Dicas de Photoshop. Autor: Luiz Cláudio Silva Vianna

32 

Loading.... (view fulltext now)

Loading....

Loading....

Loading....

Loading....

Texto

(1)

Dicas de Photoshop

Autor:

(2)

Colocar uma foto em uma moeda

• Procurar a imagem uma moeda, na WEB;

• Selecionar(pen tool/path ou outra ferramenta) a moeda e a colocar em um fundo negro;

• Selecionar o que interessa da foto(no caso a Mona Lisa), usando o lasso ou outra ferramenta);

• Após a seleção usar o Filter > Stylize > Emboss - Sugiro angle 135° / Heigh 4 pixels / Amount 80%;

• Arrastar a imagem com Emboss para a moeda;

• Na base da paleta layers tem uma bola, metade preta metade branca - clique ai;

Selecione Hue/Saturation e marque colorize;

• Adicione um Clipping Mask - Layer > Create a Clipping Mask ou Ctrl + Alt + G ou com Alt aponte entre as layers do Hue/Sat e a anterior, e clique o mouse;

• Com o Hue/Saturation colorizar só a parte da imagem(no caso a Mona Lisa) ajustando a cor, que inicialmente era a da moeda;

• Usar Eraser tool, para eliminar o desnecessário;

• Com o Clone Stamp tool acrescentar e igualar o que for necessário;

• Usar novamente o Hue/Saturation colorize para igualar a cor(dourada);

• Flatten Image;

• Usar o Clone Stamp Tool, com o aligned desmarcado, para dar um aspecto e tonalidade ("sujar" um pouco o centro).;

(3)

Tirar o foco do fundo de uma imagem com

manutenção da atmosfera

(avançado)

Marcar com o pen tool o objeto principal que deverá ficar em foco; OBS.: MARCAR, NÃO SELECIONAR

• Ctrl + J;

• Filter/Blur/Lens Blur - ajustar os comandos de acordo com o que deseja de desfoque. Sugiro usar um pouco de noise amount - entre 2 e 5;

• Adicionar uma máscara na layer que usou o lens blur;

• Ativar a seleção, na paleta Path;

• Com o foreground preto - ALT + Delete - o objeto principal ficará em foco e na máscara, ficará preto; O objeto principal agora, parece que está flutuando

• Ctrl + D;

Com o Gradient tool - preto para transparente, marcar do fundo da imagem até a base do objeto principal ou mais, dependendo da imagem/composição;

• Alt + clique no ícone ao lado da lixeira na base da paleta layers. Marcar - Use Previous Layer to Create a Clipping Mask. Mude o Bending Mode para soft light e selecione Fill with soft light Neutral Color set(50% gray);

• Filter noise>add noise ou Mediam;

• Hue/Saturation com clipping mask - reduzir a saturação.

(4)

Fazer uma Vinheta

Método 1

• Selecione com o Elliptical Marquee tool(M) o que deseja que fique dentro da vinheta;

• Select inverse;

• Na base da paleta layers tem uma bola, metade preta metade branca - clique ai;

• Selecione Solid Color e escolha uma cor( abriu uma layer com uma mascara branca);

• Com a máscara ativa, Filter - Blur - Gaussian Blur (radius>10 pixels);

• Reduzir a opacity

Método 2 (acho o melhor)

• Ctrl + J

• Selecione com o Elliptical Marquee tool(M) o que deseja que fique dentro da vinheta;

• Edite Quick Mask Mode(tecleQ)

• Filter - Blur - Gaussian Blur > 10 pixels;

• Edite em Standart Mode(trecle Q outra vez);

• Select inverse;

• Preencha com a cor desejada (*)

• Ctrl + D;

• Diminua a opacidade se necessário.

(*) para preenher de uma seleção, com cor, sugiro o seguinte: Ctrl + delete = preenche com a cor do set background color Alt + delete = preenche com a cor do set foreground color

(5)

Fazer Cutout - Foto preta & branca com detalhes coloridos

• Na base da paleta layers tem uma bola, metade preta metade branca - clique ai;

• Selecione Channel Mixer - ajuste red = +48% / green = +60% / blue = 0 / constant = -4 monochrome = marcar;

• Veja que na paleta layers abriu uma nova layer com uma máscara(quadrado branco);

• Selecione o Brush tool(B) e pinte com o set foreground color = preto, o que deseja colorir.

