Diagnóstico precoce

Top PDF Diagnóstico precoce:

Doença de Krabbe: a importância do diagnóstico precoce para seu prognóstico.

Doença de Krabbe: a importância do diagnóstico precoce para seu prognóstico.

Doença de Krabbe (leucodistrofia de células globoides) é uma leucodistrofia de herança autossômica recessiva causada pela deficiência da enzima galactocerebrosidase. A falta dessa enzima leva ao acúmulo de galactolipídeos que irão promover a morte dos oligodendrócitos e a desmielinização do sistema nervoso central e periférico. Possui duas formas clínicas: de início precoce e de aparecimento tardio. O presente artigo relata um caso da apresentação tardia da doença de Krabbe e discute a importância do diagnóstico precoce para o seu prognóstico.

3 Ler mais

Análise das oportunidades de diagnóstico precoce para as neoplasias malignas de mama

Análise das oportunidades de diagnóstico precoce para as neoplasias malignas de mama

O exame clínico das mamas foi realizado em 76,2% das entrevistadas, indicando que a maioria teve uma oportunidade de diagnóstico precoce do câncer de mama, fato este de grande importância, pois qualquer hospital, sendo público ou privado, pode oferecer tal serviço durante qualquer consulta médica. Se o objetivo for oferecer oportunidades de diag- nóstico precoce a todas as mulheres, convém lembrar que grande parte da população femi- nina é internada anualmente e o período de hospitalização representa uma oportunidade para os médicos realizarem os exames clínicos das mamas. As pessoas hospitalizadas repre- sentam uma população variada que deve par- ticipar da rotina dos cuidados gerais de saúde, incluindo a prevenção secundária do câncer de mama 20 .
Mostrar mais

6 Ler mais

Diagnóstico precoce do câncer infantil: responsabilidade de todos.

Diagnóstico precoce do câncer infantil: responsabilidade de todos.

um estudo retrospectivo do Departamento de Oncologia Pediátrica do Hospital do Câncer de São Paulo, em dois períodos, 1970-78 (50 pa- cientes) e 1979-84 (35 pacientes), mostrou uma melhora da sobrevida dos pacientes portadores de tumor de Wilms que foram admitidos no segundo período (83% do segundo período vs 34% do primeiro período) quando foram esta- belecidos o tratamento multidisciplinar e cam- panhas educativas para diagnóstico precoce do tumor. Notou-se uma redução dos estádios avançados ao diagnóstico. No primeiro período do estudo, cerca de 90% dos pacientes tinham estádios III ou IV enquanto que, no segundo período, os estádios I e II passaram a representar 63% dos pacientes, sugerindo que vigorosas campanhas de esclarecimento associadas a trata- mentos mais eficientes em um centro de oncologia podem garantir melhores resultados 19 .
Mostrar mais

6 Ler mais

Diagnóstico precoce das cardiopatias congênitas: Uma revisão integrativa

Diagnóstico precoce das cardiopatias congênitas: Uma revisão integrativa

As cardiopatias congênitas constituem uma das principais causas de morbimortalidade neonatal; possuem manifestações clínicas distintas e necessitam de diagnóstico preciso devido a sua rápida evolução para condições ameaçadoras da vida. O objetivo do estudo foi analisar o diagnóstico precoce das cardiopatias congênitas. Os critérios de inclusão foram os artigos disponíveis na íntegra no portal e nos idiomas português, inglês e espanhol, publicados entre os anos de 2005 a 2015 que retratassem o diagnóstico das cardiopatias congênitas. Utilizou-se as seguintes bases de dados: PUBMED (National Center for Biotechnology Information and National Library of Medicine), BVS (Biblioteca Virtual em Saúde), o portal da Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Ensino Superior (CAPES) e LILACS (Literatura Latino-Americana de Ciências da Saúde). Seguiu-se o modelo descrito por Mendes, Silveira e Galvão (2008), que sugere a divisão da revisão em seis etapas. Os artigos selecionados foram submetidos a uma avaliação de rigor metodológico da Critical Appraisal Skills Programme – CASP. Obteve-se uma amostra de 11 artigos. Os métodos diagnósticos mais frequentemente utilizados e com relevância são a ultrassonografia fetal (translucência nucal) e o ecocardiograma fetal. O rastreamento ultrassonográfico na gestante constitui a melhor forma de detecção das malformações no primeiro trimestre, e o ecocardiograma fetal um método importante utilizado para análise mais acurada das cardiopatias. Outros métodos utilizados nos recém-nascidos são o exame físico criterioso, a oximetria de pulso e o ecocardiograma do recém-nascido. A avaliação do recém-nascido com suspeita de cardiopatia deve ser realizada de maneira criteriosa e rotineira, nessa perspectiva, destaca-se a inclusão de outros profissionais devidamente treinados para a realização da oximetria de pulso arterial (enfermagem) e do ecocardiograma do recém-nascido (neonatologistas). Constata-se a importância do diagnóstico precoce para um tratamento adequado, prevenção de agravos e sequelas oportunizando a melhora do prognóstico e permitindo a sobrevida prolongada à saúde da criança, com ênfase na participação de outros profissionais para a qualidade do resultado final obtido.
Mostrar mais

