Estudo desenvolvido pelos professores Franciso Soares (GAME/UFMG) e Fernando Abrúcio (FGV/SP) sob encomenda da Fundação Victor Civita.

12 

Loading....

Loading....

Loading....

Loading....

Loading....

Texto

(1)

E

E

S

S

T

T

U

U

D

D

O

O

:

:

P

P

E

E

R

R

F

F

I

I

L

L

D

D

O

O

S

S

D

D

I

I

R

R

E

E

T

T

O

O

R

R

E

E

S

S

E

E

S

S

C

C

O

O

L

L

A

A

R

R

E

E

S

S

B

B

R

R

A

A

S

S

I

I

L

L

E

E

I

I

R

R

O

O

S

S

E

E

P

P

R

R

Á

Á

T

T

I

I

C

C

A

A

S

S

C

C

O

O

M

M

U

U

N

N

S

S

A

A

D

D

I

I

R

R

E

E

T

T

O

O

R

R

E

E

S

S

E

E

F

F

I

I

C

C

A

A

Z

Z

E

E

S

S

P

PR

R

Á

Á

TI

T

I

CA

C

A

S

S

C

C

OM

O

MU

U

NS

N

S

A

A

DI

D

I

RE

R

ET

T

OR

O

R

ES

E

S

EF

E

FI

IC

CA

A

ZE

Z

ES

S

R

RO

OT

TE

EI

IR

RO

O

D

D

E

E

EN

E

NT

T

RE

R

EV

V

IS

I

S

TA

T

A

2009

Estudo desenvolvido pelos professores Franciso Soares (GAME/UFMG) e Fernando Abrúcio (FGV/SP) sob encomenda da Fundação Victor Civita.

(2)

A

Fundação Victor Civita, que tem por missão contribuir para a melhoria da

qualidade da Educação Básica no Brasil, produzindo publicações, sites, material

pedagógico, pesquisas e projetos que auxiliem na capacitação dos professores,

gestores e demais responsáveis pelo processo educacional, implantou uma área de

estudos com o objetivo de levantar dados e informações que auxiliem as

discussões sobre práticas, metodologias e políticas públicas de Educação. Para

acompanhar outros trabalhos, visite o nosso site

www.fvc.org.br/estudos

.

EQUIPE DA FUNDAÇÃO VICTOR CIVITA

DIRETORIA EXECUTIVA

Angela Cristina Dannemann

David Saad

COORDENAÇÃO PEDAGÓGICA

Regina Scarpa

REVISTA NOVA ESCOLA

Gabriel Grossi

Paola Gentili

ESTUDOS, PESQUISAS E PROJETOS

Mauro Morellato

(3)

Coordenado por Fernando Abrúcio, cientista político e professor da Fundação Getúlio Vargas (FGV), e com o apoio do professor Francisco Soares, da Universidade Federal de Minas Gerais (UFMG), o estudo “Gestão Escolar e qualidade da educação: um estudo sobre dez escolas paulistas”, utiliza métodos quantitativos e qualitativos e incluiu visitas a dez escolas em quatro municípios paulistas ao longo de três meses. Em busca dos melhores procedimentos de gestão, o trabalho aponta as quatro principais características que fazem com que as escolas melhorem seu desempenho: a formação dos gestores (que se especializam e buscam saber ma is sobre experiências de sucesso), a capacidade do diretor de integrar todas as áreas de atuação no dia a dia (encarando a gestão como um todo, sem se prender apenas às tarefas burocráticas), a atenção dedicada às metas de aprendizagem (utilizando os resultados das avaliações externas para fazer a escola avançar) e a habilidade para criar um clima de trabalho positivo na escola (mantendo coesa a equipe gestora e promovendo o comprometimento de professores e funcionários com as metas predefinidas).

Este Relatório Final é dividido em municípios e apresentado por escola.

Para preservar a identidade das escolas e das pessoas entrevistadas, foram alterados os nomes originais deste relatório. Foram suprimidas também as informações sobre os municípios e as fotos das escolas.