(6)

CRIANDO FOGO

Muitos efeitos reais podem ser reproduzidos diretamente no Photoshop, como por exemplo a aplicação de efeitos que simulem fogo em textos e imagens.

Passo 1

Crie um documento com 600 pixels de largura, 500 pixels de altura, resolução de 72 dpi em RGB.

Pressione a tecla “D” para resetar as cores de Foreground e Background para preto e branco, respectivamente, e em seguida aplique o preto sobre o background através da tecla de atalho Option + Delete (Mac) ou Alt + Delete (Win).

Passo 2

Com a ferramenta de texto - Type Tool, Tecla de atalho “T” - digite na parte inferior do arquivo a palavra “FOGO” na cor branca de forma que a mesma abranja toda a extensão lateral. Neste exemplo foi utilizada a fonte Myriad Bold com o corpo de 185px.

Utilize então comando Flattern Image do menu Layer - ou pelo acesso lateral do palette de Layer - para fundir os dois layers em um só.

Passo 3

Rotacione a imagem pelo menu Image> Rotate>90ºCW e aplique o filtro Wind - Menu Filter> Stilyse>Wind - utilizando como Method: Wind e Direction: From the Left e clique “OK”.

Reaplique o filtro mais duas vezes pressionando a tecla Command + F (Mac) ou Control + F (Win). Ao final rotacione a imagem de volta pelo menu Image> Rotate>90ºCCW

(7)

Passo 4

Aplique o filtro de Gaussian Blur com o valor 1 para Radios - Filter>Blur>Gaussian Blur - para suavisar imagem.

Crie um novo Adjustment Layer de “Hue & Saturation”: com a opção Colorize marcada e os valores de 30 para Hue, 100 para Saturation e 0 para Lightness.

Em seguida, utilize o comando Flattern Image para unir os dois layers.

Passo 5

Abra o filtro Liquify e selecione a ferramenta Warp Tool, a primeira da barra de ferramentas no lado superior direito da tela de comando. Em seguida, configure suas opções de Brush Size e Brush Pressure para 30.

Clique e arraste as informações de pixel da extremidade da letra para cima, sempre visando a suavidade na passagem de tons e já visualizando as formas correspondentes ao fogo. Repita esse processo de clicar e arrastar até que sua imagem de fogo esteja formada e clique OK.

(8)

Dica

Se você está trabalhando com uma mesa digitalizadora, é possível ativar a opção Stylus Pressure, permitindo que os controles de pressão, inclinação e até o traçado usado sejam reproduzidos de forma fiel, aumentando ainda mais o desempenho do filtro.

Passo 6

Aplique um novo Adjustment Layer de “Hue & Saturation” com a opção Colorize ativa e os valores de 25 para Hue, 100 para Saturation e -10 para Lightness, em seguida troque o Blend Mode de Normal para Overlay e reduza a opacidade de 100% para 70%. Isso vai fazer com que o efeito visual fique ainda mais real.

Dica opcional

Dependendo da situação, vale a pena aplicar novamente o filtro de Gaussian Blur para quebrar qualquer traçado mais marcado que tenha ficado na imagem.

(9)

CRIANDO NEVE

Passo 1:

Com a imagem já definida, crie um novo layer pelo ícone de novo layer da palette de layer e preencha o mesmo com a cor preta pelo menu Edit / Fill, é importante colocar black na opção de "content".

Passo 2:

Aplique então o filtro Noise (Menu Filter>Noise>Add Noise) com um valor bastante alto, como por exemplo 90 píxels, é importante manter a opção monocromática ativa. Em seguida aplique o filtro Gaussian Blur (Menu Filter>Blur>Gaussian Blur) para desfocar um pouco a imagem; o valor pode varia entre 1 e 3 píxels, dependendo do tamanho da neve desejada. No exemplo foi utilizado o valor 2.

Passo 3:

Coloque o layer da "neve fina" na opção Screen em Blend Mode, em seguida aumente o contraste utilizando o comando de Curvas ou Levels. Neste momento, as formas irregulares da neve começam a ganhar destaque, regulando-se o contraste até o ponto desejado.

