Políticas públicas Minas Gerais

Top PDF Políticas públicas Minas Gerais:

LUIZ GERALDO DA SILVA

LUIZ GERALDO DA SILVA

A discussão a respeito da participação social na gestão pública ganhou ênfase nas últimas três décadas em meio às críticas das insuficiências das concepções tradicionais, tanto no âmbito da teoria democrática, quanto no âmbito dos modelos de Administração Pública. Ao lado dessas críticas foram propostas alternativas de inserção da participação social no âmbito do Estado, tendo em vista seu valor democrático e implicações na ampliação da legitimidade e da eficácia da ação pública, a partir da incorporação das demandas sociais e melhor definição de prioridades na alocação de recursos. A partir da implantação do modelo de gestão participativa de planejamento, o governo do estado de Minas Gerais instituiu, por meio do Decreto nº 46.774, de 09/06/2015, os Fóruns Regionais de Governo, tema central deste estudo. Este estudo foi desenvolvido por uma pesquisa qualitativa e descritiva, buscando investigar se os Fóruns Regionais de Governo na sua instância representativa, especificamente seu Colegiado Executivo, têm servido de instrumento efetivo de monitoramento e controle das políticas públicas no estado de Minas Gerais. Em sua base teórica estão evidenciados os principais autores que estudam a constituição e funcionamento dos Fóruns Regionais. Foram entrevistados oito representantes de cidades constituintes destes Fóruns. Os resultados demonstraram que estes Fóruns possuem papel relevante no planejamento participativo do estado e são considerados efetivos no levantamento e resolução das demandas sociais do estado de Minas Gerais. Dentre as limitações do presente trabalho, destacam-se o aspecto descritivo e à limitada disposição dos representantes dos Fóruns que se dispuseram a contribuir com a pesquisa. Como sugestão para futuras pesquisas propõe-se a aplicação da pesquisa a outros representantes, com o intuito de abranger um universo maior de respostas. Outra sugestão seria quanto à natureza da pesquisa, isto é, uma pesquisa quantitativa. Assim, acredita-se que a relação entre os dados quantitativos e os qualitativos possa trazer novos resultados.
Mostrar mais

89 Ler mais

Políticas públicas e agricultura familiar: um estudo de caso no território rural São Mateus em Minas Gerais

Políticas públicas e agricultura familiar: um estudo de caso no território rural São Mateus em Minas Gerais

Seguindo a perspectiva trazida por Souza (2006) e Wu et al. (2014) para a im- portância da participação dos governos no âmbito das políticas públicas, diagnosticou- -se algumas falhas na instituição e na operacionalização dessas políticas no TRSM, por exemplo: apesar de nas entrevistas a importância do Pnae e do PAA ter sido descrita, os dados indicam que esses Programas, no período estudado, pouco fortaleciam a comer- cialização dos produtos da agricultura familiar e colaboravam escassamente com a gera- ção de emprego e renda. Dos 3.579 estabelecimentos da agricultura familiar apenas 29 (0,81%) acessavam o Pnae em todo o TRSM. Mesmo tendo sido destacada a relevância destes programas, inclusive por contribuírem para o resgate da agricultura familiar nos municípios, as ações dos governos locais não haviam potencializado a sua expansão. É importante destacar a perspectiva do resgate da agricultura familiar local, pois consta- tou-se que no território a atividade agrícola vem, ao longo dos anos, sendo substituída pela pecuária leiteira, de tal forma que até a produção para o autoconsumo tem sido abandonada por agricultores, que preferem fazer compras nas feiras livres e em cami- nhões que trazem produtos do Espírito Santo, Estado que faz divisa com o TRSM.
Mostrar mais

20 Ler mais

POLÍTICAS PÚBLICAS E TRANSFORMAÇÕES SOCIOESPACIAIS NO NORTE DE MINAS GERAIS: UM ESTUDO DO TERRITÓRIO DA CIDADANIA SERRA GERAL

POLÍTICAS PÚBLICAS E TRANSFORMAÇÕES SOCIOESPACIAIS NO NORTE DE MINAS GERAIS: UM ESTUDO DO TERRITÓRIO DA CIDADANIA SERRA GERAL

