análise envoltória dos dados (DEA)

Top PDF análise envoltória dos dados (DEA):

Custo/benefício de aeronaves: uma abordagem pela Análise Envoltória de Dados.

Custo/benefício de aeronaves: uma abordagem pela Análise Envoltória de Dados.

O objetivo deste artigo é a aplicação da técnica de Pesquisa Operacional Análise Envoltória de Dados – DEA, por meio do índice composto das fronteiras clássica e invertida, para avaliar o custo/beneficio de aeronaves de transporte civil. Para tal, foram adotados como inputs: a) preço de mercado, e b) custos operacionais; e como outputs: a) peso de carga paga, b) velocidade de cruzeiro, e c) razão máxima de subida com um único motor. Para garantir a homogeneidade das DMUs, os aviões foram divididos segundo o sistema de propulsão e segundo as categorias: regional, narrow-body e wide-body. Foram também agrupados em diferentes alcances, para que se pudessem identificar os aviões com melhor custo/beneficio em cada um. Os resultados encontrados permitem afirmar que os aviões com o melhor custo/beneficio são os que já tiveram sua produção descontinuada, mas que ainda não estão muito defasados tecnologicamente.
Mostrar mais

12 Ler mais

Análise envoltória de dados na avaliação da eficiência das despesas de investimentos dos estados e do distrito federal

Análise envoltória de dados na avaliação da eficiência das despesas de investimentos dos estados e do distrito federal

Finalizando, conclui-se que o Estado do Acre foi o único considerado eficiente na aplicação das despesas totais de investimentos per capita apuradas no período de 2003 a 2012, nos modelos CCR, BCC e de Escala com orientação a output. No modelo BCC, além do Estado Acre, também foram considerados eficientes: Espírito Santo; Piauí, Ceará e Maranhão. Na comparação dos rankings de eficiência calculados com a Análise Envoltória de Dados (DEA), observa-se uma divergência muito grande em relação aos rankings de gestão do Grupo Economist.
Mostrar mais

20 Ler mais

Aplicação da análise envoltória de dados em cooperativas de crédito rural.

Aplicação da análise envoltória de dados em cooperativas de crédito rural.

A forma cooperativa de organização tem-se mostrado uma alternativa importante para o desenvolvimento das pequenas e médias organizações. Entretanto, assim como ocorre em outras organizações, as cooperativas necessitam ser avaliadas do ponto de vista da eficiência que apresentam ao desempenharem suas atividades. A avaliação de eficiência é de grande importância para as organizações deste tipo, pois as cooperativas possuem uma gestão que deve atender às necessidades dos seus diversos cooperados. Neste trabalho foi realizada a aplicação do método Análise Envoltória de Dados (DEA) para avaliar o desempenho das cooperativas de crédito rural do estado de São Paulo. O estudo realizado demonstrou que as cooperativas que dispunham de maiores volumes de recursos conseguiram obter desempenho superior, no tocante ao seu objetivo de operação (concessão de crédito). Um dos resultados mais relevantes, evidenciados no estudo, foi que as cooperativas que dispunham de maiores volumes de recursos conseguiram obter maiores taxas de eficiência, quando considerada a relação ativo total e despesas administrativas relativamente ao volume de crédito concedido. Os resultados obtidos demonstraram que a análise envoltória de dados pode ser uma interessante alternativa para a avaliação de desempenho.
Mostrar mais

22 Ler mais

O uso da Análise Envoltória de Dados (DEA) para avaliação de hospitais universitários brasileiros.

O uso da Análise Envoltória de Dados (DEA) para avaliação de hospitais universitários brasileiros.

Sob a perspectiva de análise de eficiência, pre- tende-se apresentar e discutir as potencialidades e limites na utilização Análise Envoltória de Da- dos (DEA) para avaliação de desem penho de hospitais públicos federais de ensino geridos pelo Ministério da Educação - MEC/Brasil. Esses hos- pitais correspondem a apenas uma parcela dos hospitais de ensino do país; porém, dado o fato de existir para eles um banco de dados que con- têm informações sistemáticas sobre assistência, ensino e pesquisa (SIHUF/MEC), optou-se pela utilização dos mesmos como estudo de caso para aplicação de modelagem DEA. Finalmente, foi utilizado o software IDEAL (Interactive Data Envelopment Analysis Laboratory), desenvolvi- do pela COPPE/UFRJ, visto que essa ferramenta possibilita a visualização tridimensional da fron- teira sob diferentes ângulos (única no mundo com essa característica), a observação da influ- ência proporcional das variáveis eleitas para o modelo, a introdução da restrição aos pesos e a compreensão dos resultados pelos diversos ato- res envolvidos no processo avaliativo.
Mostrar mais

