Top PDF Processos e estratégias de envelhecimento

Exercício físico como fator de prevenção aos processos inflamatórios decorrentes do envelhecimento.

Exercício físico como fator de prevenção aos processos inflamatórios decorrentes do envelhecimento.

Resumo: Ao longo do processo de envelhecimento observa-se complexa remodelagem do sistema imunitário. Estas alterações estão associadas ao desenvolvimento de patologias responsáveis por grande parte da mortalidade em população idosa. Recentemente, a prática regular de atividades físicas tem sido proposta como intervenção não-medicamentosa com amplos benefícios sobre a regulação de processos decorrentes da imunossenescênia. Neste sentido, o presente trabalho revisou e discutiu estudos que abordam a ação de mediadores pró-inflamatórios crônicos e possíveis ações do exercício físico como agente antiinflamatório. Baseado nos resultados de estudos na literatura sugere-se que, em conjunto, a interleucina-6 (IL-6) e o fator de necrose tumoral- α (TNF- α) são as principais citocinas associadas à aterosclerose, sarcopenia e déficits cognitivos. Embora os mecanismos não sejam totalmente elucidados, o exercício reduz a atividade de citocinas pró-inflamatórias e aumenta a liberação de substancias anti- inflamatórias.
Mostrar mais

12 Ler mais

Envelhecimento Cutâneo: fatores influentes, ingredientes ativos e estratégias de veiculação

Envelhecimento Cutâneo: fatores influentes, ingredientes ativos e estratégias de veiculação

A categoria dos péptidos transportadores refere-se principalmente aos péptidos transportadores de cobre. O cobre é um elemento essencial na cicatrização cutânea e em processos enzimáticos, para além de poder ser extremamente útil ao nível do envelhecimento cutâneo. Tal como foi referido anteriormente, os radicais livres de oxigénio estão na base de ambos os tipos de envelhecimento cutâneo. Uma das proteínas responsáveis pela neutralização destes compostos é a SOD, ou superóxido dismutase, que necessita de cobre como cofator enzimático, assim como a lisiloxidase, uma enzima implícita no processo de síntese de colagénio e elastina, e outras como a tirosinase. Um estudo comprovou que o tripéptido de glicil-histidil-glicina (GHK) mostrou ser capaz de incorporar o cobre no interior das células (Pickart e Thaler, 1980) além de ter sido encontrado na cadeia de colagénio humano (Maquart, et alii, 1988, Lupo, 2005). Existem ainda muitos estudos que visam relacionar e identificar péptidos implícitos em processos de envelhecimento cutâneo.
Mostrar mais

112 Ler mais

A relação entre a reserva cognitiva e processos cognitivos no envelhecimento

A relação entre a reserva cognitiva e processos cognitivos no envelhecimento

Estudos transversais e longitudinais têm demonstrado uma tendência para a diminuição do desempenho numa série de tarefas cognitivas durante o envelhecimento. Este padrão tanto tem sido observado tanto em contexto de laboratório, com recurso a instrumentos estandardizados e altamente controlados, como em atividades do quotidiano. No entanto, este declínio não é homogéneo. Por um lado, as capacidades baseadas no conhecimento, ou seja, na aquisição de conteúdos culturais e sociais, nomeadamente o conhecimento semântico e a compreensão, mantêm-se preservadas ou podem até melhorar com a idade. Pelo contrário, as capacidades fluídas, baseadas em processos básicos, como a velocidade de processamento ou a memória de trabalho, sofrem um declínio mais precoce associado à idade. Além disso, o declínio cognitivo com o envelhecimento varia quanto ao início e progressão, pois depende de fatores como educação, saúde, personalidade, nível intelectual global, capacidade mental específica, entre outros.
Mostrar mais

55 Ler mais

Envelhecimento, estratégias de enfrentamento do idoso e repercussões na família.

Envelhecimento, estratégias de enfrentamento do idoso e repercussões na família.

