Rede rodoviária -- Custos dos utentes da estrada

Top PDF Rede rodoviária -- Custos dos utentes da estrada:

Análise do efeito dos troços em obras nos custos suportados pelos utentes das estradas

Análise do efeito dos troços em obras nos custos suportados pelos utentes das estradas

A Figura 3.3 representa uma estrada com duas faixas de rodagem, cada uma com duas vias em cada sentido, em que uma das vias se encontra encerrada, passando o trânsito pela via desocupada. Uma vez que os volumes de tráfego variam com o tempo, o fluxo de tráfego ao se aproximar da zona de trabalho, pode exceder a taxa de escoamento máxima da zona, ou seja, a capacidade. Nestas situações, os atrasos nas filas são inevitáveis, a não ser que o excesso de fluxo de tráfego possa ser desviado, o que também aumenta o tempo de viagem, embora de uma maneira diferente. Estes atrasos das filas dependem do comprimento das zonas de trabalho, da duração da manutenção e da magnitude do fluxo de tráfego que se aproxima. Fora das pontas horárias, o fluxo de tráfego que se aproxima pode ser inferior à capacidade da zona de trabalho. Por isso, os atrasos do utente são causados maioritariamente pela redução de velocidade dos veículos nessas zonas. São também apresentados os parâmetros a considerar numa abordagem para optimizar o comprimento das zonas de trabalho (L), sendo eles: a taxa de dissipação das filas (S), em veículos por hora; o progresso médio dos veículos (H), em segundos; a velocidade média dos veículos (V), em quilómetros por hora; e as taxas de fluxo de aproximação das zonas de trabalho (Q), em veículos por hora para os dois sentidos.
Mostrar mais

148 Ler mais

Custos adicionais de operação dos veículos devidos aos estado dos pavimentos

Custos adicionais de operação dos veículos devidos aos estado dos pavimentos

A consideração dos custos e benefícios relacionados com os utentes torna-se assim de larga importância, pois são estes que sentem directa ou indirectamente a influência do estado de conservação da infra-estrutura. Contudo, muitas vezes estes custos não são considerados na análise de cenários e no planeamento de acções de conservação e reabilitação das infra- estruturas rodoviárias. O que geralmente se observa é a quantificação e consideração, nas análises económicas, dos custos de projecto, de construção e manutenção, carecendo da definição dos custos dos utentes. É de salientar ainda que o recurso a avaliações económicas e, por consequência, a consideração dos custos dos utentes da estrada, só se tornou comum nas últimas três décadas e nos países desenvolvidos, estando este facto relacionado com a imposição de regras por parte de organizações internacionais, como é o caso do Banco Mundial e da OCDE, para a execução destas avaliações como critério necessário à candidatura a empréstimos. Estas organizações sublinham a importância da consideração dos custos totais envolvidos, incluindo portanto os custos dos utentes, na tomada de decisão sobre políticas de preços em transportes.
Mostrar mais

159 Ler mais

A importância das medidas de acalmia de tráfego na redução da sinistralidade rodoviária

A importância das medidas de acalmia de tráfego na redução da sinistralidade rodoviária

A redução da sinistralidade passa pela actuação ao nível dos três vértices do triângulo da segurança: utentes da via, veículo e via. Os utentes da via são os principais responsáveis pela elevada taxa de sinistralidade verificada em Portugal e nos outros países. Foi através da mudança de comportamentos, hábitos e atitudes que se conseguiu reduzir significativamente a sinistralidade nestes últimos anos. Neste sentido, o Estado tem desenvolvido acções de sensibilização nas escolas, tem promovido a divulgação de anúncios na comunicação social, a colocação de painéis nas estradas e o aumento das coimas a pagar associadas a transgressões do código da estrada, a fim de sensibilizar os condutores e utentes das estradas a reflectir, levando- os a tomar comportamentos mais seguros, como colocar o cinto de segurança ou praticar velocidades mais adequadas ao ambiente rodoviário em que se deslocam.
Mostrar mais

99 Ler mais

Sistema de Apoio à Decisão Aplicado à Gestão de uma Rede Rodoviária

Sistema de Apoio à Decisão Aplicado à Gestão de uma Rede Rodoviária

Por outro lado, e tendo em vista a possibilidade de melhorar a tomada de decisão quanto a acções de intervenção na rede rodoviária, parece importante que, numa eventual consideração dos custos de tais acções, se pondere o benefício para os utentes dessas vias. Assim, assume particular importância a intensidade de tráfego em cada secção rodoviária. Note-se que o tipo de pavimento, não sendo um atributo de avaliação, é também uma característica cuja variação discreta é representada na respectiva caracterização.