Passo 4:

Para um efeito ainda mais preciso, pode-se duplicar o layer da neve e ampliar o mesmo utilizando a ferramenta de FreeTransform (Command + T - Mac ou Control + T - Win). Desta forma, os flocos de neve terão tamanhos diferentes, resultado em um efeito ainda mais realístico. Colocar opacidades diferentes nos layers também melhora a profundidade.

(10)

Passo 5:

Para o toque final, basta colocar um Adjustment Layer de Hue & Saturation com valores de -40 em Saturation para reduzir as cores mais vibrantes, e - 20 em luminosidade para deixar a foto mais próxima de uma situação real. Movendo o layer de ajuste entre os layer de neve, ganha-se novas idéias de luminosidade. Obs.: O segundo layer com tamanhos diferentes pode ainda ser feito pelo mesmo procedimento acima, porém com valores diferentes de noise e principalmente de Gaussian Blur.

(11)

Design - Montagem fotográfica com Free transform e Drop Shadow

Para falar de Montagem Fotográfica teríamos que dedicar uma aula inteira, mas como a idéia é apenas mostrar alguns recursos do Photoshop, aí vão algumas dicas preciosas para que você seja o mais fiel possível nas suas montagens, na verdade 4 coisas que jamais devem ser esquecidas ao se fazer uma montagem:

Perspectiva:

Não podemos esquecer da Perspectiva. Todo objeto plano que fará parte de um ambiente deve ser redimensionado seguindo as mesmas linhas dimensionais do ambiente em questão, repare nas fotografias que dependendo do ângulo os objetos parecem assumir formas alongadas. É sua experiência visual que contará para um bom trabalho, portanto observe fotografias, gravuras, até mesmo os desenhos animados, e repare nas formas assumidas pelos objetos em diferentes ângulos de visualização.

Iluminação:

Devemos dar atenção a iluminação do ambiente: saturação, brilho, contraste... Reproduzir esta iluminação é de fundamental importância, pois só assim os objetos montados serão confundidos com o ambiente garantindo a boa montagem.

Sombra:

Se falarmos de Iluminação, não podemos nos esquecer da conseqüência dela, a sombra. A sombra gerada pela luz do ambiente também deve ser reproduzida. Detalhes como opacidade, distância e volume não devem ser omitidos. Analise a inclinação e direção da sombra dos objetos, assim você terá uma idéia de onde parte a luz que irradia o ambiente, e de acordo com a opacidade da sombra (se a sombra é forte ou fraca) teremos uma idéia da intensidade e distância da emissão da luz. Nitidez:

A distância entre os objetos do telespectador também deve ser levado em conta, é só observamos a nossa volta; conseguimos enxergar com muito mais nitidez os objetos próximos do que os objetos a média e longa distância.

Agora vamos às ferramentas do Photoshop que viabilizarão o nosso trabalho.

Free Transform: Menu » Edit » Free Transform ou apenas Ctrl+T. Vamos aplicar a perspectiva correta nos “quadros” para que eles pareçam realmente como quadros nesta parede.

Camada de Ajuste Hue / Saturation: Painel Layers –Vamos retirar um pouco de saturação e brilho dos quadros para igualar a luminosidade com a do ambiente.

Drop Shadow: Add Layer Style no Painel Layers (aquele simblolo f que lembra muito o logo do Flash MX, ao lado do ícone Add Layer Mask, ou Adicionar Mascara de Camada). Através desta ferramenta vamos criar um Drop Shadow (Sombra) para dar uma realidade ao volume dos quadros que estamos colocando na parede.

Gaussian Blur: Menu Filter » Blur » Gaussian Blur. Para completar a realidade da montagem devemos “desfocar ligeiramente” os quadros, devemos respeitar a lei natural das coisas, sendo assim elementos mais próximos (como as cadeiras da frente) são observados com mais nitidez do que os elementos mais distantes (como as cadeiras do fundo, que inclusive, servem de referência para reproduzir o desfoque nos quadros).

Aplicando perspectiva com Transformação Livre (Free Transform)

1. A maneira mais prática de colocar os dois quadros na fotografia da sala de aula é abrir os três arquivos no Photoshop e arrastar para dentro da sala de aula as fotografias dos quadros.