Trata-se de estudo qualitativo para conhecer a percepção de idosos, usuários de Unidade Básica de Saúde de São Paulo, sobre envelhecimento, estratégias de enfrentamento e repercussões na família. Foram realizadas, de setembro de 2007 a julho de 2008, entrevistas com três idosos, de 71 a 90 anos. Os participantes responderam às perguntas da Escala de Depressão Geriátrica, Ecomapa, Genograma e modelo Calgary. Com análise de conteúdo de Bardin, encontramos três categorias – percebendo o momento do ciclo vital; sofrendo as repercussões deste momento; enfrentando o envelhecimento e a velhice. Acreditamos na continuidade de estudos que busquem estratégias com idosos e famílias na tentativa de melhorar a qualidade de vida e dinâmica familiar com inclusão de entretenimento, segundo possibilidade da comunidade.
Mostrar mais

6 Ler mais

Estratégias de estudo dos alunos no âmbito dos processos de socialização

Estratégias de estudo dos alunos no âmbito dos processos de socialização

facto — reforçado (nas situações em que tal aconteceu) com um uso claramente diferencial face às orientações familiares do visionamento de documentários cien- tíficos e/ou do uso de outras fontes no estudo das ciências — relativiza, embora no estrito âmbito das estratégias de estudo dos alunos, a força reprodutiva da estrutu- ra familiar, tantas vezes assumida aprioristicamente. Se é certo que, como vimos, foi neste contexto familiar que os aspectos mais essenciais da gramaticalidade es- truturadora das estratégias de estudo avultaram, contudo, ainda assim, essa força estruturante exercida familiarmente não invalida a existência de um amplo espaço de autonomia dos alunos, que se materializa, desde logo, nos referidos tempos de estudo formal abaixo da média. Ou seja, não obstante, como vimos, a generalidade dos alunos estar sujeita a níveis de constrangimento para o estudo formal superio- res à média da escala, ainda assim, maioritariamente, e a cortar transversalmente os diferentes lugares de classe considerados, os nossos alunos não estudam ou es- tudam pouco. Estes dados vêm, assim, dar razão a alguns críticos do estrutural de- terminismo quando relativizam a irredutibilidade das estruturas. É neste mesmo sentido, por exemplo, que Diogo (1998), com base na proposta teórica de Berthelot, salienta que a escola é um espaço onde existe jogo, “porque a lógica estrutural não determina totalmente e, nesse sentido, é um espaço de imprevisibilidade. Conse- quentemente, os actores podem jogar, quer dizer, desenvolver estratégias, dentro das margens de manobra permitidas pelas estruturas” (p. 34). Mormente, pode- mos afirmar que esta tendência aduzida pela autora especificamente em relação ao contexto da socialização secundária escolar apresenta, na verdade, segundo os nossos dados, uma dupla tendência de autonomia, uma vez que verificámos que, quer do lado da influência do professor, quer das famílias, os alunos apresentam estratégias de estudo que, frequentemente
Mostrar mais

24 Ler mais

Estratégias de governança face ao envelhecimento da sociedade : o papel do local nos processos multi-nível

Estratégias de governança face ao envelhecimento da sociedade : o papel do local nos processos multi-nível

A literatura francesa assenta essencialmente numa perspetiva de desenvolvimento local e os planos gerontológicos e coordenações gerontológicas, integram-se também nesse conceito. Para Jahan e Leclair (2010:11-12), refletir e traçar cenários de atuação face ao envelhecimento, é forçosamente uma prioridade nacional, quaisquer que sejam os territórios e neste âmbito a política territorial gerontológica concebe uma resposta global de acompanhamento às pessoas idosas, em associação conjunta com os atores locais. Para além disto, Bohic e Caudron (2010:90) afirmam que uma política gerontológica local permite que cada pessoa, possa viver no seu bairro e cidade, conforme as suas necessidades; que os cuidadores (familiares, amigos, vizinhos) e profissionais, estejam mais preparados para proceder ao acompanhamento das situações de perda de autonomia e independência e que o desenvolvimento local promovido, potencie que cada pessoa idosa continue a sentir-se socialmente útil. Após 1999, no Ano Internacional das Pessoas Idosas, o apoio promovido em casa tornou-se em França uma prioridade política, sendo criada uma rede de centros de coordenação gerontológica (CLIC), que foram organizados a partir de níveis de proximidade. Para Gay et al (2002:104) a criação de um local de informação para as pessoas idosas e profissionais permite uma resposta de proximidade personalizada; um local que seja um motor e congregador de trabalho, no campo da gerontologia e um espaço para todas pessoas com idade acima de 60 anos, residentes na área de intervenção local. Na opinião de Simonet (2001:6), partindo da análise dos diversos centros locais criados, poder-se-á distinguir três níveis de coordenação gerontológica: i) coordenação de proximidade: organiza a coerência e a continuidade das intervenções sociais e de saúde, em torno da pessoa idosa e sua família; ii) coordenação funcional dos profissionais e seus serviços: os setores sociais e de saúde devem seguir a orientação gerontológica local, resultando daí todas as intervenções de proximidade e iii) coordenação institucional das estruturas administrativas e políticas visando desenvolver a coerência da planificação e do financiamento das entidades.
Mostrar mais