14 Ler mais

Avaliação da eficiência hospitalar por meio da análise envoltória de dados

Avaliação da eficiência hospitalar por meio da análise envoltória de dados

É constante o interesse em se analisar a eficiência dos hospitais e também dos serviços prestados a partir da utilização de recursos públicos, visto a magnitude dos recursos utilizados, que são geralmente escassos, e a complexidade que envolve a prestação de serviço de assistência à saúde. Nesse sentido, o estudo objetivou avaliar, por meio da Análise Envoltória de Dados (DEA), a eficiência produtiva de hospitais credenciados ao Sistema Único de Saúde (SUS) na região sul do Brasil. A partir de uma pesquisa documental, descritiva, retrospectiva e com abordagem quantitativa. Foi analisada uma amostra de 139 hospitais localizados em municípios com mais de 100 mil habitantes dos estados do Paraná, Rio Grande do Sul e Santa Catarina. Com intuito de garantir melhores comparativos dos resultados, aplicou-se a técnica de clusters para agrupar os municípios semelhantes quanto aos seus inputs. Os resultados demonstraram que dentre os hospitais analisados, nos três clusters, o score máximo de eficiência foi atingido por 34% dos hospitais catarinenses, 49% dos hospitais paranaenses e 35% dos hospitais rio- grandenses. Também se pode inferir que 41% dos hospitais analisados são eficientes e utilizaram de forma eficiente os recursos físicos e pessoais disponíveis ao atendimento da população através do SUS. Por não se identificar discrepância significativa, quanto aos scores de eficiência nos hospitais ineficientes, constatou-se que estes estão, na sua maioria, próximos da fronteira de eficiência.
Mostrar mais

15 Ler mais

Avaliação da eficiência de horticultores agroecológicos utilizando análise envoltória de dados.

Avaliação da eficiência de horticultores agroecológicos utilizando análise envoltória de dados.

Este trabalho teve como objetivo analisar as eficiências produti- vas, de acordo com modelos de Análise Envoltória de Dados [(Data Envelopment Analysis ) DEA], sob critérios agroecológicos, buscando a maior estabilidade e menor variabilidade sazonal, maior variedade/ diversidade de itens produzidos e quantidade de itens disponibilizados para venda. O monitoramento e a avaliação das eficiências de lotes de agricultores pode auxiliar na gestão da agricultura familiar agro- ecológica. A metodologia DEA foi aplicada para medir a eficiência produtiva de dezessete lotes de agricultores familiares agroecológicos, localizados em uma faixa de dutos da Petrobras no Município de Nova Iguaçu-RJ, na baixada fluminense. Foram levantados dados primários listados em itens, quantidades e valor médio, referentes à produção disponibilizada para venda em feiras semanais distribuídas ao longo dos meses de janeiro a dezembro de 2009. Foi registrada uma relação conjunta de critérios agroecológicos, com foco econômico, social e ambiental. Pôde-se observar que sete lotes tiveram eficiência média composta acima do valor médio de 67,6%, variando de 71,3 a 86,6%.
Mostrar mais

7 Ler mais

Aplicação da Análise Envoltória de Dados (DEA) para avaliação do impacto das variáveis...

Aplicação da Análise Envoltória de Dados (DEA) para avaliação do impacto das variáveis...

