Atributos funcionais

Top PDF Atributos funcionais:

Ecossistemas de referência para restauração de matas ciliares: existem padrões de biodiversidade, estrutura florestal e atributos funcionais?.

Ecossistemas de referência para restauração de matas ciliares: existem padrões de biodiversidade, estrutura florestal e atributos funcionais?.

em estrato regenerante (DAP < 5 cm) e estrato arbóreo (DAP 5 cm) e classificamos as espécies com base em atributos funcionais, raridade e status de ameaça. Contabilizamos lianas, pteridófitas e árvores com epífitas. As variáveis estruturais de densidade (estrato arbóreo e regenerante e árvores com epífitas), área basal e cobertura de copas não diferiram entre locais. Foram pouco variáveis entre as áreas a riqueza rarefeita para 100 indivíduos no estrato arbóreo, a riqueza total estimada por Jackknife e as proporções de espécies raras, tolerantes à sombra, de crescimento lento e zoocóricas. Porém, analisando-se a proporção de indivíduos na comunidade, somente a tolerância à sombra foi pouco variável. Para as outras variáveis analisadas não existem padrões que possam ser considerados referência para esta região fitogeográfica. No entanto, ainda que para algumas variáveis existam padrões, sua utilização como meta da restauração depende de: 1) prazos longos para monitoramento de projetos e, sobretudo, 2) estudos que demonstrem que os ecossistemas restaurados podem, um dia, igualar aos ecossistemas pré-existentes.
Mostrar mais

14 Ler mais

Variação de atributos funcionais e sua influência no desempenho de espécies arbóreas reintroduzidas em áreas degradadas Janaína de Fátima Fernandes

Variação de atributos funcionais e sua influência no desempenho de espécies arbóreas reintroduzidas em áreas degradadas Janaína de Fátima Fernandes

O estudo dos traços funcionais de espécies arbóreas pode ser uma ferramenta útil no contexto da restauração florestal de ambientes degradados. Isto se deve ao fato de que, compreender as correlações entre os diferentes traços e suas interações com os componentes abióticos do ambiente degradado, pode permitir maiores generalizações e previsões a respeito do desempenho dos indivíduos de diferentes espécies reintroduzidas nestes ambientes. Esta tese é constituída por três capítulos independentes, mas com o objetivo comum de avaliar as variações dos atributos funcionais e como eles determinam o desempenho de espécies arbóreas reintroduzidas em áreas degradadas. No primeiro capítulo, investigamos espécies nativas reintroduzidas em uma área de cerrado degradada. Avaliamos as mudanças nos atributos funcionais e nas correlações entre eles ao longo do desenvolvimento inicial dos indivíduos. Encontramos que as maiores alterações nos atributos funcionais ocorreram nos primeiros meses e que os filtros ambientais devem ter influenciado fortemente estas mudanças desde o início do desenvolvimento das espécies. No segundo capítulo, avaliamos a influência dos traços funcionais e das condições de cultivo das mudas na sobrevivência e crescimento dos indivíduos na mesma área de estudo do primeiro capítulo, em duas fases distintas do desenvolvimento das espécies em campo. Descobrimos que em cada uma das fases, diferentes atributos funcionais contribuíram para a maior ou menor sobrevivência e crescimento dos indivíduos e isto pode ser atribuído a diferentes fatores limitantes do ambiente em cada período. No terceiro capítulo conduzimos o estudo em outra área em processo de restauração que apresentava um gradiente de fertilidade do solo. Avaliamos se as variações nos atributos funcionais dentro de espécies foram uma resposta direta aos diferentes níveis de nutrientes do solo ou se foram devido ao tamanho diferencial dos indivíduos. Encontramos que as variações na maioria dos atributos funcionais se relacionaram apenas ao tamanho dos indivíduos que cresceram mais vigorosamente em solos mais férteis. De maneira geral, nós mostramos que os atributos funcionais variaram ao longo do desenvolvimento das espécies, se relacionaram às condições ambientais das áreas degradadas e ao tamanho dos indivíduos, determinando o desempenho das espécies nestas áreas. Os traços funcionais podem ser utilizados para prever a resposta das plantas às condições ambientais das áreas degradadas em que são reintroduzidas, podendo, desta forma, auxiliar o planejamento de estratégias mais eficientes de restauração florestal.
Mostrar mais