124 Ler mais

Enterprise-wide risk management: um modelo de gestão integrada de riscos

Enterprise-wide risk management: um modelo de gestão integrada de riscos

Por exemplo, se as estratégias e políticas da empresa são deficientes, os processos não serão adequados para alcançar os objetivos da estratégia. Se os processos são falhos, as pessoas n[r]

80 Ler mais

Interface (Botucatu)  vol.9 número18

Interface (Botucatu) vol.9 número18

rio da Saúde. Como estratégias metodológicas, acompanham-se e analisam-se os processos de construção discursiva e de efetivação de algu- mas estratégias de comunicação entre governo e sociedade no campo da saúde coletiva, assu- mindo aí uma dada “posição de enunciação” e de atuação política e se inscrevendo como su- jeito da própria luta política. Como hipóteses de trabalho ressaltam-se as diferentes modali- dades de organização dos processos de traba- lho em comunicação no setor público (de saú- de) e sua coerência com diferentes “estilos de governar” ou gerir a coisa pública; e a necessi- dade de mudança de enfoque quanto às bases de sustentação teórica no campo das Teorias da comunicação com vistas a modalidades mais democráticas de gestão e novos “protocolos” de comunicação entre governos e cidadãos - tradicionalmente entendidos, de forma reducionista, como emprego de técnicas de jornalismo, publicidade/propaganda, relações públicas e linguagens educativas - justapostos aos programas, decisões e imagens de um go- verno eleito – inclusive como estratégias de permanente sustentação e fortalecimento de sua legitimidade. Utilizando entrevistas, coleta
Mostrar mais

7 Ler mais

Avaliação psicogeriátrica na quarta idade

Avaliação psicogeriátrica na quarta idade

Para além da atividade física, é também importante considerar o efeito do treino das capacidades cognitivas através de uma estimulação adequada. Apesar do treino de capacidades não fazer desaparecer as diferenças de idade, as capacidades cognitivas que são devidamente estimuladas e exercitadas (em função do potencial biológico e da experiência ambiental), tendem a sofrer um declínio mais tardio e menos dramático do que as capacidades não exercitadas (Denney, 1982, cit. in Fonseca, 2006). A insuficiente estimulação parece poder desencadear um declínio da eficiência mental, o que leva a supor que um determinado nível de solicitações é indispensável para a manutenção de estratégias de resposta. O exercício da inteligência será indispensável para a sua preservação (Barreto, 1988). Contudo, não se pode ignorar que a aceleração do envelhecimento induzida por condições psicológicas tem a ver também com uma série de factores contextuais que encorajam a passividade, tornando difícil ao idoso manter e empenhar-se no uso das suas capacidades cognitivas (Fonseca, 2006).
Mostrar mais

62 Ler mais

UNIVERSIDADE FEDERAL DE MINAS GERAIS - UFMG FACULDADE DE EDUCAÇÃO - FAE PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO EM EDUCAÇÃO

UNIVERSIDADE FEDERAL DE MINAS GERAIS - UFMG FACULDADE DE EDUCAÇÃO - FAE PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO EM EDUCAÇÃO

