Top PDF Padrão polínico utilizado por Tetragonisca angustula Latreille (Apidae: Meliponina).

Padrão polínico utilizado por Tetragonisca angustula Latreille (Apidae: Meliponina).

Padrão polínico utilizado por Tetragonisca angustula Latreille (Apidae: Meliponina).

(Padrão polínico utilizado por Tetragonisca angustula Latreille (Apidae: Meliponina)). O presente estudo objetivou quantifi car e avaliar a carga polínica classifi cada por coloração encontrada nas corbículas de Tetragonisca angustula Latreille (Apidae: Meliponina). Os grãos de pólen encontrados nas corbículas de T. angustula no período estudado foram de 18 tipos polínicos pertencentes a 16 famílias vegetais. As cores predominantes indicaram uma diversidade de tipos polínicos. A coloração amarela obteve maior riqueza de espécies, sendo indicativo de preferência de cor pela T. angustula. A cor marrom foi a que apresentou a menor freqüência de grãos de pólen e a cor abóbora com a menor riqueza de tipos polínicos. As cores com tonalidades claras foram as mais representativas em número de grãos coletados. Os tipos polínicos mais freqüentes foram Meliaceae, Myrtaceae (Eucalyptus spp.), Piper mollicomum (Piperaceae), Schizolobium parahyba (Caesalpiniaceae) e Tibouchina granulosa (Melastomataceae).
Mostrar mais

3 Ler mais

Ritmo circadiano da taxa respiratória de Tetragonisca angustula fiebrigi (Schwarz), T. a. angustula (Latreille) e Trigona spinipes (Fabricius) (Hymenoptera, Apidae, Meliponinae).

Ritmo circadiano da taxa respiratória de Tetragonisca angustula fiebrigi (Schwarz), T. a. angustula (Latreille) e Trigona spinipes (Fabricius) (Hymenoptera, Apidae, Meliponinae).

RESUMO. Foi determinado em operárias isoladas de Tetragonisca angustula fiebrigi (Schwarz, 1938), T. a. angustula (Latreille, 1807) e Trigona spinipes (Fabricius, 1793) o ritmo circadiano das taxas respiratórias médias (VO 2 ) em condições de ciclo normal (dia/claro e noite/escuro), durante a primavera. O consumo de oxigênio foi determi- nado a 30ºC usando um respirômetro de Warburg. A análise estatística dos resultados revelou interações significativas entre intervalos de tempo e entre as espécies. Foram comparadas as taxas respiratórias usando o teste do Tukey. Um padrão definido de ritmo circadiano metabólico foi observado para ambas as espécies, apresentando um maior consumo de oxigênio durante o dia, com um pico entre 10:00 e 15:00. À noite o consumo diminuiu, alcançando os níveis mínimos entre 2:00 e 3:00. Tetragonisca angustula angustula e T. a. fiebrigi não apresentaram diferenças significativas entre si, mas diferiram de T. spinipes, que apresentou taxas respiratórias maiores.
Mostrar mais

7 Ler mais

Composição de amostras de mel de abelha Jataí (Tetragonisca angustula latreille, 1811).

Composição de amostras de mel de abelha Jataí (Tetragonisca angustula latreille, 1811).

As características físico-químicas do mel produzido pelas abelhas sem ferrão ainda são pouco conhecidas, principalmente devido à elevada diversidade da flora apícola e à baixa produção que é inerente a estas espécies. O objetivo deste trabalho foi determinar as características físico-químicas de 20 amostras de mel de Jataí (Tetragonisca angustula), do município de Piracicaba, estado de São Paulo, contribuindo para o estabelecimento de um padrão de qualidade do mel das abelhas sem ferrão brasileiras, possibilitando o controle da fraude deste produto. Desta maneira, as seguintes análises foram realizadas: açúcares totais, açúcares redutores, sacarose aparente, umidade, hidroximetilfurfural, proteínas, cinzas, pH, acidez, índice de formol, condutividade elétrica, cor, atividade diastásica e atividade de água. Os resultados demonstram que a legislação atual, referente ao mel de Apis mellifera, não é adequada para todos os caracteres analisados, reforçando a necessidade de um padrão próprio para os méis de meliponíneos.
Mostrar mais