Este estudo tem por objetivo analisar o impacto das variáveis tamanho e localização na eficiência operacional de usinas de cana-de-açúcar no Brasil. Para isso, foram utilizados os dados referentes à moagem e produção de açúcar e de etanol das usinas brasileiras listadas no anuário da cana-de-açúcar na safra 2008/2009. Desta forma, realizou-se um estudo de eficiência operacional, por meio da aplicação da Análise Envoltória de Dados (DEA), na qual foi possível identificar as usinas mais eficientes dentre um universo de 355 usinas e classifica- las por tamanho, localização e eficiência operacional. A análise quantitativa sugere que existe uma maior concentração de usinas classificadas como eficientes e de tamanho grande, localizadas no estado de São Paulo. Objetivando uma análise em profundidade foi realizado um estudo de múltiplos casos em um grupo de usinas. Ademais, foi feita uma entrevista com especialistas do setor sucroalcooleiro. Dessa forma, conclui-se que a eficiência operacional de usinas de cana-de-açúcar depende da variável tamanho, na medida em que as usinas de maior porte tendem a investir mais em tecnologias que proporcionam um maior ganho de eficiência operacional. A eficiência também depende da variável localização, na medida em que o estado de São Paulo apresenta condições edafoclimáticas mais favoráveis à extração de uma cana-de-açúcar com maior teor de sacarose, que, consequentemente, pode influenciar na eficiência operacional de usinas de cana-de-açúcar. O presente estudo, portanto, fornece subsídios para que gestores destas empresas possam alcançar maior eficiência operacional, bem como fornecer suporte a decisões de investimento nesse setor, uma vez que a escolha da localização e da tecnologia pode influenciar na eficiência.
Mostrar mais

104 Ler mais

Análise da sustentabilidade de empresas: uma aplicação da análise envoltória de dados

Análise da sustentabilidade de empresas: uma aplicação da análise envoltória de dados

Resumo: Essa pesquisa apresenta uma análise da eficiência no tocante à sustentabilidade de oito empresas, denominadas por A, B, C, D, E, F, G e H, de diversos segmentos, por meio da metodologia Análise Envoltória de Dados (DEA) tendo em vista os parâmetros: faturamento, número de funcionários, dimensões – geral, econômica, social e ambiental, elucidados pela Revista Exame – Guia Exame Sustentabilidade para os períodos de 2012 a 2014. A metodologia DEA faz uso de programação matemática e de uma fronteira não-paramétrica de eficiência. O objetivo é verificar se a eficiência das empresas selecionadas se mantém ao longo dos anos 2012, 2013 e 2014, segundo os parâmetros considerados. Para a aplicação da DEA foram definidos o input como número de funcionários e os outputs dimensões geral, econômica, social, ambiental e faturamento. Os resultados mostraram que apenas as empresas C, do ramo de serviços e E, do segmento de material de construção, preservaram as suas eficiências ao longo desses períodos, dentre as empresas avaliadas neste estudo.
Mostrar mais

18 Ler mais

USO DE ANÁLISE ENVOLTÓRIA DE DADOS NA ÁREA DA SAÚDE: um benchmarking da eficiência da saúde pública

USO DE ANÁLISE ENVOLTÓRIA DE DADOS NA ÁREA DA SAÚDE: um benchmarking da eficiência da saúde pública

O acesso a saúde é tido como um elemento chave no desenvolvimento humano. A sua garantia e manutenção é função do estado brasileiro por meio do Sistema Único de Saúde. Este trabalho tem como objetivo analisar os determinantes da eficiência do gasto público em saúde nas unidades federativas e a sua mudança entre 2016 e 2019. Para tal, foi utilizada a Análise Envoltória de Dados (DEA) utilizando os gastos públicos em saúde como input e a cobertura do Programa Saúde da Família, número de produção ambulatorial, taxa de mortalidade infantil e a cobertura de vacinação como outputs. Os dados foram extraídos das bases de acesso as informações públicas e aplicados dentro do Software SIAD, onde foi possível observar a evolução temporal da eficiência dos estados e as determinantes para seu alcance.
Mostrar mais

15 Ler mais

DECISÃO DA REALIZAÇÃO DE INVESTIMENTOS EM TECNOLOGIA DA INFORMAÇÃO COM ANÁLISE ENVOLTÓRIA DE DADOS

DECISÃO DA REALIZAÇÃO DE INVESTIMENTOS EM TECNOLOGIA DA INFORMAÇÃO COM ANÁLISE ENVOLTÓRIA DE DADOS

Este trabalho apresenta uma modelagem para decisão de novos investimentos em tecnologia da informação, com uso da Análise Envoltória de Dados. O objetivo é comparar as diferentes opções de investimentos, constituindo um modelo que poderá ser utilizado para analisar a viabilidade de projetos, os riscos envolvidos e, quantificar os benefícios reais dos investimentos a serem realizados. Os índices de eficiência gerados pelo modelo permitirão que os agentes com poder de decisão dentro das empresas escolham a opção de investimento mais eficiente entre as opções disponíveis. Os inputs do modelo são os riscos e custos de desenvolvimento e os outputs os benefícios esperados.
Mostrar mais