18 Ler mais

A ilusão da redução das assimetrias regionais a partir das alterações da rede rodoviária em Portugal

A ilusão da redução das assimetrias regionais a partir das alterações da rede rodoviária em Portugal

Entre a geração de expectativas por via das novas infraestruturas rodoviárias e os seus impactes no território, desencadeiam-se processos de exercício de poder, traduzidos por mecanismos de influência, autoridade, imposição e/ou obediência. O diálogo entre o poder central e o poder local (público e privado) em matéria de renovação da rede rodoviária, decorrente da pressão pelo último (quase sempre), tem-se pautado por mecanismos de sedução e valorização desse investimento por parte do poder cen- tral, através da propaganda sobre impactes de benefício para os municípios e sub- regiões envolvidas, respondendo à – e reforçando a – vontade popular de ter mais e mais estradas, não se acautelando, todavia, a constituição das parcerias necessárias à maximização dos impactes positivos, particularmente importantes quando poucos detêm os meios de (re)ação eficaz e com efeitos multiplicativos. Como consequência, assiste-se à vulgarização da ideia de que só não tem (estradas boas) quem não souber pedir, o que pode conduzir à definição de prioridades de intervenção mais em função das reivindicações que representem maior expressão pública e menos em função de estratégias de desenvolvimento territorial!
Mostrar mais

14 Ler mais

Orientador: Luís Quaresma, Professor Auxiliar Convidado, FCT-UNL

Orientador: Luís Quaresma, Professor Auxiliar Convidado, FCT-UNL

Pelas razões referidas anteriormente é fundamental que, em Portugal, durante a vida útil de um pavimento rodoviário flexível, uma vez que representam 99% da rede nacional rodoviária, as rodeiras sejam evitadas para que se consigam manter as características funcionais e estruturais para as quais os pavimentos foram dimensionados (Picado Santos, et al., 2006; Fontul, 2005). Para isso, é necessário que se realize uma gestão eficiente das infraestruturas rodoviárias. Essa gestão é realizada através do SGP (Pereira e Miranda, 1999), atualmente suportado pela base de dados da EP. Em trabalho anterior (Silva, 2012) utilizou-se essa base de dados para desenvolver modelos de previsão de fendilhamento. Assim, julgou-se importante aproveitar a mesma base de dados para estabelecer, neste trabalho, modelos de previsão de rodeiras ajustados à rede nacional rodoviária.
Mostrar mais

187 Ler mais

Distribuição dos utentes na Rede Nacional de Cuidados Continuados Integrados do Alentejo

Distribuição dos utentes na Rede Nacional de Cuidados Continuados Integrados do Alentejo

As ECCI prestam auxílio no âmbito do concelho e exercem como funções o apoio domiciliário aos utentes de: Almodôvar, Beja, Ferreira do Alentejo, Ourique, Serpa, Vidigueira, Arraiolos, Borba, Estremoz, Évora, Montemor-o- Novo, Portel, Reguengos de Monsaraz, Vendas Novas, Viana do Alentejo e Vila Viçosa; Alter do Chão, Arronches, Avis, Campo Maior, Castelo de Vide, Crato, Elvas, Fronteira, Gavião, Marvão, Monforte, Nisa, Ponte de Sôr, Portalegre, Sousel, Alcácer do Sal, Grândola, Odemira, Santiago do Cacém e Sines.