7 Ler mais

Toxicidade de inseticidas organofosforados para as abelhas sem ferrão Scaptotrigona bipunctata e Tetragonisca fiebrigi

Toxicidade de inseticidas organofosforados para as abelhas sem ferrão Scaptotrigona bipunctata e Tetragonisca fiebrigi

Tendo em vista a importância do serviço de polinização prestado pelas abelhas e a ampla utilização de inseticidas no Brasil, o presente estudo avalia a resposta de toxicidade dos inseticidas organofosforados clorpirifós (Lorsban ® ) e fosmete (Imidan ® ) para as abelhas nativas Scaptotrigona bipunctata e Tetragonisca fiebrigi. Essas duas espécies de abelhas apresentam ampla distribuição geográfica e podem ser manejadas comercialmente para fins de produção de mel e polinização agrícola.

60 Ler mais

Germinação de pólen e aplicação de ácido bórico em botões florais de nespereiras.

Germinação de pólen e aplicação de ácido bórico em botões florais de nespereiras.

Após o estabelecimento do meio de cultura básico para a germinação do pólen da nespereira e a determinação do tempo de emissão do tubo polínico, estágio de desenvolvimento floral para coleta das anteras e horário de coleta dos botões, os grãos de pólen de nove cultivares de nespereira foram submetidos à germinação in vitro, para avaliação de sua capacidade de germinação. As cultivares utilizadas foram: Mizauto, Mizuho, Fukuhara, Parmogi, Centenária, Kurisaki, Néctar de Cristal, Mizumo e Precoce de Campinas. Os botões florais foram coletados na coleção de nespereira do Núcleo de Produção de Mudas de São Bento do Sapucaí, SP, da Coordenadoria de Assistência Técnica Integral (Cati) e o experimento foi realizado na Universidade Federal de Lavras.
Mostrar mais

7 Ler mais

MORFOLOGIA POLÍNICA DE CAPPARIS L. (CAPPARACEAE JUSS.) DE PERNAMBUCO, BRASIV

MORFOLOGIA POLÍNICA DE CAPPARIS L. (CAPPARACEAE JUSS.) DE PERNAMBUCO, BRASIV

A morfologia polínica destas espécies confirma em parte este posicionamento, pois apesar de terem o mesmo tipo polínico de escultura (reticulado), os grãos de pólen[r]

9 Ler mais

ANÁLISE DAS CARACTERÍSTICAS ONDULATÓRIAS DA TÉCNICA DE BRUÇOS COM SNORKEL

ANÁLISE DAS CARACTERÍSTICAS ONDULATÓRIAS DA TÉCNICA DE BRUÇOS COM SNORKEL

O número de Strouhal (St) é um número adimensional que traduz o padrão de movimento oscilatório, baseando-se na frequência gestual (Hz) multiplicada pela amplitude dos MI (dada pelo tornozelo) e dividida pela velocidade de nado. Em média o número de Strouhal foi igual a 0.53 com uma amplitude média de 0.12 m variando entre 0.08 m e 0.18 m .

6 Ler mais

Caracterização e quantificação de novas substâncias psicoativas por ressonância magnética nuclear

Caracterização e quantificação de novas substâncias psicoativas por ressonância magnética nuclear

8 muito importantes frente às outras técnicas, sendo elas: a falta de necessidade de calibração repetidamente, uma vez que o equipamento se mantém estável por mais tempo, o baixo tempo de análise, a técnica não é destrutiva, a possibilidade de determinar mais de um analito em uma mistura, o fácil preparo de amostra, entre outros. Mas o que torna a RMN uma técnica tão eficaz e favorável para a quantificação é o fato de esta ser uma técnica primária ou técnica absoluta, isto é, por existir uma relação de proporcionalidade entre a concentração do analito e o sinal analítico, eliminando assim a necessidade do uso de material de referência contendo o analito de trabalho 8,9 . A depender do padrão de referência (padrões analíticos), em muitos casos, este pode ser muito difícil de ser encontrado e/ou, ser extremamente caro, o que torna a análise inviável. No âmbito da química forense, isso se torna ainda mais importante, já que a rapidez com que as novas substâncias surgem é extremamente alta, e o desenvolvimento de materiais de referência é difícil 9,10 .
Mostrar mais

134 Ler mais

Variabilidade genética e morfológica em populações de Trichodactylus fluviatilis...