24 Ler mais

O diagnóstico precoce do câncer infantojuvenil: o caminho percorrido pelas famílias.

O diagnóstico precoce do câncer infantojuvenil: o caminho percorrido pelas famílias.

Este estudo teve como objetivo descrever o caminho percorrido pela criança, adolescente e suas famílias, desde o iníciodos sinais e sintomas até a definição do diagnóstico de câncer. Métodos: Trata-se de estudo descritivo-exploratório, com abordagem qualitativa. Utilizou-se entrevista semiestruturada como recurso para coleta do material empírico. Estes foram agrupados na categoria "a longa peregrinação: do adoecimento ao início do tratamento". Resultados: Participaram do estudo 10 familiares de crianças e adolescentes com diagnóstico de câncer em tratamento quimioterápico. Os sujeitos relataram as experiências de forma detalhada e cronológica, descreveram o início dos sinais e sintomas, as idas e vindas pelos serviços de saúde, e a atuação dos profissionais no setor primário e no especializado. Conclusão: Conclui-se que a criança e o adolescente percorrem um longo caminho diante da situação oncológica. Foram evidenciadas as dificuldades relacionadas ao acesso aos recursos diagnósticos, o que compromete as possibilidades de um diagnóstico precoce.
Mostrar mais

6 Ler mais

Imuno-histoquímica para o diagnóstico precoce de vitiligo.

Imuno-histoquímica para o diagnóstico precoce de vitiligo.

O vitiligo é uma doença de pele freqüente que acomete 1% da população e é caracterizada por máculas despigmentadas conseqüentes à perda progressiva e localizada dos melanócitos da epiderme. Na maioria dos pacientes, o diagnóstico é feito por exame clínico. A biópsia da pele é realizada quando há necessidade de diagnóstico diferencial com doenças hipocromiantes. O diagnóstico histopatológico de vitiligo é difícil nos preparados corados por hematoxilina e eosina (HE). Há poucos estudos sobre a melhoria da qualidade diagnóstica no vitiligo. Objetivo: Avaliar a utilidade dos marcadores imuno- histoquímicos proteína S-100, human melanoma black-45 (HMB-45) e Melan-A para o diagnóstico precoce em casos clinicamente suspeitos ou duvidosos de vitiligo. Material e métodos: Lâminas histológicas de biópsias de pele sã e lesada de 10 pacientes com suspeita clínica de vitiligo coradas pelos métodos de HE, proteína S-100, HMB-45 e Melan-A. Utilizou-se contracoloração com Giemsa como modificação técnica para diferenciar a melanina da imunomarcação. Resultados: Seis casos, com manifestação clínica recente, apresentaram infiltrado linfocitário, do tipo dermatite de interface, na pele lesada na HE. As colorações por S-100, HMB-45 e Melan-A marcaram os melanócitos da camada basal da pele sã, e a proteína S-100 evidenciou as células de Langerhans. Na pele lesada, os melanócitos estavam ausentes ou diminuídos quando comparados com a pele normal. A proteína S-100 demonstrou maior número de células de Langerhans, o que é característico das lesões de vitiligo. Conclusão: A imuno-histoquímica pode ser utilizada como método auxiliar no diagnóstico dos casos duvidosos de vitiligo.
Mostrar mais

7 Ler mais

O papel do pediatra no diagnóstico precoce do retinoblastoma.

O papel do pediatra no diagnóstico precoce do retinoblastoma.

Com o diagnóstico precoce do retino- blastoma, elevam-se as taxas de cura e se consegue preservar a visão em um grande número de pacientes, minimizando o trata- mento e maximizando a qualidade de vida. Cabe a cada um de nós reintegrar esse pacien- te à sociedade de forma não discriminatória para que exerça sua cidadania de maneira plena como seus pares.

