C h a v e s d e S e g u rança

Download (0)

Full text

(1)

e l e t r o e l e t r ô n i c a i n d u s t r i a l l t d a .

C h a v e s d e S e g u r a n ç a

(2)

A n á l i s e d e r i s c o s

Análise de riscos segundo NBR 14009, EN 954-1 e NBR 14153

Cabe ao projetista a tarefa de reduzir ou

eliminar tanto quanto possível zonas de

perigo desde a concepção da máquina

até sua construção através de um

projeto voltado para a segurança.

Pode-se determinar o grau de perigo

remanescente através de uma análise

de riscos conforme veremos a seguir.

A avaliação do risco segundo NBR 14009,

NBR 14153 é feita pelo

projetista e conduz a um determinado

nível de segurança considerando-se um

determinado sistema da máquina (por

ex. alimentação de matéria-prima).

Os componentes de segurança

utilizados em

EN954-1,

um sistema de controle

começam onde o sinal de segurança é

gerado, por exemplo, na cortina de luz

e terminam nos componentes de controle

de força, por exemplo nos controladores

dos motores.

Quando forem analisados os fatores de

risco da máquina deve-se considerar

todas as condições, sejam elas

instalação, operação, ajuste,

manutenção, mau funcionamento e

transporte.

Dispositivos de proteção

Sistema de controle

Uma proteção deve

ser rígida, não gerar

riscos adicionais no

seu manuseio, ser de

difícil manipulação ou

remoção com meios

simples.

Os dispositivos de proteção que podem

ser abertos devem possuir pelo menos

uma chave de segurança que desliga a

máquina quando a porta não estiver na

posição fechada.

O dispositivo de proteção e a chave de

segurança devem utilizar a ruptura

positiva para desligar a máquina. Por isso

as chaves podem ser colocadas em

diversos tipos de proteções como tampas

removíveis, portas de correr, portas de

eixo vertical e barreiras mecânicas.

Se a máquina necessita

a categoria de

segurança 3 ou 4, as

chaves de segurança

devem ser também

monitoradas com

respeito a abertura do

contato NF. O circuito de monitoramento

verifica a ligação, posição, estado, e

funcionamento da chave de segurança.

O circuito deve ser redundante. Qualquer

falha deve desligar a fonte de perigo.

A solução mais prática para o usuário com

respeito ao sistema de controle e buscando

a segurança da máquina é a utilização de um

relé que englobe todas estas funções, em

outras palavras, um relé de segurança.

Mesmo que o controle seja feito por

sistemas mais complexos esta solução

garante a segurança do homem da máquina

e do sistema.

C o m p o n e n t e s d e u m s i s t e m a d e s e g u r a n ç a

Prevenção de perigos

Um componente de segurança é

necessário se o perigo não puder ser

elininado com medidas construtivas. Este

componente deve ser escolhido de

acordo com o potencial de risco restante.

Muitas máquinas exigem componentes

não vinculados à proteções mecânicas

como dispositivo bimanual, circuito de

liberação, tapetes de segurança e

cortinas de luz.

Entretanto, muitas vezes são necessárias

proteções móveis. Estas proteções com

intertravamento são necessárias na

categoria de segurança 3 e 4.

O termo intertravamento não significa um

travamento mecânico como um cadeado

ou parafuso mas sim um dispositivo que

evite o funcionamento da máquina com a

proteção aberta (por ex. chave de

segurança AZ 16).

O circuito de controle para a categoria de

segurança 3 ou 4 compreende a grade de

proteção, o dispositivo de intertravamento

e o circuito de comando (relé de segurança).

NBR 14153,

EN 954

- Gráfico de riscos

S

S1

S2

F

F1

F2

P

P1

P2

Gravidade da lesão

Lesão leve

Lesão grave, irreversível

ou morte

Frequência e ou duração

da exposição ao perigo

Raro até as vezes

Frequente até contínuo

Possibilidade de se evitar o

perigo

Sob determinadas condições

Pouco provável

B, 1-4

Categorias de segurança referentes

aos controle e componentes utilizados

Categoria indicada para

os pontos selecionados

Categoria possível, que exige a

adoção de medidas

complementares

Categoria acima as necessidades

determinadas pelos pontos

selecionados

Gráfico de riscos

S1

Ponto

de início

para a

avaliação

P1

F1

P2

P1

P2

F2

S2

Categorias

B

1

2

3

4

Chaves de segurança

O componente que é

usado para interromper

o movimento de perigo

e manter a máquina

desligada enquanto a

porta de proteção

estiver aberta.

