Top PDF Novos registros de Hyphomycetes decompositores para o Estado da Bahia, Brasil.

Novos registros de Hyphomycetes decompositores para o Estado da Bahia, Brasil.

Novos registros de Hyphomycetes decompositores para o Estado da Bahia, Brasil.

RESUMO – (Novos registros de Hyphomycetes decompositores para o Estado da Bahia, Brasil). Folhas mortas de Clusia melchiorii Gleason e C. nemorosa G. Mey. foram coletadas bimestralmente na Serra da Jibóia, Bahia, no período de outubro/2005 a junho/2006. As folhas foram lavadas em água corrente e mantidas em câmara-úmida durante 30 dias. As estruturas fúngicas foram coletadas e montadas em lâminas permanentes. São apresentadas descrições e ilustrações de sete novos registros de Hyphomycetes para o Estado da Bahia [Beltrania querna Harkn., Clonostachys compactiuscula (Sacc.) D. Hawksw. & W. Gams, Dictyosporium elegans Corda, Gyrothrix verticiclada (Goid.) S. Hughes & Piroz., Pseudobotrytis terrestris (Timonin) Subram., Sporendocladia bactrospora (W.B. Kendr.) M.J. Wingf. e Stachybotrys parvispora S. Hughes].
Mostrar mais

7 Ler mais

Fungos anamórficos (Hyphomycetes) da Chapada Diamantina: novos registros para o Estado da Bahia e Brasil.

Fungos anamórficos (Hyphomycetes) da Chapada Diamantina: novos registros para o Estado da Bahia e Brasil.

RESUMO – (Fungos anamórficos (Hyphomycetes) da Chapada Diamantina: novos registros para o Estado da Bahia e Brasil). Os fungos anamórficos, caracterizados pela produção de estruturas de reprodução assexuadas, são habitantes comuns do folhedo onde desempenham papel importante na decomposição. O objetivo deste trabalho foi realizar um inventário dos fungos anamórficos associados ao folhedo de plantas da Chapada Diamantina, BA. Foram realizadas 13 expedições, de dezembro/2002 a outubro/2003, para coleta de folhedo. Para verificação da presença de fungos anamórficos o material foi submetido à técnica de lavagem sucessiva com água destilada esterilizada e posteriormente incubado em câmaras-úmidas. Lâminas permanentes com as estruturas reprodutivas dos espécimes foram confeccionadas com resina PVL e depositadas no herbário HUEFS. Das 57 espécies de fungos anamórficos identificados, nove constituem novas ocorrências para o Estado da Bahia e cinco para o Brasil: Fusariella atrovirens (Berk.) Sacc., Kiliophora ubiensis (Caneva & Rambelli) Kuthub. & Nawawi, Paraceratocladium silvestre Castañeda, Pleurotheciopsis setiformis Castañeda e Triscelophorus deficiens (Matsush.) Matsush. Incluem-se comentários e distribuição geográfica dos novos registros para o Estado da Bahia; descrições e ilustrações são apresentadas para as novas ocorrências para o Brasil.
Mostrar mais

9 Ler mais

Fungos conidiais do bioma Caatinga I. Novos registros para o continente americano, Neotrópico, América do Sul e Brasil.

Fungos conidiais do bioma Caatinga I. Novos registros para o continente americano, Neotrópico, América do Sul e Brasil.

As expedições de coleta foram realizadas em 2008, a cada dois meses, abrangendo o final do período seco (agosto e outubro) e início do periódo chuvoso (dezembro), na Serra da Fumaça, município de Pindobaçu (10°74’S e 40°36’W), Bahia, Brasil. Essa serra compõe, junto com outras, uma cadeia de serras denominadas de Serra da Jacobina, a qual se estende por cerca de 200 km no sentido norte-sul, na porção norte do estado da Bahia, com 15-25 km de largura e altitude de até 1.300 m (Milesi et al. 2002; Mascarenhas et al. 1998). Foram coletadas amostras de serapilheira em área de campo rupestre e mata ciliar, sendo que nesta última também foram coletadas amostras de material vegetal submerso em um curso d’água. As amostras, constituídas por folhas, galhos e cascas em váriados estágios de decomposição, foram acondicionadas em sacos de papel Kraft (de ambiente terrestre) ou sacos pláticos (de ambiente aquático) e transportadas ao laboratório, onde foram submetidas à técnica de isolamento direto descrita por Castañeda- Ruiz (2005). Essa técnica consiste em lavar as amostras em água corrente por 30 min, incubá-las em câmaras- úmidas a temperatura ambiente e, durante um período de 30 dias, examiná-las regularmente sob estereomicroscópio a procura de estruturas reprodutivas dos fungos conidiais. Lâminas permanentes foram confeccionadas transferindo-se as estruturas reprodutivas dos fungos conidiais para lâminas contendo resina PVL (álcool polivinílico + ácido lático + fenol). Lâminas e amostras vegetais secas foram depositadas no Herbário HUEFS (Universidade Estadual de Feira de Santana).
Mostrar mais

