REUNIÃO DO CONSELHO DELIBERATIVO

Loading.... (view fulltext now)

Loading....

Loading....

Loading....

Loading....

Texto

(1)

_______________________________________________________________________

Rua Real Grandeza, 219 – Bloco C – Sala 1007 – CEP: 22281-900 – Botafogo – Rio de Janeiro – RJ Tel.: (21) 2528-5320. Fax: (21) 2528-5959 e-mail: cbdb@cbdb.org.br - http://www.cbdb.org.br CGC 42.334.193/0001-67 Inscrição Municipal 0903.388

COMITÊ BRASILEIRO DE BARRAGENS - CBDB

REUNIÃO DO CONSELHO DELIBERATIVO

DATA: 08/04/2013

LOCAL: ENOTEL, Porto de Galinhas – XXIX SNGB.

PARTICIPANTES – Erton Carvalho, Fabio De Gennaro Castro, Paulo Coreixas, Brasil Pinheiro Machado, Aurélio Vasconcelos, Cássio Viotti, Flávio Miguez, Edilberto Maurer, Miguel Sória, Marco Aurélio Vianna, Denise Kruger, José Bernardino, Marcio Porto, Luciano Varella, Walton Pacelli, João Francisco Silveira, Rogério Menescal, Humberto Gama, Alberto Sayão, Cleber Carvalho, Carlos Henrique Medeiros, Dimitry Znamensky, Milton Santos Junior e Dimilson Coelho (NRPR), Ricardo Aguiar (NRMG), Vanda Malveira (NRCE), Marcelo Marques (NRRS), Sergio Pimenta (NRSC), Clovis Leme (NRSP) e Pedro Paulo Sayão Barreto.

ASSUNTOS TRATADOS:

Relatório da Diretoria – Erton Carvalho passou a palavra para os demais diretores para que fizessem um breve resumo de suas atividades no ano de 2012:

 Vice-Presidência, Fabio Castro:

eventos -

VIII PCH em Porto Alegre, maio Barragens de Rejeitos Belo Horizonte, novembro, inicio do preparo do XXIX SNGB em Porto de Galinhas. Núcleos - 10 Núcleos, todos realizaram Cursos Especializados sobre diferentes assuntos relacionados às Barragens, palestras técnicas, indicação de associados de cada Núcleo para integrar as 11 Comissões Técnicas Brasileiras e gestão compartilhada com a sede dos Recursos. Diversos - participação em setembro na Reunião Anual da Canadian Dam Association e INCA, em Saskatoon Canadá, onde fez a palestra sobre Legislação Brasileira de Segurança de Barragens e entrevistas à jornalistas.

 Diretoria Técnica, Brasil Machado: A função da Diretoria Técnica é aperfeiçoar e acompanhar a área técnica do CBDB. Objetivamente o VIII SPMCH em Porto Alegre demandou um trabalho considerável na obtenção dos trabalhos técnicos e na preparação das mesas redondas. É preciso ressaltar que no Congresso Internacional de Kyoto não houve submissão de trabalhos brasileiros, apenas no Simpósio. Por outro lado a participação brasileira nos Comitês Técnicos foi muito boa. O nosso representante no Comitê de Integração de Reservatórios, Luiz Augusto Lattari, não pode comparecer, mas foi muito bem representado por Miguel Sória. Desses Comitês resulta a publicação de boletins que são uma referência técnica internacional. Edilberto Maurer observou que já tivemos no passado uma atuação marcante na apresentação de trabalhos técnico nos Congressos da ICOLD e sugeriu que o Comitê auxilie os autores na preparação dos trabalhos na língua inglesa. Flavio Miguez lembrou que o Brasil contribuiu com inúmeros trabalhos no Congresso de Montreal em 1970 apesar da Copa do Mundo, porém em Madrid (1973) tivemos apenas um trabalho apresentado e depois voltamos a apresentar sempre um bom número de trabalhos. Quem sabe o susto acontecido em 1973 se repete agora a partir de Kyoto, mas concorda que a dificuldade de preparar trabalhos em francês ou inglês representa certo impedimento. Alberto Sayão lembrou que a ABMS passa pelo mesmo problema e a solução tem sido estimular os membros das comissões técnicas a apresentarem trabalhos além de estimular outros colegas nesse sentido. João Francisco considera lamentável a falta de trabalhos brasileiros e sugeriu que os Núcleos Regionais fossem selecionados para cumprir essa tarefa. Retomando a palavra Brasil Machado comentou que atualmente estamos bem adiantados no processo de reativação e criação de novas Comissões Técnicas Nacionais, porém o trabalho só terá sucesso com o empenho dos coordenadores das comissões e com a participação dos Núcleos Regionais.