Deve ser instalado utilizando-se o

princípio de ruptura positiva, que garante

a interrupção do circuito de comando.

Uma chave de posicionamento possui

ruptura positiva quando seus contatos

normalmente fechados (NF) estão ligados

de forma rígida com o dispositivo de

proteção da máquina for aberta. Sempre

deve-se levar em conta as características

de aplicação de cada chave.

A chave de segurança não deve permitir a

sua manipulação através de meios

simples (por ex. chaves de fenda, pregos,

fitas etc...).

(3)

• Imã codificado

• Categoria de segurança 3/ou 4

com uso do relé

de segurança AES ou AZR

• Formato pequeno e retangular

• Versão com LED

BNS 33

• Categoria de segurança 3

com uso do relé

de segurança AES

• Formato curto M30

• Com LED

BNS 303

Série Magnética

Linha mais robusta de chaves

de segurança com ou sem

travamento tipo 2 com ruptura

positiva. Aplicação na

segurança de máquinas e

equipamentos, garantindo o

fechamento de grades de

proteção, tampas e

portas.Possível incremento na

categoria de segurança para 3

ou 4 (NBR 14153)através do

uso dos relés de segurança

AES ou AZR.

S o l u ç õ e s D i v e r s a s

Linha de sensores magnéticos

com construção e propriedades

físicas especiais de grande

aplicabilidade especialmente na

indústria alimentícia. Devem ser

aplicas em áreas onde a higiene é

especial, pois, pela sua forma não

permite o acúmulo de impurezas e

o desgaste mecânico.

BNS 300

• Categoria de segurança 1

sem necessidade de relé

• Formato M30

• Com LED

BNS 250

• Imã codificado

• Categoria de segurança 3

com uso do relé

de segurança AES

• O menor formato retangular

• Versão com LED

BNS 333

• Categoria de segurança 1

sem necessidade de relé

• 5 superfícies para o atuador

• Com LED

Aplic

ação em Máquinas

Aplic

ação Ár

ea Classific

ada

Aplic

ação P

esada

Linha de chaves de

segurança com ou sem

travamento tipo 2 com

ruptura positiva. Aplicáveis

em grades de proteção,

tampas e portas que devem

estar fechadas para garantir

a segurança necessária para

o funcionamento de

máquinas e equipamentos.

Através do uso adicional os

relés de segurança AES ou

AZR podem ser atingidas as

categorias de segurança 3

ou 4 (NBR 14153).

Ruptura

positiva

Ruptura

positiva

Máquinas com inércia

Máquinas sem inércia

• Travamento de porta

• Termoplástico

• Codificação múltipla do atuador

• Até 5 contatos

• 3 entradas para o atuador

AZM 160

AZM 170

• Travamento de porta

• Termoplástico

• Tamanho muito reduzido

• Alta resistência

• Codificação múltipla do atuador

• Possibilidade de relé de supervisão de

parada ou relé temporizador embutidos

• 2 contatos

• Termoplástico

• Tamanho muito

reduzido

• Codificação múltipla

do atuador

• 2 entradas para o

atuador

• 2 contatos

AZ 17

AZ 15

• Termoplástico

• 4 entradas para atuador

• 1 contato

• Termoplástico

• Codificação múltipla

do mecanismo de

acionamento

• 4 entradas para o

atuador

• 3 contatos

AZ 16

• Termoplástico

• Codificação múltipla do atuaor

• 4 entradas para o atuador

• Sistema integrado de cabos

• 2 contatos

Eex AZ 16

Linha de Chaves para

aplicação em áreas

classificadas, onde há

uso de materiais

inflamáveis, oxigênio ou

fontes de faíscas, como

em indústrias químicas,

petroquímicas,

pintura entre outras.