2. Com a camada do quadro do corpo humano selecionada tecle Ctrl+T (Transformação livre), aparecerá alças na foto conforme a figura abaixo:

(12)

3. Para reduzir o tamanho do quadro sem deforma-lo segure Shift enquanto arrasta uma das alças dos cantos, cuidado, arrastar as alças do meio faram o quadro girar.

4. Para efetuar a transformação tecle Enter, para cancelar tecle Esc.

5. Por estas alças iremos redimensionar o quadro na mesma perspectiva que a parede.

Para isso segure Ctrl enquanto arrasta por qualquer alça, você perceberá que o quadro irá se redimensionar. Com um pouco de treino você chegará a um resultado como este:

Já temos um quadro na parede, mas bem artificial. O que faremos agora é dar um pouco mais de realismo na cena.

Ajustando características de iluminação

6. Agora vamos igualar nosso “quadro do corpo humano” à iluminação do ambiente utilizando a Camada de Ajuste Hue / Saturation, combinada com máscara de camada conforme já foi apresentado no Artigo “Trabalhando com Máscara e Camada de Ajuste

>

(13)

Aplicando Drop Shadow (Sombra)

7. Acesse Drop Shadow pelo ícone “Add a Layer Style” no Painel Layers. Configure conforme as características do ambiente. Lembre-se: quadros estão perto da parede, portanto possuem sombras pequenas, consistentes e bem definidas, ao contrário das cadeiras que possuem sombras maiores mais opacas e mais dispersas.

Note a pequena diferença entre o quadro antes e depois de aplicar a sombra:

Aplicando desfoque com Filtro Desfoque Gaussiano (Gaussian Blur)

8. Para fechar nossa montagem vamos dar um toque de realidade definitivo para nosso quadro. Para isso devemos observar os encostos das cadeiras mais próximas do nosso quadro. Observe o leve desfoque em relação à cadeira focada (a mais iluminada e nítida, a da direita na ponta, achou?), então agora acesse:

(14)

Aplique um levíssimo desfoque, algo próximo de 0,2 px. Pode parecer não fazer diferença, mas este desfoque serviu para apagar as arestas nítidas que o quadro original possuía.

Concluindo

09. Faça o mesmo processo no quadro do Planeta Terra prestando atenção em alguns valores de desfoque e redimensionamento, pois ele está em uma posição diferente da sala.

(15)

Design - Trabalhando com Máscara e Camadas de Ajuste

Certo amigo meu um dia disse que para se dominar o Photoshop é preciso saber bem 3 coisas:

1. Selecionar corretamente qualquer parte da imagem que se queira trabalhar, 2. Conhecer todos os Ajustes de Camada que o programa proporciona, 3. Usar os Filtros com sabedoria, ou seja, sem exageros.

No tutorial de hoje provarei que ele estava certo! A foto usada neste tutorial é a fonte São Clemente no Parque Primo Rafaelli, na cidade de Jacutinga – MG, uma cidade importante do Circuito das Malhas.

Vamos abrir esta figura no programa, você pode fazer de duas formas:

1. Clique na figura acima com o direito, salve no computador, vá no Photoshop, clique em "Open File" e vá até a pasta que você salvou e clique para abrir.

2. Como todo programa padrão Windows, basta você clicar nesta figura e arrastar para a tela do Photoshop!

Antes de tudo vou deixar aqui alguns esclarecimentos. O Photoshop é muito bom! Talvez o melhor do mundo em tratamento fotográfico. Mas tome cuidado na escolha da fotografia, pois ele não faz milagre, o Photoshop pode trabalhar como ferramenta de correção, ajustando saturação, luminosidade, equilibrando as cores e até mesmo recuperando partes danificadas da imagem, até montagem fotográfica! Mas tudo isso só será possível se a fotografia escolhida tiver as características definidas para o fim que se quer obter.

Para revelar toda beleza desta fonte na foto, vamos usar os seguintes recursos:

• Camada de Ajuste de Curvas (Adjustement Layer / Curves). Com este ajuste é possível reduzir a sombra ou ampliar a iluminação, vamos usá-la para ambos os casos.

