PLANOS E DECISÕES. cristoevida.com

Loading....

Loading....

Loading....

Loading....

Loading....

Texto

(1)

A NO XIX - Nº 65 0 • F O R T ALEZA , 1 7 DE D EZ EMBRO DE 2006 IGREJA B A TIST A FUNDAMENT ALIST A CRIST O É VIDA

cristo

evida

.com

Há momentos em nossas vidas que podem parecer simples e de rotina, porém podem ter uma importância bem maior do que avaliamos naquele tempo. É assim que vejo a última Reunião do Conselho da Igreja e a nos-sa última Assembléia.

Traçamos os planos para as atividades principais de nossa igreja para o início de 2007:

1 - A XX Conferência Missionária - 26 a 28 de janeiro. Vamos orar para que a nossa próxima Conferência seja ricamente abençoada pelo SENHOR Deus e que tenha-mos uma visão maior de Missões e um impactante desa-fio de toda a igreja envolver-se com a obra missionária. 2 - O Terceiro Módulo do Curso de Missões Judaicas - com o Pr. Yon Morato da Missão Brasileira Messiânica (MBM-SP). A Disciplina de Romanos será ministrada, durante os feriados de Carnaval, pela manhã, de 17 a 20 de fevereiro.

3 - Celebrando a Família 2007 - Realizaremos nas noites do período carnavalesco, com início na sexta-fei-ra, dia 16, e prosseguindo até terça-feisexta-fei-ra, dia 20 de feve-reiro.

4 - E no dia 02 de fevereiro (sexta-feira), se Deus qui-ser, começaremos o Curso de Treinamento Bíblico para Pastores, Missionários e Líderes, com a Disciplina de Hermenêutica Bíblica.

Também oficializamos o PROJETO JUBILEU DE PRATA. Como em 2009 a I.B.F. Cristo é Vida completará 25 anos, queremos celebrar a graça e misericórdia do SENHOR para conosco com a implantação de 25 traba-lhos missionários. Até hoje contamos com doze frutos dessa obra iniciada pelo Senhor Jesus Cristo aqui na Barra do Ceará. Precisamos implantar (juntamente com as nossas igrejas-irmãs do Henrique Jorge e Sítio São João) mas treze trabalhos missionários, em três anos.

Para isso temos como meta preparar a igreja com uma ampla visão missionária, treinar os vocacionados para Missões e traçar uma estratégia de sustento missi-onário que seja digno dessa obra:

Salário do Missionário (4 S.M.) = 1.400,00 INSS = 280,00 FGTM = 112,00 SEGURO (Igreja) = 26,00 PLANO DE SAÚDE = 226,00 13º SALÁRIO (1/12) = 116,00 FÉRIAS (provisão) = 40,00 TOTAL R$ 2.200,00

PLANOS

EEEEE

DECISÕES

Foi apresentada também a renúncia de Abílio Bivah, do Diaconato de Finanças de Missões. O irmão Abílio tem atravessado problemas difíceis de saúde e também

(2)

IGREJA BATISTA FUNDAMENTALISTA CRISTOÉ VIDA

Av. K, nº 911 - Planalto da Barra - Fortaleza - CE - Telefone: (85) 3286.3330 Pr. Nogueira (8841.3710) - Pr. Joaquim (9995.9675) - Pr. Luiz (8875.9719) Boletim interno, semanal e gratuito - Diaconia de TI & M - Tiragem: 450 cópias

www.cristoevidacristoevidacristoevidacristoevidacristoevida.com

INFORMISSÕES

agora está morando longe da igreja. Foi eleito para assumir essa Diaconia, o Ximenes. A liderança da igreja (sede na Barra do Ceará) está agora assim definida:

1 - Pr. José Nogueira » Pastor-Sênior 2 - Pr. Joaquim Vieira » Pastor Assistente 3 - Pr. Luiz Lindolfo » Pastor Assistente

4 - Marcus Antônio » Diácono de Assistência Contábil 5 - Aragão Neto » Diácono de Louvor e Adoração 6 - Elsa Mita » Diaconisa de Secretaria