114 Ler mais

Atributos funcionais e genética de populações de quatro espécies lenhosas em áreas de Cerrado rupestre e Cerrado típico

Atributos funcionais e genética de populações de quatro espécies lenhosas em áreas de Cerrado rupestre e Cerrado típico

A perspectiva de que grande parte dos atributos funcionais seria menor no Cerrado Rupestre, poderia sugerir que por conta da presença de afloramentos rochosos, relevo íngreme, solos rasos e baixa disponibilidade de nutrientes (RIBEIRO; WALTER, 2008; ABREU et al., 2012; MEWS et al., 2016), essas características atuariam como fatores limitantes fazendo com que os indivíduos sofressem ajustes que lhe trariam alguma vantagem para o estabelecimento neste ambiente restritivo, como por exemplo, menor altura, menor concentração de nutrientes foliares, menor densidade da madeira, menor projeção da copa, menor área foliar específica e maior diâmetro e espessura da casca. Entretanto, conforme já mencionado, não observamos essas características, todos os atributos funcionais investigados apresentaram-se sobrepostos entre Cerrado Rupestre e Cerrado Típico para as populações investigadas. Sendo assim, o aparente filtro ambiental mais restritivo postulado ao ambiente rupestre não refletiu nesses ajustes adaptativos. Martins et al. (2015) também não encontraram ajustes adaptativos com relação aos atributos funcionais em algumas espécies do Cerrado utilizadas em áreas de recuperação ambiental e sugerem que elas sejam adaptadas ao ambiente em recuperação. Porém, o diâmetro maior observado para espécies de Cerrado Rupestre traz vantagens como aumento da biomassa segundo Abreu et al. (2012).
Mostrar mais

96 Ler mais

Variação de atributos funcionais do componente arbóreo em função de gradientes edáficos em uma floresta nebular no sul do Brasil

Variação de atributos funcionais do componente arbóreo em função de gradientes edáficos em uma floresta nebular no sul do Brasil

Os gradientes ambientais, determinados a partir das variáveis ambientais das parcelas, foram identificados por meio da Análise de Componentes Principais (PCA), junto com a análise de Scree Plot, para identificar os eixos da PCA que explicaram um percentual significativo da variação total dos dados. A influência de gradientes ambientais, representados pelos eixos da PCA, sobre os atributos funcionais (CWM) e diversidade funcional (RaoQ) determinados para as parcelas, foi examinada por meio de modelos lineares simples, cujos resíduos foram avaliados quanto à sua distribuição normal, por meio do teste de Shapiro-Wilk, quanto à sua a homocedasticidade, por meio da análise gráfica, e quanto à sua dependência espacial, por meio de correlograma de Moran. Como em todas as parcelas ocorreu a dominância de espécies zoocóricas e perenifólias, não existindo variação em relação a estes atributos, os mesmos não foram considerados na modelagem. Todas as análises foram realizadas no ambiente de programação estatística R (R Development Core Team 2015), utilizando-se os pacotes vegan (Oksanen et al. 2015), FD (Laliberté & Shipley 2014) e ncf (Bjornstad 2013).
Mostrar mais

10 Ler mais

Atributos funcionais de espécies arbóreas e a facilitação da regeneração natural em plantios de mata ciliar