3 Ler mais

Desenvolvimento de um sistema para o diagnóstico precoce do diabetes mellitus tipo...

Desenvolvimento de um sistema para o diagnóstico precoce do diabetes mellitus tipo...

BRAZACA, L.C. Desenvolvimento de um sistema para o diagnóstico precoce do diabetes mellitus tipo 2. 2015. 111 pg. Dissertação (Mestrado em Ciências) – Instituto de Física de São Carlos, Universidade de São Paulo, São Carlos, 2015. A obesidade tem aumentado dramaticamente nos últimos anos, tornando-se o maior fator de risco para o desenvolvimento de doenças cardiovasculares, vários tipos de câncer, e também do Diabetes mellitus tipo 2 (DM 2). A associação da obesidade com o desenvolvimento do DM 2 pode ser explicada, em parte, pela secreção alterada pelo tecido adiposo de adipocinas, como a adiponectina, um hormônio com propriedades antiinflamatórias e de sensibilização à insulina. O excesso do tecido adiposo regula negativamente a secreção de adiponectina, o que ocorre de 10 a 20 anos antes da hiperglicemia crônica, fazendo com que este hormônio seja um bom indicador para o diagnóstico preditivo de DM 2. A concentração de adiponectina em plasma é usualmente aferida por ELISA, método não amplamente utilizado devido ao seu alto preço, necessidade de pessoal qualificado e material e, dessa maneira, ainda praticamente inacessível à grande parcela da população. Sendo assim, o desenvolvimento de novas metodologias e de ferramentas de diagnóstico confiáveis e de baixo custo (que possam ser implementados pelo Sistema Único de Saúde – SUS) é imprescindível. Aqui, desenvolvemos um biossensor simples e de baixo custo para detecção de adiponectina baseado na espectroscopia de impedância eletroquímica (EIS) ou voltametría cíclica (CV) usando plataformas nanoestruturadas contendo receptores transmembrana de adiponectina (AdipoR1 e AdipoR2) ou anticorpos anti-AdipoQ imobilizados em eletrodos de ouro. Os melhores resultados foram obtidos através do uso dos receptores AdipoR1/R2 em conjunto com CV. Neste caso, os biossensores foram capazes de detectar concentrações de adiponectina tão baixas quanto 7 nmol L -1 com uma faixa linear entre 0,01 a 0,75 μmol L -1 de adiponectina, R²=0,992. O dispositivo apresentou ótima seletividade,
Mostrar mais

113 Ler mais

Paracoccidioidomicose - Relevância do diagnóstico precoce

Paracoccidioidomicose - Relevância do diagnóstico precoce

A pesquisa documental desta monografia constando o tema Paracoccidioidomicose - Relevância do Diagnóstico Precoce foi realizada sob a forma de revisão de literatura, utilizando artigos científicos das bases de dados, SciELO, Scientia Medica, Sociedade Brasileira de Medicina Tropical, PubMed, MEDLINE e Science Direct, Periódicos Capes, livros de Microbiologia, informações online do Center for Disease Control and Prevention (CDC), Organização Mundial de Saúde (OMS), Guias de catalogação das doenças elaborados pela Agência Nacional de Vigilância Sanitária (ANVISA), Ministério de Saúde (MS), Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE).
Mostrar mais

40 Ler mais

Novas abordagens no diagnóstico precoce da doença de Alzheimer

Novas abordagens no diagnóstico precoce da doença de Alzheimer

É pouco provável que um único miRNA no LCR, plasma sanguíneo, urina ou em outro fluido corporal, seja suficiente para prever qualquer estádio da doença, mas poderá ser significativo para progredir na capacidade de diagnóstico da doença, especialmente se associado à expressão de outros genes relacionados. Neste campo, as possibilidades que se colocam no horizonte são as de uma medicina personalizada, tal como já começa a ser posto em prática noutras patologias (como é o caso do cancro da mama e a deteção do Receptor tipo 2 do fator de crescimento epidérmico humano), envolvendo a avaliação de vários fatores presentes na DA, tais como miRNAs, mRNA e alterações na expressão de genes, mutações no ácido desoxirribonucleico (ADN), biomarcadores pro-inflamatórios e acumulação de Aβ, em conjunto com dados obtidos a partir de técnicas imagiológicas, história clínica ou até mesmo estilo de vida. Torna-se assim numa questão de tempo, até que haja também capacidade tecnológica para realizar estas análises e poder assim comprovar o seu efeito num número de indivíduos suficiente, de modo a poder integrar também a genómica na prática clínica. (138)
Mostrar mais