(2)

_______________________________________________________________________

Rua Real Grandeza, 219 – Bloco C – Sala 1007 – CEP: 22281-900 – Botafogo – Rio de Janeiro – RJ Tel.: (21) 2528-5320. Fax: (21) 2528-5959 e-mail: cbdb@cbdb.org.br - http://www.cbdb.org.br CGC 42.334.193/0001-67 Inscrição Municipal 0903.388

COMITÊ BRASILEIRO DE BARRAGENS - CBDB

Carlos Henrique Medeiros esclareceu que a ausência de trabalhos brasileiros no Congresso de Kyoto foi devido a problema de comunicação, uma vez que houve apresentação oral de trabalho do Brasil no Simpósio organizado pelo JCOLD. Solicitou também uma agenda mais participativa dos Conselheiros nas atividades do CBDB.

 Diretoria de Comunicação, Miguel Sória: Livros Publicados - Vertedouros Brasileiros (tradução para o português), Itaipu - Barragens de Rejeitos, Pimenta de Ávila. Livros em andamento - Estruturas para Transposição de Peixes Neotropicais em Barragens, Sidney (publicado em 2013). Projetos de Livros - Casos Pitorescos da engenharia de barragens, Flávio Miguez e outros, Hidrelétricas e Meio Ambiente - reedição atualizada, Arnaldo Müleer. Boletins ICOLD em Andamento - Boletim ICOLD 125 - As barragens e as cheias, versão eletrônica (publicado em 2013), - Boletim ICOLD 142 - Descargas externas de cheias com segurança, versão eletrônica (publicado em 2013). Internet - Novo Informativo do CBDB (site), Novo Site do CBDB, em andamento (previsão: 1º semestre 2013). Projeto da "REVISTA BRASILEIRA DE ENGENHARIA DE BARRAGENS", a ser organizada e editada pelo CBDB. Divulgação das ações do CBDB - artigos e entrevistas para revistas e sites especializados, entrevistas concedidas para a imprensa em geral, matérias e artigos publicados no Informativo do CBDB.

 Diretoria Administrativo-Financeira, Aurélio Vasconcelos: Essa Diretoria faz o acompanhamento gerencial dos assuntos administrativos e financeiros do CBDB. O trabalho propriamente dito é realizado pelo Superintendente, Gerente de Eventos e Secretaria do Comitê. É feito um acompanhamento do dia a dia com interação constante.  Presidência, Erton Carvalho: Complementando o que foi dito pelos Diretores Erton

Carvalho anunciou que os Núcleos Regionais promoveram nove cursos no período, o novo site está em andamento, forma publicados dois livros, tradução do Grandes Vertedouros e Barragens de Rejeitos e preparado o de Transposição de Peixes que está sendo distribuído neste Seminário assim como duas traduções dos boletins 125 e 142 da ICOLD. Foram realizados também dois eventos o VIII SPMCH e o de barragens de Rejeitos mais inúmeras palestras promovidas pelos Núcleos Regionais. Cássio Viotti questionou sobre o relato do Diretor Adjunto, Ademar Fiorini, e foi informado que ele elaborou um relatório sobre a situação do Cadastro Nacional de Barragens. Miguel Sória examinou o cadastro e constatou que ainda há muitas inconsistências. Assim, a Comissão de Registro de Barragens com o apoio dos Núcleos Regionais está encarregada de revisar e consolidar a obtenção de dados para que o CEASB possa implantar definitivamente o cadastro no site do CBDB.