Atributos funcionais de espécies arbóreas e a facilitação da regeneração natural em plantios de mata ciliar

cada árvore plantada foi registrada a altura total, altura inferior de copa, diâmetro de copa, volume da copa e área basal (secção transversal do tronco medida a 1,30 m acima do solo). Sob a projeção da copa de cada árvore, foram quantificadas a biomassa de braquiária, a umidade do solo e a interceptação de luz pela copa. A área em restauração apresentou densidade média de 12.494 plantas ha -1 , com 52 espécies amostradas, enquanto na área referência a densidade foi de 41.500 plantas ha -1 , com 59 espécies registradas. As espécies em regeneração natural na área restaurada são predominantemente zoocóricas e tolerantes à sombra, da mesma forma que na mata ciliar nativa. Porém, não se observou maior riqueza e nem densidade de regenerantes sob árvores zoocóricas, que era o esperado com base na literatura. Embora parte das árvores plantadas que foram objeto de estudo não sejam de espécies nativas da região, a comunidade em restauração apresenta tendência a aproximar-se floristicamente da mata ciliar nativa com o tempo, uma vez que todas as plantas em regeneração são nativas. A densidade e a riqueza da comunidade em regeneração foram distintas entre espécies. A riqueza de espécies em regeneração foi positivamente influenciada pela deciduidade, sendo que árvores perenifólias abrigavam menor número de espécies em regeneração sob suas copas em comparação com as espécies não perenifólias. Paradoxalmente, a densidade de plantas em regeneração sob as árvores plantadas foi maior sob árvores que interceptam mais luz, mas que têm as copas mais amplas e mais elevadas em relação ao piso. A facilitação, no ambiente estudado, esteve relacionada com a modificação das condições de luz sob as copas, que, por sua vez, está mais associada ao porte das árvores do que aos atributos funcionais das espécies. A recomendação é de que se priorizem, para a restauração de matas ciliares em condições ambientais semelhantes às deste estudo, espécies de copa ampla, de crescimento rápido e que permitam a entrada parcial de luz sob suas copas. Espécies com tais atributos poderiam ser consideradas “framework species” para restauração de matas ciliares em região de Cerrado, pois tendem a desencadear mais rapidamente os processos de regeneração natural sob suas copas.
Mostrar mais

79 Ler mais

Previsão de guildas de dispersão e de fenologia foliar com base em atributos funcionais para espécies arbustivo-arbóreas em uma área de cerrado sensu stricto em Itirapina (SP).

Previsão de guildas de dispersão e de fenologia foliar com base em atributos funcionais para espécies arbustivo-arbóreas em uma área de cerrado sensu stricto em Itirapina (SP).

espectros, segundo seus atributos ecológicos (traços funcionais), pode ser feito por meio de Esquemas de Estratégia Ecológica Vegetal (EEEV), em que uma “estratégia” é a maneira pela qual uma espécie mantém sua população, o que se aplica a comparações interespecíficas, visto que a estratégia de uma espécie precisa ser pensada sobre uma série de gerações, e operando na presença de espécies competidoras, em diversos ambientes e sob variados regimes de distúrbios. Assim, se esses esquemas agrupam as espécies em categorias, então também podemos comparar guildas – grupos de espécies que exploram de maneira similar a mesma classe de recursos ambientais ou que ocupam o mesmo nicho ecológico (Root 1967) – quanto às estratégias ecológicas. Nesse sentido, podemos definir uma guilda de dispersão como um grupo de espécies caracterizado por um determinado agente dispersor de seus diásporos, por exemplo, espécies dispersas por mecanismos abióticos (incluindo espécies anemo e autocóricas) compondo uma guilda e espécies dispersas por agentes bióticos compondo outra (veja Van der Pijl 1972).
Mostrar mais

79 Ler mais

Hortaliças como alimentos funcionais

Hortaliças como alimentos funcionais

O desenvolvimento de cultivares mais ricas em compostos funcionais as- sociados à prevenção de doenças tem se consolidado como um dos principais fo- cos dos modernos programas de melho- ramento genético de hortaliças. Esta es- tratégia tem sido subsidiada por dados de pesquisas médicas e epidemiológicas que, de maneira consistente, associam a quantidade ingerida de alguns compos- tos funcionais bem caracterizados, como é o caso de carotenóides, e seus efeitos preventivos na saúde humana. Desta for- ma, vários programas de melhoramento genético, trabalhando com diferentes hortaliças, estão em andamento no Bra- sil e no mundo visando, via cultivares melhoradas geneticamente, aumentar os teores e diversificar os tipos de carotenóides presentes na dieta de adul- tos e crianças. Neste trabalho são deta- lhados os principais avanços obtidos no melhoramento para atributos funcionais de cenoura e tomate no Brasil.
Mostrar mais