In the 2000s, after a gap of twenty years the Brazilian government systematically resumes the public planning from a new vision of development, characterized as Territorial Rural Sustainable Development. In this approach, the current public policies create socio-productive inclusion programs in order to reduce socioeconomic inequalities that still persist in Brazil, such as the ProgramaTerritórios da Cidadania the federal government created in 2008 and aimed at overcoming poverty and generation of employment and income in rural Brazil. In this sense, the objective of this study is to understand the socio-spatial transformations of the region North of Minas Gerais for the case study of the Território da Cidadania Serra Geral (TCSG), with reference to the outcome of the regional development policies of the 1970s and 1980s which by SUDENE, in partnership with CODEVASF and RURALMINAS, were responsible for the implementation of Jaíba's and Gorutuba's irrigation project and gave conditions for the development of irrigated horticulture currently formed in the geographical space of the TCSG.However, the progresses reached by irrigated agriculture were not enough to reduce social and productive inequality conditions seen in the differences of socio-economic indicators of the sixteen municipalities of TCSG. In view of this, this research turns to understand to what extent the political arriving in TCSG through programs such as PRONAF, PROINF, Programa de Aquisição de Alimentos (PAA) and BolsaFamilia (PBF) help to promote a more equitable development , more inclusive and lasting. Thus, the survey results show that social programs and productive inclusion greatly contribute to improve living conditions and socioeconomic reproduction of the population of the municipalities of TCSG, which can be proven by the amount of programs and their volume of resources, related to the evolution of Human Development Index (IDHM) in 2010 in most of the municipalities of TCSG; however, they are not yet sufficient to leverage inclusive and endogenous development or reduce the discrepancies of institutional support and technical and financial resource contributions of agribusiness activities in relation to the activities of the familiar agriculture of TCSG.
Mostrar mais

252 Ler mais

Avaliação de políticas públicas para a redução da violência escolar em Minas Gerais: o caso do Projeto Escola Viva, Comunidade Ativa

Avaliação de políticas públicas para a redução da violência escolar em Minas Gerais: o caso do Projeto Escola Viva, Comunidade Ativa

Os estudos mais recentes que procuram entender a relação entre a escola e a violência têm procurado introduzir análises inovadoras sobre o fenômeno ao tentar associar o fenômeno com seus efeitos sobre o desempenho escolar dos alunos. Chamamos a atenção para os estudos descritos por Debarbiéux (2001) no campo do “efeito escola” ou “efeito estabelecimento”. As pesquisas neste campo antes circunscritas à investigação dos fatores escolares que contribuiriam ou não para o desempenho escolar estão, agora, também preocupadas em entender os mecanismos geradores de violência na escola. Outra referência importante neste caminho de propor novos olhares sobre o tema é a já citada pesquisa realizada pelo CRISP que procurou levantar as percepções dos alunos em relação às conseqüências da violência escolar sobre seus desempenhos acadêmicos. Em outras palavras, parte-se do pressuposto de que um ambiente inseguro seria gerador de medo e, diante dele, as atitudes e condutas dos alunos seriam afetadas e incidiriam diretamente sobre o aprendizado dos alunos. Os resultados revelam que a maioria dos alunos entrevistados sente-se inseguros dentro da escola e afirma que este sentimento prejudica a aprendizagem. É claro que a pesquisa realizada pelo CRISP não é conclusiva sobre o assunto, mas, cremos que desperta para a realização de novos estudos que confirmem ou não a hipótese descrita. De todo modo, entendemos que estudos como estes são inovadores e apontam novos rumos para as pesquisas a serem realizadas e, principalmente, para a formulação de políticas públicas voltadas para a reversão do problema (campo de nosso primordial interesse).
Mostrar mais

166 Ler mais

Gasto público e políticas públicas: uma avaliação do desempenho da rede materno-infantil em Minas Gerais

Gasto público e políticas públicas: uma avaliação do desempenho da rede materno-infantil em Minas Gerais