11 Ler mais

Duas novas ocorrências de hepáticas folhosas (Marchantiophyta) para o estado da Bahia, Brasil.

Duas novas ocorrências de hepáticas folhosas (Marchantiophyta) para o estado da Bahia, Brasil.

Dada a extensão do território brasileiro e à variedade de ambientes existentes em cada região e, apesar dos esforços empreendidos na última década, a brioflora brasileira ainda não está totalmente conhecida, visto o número de novas adições que continuamente são publicadas para as várias regiões do Brasil, tanto para musgos como para hepáticas, contando mais de 200 novos registros nos últimos anos. Cada um dos estados brasileiros enfocando-se uma região ou domínio fitogeográfico específico, conta sempre com novos registros de briófitas na medida em que sua brioflora prossegue em estudo, a exemplo de Germano & Pôrto (2004) para Pernambuco (9 spp.); Yano & Bastos (2004) para o Mato Grosso do Sul (100 spp.); Oliveira & Alves (2007) e Oliveira & Bastos (2009) para o Ceará (28 spp.); Souza et al. (2008) para Goiás (38 spp.); Yano et al. (2010) para Alagoas (86 spp.); Silva & Piassi (2010) para o Espírito Santo (4spp.); Yano & Luizi-Ponzo (2014)
Mostrar mais

6 Ler mais

Espécies de Vermiculariopsiella (Hyphomycetes) associadas a substratos vegetais em fragmento de Mata Atlântica, Serra da Jibóia, Estado da Bahia, Brasil.

Espécies de Vermiculariopsiella (Hyphomycetes) associadas a substratos vegetais em fragmento de Mata Atlântica, Serra da Jibóia, Estado da Bahia, Brasil.

RESUMO – (Espécies de Vermiculariopsiella (Hyphomycetes) associadas a substratos vegetais em fragmento de Mata Atlântica, Serra da Jibóia, Estado da Bahia, Brasil). Durante o levantamento de microfungos associados a substratos vegetais na Serra da Jibóia, Santa Terezinha, Bahia, Brasil, no período de outubro/2005 a junho/2006, foram encontradas quatro espécies de Vermiculariopsiella associadas à decomposição de folhas, pecíolos e galhos nesse ecossistema. Vermiculariopsiella. immersa (Desm.) Bender e V. cubensis (R.F. Castañeda) Nawawi, Kuthub. & B. Sutton são novos registros para a Serra da Jibóia e Estado da Bahia respectivamente e V. cornuta (V. Rao & Hoog) Nawawi, Kuthub. & B. Sutton e V. falcata Nawawi, Kuthub. & B. Sutton constituem novos registros para a América do Sul. São apresentadas descrições e ilustrações das características morfológicas das quatro espécies, informações sobre substratos e a distribuição geográfica, bem como chave para identificação de todas as espécies conhecidas de Vermiculariopsiella.
Mostrar mais

7 Ler mais

Hyphomycetes decompositores do folhedo de Tibouchina pulchra Cogn..

Hyphomycetes decompositores do folhedo de Tibouchina pulchra Cogn..

RESUMO – (Hyphomycetes decompositores do folhedo de Tibouchina pulchra Cogn.). Durante o levantamento de fungos mitospóricos associados ao folhedo de Tibouchina pulchra Cogn. coletado na Reserva Biológica de Paranapiacaba (Mata Atlântica), Santo André, estado de São Paulo, vinte e dois Hyphomycetes foram isolados. As folhas passaram pela técnica da lavagem sucessiva de substratos com água destilada esterilizada e foram incubadas em câmaras-úmidas. Três espécies constituem novos registros para o Brasil, Rhinocladiella cristaspora Matsushima, Venustusynnema ciliata (Castañeda, G. Arnold & A. Guerra) Castañeda & Kendrick e Vermiculariopsiella cubensis (Castañeda) Nawawi, Kuthubutheen & Sutton; para essas são apresentadas descrições, distribuição geográfica, comentários e ilustrações.
Mostrar mais

9 Ler mais

Novos registros de briófitas para Pernambuco, Brasil.