Os sujeitos camponeses se constituíram uma categoria imprescindível na formação social brasileira. Desde a época colonial até os nossos dias, o campo foi marcado por conflitos, manipulações, mortes, resistências, conquistas, etc., em diferentes momentos das atuações desses sujeitos, havendo sempre luta pela posse da terra. Já no século XX iniciaram-se organizações camponesas para a luta por direitos, entre eles a Reforma Agrária, e ao se organizarem conforme suas necessidades, esses sujeitos criaram sindicatos, partidos, movimentos sociais, etc., visando manter uma articulação maior para o fortalecimento das suas lutas. E assim, no bojo das mobilizações ocorridas a partir da década de 1970, surgiu o Movimento Sem Terra - MST, que se constituiu nas décadas seguintes um dos movimentos sociais mais expressivos de luta pela terra e por Reforma Agrária em todo o mundo. Com objetivos, organização interna e estratégias de lutas muito sofisticadas, permitiu ao MST se adaptar aos variados momentos que a política voltada para esse segmento vivenciou no decorrer de seus 30 anos de existência. Assim, essa pesquisa buscou investigar em dois assentamentos do MST de Minas Gerais, os processos de formação e de trabalho como recursos que qualificam a resistência dos sujeitos do campo, em especial moradores dos assentamentos de reforma agrária, e em que medida alteram o modo de vida e de trabalho desses sujeitos. Trata-se de uma pesquisa de natureza qualitativa, cujas técnicas de investigação utilizadas foram entrevistas semiestruturadas, observação participante e estudos de documentos dessas comunidades. Optou-se por selecionar os sujeitos em grupos com diferentes funções na estrutura do MST, indagando sobre a importância da formação e do trabalho no cotidiano desses sujeitos, bem
Mostrar mais

231 Ler mais

Envelhecer em contexto prisional.

Envelhecer em contexto prisional.

O significativo aumento do número de pessoas idosas a nível mundial e em Portugal coloca aos nossos destinos coletivos novas preocupações e desafios. No âmbito desta investigação, definiu-se como objetivo a compreensão dos diferentes processos de envelhecimento dos reclusos considerados idosos, sendo analisados o quotidiano da população reclusa mais velha, o impacto dessa reclusão no seu processo de envelhecimento (nomeadamente na construção de estratégias de adaptação e reintegração) e suas perspectivas futuras de reinserção social. Este estudo, sustentado numa metodologia qualitativa, aplicou a análise de conteúdo a 25 entrevistas semidiretivas realizadas com indivíduos reclusos do sexo masculino com idade igual ou superior a 65 anos e que cumpriam pena de prisão em diferentes cadeias portuguesas que albergam homens. Conclui-se que, para os reclusos considerados idosos em contexto prisional, a percepção de envelhecer está ligada a sentimentos de conotação negativa, de inutilidade, de desespero e de perdas constantes. Essas pessoas investem, assim, todos os seus sentidos, capacidades intelectuais, sentimentos, ideias e estratégias adaptativas num processo de reformulação identitária, em que seu envelhecimento se associa a percepções de determinadas incapacidades que se evidenciam mais facilmente e se agravam em contexto prisional.
Mostrar mais

10 Ler mais

O vivenciar da espiritualidade nas alegrias e tristezas experienciadas no processo de envelhecimento e atitudes tomadas frente a elas

O vivenciar da espiritualidade nas alegrias e tristezas experienciadas no processo de envelhecimento e atitudes tomadas frente a elas

No estudo “Processo de envelhe- cimento saudável” (Pensa), Oliveira e Cupertino (2005) demonstraram que as estratégias de enfrentamento mais utilizadas pelos 957 idosos diante de situações tristes foram: aceitar o pro- blema (78%), rezar ou pedir orientação (82%), esperar agir após obter maiores informações (49%). No que se relaciona ao gênero, no presente estudo as mu- lheres utilizaram com maior frequência a estratégia de rezar, pedir orientação, confiar em Deus ou numa força superior. Na faixa etária de 40 a 59 anos, a associação se deu também com a perda familiar e identificou-se uma tendência de associação significante com nenhuma tristeza. A morte de pessoas significa- tivas provoca rupturas importantes e altos níveis de estresse, aumentando a possibilidade de adoecimento. As reações perante a morte são diferenciadas em cada pessoa, seja na dimensão física, emocional, social, seja na espiritual, e
Mostrar mais