Variabilidade genética e morfológica em populações de Trichodactylus fluviatilis...

Dentre os genes mitocondriais que vêm sendo utilizados em estudos populacionais e sobre relações filogenéticas em crustáceos decápodos, destacam-se o 16S rRNA e o citocromo c oxidase subunidade I (COI) (Schubart, 2000; Harrison, 2004; Francisco & Galetti Júnior, 2005; Daniels et al., 2006; Liu et al., 2007; Mantelatto et al., 2007; Schubart et al., 2008; Mantelatto et al., 2009a e b; Pileggi & Mantelatto, 2010; Vergamini et al., 2011; Rossi & Mantelatto, 2013). O gene 16S é um gene estrutural, não codificante, cuja combinação de regiões conservadas e variáveis é provavelmente um dos motivos de sua grande popularidade em estudos sobre reconstruções filogenéticas animais (Schubart, 2000). Este gene, por ser mais conservado e ser um marcador capaz de distinguir variações no âmbito específico, foi utilizado com a finalidade de testar a validade da espécie e também contextualizar as populações. O gene COI por ser menos conservado foi escolhido para mapear a estrutura e variabilidade genética entre as populações reconhecidas morfologicamente como T. fluviatilis.
Mostrar mais

113 Ler mais

Dinâmica dos Espodossolos, da vegetação e do clima durante o Quaternário tardio na...

Dinâmica dos Espodossolos, da vegetação e do clima durante o Quaternário tardio na...

Além de Urticaceae/Moraceae, o sedimento superficial da Lagoa do Macuco apresenta outros táxons constituintes do sinal polínico de matas de tabuleiro, tais como Celtis, Chrysophyllum, Ficus, Rinorea, Sapotaceae, Sloanea e o tipo indeterminado 4CPeq. Com exceção de Chrysophyllum, tais táxons apresentam frequências baixas, menores que 1%. No entanto, esses valores concordam com aqueles obtidos para a precipitação polínica em ambiente de floresta de tabuleiros, onde esses táxons também apresentaram baixas frequências. A ausência de outros táxons raros, mas importantes para a caracterização do sinal polínico da mata de tabueiro da região de Linhares (tais como Caryocar, Glycydendron, Malpighiaceae, Pera, Pseudobombax, Virola, etc), pode estar relacionada ao esforço amostral utilizado na análise polínica do sedimento, o qual consistiu em interromper a contagem quando da totalização de 300 grãos representativos de táxons arbóreos e arbustivos. Na amostra em questão a grande quantidade de grãos de pólen de Cecropia (145 grãos contados) contribuiu para a rápida totalização dos 300 grãos arbóreos e interrupção da contagem, impedindo que tipos raros, mas importantes para caracterização da mata de tabueliro, fossem encontrados.
Mostrar mais

164 Ler mais

REPORT OF SCYLLARUS CHACEI HOLTHUIS, 1960 (DECAPODA, SCYLLARIDAE) IN AMAPÁ STATE CONTINENTAL SHELF OF BRAZIL

REPORT OF SCYLLARUS CHACEI HOLTHUIS, 1960 (DECAPODA, SCYLLARIDAE) IN AMAPÁ STATE CONTINENTAL SHELF OF BRAZIL

shrimp trawling net at depths between 16 and 97 m, capturing the target species Farfantepenaeus subtilis (Pérez-Farfante, 1967) and Farfantepenaeus brasiliensis (Latreille, 1817) and associated fauna comprising fish and invertebrates. The collecting position was obtained using the ArcGis (ESRI, 2008) software. On board, biological material was packed in suitable containers and stored in a refrigerating chamber.

