Desmonte do Serpro: não se iluda, colega, só juntos

Texto

(1)

Desmonte do Serpro: não se iluda, colega, só juntos poderemos parar a privatização

A assembleia realizada na manhã dessa 5ª feira (9/01) na Regional Porto Alegre tratou de vários assuntos, mas uma constatação principal permeou todos os temas: se os TRABALHADORES não assumirem a LUTA CONTRA O DESMONTE E A PRIVATIZAÇÃO DO SERPRO como nossa, dificilmente conseguiremos resistir ao brutal ataque dos empresários e do governo federal contra as empresas públicas de TI.

Estamos falando não apenas dos nossos empregos, mas especialmente de um patrimônio incalculável que está para ser entregue, a preço de banana, para empresas do setor privado de TI.

Acordemos, colegas: o desmonte e o enxugamento do SERPRO para uma posterior privatização já está andando!

Enquanto os cerca de 80 trabalhadores debatiam e organizavam o enfrentamento na assembleia de ontem de manhã, colegas do interior do estado que trabalhavam nas redes locais da Receita Federal (RFB) buscavam informações, na Regional Porto Alegre, sobre o que será das suas vidas. A direção do SERPRO orientou que eles ficassem em casa, esperando! Uma situação de i n s e g u r a n ç a t o t a l ! L e i a m a i s n e s t e l i n k > >

http://fnialternativa.blogspot.com/2020/01/marcada-reuniao-com

(2)

-serpro-para-tratar.html

Enquanto acontecia nossa assembleia durante a manhã aqui no RS, trabalhadores do prédio do Horto, no Rio de Janeiro, eram deslocados para o do Andaraí. Esta medida da direção do SERPRO visa reduzir o quadro funcional e prepara os prédios próprios do SERPRO para venda.

Enquanto alguns colegas AINDA acreditam que, se trabalharem direitinho, poderão não ser demitidos em meio a este processo de desmonte e de privatização, uma empresa privada fabricante de software, a ACCENTURE, está realizando auditoria dos processos de produção e de desenvolvimento do SERPRO. Neste momento, esta empresa concorrente acessa dados sigilosos da empresa em que trabalhamos. Qual será o propósito? Damos uma chance para adivinhar!

Na DATAPREV, cerca de 500 trabalhadores têm 9 dias úteis para escolher entre PDV e demissão comum. Governo quer fechar 20 regionais!

Na 4ª feira (8/01), a direção da DATAPREV anunciou o programa de demissão incentivada na empresa, o PAQ (Programa de Adequação de Quadro). Cerca de 500 trabalhadores precisam decidir, a partir de ontem (9/01) até 20/01, se aderem ao programa de demissão incentivada ou se preferem ser demitidos da forma comum. NÃO HÁ A OPÇÃO DE PERMANECEREM NA EMPRESA OU EM OUTRO ÓRGÃO DO GOVERNO FEDERAL: É DEMISSÃO!

O objetivo dos empresários que estão na direção da DATAPREV e no governo federal é demitir 15% do quadro total de funcionários da empresa e fechar 20 unidades regionais já no próximo mês, em Fevereiro/2020. A unidade do Rio Grande do Sul está para ser fechada. A política é enxugar para privatizar!

M a i s i n f o r m a ç õ e s n e s t e l i n k > >

(3)

http://fnialternativa.blogspot.com/2020/01/direcao-da-dataprev -pretende-demitir.html

Sentimos a tua falta na ASSEMBLEIA de ontem de manhã, colega.

Veja o que foi deliberado e vem pra resistência!

A situação que enfrentamos atualmente é gravíssima. NUNCA, nesses 50 anos de existência do SERPRO, nunca a palavra PRIVATIZAÇÃO foi utilizada como está sendo hoje.

Não sabemos se alguns colegas não querem enxergar e acreditar no que está acontecendo ou se estão iludidos que, se continuarem trabalhando muito e direitinho, se prosseguirem cumprindo todos os prazos, serão poupados pelas chefias e terão seus empregos assegurados.

Chamamos todos e todas a deixarem as ilusões de lado para enfrentarmos, JUNTOS, a dura realidade que está posta. O pátio precisa lotar como NUNCA!

Não façam parte do grupo dos músicos, que tocavam enquanto o Titanic afundava e dezenas de pessoas morriam. Vamos JUNTOS, colegas, lutar pela sobrevivência do SERPRO e da DATAPREV e dos nossos empregos até o fim!

AS DELIBERAÇÕES DA ASSEMBLEIA DA REGIONAL PORTO ALEGRE:

# Construir, nacionalmente, um dia de ALERTA com paralisação contra o desmonte do SERPRO e da DATAPREV;

# DIVULGAÇÃO da Campanha contra a Privatização: fazer adesivos e balões temáticos para colocar nas estações de trabalho.

Ainda temos camisetas, procure a OLT ou o sindicato para

(4)

adquirir a sua;

# AÇÃO JURÍDICA: assembleia concordou com a frente jurídica montada em conjunto pela FENADADOS e os sindicatos da FNI;

# ARRECADAÇÃO FINANCEIRA: assembleia concordou com a campanha nacional de arrecadação de dinheiro, via “vaquinha” on line ou conta bancária conjunta da FENADADOS e da FNI, para arrecadar dinheiro ESPECIALMENTE para as ações jurídicas. Assim que for definida a forma de arrecadação, divulgaremos a todos.

Portanto colega, prepare-se para contribuir, especialmente os que não se sindicalizaram ainda! O custo da equipe jurídica será de R$ 150 mil para o trabalho no ano de 2020;

# AÇÃO DA FRENTE PARLAMENTAR: colegas destacaram a necessidade de prosseguirem as visitas aos parlamentares federais e estaduais a fim de obter apoio e votos contra a privatização do SERPRO e da DATAPREV;

# Produção de vídeos e de material de contrainformação para defender as empresas e contrapor os argumentos do governo federal e das direções do SERPRO e da DATAPREV para defender o desmonte e a privatização.

(5)
(6)
(7)

À luta, sempre!

Sindppd/RS

Imagem

Referências

temas relacionados :