81 Ler mais

IMPLEMENTAÇÃO DE MÉTODOS MOLECULARES PARA O DIAGNÓSTICO PRECOCE DA LEPTOSPIROSE HUMANA

IMPLEMENTAÇÃO DE MÉTODOS MOLECULARES PARA O DIAGNÓSTICO PRECOCE DA LEPTOSPIROSE HUMANA

As OMP‟s presentes nas leptospiras foram divididas em três classes (Cullen et al., 2003), a maior das quais é composta pelas lipoproteínas LipL32, LipL21, LipL36, LipL48 e Lip41. A LipL32 é uma proteína de cerca de 32kDa e é a mais abundante nas leptospiras patogénicas, não existindo nas saprófitas. É igualmente a proteína mais reconhecida no soro de pacientes infectados com Leptospira (Haake et al., 2000; Vieira, 2006). As proteínas LipL41 e LipL32 são expressas tanto in vivo como in vitro, e também só são detectadas em serovares patogénicos (Cullen et al., 2003). Outra proteína, LipL36, está ancorada à face interna da membrana externa e só é expressa in vitro, não tendo aplicação em testes de diagnóstico (Haake et al., 2000). A segunda e terceira classes de proteínas são compostas apenas por um representante de cada uma. A OmpL1, pertencente à segunda classe, é uma proteína transmembranar e admite-se que se trata de uma porina (Cullen et al., 2003). A P31 LipL45 , relativa à terceira classe, é uma proteína periférica da membrana
Mostrar mais

81 Ler mais

Uma Perspectiva Actual Sobre Diagnóstico Precoce de Cancro Oral

Uma Perspectiva Actual Sobre Diagnóstico Precoce de Cancro Oral

Outro avanço conquistado foi o mais recente teste salivar de diagnóstico de cancro oral comercializado neste mesmo ano de 2015, designado de Salimark ™ CEC, cujos estudos independentes obtiveram uma validação clínica rigorosa pelo NCI, com o objectivo de ajudar na identificação/detecção precoce de lesões potencialmente malignas (Figura 18). Na verdade, este teste é composto por um kit de colheita de amostra de saliva, sendo consequentemente, esta enviada para laboratório no mesmo dia, através de um serviço nocturno pré-pago, para realização de ensaios clínicos. Posteriormente, os resultados são disponibilizados ao médico que acompanha o paciente, por via electrónica, num prazo de dois dias (PeriRx, 2015).
Mostrar mais

102 Ler mais

A importância do diagnóstico precoce na prevenção das anemias hereditárias.

A importância do diagnóstico precoce na prevenção das anemias hereditárias.

cientes e famílias acometidas de doenças puramente genéti- cas desconhecem a sua fisiopatologia e também não tiveram uma investigação adequada para certeza do diagnóstico tan- to clínico quanto laboratorial. Portanto, o aconselhamento genético torna-se imprescindível para esse fim, e a contex- tualização do mesmo deve ser centrada na educação dos afetados e de seus familiares. 13

4 Ler mais

O processo de subjetivação na clínica psicanalítica com diagnóstico precoce do câncer.

O processo de subjetivação na clínica psicanalítica com diagnóstico precoce do câncer.

Este artigo dedica-se a trabalhar a proble- mática do efeito do diagnóstico de câncer em pessoas submetidas às técnicas de detecção precoce dessa doença. Ressalta uma especi- ficidade no trabalho clínico psicanalítico, onde a autora introduz uma reflexão a par- tir do discurso de Freud após os anos 20. Através de algumas noções, tais como o trau- matismo, o masoquismo, a repetição, também coloca no centro de sua experiência clínica os conceitos de trauma e clivagem propostos nos últimos textos de Ferenczi.

10 Ler mais

Diagnóstico precoce de anormalidades no desenvolvimento em prematuros: instrumentos de avaliação.

Diagnóstico precoce de anormalidades no desenvolvimento em prematuros: instrumentos de avaliação.

Conclusões: Os testes de triagem podem acelerar o início da intervenção precoce e facilitar o desenvolvimento futuro destas crianças. Vários instrumentos são utilizados para este fim, dentre eles destacam-se, nas pesquisas nacionais, o teste DENVER II e o Alberta Infant Motor Scale. O Movement Assessment of Infant também emerge como teste de triagem utilizado em nosso país. Além desses, dois outros testes são indicados na literatura mundial por sua alta sensibilidade e especificidade em idades precoces: Test of Infant Motor Performance e General Movements.