Pesquisadores:

• Mário Aquino Alves

• Valeriano Mendes Ferreira Costa • Hironobu Sano

• Lilia Asuca Sumiya • Cristina Sydow • Sandra Santos

• Maria Cecília Gomes Pereira • Silvia Craveiro

• Cibele Franzese • Leandro Damásio • Catarina Ianni

• Marcus Vicinius Peneido Gomes • Caio Motta Souza

(4)

GESTÃO ESCOLAR E QUALIDADE DA EDUCAÇÃO:

UM ESTUDO SOBRE DEZ ESCOLAS PAULISTAS

ROTEIRO DE TEMAS PARA AS ENTREVISTAS EM PROFUNDIDADE (PERGUNTAS ABERTAS)

Síntese do objetivo do instrumento de pesquisa

As entrevistas em profundidade (perguntas abertas) baseadas em temas têm dois objetivos metodológicos fundamentais.

O primeiro é dar maior espaço e liberdade à fala do entrevistado, que não ficará preso a um padrão fechado de resposta, podendo inclusive trazer elementos novos não previstos pelo roteiro de questões.

O segundo objetivo é permitir ao entrevistador que ele faça novas indagações ou reformule o sentido das perguntas de acordo com o que for dito.

Este método é bastante adequado para situações nas quais se pretende entender, com mais riqueza de detalhes, os fatores que influenciam um fenômeno e produzem determinado resultado.

No caso desta pesquisa, o fenômeno estudado é o efeito escola, mais especificamente o peso da gestão e da liderança institucional interna, principalmente o diretor. E o resultado a ser explicado é a diferença de nota na Prova Brasil entre duas escolas em situações muito semelhantes.

Na hora de entrevistar, é importante frisar que as entrevistas não serão repassadas aos outros atores escolares e que a citação de qualquer conteúdo em publicação dependerá de autorização do entrevistado.

Lista de atores a entrevistar

1) Secretário Municipal (possibilidade de entrevistar também assessores) 1 2) Diretor Regional de Ensino

3) Diretor da Escola (e, se houver, outros “Gestores Escolares” com papel efetivo na gestão – como um Vice-Diretor)

4) Coordenador Pedagógico

5) Membro relevante da sociedade local vinculado com atividades ligadas à educação 6) Pais2

7) Professores 8) Alunos

9) Funcionários da escola3

1 No caso do Município 02, onde o objeto são escolas estaduais, também entrevistaremos a secretária municipal de Educação porque ele foi professora e coordenadora pedagógica da rede pública estadual por 15 anos. Inclusive, ela conhece bem as escolas que serão estudadas

2

Optou-se por entrevistar, formalmente, pais que conheçam bem o u participem do Conselho da Escola, porque o objetivo da pesquisa é avaliar o peso da gestão escolar sobre o desempenho dos alunos da escola, de tal modo que só este tipo de pai tem mais condições de opinar sobre este assunto. Obviamente que deverão ser fe itas conversas, no trabalho etnográfico (caderno de campo com observações), com pais que tenham pouco conhecimento da gestão escolar, para tentar entender o alcance da atuação dos gestores escolares junto à comunidade.

(5)

Roteiro de temas por ator

I) Secretário Municipal (possibilidade de entrevistar também assessores)

1) Breve histórico pessoal (onde nasceu, estado civil, religião e interesse pela educação). 2) Formação e trajetória profissional.

3) Como ele chegou à secretaria?

4) Qual é a sua visão sobre o papel da educação para a sociedade? 5) A valiação dos principais problemas educacionais do município.

6) Principais pontos de sua ação administrativa (“plano de governo do secretário”). 7) Visão sobre o papel da sociedade e da comunidade na educação do município. 8) Opinião sobre o papel dos professores na educação do município.

9) Papel dos mecanismos de gestão na política educacional do município: projeto da secretaria e seus resultados nas escolas.

10) Opinião sobre os resultados das avaliações educacionais no município e o que a secretaria tem feito em relação a tais resultados.

11) Processo de escolha e seleção dos diretores escolares: como é, se deveria ser aperfeiçoado e em que pontos.

12) A valiação do papel que os diretores escolares deveriam ter e como de fato eles têm atuado nas escolas municipais.

13) Ações de capacitação dos diretores e dos gestores escolares e seus resultados.

14) Opinião sobre o desempenho e funcionamento das escolas estudadas pela pesquisa no referido município – pontos positivos e negativos.

15) Opinião sobre os gestores escolares – principalmente o diretor – destas escolas sobre os seguintes temas: a) Cuidado com o espaço e o patrimônio escolar;

b) Exposição da aprendizagem dos alunos; c) Valorização dos profissionais que lá trabalham; d) Parcerias e envolvimento com a comunidade; e) Participação nas questões do bairro e do município; e f) Satisfação dos alunos que ali estudam.