16 Ler mais

Eficiência bancária no Brasil: uma análise envoltória de dados (DEA)

Eficiência bancária no Brasil: uma análise envoltória de dados (DEA)

A fim de analisar a eficiência dos vinte maiores bancos múltiplos e comerciais operantes no Brasil no período de 2009 a 2013, o presente estudo aplicou a técnica de Análise Envoltória de Dados aos dados bancários disponibilizados periodicamente pelo Banco Central do Brasil. As instituições financeiras investigadas foram selecionadas segundo o tamanho do seu ativo. Assim, visando analisar a eficiência destes bancos, delimitou-se que o período a ser estudado seria de 2009 a 2013, já que a partir de 2009 a mudança na padronização tarifária bancária tornou a rentabilidade destas instituições mais reduzida frente aos enormes spreads que estas vinham apresentando. Já a delimitação temporal até o ano de 2013 deve-se ao fato de que este é o último ano com dados disponíveis para a elaboração da análise.
Mostrar mais

99 Ler mais

Eficiência das companhias aéreas brasileiras: uma análise envoltória de dados

Eficiência das companhias aéreas brasileiras: uma análise envoltória de dados

As unidades produtivas investigadas são chamadas de tomadoras de decisão (Decision Making Units ±DMUs), nas quais abrangem o consumo de múltiplos inputs para produzir múltiplos outputs (SILVEIRA e SOARES DE MELLO, 2009). A fronteira, que mede a eficiência relativa das DMUs, pode ser calculada de duas formas: a paramétrica e a não paramétrica. A primeira estima econometricamente funções de produções médias, assim requer informações sobre distribuição do erro e especificação explícita da forma funcional definida a priori para a tecnologia. A segunda, que é a base da DEA, ao contrário da primeira, é um método não-paramétrico, em que a função de produção não é definida a priori. Assim, se concentra numa programação linear matemática, construindo fronteiras de produção a partir de dados empíricos e calculando uma medida de produtividade que relaciona dados de observação com as fronteiras de produção (REINALDO, 2002 apud PÉRICO, 2009).
Mostrar mais

66 Ler mais

Estudo da sustentabilidade agrícola em município amazônico com análise envoltória de dados.

Estudo da sustentabilidade agrícola em município amazônico com análise envoltória de dados.

O conceito de sustentabilidade agrícola considera diferentes dimensões. Entretanto, tem como base a valorização dos recursos internos dos sistemas agrícolas produtivos, que se traduz pela manutenção desses sistemas de produção e, consequentemente, de sua produtividade, ao longo do tempo. Este artigo tem como objetivo medir a sustentabilidade de produtores agrícolas a partir de modelos Análise de Envoltória de Dados (Data Envelopment Analysis – DEA) com restrições aos pesos. Nesta abordagem, além de considerar várias dimensões, a medida de eficiência resultante é calculada de forma relativa. Foi usado um modelo no qual se explora o desempenho econômico-ambiental (variáveis: área total, mão-de-obra, custo, receita bruta, área com mata), para dois períodos de tempo, 1986 e 2002.
Mostrar mais