55 Ler mais

Projeto de rede com custos convexos e balanceamento de fluxos

Projeto de rede com custos convexos e balanceamento de fluxos

Provavelmente por causa da importância econômica associada a esses problemas, várias soluções metodológicas para problemas de desenho de rede são avaliadas. Entre as abordagens mais eficientes, destaca-se a decomposição de Benders. A idéia básica por trás do método é decompor o problema em duas partes simples: a primeira parte, chamada de problema mestre, resolve a versão relaxada do problema e obtém-se os valores de um subconjunto de variáveis. A segunda parte, chamada de subproblema, obtém os valores das variáveis remanescentes enquanto mantém as primeiras fixas, e utiliza estas para gerar cortes para o problema mestre. O problema mestre e o subproblema são resolvidos iterativamente até que cortes não possam mais ser gerados. A conjunção das variáveis encontradas na última instância do problema mestre e da iteração do subproblema é a solução da formulação original.
Mostrar mais

60 Ler mais

FORMAÇÃO CONTINUADA DOS PROFESSORES ALFABETIZADORES DO PNAIC DA REDE MUNICIPAL DE ENSINO DE CATENDE - PE: DESAFIOS E APRENDIZAGENS

FORMAÇÃO CONTINUADA DOS PROFESSORES ALFABETIZADORES DO PNAIC DA REDE MUNICIPAL DE ENSINO DE CATENDE - PE: DESAFIOS E APRENDIZAGENS

A presente dissertação é desenvolvida no âmbito do Mestrado Profissional em Gestão e Avaliação da Educação (PPGP) do Centro de Políticas Públicas e Avaliação da Educação da Universidade Federal de Juiz de Fora (CAEd/UFJF). Esta tem como objetivo geral analisar a formação continuada oferecida aos professores alfabetizadores da rede municipal de ensino de Catende-PE, no âmbito do Programa Pacto Nacional pela Alfabetização na Idade Certa, considerando as possibilidades de mudanças ou não na prática pedagógica dos professores egressos da primeira edição do Programa. Os objetivos específicos são: descrever a formação continuada do PNAIC no município de Catende; analisar as possíveis contribuições da proposta de formação continuada do PNAIC para professores alfabetizadores da rede municipal; e propor ações para potencializar a transformação das práticas docentes voltadas para a alfabetização no município de Catende. Proposto pelo Ministério da Educação (MEC), o PNAIC tem por objetivo alfabetizar todas as crianças até os oito anos de idade, e, para atingir esta meta, o programa traz como eixo principal, a formação continuada docente. A relevância desse estudo consiste nas reflexões feitas sobre os desdobramentos desse Programa na formação dos professores alfabetizadores e o reflexo desta nas salas de aula do terceiro ano do ensino fundamental. A abordagem da pesquisa é qualitativa e o tipo é estudo de caso, com produção de dados através da realização de uma seção reflexiva, realizada com vinte e um professores alfabetizadores das escolas urbanas, bem como do questionário aplicado a vinte e dois professores das escolas urbanas que participaram do PNAIC no período de 2013 a 2016 ininterruptamente. O referencial teórico foi construído a partir dos documentos do programa (BRASIL, 2015) e da contribuição de autores
Mostrar mais

191 Ler mais

Projeto de rede com custos convexos e balanceamento de fluxos.

Projeto de rede com custos convexos e balanceamento de fluxos.

Neste trabalho, redes arborescentes de fonte única são trata- das considerando-se custos de instalação de infra-estrutura, de transporte e de congestionamento, sendo estes últimos res- ponsáveis pela degradação dos níveis de serviço e das econo- mias de escala em cada arco da rede. Resulta desse esforço um programa matemático inteiro misto não-linear de difí- cil resolução, uma vez que não-linearidades aumentam os gaps de integralidade em qualquer formulação. Uma abor- dagem capaz de resolver eficientemente a formulação é de- senvolvida através de técnicas de decomposição, mais espe- cificamente, usando o método de decomposição de Benders (Benders, 1962).
Mostrar mais

11 Ler mais

Cruz, A. L.S.1 & Correia, T. I.G. (2015). Características clínicas dos utentes

Cruz, A. L.S.1 & Correia, T. I.G. (2015). Características clínicas dos utentes

São intelllados em Unidades de Média Dmação e Reabilitação (UMDR) os utentes vindos de outras respostas da Rede, de instituições de saúde ou de solidariedade e segmança [r]

13 Ler mais

A saúde electrónica e as práticas de e-health em Portugal

A saúde electrónica e as práticas de e-health em Portugal

O aparecimento e a consequente massificação da utilização das tecnologias de informação e comunicação (TIC) vieram permitir, nomeadamente no seio do mundo ocidental, a comunicação e a interacção entre indivíduos, de forma praticamente universal. As suas características têm impacto em quase todas as áreas da sociedade, não sendo imunes à mudança produzida os serviços de cuidados de saúde. Neste âmbito, e num contexto de sociedades com populações cada vez mais envelhecidas, a utilização das tecnologias da comunicação proporcionou a geração de novas fontes de valor, à medida que os custos vão sendo reduzidos e novas políticas públicas de saúde, onde o utente ocupa uma posição activa e central, vão surgindo.
Mostrar mais