Novos registros de briófitas para Pernambuco, Brasil.

Em histórico sobre o conhecimento das briófitas do Nordeste do Brasil, Pôrto (1996) apontou Pernambuco e Bahia como os Estados com maior aporte de informações. No que diz respeito particularmente a Pernambuco, diversos trabalhos sistemáticos têm sido desenvolvidos, sobretudo nas duas últimas décadas, o que permitiu a Pôrto & Germano (2002) compilarem 315 espécies de briófitas para o Estado. Estes valores correspondem a cerca de 10% do total de espécies referidos para o Brasil por Yano (1996). A maioria dos registros (cerca de 80%) são provenientes de refúgios de Floresta Atlântica sensu lato, dos quais fazem parte remanescentes costeiros de terras baixas (Pôrto 1990; Pôrto et al. 1993; Germano & Pôrto 1996; 1998a; 1998b; Sá & Pôrto 1996), ou submontanas, conhecidas regional- mente como florestas serranas dos brejos de altitude (Yano & Andrade-Lima 1987; Pôrto 1990; Pôrto et al. 1999; 2000; Valdevino et al. 2002). Nestas formações,
Mostrar mais

8 Ler mais

Novos registros de Aphyllophorales para o Brasil.

Novos registros de Aphyllophorales para o Brasil.

Góes-Neto, A. 1994. Diagnóstico da biodiversidade de macromicetos do Estado da Bahia: evolução histórica e situação atual. Monografia de Bacha- relado. Universidade Federal da Bahia, Salvador. Grace, J. K.; Goodwell, B. S.; Jones, W .E .; Chandhoke, V. & Jellison, J. 1992. Evidence for inhibition of termite (Isoptera: Rhinotermitidade) feeding by extracellular metabolites of a wood decay fungus. Proceedings, Haiwaiian Entomological Society 31: 249-252.

5 Ler mais

Fungos anamorfos (hyphomycetes) da Floresta Nacional de Caxiuanã, Pará, Brasil: novos registros para o Neotrópico.

Fungos anamorfos (hyphomycetes) da Floresta Nacional de Caxiuanã, Pará, Brasil: novos registros para o Neotrópico.

RESUMO – (Fungos Anamorfos (hyphomycetes) da Floresta Nacional de Caxiuanã, Pará, Brasil. Novos registros para o Neotrópico). Os hifomicetos são importantes decompositores e recicladores da matéria orgânica morta no ambiente e podem ser importantes patógenos de plantas e animais. Como parte do inventário da diversidade dos fungos sobre palmeiras da Amazônia Oriental, no sítio do Programa de Biodiversidade da Amazônia (PPBIO), na Floresta Nacional de Caxiuanã, Pará, foram identifi cados cinco novos registros de hifomicetos para o Neotrópico: Camposporium fusisporum Whitton, McKenzie & Hyde; Cylindrocarpon curtum Bugnicourt; Minimidochium microsporum Matsush.; Sporidesmiella aspera Kuthub. & Nawawi; Sporidesmium ghanaense M.B. Ellis. Stachybotrys theobromae Hansf. é citado pela primeira vez para o Brasil.
Mostrar mais

3 Ler mais

Fungos anamórficos (Hyphomycetes) no Semi-árido do Estado da Bahia, Brasil.

Fungos anamórficos (Hyphomycetes) no Semi-árido do Estado da Bahia, Brasil.