As dez variáveis utilizadas neste estudo são indicadores referentes ao processo de atenção ao pré-natal, parto, nascimento e atenção à saúde da criança até um ano de vida. Eles foram retirados dos instrumentos legais estabelecidos pelo Programa Viva Vida (MINAS GERAIS, 2003; 2004; 2005; 2006) e compõem o quadro de monitoramento das ações desse próprio programa. Nesse caso, a política está sendo analisada pelos indicadores propostos por ela mesma. Esses indicadores foram divididos em dois grupos, dependentes e independentes. A fórmula de cálculo, as fontes e as unidades de cada indicador estão detalhadas no quadro 3, no Anexo A e nos Apêndices.
Mostrar mais

94 Ler mais

Desempenho da Gestão das Políticas Públicas de Saúde: Uma Avaliação da Estratégia Saúde da Família em Minas Gerais

Desempenho da Gestão das Políticas Públicas de Saúde: Uma Avaliação da Estratégia Saúde da Família em Minas Gerais

Dentro das políticas do SUS, a Atenção Primária à Saúde (APS) se realiza através da Estratégia Saúde da Família (ESF), como é conhecido hoje o antigo Programa Saúde da Família (PSF), que surge com uma gestão descentralizada, tendo como principal objetivo a promoção da saúde (BRASIL, 2002; BRASIL, 2012). O Programa possibilita que cada equipe de saúde conheça a realidade da comunidade em que desenvolve suas ações, sendo mais pontual e, portanto, mais eficiente no que tange aos indicadores de saúde e qualidade de vida. Antes do PSF e antes da Constituição de 1988, a saúde no Brasil tinha uma perspectiva mais curativa, concentrando-se no tratamento de doenças e não preventiva focada na promoção da saúde. Esta ficava a cargo de instituições filantrópicas e alguns órgãos focados em trabalhadores e segurados.
Mostrar mais

140 Ler mais

Participação e deliberação no processo decisório dos conselhos gestores de políticas públicas em saúde de Minas Gerais

Participação e deliberação no processo decisório dos conselhos gestores de políticas públicas em saúde de Minas Gerais

Antes de partir para a análise de quem participa do processo deliberativo, é válido esclarecer que a identificação e a categorização dos participantes levou em consideração primeiramente a composição dos conselhos, ou seja, o segmento do governo, dos usuários dos SUS, dos prestadores de serviços de saúde e dos trabalhadores da área da saúde. Além desses segmentos, e uma vez que as reuniões são abertas e públicas, há a possibilidade de manifestação de visitantes ou convidados que participam eventualmente das reuniões e não são membros dos conselhos, sendo identificados neste estudo como atores externos se que podem ser oriundos do governo ou da sociedade civil. Há, ainda, as situações em que o conselheiro se manifesta por uma comissão ou pela mesa diretora, que são estruturas internas dos conselhos. Nestes casos, suas falas foram classificadas como manifestação da comissão ou da mesa. Nos casos em que não foi possível identificar o segmento do conselheiro ou a origem dos atores externos, ambos foram classificados como segmento/ ator não identificado (NI).
Mostrar mais

137 Ler mais

O colegiado de desenvolvimento territorial e a gestão social de políticas públicas: o caso do Território Serra do Brigadeiro, Minas Gerais.

O colegiado de desenvolvimento territorial e a gestão social de políticas públicas: o caso do Território Serra do Brigadeiro, Minas Gerais.

Esse processo possibilitou que as políticas públicas considerassem e passassem a incluir em seu desenho institucional a participação da sociedade civil nas decisões sobre as formas e possibilidades de investir os recursos públicos (Souza, 2004). Com relação às políticas de desenvolvimento rural, como reflexo dessa trajetória, instituiu-se, em meados dos anos 1990, o Programa Nacional de Fortalecimento da Agricultura Familiar (Pronaf) e com ele houve a proliferação de Conselhos Municipais de Desenvolvimento Rural Sustentável (CMDRs). Espe- rava-se, conforme admitem Favareto e Demarco (2009), que os novos espaços de participação social implicassem maior transparência na gestão dos recursos públicos; e que se convertes- sem em centros de reflexão, planejamento, estabelecimento de metas e contratos quanto ao destino das regiões rurais. Para Abramovay (2001:122), a missão principal desses conselhos seria descobrir os potenciais de desenvolvimento que os mecanismos convencionais de merca- do seriam incapazes de revelar, sobretudo em regiões de baixa dinamização econômica.
Mostrar mais