• Camada de Ajuste de Brilho e Contraste (Adjustement Layer / Brightness and Contrast), para melhorarmos a visão da fonte vamos aumentar seu contraste, assim todo o desenho vai ser melhor identificado, afinal o que queremos é valorizar a fonte na foto.

• Camada de Ajuste de Cor Seletiva (Adjustement Layer / Selective Color). Vai ser o nosso toque final para recuperar todas as cores que foram perdidas durante o processo de clareamento da foto.

• Máscara de Camada (Layer Mask), pois existem duas partes distintas na foto, uma com muita sombra e outra muito iluminada, a máscara servirá para darmos o tratamento distinto para ambas as partes, melhorando assim a sensação de equilíbrio na cena.

(16)

Camada de Ajuste de Curvas (Adjustement Layer / Curves)

1. Antes de qualquer coisa, desbloqueie a camada da foto, para isso basta clicar duplo no nome da camada, (Background) e renomeá-la para o nome que bem desejar se você não desbloqueá-la, alguns comandos não poderão ser usados nesta foto.

2. Vamos aumentar a luminosidade da fonte de um modo geral usando a Camada de Ajuste de Curvas (Adjustement Layer / Curves), sem levar em conta o que vai acontecer com o resto da figura, a nossa prioridade agora é deixar a fonte visível. Para acessar esta janela, Clique no rodapé da janela “Layers”, em “Create new fill or Adjustment Layer”, conforme a figura abaixo:

(17)

3. Note que tem um “Layer mask thumbnail” anexo ao thumbnail da camada (thumbnail=miniatura), pois então! Clique nela! Agora com um pincel preto pinte toda área que foi afetada pela Camada de Ajuste de Curva, conforme a figura abaixo. (A seta indica a região que o pincel começou a passar). Este Layer mask thumbnail, nada mais é que a nossa Máscara de Camada! Máscara serve para quê? Para tampar não é? Então é isso que faremos, tamparemos o lago e a mata para que a alteração afete somente a fonte e o chão ao redor dela.

4. Note que o Layer mask thumbnail ficou com a forma da Máscara, experimente clicar nela segurando a tecla Ctrl. Você seleciona a máscara. Clique em Ctrl+D para desselecionar, no momento certo vamos ter que abrir mão deste recurso e agora que você já sabe fica mais fácil.

(18)

5. Agora vamos dar um Tcham a mais na nossa fonte, para isso vamos usar Camada de Ajuste de Brilho e Contraste (Adjustement Layer / Brightness and Contrast), esta não será necessário máscara, pois toda fotografia está precisando de um contraste e brilho especiais. Faça conforme a figura abaixo:

6. Agora teremos que adicionar outra Camada de Ajuste de Curvas (Adjustement Layer / Curves) para dar o equilíbrio que falta a foto. Lembra daquele recurso que aprendemos no item 4? Agora é hora de usar! Portanto clique no Layer mask thumbnail da Camada de Ajuste “Curves 1”, agora clique em qualquer ferramenta de seleção, como no exemplo abaixo. Agora clique com o direito na foto e clique em “Select Inverse”. Você acabou de inverter a máscara! Ela será usada para compor esta Camada de Ajuste de Curvas.Não clique em Ctrl+D, pois desta vez que remos usar esta seleção.

(19)

A seta na Layer mask thumbnail da camada “Brightness/...” é só pra te lembrar que esta camada continua em branco, ok? 7. Agora repetindo os passos do item 2, vamos adcionar uma Camada de Ajuste de Curvas (Adjustement Layer / Curves), desta vez ela já veio com a Layer mask thumbnail exatamente o oposto da camada “Curves 1”, ou seja o que vc alterar agora vai afetar somente a mata e o lago, as partes da figura que foram omitidos no início do projeto.