20 Ler mais

ANÁLISE ENVOLTÓRIA DE DADOS PARA A GESTÃO ENERGÉTICA EM INSTITUIÇÕES DE ENSINO SUPERIOR MULTICAMPI

ANÁLISE ENVOLTÓRIA DE DADOS PARA A GESTÃO ENERGÉTICA EM INSTITUIÇÕES DE ENSINO SUPERIOR MULTICAMPI

os insumos e os produtos (ensino e de uso de energia, respectivamente) que podem ser utilizados em uma análise de produtividade e eficiência, sobretudo no uso da energia, conforme a metodologia apresentada. Ainda utilizando esses dados, os modelos tradicionais da DEA (CCR e BCC) podem ser utilizados para a determina‑ ção de índices, níveis e rankings de EER em nível geral e para os agrupamentos (Figura 6), além de metas para a redução do consumo e demanda e energia ou aumento dos indicadores de ensino em IES multicampi, que de‑ vem ser estimuladas simultaneamente (Tabela 2). Utilizando o benchmarking, pode‑se utilizar essa me‑ todologia para ranquear os campi das IES (Figura 9) e monitorar o uso da energia em vários ciclos de medi‑ ção, estimulando a melhoria contínua desse aspecto ambiental (Figura 7), objetivo principal de um sistema de gestão energética, além de contribuir para a Agenda 2030. Espera‑se que os resultados desta pesquisa tam‑ bém tenham impactos positivos no desempenho am‑ biental das IES e promovam a sensibilização da comu‑ nidade acadêmica às questões ambientais, tendo em vista que o uso de energia é somente um dos aspectos ambientais gerenciáveis, estimulando o desenvolvi‑ mento das IES como espaços educadores sustentáveis. Ademais, pretende‑se estimular a introdução de ou‑ tras instituições nos estudos para que a metodologia proposta possa ser utilizada como referência de ben- chmarking na gestão energética de todas as IES. E, por fim, dada a flexibilidade das técnicas sugeridas, espe‑ ra‑se, ainda, que essa estratégia seja aplicável a outras organizações multisite e a outros aspectos ambientais.
Mostrar mais

19 Ler mais

PESQUISA OPERACIONAL PARA O DESENVOLVIMENTO

PESQUISA OPERACIONAL PARA O DESENVOLVIMENTO

A técnica utilizada no presente estudo foi a Análise Envoltória de Dados (DEA). Conforme exposto em Soares de Mello et al. (2005), a DEA tem por objetivo primário a comparação de unidade produtivas (DMUs) que realizam tarefas similares mas se diferenciam em recursos consumidos e saídas produzidas. Desta forma, a técnica torna possível identificar as DMUs eficientes, que compõem a fronteira de eficiência e servem de banckmarks para as ineficientes, que por sua vez buscam maximizar suas eficiências através das metas e alvos relativos à fronteira determinada.
Mostrar mais

9 Ler mais

ANÁLISE DA EFICIÊNCIA DE SUBESTAÇÕES – UMA APLICAÇÃO DE DEA EM UMA EMPRESA DO SETOR DE ENERGIA DA REGIÃO METROPOLITANA DO ESTADO DO RIO DE JANEIRO

ANÁLISE DA EFICIÊNCIA DE SUBESTAÇÕES – UMA APLICAÇÃO DE DEA EM UMA EMPRESA DO SETOR DE ENERGIA DA REGIÃO METROPOLITANA DO ESTADO DO RIO DE JANEIRO

Neste sentido, o presente estudo tem por objetivo investigar o desempenho de 15 subestações de energia de uma empresa distribuidora de energia elétrica no Estado do Rio de Janeiro. Essa análise avalia as questões relacionadas aos custos de investimento e manutenção dos equipamentos das subestações, bem como à quantidade e duração das falhas desses equipamentos, assumindo que as questões relacionadas às falhas são variáveis indesejáveis do processo produtivo. Para tal, foram propostos dois modelos utilizando Análise Envoltória de Dados, adotando como inputs os custos de investimento e manutenção e, como “outputs indesejáveis” a quantidade e duração das falhas. O primeiro modelo compara os custos e falhas totais de cada Subestação. O segundo modelo propõe uma análise de eficiência de subestação com relação a um determinado tipo de equipamento. Foi escolhido o equipamento disjuntor por ser a variável de maior freqüência no rol de subestações analisadas.
Mostrar mais

12 Ler mais

Análise da eficiência energética nos países do BRICS: um estudo envolvendo a Análise por Envoltória de Dados.

Análise da eficiência energética nos países do BRICS: um estudo envolvendo a Análise por Envoltória de Dados.

Para atingir o objetivo proposto neste trabalho, foi utilizado um método de programação matemática conhecido como Análise Envoltória de Dados (DEA). Por meio deste método, uma função de produção econômica foi construída para analisar a eficiência energética considerando uma estrutura total de fatores. Deste modo, a energia é considerada em conjunto com os inputs convencionais: trabalho e capital. Esses últimos são normalmente utilizados em análises da produtividade econômica como os inputs para produzir um output econômico (PIB). Para uma economia ou uma região, é preferível que ocorra o aumento do PIB e, simultaneamente, a diminuição do consumo de energia, a fim de que se atinja a eficiência da produção. Portanto, as metas para o crescimento do PIB e para a eficiência no consumo de energia devem ser colocadas juntas, a fim de sustentar o desenvolvimento econômico (Hu & Wang, 2006).
Mostrar mais

12 Ler mais

Avaliação da eficiência na atenção básica à saúde nos municípios do estado do Ceará