norte de Minas Gerais e quase todos os estados do Nordeste, excluindo-se o Maranhão. Nessa região o aspecto fitofisionômico predominante é a caatinga, ocorrendo outros tipos vegetacionais como matas úmidas, matas estacionais, cerrados, tabuleiros e campos rupestres. Estudos sobre fungos anamórficos decompositores do folhedo nos ecossistemas brasileiros são escassos, como salientado por Grandi (1991). Maia & Gibertoni (2002), em inventário da diversidade de fungos no semi-árido nordestino apresentaram um check list com 451 espécies distribuídas entre os Filos Ascomycota, Basidiomycota, Oomycota, Zygomycota (incluindo a ordem Glomales, atualmente Glomeromycota) e os fungos anamórficos, sendo estes representados por 198 espécies distribuídas em 82 gêneros. Gusmão, comunicação pessoal, em levantamento bibliográfico e de herbários na mesma região observou a ocorrência de 437 espécies de fungos anamórficos distribuídos em 188 gêneros. Esse número ainda pode ser considerado pequeno quando comparado ao número de espécies descritas, cerca de 80.000 (Kirk et al. 2001) e à estimativa de 1,5 milhão
Mostrar mais

8 Ler mais

MARIA TEREZA GARCIA TEIXEIRA FORMAÇÃO DE GESTORES ESCOLARES NO ESTADO DE GOIÁS: O CURSO DE ESPECIALIZAÇÃO EM GESTÃO E AVALIAÇÃO DA EDUCAÇÃO PÚBLICA

MARIA TEREZA GARCIA TEIXEIRA FORMAÇÃO DE GESTORES ESCOLARES NO ESTADO DE GOIÁS: O CURSO DE ESPECIALIZAÇÃO EM GESTÃO E AVALIAÇÃO DA EDUCAÇÃO PÚBLICA

Além dos procedimentos, eram apresentadas também as competências esperadas que os gestores adquirissem, além dos direitos e deveres dos cursistas. Sobre as competências destacam-se: a) identificar as implicações do direito à educação básica de qualidade no contexto do estado democrático; b) participar da elaboração coletiva do Projeto Político Pedagógico da escola; c) identificar as responsabilidades do dirigente escolar; d) propor estratégias para gerenciar a escola; e) administrar e controlar o orçamento da escola; f) colaborar com outras escolas de forma participativa e contextualizada; g) articular as diferentes dimensões da gestão educacional; h) aprimorar a interação entre gestores, comunidade e órgãos centrais; i) solucionar conflitos por meio de ações variadas e criativas; j) promover a integração da escola com a família e a comunidade; k) mobilizar para o trabalho coletivo; l) acompanhar e avaliar as ações na escola; m) reconhecer as diversidades; n) acompanhar e participar das avaliações internas e externas (CAED, 2012a).
Mostrar mais

127 Ler mais

UNIVERSIDADE FEDERAL DE JUIZ DE FORA CAEd- CENTRO DE POLÍTICAS PÚBLICAS E AVALIAÇÃO DA EDUCAÇÃO PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO PROFISSIONAL EM GESTÃO E AVALIAÇÃO DA EDUCAÇÃO PÚBLICA

UNIVERSIDADE FEDERAL DE JUIZ DE FORA CAEd- CENTRO DE POLÍTICAS PÚBLICAS E AVALIAÇÃO DA EDUCAÇÃO PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO PROFISSIONAL EM GESTÃO E AVALIAÇÃO DA EDUCAÇÃO PÚBLICA

Sou aluna do Mestrado Profissional em Gestão e Avaliação da Educação Pública da Universidade Federal de Juiz de Fora. O objetivo desta pesquisa é analisar quatro escolas da Regional Serrana II no contexto da implementação do Planejamento Estratégico da Secretaria de Estado de Educação do Rio de Janeiro a partir de janeiro de 2011 até dezembro de 2012. Os dados coletados com este instrumento poderão colaborar para a análise da implementação do Programa de Educação na Regional Serrana II, oferecendo instrumentos para análise e possibilidades de mudanças e proposições de novas ações no âmbito da gestão que proporcionem um trabalho diferenciado que leve as escolas pesquisadas a melhorarem o desempenho dos alunos e, assim, alcançarem suas metas. Solicito assim, a sua colaboração, preenchendo o questionário abaixo. .
Mostrar mais

104 Ler mais

Novos registros genéricos de Rapateaceae para Rondônia, Brasil

Novos registros genéricos de Rapateaceae para Rondônia, Brasil

Rapateaceae é uma família de monocotiledôneas centrada na região do Escudo das Guianas da América do Sul. Este artigo relata o registro de quatro gêneros de Rapateaceae para o estado de Rondônia, norte do Brasil. Cephalostemon gracilis (Poepp. & Endl.) R.H.Schomb., Duckea cyperaceoidea (Ducke) Maguire, Monotrema xyridoides Gleason e Schoenocephalium cucullatum Maguire são registrados em áreas de baixa altitude, ocorrendo em savanas e ecossistemas de campinas e campinaras no estado. Estas descobertas aumentam significativamente a diversidade conhecida de táxons de Rapateaceae para Rondônia, bem como representam uma extensão de sua distribuição geográfica para um estado que não tem nenhuma parte de seu território incluído no Escudo das Guianas.
Mostrar mais