16) Visão do secretário de como seria uma escola ideal.

II) Diretor Regional de Ensino

1) Breve histórico pessoal (onde nasceu, estado civil, religião e interesse pela educação). 2) Formação e trajetória profissional.

3) Como ele chegou à Diretoria Regional de Ensino?

4) Como tem sido a atuação profissional dele (o que faz) e o que pode ser feito pela Diretoria Regional?

3

Entrevistas pelo menos dois tipos d e funcionário: um mais próximo da gestão e outro mais próximo de atividades -meio da escola, como a cozinha, os inspetores e os vigias.

(6)

5) Qual é a sua visão sobre o papel da educação para a sociedade?

6) Quais são, para ele, os principais problemas da educação na rede estadual em geral? 7) Quais são, para ele, os principais problemas da educação na área que ele coordena?

8) Quais são, para ele, os principais problemas da educação no município analisado pela pesquisa? 9) Visão sobre o papel da sociedade e da comunidade na educação.

10) Opinião sobre o papel dos professores na educação do município.

11) Papel dos mecanismos de gestão na política educacional e como a Diretoria Regional tem atuado nesta questão.

12) Opinião sobre os resultados das avaliações educacionais e como a Diretoria Regional tem atuado nesta questão.

13) Se e como a diretoria regional tem atuado em relação aos diretores escolares e outros gestores educacionais nas escolas.

14) A valiação do papel que os diretores escolares: processo de escolha, como deveriam agir e como de fato eles têm atuado nas escolas estaduais.

15) Opinião sobre o desempenho e funcionamento das escolas estudadas pela pesquisa ligadas àquela Diretoria Regional – pontos positivos e negativos.

16) Opinião sobre os Gestores Escolares destas escolas. 17) Visão do Secretário de como seria uma escola ideal.

III) Diretor da Escola

1) Breve histórico pessoal (onde nasceu, estado civil, religião e interesse pela educação). 2) Formação e trajetória profissional.

3) Como ele se transformou em Diretor na escola atual e qual sua pers pectiva de carreira nela. 4) Qual é a sua visão sobre o papel da educação para a sociedade?

5) A valiação de sua relação com a rede de ensino: opinião sobre a política educacional, apoio, conflitos, capacitação e visão sobre a carreira do Diretor na sua rede de ensino.

6) Suas primeiras impressões sobre a escola em que trabalha e visão atual mais geral sobre esta escola.4 7) Como é a sua rotina num dia de trabalho típico?

8) A valiação da situação física (instalações) da escola e o que tem sido feito para melhorar.

9) A valiação da autonomia de gestão que o Diretor efetivamente tem e o que ele tem feito para aprimorar este aspecto (itens a serem explorados: autonomia financeira, autonomia legal, autonomia política e autonomia administrativa).

10) Perguntar qual é o ponto em que ele acha que tem mais autonomia, quais as razões disso e seus efeitos. 11) Perguntar qual é o estilo de atuação do Diretor no processo decisório: mais centralizador/descentralizador,

tomada de decisão com pequenas equipes ou com um colegiado maior, atuação mais pela conquista ou pela imposição. Para esta pergunta, vale pedir que o Diretor dê exemplos de sua atuação.

4

Esta pergunta é retomada ao final do questionário. O objetivo é observar o processo de reflexão do diretor ao longo da entrevista, que é retomado ao final do questionário.

(7)

12) Perguntar quais são os valores predominantes nos membros da comunidade escolar e qual a avaliação do Diretor sobre tais valores. Deve-se perguntar quais são os valores consensuais e aqueles em que há divergência e como o Diretor acredita que a cultura organizacional mudou desde a sua chegada.

13) A valiação da gestão administrativa (processos e rotinas administrativas) da escola e o que ele tem feito para melhorar.

14) O que o Diretor tem feito para melhorar o uso do espaço interno da escola?

15) A valiação do planejamento pedagógico: qual é o papel do Diretor neste processo, como ele tem atuado nos últimos planejamentos pedagógicos (houve mudanças? houve aprendizado?) e como e se o planejamento pedagógico chega à sala de aula, melhorando a conduta do professor e o desempenho dos alunos.