8 Ler mais

Vacinação contra a gripe. Época 2020/2021 – Normas de Orientação Clínica

Vacinação contra a gripe. Época 2020/2021 – Normas de Orientação Clínica

- As vacinas gratuitas cedidas pelas unidades funcionais e administradas noutro serviço (ex: Estabelecimentos Residenciais para Pessoas Idosas - ERPI, Rede Nacional de Cuidados Continuados Integrados - RNCCI), devem ser registadas na informação clínica individual e devem ser transcritas para a plataforma Vacinas.

6 Ler mais

Q UEM ODELO DEG ESTÃO PARA AC ARRIS EM ETROPOLITANO DE L

Q UEM ODELO DEG ESTÃO PARA AC ARRIS EM ETROPOLITANO DE L

ferroviários. Destacam-se três vertentes na concessão: o modelo escandinavo, o modelo francês, e o modelo híbrido. O primeiro modelo corresponde à concessão dita clássica, e que é baseada numa política de minimização de custos de produção. Existem vários requisitos que podem ser colocados no conjunto de condições exigidas, e que impõem limites à concorrência entre candidatos à concessão, nomeadamente no que diz respeito aos salários e ao serviço, ou seja, a limitação de salários mínimos, para que as empresas não concorram através da redução dos custos com pessoal, e a imposição de mínimos de frequências, carreiras, ou zonas da cidade servidas. Neste modelo, todos os encargos relacionados com a operação ficam à responsabilidade do concessionário, algo que não acontece no modelo francês, muito menos comum, e em que o concessor providencia os veículos e infraestrutura e atribui ao privado o direito de gerir a rede de transportes. Por último, dos dois modelos abordados nasceu um terceiro, e que corresponde ao chamado modelo híbrido. Este modelo, que tanto pode variar no que diz respeito à responsabilidade ou não do privado em providenciar os veículos e infra- estruturas, incide na minimização dos subsídios públicos, em vez da minimização dos custos. O vencedor será aquele que requerer um menor valor de subsídios públicos para a provisão do serviço, podendo inclusivamente dar-se o caso de haver lugar a pagamentos ao Estado. Estes modelos de concessão são geralmente aplicados por períodos relativamente longos, havendo muitos casos de períodos superiores a cinco anos (Quinet & Vickerman, 2004; Preston, 2005).
Mostrar mais

58 Ler mais

WORLD HERITAGE AND CLIMATE CHANGE:

WORLD HERITAGE AND CLIMATE CHANGE:

The World Heritage Committee must take strong action now to ensure that Australia fulfills its obligation to protect the Great Barrier Reef World Heritage Area by reducing its contribut[r]

38 Ler mais

Rede nacional de cuidados continuados integrados do Algarve: perspetiva dos familiares, utentes e profissionais de saúde

Rede nacional de cuidados continuados integrados do Algarve: perspetiva dos familiares, utentes e profissionais de saúde

A perceção da qualidade de vida (QV) e do suporte social (SS), e as relações com o nível de independência funcional nas atividades de vida diárias (AVD) e características sociodemográficas, foram avaliados em 60 utentes da RNCCI (domiciliários) no Algarve, através do Índice de Independência nas AVD, WHOQOL- Bref, Arizona Social Support Interview Schedule e questionário sociodemográfico. Mulheres muito idosas domiciliadas, parcialmente dependentes, percecionaram maior necessidade e satisfação no apoio emocional, com familiares, como fonte de apoio material. Observaram-se médias elevadas de perceção ambiental e baixas de QV física. O WHOQOL-Bref apresentou boa fiabilidade. Correlacionaram-se positivamente, a satisfação no apoio emocional e QV física e psicológica, e o total da rede no mesmo apoio e as relações sociais. Mulheres parcialmente dependentes percecionaram melhor QV física. Ter cônjuge, correlacionou-se com melhor QV ambiental, e maior necessidade de apoio material percebido. Correlacionaram-se positivamente níveis de independência com as dimensões do SS percebido com o ambiente, e negativamente com o físico e o psicológico da QV. O envelhecimento e a dependência populacional são globais, nacionais e locais, daí a importância da divulgação deste estudo, como momento de reflexão, para uma perceção mais alargada e menos redutora do envelhecimento, dependência, qualidade e apoio social.
Mostrar mais