Apresentação do Balanço 2012 – Aurélio Vasconcelos apresentou um breve resumo do balanço demonstrando a excelente situação financeira do CBDB. Ressaltou que o parecer da Comissão Fiscal declara que não há qualquer ressalva, estando adequadamente refletida a posição patrimonial e financeira do CBDB na documentação apresentada e o relatoria da Auditoria externa atesta a conformidade dos relatórios contábeis. Colocado em votação, a prestação de contas do ano de 2012 foi aprovada por unanimidade.

Outros Assuntos:

 Revista Brasileira de Engenharia de Barragens: Alberto Sayão comentou que o CBDB precisa de mais penetração especialmente nas Universidades, deveria haver uma palestra nacional ofertada em cada Núcleo Regional. Miguel Sória informou que vai preparar uma palestra institucional do CBDB para divulgação em cada Núcleo e para os alunos do quinto ano de engenharia. Flavio Miguez recomendou que essas palestras fossem

(3)

_______________________________________________________________________

Rua Real Grandeza, 219 – Bloco C – Sala 1007 – CEP: 22281-900 – Botafogo – Rio de Janeiro – RJ Tel.: (21) 2528-5320. Fax: (21) 2528-5959 e-mail: cbdb@cbdb.org.br - http://www.cbdb.org.br CGC 42.334.193/0001-67 Inscrição Municipal 0903.388

COMITÊ BRASILEIRO DE BARRAGENS - CBDB

oferecidas no início dos cursos de engenharia. Denise Kruger ressaltou que inicialmente devemos divulgar as atividades do CBDB às pessoas que já trabalham na área de barragens. João Francisco perguntou qual seria a periodicidade da revista. Miguel Sória informou que inicialmente será anual com meta de semestral. Flavio Miguez indagou se seria eletrônica ou em papel. Miguel Sória respondeu que serão utilizadas as duas modalidades. Alberto Sayão comentou que deveriam ser três por ano e em inglês para que tenha uma valorização adequada e indagou sobre o orçamento da revista. Miguel Sória informou que os custos estão estimados em 20 mil reais por ano e a receita em 22 mil reais.

 Prêmio Mario Guedes e Mario Bittencourt: Clovis Leme informou que está em contato com a ABMS e ABGE para a criação deste prêmio. Assim que o regulamento estiver alinhavado vai dar conhecimento à Diretoria do CBDB.

 CIER: Luciano Varella comentou que este órgão é um fórum internacional de integração do Setor Elétrico sendo atualmente presidido por Hermes Chipp. Seu braço nacional é o BRACIER presidido pela Eletrobras. Como há muita afinidade nas atividades do Bracier e do CBDB, propõe uma aproximação dessas duas entidades para promoverem atividades conjuntas. O Bracier enviará carta ao CBDB formalizando a proposta.

Nada mais tendo a tratar, o Presidente encerrou a reunião.

(4)

_______________________________________________________________________

Rua Real Grandeza, 219 – Bloco C – Sala 1007 – CEP: 22281-900 – Botafogo – Rio de Janeiro – RJ Tel.: (21) 2528-5320. Fax: (21) 2528-5959 e-mail: cbdb@cbdb.org.br - http://www.cbdb.org.br CGC 42.334.193/0001-67 Inscrição Municipal 0903.388

COMITÊ BRASILEIRO DE BARRAGENS - CBDB

REUNIÃO DOS COORDENADORES DAS COMISSÕESTÉCNICAS

DATA: 08/04/2013

LOCAL: ENOTEL, Porto de Galinhas – XXIX SNGB.