7 - Carmen Cinira » Diaconisa de Educação Cristã

8 - Roberto Kadoshim » Diácono de Comunicações e História 9 - Alexandre Aquino » Diácono de Tecnologia da Informação e Marketing 10 - José Bonifácio » Diácono de Finanças

11 - Luiz Cláudio » Diácono de Educação Infantil

12 - Luiz Carlos Ximenes » Diácono de Finanças de Missões Tanto na Reunião do Conselho como na Assembléia, o irmão Ro-berto Kadoshim apresentou seu testemunho de vocação para traba-lhar como missionário em Israel. Roberto testemunhou que tanto ele como a Verônica têm a convicção da chamada de Deus para que a sua família se consagre à tarefa de fazer Missões entre os descen-dentes de Abraão. Falou de seu treinamento atual (está aperfeiçoan-do seu inglês e estudanaperfeiçoan-do hebraico) e de seu projeto de passar um ano em São Paulo fazendo o Curso de Missões aos Judeus com a MBM-SP (Missão Brasileira Messiânica), em 1998. A MBM faz tam-bém um treinamento prático de campanhas evangelísticas em cida-des do interior do São Paulo onde há grancida-des colônias judaicas, e isto será de grande proveito em sua preparação para a obra de Deus. Roberto relatou que estava consciente das dificuldades, mas que confiava no Deus de Abraão para levar a bom termo a sua chamada missionária.

A pedido do Conselho Administrativo, também foi apresentado o casal de missionários norte-americanos: Kátia e Daniel Stowell. Eles são membros de uma igreja nos EUA (Shadow Mt. Community Chur-ch) e mostram o desejo de serem filiados à nossa igreja (como mem-bros especiais) a fim de trabalharem conosco em Missões.

O Pr. José Nogueira apresentou o casal Stowell, dizendo que os conhecia desde os tempos de seminário, e que a igreja deveria orar para que, se for a vontade de Deus, esses missionários possam se integrar à nossa equipe missionária. Atualmente os Stowells lideram uma congregação em Patacas, Iguape.

Estamos testemunhando o que diz o Salmo 126. Quando o SE-NHOR Deus abençoou grandemente o povo de Israel, as primeiras pessoas que notaram isso foram as nações: “Então entre as nações se dizia: Grandes cousas o SENHOR tem feito por eles”. Foi somen-te aí que Israel percebeu e disseram: “Com efeito, grandes cousas fez o SENHOR por nós...!”. Até então Israel não havia notado e preci-sou que os de fora dissessem para que eles reconhecessem. Vamos fazer o mesmo, irmãos?

De fato, realmente, é isso mesmo, “com efeito, grande cousas fez o SENHOR Deus por nós, por isso estamos alegres e sentindo a nossa responsabilidade diante dEle.

(3)

MISSÕES:

O Que Você Tem Em Suas Mãos?

– Parte II – Êxodo 4:1-12

Neste texto, encontramos Deus fazendo uma pergunta a Moi-sés: O que você tem nas mãos? E Moisés prontamente respon-deu: Uma vara. Era tudo o que ele tinha, tudo que ele poderia oferecer a Deus. Mas, para Deus, era o suficiente. E com aquela vara o povo foi libertado do Egito, e vários sinais aconteceram na condução do povo rumo à Terra Prometida.

Mas, para que isso acontecesse, Moisés teve que entregar a vara nas mãos do SENHOR Deus. E quando uma simples vara vai para as mãos de Deus, ela se torna uma arma poderosa e eficaz, pois passa a ter um significado maior.

Mas, o que nós temos em nossas mãos e o que temos realizado? Se Deus nos chamou para ser cooperadores, os que ficam e seguram as cordas para que os missionários possam descer aos campos, temos que fazer disso uma das prioridades. Temos que levar à sério a intercessão.

Se a chamada for para ir aos campos, temos que aceitar a vocação de Deus, prepararmo-nos e ir.

O Senhor Jesus tem nos chamado para fazer Missões. Ele nos colocou em Seus planos. Precisamos apenas atender ao Seu chamado e ir adiante, confiando nEle. A ordem é clara. E o que temos feito? Temos atendido a essa ordem?

