AVALIAÇÃO DISCURSIVA DE HISTÓRIA

Loading.... (view fulltext now)

Loading....

Loading....

Loading....

Loading....

Texto

(1)

CENTRO EDUCACIONAL CHARLES DARWIN

AVALIAÇÃO DISCURSIVA

DE HISTÓRIA

Primeira Avaliação – 1ª Série – EM

Segundo Período - 2017

Assinale com um X se estiver fazendo Progressão Parcial: __ __

Aluno(a): Série e Turma: _______ Nº: _____ Professor(a): Data: / /2017

OBSERVAÇÕES

[01] - É terminantemente proibido portar celular na sala no período de provas.

Cons-tatado que o aluno está portando celular, as provas do dia serão anuladas e

não terá direito à outra oportunidade.

[02] - Assine, também, com nome completo (legível), no canto superior à direita,

to-das as folhas de questões.

[03] - Verifique se a prova está completa. Ela contém 08 questões discursivas. Se

al-guma parte não tiver sido impressa, solicite ao fiscal a troca.

[04] - Verifique se completou corretamente todos os dados do cabeçalho.

[05] - Leia as questões atentamente antes de respondê-las.

[06] - Controle seu tempo adequadamente, respondendo primeiro às questões que

você considerar mais fáceis.

[07] - É proibido o uso de corretivo, de calculadora e de dicionário.

[08] - As respostas das questões devem ser feitas à caneta.

[09] - Respostas a lápis e/ou folhas não assinadas não serão revisadas.

[10] - Todas as provas corrigidas serão pontuadas de 0 a 10.

- O mínimo para aprovação é 60%.

[11] - O prazo para pedido de revisão de prova é de até 30 dias após a sua aplicação.

“A prova deve servir como instrumento de aprendizagem.”

Valor alcançado nesta prova na proporção de 0,0 a 10,0 ...

(2)

NOME COMPLETO -LEGÍVEL:_______________________________________________________

1. (UNICAMP - Adaptada) Os princípios do cristianismo chocaram-se com os valores romanos, em es-pecial a partir do momento em que os imperadores passaram a ser vistos como divindades. Entre os séculos I e III, as perseguições aos cristãos foram constantes.

Explique por que os princípios cristãos eram uma ameaça ao poder político dos imperadores roma-nos. (1,0 ponto)

Os cristãos são monoteístas e assim não reconheciam os deuses pagãos de Roma e também se recu-savam a adorar o imperador como divindade. Acreditavam na vinda de um salvador; faziam oposi-ção a escravidão, base da economia do Império; condenavam a estrutura militar romana e prega-vam o amor fraternal entre os homens.

2. Observe o mapa.

a) Identifique qual é o processo representado no mapa. (0,2 ponto)

O mapa representa as invasões bárbaras germânicas aos domínios do Império Romano.

b) Apresente dois fatores que permitam compreender esse processo. (0,8 ponto)

O Império Romano estava enfraquecido devido à crise que enfrentava e os germânicos foram atraídos pelo desejo de saquear as riquezas das cidades romanas.

(3)

NOME COMPLETO -LEGÍVEL:_______________________________________________________

3. Leia atentamente o texto abaixo, o qual se refere a eventos ocorridos na França no período medie-val:

“Bernier acaba de ser gravemente ofendido por Raul de Cambrai, seu suserano. “Deixa o teu senhor”, diz-lhe sua mãe – Não posso, responde Bernier. “Minha mãe, o meu senhor é mais traidor do que Judas; mas ele é meu senhor; deu-me terra, cavalos, panos e jae-zes; não lhe abandonarei nem por todo o ouro do Egito”. “Filho”, responde-lhe a mãe, “falas sensatamente. Sim, serve ao teu senhor, ganharás o céu.” Entretanto Raul, que é um furioso, incendeia um convento de mulheres onde se encontra a mãe de Bernier. Ela é queimada viva. Nem mesmo nessa ocasião Bernier abandona o seu suserano.

Segundo P.Tuffrau, Raul de Cambrai, L’Artisan Du Livre

A partir da leitura do texto acima e considerando os aspectos sociais e políticos do sistema feudal, jus-tifique o comportamento de Bernier em relação ao seu senhor. (2,0 pontos)

As relações de suserania e vassalagem eram extremamente importantes na Europa Feudal e tinham como base um juramento solene de fidelidade mútua entre o suserano e o vassalo. Ao receber o be-nefício de seu suserano, o vassalo passava a dever obediência e fidelidade e quebrar o juramento vassálico era considerado um ato de extrema desonra.

4. (DARWIN - 2017) Considere o texto e a imagem seguinte.

“Na sociedade alguns rezam, outros guerreiam e outros trabalham, onde todos formam um conjunto inseparável e o trabalho de uns permite o trabalho dos outros dois e cada qual por sua vez presta seu apoio aos outros."

(Bispo Adalberon de Lion)

Sobre a chamada sociedade das três ordens, que caracterizou o período medieval, identifique as refe-ridas ordens e explique como a Igreja se posicionava diante de tal divisão social. (1,0 ponto)

O aluno deverá identificar o clero, a nobreza e os camponeses. Destacar que a Igreja apresentava es-sa divisão social como sendo da vontade de Deus e assim sendo não caberia qualquer questiona-mento ou contestação a tal divisão.