16) A valiação do seu relacionamento com os professores: opinião sobre: a) A carreira do magistério (em geral e na sua rede);

b) Os professores de sua escola (rotatividade, desempenho, motivação e compromisso com a escola);

c) O que tem feito para aprimorar o desempenho de seus professores (capacitação e sistema de incentivos); e

d) O que tem feito para lidar com os conflitos com os docentes. 17) O que o senhor faz diante das seguintes situações concretas:

a) Se um professor tem um nível muito alto de faltas;

b) Se um professor não domina bem o conteúdo das disciplinas, afetando o desempenho dos alunos; e c) Se um professor tem conflito com outros colegas ou membros da comunidade escolar.

18) O Diretor incentiva a formação continuada dos professores nos horários de trabalho coletivo.

19) Perguntar se o Diretor monitora as atividades em sala de aula e de que maneira. Se sim, o que isto afetou o desempenho da escola.

20) Perguntar se o Diretor incentiva práticas inovadoras dos professores. Pode citar alguma? 21) Qual é a importância que o sr. dá ao trabalho do coordenador pedagógico?

22) A valiação de sua relação com os funcionários e o papel destes na gestão escolar. Perguntar especificamente sobre o relacionamento com os funcionários mais diretamente ligados à gestão (nas escolas estaduais, o secretário tem um papel fundamental), com o coordenador pedagógico e com outros essenciais ao cotidiano escolar, como, por exemplo, a “merendeira”.

23) A valiação do papel e do funcionamento do conselho de escola em sua unidade.

24) A valiação da relação com os atores externos, particularmente com a comunidade e as famílias (temas principais aqui: os pais são atuantes? O que tem sido feito para atrair os pais à vida escolar de seus filhos? qual é o efeito da ação dos pais para a melhoria da escola?)

25) Como é a gestão do cotidiano escolar, isto é, da presença e assiduidade dos professores, do funcionamento da cantina, do uso dos espaços físicos da escola, das festas da escola etc.. (o importante aqui é ver a maneira como o Diretor lida com certos detalhes importantes que revelam o perfil de sua gestão).

26) Como o Diretor lida com os alunos: avaliação geral, formas de aproximação e de disciplinamento, a questão da violência, a criação de um horizonte de vida aos alunos, o incentivo às atividades extraclasse e qual é a importância dos alunos para a escola – pode parecer óbvia, mas esta questão é fundamental, para saber se o foco no aprendizado dos alunos ocorre na escola.

(8)

27) Como a escola avalia, registra e acompanha os dados de avaliação dos alunos?

28) Como o Diretor lida com as avaliações externas referentes ao desempenho da escola e dos alunos, com quatro perguntas:

a) Primeira, verificar o grau de conhecimento dele sobre este assunto; b) Segunda, perguntar qual é a opinião dele sobre estas avaliações;

c) Terceira, perguntar se o resultado das avaliações é incorporado no planejamento das ações pedagógicas e de gestão da escola; e

d) E, quarta, se os outros atores da comunidade escolar, sobretudo os professores, estão incorporando estas avaliações à sua atuação.

29) Se ele pudesse rever algumas atitudes de sua gestão até agora, em que pontos ele faria isto?

30) Qual é o interesse dele pelo tema da gestão e se ele fez e/ou pretende fazer cursos na área de gestão? 31) Visão do Diretor de como seria uma escola ideal.

32) A valiação final sobre a escola e sua gestão e auto-avaliação.

IV) Coordenador Pedagógico

1) Breve histórico pessoal (onde nasceu, estado civil, religião e interesse pela educação). 2) Formação e trajetória profissional.

3) Como ele chegou a esta escola e qual sua perspectiva de carreira nela. 4) Qual é a sua visão sobre o papel da educação para a sociedade?

5) Quais foram suas primeiras impressões sobre a escola em que trabalha e qual é a sua visão atual?

6) Qual é, para ele, o papel do Coordenador Pedagógico? Como este papel de fato é realizado pela escola em que está? O que deveria ser feito para corrigir os problemas?

7) Como é a sua rotina num dia de trabalho típico?

8) Do ponto de vista da Coordenação P edagógica, qual é a carga horária semanal dedicada ao trabalho coletivo em cada escola?

9) Como é e como deveria ser o planejamento pedagógico?