7 Ler mais

Superfamily Squilloidea Latreille, 1802 Family Squillidae Latreille, 1802

Superfamily Squilloidea Latreille, 1802 Family Squillidae Latreille, 1802

of Stomatopoda were included in the genus Squilla Fabricius, 1787, family Squillidae Latreille, 1802. In a major revision of Squillidae, Manning (1968) restricted the genus Squilla to species occurring in the Atlanto- East Pacific regions and erected numerous new genera to accommodate the Indo-West Pacific species as well as several Atlanto-East Pacific species. Significant subsequent revisions to Squillidae have recognized a total of 47 genera to date (Manning and Camp, 1983; Manning, 1995; Manning and Heard, 1997; Ahyong, 2001; 2013). Comprehensive phylogenetic analyses of the Squillidae recognized several generic groups within the family (Ahyong, 2005) and corroborated speculation by Manning and Camp (1983) and Manning and Heard (1997) in finding the Atlanto-East Pacific genus Squilla (as restricted by Manning, 1968) to be polyphyletic, and identified further polyphyly in the genus Oratosquilla Manning, 1968. Among these, two species that have often been mentioned in literature but which are poorly documented taxonomically were found not to be closely related to the respective type species of their assigned genera: Squilla parva Bigelow, 1891 (eastern Pacific) was found to lie outside the primary Squilla group (that including the type species, Squilla mantis Linnaeus, 1758), and Oratosquilla kempi (Schmitt, 1931) (western Pacific) was found to be distantly removed from other species of Oratosquilla. Although both Squilla and Oratosquilla are subject to further ongoing study, we herein redescribe S. parva and O. kempi based on type and other material, and propose two new genera for their reception, increasing the number of squillid genera to 49.
Mostrar mais

12 Ler mais

Atividade antiviral e virucida de extratos hidroalcoólicos de própolis marrom, verde e de abelhas Jataí (Tetragonisca angustula) frente ao herpersvírus bovino tipo 1 (BoHV-1) e ao vírus da diarreia viral bovina (BVDV)

Atividade antiviral e virucida de extratos hidroalcoólicos de própolis marrom, verde e de abelhas Jataí (Tetragonisca angustula) frente ao herpersvírus bovino tipo 1 (BoHV-1) e ao vírus da diarreia viral bovina (BVDV)

ABSTRACT.- Peter C.M., Picoli T., Zani J.L., Latosinski G.S., Lima M., Vargas G.D., Hübner S.O. & Fischer G. 2017. [Antiviral and virucidal activity of hydroalcoholic extracts of propo- lis brown, green and jataí bees (Tetragonisca angustula) against Bovine Herpesvirus Type-1 (BoHV-1) and Bovine Viral Diarrhea Virus (BVDV).] Atividade antiviral e virucida de extratos hidroalcoólicos de própolis marrom, verde e de abelhas jataí (Tetragonisca an- gustula) frente ao Herpersvírus Bovino tipo 1 (BoHV-1) e ao Vírus da Diarreia Viral Bovina (BVDV). Pesquisa Veterinária Brasileira 37(7):667-675. Departamento de Veterinária Preven- tiva, Universidade Federal de Pelotas, Campus Capão do Leão, Avenida Eliseu Maciel s/n, Jar- dim América, Capão do Leão, RS 96900-010, Brazil. E-mail: cristina_peter@hotmail.com
Mostrar mais

9 Ler mais

Análise estrutural de um ferramentador pelo método dos elementos finitos

Análise estrutural de um ferramentador pelo método dos elementos finitos

Na segunda situação (situação 02 (PP + OP)) o fermentador com peso próprio e operação, os valores obtidos ultrapassam a tensão última do aço estrutural utilizado nas partes analisadas como: teto, costado, viga de transição e colunas. A pressão interna manométrica aplicada de 4,9 x 10 4 [Pa] ou 0,5 [bar] foi fator impactante para causar tensões elevadas no costado e teto, também foi observado na junção entre o primeiro anel e teto, ponto de concentrações de tensões.

108 Ler mais

Cad. Saúde Pública  vol.23 número11

Cad. Saúde Pública vol.23 número11

Ocorrência de espécies de Culicoides Latreille (Diptera, Ceratopogonidae) na área metropolitana de São Luís, Maranhão, Brasil Occurrence of Culicoides Latreille species (Diptera, Ce[r]

2 Ler mais

Dinâmica do ciclo de vida da lagosta panulirus argus  na plataforma continental da margem equatorial brasileira

Dinâmica do ciclo de vida da lagosta panulirus argus na plataforma continental da margem equatorial brasileira