PARTICIPANTES – Erton Carvalho, Brasil Pinheiro Machado, Fabio De Gennaro Castro, José Marques Filho, Denise Kruger, Dimitry Znamensky, Sergio Pimenta, Ricardo Aguiar, Marco Aurélio Escobar, Dimilson Coelho, Bayardo Materon, Sergio Abu Jamra Misael e Pedro Paulo Sayão Barreto.

ASSUNTOS TRATADOS:

Inicialmente Brasil Machado fez um breve histórico sobre a situação das Comissões Técnicas, o novo regulamento seguindo o modelo da ICOLD e o estado atual com a constituição de 11 comissões que eram em número de dez. Salientou que nos termos do novo Regulamento do CBDB as Comissões Técnicas só serão implantadas após a aprovação pela Diretoria dos Termos de Referência e enfatizou que é obrigação dos Coordenadores indicados preparar estes Termos de Referência. A seguir passou a palavra aos coordenadores presentes para uma breve apresentação:

CT-1 Sérgio Pimenta

Comissão de Registro de Barragens

Objetivo Proposto: Atualizar e manter o cadastro de barragens brasileiras e, em colaboração com Itaipu, preparar e divulgar os dados técnicos relevantes de barragens registradas. Ao final do período de trabalho a CT-1 deverá preparar um boletim com os dados levantados.

Sergio Pimenta vai mobilizar os núcleos para ajudar na obtenção de dados e ampliar a participação que já conta com Marco Aurélio Escobar e Dimilson Coelho, ambos de Itaipú.

CT-2 Fábio Castro

Comissão de Segurança de Barragens

Objetivo Proposto: Analisar a legislação e a regulamentação das normas legais sobre segurança de barragens e formular recomendações sobre os processos de inspeção de projetos e obras no que diz respeito ao atendimento das normas de segurança. Definir critérios de risco aplicáveis a diferentes tipos de barragem.

Fábio Castro informou que já contatou os núcleos pedindo a indicação de membros para a CT-2 CT-3 José Marques Filho

Comissão de Barragens de Concreto

Objetivo Proposto: Ainda não há objetivo específico proposto. O Coordenador deverá apresentar sugestões e preparar minuta dos Termos de Referência. Após a aprovação dos TdR consultará os núcleos para indicação de membros.

CT-4 Brasil P Machado

Comissão de Hidráulica de Barragens

Objetivo Proposto: Fazer um levantamento dos problemas ocorridos com os vertedouros brasileiros, classificando os eventos ocorridos em função de suas causas, sejam elas

(5)

_______________________________________________________________________

Rua Real Grandeza, 219 – Bloco C – Sala 1007 – CEP: 22281-900 – Botafogo – Rio de Janeiro – RJ Tel.: (21) 2528-5320. Fax: (21) 2528-5959 e-mail: cbdb@cbdb.org.br - http://www.cbdb.org.br CGC 42.334.193/0001-67 Inscrição Municipal 0903.388

COMITÊ BRASILEIRO DE BARRAGENS - CBDB

relacionadas com projeto, construção ou operação. Procurar tirar conclusões e recomendações que possam evitar e minorar os problemas. O Coordenador deverá preparar os TdR e consultar os núcleos para indicação de membros.

CT-5 (a definir)

Comissão de Barragens de Terra e Enrocamento

Objetivo Proposto: Ainda não há Coordenador indicado para esta Comissão. O Diretor Técnico informou que está em consulta com Cássio Viotti, representante brasileiro na Comissão homóloga do ICOLD, para seleção do Coordenador.

Havia uma proposição do Diretor Técnico para que esta Comissão examinasse a questão de barragens de aterro com núcleo de asfalto. Entretanto, o Coordenador da CT-6, Bayardo Materón ponderou que atualmente este tipo de obra está sendo analisada em conjunto com as barragens de enrocamento com face de concreto e que há muitas questões de projeto e construção que são semelhantes. Por isso sugere que este tema passe para a CT-6. O Diretor Técnico concordou com esta ponderação.