212 Ler mais

GESTÃO PÚBLICA: UM ESTUDO DA REDE E-TEC BRASIL/UNIMONTES – Mestrado em Gestão e Avaliação da Educação Pública

GESTÃO PÚBLICA: UM ESTUDO DA REDE E-TEC BRASIL/UNIMONTES – Mestrado em Gestão e Avaliação da Educação Pública

Este trabalho analisa a gestão dos recursos repassados pelo Governo Federal à Universidade Estadual de Montes Claros – Unimontes, destinados ao ensino profissionalizante vinculado à Rede e-Tec Brasil. Nesse contexto, a pesquisa tem como tema a Gestão e implementação dos recursos públicos em uma autarquia estadual. Foram analisados os procedimentos para elaboração e execução dos recursos financeiros da Rede e-Tec Brasil pela instituição, verificando se tais ações obedeceram aos princípios da legalidade e eficiência da administração pública. Para o desenvolvimento da pesquisa descritiva com enfoque qualitativo, apresentou-se a Rede e-Tec Brasil, política pública do governo federal, descrevendo como a mesma foi implantada e como tem sido executada no âmbito da Unimontes. Utilizaram-se dados referentes à elaboração do projeto Rede e-Tec Brasil/Unimontes, planilhas financeiras da execução e relatórios parciais da operacionalização do Plano de Trabalho, os quais foram coletados junto ao departamento financeiro e à coordenação geral da Rede e-Tec Brasil/Unimontes. Ademais, foi feita pesquisa junto aos coordenadores e executores do projeto, por meio de entrevista e aplicação de questionários, instrumentos que possibilitaram ampliar o conhecimento sobre a dinâmica operacional e de execução da gestão financeira de uma instituição pública estadual. O objetivo da pesquisa foi analisar a elaboração e implementação do programa Rede e-Tec Brasil no âmbito da Universidade Estadual de Montes Claros (Unimontes), essencialmente no que tange à proposição e consequente gestão e administração dos recursos financeiros pela instituição. A partir dos resultados, foi elaborado um plano de ação com vistas à criação do Núcleo de Gerenciamento e Implementação de Recursos, que possibilite a otimização dos recursos financeiros utilizados na universidade.
Mostrar mais

126 Ler mais

"Droga de Doença": pobreza, toxicodependência e VIH

"Droga de Doença": pobreza, toxicodependência e VIH

Visto não ter tido acesso a qualquer inquérito por questionário, ou escala já utilizada noutros estudos que se pudesse adequar ao objectivo de estudo, o questionário aplicado foi construído consoante o que é pretendido no presente estudo. Desta forma, o nosso inquérito é composto por cinco temáticas. A primeira visa uma caracterização sócio-demográfica dos utentes inquiridos para um melhor conhecimento das características dos mesmos, nomeadamente género, idade, habilitações literárias e situação profissional. Numa segunda parte, o inquérito procura averiguar a situação económica dos inquiridos procurando conhecer os rendimentos, o tipo de habitação na qual se encontram a residir. No seguimento desta ideia procura-se conhecer a situação de consumo dos inquiridos assim como o seu histórico. Procura-se ainda conhecer a situação de saúde dos utentes. Visto encontrarem-se internados num Hospital especializado em doença infecto-contagiosas surge a questão da possível infecção e de que maneira os mesmos possam ter ficado infectados. Finalmente, e por se tratar de um estudo relativo à conclusão da licenciatura de Serviço Social é relevante conhecer as solicitações que esta área profissional recebe por parte dos utentes e em que medida consegue dar resposta.
Mostrar mais

116 Ler mais

UNIVERSIDADE FEDERAL DE JUIZ DE FORA CAED - CENTRO DE POLÍTICAS PÚBLICAS E AVALIAÇÃO DA EDUCAÇÃO PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO PROFISSIONAL EM GESTÃO E AVALIAÇÃO DA EDUCAÇÃO PÚBLICA WILLIANS KAIZER DOS SANTOS MACIEL