10) Avaliação da relação com o Diretor – qual é o papel que este dá efetivamente ao Coordenador Pedagógico?

11) Avaliação da relação com outros funcionários e gestores escolares.

12) A valiação da relação com os professores: efeitos do planejamento pedagógico na sala de aula, se o coordenador monitora a sala de aula.

13) Como a gestão pode favorecer a atuação do coordenador pedagógico? 14) Auto-avaliação.

15) Visão sobre como seria uma escola ideal.

V) Membro relevante da sociedade local vinculado com atividades ligadas à educação (se possível, com atuação nas escolas estudadas)

(9)

2) Formação e trajetória profissional.

3) Qual é o papel da educação para a sociedade? 4) Visão geral sobre a educação na cidade. 5) Como a sociedade pode ajudar à educação?

6) Como a melhoria da gestão poderia melhorar as escolas? Que medidas propõe? 7) Qual deve ser o papel de um diretor de escola?

8) Se atua ou conhece uma ou mais das escolas estudadas. Qual é a sua opinião sobre ela(s)? O que pode ser feito para melhorá-la?

9) Qual é a postura do diretor em relação aos seguintes temas: a) Cuidado com o espaço e o patrimônio escolar; b) Exposição da aprendizagem dos alunos; c) Valorização dos profissionais que lá trabalham; d) Parcerias e envolvimento com a comunidade;

e) Participação nas questões do bairro e do município; e f) Satisfação dos alunos que ali estudam.

10) Visão sobre como seria uma escola ideal.

VI) Pais

1) Breve histórico pessoal (onde nasceu, estado civil, religião). 2) Formação e trajetória profissional.

3) Qual é a sua visão sobre a importância da educação? O que a escola significou para a sua vida? 4) Qual é a avaliação geral sobre a escola do seu(s) filho(s)?

5) Qual é, em sua opinião, a contribuição que os pais podem dar para a educação dos filhos? O sr. acha que os pais de sua comunidade cumprem este papel? E o sr. cumpre este papel?

6) Qual é sua a opinião sobre o conselho da escola?

7) Existem outros mecanismos de participação? se sim, eles são acionados regularmente?

8) Qual deve ser o papel de um diretor de escola? o diretor cumpre bem o seu papel? Dê exemplos 9) Como o sr. vê a postura do diretor em relação aos seguintes temas:

a) Cuidado com o espaço e o patrimonio escolar; b) Exposição da aprendizagem dos alunos; c) Valorização dos profissionais que lá trabalham; d) Parcerias e envolvimento com a comunidade;

e) Participação nas questões do bairro e do município; e f) Satisfação dos alunos que ali estudam.

10) O sr. acha que o diretor conhece bem o nível de aprendizado que seu filho tem? 11) Visão sobre o papel geral dos professores no processo educacional.

12) Visão sobre o papel e o desempenho dos professores da escola de seu(s) filho(s). 13) O que o governo pode fazer para melhorar as escolas?

(10)

15) O sr. conhece as avaliações externas da escola (P rova Brasil, Ideb)? Se sim, sabe qual foi o desempenho da escola de seu(s) filho(s)? O sr. considera importante estas avaliações? O sr. sabe se a escola de seu(s) filho(s) está fazendo alguma coisa em relação a tais avaliações?

16) Visão sobre como seria uma escola ideal.

VII) professores

1) Breve histórico pessoal (onde nasceu, estado civil, religião). 2) Qual é a visão sobre o papel da educação para a sociedade? 3) Por que quis se tornar professor?

4) Formação e trajetória profissional: como vê hoje a profissão de professor.

5) Como ele chegou a esta escola e qual sua perspectiva de carreira nela (quanto tempo dedica a ela, se trabalha em outra escola – neste último caso, se sim comparar as duas escolas).

6) Quais foram suas primeiras impressões sobre a escola em que trabalha e qual é a sua visão atual? 7) Como é a sua rotina de um dia de trabalho típico?

8) A valiação do planejamento pedagógico da escola: sua qualidade e efetividade na sala de aula.

9) Qual é o tempo que o sr. tem para o trabalho coletivo e para a formação continuada? O professor recebe apoio para os problemas didáticos que ele enfrenta?

10) Avaliação do trabalho do conselho de escola. Dê um exemplo de situações positivas e negativas no conselho.

11) Avaliação da relação dos professores com a comunidade e com os pais.