24 Ler mais

Turismo, política e Planejamento - Estudo do Circuito Turístico do Diamante no Vale do Jequitinhonha, em Minas Gerais

Turismo, política e Planejamento - Estudo do Circuito Turístico do Diamante no Vale do Jequitinhonha, em Minas Gerais

regiões de extrema beleza natural e, principalmente, fáceis de serem manipuladas politicamente, sofreram um processo de colonização 105 para atender aos interesses dos investidores e dos consumidores estrangeiros. Ali o desenvolvimento chegou imposto por um grupo distinto da elite empresarial e política, por meio de um modelo de exploração que privilegiou espaços de interesse desse mesmo grupo, e se consubstanciou por meio dos programas denominados “Megaprojetos Turísticos”, “Pólos de Turismo no Nordeste” e “Programa de Ação para o Desenvolvimento do Turismo no Nordeste PRODETUR NE”. Segundo Cruz (2000), nenhuma outra macrorregião brasileira empreendeu, ao longo da história das políticas públicas de turismo no país e seus instrumentos de planejamento, ações políticas tão contundentes como as constatadas no Nordeste. Em contrapartida, o resultado dos diversos fatores conjugados causou impactos em ecossistemas frágeis como mangues e dunas e alijou as populações litorâneas nordestinas. O modelo de exploração das potencialidades nordestinas tem se estendido para outras regiões e será tomado como exemplo, neste trabalho. Entretanto, apesar do ocorrido ao longo dos anos, em quase todo o litoral brasileiro, não se observou nenhuma ação contundente para o ordenamento espacial da atividade. Pelo contrário, nos vinte e cinco anos que separaram as ações da primeira política da segunda, surgiram algumas iniciativas, além de normas instituídas no âmbito do direito, como leis e decretos, resoluções e portarias, que não se mostraram eficientes como reguladores das externalidades negativas provenientes da atividade turística.
Mostrar mais

394 Ler mais

Empreendimentos induzidos por políticas públicas: reflexões a partir do Programa de Combate à Pobreza Rural (PCPR) em Minas Gerais.

Empreendimentos induzidos por políticas públicas: reflexões a partir do Programa de Combate à Pobreza Rural (PCPR) em Minas Gerais.

As formas legais assumidas pelas as- sociações comunitárias permitem ajustes e adaptações que refl itam a forma organiza- cional local genuína, evitando assim alguns dos perigos da monocultura organizacional assinalados por Peter Evans. O PCPR neces- sita então, de qualifi car sistematicamente os processos de intervenção e planejamento das demandas dos agricultores familiares com vistas a promover a apropriação do projeto a ser implantado. A mera formalidade de alguns empreendimentos coletivos constitu- ídos através do PCPR pode ser evitada por meio de ações que busquem ajustar, adaptar e apropriar as demandas públicas às formas organizativas locais e à sua cultura política, potencializando, desta forma, processos de promoção do desenvolvimento rural.
Mostrar mais

12 Ler mais

Conselho estadual de política ambiental: análise do seu funcionamento e das suas relações com o contexto das políticas ambientais do estado de Minas Gerais

Conselho estadual de política ambiental: análise do seu funcionamento e das suas relações com o contexto das políticas ambientais do estado de Minas Gerais