8 Ler mais

Repositório Institucional da UFPA: Uso da abordagem diversidade funcional na estrutura das comunidades de macroinvertebrados aquáticos

Repositório Institucional da UFPA: Uso da abordagem diversidade funcional na estrutura das comunidades de macroinvertebrados aquáticos

Nesse contexto, o presente trabalho será composto por dois capítulos. No primeiro, investigamos o uso da abordagem diversidade funcional nas comunidades de macroinvertebrados aquáticos, buscamos responder (i) Qual a frequência do uso da abordagem funcional com macroinvertebrados aquáticos nas duas últimas décadas? (ii) Quais regiões do globo são mais estudadas? (iii) Em quais periódicos este conhecimento está sendo divulgado? (iv) Quais os táxons de macroinvertebrados aquáticos mais estudados nessa abordagem? (v) Quais os tipos de investigações que estão sendo realizadas com diversidade funcional de macroinvertebrados? (vi) Quais são os atributos funcionais utilizados para a comunidade de macroinvertebrados aquáticos? (vii) Os bancos de dados taxonômicos e funcionais estão disponibilizados nos artigos? (viii) Existe uma padronização no emprego da terminologia acerca da abordagem funcional? (ix) Existe alguma relação entre a quantidade de atributos funcionais utilizados e o número de citações recebidas por artigo? Os resultados revelaram que o número de estudos com diversidade funcional de macroinvertebrados aquáticos aumentou nos últimos anos, porém, os estudos se concentram nas regiões temperadas. Insetos tem sido o grupo melhor explorado devido à sua utilidade como bioindicadores, uma vez que a maioria dos trabalhos se destina a responder questões relacionadas aos impactos antrópicos sobre os corpos d’água.
Mostrar mais

80 Ler mais

Distribuição dos grupos funcionais de plantas aquáticas em áreas alagadas costeiras do nordeste brasileiro

Distribuição dos grupos funcionais de plantas aquáticas em áreas alagadas costeiras do nordeste brasileiro

A ocorrência das espécies integrantes do grupo 1, foi influenciada pelas condições abióticas distintas, variando no ambiente entre uma maior capacidade de troca iônica do substrato e a ausência de amônia na água e do substrato composto por areia fina e grossa, como demonstrado na análise de correspondência canônica. A variação na ocorrência de espécies morfologicamente similares, pertencentes ao mesmo grupo funcional pode está relacionada apouca influência exercida pelos filtros ambientais sobre as espécies (Willby et al. 2000; McElarney e Rippey 2009) refutando assim a segunda hipótese sugerida nesse estudo que seria: as variáveis abióticas limnológicas e pedológicas atuam como filtro que selecionam os traços funcionais e interferem na distribuição das espécies que ocorrem na lagoa. Segundo Tabosa et al. (2012), estes ambientes alagados do nordeste brasileiro tendem a formar comunidades com formas de crescimento complementares permitindo coexistência, cujos atributos funcionais devem estar sendo selecionados sob a influência de filtros bióticos, como competição por espaço, e não pelos filtros abióticos.
Mostrar mais

39 Ler mais

Adaptações estruturais de sete espécies ciófitas arbustivas de Floresta Ombrófila Densa

Adaptações estruturais de sete espécies ciófitas arbustivas de Floresta Ombrófila Densa

A convergência de certos atributos funcionais, predita pela hipótese deste estudo, mostra a existência de um padrão de respostas adaptativas desenvolvidas pelas plantas de subosque para melhor otimização da baixa radiação luminosa que atinge o estrato sombreado do ambiente florestal. A convergência em alto valores de AEF indica alto investimento em tecido fotossintético como uma estratégia para maximizar o aproveitamento da luz. A maior similaridade anatômica entre as espécies ciófitas estudadas sugere a influência efetiva da condição lumínica sobre o desenvolvimento dos tecidos fotossintetizantes.
Mostrar mais

9 Ler mais

Variabilidade espacial de atributos químicos e produtividade da cultura do café em duas safras agrícolas.