8 Ler mais

O PROGRAMA DE EDUCAÇÃO PROFISSIONAL DE NÍVEL MÉDIO INTEGRADO NO ESTADO DO CEARÁ: AVALIAR PARA AVANÇAR – Mestrado em Gestão e Avaliação da Educação Pública

O PROGRAMA DE EDUCAÇÃO PROFISSIONAL DE NÍVEL MÉDIO INTEGRADO NO ESTADO DO CEARÁ: AVALIAR PARA AVANÇAR – Mestrado em Gestão e Avaliação da Educação Pública

Esta dissertação expõe os resultados de uma pesquisa que teve como objetivo investigar e analisar o Programa de Educação Profissional Técnica integrado ao Ensino Médio no estado do Ceará, entre os anos de 2008 a 2011 em dez escolas da Rede Estadual de Educação do Estado do Ceará. Trata-se de uma pesquisa de campo, onde se recorre, também, à análise documental e bibliográfica a partir da qual é descrito o panorama da educação profissional de nível médio integrado no referido estado a partir da década de 90 e a rápida expansão da oferta dessa modalidade de ensino no estado a partir do ano de 2008. Também expomos as características gerais das escolas profissionais do estado e seus principais indicadores, os quais são utilizados como base para a análise do desempenho do programa ao final do seu primeiro ciclo. Analisamos, especialmente, aspectos relacionados à organização curricular e suas possibilidades de subsidiar a construção de um projeto educacional comprometido com a formação técnica de nível médio em uma perspectiva cidadã e emancipadora. Por fim, apresentamos um Plano de Ação Educacional (PAE) com ações estratégicas que apontam alternativas aos problemas e dificuldades detectadas durante a realização de pesquisa, para a implementação e desenvolvimento dos procedimentos correspondentes ao programa no âmbito das escolas no sentido de alcançar os objetivos propostos.
Mostrar mais

171 Ler mais

O PROGRAMA DE INTERVENÇÃO PEDAGÓGICA DA SECRETARIA DE ESTADO DE EDUCAÇÃO DE MINAS GERAIS: O QUE OS FATORES CONTEXTUAIS TÊM A VER COM ISSO? – Mestrado em Gestão e Avaliação da Educação Pública

O PROGRAMA DE INTERVENÇÃO PEDAGÓGICA DA SECRETARIA DE ESTADO DE EDUCAÇÃO DE MINAS GERAIS: O QUE OS FATORES CONTEXTUAIS TÊM A VER COM ISSO? – Mestrado em Gestão e Avaliação da Educação Pública

A presente pesquisa, desenvolvida no âmbito do Programa de Pós-Graduação Profissional em Gestão e Avaliação da Educação Pública da Universidade Federal de Juiz de Fora, constitui- se como um estudo de caso sobre o desenvolvimento do Programa de Intervenção Pedagógica Alfabetização no Tempo Certo (PIP/ATC), da Secretaria de Estado de Educação de Minas Gerais, em uma escola que atende aos Anos Iniciais do Ensino Fundamental, localizada em um bairro periférico de um município com aproximadamente 56 mil habitantes, na Zona da Mata Mineira. Neste cenário, uma aparente desmotivação dos docentes, que reclamam do abandono moral e intelectual das famílias em relação aos seus tutelados – alunos em que o comportamento violento e indisciplinado parece ser predominante – em meio a um contexto aparentemente conturbado, em que o resultado do rendimento educacional não tem evoluído de forma satisfatória, mesmo a escola estando sujeita ao PIP/ATC. Com base nessa realidade, delinearam-se os seguintes objetivos: (i) analisar o cotidiano da escola diante da queda dos resultados educacionais em meio a um cenário de indisciplina e violência entre os alunos e de uma aparente desmotivação generalizada entre os profissionais envolvidos; (ii) revelar os fatores que não contribuíram para a garantia de um percurso escolar de qualidade para todos os alunos; (iii) refletir sobre a natureza e a ação das intervenções pedagógicas, considerando as concepções de cultura escolar, clima educacional e eficácia na gestão educacional. A pesquisa de campo, de base qualitativa, constituiu-se pela observação na escola e na Superintendência Regional de Ensino; a análise documental de dados públicos associados aos resultados de avaliações sistêmicas estaduais e disponibilizados pelo IBGE; e entrevistas realizadas com profissionais das duas instituições. A pesquisa nos possibilitou compreender limitações do PIP/ATC não somente na escola investigada, mas também permitiu questionamentos sobre as próprias bases do Programa. Com base em tudo o que foi diagnosticado e analisado, conclui-se a dissertação com a proposta de uma ação mediadora que considere também os fatores contextuais e contribua para o desenvolvimento equitativo dos alunos e para um clima escolar mais favorável à aprendizagem.
Mostrar mais