Figura 21 - Índice de abundância mensal dos adultos de Panulirus argus (a) e Panulirus laevicauda (b) na área D (Figura 15). A linha contínua paralela ao eixo da abscissa representa a abundância média e as linhas descontínuas, o intervalo de confiança para o 95%.....................................................................65 Figura 22 - Estrutura do tamanho relativo das fêmeas de lagostas Panulirus argus coletadas na plataforma continental do Nordeste do Brasil, região de Acaraú - CE. Período 2014-2015.......................................................................66 Figura 23 - Estrutura do tamanho relativo das fêmeas de lagostas Panulirus argus (Latreille, 1804) coletadas na plataforma continental do Nordeste do Brasil. Período 2001-2003................................................................................67 Figura 24 - Esboço teórico do padrão de recrutamento da lagosta Panulirus argus (Latreille, 1804), na plataforma continental do Brasil, referente à evolução de uma coorte desde o nascimento, representado pelo ciclo de reprodução, no momento em que recruta na costa brasileira (recrutamento larval), aos criadouros da fase juvenil e finalmente à população adulta............70 Figura 25 - Padrão estacional da descarga média do rio (1968-2015) Amazonas (m³/seg) comparados com outros rios da região Norte e Nordeste do Brasil: rio Acaraú (2005-2015), rio Tocantins (1978-2015), rio Tapajós (1968- 2013), rio Parnaíba (1982-2007) e rio Gurupi (1972-2015)...............................73 Figura 26 - Relação entre índice de abundância média dos puerulus da lagosta Panulirus argus (Latreille, 1804) e a descarga média do rio Amazonas (m³/seg) entre 1970-2015 (línea continua escura) e seu intervalo de confiança para 95% (línea descontínua)............................................................................................74 Figura 27 - Relação entre o índice de abundância dos juvenis da lagosta Panulirus argus (Latreille, 1804) e a descarga média do rio Amazona (m³/seg) entre 1970-2015 (línea continua escura) e seu intervalo de confiança para 95% (línea descontinua). Período: 2014-2015 ..........................................................75
Mostrar mais

101 Ler mais

Síntese do padrão difratomérico de Óxido de Cério para determinação da largura instrumental

Síntese do padrão difratomérico de Óxido de Cério para determinação da largura instrumental

Baseado nos resultados obtidos, conclui-se que o óxido de cério tem um alto potencial para ser utilizado como material padrão de referência para determinação da largura instrumental. Servindo como uma opção além do hexaboreto de lantânio. Os valores das larguras dos picos de difração nos difratogramas do apresentam-se muito semelhantes aos do . O nível de microdeformação óxido de cério, também é tão baixo quanto o do hexaboreto de lantânio. Os resultados de EDS indicaram pouquís- simos elementos “estranhos”, mostrando uma compatibilidade entre ambos os materiais, e as formas das partículas do observadas por microscopia apresentam-se compa- ráveis com o .
Mostrar mais

88 Ler mais

Receptividade do estigma e desenvolvimento do tubo polínico em flores de pessegueiro submetidas à temperatura elevada.

Receptividade do estigma e desenvolvimento do tubo polínico em flores de pessegueiro submetidas à temperatura elevada.

Em ambos os experimentos, dez flores, por repetição, foram polinizadas nos tempos zero, 24, 48 e 72 horas após a emasculação. Para a polinização, foi utilizado sempre o mesmo pólen (Conserva 693, com viabilidade de 58%). Passadas 24 horas após a polinização, os pistilos foram coletados e colocados em frascos contendo fixativo FAA (formol, ácido acético e álcool etílico 1:1:8) e armazenados em geladeira (4°C). Para a observação do número de grãos de pólen aderidos ao estigma e a percentagem de grãos de pólen germinados, foi utilizado o método descrito por WILSON & BROWN (1957), adaptado para frutíferas (CARVALHO & RASEIRA, 1989). A montagem da lâmina foi feita com Lacmóide diluído duas vezes e a visualização dos pistilos, em microscópio óptico com ocular de 10x e objetiva de 40x.
Mostrar mais

7 Ler mais

Controlo ótimo da atitude de um helicóptero com falha de atuadores

Controlo ótimo da atitude de um helicóptero com falha de atuadores

Para implementar as falhas é utilizado o modelo de falhas com redução da efetividade nos atuadores. Para todos os modos em análise, obteve-se o mesmo padrão de resu[r]

120 Ler mais

Show all 9717 documents...

temas relacionados