Souza (2006) argumentou que vários fatores contribuíram para a maior visibilidade dessa área dentro e fora da academia, um dos principais foi a adoção de políticas restritivas de gasto, que passaram a dominar a agenda da maioria dos países, em especial dos países em desenvolvimento. Nesse contexto, o desenho e execução de políticas públicas, tanto as econômicas quanto as sociais, ganharam relevância. Posteriormente, novas visões sobre o papel dos governos substituíram as políticas keynesianas do Pós-Guerra por políticas restritivas de gasto. Assim, do ponto de vista da política pública, o ajuste fiscal implicou adoção de orçamentos equilibrados e restrições à intervenção do Estado na economia e nas políticas sociais. Esta agenda passou a dominar o pensamento dos governos a partir dos anos de 1980, em especial em países com longas e recorrentes trajetórias inflacionárias como os da América Latina. O último fator que levou muitos pesquisadores a se interessarem pelo tema está mais diretamente relacionado aos países em desenvolvimento e de democracia recente e diz respeito ao fato de que, na maioria desses países, em especial os da América Latina, ainda não se conseguiram formar coalizões políticas capazes de equacionar minimamente a questão de como desenhar políticas públicas capazes de impulsionar o desenvolvimento econômico e de promover a inclusão social de grande parte de sua população (SOUZA, 2006).
Mostrar mais

143 Ler mais

A formação do professor da Educação Básica entre políticas públicas e pesquisas educacionais: uma experiência no Vale do Jequitinhonha em Minas Gerais.

A formação do professor da Educação Básica entre políticas públicas e pesquisas educacionais: uma experiência no Vale do Jequitinhonha em Minas Gerais.

El estudio presenta reflexiones sobre la naturaleza de la profesión docente, reafirmando el valor de la investigación educacional como un enlace entre la formación inicial de los futuros maestros y la práctica efectiva del maestro en el aula. El texto señala la importancia de que los proyectos de posgrado en educación se desarrollen a partir de un diálogo con los cursos de formación de profesores y con la realidad de las escuelas primarias brasileñas. Además, el trabajo confirma el rol inductor de las políticas educacionales con el objeto de acercar la Universidad a la Escuela Primaria como meta fundamental para la acción pública en todas las instancias del sistema educacional brasileño. El proyecto Prodocencia de la UFVJM –Universidad Federal de Valle de Jequitinhonha y Mucuri, que busca consolidar los cursos de licenciatura a partir de este enfoque y de ese tipo de diálogo se presenta como un ejemplo de papel inductor de las políticas públicas educacionales.
Mostrar mais

22 Ler mais

POLÍTICAS TERRITORIAIS E GRANDES EMPREENDIMENTOS EM MINAS GERAIS

POLÍTICAS TERRITORIAIS E GRANDES EMPREENDIMENTOS EM MINAS GERAIS

Os Grandes Empreendimentos ou como querem outros estudiosos Grandes Projetos de Investimentos (GPI) “mobilizam em grande intensidade elementos como capital, força de trabalho, recursos naturais, energia e território” (VAINER e ARAÚJO, 1992). Em geral, essas formas de investimento estão sempre envolvidas em/por políticas públicas ou, mais amplamente, em políticas territoriais assumindo uma facie política. A modernização técnica do território promove a produtividade de um determinado lugar que é pensado para um todo – garantia primeira de novos investimentos empresariais e fluxo de capital ao território nacional. Cabe destacar que os grandes empreendimentos causam impactos diretos e indiretos nas populações locais bem como no espaço em que vivem. A instalação de um grande empreendimento, enquanto um “fixo”, segundo a conceituação de Santos (1997) demanda espaço físico, o que significa muitas vezes, a necessidade de deslocar compulsoriamente um grande número de pessoas, redimensionando as práticas cotidianas e impondo novos ritmos de existência.
Mostrar mais

10 Ler mais

As políticas de valorização docente no Estado de Minas Gerais

As políticas de valorização docente no Estado de Minas Gerais

Ainda sobre a referida ADIN, um outro ponto questionado pelos governadores foi a composição da jornada de trabalho, visto que a lei do Piso prevê que 1/3 do tempo de trabalho seja em atividades extra-classe. Sobre isso, o STF decidiu favoravelmente pela manutenção de 1/3 da jornada fora da regência de classe, sendo que a regulamentação deve ser definida nos planos de carreira ou estatutos locais. Tal decisão foi uma vitória para os profissionais da educação, cuja luta passa a ser focada, doravante, na reivindicação pela implementação do piso em todas as redes públicas nas diversas unidades federadas. A efetivação das políticas educacionais no Brasil precisa ser permanentemente acompanhada e reivindicada pela sociedade, visto que nem sempre o que está na lei costuma ser observado e praticado pelos governantes. A título de exemplo, as discussões aqui realizadas apontam várias perspectivas de valorização que, na prática político-governamental, ainda não foram efetivadas.
Mostrar mais