Deus está nos chamando para escrevermos a história de Missões em nossa geração. Vejamos o exemplo de Lutero, Wesley, John Huss, Jorge Müller, Hudson Taylor, Dwight Moody, Guilherme Carey, Char-les Spurgeon, Nate Saint, Carlos Studd, Sundar Sing, Pedro “Crente” Brito e tantos outros que, se passarem mais 100 anos, ainda serão lembrados pelo que fizeram, pelo que deixaram Deus fazer atra-vés de suas vidas. Eram homens comuns, como nós, que simples-mente se entregaram para viver o que Deus planejara para eles.

E Jesus quer colocar o nosso nome nessa lista. Certamente Ele quer que você faça parte da lista de crentes que deixaram sua marca no mundo como servos fiéis, que entregaram a vida nas mãos de Jesus e O deixaram agir.

Não percamos mais tempo. Deixemos que o Espírito Santo aja em nossa vida. Mais do que nunca precisamos do poder do Alto, de autoridade e ousadia, para levar o evangelho àqueles que não o conhecem.

Jesus nos chama para pregarmos aos nossos familiares, aos nossos vizinhos, aos nossos colegas de trabalho e de escola, mas também nos chama para pregar aos curdos no norte do Iraque, aos Ianomâmis na selva brasileira, aos Sawis no interior da Nova Guiné, aos Safens no Senegal e a todo povo que existe na Terra. Vamos nos dispor. Responder ao chamado do Senhor. Entre-gar nossas vidas nas mãos do Pai e deixar que Ele nos use para que façamos a Sua vontade.

Façamos, portanto, realmente diferença no mundo em que vive-mos, para marcarmos a nossa geração e escrevermos mais um capi-tulo da história de Missões, para a glória do Senhor Jesus Cristo.

(4)

OREMOS POR NEPAL

O Nepal é um pequeno país montanhoso, encravado entre a Chi-na e a Índia Chi-na Cordilheira do Himalaia. A maioria dos 24 milhões de habitantes vive nas colinas e no vale do Katmandu. Apenas 11% da população habita áreas urbanas, e Katmandu, a capital, é a maior cidade, com 1,5 milhões de pessoas. É o único reino hindu do plane-ta e até 1950 era extremamente isolado. Em 1962, o rei Mahendra dissolveu o Parlamento e baniu os partidos políticos. A pressão po-pulacional levou o país à primeira eleição livre em 1991 e a uma ampla liberalização. O hinduísmo continuou sendo a religião do esta-do, mas novas leis promulgadas asseguraram a liberdade de culto e de religião, ainda que a evangelização continue proibida.

O cristianismo chegou ao Nepal muito recentemente. Missões india-nas têm atuado no país desde 1952, mas geralmente concentraram seus ministérios nos indianos. Formada nos anos 50, a Missão Unida para o Nepal (United Mission to Nepal) representa centenas de missionários estrangeiros e funcionários locais que trabalham primariamente em pro-jetos de desenvolvimento social aprovados pelo governo. Como não é permitido que missões estrangeiras implantem igrejas entre os nepale-ses, os cristãos locais organizaram a Igreja de Cristo no Nepal, em 1966. Atualmente, há cerca de 150 mil cristãos no Nepal (menos de 1% da população), mas estão rapidamente implantando novas igrejas. O Ne-pal continuará assistindo ao crescimento do número de crentes. Com o crescimento do cristianismo, a perseguição aumentará. Profissionais estrangeiros cristãos já foram expulsos do país, mas uma perseguição mais severa poderá ocorrer, incluindo a prisão de nepaleses e martírios.

MOTIVOS DE ORAÇÃO

1 - A igreja está presenciando um rápido avanço. A igreja tem cresci-do particularmente nas áreas mais remotas. Contucresci-do há uma grande disseminação e ênfase em milagres e sinais. Oremos por um cresci-mento com firmeza doutrinária.

2 - A igreja enfrenta perseguição. Há dois partidos militantes hindus que perseguem os cristãos continuamente. Esses partidos se opõem abertamente à presença de cristãos no Nepal. Oremos para que os irmãos não intimidem e continuem pregando.