• Metálico

• 2 blocos de contato á prova de

explosão em apenas 1 caixa

• Travamento pneumático

• Abertura facilitada de portas através

de sistemas de tesouras

• Construção robusta, longa vida útil

• Alta resistência de até 3500 N

• Sistema integrado de cabos

Eex AZP 415

• Metálico

• Diversos acessórios para as

diversas exigências

• 3 contatos

• 3 entradas para o atuador

• Cabeçote com ajuste cada 90

o

AZ 335

• Metálico

• Robustez, também para portas de

duas folhas

• Destravamento mesmo com portas

de

proteção sob tensão

• Altas forças de retenção de 2.500

e 3.000 N

• Até 4 contatos

AZM 415

(4)

E s c o l h a s u a C h a v e

C h a v e s d e S e g u r a n ç a M á q u i n a s

Contatos

NA

NF

Movimento

sem inércia

Tipo de Porta

correr / tampa / dobradiça

correr / tampa / dobradiça

Material

Termoplástico

1

1

1

0

0

1

1

1

2

2

1

1

repulsão

retenção

repulsão

retenção

retenção

retenção

IP

67

67

67

67

67

67

Descrição

AZ 15 zvk

AZ 15 zvrk

AZ 16 12 zvk

AZ 16 12 zvrk

AZ 16 zi com atuador B1

AZ 17 11 zk

Princípio

no Atuador

Atuador

Codificado

Não

Não

Não

Não

Sim

Não

Contatos

NA

NF

Movimento

com

inércia

Tipo de Porta

Material

Termoplástico

IP

Travamento

Destravamento

Descrição

0

2 67

mola

Por corrente elétrica ou por

chave triangular

AZM 170-02 zrk

1

1 67

mola

Por corrente elétrica ou por

chave triangular

AZM 170-11zrk

2

3 65

mola

Por corrente elétrica ou por

chave triangular

AZM 160-23 yrpk

2

3 65

solenoide

Normalmente destravada

AZM 160-23 yrpka

Contatos

NA

NF

C h a v e s d e S e g u r a n ç a P e s a d a :

Movimento

sem inércia

Tipo de Porta

Material

Alumínio

1

2

IP

67

Descrição

AZ 335 12 zk

correr / tampa / dobradiça

com inércia

correr / tampa / dobradiça

Alumínio

2

2

67

mola

AZM 415 22 zpk

Contatos

NA

NF

C h a v e s d e S e g u r a n ç a Á r e a C l a s s i f i c a d a :

Movimento

sem inércia

com inércia

Tipo de Porta

correr / tampa / dobradiça

Material

Termoplástico

Alumínio

1

1

2

2

IP

67

67

Cabo

2m

5m

5m

Principio no Atuador

repulsão

repulsão

retenção

retenção

retenção

Descrição

Eex AZ 16 zvk 2m

Eex AZ 16 zvrk 2m

Eex AZ 16 zvk 5m

Eex AZ 16 zvrk 5m

Eex AZP 415 22 zpk

correr / tampa / dobradiça

Categoria de Segurança

1

Contatos

Formato

Descrição

Atuador Indicado

NA

NF

0

Até

3, com uso de relé de segurança

Conforme relé

de segurança

1

Redondo

Retangular Chato

Redondo

BNS 300 01zG

BNS 303 11z

BNS 250 11z

BNS 33 12z 2187

BPS 303 (HIGIENE) / BPS300

BPS 303 (HIGIENE) / BPS300

www.aceschmersal.com.br

www.aceschmersal.com.br

*Outros modelos de chaves de segurança para aplicações especiais poderão ser encontrados através de nosso site

www.aceschmersal.com.br

,

BPS 250

BPS 33

(5)

M u i t o m a i s s e g u r a n ç a

Relés AZR

Relés AES/FWS

Além de elevar a categoria de segurança dos equipamentos,

através do monitoramento de chaves e das instalações

elétricas (cabos de ligação e alimentação), os relés AZR estão

de acordo com as normas brasileira de comando bimanual,

e parada de emergência.