(20)

8. A imagem já estaria pronta se nossa sede por perfeição estivesse saciada! Nesta imagem se percebe que muita informação de cor se perdeu durante o processo de “balanceamento de iluminação da fotografia”. Para corrigir isso usaremos uma Camada de Ajuste de Cor Seletiva (Adjustement Layer / Selective Color), como esta imagem foi Scaneada, temos um pequeno excesso de “Magenta” nos “Neutros” da imagem, fora a perda de cor que já citamos acima, todas nos neutros. Então vamos lá, siga as imagens abaixo para corrigi-la:

(21)

9. Para dar o toque final na nossa foto, vamos usar um filtro chamado de Nitidez ou Sharpen (Filter/Sharpen). Este filtro ajuda a granular a foto dando assim maior destaque aos detalhes, tornando tudo na foto mais nítido. Seria desastroso se simplesmente aplicasse-mos um Sharpen na foto, pois a granulação estragaria a foto, sendo assim duplicaremos a camada, arrastando ela para o botão “New Layer” à direita do botão “Create new fill or Adjustment Layer”

10. Agora vá ao menu “Filter” e escolha “Sharpen” e “Sharpen” outra vez, conforme a figura abaixo.

11. Viu como granulou a fotografia? Se você não tivesse duplicado esta camada teria sido um desastre, não é? Você deve ter notado um circulo de vermelho no “100%” da opção “Opacity” na figura abaixo, né? Pois é, digite lá “40%”, pois esta camada deve ficar semi-transparente para que o efeito da granulação seja minimizado, conforme a figura abaixo:

(22)

Agora sim, sua foto está perfeita, totalmente recuperada, abaixo deixei metade tratada e metade sem tratamento para que você mesmo possa constatar que esta foto estava precisando de uma forcinha do Photoshop para mostrar toda beleza escondida nas sombras:

(23)

A pintura digital com Iluminação

Eu fiz a imagem de origem disponível aqui:

Porém, você pode usar qualquer imagem que você gosta. Aqui é a idéia básica de onde nós estamos indo:

• Comece com um bem, imagem limpa.

• as camadas duplicadas como precisadas permitir a ilumine, ajustes escuros, e neutros.

• Empurre camadas individuais para extremos usando camadas de ajuste, procurando por detalhes desejáveis.

• Pinte nas máscaras de camada de ajuste para selecionar só o que você quer.

(24)

Primeiros, nós precisamos escolher nossa imagem de candidato. Qualquer coisa que tem iluminação relativamente plana

trabalhará, mas nesta fase ajuda a ter um assunto forte que pode ser isolado de seu ambiente. Em parte 2, nós legamos conversa sobre escolhas mais detalhadas, e como modificar a técnica para uma abordagem mais larga. agora mesmo, só consiga algo que semelhante a imagem de origem nós estamos usando aqui.

Próximo, deixe seja instalado o documento de Photoshop. Aqui é o pedido de camada que eu estarei usando:

A cor Encher (opcional) Borda (opcional) Viga leve

Revista w/ Gradiente B&W Cópia

Preta Encher (opcional) Segundo pIano

(25)

Abra sua imagem em Photoshop, e duplique a camada de Segundo pIano. Chame a duplicada ‘B&W Cópia '. No B&W Copie camada, faça quaisquer ajustes para a imagem de núcleo que você gosta; afiando, colora correção, espane remoção, etc. Você quer acabar com uma exposição tecnicamente boa, mas nem uma imagem final.

2) Conversão preta e Branca

Depois de você ser feito com o B&W Copia cleanup, é hora de converter em pretejar e branco. Eu costumava prefiro usar o método de Misturador de Canal, mas você também pode usar o novo B&W Filtro em Photoshop CS3. Porém você chega lá, tenha certeza que você deixe detalhe em ambos os negros e brancos.

3) Duplique a B&W Camada

(26)

4) Faça uma máscara de cobertura

Aqui é a primeira parte enganadora - criando sua máscara de cobertura. na maioria das situações, você pode simplesmente adicionar uma máscara de camada para isolar partes de uma imagem. Neste caso, porém, nós estaremos configurando o modo de mistura para revestir, então qualquer coisa isto é mascarado não será afetado. O que nós precisamos fazer realmente estou enegrecer partes da camada que nós não queremos destacado. Para fazer isto, nós precisamos usar uma camada temporária cheia com preta *debaixo* da Cobertura w/ Gradiente camada.

4a) Crie um preto encher camada

Só abaixo da Cobertura w/ Gradiente camada, crie uma nova camada cheia com preta.