3 - A distribuição dos missionários ainda deve ser um grande motivo de oração. Enquanto a ABWE tem dezenas de missionários no Brasil (e ela é uma das maiores missões dos EUA), há apenas um casal de missionários no Nepal. Oremos para que o SENHOR da Seara envie mais obreiros para o Nepal.

4 - O proselitismo é considerado ilegal. Severas penalidades são aplicadas por batismo nas águas ou atos de evangelização. Os ne-paleses tradicionalmente seguem a mesma religião do pai. Oremos para que os cristãos sejam ousados no evangelismo.

(5)

PR. VALBERTH & RENATA VERAS

CARTA

Sou pro-f u n d a m e n t e grato pela par-ceria de vocês conosco. Agradeço a Deus pelo vosso minis-tério e perce-bo que a visão missionária de vocês está au-mentando em

quantidade e qualidade, para a glória do nosso Senhor Jesus Cristo. Compartilho como tem sido este ano e as nossas perspectivas para o próximo. Em relação ao Mestrado em Missiologia, pretendo terminar a dissertação em julho de 2007. Está concluída e sendo revista pelo orien-tador, estou na expectativa de defendê-la perante a banca examinadora. Tenho notícias do Nepal. Na Conferência Missionária do SIBIMA, co-nheci o diretor da ABWE para a América Latina. Ele me pôs em contato com diretor da Missão para o Sudoeste Asiático. Há um casal de missio-nários da ABWE no Nepal. Um dos cônjuges é nepalês e o outro norte-americano. É difícil o contato com eles por telefone, pois as autoridades nepalesas monitoram as ligações. E eles não estão lá oficialmente como missionários. Só vou poder conhecê-los quando for lá.

Muitas vezes acho que estou demorando muito em ir para lá. Mas, sei que Deus tem seu tempo determinado para tudo. Contínuo meus estudos na UFC para poder me voluntariar como professor universitário no Nepal. O curso consome muito do meu tempo, principalmente com leituras e preparação de trabalhos.

No meu ministério de pastor-assistente na Igreja Batista Maanaim, tenho tentado implantar o mesmo ardor missionário que herdei dos ir-mãos enquanto estive com vocês. No começo de 2007, teremos a nossa primeira conferência missionária. Quero começar um boletim missioná-rio, estou precisando de ajuda de uma equipe.

No SIBIMA tivemos uma conferência missionária e estamos continu-ando com o segundo ano do Curso de Missões. Há poucos alunos e peço orações para que Deus levante mais obreiros para a Sua seara.

Como os irmãos podem ver, minha vida tem sido muito corrida. E tenho tido alguns problemas de saúde. Desde o início do ano, eu e Rena-ta esRena-tamos tenRena-tando ter um filho. Descobrimos que o problema esRena-tava comigo, e estou fazendo um tratamento médico. Orem para que em bre-ve Deus nos abençoe com o Valberth Jr.

Se Deus quiser, estarei visitando a igreja em dezembro ou janeiro.

PEDIDOS DE ORAÇÃO

1 - Oremos pelo casal Pr. Valberth e Renata: que a vida corrida do Pr. Valberth (Mestrado, UFC, Co-Pastorado e SIBIMA) não prejudique o rela-cionamento familiar.

2 - Oremos pelos estudos do Pr. Valberth: Pela defesa de tese em julho, do Curso de Mestrado em Missões; e por seus estudos na UFC. 3 - Oremos pelo ministério pastoral do Pr. Valberth: Que ele possa im-plantar uma visão missionária em sua igreja, que membros da igreja o ajudem, e que a Conferência Missionária, que terá o Pr. Almir como pre-letor, seja muito abençoada.

4 - Oremos pela ida do Pr. Valberth para o Nepal: Todas as dificuldades enfrentadas pelo casal certamente fazem parte da preparação de Deus para o ministério missionário deles naquele distante e difícil país hindu. Oremos por resistência física, atitudes perseverantes e uma fé firme com grande convicção.