Elimina as falhas nos sistemas

de segrança conectados

apenas ao CLP.

Possui grande

variedade de contatos e

tensão de alimentação.

Possui também,

redundância nos componentes

eletrônicos e auto teste

Ideal para máquinas e equipamentos cujo movimento de

risco possui inércia, pois permite o controle com segurança

do tempo de parada da máquina. Eleva o nível de

segurança monitorando

as chaves e as suas

instalações elétricas

(cabos de alimentação e

ligação). Elimina possíveis

falhas nos sistemas de

segurança conectados

apenas no CLP. Conforme

normas brasileiras de parada

de emergência.

Soluções

conforme

normas

brasileiras e internacionais

Soluções

conforme

normas

brasileiras e internacionais

Scanner Laser

de Segurança

Tapetes de

Segurança

Chaves de Emergência

Chaves Fim de Curso

para Segurança

Cortina de Luz

de Segurança

Pedaleiras

de Segurança

Comando Bimanual

Chaves Seccionadoras

Barreira de Luz

de Segurança

S o l i c i t e m a i s i n f o r m a ç õ e s

Categoria

de

seguranç

a 3 e 4

Categoria

de

seguranç

a 3 e 4

(6)

C h a v e s d e S e g u r a n ç a - I n f o r m a ç õ e s T é c n i c a s

M á q u i n a s

P e s a d a

Á r e a C l a s s i f i c a d a

Dimensional (mm)

Vide lista atuadores AZ 15/16

IEC 60947-5-1/EN 60947-5-1/ DIN VDE 0660-200; EN 1088; BG-GS-ET-15

Termoplástico reforçado com fibra de vidro, auto extinguível IP 67 conforme IEC 60529/ EN 60529/DIN VDE 0470-1 Prata

Pontes de contatos independentes e isolados com interrupção dupla IEC 60947-5-1; BG-GS-ET-15; chaveamento por impulso; Contato NF com ruptura positiva

Parafuso com prensa fio, secção máxima do condutor 2,5 mm2 6 KV 500V AC - 15/DC-13 4A / 230 Vca; 4A/24 Vdc

6 A (com retardo) na ruptura positiva 8 mm Cerca 0N - zvk 30N - zvrk -30 C ... + 80 Co o > 10 operações6

BG(BRD), SAQ, UL, CSA 1NF

AZ 15

Vide lista atuadores AZM 160

IEC 60947-5-1/EN 60947-5-1/ DIN VDE 0660-200; BG-GS-ET-19

Termoplástico reforçado com fibra de vidro, auto extinguível IP 65 conforme IEC 60529/ EN 60529/DIN VDE 0470-1 Prata

Pontes de contatos independentes e isolados com interrupção dupla IEC 60947-5-1; BG-GS-ET-15; chaveamento por impulso; Contato NF com ruptura positiva

Parafusos, secção máxima do condutor 2,5 mm2 Com prensa fio 4 KV 250V AC - 15 2A / 230 Vca

6 A (com retardo) na ruptura positiva

24 Vcc/ca; 110 VAC; 230 Vca Máx. 10W 8 mm 2000 N Cerca 30N Cerca 30N -25ºC ... + 60ºC > 10 operações6 BG(BRD), SAQ (S), ... (DK), UL (USA), ... (CH), CSA (CAN)

2NA/3NF (travamento por mola ou solenóide)

AZM 160 AZ 16zi / AZ 16

Vide lista atuadores AZ 15/16

IEC 60947-5-1/EN 60947-5-1/ DIN VDE 0660-200; EN 1088; BG-GS-ET-15

Termoplástico reforçado com fibra de vidro, auto extinguível IP 67 conforme IEC 60529/ EN 60529/DIN VDE 0470-1 Prata

Pontes de contatos independentes e isolados com interrupção dupla IEC 60947-5-1; BG-GS-ET-15; chaveamento por impulso; Contato NF com ruptura positiva

Parafuso com prensa fio, secção máxima do condutor 2,5 mm2 6 KV 500V AC - 15 4A / 230 Vca; 4A/24 Vdc