11 Ler mais

Controles típicos de equipamentos e processos industriais

Controles típicos de equipamentos e processos industriais

As estratégias avançadas de controle regulatório, tais como controle em casca- ta, razão, split-range, antecipativo, override, desacoplamento, multivariável etc., são estu dadas ao longo do livro, nos diversos capítulos do mesmo. A escolha de distribuir a apresentação destas estratégias ao longo do livro foi a de tentar apresentar as mesmas em um capítulo onde exista uma aplicação para elas. Por exemplo, a estratégia de de- sacoplamento é introduzida no capítulo de “Controle de Compressores”, onde existem aplicações potenciais, entretanto ela também pode ser aplicada em outros processos.
Mostrar mais

39 Ler mais

EDILVANA MARA DA SILVA LOPES A GESTÃO DE PROCESSOS DO ENSINO DE GRADUAÇÃO: Estudo sobre as demandas de visitas técnicas e trabalhos de Campo na Universidade Federal de Juiz de Fora

EDILVANA MARA DA SILVA LOPES A GESTÃO DE PROCESSOS DO ENSINO DE GRADUAÇÃO: Estudo sobre as demandas de visitas técnicas e trabalhos de Campo na Universidade Federal de Juiz de Fora

Essas questões representam problemas não só para a gestão da graduação, como também para a gestão do setor de transportes, vinculado à Pró-Reitoria de Infraestrutura e aos demais setores que necessitem de informações sobre as viagens que custeiam. A falta de padronização no preenchimento das requisições, os campos abertos e a falta de definição dos conceitos das atividades propostas dificultam a transformação de dados em informações e estas em conhecimento. Para McGee e Prusak (1994) a informação exerce papel fundamental no processo de elaboração de estratégias para as organizações. Par a os autores “as alternativas no processo de elaboração da estratégia mudam quando a informação é tratada como um recurso de importância equivalente a quaisquer outros recursos de capital, mão-de- obra e tecnologia” (McGEE; PRUSAK, 1994, p.11). Portanto, torna-se imprescindível que as organizações invistam na circulação das informações para a construção de diagnósticos e de ações estratégicas que otimizem tempo e recursos para a adoção de melhores práticas administrativas e pedagógicas em âmbito institucional.
Mostrar mais

142 Ler mais

CONTR OLE DE PR OCES SO

CONTR OLE DE PR OCES SO

O conceito de “controle distribuído” surgiu com os controladores do tipo “caixa grande”, que eram fisicamente espalhados pela planta. Os elementos individuais de controle, como reguladores mecânicos, eram localizados próximos aos equipamentos de processo a serem controlados. As ações típicas de controle eram executadas local- mente pelos operadores, e a total “integração” entre controle e operação da planta se baseava, praticamente, na troca de informações verbais. Esses procedimentos eram viáveis pois as plantas eram geograficamente pequenas, e os processos, poucos com- plexos. No final da década de 1920 surgiram os controladores pneumáticos de conexão direta ao processo, porém, a filosofia de operação não foi alterada: controlador e inter- face com o operador permaneciam no campo.
Mostrar mais