4b) Pinte a máscara de cobertura

Na Cobertura w/ máscara da camada de Gradiente, comece a pintar com um pincel suave, preta em opacidade baixa. Leve lentamente as partes que serão escurecidas ou camada escondidas.

4c) Funda o resultado

(27)

preta abaixo dele e fusão [Camadas de Fusão de Camada ou Ctrl/Cmd + E]. Isto devia deixar você com uma camada única e nenhuma máscara.

5) Configurar Revista Máscara para revestir Modo

Isto é mudança direta bonita o modo de mistura de Cobertura w/ Gradiente para Cobertura bem. A imagem devia olhar um pouco mais interessando agora mesmo. deveria existir alcance muito mais dinâmico, e algumas sombras boas, fundas. No passo próximo, nós criaremos um pouco mais de drama com alguns efeitos de luz adicionais

(28)

6) Crie uma camada de Viga Leve

Crie uma camada nova, branco acima da Cobertura w/ Gradiente camada, e chama iluminar Viga. Usando qualquer método que você gosta, crie algumas vigas suaves, brancas leves. Para esta imagem de exemplo, eu usei a ferramenta de Laço de Polígono com mais ou menos 20px de feathering para desenhar um triângulo. Eu então enchi com branco, e borrado este uns tempos. Próximo, eu girei o triângulo ligeiramente, e então duplicou isto para uma nova camada, que era sacudida sobre o eixo vertical. Finalmente, eu fundi os dois juntos. Porém, você pode achar isto muito mais fácil simplesmente para pintar suas vigas leves, e então usem uma urdidura de transformação. Qualquer trabalhos para você! Configurar o modo de mistura de camada de Viga Leve para revestir, e mais baixo o para gosto de opacidade. Eu usei 46%.

(29)

7) Inspecione os resultados!

Neste momento, é importante olhar para o que você tem até agora. Para meu exemplo, a flor superior é centralizada e destacada, com outros elementos mais baixos foras do ar o desvanecimento de talo para escuridão.

Resumo

Nós somos agora feitos com o fundamento da técnica. “Mas espere,” você diz. “Onde está a pintura?” Bem, lembre quando nós o mascarar e a luz irradiou? Isto é o muito início de onde você pode ir. Nós só criados as vigas para um general formam, mas você podia ter pintado eles para específicos destaca. Em parte dois, nós cobriremos alguma pintura real nas máscaras para tirar muito específico destaca, aplaine a iluminação, e completamente refaça uma imagem só manipulando a iluminação.

no momento, é importante ver os conceitos no trabalho. Os modos de mistura são adicionados a empurrar a dinâmica, e nós adicionamos uma camada leve para enfocar e realçar o efeito até mais. Com um pouco namorando, você pode desenvolver suas próprias abordagens, como edifício ilumina camadas de outras imagens, ou adicionando filtros para ficar bens especiais. Nesta imagem, eu adicionei uma borda de 1 pixel, e um bem no topo de camada de cor adicional para dar um envelhecido sentir.

(30)

Para conseguir uma bem afinada imagem monocromática, simplesmente adicione uma camada branco no nível superior de tudo outro, e encher com uma cor de sua escolhendo. Configurar o modo de mistura daquela camada para colorir, e reduza a opacidade ou encher adaptar seus gostos. Para minha versão, eu usei um um tanto quanto ilumino cor de tabaco, e configurar a opacidade em 50. Finalmente, eu adicionei um oval vignette camada máscara para minha B&W Copia camada, só para dar isto aquele retrato velho sentindo (isto também exige uma camada cheia preto debaixo de muito o original não mostra por).

(31)

Continue usando esta técnica, e você achará todos os tipos de variações. Use qualquer combinação dos passos que você gosta. Deixe algum, duplique outros, e substituam seu próprio. A tecla é para experimentar. Em parte dois, eu mostrarei a você um pouco de modos que você pode depressa tentar muitas coisas diferentes e ainda manter o processo flexível. É um bom caminho para procurar por imagens de candidato que você quer desenvolver adicional. Eu também discutirei em mais detalhe o que procurar por, e como atirar imagens que emprestam eles mesmos para esta técnica.

(32)

Imagem

Referências

temas relacionados :