(4)

NOME COMPLETO -LEGÍVEL:_______________________________________________________

5. (FUVEST 2016 - Adaptada) No século XII, padres e guerreiros esperavam da dama que, depois de ter sido filha dócil, esposa clemente, mãe fecunda, ela fornecesse em sua velhice, pelo fervor de sua piedade e pelo rigor de suas renúncias, algum bafio de santidade à casa que a acolhera. Ela, por cer-to, era dominada. Entretancer-to, era dotada de um singular poder por esses homens que a temiam, que se tranquilizavam clamando bem alto sua superioridade nativa, que a julgavam contudo capaz de cu-rar os corpos, de salvar as almas, e que se entregavam nas mãos das mulheres para que seus despo-jos carnais depois de seu último suspiro fossem convenientemente preparados e sua memória fiel-mente conservada pelos séculos dos séculos.

Georges Duby, Damas do século XII. Adaptado.

A partir do texto, caracterize a condição feminina na Europa Feudal e identifique dois papéis sociais exercidos pelas mulheres na Idade Média. (1,0 ponto)

A sociedade medieval era essencialmente patriarcal. Logo, a mulher estava submetida à autoridade masculina (pai, marido, etc.). Entre os papeis sociais exercidos pela mulher na Europa Medieval esta-vam a continuidade das linhagens através da procriação e o zelo pela religião.

6. (DARWIN - 2017)

a) A ilustração acima apresenta os servos prestando serviços sob a fiscalização de um agente do se-nhor. Como era denominado esse tipo de obrigação, que era cumprida por meio de trabalho gra-tuito alguns dias da semana nas terras senhoriais? (0,3 ponto)

O aluno deverá responder se tratar da corveia.

b) Explique o que diferenciava servidão de vassalagem. (0,7 ponto)

A servidão era uma relação estabelecida entre o camponês e o senhor feudal, o dono da terra. Os servos da gleba trabalhavam a terra e tinham obrigações de caráter econômico pagando retri-buições como corveia, talha e banalidades em retribuição pelo uso da terra. A vassalagem era uma relação estabelecida entre nobres (relação horizontal) e as partes tinham obrigações de

(5)

NOME COMPLETO -LEGÍVEL:_______________________________________________________

7. (DARWIN - 2017) Leia abaixo um trecho do discurso do papa Urbano II, realizado no Concílio de Clermont, em 1905:

“Deixai os que outrora estavam acostumados a se baterem, impiedosamente, contra os fiéis, em guerras particulares, lutarem contra os infiéis [...] Deixai os que até aqui foram ladrões, tornarem-se soldados. Deixai aqueles que outrora se bateram contra seus ir-mãos e parentes, lutarem agora contra os bárbaros, como devem. Deixai os que outrora foram mercenários, a baixos salários, receberem agora a recompensa eterna.”

“Uma vez que a terra que vos habitais, fechadas de todos os lados pelo mar e circunda-da por picos de montanhas, é demasiacircunda-damente pequena à vossa grande população: sua riqueza não abunda, mal fornece o alimento necessário aos seus cultivadores [...] tomais o caminho do Santo Sepulcro; arrebatai aquela terra à raça perversa e submete-a a vós mesmos. Essa terra em que, como diz a Escritura, ‘jorra leite e mel’ foi dada por Deus aos filhos de Israel. Jerusalém é o umbigo do mundo; a terra é mais que todas frutífera, como um novo paraíso de deleites.”

No discurso do papa, é possível perceber uma série de argumentos usados por ele para que as Cru-zadas ocorressem. Considerando as informações contidas no texto, identifique e explique

uma motivação religiosa e uma motivação socioeconômica para a realização das Cruza-das. (2,0 pontos)

O aluno deverá destacar que as Cruzadas que o motivo religioso para impulsionar as Cruzadas foi a necessidade de libertar Jerusalém, a Terra Santa do domínio dos muçulmanos (vistos pelos cristãos como infiéis) uma vez que os seguidores do islã estavam dificultando a peregrinação cristão ao Santo Sepulcro. O aspecto socioeconômico identificado no texto foi a necessidade de conquistar terras no Oriente, uma vez que havia na Europa Ocidental um número significativo de cavaleiros sem terra, consequência do princípio da primogenitura então vigente. O papa destaca que “a terra era demasi-adamente pequena à vossa grande população”.

8. (UNESP - Adaptada) Era uma doença exótica, contra a qual os organismos dos europeus não ti-nham defesas. Veio da Ásia pela rota da seda. Veja: a epidemia, essa catástrofe, é, portanto, também um dos efeitos do progresso, do crescimento.

(Georges Duby. Ano 1000, ano 2000. Na pista de nossos medos, 1998.)

O texto refere-se à peste que atingiu a Europa no século XIV. Cite dois fatores que ajudaram na pro-pagação da doença e explique a associação feita pelo texto da peste com o progresso. (1,0 ponto)

Um conjunto de fatores pode ser considerado para a contribuição da propagação, como a precarie-dade das condições de higiene nas ciprecarie-dades, a precarieprecarie-dade de hábitos de higiene pessoal ou o des-conhecimento das causas da doença. O comércio europeu atravessava um momento de grande de-senvolvimento, conduzido principalmente por mercadores italianos que passaram a dominar as rotas e portos do Mar mediterrâneo. Na Europa havia grande efervescência do comércio e da vida urbana.

Imagem

Referências

temas relacionados :