da comunidade acadêmica no assunto, percebido a partir da análise de citações mencionada. Dentre os artigos mais citados, destaca-se o trabalho de Sharma e Henriques (2005) publicado no Strategic Management Journal, com cerca de 200 citações (conforme será apresentado posteriomente).
Mostrar mais

17 Ler mais

Dissertações de Mestrado dos Programas de Pós-Graduação em Turismo no Brasil: análise das citações

Dissertações de Mestrado dos Programas de Pós-Graduação em Turismo no Brasil: análise das citações

de conhecimento, como: elite dos autores, avalia- rem o impacto da produção, teorias de referência, tendências na literatura, entre outras descobertas. Santos e Kobashi (2009, p. 166), enfatizam que nos estudos de citação é comum, identificar- mos, um autor de destaque na área, citar, que cita em suas pesquisas, seus próprios trabalhos, assim, resulta em muitos casos, “[...] que o núcleo cul- tiva a identidade. Por outro lado, os demais au- tores frequentemente citados guardam vínculos in- telectuais com o autor e, assim, alimentam uma identidade social”. Nesse sentido, surgem críticas aos estudos de citação apontados por, Cole e Cole (1973), Solla Price (1976), Garfield (1979), Ma- cRoberts e MacRoberts (1989). Essas pesquisas reafirmam a concepção da necessidade de cautela quanto aos estudos e análises de citações, pois muitas vezes são utilizados para avaliar cientistas, grupos de pesquisas, associações e instituições. Fi- nalizando esse raciocínio sobre esses estudos, para Vanz (2004, p. 35) “Depois da Lei de Bradford, a análise de citações é um dos temas da biblio- metria mais populares, conforme Mostafa (2002) e Urbizagástegui (1984)”, realçando as contribui- ções resultantes desse tipo de pesquisa.
Mostrar mais

15 Ler mais

Altmetria : complexidades, desafios e novas formas de mensuração e compreensão da comunicação científica na web social

Altmetria : complexidades, desafios e novas formas de mensuração e compreensão da comunicação científica na web social

A tentativa de empregar um conceito amplo de “citação” pode trazer confusões conceituais e aproximações equivocadas com a análise de citações utilizadas em bibliometria e cientometria. Haustein, Bowman e Costas (2015) dizem que essas métricas são eventos em plataformas de mídia social relacionadas ao conteúdo acadêmico ou de acadêmicos, que podem ser facilmente capturados (através de APIs), e, portanto, não possui o mesmo conceito de citação mais "tradicional". Algumas novas nomenclaturas talvez mais adequadas têm sido propostas na literatura. Taylor (2013b), diante da complexidade de medir, avaliar e entender o “impacto” acadêmico na sociedade, salienta a existência de citação formal dos artigos em artigos, citação formal de artigos em plataformas acadêmicas e citação formal dos artigos em plataformas não acadêmicas. Piwowar (2013) utiliza o termo “engajamento (público)” em alternativa à citação (BORNMANN, 2014). Mesmo assim, ainda não existe uma teoria sobre o significado de “engajamento” em altmetria e o emprego do termo “citação” continua sendo largamente utilizado. Talvez, um caminho possível para essa questão, seja se voltar para as teorias de engajamento no campo das redes sociais e avaliar o significado de muitas de suas métricas em relação ao sentido que podem emprestar a análise de produção acadêmica.
Mostrar mais

21 Ler mais

Show all 10000 documents...