36 Ler mais

GESTÃO DOS PROCESSOS DE PRESTAÇÃO DE CONTAS NAS ESCOLAS DA SRE DE CONSELHEIRO LAFAIETE – MINAS GERAIS

GESTÃO DOS PROCESSOS DE PRESTAÇÃO DE CONTAS NAS ESCOLAS DA SRE DE CONSELHEIRO LAFAIETE – MINAS GERAIS

A maioria dos gestores atuais está há pouco tempo na direção das escolas, menos de dois anos. Segundo o setor de Recursos Humanos da SRE, há 31 gestores exercendo a nova função, diretor de escola. Outro ponto observado é que são professores e, portanto, não possuem formação acadêmica em administração pública. Não é uma exigência para ser gestor escolar ter formação na área administrativa. Percebeu-se durante a pesquisa, que os novos gestores sentem muito a falta de capacitações e inclusive os ATBs, também. Conforme análises feitas através de instrumentos de pesquisa aplicados aos atores envolvidos nos processos de execução dos recursos recebidos e também análise documental que mostraram os erros mais recorrentes nos processos de prestação de contas constatou-se que há pouca compreensão por parte dos gestores escolares e ATBs financeiros do processo que envolve a administração de recursos públicos nas escolas estaduais da regional, principalmente pela falta de capacitações. Pôde-se perceber também, que a gestão financeira sobrecarrega muito os diretores das escolas, uma vez que envolve não somente as prestações de contas, mas também a execução dos recursos. Há muita burocracia e as normas muitas vezes engessam as ações a serem executadas pelo gestor no financeiro da escola. Com isso a gestão pedagógica pode ficar deficiente.
Mostrar mais

141 Ler mais

Ana Sofia Leandro Silva Ribeiro Solidão e Qualidade de Vida em Idosos

Ana Sofia Leandro Silva Ribeiro Solidão e Qualidade de Vida em Idosos

A aplicação deste estudo terá uma importância bastante relevante, na medida em que poderá proporcionar e contribuir para um maior acompanhamento, interesse e empenho em oferecer uma maior independência e qualidade de vida dos idosos que estão a ficar cada vez mais isolados e a perder o seu valor aos olhos da sociedade. O conhecimento e experiência que possuem são essenciais para a sociedade em geral pois há valores, saberes e formas de vida que estão a ser eliminados e que assumem um papel preponderante na instrução dos jovens. Para além disto, se houver um cuidado com os idosos de hoje e passar-se estes valores, tão importantes, às novas gerações, estaremos, também, a tentar proporcionar, ao nosso futuro, uma melhor qualidade de vida (já que os jovens de hoje são os futuros idosos da sociedade), quer a nível físico, quer emocional, prevenindo as situações de abandono, solidão, sofrimento, e consequentemente um envelhecimento penoso. Para tal, é necessário mudar as mentalidades e tentar manter os valores dos jovens e adultos para, a sociedade em Portugal, não se tornar vazia e desprovida de valores.
Mostrar mais

103 Ler mais

Estratégias de captação de doadores de sangue: uma revisão integrativa da literatura.

Estratégias de captação de doadores de sangue: uma revisão integrativa da literatura.

Dentre as bases pesquisadas, o país que mais publicou sobre estratégias de captação de doado- res de sangue foram os Estados Unidos, com 13 estudos, nos quais um deles aborda a realidade de 15 países da América Latina. Em seguida, os paí- ses que mais publicaram foram o Brasil, com seis estudos, o Reino Unido com quatro, e o Canadá, com três estudos. A Suécia publicou dois estudos e países como a Alemanha, a Austrália, o Chile, a China, a Espanha, a França, a Grécia, a Holanda, a Irlanda, a Lituânia e a Venezuela publicaram um estudo cada um.

8 Ler mais

Efeitos de um Treino Aeróbio em Doentes em Programa de Hemodiálise Tânia Cordeiro Sousa

Efeitos de um Treino Aeróbio em Doentes em Programa de Hemodiálise Tânia Cordeiro Sousa

À semelhança dos países desenvolvidos, o número de idosos em Portugal tem apresentado um aumento significativo (Sequeira, 2011). De acordo com os Censos 2011, Portugal apresenta um quadro de envelhecimento demográfico seriamente acentuado, com uma população idosa (pessoas com mais de 65 anos) de 19,15%, uma população jovem (pessoas com menos de 14 anos) de 14,89% e uma esperança média de vida, à nascença, de 79,2 anos (INE,2012). No que diz respeito ao índice de longevidade, Portugal regista, em 2011, um valor médio de 79,20 (80,57 para as mulheres e 74,0 para os homens), apontando as projecções, para 2050, um aumento significativo deste índice, já que se prevê que as pessoas possam viver, em média, 81 anos (84,1 as mulheres e 77,9 os homens). Prevê-se identicamente que, em 2050, se acentue a tendência de involução da pirâmide etária, com 35,72% de pessoas com 65 e mais anos e 14,4% de crianças e jovens (DGS,2004).
Mostrar mais

145 Ler mais

Show all 10000 documents...