CT-6 Bayardo Materon

Comissão de Barragens de Enrocamento com Face de Concreto e Núcleo de Asfalto.

Objetivo Proposto: Fazer analises comparativas entre barragens tipo BEFC e BENCA. Avaliar a utilização de modelos matemáticos para determinação das características de projeto de barragens de enrocamento com face de concreto e com núcleo de asfalto, fazendo uma análise crítica de sua utilização e comparando resultados de casos reais ocorridos. Preparar um boletim sobre o tema.

CT-7 Joaquim Pimenta Ávila Comissão de Barragens de Rejeito

O Coordenador indicado para esta comissão não compareceu e não respondeu as várias convocações emitidas. Deste modo a implantação desta comissão fica suspensa.

CT-8 Sérgio Abu Jamra Misael

Comissão de Formas de Contratação de Serviços de Eng. e Const.

Objetivo Proposto: Examinar as práticas vigentes de contratação de serviços de Engenharia e Construção para barragens e obras hidráulicas, especialmente em regime de preço total e prazo determinado em formatos tipo EPC ou Contratante Principal (Main Contractor). Avaliar os impactos do regime contratual e do processo de sua execução sobre a qualidade, desempenho e segurança das estruturas realizadas e formular recomendações sobre formatos e cláusulas contratuais que assegurem o alcance de padrões elevados destas características.

Os Termos de Referência desta comissão já foram preparados e os núcleos contatados para indicar participantes. Além disso, Sergio Misael pretende aproveitar a experiência brasileira e vai buscar a colaboração dos gerentes das grandes obras atuais.

CT-9 (a definir)

Comissão de Impacto Ambiental de Barragens e Reservatórios

Ainda não há coordenador indicado para esta Comissão. A Diretoria do CBDB está gestionando para definir esta indicação. O objetivo da Comissão só será definido após a seleção do

(6)

_______________________________________________________________________

Rua Real Grandeza, 219 – Bloco C – Sala 1007 – CEP: 22281-900 – Botafogo – Rio de Janeiro – RJ Tel.: (21) 2528-5320. Fax: (21) 2528-5959 e-mail: cbdb@cbdb.org.br - http://www.cbdb.org.br CGC 42.334.193/0001-67 Inscrição Municipal 0903.388

COMITÊ BRASILEIRO DE BARRAGENS - CBDB

CT-10 Denise Kruger

Comissão de Pesquisa, Desenvolvimento e Inovação Técnica.

Objetivo Proposto: Levantamento dos programas e ações planejadas e em andamento relacionados com pesquisa, desenvolvimento e inovação técnica na área de barragens. Criação de um banco de dados com estas informações. Avaliação crítica das ações em desenvolvimento e programada com recomendações pertinentes.

Denise Kruger apontou que muitas empresas já tratam esse assunto de um modo formal enquanto outras o fazem sem qualquer programa específico. De um modo geral as grandes concessionárias não estão conseguindo gastar a verba alocada em P&D. Denise já preparou e enviou ao Diretor Técnico proposição de Termos de Referência.

CT-11 Dimitry Znamensky Comissão de Fluxo de Detritos

Objetivo Proposto: Preparação de um boletim contendo as medidas técnicas e recomendações para o controle e manejo dos detritos, em situações brasileiras, com o objetivo de prolongar a vida útil das barragens. O nome da comissão deverá ser alterado para Corridas Detríticas.

O Coordenador deverá formar sua comissão com membros indicados pelos núcleos e para isso deverá consulta-los especificamente. Também deverá propor ao Diretor Técnico os Termos de Referência da Comissão.