154 Ler mais

POLÍTICAS PÚBLICAS DE PREVENÇÃO E COMBATE À CRIMINALIDADE ENVOLVENDO JOVENS

POLÍTICAS PÚBLICAS DE PREVENÇÃO E COMBATE À CRIMINALIDADE ENVOLVENDO JOVENS

Este trabalho objetivou-se a mostrar algumas políticas públicas de prevenção e combate à criminalidade envolvendo jovens no Brasil e, especificamente, no Estado de Minas Gerais. A metodologia utilizada consistiu-se na abordagem dos conceitos relacionados aos seguintes temas: 1) Políticas Públicas e Programas Sociais de Prevenção à violência no Brasil; 2) Programa de Medidas Socioeducativas para os jovens. Além disso, percebeu-se que há programas sociais voltados para a prevenção da violência na faixa etária jovem, dentre os quais o Projeto “Fica Vivo”, implantado em Uberlândia por meio do Programa de Prevenção à Criminalidade. Os procedimentos metodológicos utilizados neste trabalho foram: 1) Levantamento bibliográfico referente ao tema; 2) Levantamento de dados em programas e órgãos públicos, como: o Programa Nacional de Direitos Humanos – PNDH, da Secretaria Nacional de Segurança Pública – SENASP; a Polícia Comunitária, que trabalha em conjunto com a população, as instituições de segurança pública e a defesa social; o Centro de Estudos de Segurança e Cidadania – CESEC. A partir da análise dos dados constatou-se que todas as estratégias desenvolvidas pelas referidas instituições têm assegurado ao jovem os meios básicos de segurança, educação, saúde, lazer e trabalho na sociedade, atuando diretamente na redução da população jovem envolvida em crimes.
Mostrar mais

20 Ler mais

A construção do patrimônio cultural imaterial nas políticas de preservação em Minas Gerais

A construção do patrimônio cultural imaterial nas políticas de preservação em Minas Gerais

Este trabalho tem como objetivo analisar o processo de construção do patrimônio cultural imaterial nas políticas públicas de preservação em Minas Gerais, verificando o sentido a ele atribuído. Adotou-se aqui uma a análise qualitativa de conteúdo de entrevistas semi-estruturadas realizadas com técnicos responsáveis pelo levantamento e registro de bens patrimoniais do IEPHA – MG. Tomaram-se como objetos de análise os casos do queijo do Serro – MG, da cachaça mineira e da lei de ICMS a fim de se verificar elementos comuns significativos que se presentificam e marcam os processos políticos de preservação de patrimônio imaterial no estado de Minas Gerais. Buscou-se, ainda, ressaltar as contribuições que possam ser trazidas pela Psicologia Social aos estudos que contemplem as discussões sobre a preservação de patrimônio histórico-cultural no Brasil. Para tanto, discutiram-se aqui alguns temas como patrimônio cultural, identidade cultural, memória coletiva e tradição, numa perspectiva construcionista e interdisciplinar, o que possibilitou análises pautadas numa sustentação teórica concisa, atendendo, assim, aos objetivos deste trabalho. Percebeu-se, ao final da análise e nas inferências que dela emergiram, que o aspecto econômico serve de base para os sentidos atribuídos ao patrimônio de caráter imaterial e isso se deve em parte pela cultura capitalista do mundo ocidental, inclusive no âmbito do capital simbólico, envolvendo até mesmo os técnicos, enquanto mediadores no processo político, ou enquanto reprodutores de formas e estratégias de ação. Observou-se que a tradicionalidade, os aspectos históricos e culturais se justificam pelo valor econômico que predomina pela própria funcionalidade a que se destina a proteção de um bem como patrimônio. Há de se considerar, entretanto, que, para que os bens culturais que compõem
Mostrar mais