(6)

NOTAS & NOTÍCIAS

SEMANA DE NOSSA IGREJA PERÍODO DE FÉRIAS

• DOMINGO

8h30 - Reunião de Oração: Liderança 9h - Escola Bíblica Dominical - EBD 16h - Ensaio do Coral Cristo é Vida 18h - Culto de Adoração a Deus

• SEGUNDA-FEIRA

19h - Koinonia: Reunião de Oração

• QUARTA

19h - Tempo de Oração por Missões

• SÁBADO

16h - Grupos de Evangelismo (visitas) 19h - Mocidade Cristo é Vida

DIA 17 (domingo)

-Mensagem Bíblica:

O Espiritismo Segundo a Bíblia -Parte III

DIA 23 (sábado) - Mocidade:

Eleição de Liderança

DIA 24 (domingo) - Cantata de

Natal - Coral Cristo é Vida e Gru-po de Louvor no Hotel Don’Ana.

DIA 25 (segunda-feira)

Cantata de Natal - Crianças

DIA 30 (sábado) - Mocidade:

Social (Batismo em Morada Nova)

DIA 31 (domingo) - Batismo, Posse

de Cargos, Ceia do Senhor e Tem-po de Oração.

DEZEMBRO

AGENDA DE

MUSICAL E CEIA DE NATAL

No dia 24 de dezembro, vamos realizar uma Celebração de Comu-nhão, com um Musical e uma Ceia. Celebraremos no Hotel Don’Ana, com ônibus saindo da igreja às 20 horas. Às 22 horas, teremos o Mu-sical, e depois jantaremos juntos. O Hotel Don’Ana vai dispor de 10 apartamentos para nós, assim po-deremos guardar nossas mochilas e bolsas, e também haverá um lu-gar para quem quiser tirar um co-chilo. Levem roupa de banho e ber-mudas, pois só voltaremos no dia seguinte, após o café da manhã.

As inscrições podem ser feitas com a Lúcia Marculayne, até o dia 21 de dezembro. Adultos: 15 reais. Crianças até 12 anos: 10 reais.

AGENDE-SE: 2007

1 - Nos dias 26 a 28 de janeiro,

re-alizaremos a nossa XX Conferên-cia Missionária. Como sempre fa-zemos, queremos iniciar o ano es-tudando Missões e planejando nos-sas ações e projetos para 2007. Vamos desde já nos engajarmos em oração e envolvimento missionário.

2 - Nos dias 16 a 20 de fevereiro

(pe-ríodo de carnaval), vamos realizar o III Módulo do Curso de Missões Ju-daicas, com o Pr. Yon Morato, da Missão Brasileira Messiânica (MBM-SP). O Módulo de Romanos será ministrado pela manhã, das 9 às 12.

3 - Também, aproveitando os

feria-dos carnavalescos, vamos realizar o Celebrando a Família - 2007. De sexta-feira até terça-feira, vamos participar dessa grande celebração que envolve toda a família (crian-ças, jovens, casais e idosos).

ELEIÇÃO DA MOCIDADE LIDERANÇA PARA 2007

A Mocidade Cristo é Vida con-vida a todos os irmãos da igreja para se fazerem presentes no pró-ximo sábado, quando haverá a elei-ção para a Liderança da Mocida-de, para o ano de 2007. A atual li-derança (Iramilson, Ciro e Pauli-nho) convoca a igreja para oração, uma vez que todos sabem da res-ponsabilidade que envolve o minis-tério da Mocidade de nossa igreja.

“CORRENTE QUEBRADA” na Internet: www.cristoevida.com

Na próxima segunda-feira, dia 18, às 22 horas, vamos exibir na internet o filme “Corrente Quebra-da”. Convide parentes e amigos para assistir ao filme e à entrevista dos atores que participaram do fil-me. Depois será promovido um bate-papo com o Pr. José Noguei-ra, em que perguntas serão respon-didas on-line.

PREGADORES DE SÃO GONÇALO DO AMARANTE - DEZEMBRO

Dia 03 - Pr. Joaquim Vieira Dia 10 - Pr. Cosmo Dia 17 - Irmão Victor Bruno Dia 24 - Diácono Hércules Dia 31 - Programação de Fim de Ano

DVD – RETIRO DE CASAIS

Encontra-se à disposi-ção dos interessados o DVD com todas as mensagens, teste-munhos, fotos e fil-magens de nosso Re-tiro de Casais. Procurar o irmão Alexandre Aquino.

Imagem

Referências

temas relacionados :