6 A (com retardo) na ruptura positiva -8 mm Cerca 0N - zvk 30N - zvrk -30ºC ... + 80ºC > 10 operações6

BG(BRD), SAQ, UL, CSA 1NA/1NF - zi 1NA/2NF - Padrão

AZ 17

Vide lista atuadores AZ 17/AZM 170 IEC 5-1/ EN 60947-5-1/ DIN VDE 0660-200; EN 1088; BG-GS-ET-15

Termoplástico reforçado com fibra de vidro, auto extinguíve IP 67 conforme IEC 60529/ EN 60529/DIN VDE 0470-1 Prata

Pontes de contatos independentes e isolados com interrupção dupla IEC 60947-5-1; BG-GS-ET-15; chaveamento por impulso; Contato NF com ruptura positiva

Engate rápido de fixação 0,75-1,0 mm2 flexível 4 KV 250V AC - 15 4A / 230 V 4 A (com retardo) -11 mm Cerca 5N -30ºC ... + 80ºC > 10 operações6

BG(BRD), SAQ, UL, CSA 1NA/1NF - 2NF

AZM 170

Vide lista atuadores AZ 17/ AZM 170 IEC 5-1/EN 60947-5-1 / DIN VDE 0660-200; EN 1088; BG-GS-ET-19

Termoplástico reforçado com fibra de vidro, auto extinguível IP 67 conforme IEC 60529/ EN 60529/DIN VDE 0470-1 Prata

Pontes de contatos independentes e isoladas com interrupção dupla IEC 60947-5-1; BG-GS-ET-19; chaveamento por impulso; Contato NF com ruptura positiva

Engate rápido de fixação 0,75 - 1,0 mm2 flexível ìndice SK: parafusos 1,5 mm2 flexível 4 KV 250V AC - 15 4A / 230 V 6 A (com retardo) 24 Vdc/ac; 110 VAC; 230 Vca Máx. 10W 11 mm -1000 N Cerca 30N -25ºC ... + 60ºC > 10 operações6 CE, BG (BRD), SAQ (S), UL (USA), CSA (CAN) 1NA/1NF - 2NF (travamento por mola ou solenóide)

AZ 335

Vide lista atuadores AZ 335 IEC 60947-5-1/EN 60947-5-1/ DIN VDE 0660-200; BG-GS-ET-15 Alumínio injetado IP 67 conforme IEC 60529/ EN 60529/DIN VDE 0470-1 Prata Pontes de contatos independentes e isolados com interrupção dupla IEC 60947-5-1; BG-GS-ET-15; chaveamento por impulso; Contato NF com ruptura positiva

Parafusos com prensa-fios, secção máxima do condutor 2,5 mm2 6 KV (2 contatos)/4 KV (3 cont.) 500 V (2 cont.)/250V (3 cont.) AC - 15 4A / 230 Vca; 2,5 A / 400 Vca; 1A / 500 Vca 4A (com retardo) na ruptura positiva -10,7 mm -Cerca 5N -30ºC ... + 90ºC 10 operações6 BG(BRD), SA (CAN) 1NA/2NF EEx AZ 16 IEC 60947-5-1/EN 60947-5-1 DIN VDE 0660-200; EN 1088; BG-GS-ET-15 PTB, Nr. Ex 92.C.1060 Eexd IIC T6

Vide lista atuadores AZ 16

Termoplástico reforçado com fibra de vidro, auto extinguivel IP 67 conforme IEC 60529/ EN 60529/DIN VDE 0470-1 Prata

Pontes de contatos independentes e isoladas com interrupção dupla IEC 60947-5-1; BG-GS-ET-15; chaveamento por impulso; Contato NF com ruptura positiva Cabo integrado H05w VV-F4 x 0,75 mm2, comprimento 2 e 5 m 4 KV 250V AC - 15 6A / 250 V 6 A (com retardo) -9,5 mm Cerca 30N - zvrk 0N - zvk -20ºC ... + 40ºC > 10 operações6 CE, BG(BRD), SAQ (S), UL (USA),...(DK),...(CH), CSA (CAN) 1NA/1NF EEx AZP 415 IEC 60947-5-1/EN 60947-5-1 DIN VDE 0660-200; EN 1088; BG-GS-ET-19 PTB, Nr.Ex 93.60.10114 EEx d IIC T6.