Para finalizar foi reafirmado que cada coordenador indicado deverá redigir um termo de referência de sua comissão juntamente com a relação de seus membros para apresentar ao Diretor Técnico. Espera-se que as comissões possam iniciar seus trabalhos a partir do próximo evento do CBDB, em princípio em abril de 2014. Até lá, supõe-se que todos os passos preliminares, inclusive preparação dos TdR, confirmação dos temas e objetivos das comissões e indicações de membros estejam aprovados.

Nada mais tendo a tratar, o Diretor Técnico encerrou a reunião.

(7)

_______________________________________________________________________

Rua Real Grandeza, 219 – Bloco C – Sala 1007 – CEP: 22281-900 – Botafogo – Rio de Janeiro – RJ Tel.: (21) 2528-5320. Fax: (21) 2528-5959 e-mail: cbdb@cbdb.org.br - http://www.cbdb.org.br CGC 42.334.193/0001-67 Inscrição Municipal 0903.388

COMITÊ BRASILEIRO DE BARRAGENS - CBDB

REUNIÃO DOS NÚCLEOS REGIONAIS

DATA: 08/04/2013

LOCAL: ENOTEL, Porto de Galinhas – XXIX SNGB.

PARTICIPANTES – Aurélio Vasconcelos (NRPE), Carlos Henrique Medeiros (NRBA), Dimitry Znamensky (NRGO/BSB), Milton Santos Junior e Dimilson Coelho (NRPR), Ricardo Aguiar e Cleber Carvalho (NRMG), Vanda Malveira (NRCE), Marcelo Marques (NRRS), Sergio Pimenta (NRSC), Clovis Leme (NRSP), Erton Carvalho, Brasil Pinheiro Machado, Fabio De Gennaro Castro e Pedro Paulo Sayão Barreto.

ASSUNTOS TRATADOS:

Inicialmente Fabio Castro fez um breve resumo sobre a importância das atividades dos Núcleos Regionais dentro do CBDB e solicitou que cada representante relatasse as atividades de seu respectivo Núcleo no ano de 2012 e suas pretensões para o ano de 2013:

 NRSC – Sergio Pimenta: Ao longo dos últimos três anos o NRSC se concentrou na realização de cursos e pretende realizar este ano o de Hidrossedimentologia. Comentou que sente falta de um curso de Hidráulica.

 NRCE – Vanda Malveira: o primeiro desafio foi despertar o Núcleo. Foi realizado o curso de Fundações com muita dificuldade e pretende realizar o de Instrumentação. Comentou que o Núcleo não possui sede.

 NRPR – Milton Santos Jr. E Dimilson Coelho: nos últimos dois anos foram realizados três cursos (com Paulo Cruz, João Francisco e Ricardo Abraão), todos superavitários. Para 2013 estão previstos dois cursos: Barragens de Concreto e Maciços Rochosos, ambos inéditos. Comentou sobre a dificuldade de conseguir local para realização dos cursos, e que está sendo estruturada uma parceria com o Instituto de Engenharia do Paraná, tendo em vista o bom relacionamento com a sua atual diretoria. Fabio Castro comentou que em São Paulo existe um convênio assinado com o Instituto de Engenharia e que o mesmo poderia ser feito no Paraná. Foi informado que a conta bancária do Núcleo do Paraná foi encerrada, tendo sido os recursos repassados para a conta do CBDB no Rio de Janeiro.

 NRMG – Ricardo Aguiar e Cleber Carvalho: Inicialmente Cleber Carvalho aproveitou para indicar Ricardo Aguiar como coordenador da Comissão Técnica de Barragens de Terra. Fabio Castro informou que este não era o fórum adequado, essa indicação precisa ser dirigida ao Diretor Técnico. Ricardo Aguiar relatou que o Núcleo compartilha a sede da Sociedade Brasileira de Geologia já faz quatro anos. Normalmente usa o auditório do CREA para seus eventos. Informou que essa associação com a SBGE também pode ser aproveitada no Paraná. Uma pesquisa para realização de cursos mostrou que existem 130 pessoas interessadas em MG. Em 2012 a maior atividade foi a organização do evento sobre Barragens de Rejeitos e a publicação do respectivo livro.