Avaliação da eficiência na atenção básica à saúde nos municípios do estado do Ceará

Melhorar a eficiência nos processos e na aplicação de recursos é essencial para os sistemas de saúde existentes no mundo. Realizar diagnósticos que venham auxiliar a tomada de decisão num ambiente complexo como o da saúde, é um grande desafio. O presente trabalho avalia a prestação de serviços na Atenção Básica à Saúde (ABS) à população residente nos municípios cearenses, no ano de 2012, construindo um ranking de eficiências e explicando-as pelas influências de variáveis de infraestrutura e socioeconômicas dos municípios, que fogem ao controle dos gestores de saúde locais. O estudo baseou-se em informações contidas nas bases de dados públicas do DATASUS e os índices de eficiências relativas foram gerados com a utilização do modelo não paramétrico de Análise Envoltória de Dados (DEA), orientado a produtos. Foram utilizados vários indicadores de monitoramento e avaliação do Pacto pela Saúde, do biênio 2013-2015, firmados pelos entes dos três níveis da federação brasileira. Os resultados apontam para percentuais entre 22 e 56% de municípios eficientes. As análises constatam que, em média, os municípios com população de até 20.000 habitantes apresentam maior eficiência na Atenção Básica à Saúde, que não há relação direta entre gastos per capita e eficiência e que o PIB per capita tem ação nula em relação à eficiência. Os oito municípios com população acima de 100.000 habitantes ficaram fora da fronteira de eficiência. Somente quatro municípios tiveram índice de eficiência abaixo de 50%, com destaque para Fortaleza, capital do Ceará, que teve um índice de eficiência de 35%. As análises de regressão indicaram, por um lado, que as eficiências têm relação direta com maiores proporções de população rural assistida pela atenção básica à saúde (ABS) e por outro lado, têm relação inversa com maiores proporções de domicílios com sistema de esgoto e domicílios com paredes de alvenaria ou similar. Os resultados obtidos neste trabalho poderão ser utilizados pelos gestores municipais, para planejamento e tomada de decisões, na utilização de recursos e produção de ações e serviços na Atenção Básica à Saúde – ABS.
Mostrar mais

86 Ler mais

A EFICIÊNCIA E DESENVOLVIMENTO DO SISTEMA FINANCEIRO ANGOLANO: SECTOR BANCÁRIO

A EFICIÊNCIA E DESENVOLVIMENTO DO SISTEMA FINANCEIRO ANGOLANO: SECTOR BANCÁRIO

Este trabalho consiste em caracterizar o Sector Bancário Angolano (SBA), através da análise de indicadores e rácios de actividade – entre eles, depósitos, crédito, total dos activos, nº de empregados, lucro líquido, custo operativo, valor das imobilizações e aplicações de liquidez. Posteriormente, a aplicação de um modelo que permite estudar a eficiência dos doze bancos que operam no mercado angolano num período entre 2005 a 2010, através do Índice de Malmquist, utilizando técnicas da Análise Envoltória de Dados (DEA).
Mostrar mais

34 Ler mais

Reeleição e eficiência dos gastos municipais: uma análise dos municípios mineiros

Reeleição e eficiência dos gastos municipais: uma análise dos municípios mineiros

Pela sequência dos objetivos específicos, os procedimentos empíricos deste estudo serão divididos em três partes: inicialmente, foram feitos os testes de igualdade de médias para amostras independentes, sendo possível uma comparação entre Minas Gerais e a amostra dos 180 municípios, cujos prefeitos foram reeleitos. Posteriormente, foi utilizado o modelo de Análise Envoltória de Dados (Data Envelopment Analysis - DEA) para medir a eficiência técnica na alocação de recursos em saúde, educação e segurança, o que permitiu a comparação entre as medidas de eficiência dos municípios em grupos separados, em outras palavras, uma comparação entre o primeiro e o segundo mandato. Finalmente, para calcular a mudança na eficiência da alocação dos recursos, entre os dois mandatos, utilizou-se a metodologia do Índice de Malmquist em DEA, sendo possível verificar se o primeiro mandato obteve melhores indicadores de mudança na eficiência na alocação de recursos públicos. A última seção deste capítulo consiste em informações do modo de tratamento dos dados utilizados neste trabalho.
Mostrar mais

60 Ler mais

Show all 10000 documents...