Vide lista atuadores Eex AZP 415 Alumínio injetado IP 67 conforme IEC 60529/ EN 60529/DIN VDE 0470-1 Prata Pontes de contatos independentes e isoladas com interrupção dupla IEC 60947-5-1; BG-GS-ET-15; chaveamento por impulso; Contato NF com ruptura positiva Cabo integrado H05w VV-F4 x 0,75 mm2, comprimento 2 e 5 m 4 KV 250V AC - 15 4A / 230 V 6 A (com retardo) Cilindro pneumático -10 mm 3.500N Min 15 N -25ºC ... + 50ºC > 10 operações6 CE Certificado PTB Ex 93.C.1011U 2NA/2NF -Atuadores indicados: Normas: Invólucro: Grau de proteção: Mat. dos contatos: Tipo de contato: Sistema de chaveamento: Tipo de ligação: Tensão U :imp Tensão-Isolação U:i Categ. de aplicação: Corrente/Tensão de operação I /U :e e Resistência curto circuito: Tensão de solenóide U :s Consumo: Percurso na ruptura positiva; Força travamento F máx.: Força de retenção: Temp. operacional: Vida útil mecânica: Testes e homologações: N contatos:o

AZM 415

Vide lista atuadores AZM 415 IEC 60947-5-1/EN 60947-5-1/ DIN VDE 0660-200; BG-GS-ET-19 Alumínio injetado IP 67 conforme IEC 60529 EN 60529/DIN VDE 0470-1 Prata Pontes de contatos independentes e isolados com interrupção dupla IEC 60947-5-1; BG-GS-ET-15; chaveamento por impulso; Contatos NF com ruptura positiva;

Parafusos, secção máxima do condutor 1,5 mm² 4 KV

250V AC - 15 4A / 230 Vca

6 A (com retardo) na ruptura positiva 24 Vcc, 110 Vca; 230 Vca; Máx. 10W 10 mm 3500N (AZM 415 - 22zp); Min. 15 N -25ºC ... + 50ºC > 10 operações6 BG(BRD)

2NA/2NF (travamento por mola ou solenóide)

(7)

S = 15 mm

off

S = 5 mm

on

Magnético

com fibra de vidro

Termoplástico reforçado

S = 14 mm

off

S = 4 mm

on

Magnético

com fibra de vidro

Termoplástico reforçado

S = 15 mm

off

S = 5 mm

on

Magnético

com fibra de vidro

Termoplástico reforçado

S = 15 mm

off

S = 5 mm

on

Magnético

fibra de vidro,

Termoplástico reforçado com

operação:

Distância de

Sist. de atuação:

Invólucro:

BNS 33-11zG; máx 240 mW

BNS 33-11z; máx 10 VA

BNS 33-11zG; máx 10 mA

BNS 33-11z; máx 0,4 A

BNS 33-11zG; máx 24 Vcc

BNS 33-11z; máx 100Vca/cc

AES

-25 ... + 70 C

30 g/11 ms

10 .. 55 Hz, amplitude 1 mm

IP 67 conforme IEC 60529/

EN 60529/DIN VDE 0470-1

Cabo LiYY 4 x 2,5 mm

BG (BRD), SAQ (S), SA

(CAN)

Conforme relé de segurança

o 2

240 mW (-11zG)

1 W (- 11z)

10 mA (-11zG)

100 mA (-11z)

24 Vcc

AES

-25 ... + 70 C

30 g/11 ms

10 .. 55 Hz, amplitude 1 mm

IP 67 conforme IEC 60529/

EN 60529/DIN VDE 0470-1

Cabo LiYY 4 x 2,5 mm

BG (BRD), UL (USA),

SA (CAN)