12) Avaliação da relação dos professores com os alunos. Dê exemplos bons e problemáticos. 13) Avaliação da relação dos professores com os funcionários. Dê exemplos bons e problemáticos.

14) Avalie também o papel de outros gestores escolares (vice-diretor, por exemplo) e do coordenador pedagógico – como é e como deveria ser.

15) Ponto mais importante: avaliação geral da relação com o diretor, nos seguintes pontos: a) Competência na gestão da escola;

b) Envolvimento com o dia-a-dia da escola;

c) Estilo de ação no processo de tomada de decisão; d) Capacidade de convencimento e negociação;

e) Capacidade de atrair a comunidade para a vida escolar; e f) Relacionamento da escola com a rede de ensino.

16) O que o diretor faz diante das seguintes situações concretas: a) Se um professor tem um nível muito alto de faltas;

b) Se um professor não domina bem o conteúdo das disciplinas, afetando o desempenho dos alunos; e

c) Se um professor tem conflito com outros colegas ou membros da comunidade escolar.

17) Pontos positivos e negativos do diretor: se possível, dê exemplo de situações em que o diretor teve um bom desempenho na gestão da escola, e naquelas em que teve um mau desempenho.

(11)

18) O diretor incentiva e atua em prol da inovação da escola e de seus professores?

19) No que o diretor poderia mudar para melhorar o desempenho dele na gestão da escola?

20) Qual a sua opinião sobre as avaliações externas à escola (Ideb, Prova Brasil)? O diretor criou alguma estratégia para lidar com tais avaliações?

21) No que o diretor poderia mudar para melhorar sua relação com os professores? 22) Auto-avaliação.

23) Visão sobre como seria uma escola ideal.

VIII) Alunos

1) Dados pessoais (nome, idade, religião, atividades que gosta de realizar, o que gostaria de ser quando crescer).

2) Dados gerais da família (se são da cidade, profissão e relação com a comunidade). 3) Seus pais participam ativamente de sua vida escolar? Se sim, de que maneira? 4) Qual é a importância da educação para sua vida?

5) Opinião geral sobre a escola. 6) Como é a sua rotina na escola?

7) Você acredita que a escola está lhe oferecendo um bom ensino? Você acha que ela poderá melhorar sua vida, de modo que você possa no futuro seguir a profissão que deseja?

8) Você acha que o diretor conhece bem o seu nível de aprendizado e dos outros alunos? 9) Auto-avaliação do desempenho escolar.

10) Avaliação da relação com os professores e o seu desempenho na sala de aula. 11) Avaliação da relação com os funcionários.

12) O clima na escola é de motivação dos alunos e de incentivo a atividades inovadoras e extracurriculares? 13) Avaliação do papel do diretor: pontos positivos e pontos negativos.

14) O que o diretor poderia fazer para melhorar a escolar?

15) Como é a disciplina na escola? As regras são rígidas ou flexíveis? Elas são cumpridas pelos alunos e pelos outros membros da comunidade escolar? Qual é o papel do diretor no cumprimento destas regras? As regras são discutidas com os alunos?

16) Você conhece a avaliação da Prova Brasil? O que acha dela? A escola faz alguma atividade especial para lidar com esta avaliação?

17) Visão sobre como seria uma escola ideal.

IX) Funcionários da escola

1) Breve histórico pessoal (onde nasceu, estado civil, religião). 2) Formação e trajetória profissional.

3) Como ele chegou a esta escola e qual sua perspectiva de carreira nela. 4) Qual é a sua visão sobre o papel da educação para a sociedade?

(12)

6) Como é a sua rotina num dia de trabalho típico? 7) Qual deve ser o papel do diretor de uma escola? 8) O diretor de sua escola cumpre este papel? Justifique.

9) Que tipo de liderança o diretor de sua escola exerce? (se ele é bastante atuante, se é centralizador ou não, se ouve as pessoas antes de tomar decisões). Se possível, dê exemplos.

10) A sua escola é bem administrada? Explique.

11) Que aspectos o sr. mudaria na gestão da escola? Por quê? 12) O conselho da escola funciona bem? Por quê?

13) Avaliação da relação dos funcionários com os professores. 14) Avaliação da relação dos funcionários com os alunos. 15) Visão sobre como seria uma escola ideal.

Imagem

Referências

temas relacionados :