Variabilidade espacial de atributos químicos e produtividade da cultura do café em duas safras agrícolas.

Os resultados referentes à análise descritiva para os atributos químicos e produtividade da cultura do café foram observados na Tabela 1. Quanto aos resultados referentes ao teste Kolmogorov-Smirnov, verifica-se normalidade para o Mg na safra agrícola de 2002-2003 e o Ca, SB e CTC na safra agrícola de 2003-2004. Os valores da média e mediana, para todas as variáveis, estão próximos, mostrando distribuições simétricas, o que pode ser confirmado pelos valores de assimetria próximos de zero, com exceção da variável fósforo e a produtividade na safra de 2003-2004. De acordo com Isaaks & Srivastava (1989) o coeficiente de assimetria é mais sensível a valores extremos do que a média, mediana e o desvio padrão, uma vez que um único valor pode influenciar fortemente o coeficiente de assimetria, pois os desvios entre cada valor e a média são elevados à terceira potência.
Mostrar mais

11 Ler mais

DissertaçãoMestrado ASPAL PILAV 137730C ANDRADE

DissertaçãoMestrado ASPAL PILAV 137730C ANDRADE

Porém o BPMN só consegue suportar os conceitos de modelação aplicáveis para os processos de negócio. Isto significa que modelações fora das suas capacidades não são suportadas por ele. Capacidades como definição de modelos e recursos organizacionais; dados e informação de modelos criados pela organização; ficam fora das capacidades do BPMN (Object Management Group, 2013). O autor conclui, que a representação dos atributos essenciais para definir uma Posição Organizacional, fica fora das capacidades do BPMN. Porém esta representação pode ser feita através de anotações. As anotações são mecanismos que permitem proporcionar ao utilizador informação extra no diagrama do BPMN. Do ponto de vista do autor, este considera que a representação dos atributos de uma Posição Organizacional não deve ser efetuada através destas anotações. Isto porque as anotações teriam que ser introduzidas manualmente em todas as pools, que correspondem a uma Posição Organizacional e a informação não estaria visível de forma expedita. Para além disto, as anotações consistem em textos introduzidos nos processos de negócio e não numa mera representação de informação.
Mostrar mais

106 Ler mais

Métodos de Posicionamento e Navegação

Métodos de Posicionamento e Navegação

● Coleta de Atributos para um SIG: feições de ponto, linha, polígonos e inserção de atributos;. - Coleta de Informações em Campo – Coleta de Solo[r]

47 Ler mais

Imagem do Servidor Público: um estudo com os usuários do Tribunal de Justiça do Estado de Minas Gerais

Imagem do Servidor Público: um estudo com os usuários do Tribunal de Justiça do Estado de Minas Gerais

Realização de uma pesquisa qualitativa, com o objetivo de identificar, em uma amostra representativa, os atributos principais em torno do termo indutor servidor público do Fórum Lafayette, além de classificar tais atributos nas dimensões funcional, simbólica, cognitiva e emocional. A amostragem foi intencional, composta por 12 usuários do serviço público do Fórum Lafayette, divididos em dois grupos: seis advogados (representantes em processos judiciais) e seis cidadãos que figuravam como parte autora ou ré em processos judiciais. A entrevista foi estruturada, composta por cinco questões. Para cada dimensão da imagem (cognitiva, simbólica, emocional e funcional), existe uma pergunta, visando instigar os respondentes a expor, de maneira espontânea, ideias que o termo indutor servidor público lhes traz.
Mostrar mais