11 Ler mais

Penfigoide gestacional: relato de caso e a importância do diagnóstico precoce

Penfigoide gestacional: relato de caso e a importância do diagnóstico precoce

2 SULQFLSDO GLDJQyVWLFR GLIHUHQFLDO p D HUXSomR SROLPRUID GD JUDYLGH] D PDLV FRPXP GDV GHUPDWRVHV JHVWDFLRQDLV FRP SUHYDOrQFLD GH FDVR SDUD FDGD JHVWDo}HV (VVH TXDGURFRVWXPDDFRPHWHUSUL[r]

4 Ler mais

Tristeza pós-parto - importância do diagnóstico precoce

Tristeza pós-parto - importância do diagnóstico precoce

Para além destes sinais e sintomas, são também mencionados na literatura consultada, alguns factores de risco, tais como: o apoio que a puérpera recebe nos cuidados ao recém-nascido, a r[r]

106 Ler mais

O paradoxo do diagnóstico precoce de câncer.

O paradoxo do diagnóstico precoce de câncer.

O anúncio do diagnóstico da doença vai estabelecer um corte entre um estado anterior de confiança em si, em que a capacidade de afrontar o mundo estava segura e um estado de desilusão após a perda da ilusão de que nada poderia acontecer de mortal. Esta desilusão vai se traduzir pela queixa freqüente desses pacientes: Eu nunca pensei que realmente um dia isto poderia acontecer comigo. A partir disto, o que Lory projeta no seu corpo é a representação de um assassino, do seu assassino, ela se pensa condenada. E para satisfazer os desejos de sua mãe, ela tem como solução sua própria morte. Esta é a intensidade da cena primitiva violenta, seja sob a forma das agressões repetitivas dos pais e das passagens a atos brutais sob o efeito do álcool, seja da aliança destrutiva dos pais contra os filhos.
Mostrar mais

12 Ler mais

Diagnóstico Precoce do Carcinoma da Próstata

Diagnóstico Precoce do Carcinoma da Próstata

Foram recentemente identificados sete novos genes envolvidos no desenvolvimento do cancro da próstata. Esta identificação poderá vir a dar origem a um novo método de diagnóstico e ao desenvolvimento de novos medicamentos. Cientistas do Institute for Cancer Research do Reino Unido em conjunto com uma equipa da Universidade de Cambridge anunciaram ter identificado sete novos genes que estão associados a 60% de maior risco de desenvolvimento de cancro da próstata. Os resultados do estudo de grandes dimensões estão publicados na edição de 10 de Fevereiro, da revista científica Nature Genetics e abrem as portas para novos métodos de diagnóstico através da identificação da presença destes genes no ADN dos pacientes. «Nós identificámos sete loci associados com o cancro da próstata nos Cromossomas 3, 6, 7, 10, 11, 19 e X», escreveram os cientistas na Nature Genetics e adiantaram que, «confirmados os estudos anteriores de loci comuns associados com o cancro da próstata no 8q24 e 17q. Para além disso, descobrimos que três dos loci agora identificados contêm genes candidatos à susceptibilidade: MSMB, LMTK2 e KLK3».
Mostrar mais

48 Ler mais

Melanoma acrolentiginoso: um desafio ao diagnóstico precoce.

Melanoma acrolentiginoso: um desafio ao diagnóstico precoce.

R ESULTADOS - A casuística correspondente ao MAL mostrou freqüência significativa de pacientes não brancos, com faixa etária mais elevada, com a lesão primária em média, mais espessa e ulcerada. Não ocorreram diferenças significativas quanto ao sexo e estadiamento, bem como com relação ao tempo decorrido entre perceber a neoplasia e procurar o médico. C ONCLUSÕES - O MAL diagnosticado na UMSC ocorre, principalmente, em pacientes que normalmente não são alertados para câncer da pele (não brancos) e pertencem a uma faixa etária mais elevada (portanto, do ponto de vista teórico, poderiam estar menos atentos ao início da doença). A maioria apresentou lesão espessa e ulcerada, conseqüentemente de maior risco para metástases. Essa forma de câncer é desconhecida do público em geral e mesmo por boa parcela da classe médica. Palavras- chave: Diagnóstico; melanoma.
Mostrar mais

8 Ler mais

Show all 10000 documents...