27 Ler mais

Políticas do estado de Minas Gerais para bibliotecas públicas (1983-2012)

Políticas do estado de Minas Gerais para bibliotecas públicas (1983-2012)

A biblioteca pública é um local privilegiado de acesso à cultura e à informação nas comunidades onde estão inseridas, trabalhando para disseminar a informação, preservar o patrimônio bibliográfico e desenvolver ações para formação de leitores. Atende a todos os públicos, desde o bebê, a criança, o jovem, até os adultos e idosos. Todas as pessoas, de qualquer raça, classe social, credo ou afinidade política, têm espaço em uma biblioteca pública. Para suprir toda a necessidade informacional, este equipamento deve ter um acervo diversificado, atualizado, voltado para o público que a frequenta, mas deve também, na medida do possível, proporcionar novas experiências literárias, que em outras circunstâncias esta população não teria acesso ou não demandaria. Para além de um local de acesso à informação de todos os tipos e em vários suportes, a biblioteca pública tem também a importante missão de guardar a produção cultural da cidade e região na qual está inserida, concebendo-a como um lugar de memória local. A partir dessa concepção complexa é necessária a criação, implantação, manutenção e avaliação de políticas efetivas para as bibliotecas públicas, ou seja, políticas criadas considerando a variedade cultural, econômica e simbólica de cada região.
Mostrar mais

142 Ler mais

Evasão no setor público: estudo de caso da carreira de especialistas em políticas públicas e gestão governamental no estado de Minas Gerais

Evasão no setor público: estudo de caso da carreira de especialistas em políticas públicas e gestão governamental no estado de Minas Gerais

This research intends to discuss employee turnover in the Minas Gerais Public Policy and Government Management Specialist career (EPPGG). Its main objective is to understand the reasons why these evasions occur, the main characteristics of the evaded and their professional destiny. To do so, an empirical research was carried out with these career former members, exploring the reasons for this evasion, the conditions for its occurrence, the relation with the professional experience and the direction taken after it. We were able to get 94 answers for our questionnaire. The turnover tends to occur early in the working years. If the worker leaves the government before three years, he should pay the government back for his training. The evaders would tend to earn more out than in the abandoned career. They would also tend to seek a second college degree (most in law school). They also tend to relocate themselves in the public service (not in the private or in the third sectors). As in other studies, wage dissatisfaction seems to be the main reason for avoidance and not with work itself.
Mostrar mais

42 Ler mais

AVALIAÇÃO DA FOCALIZAÇÃO DE POLÍTICAS PÚBLICAS DE SAÚDE NO ESTADO DE MINAS GERAISENTRE 2011 E 2014: UM ESTUDO UTILIZANDO APLICAÇÃO DE INTELIGÊNCIA GEOESPACIAL

AVALIAÇÃO DA FOCALIZAÇÃO DE POLÍTICAS PÚBLICAS DE SAÚDE NO ESTADO DE MINAS GERAISENTRE 2011 E 2014: UM ESTUDO UTILIZANDO APLICAÇÃO DE INTELIGÊNCIA GEOESPACIAL

Em 2003, Minas Gerais passava pela mais grave crise financeira e fiscal de sua história. O cenário era de um déficit aproximado de R$ 2,4 bilhões, agravado por um cenário caótico de precários serviços públicos e infraestrutura, bem como de dificuldades relativas à arrecadação de recursos – sejam repasses do governo federal ou obtenção de créditos internacionais –, implicando na falta de recursos para custear despesas e na falta de cumprimento das obrigações estatais. Na tentativa de romper com problemas de gestão advindos de governos anteriores, iniciou-se um processo de mudanças na administração pública do estado de Minas Gerais, onde eram necessárias medidas duras para redução de despesas e aumento da arrecadação, bem como o resgate do valor do planejamento e o alinhamento dos planos estratégicos em longo prazo. (CKAGNAZAROFFeQUEIROZ, 2010).
Mostrar mais

27 Ler mais

Show all 10000 documents...