20 Ler mais

O próprio e os atributos

O próprio e os atributos

pois só sabe se mover nos atributos relacionais como fuga das questões. Ou não? Dentro desse âmbito, seremos sempre determinados e julgados por um atributo: heideggerianos, marxistas, freudianos, desconstruti- vistas, católicos, protestantes, crentes, espíritas, vascaínos etc. E as obras de arte serão antigas, modernas, barrocas, românticas, realistas, engaja- das, alienadas, vanguardistas, inovadoras, criativas etc. Não serão esses atributos meros acidentes? E, por isso, resta a questão: o que serão as obras sem os atributos? Qual a essência da obra sem os atributos crítico- judicativos? Então, a obra fi ca dependente de um “juízo” que tem sua “medida” em quê ou em quem? Mas será a proposição que, no juízo, lhe dá o que é? Isto, o que é, ela o recebe do Ser e não do autor ou do crítico através de sua razão ou imaginação. Em cada obra, isto, o que ela é, só o pode ser no e pelo vigor do Ser. Esse “isto” que vigora em cada obra é a questão. É a questão de sempre. Ela se tornou a questão da essência originária, desde que os seres humanos foram tomados pela admiração do sendo do Ser. Em grego se passou a falar de ousia do on. Qualquer tradução tradicional desse pensamento grego é problemática, sobretudo as conceituais, as essencialistas, as genéricas.
Mostrar mais

20 Ler mais

: Brapci ::

: Brapci ::

Resumo: Pesquisa exploratória identifica e define, por meio da técnica de análise de conteúdo, os atributos de qualidade da informação presentes em um corpus formado por artigos de periódicos e atas de eventos científicos da área de Ciência da Informação em língua inglesa, relacionados à gestão de sistemas e serviços de informação, publicados entre 1974 e 2009. Para seleção dos artigos de periódicos, identifica o núcleo de periódicos que melhor representa a produção científica sobre qualidade da informação. Apresenta revisão da literatura sobre qualidade da informação, avaliação da qualidade de sistemas de informação e modelos de avaliação da qualidade de serviços de informação. Foram identificados 101 atributos de qualidade da informação, dos quais 40 com mais de uma ocorrência no corpus. A categorização dos atributos com mais de uma ocorrência, que foram sistematizados segundo suas semelhanças, foi proposta de acordo com os três níveis do problema da comunicação indicados por Shanon e Weaver. Foi elaborada uma lista com os 40 atributos de qualidade identificados nos documentos analisados, agrupados de acordo com as três categorias propostas: meio, conteúdo e uso. A categoria meio agrupou 16 atributos: acessibilidade, aparência, clareza, concisão, formato, legibilidade, localizabilidade, mensurabilidade, ordem, quantidade, segurança, simplicidade, singularidade, tempestividade, tempo de resposta e volume. Na categoria conteúdo foram agrupados 13 atributos: abrangência, atualidade, coerência, completude, confiabilidade, correção, credibilidade, imparcialidade, inequivocidade, logicidade, precisão, validade e veracidade. A categoria uso agrupou 11 atributos: compatibilidade, compreensibilidade, conveniência, importância, interpretabilidade, pertinência, relevância, significância, suficiência, utilidade e valor informativo. Além da proposta apresentada é possível investigar outras formas de agrupamentos para diferentes atributos de acordo com as relações e influências que as categorias propostas possam ter entre si. Conclui-se que a identificação de atributos de qualidade da informação permitirá a utilização destes atributos como variáveis em diversos momentos da gestão de sistemas, serviços e produtos de informação: no planejamento, no desenvolvimento, na manutenção, na reformulação e na avaliação. As variáveis estudadas mantêm entre si relações de significação e de mútua influência, havendo necessidade de pesquisarem-se essas relações e essa influência entre elas.
Mostrar mais

2 Ler mais

A perda de grupos funcionais em comunidades virtuais: efeito das interações entre espécies e grupos funcionais