 NRPE – Aurélio Vasconcelos: apesar do envolvimento do Núcleo na preparação do XXIX SNGB ainda conseguiu realizar três cursos em 2012, apresentando um superávit de quase R$ 69.000,00. Agora a grande dificuldade vem da MP 579 que afetou profundamente a

(8)

_______________________________________________________________________

Rua Real Grandeza, 219 – Bloco C – Sala 1007 – CEP: 22281-900 – Botafogo – Rio de Janeiro – RJ Tel.: (21) 2528-5320. Fax: (21) 2528-5959 e-mail: cbdb@cbdb.org.br - http://www.cbdb.org.br CGC 42.334.193/0001-67 Inscrição Municipal 0903.388

COMITÊ BRASILEIRO DE BARRAGENS - CBDB

CHESF que tem sido a âncora de nossas atividades. Mesmo assim pretendemos realizar um curso de Hidrologia e Dimensionamento Energético, ambos inéditos. Após a realização no Paraná, o NRPE pretende trazer para Recife o Curso sobre Barragens de Concreto (José Marques). Informou que pretende encerrar a conta bancária do Núcleo, transferindo toda a parte financeira para a Sede do CBDB.

 NRGO/BSB – Dimitry Znamensky: tentou fazer um curso de Barragens de Terra em Goiânia, mas houve muitas desistências ficando apenas sete participante e, portanto, foi postergado. Comentou que essa dupla abrangência, GO e BSB, cria uma dificuldade adicional e está encontrando muita dificuldade em manter o quadro da diretoria. Ainda assim pretende promover um evento sobre desastres naturais. Informou ainda que ainda tem oito mil reais na conta bancária do Núcleo que pretende transferir para o CBDB e encerrar a conta.

 NRRS – Marcelo Marques: O núcleo está em atividade há apenas dois anos e realizou um curso de Instrumentação e organizou o VIII SPMCH. Pretende lançar o curso de Hidráulica e recomendou que o CBDB elaborasse uma revista técnica ou participasse de alguma como a de Ouro Preto. Fabio Castro esclareceu que o CBDB pretende lançar a Revista Brasileira de Engenharia de Barragens.

 NRSP – Clovis Leme: em 2012 foram realizadas diversas palestras e o curso de Instrumentação. Neste ano está sendo realizado o curso de Barragens de Terra de uma forma inédita, todas as Segundas-Feiras. Será também realizada uma palestra sobre a implementação do PAE. Informou ainda que está em contato com a ABMS e ABGE para a criação do prêmio Mario Guedes e Mario Bittencourt. Por último mencionou a preparação do livro de Transposição de Peixes para o qual será preparado um evento em S. Paulo.

 NRBA – Carlos Henrique Medeiros: citou que a pedido do Diretor Jorge Amorim, ausente por problemas de horário de voo, o substituiu nessa reunião. Destacou o esforço do Amorim em resgatar os sócios atuais e ausentes, além da busca de novos membros. Citou também a realização de outros cursos de capacitação e palestras na área de segurança de barragens, com destaque para a regulamentação da Lei No. 12.334; com o apoio do NR-BA, a exemplo do curso realizado com o apoio do NR-SC.

Fabio Castro lembrou que os cursos realizados pelos Núcleos estão centrados em dois ou três profissionais e que é preciso haver maior diversificação dos instrutores. Informou que a Comissão Fiscal continua apontando falhas na prestação de contas dos Núcleos que precisam ser sanadas. Observou ainda que o Núcleo do Rio de Janeiro não se fez presente e não justificou ausência. Nada mais tendo a tratar, o Vice-Presidente encerrou a reunião.

Imagem

Referências

temas relacionados :