UNIVERSIDADE FEDERAL DE JUIZ DE FORA CAED - CENTRO DE POLÍTICAS PÚBLICAS E AVALIAÇÃO DA EDUCAÇÃO PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO PROFISSIONAL EM GESTÃO E AVALIAÇÃO DA EDUCAÇÃO PÚBLICA WILLIANS KAIZER DOS SANTOS MACIEL

O presente trabalho se propõe a identificar qual o impacto que a aplicação de recursos públicos educacionais produz na qualidade de aprendizagem no Ensino Médio utilizando como parâmetro o Índice de Desenvolvimento da Educação Básica (Ideb) no período de 2005 a 2011. Objetiva-se, neste estudo de caso, verificar se a eficiência dos investimentos financeiros públicos na área educacional é preponderante na variação do Ideb para essa etapa de ensino. Para esta pesquisa, consideram-se as informações do Investimento Público em Educação e do Ideb apenas da Rede Estadual de Ensino em todas as Unidades da Federação para a análise dos dados. Para a produção deste texto, são realizadas consultas a várias bases de dados, entre elas do Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais (Inep) e do Sistema de Informações sobre Orçamento da Educação Pública (Siope), além das literaturas referentes ao tema. Os dados e informações coletados e produzidos são tratados por meio de análise quantitativa utilizando ferramentas estatísticas e matemáticas. Esta pesquisa contribui como um instrumento para auxiliar na elaboração, implantação, monitoramento e avaliação das políticas públicas educacionais no que se refere à qualidade de ensino e aos investimentos em educação.
Mostrar mais

191 Ler mais

UNIVERSIDADE FEDERAL DE JUIZ DE FORA CAEd - CENTRO DE POLÍTICAS PÚBLICAS E AVALIAÇÃO DA DUCAÇÃO PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO PROFISSIONAL EM GESTÃO E AVALIAÇÃO DA EDUCAÇÃO PÚBLICA

UNIVERSIDADE FEDERAL DE JUIZ DE FORA CAEd - CENTRO DE POLÍTICAS PÚBLICAS E AVALIAÇÃO DA DUCAÇÃO PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO PROFISSIONAL EM GESTÃO E AVALIAÇÃO DA EDUCAÇÃO PÚBLICA

O presente estudo se propôs a investigar em que medida os Eixos Político, Gerenciamento de Dados e Pedagógico do Programa Alfabetizar com Sucesso, política pública para os anos iniciais do Ensino Fundamental da rede pública de Pernambuco, foram implementados na rede municipal de Condado. Para tanto, buscamos respostas aos seguintes questionamentos: Quais as consequências políticas educacionais no município ao fazer adesão ao PAS? Em que medida o gerenciamento, através dos indicadores de sucesso, contribuiu para a organização administrativa escolar municipal? Há contribuições da organização pedagógica adotada pelo PAS no processo ensino-aprendizagem do município? Para essa pesquisa foram utilizados dados obtidos a partir da complementaridade das abordagens qualitativa e quantitativa, em um lócus específico, o município de Condado, pertencente à Gerência Regional Mata Norte de Pernambuco. Na pesquisa qualitativa adotamos o Sistema de Rede para escolher os sujeitos da pesquisa e realizamos a entrevista semiestruturada com nove docentes que estiveram presente na implementação do PAS em Condado. Na pesquisa quantitativa, utilizamos um questionário com 41 professoras. Utilizamos, também, informações de documentos oficiais e contribuições teóricas de Adrião e Peroni (2011), Mainardes (2006), Brooke (2012), Polon (2009), entre outros. Os resultados da pesquisa indicaram que a decisão política de adesão ao PAS e o gerenciamento dos Indicadores de Sucesso foram importantes para a rede municipal de educação de Condado, tanto na opinião das nove professoras entrevistadas, quanto na opinião das 22 professoras respondentes ao questionário, as quais têm mais de cinco anos no PAS. Entretanto, uma visão diferente do grupo de professoras acima citado foi a apresentada pelas 19 professoras respondentes ao questionário, estas com menos de cinco anos de atuação no PAS. Essas docentes não reconhecem a influência do PAS nem aprovam a permanência desse Programa na rede municipal de Condado.
Mostrar mais

149 Ler mais

Show all 10000 documents...