A perda de grupos funcionais em comunidades virtuais: efeito das interações entre espécies e grupos funcionais

Interações entre grupos funcionais potencialmente modulam as comunidades mais fortemente do que as interações interespecíficas. Isto ocorre porque cada interação interespecífica afeta somente um par de espécies, mas uma interação entre grupos funcionais afeta várias espécies concomitantemente e de forma similar. Além disto, como a matriz funcional é menor do que a matriz de espécies, espera se que efeitos aleatórios na matriz funcional possam criar maior heterogeneidade na probabilidade de extinção das espécies do que efeitos aleatórios na matriz de espécies. Assim, a presença ou ausência de um grupo funcional vai afetar mais drasticamente a comunidade do que a presença ou ausência de uma espécie. Em trabalhos de restauração, por exemplo, a introdução de uma espécie de um grupo funcional ausente causa maior efeito nos processos ecossistêmicos do que a introdução de uma espécie de um grupo anteriormente presente (Wadt 2003).
Mostrar mais

62 Ler mais

Atributos dos Requisitos Funcionais para Registros Bibliográficos (FRBR)

Atributos dos Requisitos Funcionais para Registros Bibliográficos (FRBR)

Outras características distintivas, como atributo, tem valor moderado para encontrar a expressão, e alto para sua identificação e seleção. Tanto a capacidade de revisão da expressão quanto a sumarização de conteúdo tem valores baixos para identificar a expressão e moderado para selecioná-la. O atributo extensão da expressão tem valores baixos para identificar e selecionar, mas serão importantes se a descrição for de recursos de informação como áudio e vídeo, isto é, quando expressam duração. Já os atributos resposta crítica e contexto são assinalados apenas como de valor baixo para selecionar. As restrições de uso da expressão, indicadas nos FRBR como de alto valor para selecioná-la e que podem ser relativas ao copyright, por exemplo, não encontram correspondência no formato MARC, isto é, só são encontradas restrições de acesso, relativos a manifestação e ao item que contém a expressão. Em termos abstratos, a expressão é uma entidade diferente da manifestação, já que é a realização intelectual da obra (em palavras, letras, símbolos) mas, por outro lado, é impossível seu uso sem o acesso (ou obtenção, ou aquisição, etc.) da manifestação/item, que são entidades concretas.
Mostrar mais

24 Ler mais

Rev. Bras. Pesq. Tur.  vol.11 número1

Rev. Bras. Pesq. Tur. vol.11 número1

Resumen: El presente estudio es una investigación teórico-empírica sobre la identificación y análisis de la rele- vancia de los atributos del vino en la decisión de compra del producto de los consumidores de Recife. El marco teórico fue elaborado a partir de la identificación de los atributos del vino más evaluados en estudios sobre el comportamiento del consumidor en diversos países. Luego, en base al trabajo de Goodman et al. (2007) el grado de relevancia de cada atributo fue clasificado por medio del Best-Worst Scaling (BWS). El abordaje metodológico fue cuantitativo y el método de recolección de datos fue un cuestionario adaptado de Forbes (2008) y Groot (2011) y respondido por 100 consumidores. Los resultados indican que precio, marca, premiación, proporción alcohólica y etiqueta frontal atractiva fueron considerados atributos importantes por los consumidores. Sin em- bargo, los atributos determinantes para la decisión de compra del consumidor fueron otros: variedad de la uva, país de origen del vino, maridaje con la comida y la información contenida en la etiqueta posterior.
Mostrar mais

20 Ler mais

Características funcionais da fragilidade em longevos

Características funcionais da fragilidade em longevos

O conhecimento sobre a SF encontra-se em seu estágio inicial, considerando- se, entretanto, que a formalização de um conjunto de critérios para o estabelecimento do diagnóstico, possibilita novas pesquisas, incluindo aspectos potenciais para o conhecimento das características funcionais da SF e a contribuição de outros fatores de risco associados.

14 Ler mais

Show all 3085 documents...