148 Ler mais

NOVOS REGISTROS DE VERBENACEAE PARA O ESPÍRITO SANTO, BRASIL

NOVOS REGISTROS DE VERBENACEAE PARA O ESPÍRITO SANTO, BRASIL

constitutes an important center of diversity of the genus, with nine species, of which three are endemic (BFG, 2015). Its representatives are found in Goiás (SALIMENA et al., 2016), Acre, Amazonas, Pará, Rondônia, Roraima, Bahia, Distrito Federal, Mato Grosso, Minas Gerais, São Paulo, Paraná, Santa Catarina, and with possible occurrences for Rio de Janeiro (BFG, 2015). In the present study, it was recorded for the first time the occurrence of this genus in Espírito Santo, with a specimen of Petrea volubilis. For Brazil, occurrence of this species was recorded for Amazonas, Bahia, Minas Gerais, Pará, Paraná, São Paulo, Santa Catarina, Distrito Federal and Goiás until then (BFG, 2015)(SALIMENA et al., 2016), thus increasing now its distribution in the Brazilian territory.
Mostrar mais

7 Ler mais

Holotúrias do litoral da Bahia (Echinodermata: Holothuroidea): inventário e novos registros

Holotúrias do litoral da Bahia (Echinodermata: Holothuroidea): inventário e novos registros

A maioria dos trabalhos supracitados limita- -se à fauna de holotúrias das praias metropolitanas de Salvador (Alves & Cerqueira, 2000; Magalhães et al., 2005; Martins et al., 2012b) e de localidades na região sul do estado, tais como Porto Seguro e os recifes de Abrolhos (Verrill, 1868; Magalhães et al., 2005). Consequentemente, dentro do próprio es- tado ainda existem lacunas no conhecimento da biodiversidade. Locais como a Baía de Camamú, onde diversos outros grupos taxonômicos tais como Crustacea e Mollusca estão sendo registrados (Almeida et al., 2003; 2007; Dias & Bonecker, 2006;
Mostrar mais

6 Ler mais

Novos registros de samambaias para a Amazônia Brasileira.

Novos registros de samambaias para a Amazônia Brasileira.

Pecluma pilosa pode ser diferenciada das demais espécies do gênero ocorrentes na área pelo pecíolo e raque castanho-avermelhados e pela presença de tricomas (ca. 0,3 mm comp.) circundando os soros. Coletada como epífita sobre tronco vivo, próximo a um igarapé em floresta de terra firme submontana, a ca. 500 m de altitude. Ocorre da Venezuela à Bolívia (Prado 2005) e Brasil (AM, BA, ES, MG, RJ, SP; Prado 2005).

6 Ler mais

Bovista (Lycoperdaceae): dois novos registros para o Brasil.

Bovista (Lycoperdaceae): dois novos registros para o Brasil.

(22º15’-22º16’S e 47º08’-47º12’W), ambas localizadas no Estado de São Paulo. Foram efetuadas ainda visitas mensais no período chuvoso de 2002, em áreas do semi-árido nordestino: Reserva Biológica de Serra Negra (8º38’-8º35’S e 38º02’-38º04’W) e Reserva Biológica de Saltinho (8º43’-8º45’S e 35º10’- 35º10’W), situadas no Estado de Pernambuco. Estas localidades foram escolhidas como parte de dois projetos mais amplos que visam o levantamento da diversidade dos gasteromicetos no cerrado e semi- árido nordestino.

5 Ler mais

Show all 10000 documents...