Conforme relé de segurança

o

2

10 VA/ W

Conforme relé de segurança

Conforme relé de segurança

Conforme relé de segurança

Conforme relé de segurança

Conforme relé de segurança

Conforme relé de segurança

400 mA

100 Vca/cc

AES

-25 ... + 70 C

30 g/11 ms

10 .. 55 Hz, amplitude 1 mm

IP 67 conforme IEC 60529/

EN 60529/DIN VDE 0470-1

Cabo LiYY 4 x 2,5 mm

BG (BRD), UL (USA),

SA (CAN)

Conforme relé de segurança

o 2

-30 mA

1 NF

24 Vcc

Máx. 3 A

Máx. 250 VAC

-25 ... + 55 C

30 g/11 ms

10 .. 55 Hz, amplitude 1 mm

IP 67 conforme IEC 60529/

EN 60529/DIN VDE 0470-1

Cabo A03VV-F 4 x 2,5 mm

BG (BRD), UL (USA),

SA (CAN)

o 2

Potência:

Corrente:

Tensão:

Relé de controle:

Corrente de carga:

Pot. chaveamento:

Temp. operacional:

Resist. a choque:

Resistência a

vibração:

Grau de

proteção:

Conector:

Testes e

homologações:

Contatos de saída

Atuadores

Indicados

Imã codificado BPS 33

Imã codificado BPS 250

Imã codificado BPS 300,

BPS 303

Imã codificado BPS 300,

BPS 303

C h a v e s d e S e g u r a n ç a - I n f o r m a ç õ e s T é c n i c a s

M a g n é t i c a

módulos de controles AES)

13929 (em conjunto com os

DI N VDE 0660-209, NBR

módulos de controles AES)

13929 (em conjunto com os

DI N VDE 0660-209, NBR

módulos de controles AES)

13929 (em conjunto com os

DI N VDE 0660-209, NBR

ET-14 NBR 14153

13929, prEN 1088

BG-GS-DI N VDE 0660-209, NBR

BNS 33

BNS 250

BNS 303

BNS 300

Normas:

Dimensional

(mm)

Embutido

%

(8)

A t u a d o r e s

A Z 1 5 / 1 6

A Z M 1 6 0

AZ 15/16 B3:

Ajuste lateral

AZM 160-B7

Travamento de

Painel elétrico

Travamento de

Painel elétrico

AZ 15/16 B1-2024:

Reto com diafragma

AZ 15/16 B3-1747:

Ajuste lateral com

retenção + 30N

AZ 15/16 B1:

Reto

Raio mínimo = 150mm.

AZ 160-B1S:

Reto

Raio mínimo = 150mm.

AZ 15/16 B1-2053:

Reto com retenção

controlada até 100N

Raio mínimo = 150mm.

AZ 15/16 B1-1747:

Reto com

retenção + 30N

Raio mínimo = 150mm.

AZ 15/16 B2:

Ajuste lateral

Raio mínimo = 45mm.

AZM 160-B2:

Ajuste lateral

Raio mínimo = 150 / 95mm.

AZ 15/16 B1-2177:

Reto com guias

de entrada

Raio mínimo = 150mm.

AZ 15/16 B2-1747:

Ajuste lateral com

retenção + 30N

(9)

A Z 1 7 / A Z M 1 7 0

AZ 17/170:

Reto simples

AZ 17/170-B5:

Reto + 90

o

AZ 17 / 170-B6:

Ajuste lateral

Raio mínimo = 140 / 200mm.

Raio mínimo = 50mm.

Raio mínimo = 140 / 200mm.

A Z M 4 1 5

AZM 415-B2:

Ajuste lateral

AZM 415-B3:

Ajuste lateral

AZM 415-B4 PS:

Modelo trinco

Raio mínimo = 250mm.

Raio mínimo = 250mm.

A Z 3 3 5

AZ 335 B1

SZ 16 / 335

Raio mínimo = 900 / 700mm.

Segurança para

a manutenção

Segurança para

a manutenção

Bloqueador para uso

com cadeado.

Segurança para a manutenção

Destinado as chaves:

AZ 15/16/17/335

AZM 160/170

BPS 250

B P S

BPS 33

BPS 300

BPS 303

A t u a d o r e s

09

Figure

Updating...

References

Related subjects :